Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Professor Emmanoel Vilaça Costa tem projeto de pesquisa aprovado no CNPq e conquista nível 1D no CNPq
Início do conteúdo da página

Professor Emmanoel Vilaça Costa tem projeto de pesquisa aprovado no CNPq e conquista nível 1D no CNPq

Acessos: 1159

A conquista da categoria 1D no quesito Bolsas de Produtividade em Pesquisa e Produtividade em Pesquisa Sênior do CNPq, demonstra o avanço da pesquisa em Química no contexto nacional 

Por Sebastião de Oliveira,  equipe Ascom

Revisão Rozana Soares

Projeto de pesquisa intitulado ‘Annonaceae Amazônicas como fonte potencial de substâncias biologicamente ativas com citotoxicidade’, do Grupo de Estudo de Química de Biomoléculas (GEQBiom), coordenado pelo professor Emmanoel Vilaça Costa, do Programa de Pós-Graduação em Química da Universidade Federal do Amazonas (PPGQ/Ufam), atende a chamada Nacional CNPq nº 09/2023 - Bolsas de Produtividade em Pesquisa e Produtividade em Pesquisa Sênior, conquistando o nível 1D, o mais elevado daquela instituição na área de Química.  

De acordo com Emmanoel Costa, durante 15 anos, não se tinha uma presença tão significativa de pesquisadores nessa categoria, ou seja, na de produtividade em pesquisa do Departamento de Química da Ufam no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) que, segundo o professor, esse posicionamento perdurou por todo esse tempo, se mantendo na categoria 2, hoje, com uma nova denominação, 1E. Para entendimento, as bolsas de pesquisa estão classificadas no seguinte formato: Categorias: 1A, 1B, 1C, 1D e 1E.

“Esse feito contribui de forma significativa para a pesquisa na Ufam, bem como para o Estado do Amazonas, mostrando que a cada dia que se passa a Universidade produz pesquisa de qualidade focada na formação de recursos humanos qualificados em nível de graduação, mestrado e doutorado”, disse o coordenador do GEQBiom, professor Emmanoel Costa que acredita que para o Programa de Pós-Graduação em Química, esse resultado é de suma importância para a Universidade.

Ele afirma que,  ‘quanto mais pesquisadores de produtividade no programa, mais reconhecido o será, agregando cada vez mais a qualidade na formação em nível de mestrado e doutorado com excelência, e, consequentemente, com aprovação de projetos de pesquisa no âmbito local, nacional e internacional, assim como colaborações nesses mesmos patamares”.  

Ele completa sua narrativa: “Um excelente resultado para a Ufam e para o Amazonas, tendo em vista que em se tratando do Norte Brasileiro, a pesquisa é ainda incipiente, mas, de um tempo para cá, essa realidade está mudando e para melhor. Na listagem divulgada pelo CNPq, há outros pesquisadores da Ufam que também foram agraciados em suas respectivas áreas de atuação, contribuindo de certa forma, para o desenvolvimento e visibilidade da pesquisa no contexto nacional e internacional”.

O objetivo do projeto de pesquisa é contribuir com o conhecimento químico das espécies de Annonaceae Amazônicas reconhecendo-as como fontes promissoras de substâncias bioativas com propriedades citotóxicas, bem como outras propriedades farmacológicas, gerando valor agregado e conhecimento para as suas espécies, principalmente, às desconhecidas na literatura, para a comunidade científica e população local da região.

Atualmente, o projeto de pesquisa constitui-se de 1 aluno de doutorado, 5 mestrandos e 3 de iniciação científica.

Sobre o pesquisador

O professor Emmanoel Vilaça Costa possui doutorado em Química (2009) pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Mestrado em Química de Produtos Naturais (2004) e Graduação em Química (2002), ambos pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Além disso, dois pós-doutorados pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Tem experiência na área de Química Orgânica com ênfase em Química de Produtos Naturais e Ressonância Magnética Nuclear. Atuou como bolsista do programa PRODOC/CAPES junto ao Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ) da UFPR na Área de Ressonância Magnética Nuclear. Foi bolsista de Pós-Doutorado Júnior do CNPq e bolsista de Desenvolvimento Científico Regional (DCR) do CNPq/FAPITEC/SE junto ao Departamento de Química da Universidade Federal de Sergipe/Campus de São Cristóvão (DQI/UFS) na Área de Química de Produtos Naturais.

Foi também professor visitante do Departamento de Química da Universidade Federal de Sergipe/Campus de São Cristóvão (DQI/UFS) e Professor Adjunto-A Nível 1 do Departamento de Química da Universidade Federal de Sergipe/Campus de Itabaiana (DQCI/UFS). Foi Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Química da UFAM (PPGQ/UFAM) gestões 2017-2019 e 2021-2022, e tesoureiro da Divisão de Produtos Naturais da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) gestão 2018-2020.

Atualmente é professor adjunto 4 (Classe C) do DQ/UFAM e coordenador dos Laboratórios de Pesquisa em “Produtos Naturais e Síntese Orgânica (LAPNASO)”, e “Cromatografia e Instrumentação (LCI)”, respectivamente do DQ/UFAM.  Foi bolsista de produtividade do CNPq nível 2 CA da Química estando em seu terceiro projeto (2014-2017; 2018-2020; 2021-2024). Atua principalmente nos seguintes temas: Fitoquímica de Plantas da Flora Brasileira (com destaque para a família Annonaceae), Relações Quimiofenéticas (Quimiossistemática/Quimiotaxonomia), Óleos Essenciais, Cromatografia, Espectrometria de Massas e Ressonância Magnética Nuclear.

Possui colaborações consolidadas com professores/pesquisadores de importantes instituições de ensino e pesquisa, tais como: UFPR, FIOCRUZ-BA, FCFRP-USP, UFS, UFSCAR, UNIVASF, UFPB, UFPA, UEA, URCA, dentre outras. Líder do grupo de pesquisa intitulado "Grupo de Estudo de Química de Biomoléculas - GEQBiom" (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7766134927342160).

Mais detalhes sobre a carreira do professor Emmanoel Vilaça Costa podem ser acessados nos seguintes links:

 http://lattes.cnpq.br/9408756365965584

https://orcid.org/0000-0002-0153-822X

registrado em:
Fim do conteúdo da página