Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Notícias Destaque > Ufam é a única universidade do Norte selecionada, pela quarta vez consecutiva, para operações nacionais do Projeto Rondon
Início do conteúdo da página

Ufam é a única universidade do Norte selecionada, pela quarta vez consecutiva, para operações nacionais do Projeto Rondon

Publicado: Segunda, 02 de Março de 2020, 17h25 | Última atualização em Terça, 03 de Março de 2020, 09h07 | Acessos: 1651

Criado em 2017, o Núcleo Rondon Ufam tem aprovado a participação de equipes compostas por discentes e docentes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) em todas as Operações Nacionais do Projeto Rondon desde 2018. Para a Operação Portal do Sertão, que ocorrerá em julho de 2020, na cidade baiana de Rio do Antônio, a Universidade já garantiu posição entre as 12 selecionadas dentre as 52 concorrentes de todo o Brasil.

Veja o resultado final aqui.

Além disso, a Ufam é a única universidade da região Norte classificada nas operações nacionais nos últimos dois anos, tendo participado, consecutivamente das Operações Palmares (Alagoas, 2018), Parnaíba (Piauí, 2019) e Vale do Acre (Acre, 2019). Nessas operações, a equipe Ufam concorreu no “Conjunto A”, que agrega os temas “Educação, Saúde, cultura, Direitos Humanos e Justiça”, voltando seu foco, por exemplo, para a realização de oficinas de capacitação de líderes e possíveis líderes de comunidades nas áreas de atuação do conjunto.

Com uma equipe pré-selecionada para a Operação de julho de 2020, os oito discentes e os dois docentes da Ufam realizarão seu serviço na cidade de Rio do Antônio, no centro-sul baiano, e em parceira Universidade Federal de Goiás (UFG) - Campus Jataí. “Atuamos em equipes de oito alunos e dois professores, e o objeto é sempre o de atuar em municípios de baixo IDH [Índice de Desenvolvimento Humano], onde há vulnerabilidade social e difícil acesso”, esclarece o coordenador do Núcleo Ufam, professor Rafael Salgado.

Sobre a seleção dos acadêmicos que viajarão para o interior da Bahia em julho próximo, o professor Rafael acrescenta: “Há participantes discentes que já estão pré-selecionados para essa operação. Entretanto, abriremos uma nova etapa de seleção voltada para os alunos das áreas de Licenciaturas, Serviço Social, Direito e Psicologia”.

Enquanto a Ufam terá uma equipe voltada ao “Conjunto A”, o grupo da UFG atuará nas temáticas do “Conjunto B”, que compreende as áreas de Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. Antes mesmo de ter um Núcleo de seleção e preparação de participantes, a Ufam levou uma equipe para a Operação Nordeste, em janeiro de 2007, sob a coordenação da professora Iraildes Caldas Torres. À época, a Ufam atuou no “Conjunto A”.

Experiência nas submissões

Docente do Instituto de Ciências Exatas (ICE), o professor Rafael Salgado revela os antecedentes do grupo e comemora o trabalho de bastidores: “Sou rondonista desde que eu era aluno do curso de Licenciatura em Química na Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG), em 2011. Depois de formado, fui trabalhar como professor na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), atuando no Núcleo Rondon nos anos 2014 e 2015. Em junho daquele mesmo ano, eu passei no concurso da Ufam. Aqui, em 2016, nós fundamos um Núcleo Rondon, projeto que se efetivou no ano 2017”. O grupo começou a submeter projetos à concorrência nacional no ano seguinte, com sucessivas aprovações.

Ainda segundo a avaliação do coordenador do Núcleo, “o sucesso da equipe Ufam nas aprovações se deve à experiência adquirida com a participação nos projetos ao longo dos anos”. “De tudo o que eu faço na Universidade, o projeto Rondon é a minha prioridade. Chegamos até aqui porque conseguimos unir experiência, comprometimento e amor”, sustenta o professor Rafael Salgado. Ao lado dele, atua a coordenadora adjunta Cinthya Oliveira, docente lotada no Instituto de Ciências Biológicas (ICB).

registrado em:
Fim do conteúdo da página