Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Nota de pesar: ex-procurador da Procuradoria Jurídica da Ufam, Jayme Maués
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Nota de pesar: ex-procurador da Procuradoria Jurídica da Ufam, Jayme Maués

  • Publicado: Domingo, 07 de Fevereiro de 2021, 20h04
  • Última atualização em Domingo, 07 de Fevereiro de 2021, 21h10
  • Acessos: 701

A Universidade Federal do Amazonas informa, com pesar, o falecimento do ex-procurador da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Jayme Maués, ocorrido neste domingo, dia 7 de fevereiro. Dr. Jayme ocupou o cargo de procurador da Instituição durante a gestão do então reitor, professor Hidembergue Ordozgoith da Frota.

Em nota, o ex-reitor se solidarizou à família de Jayme Maués. "Externo minhas condolências aos familiares do dr. Maués e expresso o sentimento comum àqueles que trabalharam e conviveram com esse exemplar advogado público, de admiração e respeito pela sua integridade e honradez! Do ponto de vista pessoal, o dr. Maués foi um grande amigo, na concepção exata da palavra. Homem digno, leal e honesto. Muito devo a ele, pelo que serei eternamente grato! Quanto ao aspecto institucional, foi um defensor intransigente da autonomia da Universidade! Embora, antes de se tornar procurador-chefe da Procuradoria Jurídica da Ufam, tenha se destacado como procurador-chefe da Procuradoria Jurídica da Suframa e primeiro procurador-geral da Procuradoria-Geral do Amazonas,  foi, de fato, à Ufam que ele devotou o seu coração. Sua trajetória, como Procurador-Chefe da Procuradoria Jurídica da Ufam, assinalou-se pela dedicação de corpo e alma ao ideal de dar o melhor de si em prol da comunidade universitária, da missão institucional da Ufam e da proteção do interesse público. Comparecia regiamente à Procuradoria Jurídica da Ufam, em tempo integral. Estava à disposição da Instituição a qualquer hora, inclusive em horas avançadas da noite, finais de semana, feriados, recessos, e, por vezes, abdicando de cuidar da própria saúde, em prol do ânimo sincero de servir ao coletivo. A sua atuação como Procurador-Chefe era sempre feita de forma consciente e judiciosa. As manifestações jurídicas que assinava eram frutos da sua própria lavra. Quem lia, sabia que ali estava o dr. Maués, exprimindo-se com as suas próprias palavras e dando vazão à sua larga vivência na advocacia pública, com lucidez e discernimento, para que a discricionariedade da Administração Superior fosse exercida com sabedoria. Enfrentou, com coragem e bom ânimo, embates judiciais e contendas administrativas. Manteve-se coerente com os valores éticos elevados por ele abraçados, ainda que tivesse de pagar o preço de arcar com antipatias e sofrer perseguições, ao contrariar pleitos desprovidos de respaldo jurídico ou ser vítima da incompreensão acerca do papel do advogado público como curador do interesse público. Deixa muita saudade e também a alegria de ter convivido e aprendido com esse grande amazônida, que cumpriu com esmero o papel que lhe foi designado neste plano existencial. Que Deus conforte a sua família!

O reitor da Universidade, professor Sylvio Puga, prestou pêsames aos familiares e enalteceu a trajetória da personalidade jurídica que dr. Jayme Maués constituiu.

registrado em:
Fim do conteúdo da página