Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Laboratório de Estudos sobre História Política e do Trabalho na Amazônia lança o livro “90 anos da revolução de 30”
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Laboratório de Estudos sobre História Política e do Trabalho na Amazônia lança o livro “90 anos da revolução de 30”

  • Publicado: Terça, 20 de Julho de 2021, 15h05
  • Última atualização em Terça, 20 de Julho de 2021, 15h06
  • Acessos: 355

Publicada pela Editora da Ufam (Edua), obra foi organizada pelos professores César Augusto Queirós, Anderson Vieira Moura e Davi Avelino Leal

 Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

O Laboratório de Estudos sobre História Política e do Trabalho na Amazônia (LABUHTA) lançou o livro  “90 anos da revolução de 30”.  Organizado pelos professores César Augusto Queirós, Anderson Vieira Moura e Davi Avelino Leal, a publicação on-line reúne trabalhos apresentados durante a III Jornada de Debates em História, promovida em maio de 2021 pelo LABUHTA.

Segundo o professor César Queirós, a Jornada sobre a revolução que levou Getúlio Vargas ao poder seria realizada em 2020 mas, pelas questões da pandemia de Covid-19, o evento foi adiado para 2021.

O organizador destacou ainda que a Jornada colocou em debate uma temática pouco explorada pela historiografia local. “Durante a Jornada foi possível discutir uma série de aspectos sobre o Estado Novo, sobre Vargas e, principalmente, sobre a implementação da política varguista no Estado do Amazonas. Foi uma discussão muito interessante, considerando que a temática ainda é pouco explorada pela historiografia local”, ressaltou o professor César Queirós.

Colaboradores

O livro conta com artigos de pesquisadores do LABUHTA e de convidados do Amazonas e demais estados. Entre os autores estão Amaury Oliveira Pio Júnior, com o artigo “Sindicalismo e trabalhismo no Amazonas nos anos 30”; Hozenildo Gato Alves, com o artigo “O Amazonas e a sociedade amazonense, através da propaganda varguista” e Wanderlene Freitas Barros, com o artigo “Trabalhadores, direitos e a construção da Justiça do trabalho na Era Vargas”. Confira a obra na íntegra aqui

Jornadas anteriores

A primeira edição da Jornada foi intitulada “Fontes históricas, Memória e Justiça do Trabalho” e a segunda edição foi “Gênero biográfico e História Política”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página