Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Ufam antecipa colação de grau de nove novos médicos
Início do conteúdo da página

Ufam antecipa colação de grau de nove novos médicos

Publicado: Quinta, 21 de Janeiro de 2021, 17h57 | Última atualização em Quinta, 21 de Janeiro de 2021, 17h59 | Acessos: 1114

Na tarde desta quinta-feira, 21, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio da Faculdade de Medicina (FM), em cerimônia de Colação de Grau Especial, diplomou nove novos médicos. A outorga de grau ocorreu de forma remota, transmitida pelo canal da Ufam no Youtube, e possibilita a ampliação da oferta de profissionais disponíveis para atuar durante a pandemia de covid 19.  

Na cerimônia, o reitor Sylvio Puga falou do momento delicado que o estado do Amazonas está passando devido a pandemia e lembrou que a Ufam, mais uma vez, cumpre o seu papel diante da sociedade. “Vocês são uma semente de esperança em um momento tão difícil para o Brasil, em especial para o Amazonas. Todos os dias nós recebemos notícias tristes de partidas prematuras por conta da pandemia, mas, hoje, nós podemos dizer à sociedade amazonense que a Ufam, no meio de todo este cenário, oferece esperança. Vocês entram agora no mercado de trabalho no auge da guerra, no momento mais crítico desta luta, de forma livre, consciente e espontânea, dizendo para sociedade, que financiou o curso de vocês, que querem salvar vidas. Isso é um dos gestos mais nobres que pode acontecer. Portanto, nós podemos dizer que a Ufam tem muito orgulho de vocês por se colocarem à disposição, em momento de tanta dificuldade, para este enfrentamento”, enfatizou o reitor. 

Essa é a segunda colação de Grau Especial do curso de Medicina. Além do reitor e do vice-reitor, professor Jacob Moyses Cohen, fizeram parte da mesa de honra virtual o pró-reitor de Ensino de Graduação, professor David Lopes Neto; a diretora da Faculdade de Medicina, professora Ione Rodrigues Brum; a coordenadora do curso, professora Camila Maria Paiva França Telles; o paraninfo do curso, professor João Ricardo Rodrigues Maia; a patronesse do curso, professora Sandra Lúcia Euzébio Ribeiro; o homenageado com o nome da turma, professor João José Corrêa Bergamasco e o ex-senador e professor da Faculdade de Estudos Sociais, Jeferson Praia. 

A solenidade

A oradora da turma e recém formada, médica Valéria Priscila Neves de Souza, fez uma retrospectiva desde o ciclo básico, passando pelo o internato até o telemonitoramento feito durante o projeto Brasil Conta Comigo. “É fato que hoje, especialmente em Manaus, não existem muitos motivos para comemorar. Hoje, muitos de nós estamos incompletos e todos conhecem alguém que foi vítima da maior crise sanitária do século, a pandemia da covid 19. Entretanto, falo com vocês, em meio a tanta desesperança, vislumbramos uma faísca de felicidade. Não chegamos aqui sozinhos, agradeço a todos os mestres que nos ensinaram e confiaram em nós; aos nossos amigos e amores que ouviram e compartilharam das nossas ansiedades e fizeram nossa vida mais leve; e, em especial, as nossas famílias. Colegas, sei bem que o clima dos últimos dias passou longe de ser de comemoração, mas neste momento quero que olhem para os seus familiares, esses que estão com vocês, essa vitória é também deles. Não há motivo melhor para comemorar do que o orgulho daqueles que amamos. Eles sonharam e sofreram conosco. Portanto, alegrem-se que o nosso propósito é gigante. É maior do que nós mesmos”, disse emocionada. 

O médico e vice-reitor da Ufam, professor Jacob Moyses Cohen lembrou, como profissional da saúde há 46 anos, da situação de descaso ocorrida na pandemia e deu ênfase a ideia de que as experiências amarga devem ser transformadas para melhorar nossa condição de seres humanos. “Nesse momento de tristeza e desafio para todos nós, eu quero parabenizar vocês pela coragem. Desejo que vocês contribuam para melhorar esse cenário rapidamente e que cuidem das pessoas que mais precisam com carinho. Tenham uma longa vida profissional com ética e com o compromisso assumido durante o juramento”, disse.    

A diretora da Faculdade de Medicina, professora Ione Rodrigues Brum, parabenizou a turma por superar tantas adversidades impostas pela pandemia. “Vocês venceram e cruzaram a linha de chegada, mas quero lembrar que essa linha de chegada, na realidade, é apenas o primeiro obstáculo. Tenho certeza que essa situação que nós estamos vivenciando nos tornou mais humildes, solícitos, justos e humanos. Eu desejo que vocês façam uso dessa experiência em prol das pessoas que vocês vão ajudar e da Medicina”, ressaltou. 

O professor João Ricardo Rodrigues Maia, paraninfo do curso, prestou solidariedade ao povo amazonense, que reúne forças para vencer o vírus e a imoralidade política e administrativa. “Mesmo com as dificuldades do momento, percebi que há espaço para celebrar a vitória, a vida e a esperança, de maneira respeitosa e resignada. Celebrar a vida e a vitória alcançada, fruto de anos de sonhos, estudos e esforço pessoal e familiar, a partir do desejo de ser a diferença na vida de tantos. Que essa vitória seja abundante em suas carreiras, não como uma meta em si, mas como resultado de uma vida médica digna, honesta e comprometida. Exerçam a Medicina com zelo e respeito absoluto ao paciente sem cair nas armadilhas que nos induz a distinções de qualquer natureza. Que suas práticas sejam coincidentes com as suas promessas e que as suas promessas resistam ao teste do tempo e da rotina. Temos o dever de celebrar a esperança. A esperança que se renova, aqui, neste momento personificada em vocês, novos médicos, que não fugiram do maior desafio dessa geração”, finalizou.            

Lista de Formandos:

  1. ISABELLE LOUISE DA CRUZ LOPO DE FIGUEIREDO
  2. JULIA CRISTINA DE SOUZA ALVES
  3. LAISA EZAGUY DE HOLLANDA
  4. LORENA PRAIA DE SOUZA BEZERRA
  5. LUMA XIMENES DE OLIVEIRA
  6. MARCELA CRISTINA BARROS LOPES
  7. MATHEUS DIAS CARNEIRO
  8. MYLLA CHRISTIE DE OLIVEIRA PASCHOALINO
  9. VALERIA PRISCILA NEVES DE SOUZA
registrado em:
Fim do conteúdo da página