Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Nomeado para o cargo recentemente, comandante e diretor do CMM esteve na Ufam e buscou conhecer modalidades possíveis para cooperação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Nomeado para o cargo recentemente, comandante e diretor do CMM esteve na Ufam e buscou conhecer modalidades possíveis para cooperação

  • Publicado: Terça, 01 de Junho de 2021, 12h47
  • Última atualização em Quinta, 10 de Junho de 2021, 23h48
  • Acessos: 254

Para muitos dos discentes do Colégio Militar, a Ufam é opção e destino para formação qualificada de nível superior

Por Ana Carla Santos e Daniela Oliveira

Equipe e especial para Ascom

O reitor da Ufam, professor Sylvio Puga recepcionou, nesta terça-feira, 1º, na sede do gabinete da Reitoria, o comandante e diretor de ensino do Colégio Militar de Manaus, coronel Fernando Cunha de Almeida. Gestor nomeado para o cargo recentemente, ele veio em busca de estabelecer proximidade e, eventualmente, relações institucionais com a Universidade, opção e destino de muitos dos discentes do CMM. 

Em encontro que durou cerca de uma hora, o reitor e o gestor do Colégio Militar falaram, entre outros assuntos, sobre o ensino em regime remoto neste período prolongado de pandemia, a fixação de servidores, especialmente professores e a legislação que rege um e outro estabelecimento de ensino, já que os colégios militares são gestados pelo Exército Brasileiro e mantido pelo Ministério da Defesa e, no caso da Ufam, pelo Ministério da Educação, de quem recebe os recursos para manutenção e investimentos.

Na oportunidade, o comandante do Colégio Militar entregou ao reitor um exemplar do livro 'Os colégios militares e a pandemia de 2020', obra organizada por Marco Antônio Souto de Araújo. Ele fala sobre a não relativização da responsabilidade sobre a formação de mais de 14 mil estudantes distribuídos em 14 unidades da Federação. No Amazonas, está prestes a completar 50 anos de funcionamento. 

"A obra traz a público relatos das experiências vivenciadas por professores e alunos do Sistema CMM. Foi uma oportunidade para analisarmos como enfrentamos em 2020 e ainda lidamos com a pandemia, com criatividade, adaptabilidade e buscando soluções para manter a qualidade do nosso ensino", disse. "Muitos dos nossos ex-alunos fazem parte do corpo discente da Instituição. Penso que esta seja uma interação válida para os nossos alunos, os que ainda não estão, mas pensam na Ufam como destino quando do momento da formação de nível superior", reiterou. 

O reitor, professor Sylvio Puga, falou da experiência de gerir a Universidade com 112 anos de história no Amazonas, a única federal do Estado. Também falou dos momentos decisórios que permitiram resguardar a vida da comunidade universitária. "O que enfrentamos na Ufam, de maneira técnica, científica e responsável foi a forma como as instituições também lidaram. Ainda estamos passando pelos momentos incertos, entretanto mais fortalecidos. Receber gestores e nos aproximarmos deles é importante e nós estamos sempre de portas abertas porque esse também é o nosso compromisso com a sociedade", garantiu.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página