Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Eleitos para a Comissão Interna de Supervisão da Carreira (CIS) tomaram posse sexta-feira, 11

  • Publicado: Sexta, 11 de Outubro de 2019, 17h52
  • Última atualização em Segunda, 14 de Outubro de 2019, 07h52
  • Acessos: 356

Mandato dos integrantes da Comissão é de três anos

Os novos membros eleitos da Comissão Interna de Supervisão da Carreira (CIS) dos técnicos-administrativos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) tomaram posse em solenidade presidida pelo reitor Sylvio Puga, na tarde desta sexta-feira, 11. A CIS supervisiona e acompanha a formulação e a execução da política de pessoal dos técnico-administrativos em Educação (TAE).

Foram mais de 1,2 mil votos dos TAE, na capital e no interior, para escolher cinco membros titulares e três suplentes da CIS. Os membros foram eleitos para o triênio 2019/2022, em consulta eleitoral, no dia primeiro de outubro.

Durante a solenidade o reitor Sylvio Puga lembrou que a CIS é estratégica dentro da Ufam. “Estamos aqui para trabalhar em parceria com a nova gestão. Isso significa, buscarmos os pontos de vista em comum e olharmos para eles. Fomos responsáveis por viabilizar a sede própria desta Comissão, que é permanente, melhorando as instalações e as condições de trabalho dos seus membros”, ressaltou.     

Eleitos

Os membros titulares eleitos foram Sebastião Carlos Cabral, da Editora da Universidade Federal do Amazonas/CSG (1º lugar com 17,48% dos votos válidos); Geider Simões de Lemos, da Prefeitura Universitária (2º lugar com 15,93% dos votos válidos); Herbett Rodrigues, da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (3º lugar com 15,28% dos votos válidos); Alexandra Heronides Saldanha Facinni, da Faculdade de Tecnologia (4º lugar com 13,07% dos votos válidos); Luciene Mafra de Vasconcelos, da Faculdade de Educação (5º lugar: 10,78% dos votos válidos).

Os suplentes são José Nilton Pereira da Silva da Reitoria (1º suplente: 10,29% dos votos válidos); Luiz Carlos Bonates de Oliveira do Instituto Ciências Biológicas (2ºsuplente: 9,40% dos votos válidos); Francisco Luan Ramires da Silva do Instituto de Natureza e Cultura/Benjamin Constant (3º suplente: 7,76% dos votos válidos).

Desafios

O servidor Herbett Rodrigues, eleito com 15,28% dos votos válidos, destacou os desafios para a o próximo triênio. “Um dos principais desafios será avaliar, anualmente, as propostas de lotação dos técnico-administrativos da Ufam. Falo em virtude do quadro nacional que, desde 2018, vários cargos foram extintos. O desafio é saber como recompor esta demanda diante das novas determinações do governo. Outra preocupação será acompanhar o dimensionamento da mão de obra de toda a Ufam, levando em consideração a rotatividade ”, explicou.

Para o servidor Geider Simões de Lemos, eleito com 15,93% dos votos válidos, a expectativa para esta gestão é fazer uma Comissão cada vez mais forte. “Era um sonho da CIS ter um local próprio e o reitor Sylvio Puga conseguiu esse espaço dentro da Universidade. Começamos a gestão com a expectativa de continuar fortalecendo o trabalho da CIS na Ufam”, destacou o servidor.

A sede da Comissão fica localizada no Centro de Convivência, setor Norte do campus Universitário.    

Carreira dos técnico-administrativos em Educação

A CIS tem a finalidade de acompanhar a implantação do Plano de Carreira em todas as suas etapas, bem como o trabalho da Comissão de Enquadramento; orientar a área de pessoal, bem como os servidores, quanto ao Plano de Carreira dos Cargos Técnico-administrativos em Educação; fiscalizar e avaliar a implementação do Plano de Carreira no âmbito da Fundação Universidade do Amazonas; propor à Comissão Nacional de Supervisão as alterações necessárias para o aprimoramento do plano de carreira; apresentar propostas e fiscalizar a elaboração e a execução do Plano de Desenvolvimento de Pessoal da Fundação Universidade do Amazonas e seus programas de capacitação, avaliação e dimensionamento das necessidades de pessoal e o modelo de alocação de vagas; avaliar, anualmente, as propostas de lotação de pessoal da Fundação Universidade do Amazonas, conforme o inciso I do § 1º do Artigo 24 da Lei n.º 11.091, de 12 de janeiro de 2005; acompanhar o processo de identificação dos ambientes organizacionais da Universidade Federal do Amazonas, proposto pela área de pessoal, bem como os cargos que os integram.

Mais informações sobre a CIS clique no Regimento Interno da Comissão.  

registrado em:
Fim do conteúdo da página