Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Reitor e vice-reitora alinham sobre cooperação técnica e parceria com embaixador de Luxemburgo
Início do conteúdo da página

Reitor e vice-reitora alinham sobre cooperação técnica e parceria com embaixador de Luxemburgo

Publicado: Segunda, 19 de Julho de 2021, 17h03 | Última atualização em Segunda, 19 de Julho de 2021, 18h13 | Acessos: 408

O representante também falou em nome da Universidade de Luxemburgo, que fundada em 2003, tem na sua visão e missão, o desenvolvimento humano em consonância com o meio ambiente e a tecnologia

 

Por Carla Santos
Equipe Ascom Ufam

O reitor da Universidade Federal do Amazonas, professor Sylvio Puga, e a vice-reitora, professora Terezinha Fraxe, receberam na tarde desta segunda-feira, 19, na sede da Reitoria, o embaixador de Luxemburgo, no Brasil e América Latina, Carlo Krieger. 

O encontro durou cerca de uma hora e versou sobre a intenção do representante da Embaixada de firmar acordos de cooperação e parceria, especialmente, em projetos de cunho ambiental e voltados à sustentabilidade. 

Krieger também falou em nome da Universidade de Luxemburgo, que fundada em 2003, tem na sua visão e missão, o desenvolvimento humano em consonância com o meio ambiente e a tecnologia. 

"No ano passado nós lançamos um concurso internacional por meio do qual doamos 50 mil euros de fundo de investimento. O que nos surpreendeu foi saber que Manaus apareceu como a segunda capital (SP venceu) com o maior número de projetos inscritos. Quisemos conhecer a Ufam, afinal ela se alinha com os preceitos da Uni.Lux", explicou Krieger. Na visita, ele esteve acompanhado do representante da Embaixada de Luxemburgo, no Amazonas, Bernardino Marques Júnior. 

Numa breve apresentação, o reitor da Ufam discorreu sobre o campo da pesquisa na Instituição. "Temos Programas de Pós-Graduação bem qualificados. A partir dessa especificidade das ciências do ambiente, temos o CCA, que faz pesquisa de ponta tendo como foco a Amazônia e seus atores sociais. A professora Terezinha Fraxe, vice-reitora, é um dos nomes desse quadro de pesquisadores, como o professor Henrique Pereira e outros tão qualificados, que têm bolsa produtividade e publicações internacionais de alto impacto", disse. 

Citou ainda o Laboratório de Inventário e Mensuração de Florestas Tropicais, a 'Casa do Carbono', que é um centro de pesquisa em biodinâmica de florestas tropicais, e que busca orientar as soluções para os problemas dos recursos florestais-ambientais do bioma Amazônia. 

"Estamos num complexo verde que pode nos gerar passivos. Vamos elaborar projetos para que a Ufam consiga reverter de maneira responsável todo cuidado que tem com o seu espaço. Queremos fortalecer ainda mais, a associação do nome, da marca Ufam, à Amazônia. Isso também é um trabalho de internacionalização. Temos aqui uma importante oportunidade trazida pela embaixada", avaliou o reitor.    

A vice-reitora avaliou o encontro positivamente e disse que será ela a responsável pela elaboração do projeto a ser encaminhado à Embaixada. "Todos os nossos projetos se baseiam nas 17 diretivas de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas. Vamos trabalhar para fazer sempre o melhor  pela nossa Ufam", garantiu.

Sobre a Uni.Lux

É a única universidade pública do Grão-Ducado de Luxemburgo. Denomina-se multilíngue, internacional e voltada à pesquisa. A equipe acadêmica acadêmica é originária de 94 países diferentes e responsável por 6.714 alunos originários de 129 países diferentes. 
A Uni.Lux está em Luxemburgo, onde vivem mais de meio milhão de pessoas, numa área de aproximadamente 2 586 km².

registrado em:
Fim do conteúdo da página