Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ufam recebe Voto de Aplauso do Senado Federal pela inauguração do Laboratório de Inventário e Mensuração de Florestas Tropicais (IFT)

Publicado: Quinta, 29 de Agosto de 2019, 10h39 | Última atualização em Quinta, 29 de Agosto de 2019, 15h49 | Acessos: 586

De iniciativa do senador Eduardo Braga, o Voto de Aplauso está registrado em Ata da Sessão de 13 de agosto do Senado Federal

Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) recebeu Voto de Aplauso do Senado Federal pela Inauguração do Laboratório de Inventário e Mensuração de Florestas Tropicais (IFT), também conhecido como Casa do Carbono.

O Voto de Aplauso foi uma iniciativa do senador Eduardo Braga (MDB/AM), o qual solicitou ao presidente do Senado o registro da honraria na Ata da Sessão do dia 13 de agosto de 2019 do Senado da República.

No requerimento encaminhado ao presidente do Senado, o senador Eduardo Braga destacou a inauguração do Laboratório como um marco histórico para a Ufam. “Para a Universidade Federal do Amazonas, a Casa do Carbono representa um marco histórico, pois contribui para ampliar o domínio e a competência da instituição nos estudos sobre os recursos florestais e sustentabilidade”.

Reconhecimento

O reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, afirmou que o reconhecimento do Legislativo da União é importante para a instituição. “Recebemos com honra esse reconhecimento da Câmara Alta do Congresso Nacional. Ele é resultado do esforço coletivo do Departamento de Ciências Florestais da Faculdade de Ciências Agrárias de nossa Universidade que, junto ao Serviço Florestal Brasileiro, ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, pode concretizar o intento de gerar dados para melhor conhecimento científico da Região”, declarou o gestor.

Sobre o Laboratório

Inaugurado no último dia 8 de agosto, o Laboratório tem uma estrutura destinada a apoiar os esforços do Inventário Florestal Nacional (IFN) na mensuração do volume de madeira, biomassa e carbono armazenado pelas árvores da floresta amazônica. O laboratório é a primeira unidade a ser construída na Região Norte e recebeu investimentos do Fundo Amazônia.

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página