Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Livro “Diagnose e Descrição do Setor Florestal no Estado do Amazonas - Ano 2018” será lançado nesta quinta-feira (28)

Publicado: Quarta, 27 de Novembro de 2019, 10h44 | Última atualização em Quarta, 27 de Novembro de 2019, 11h12 | Acessos: 437

Com informações do Departamento de Engenharia Florestal

O livro “Diagnose e Descrição do Setor Florestal no Estado do Amazonas - Ano 2018” será lançado nesta quinta-feira, 28, às 20h, no stand do Instituto Piatam, durante a Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (FesPIM), que acontece de 27 a 29 de novembro, no pavilhão do Studio 5.

Parcerias

O estudo, que promoveu amplo debate com a sociedade amazonense para a criação de uma proposta de um Programa e de uma Política Florestal do Estado do Amazonas, foi coordenado pelo professor do Departamento de Engenharia Florestal da Ufam, Sergio Luiz Ferreira Gonçalves e do Diretor do Instituto de Avaliação, Pesquisa Programas e Projetos Socioambientais – IA, Alexandre Andres Brasil e contou com diversas parcerias, como a firma Evergreen Investimentos Florestais e o SEBRAE-Amazonas. O trabalho foi patrocinado pelo Projeto de Prevenção e Combate ao Desmatamento e Conservação da Floresta no Estado do Amazonas (Profloram) e implementado via cooperação internacional entre o Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, o Banco Alemão de Desenvolvimento - KfW e as gerenciadoras (consórcio) GOPA e Instituto Piatam.

Política Florestal

Segundo os coordenadores da obra, os temas relacionados às florestas despertam o interesse de dezenas de segmentos da sociedade, em especial quando se trata de Amazônia. No entanto, no Brasil faltam pesquisas primárias sistemáticas, repositório e sistemas que facilitem a análise de dados nos Estados para que estas possam subsidiar os processos de tomada de decisão do setor público e do setor privado. Além das informações estarem dispersas em diversas instituições, são poucos os esforços em tratar o setor florestal como uma política de desenvolvimento integrada a outras agendas prioritárias dos Estados. Assim, foi um grande desafio agregar e analisar essas informações para desenvolver este trabalho a fim de subsidiar o processo de discussão conduzido em 2018 para a formulação da Política Florestal do Estado do Amazonas.

Desenvolvimento Florestal

O estudo consolida informações essenciais para estabelecer estratégias e prioridades em um horizonte de planejamento, em especial no contexto de como o Estado do Amazonas pode aproveitar de políticas associadas à Superintendência da Zona Franca de Manaus – SUFRAMA para com o desenvolvimento florestal. Assim, como primeiro exercício, o diagnóstico não buscou exaurir os temas e as análises.

Avaliação de resultados

Segundo o pesquisador Alexandre Brasil, este deve ser um exercício revisitado minimamente a cada dois anos, de modo a avaliar os resultados setoriais alcançados ao longo do tempo e a partir de agendas específicas de trabalho (ou até mesmo pela ausência dessas) além da iminente necessidade de serem propostos novos paradigmas de gestão e industrialização florestal que fomentem a criação de Arranjos Produtivos Locais – APLs Florestais incentivando, assim, o uso múltiplo e eficiente da floresta. “A floresta não pode ser tratada de maneira individualizada e verticalizada a um grupo único, com características de empresa familiar. Neste contexto, a destinação de florestas em terras arrecadadas pode promover a atração de capital intensivo de fundos patrimoniais e (re)dinamizar toda economia de base florestal instalada”, declarou. 

O professor Sérgio Gonçalves explica que a publicação procurou evidenciar um quadro situacional em relação à caracterização legal e institucional do setor no Amazonas. “A ideia foi nortear as necessidades para uma gestão florestal e a incorporação de sugestões para os delineamentos para a formulação de uma Política Florestal para o Estado do Amazonas e a aplicação do estudo é importante para fundamentar e ser retomado o debate no Estado do Amazonas, pois o Serviço Florestal Brasileiro - SFB inicia seu processo local de concessões florestais, ao lançar cinco (05) estudos de precificação para as FLONAs de Balata-Tufari, Humaitá, Iquiri, Jatuarana e Pau Rosa, e a SEMA-AM para a concessão da Floresta Estadual de Maués. A integração de agenda entre as agências dos diferentes entes federativos e o setor privado pode proporcionar uma implementação coordenada e estruturada”, destacou.

E-book

O livro estará disponível para download no site do Sebrae-AM e da firma Evergreen Investimentos Florestais no link www.evergreebrasil.com. Durante o lançamento do livro será disponibilizado o QR Code e as pessoas poderão baixar o e-book na hora.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página