Ufam participa de Seminário sobre o Plano Nacional de Educação (PNE)

 

Pró-reitor de Ensino de Graduação, professor David Lopes Neto, com o Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, professor Rossieli Soares da Silva, durante o Seminário sobre o Plano Nacional de Educação Pró-reitor de Ensino de Graduação, professor David Lopes Neto, com o Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, professor Rossieli Soares da Silva, durante o Seminário sobre o Plano Nacional de Educação

O evento foi promovido pela Escola de Contas Públicas do Tribunal de Contas Públicas do Amazonas, nos dias 26 e 27 de julho, e envolveu mais de 500 participantes entre docentes, secretários municipais e de estado de educação, professores e estudantes para discutir planos, metas e perspectivas para o Plano Nacional de Educação.

Ampliação de oportunidades educacionais

O pró-reitor de Ensino de Graduação, professor David Lopes Neto, representou o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, no seminário. Ele destacou que o debate sobre o Plano Nacional de Educação (PNE) foi muito além de apontar critérios, metas e estratégias para a política educacional até 2024. “Entre as metas estabelecidas pela política educacional que devem ser alcançadas até 2024 estão diminuir a evasão escolar no Ensino Médio, reduzir desigualdades e valorizar os profissionais da educação. Durante o debate sobre o PNE, a garantia do direito à educação básica com qualidade, assegurando acesso à universalização do ensino obrigatório e a ampliação das oportunidades educacionais para a população foram os temas mais enfatizados. Na Ufam nós já trabalhamos bastante com a ampliação das oportunidades educacionais por meio da oferta de cursos presenciais e na modalidade a distância, tanto na capital quanto nos municípios dos estados do Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia”, ressaltou o pró-reitor.

Agenda com o reitor

Na ocasião, o Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, professor Rossieli Soares da Silva, confirmou uma agenda com o reitor da Ufam para o início de agosto.

Mais informações sobre o Seminário

O Seminário é voltado a fortalecer o comprometimento de todos os colaboradores da Educação para cumprir as metas do Plano Nacional de Educação  - estabelecidas para os estados e municípios -  além de debater as perspectivas de avanços ao longo dos 10 anos de vigência do plano, que vai até 2024.

O seminário foi dividido em painéis e mesas redondas, cada um com uma hora de duração. Entre os temas ministrados nas palestras estavam “Políticas e programas para garantir o direito à educação à luz do PNE”; “Diretrizes, metas e estratégias necessárias para uma educação de qualidade nos municípios do interior do Amazonas”; “Dificuldades e avanços na execução do PNE e PEE sob a ótica da Seduc/AM”; “Acompanhamento, monitoramento e avaliação do PNE” e “Dificuldades e Avanços na Execução do PNE e PME sob a ótica da Semed”.

O seminário teve o apoio do colegiado do TCE e do Ministério Público de Contas (MPC), além de parcerias da Controladoria Geral da União (CGU), do Ministério da Educação (MEC), do Ministério Público do Amazonas (MPE-AM), do Ministério Público Federal (MPF), da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), do Tribunal de Contas da União (TCU) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação no Amazonas (Undime).

 

 

Estudantes do INC participam de primeira viagem de negócios a Manaus

Projeto é prática de campo de disciplinas do cursoProjeto é prática de campo de disciplinas do cursoCom a finalidade de estabelecer maior aproximação entre estudos teóricos e prática de campo, acadêmicos do curso de Administração do Instituto de Natureza e Cultura da Ufam (INC), localizado em Benjamin Constant, participam da primeira viagem de negócios a Manaus de 22 de julho a 2 de agosto.

O projeto, que envolveu 25 estudantes do 4º ao 6º período, é coordenado pelos docentes Antônio Henrique Conceição, Antônio Vagner Olavo e Max Pinheiro, e está incluso nas ementas das disciplinas Administração da produção e de operações (INA045) e Empreendedorismo (INA072).

As atividades envolvem visitas técnicas a corporações do Polo Industrial de Manaus (PIM) e a incubadoras universitárias, que são setores institucionais prestadores de assessorias empresarial, financeira e jurídica a pequenas ou microempresas, caso sejam frutos de projetos de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico. “Além das visitas, o projeto oportuniza o estabelecimento de parcerias empresariais para realização de estágios e pesquisas”, acrescentou o professor Antônio Henrique.

 

Edições futuras

Ainda segundo o docente do INC, a expectativa da coordenação sugere a possibilidade de extensão das visitas a outros polos industriais e comerciais, como meio de ampliar o alcance da Academia para garantir a manutenção de um ensino público e gratuito de qualidade. “Queremos assegurar a formação de profissionais comprometidos com o desenvolvimento social e econômico da região amazônica”, declarou.

Acesse em anexo o cronograma das atividades executadas e locais visitados.

 

Informações: (97) 3415-5585 / 99142-1424 (INC)

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Cronograma Viagem ADM.pdf)Cronograma[ ]268 kB

XIV Festival Folclórico da Ufam está com inscrições abertas para os centros acadêmicos

Evento será no dia 25 de agosto, no Centro de Convivência do Setor Norte

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio da Divisão de Esporte, Lazer e Cultura (Delc), está com inscrições abertas até 4 de agosto, para os centros acadêmicos interessados em participar da 14ª edição do Festival Folclórico da Ufam, que ocorrerá no dia 25 agosto, a partir das 18h, no hall do Centro de Convivência do Setor Norte do Campus.

A participação deve ser feita com o preenchimento da ficha de inscrição (Acesse aqui) e entrega na sala do Delc, localizada no Bloco do Centro de Atenção à Saúde Integral do Servidor (Cais), Setor Sul do Campus, nos horários de 8h às 12h, e de 14h às 16h30.

No dia 4 de Agosto, às 12h, haverá uma reunião no Auditório Paulo Burheim para acertos finais da programação do evento. (Acesse o regulamento do festival).

Centro de Educação a Distância realiza solenidade de formatura em Boa Vista

A Universidade Federal do Amazonas, por meio do Centro de Educação a Distância, em parceria com a Fundação Universidade Virtual de Roraima, realizou neste final de semana,  no município de Boa Vista (RR), a solenidade de outorga de grau a 112 formandos. Dos cursos de Bacharelado em Administração, Licenciatura em Ciências Agrárias e Licenciatura em Educação Física, os graduandos aprimoraram seus conhecimentos por meio de estudos na modalidade a distância. 

A solenidade, que ocorreu no auditório do Centro Amazônico de Fronteiras (CAF), na Universidade Federal de Roraima e que contou com 55 graduandos de Administração, 30 de Educação Física e 27 formandos em Ciências Agrárias, foi presidida pelo reitor da Universidade Federal do Amazonas, professor Sylvio Mário Puga. Além dele, estavam presentes o representante da governadora do estado de Roraima e reitor da Universidade Estadual de Roraima (Uerr), professor Régis Odlare Lima de Freitas, a senadora Ângela Portela, a reitora da Fundação Virtual de Roraima (Univir), Júlia América Vieira e o chefe do gabinete da Ufam, professor Almir Liberato.

O vice-reitor da UERR, José Gomes da Silva, o deputado estadual Gabriel Picanço, os professores da Ufam João Otácilio Libardoni dos Santos (paraninfo do curso de Educação Física), Carlos Alberto Franco Tucci (paraninfo de Ciências Agrárias), Ricardo Jorge da Cunha Costa Nogueira (paraninfo do curso de Administração) e o diretor do Centro de Educação a Distância, Evandro de Morais Ramos  também 

Durante seu discurso, o reitor da Ufam afirmou ser uma honra estar em Boa Vista e presidir a solenidade de formatura. “A Ufam, por meio da Educação a Distância, mantém ações que vão além dos limites geográficos do Estado onde se encontra, o Amazonas. Estamos presentes, também, nos estados do Acre e em Roraima e, mesmo com esta formatura, o trabalho não cessa. Neste domingo (30), também aplicamos outro Processo Seletivo de Educação a Distância, no qual serão oportunizadas novas vagas de EAD. É um ciclo, enquanto um se encerra, logo outro se inicia”, afirmou.

O diretor do Centro de Educação a Distância, professor Evandro de Morais Ramos, destacou que o Centro oportuniza às pessoas a realização de seus sonhos profissionais através da educação a distância. “Estamos aqui em Boa Vista finalizando um ciclo para 121 formandos, com o sentimento de dever cumprido. Esperamos estar ajudando essas pessoas a realizarem seus objetivos profissionais, não apenas com amor, mas com qualidade”, disse o diretor.

Gratidão

Uma das formandas mais realizadas era Antonia Gomes de Andrade. “É uma conquista profissional pela qual tanto me esforcei para alcançar. Com todas as dificuldades, consegui concluir e agora posso dizer que tenho um diploma de nível superior. Concluir esse curso representa uma grande vitória. Sou imensamente grata à Ufam por ter disponibilizado o curso e por nos dar todo o suporte ao longo desses quatro anos”, ressaltou. 

 

Ufam aplica as provas do Processo Seletivo de Educação a Distância

Gabarito preliminar pode ser consultado no site da COMPEC

Instituto de Educação do Amazonas foi um dos locais de aplicação das provas em ManausInstituto de Educação do Amazonas foi um dos locais de aplicação das provas em Manaus

 

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) aplicou neste domingo, 30, as provas do Processo Seletivo de Educação a Distância (PSEaD). O certame recebeu a inscrição de 5.133 candidatos, que concorrem a 1.004 vagas para cursos de licenciatura e bacharelado para o campus de Manaus, campi do interior e para os polos da Ufam no Acre e em Roraima.

Cursos mais concorridos

Entre os cursos mais concorridos do certame estão os de Administração Pública a serem oferecidos nos polos de Cruzeiro do Sul, no Acre; Manaus e Tefé. O curso de Administração a ser oferecido em Cruzeiro do Sul é o mais concorrido e conta com 512 inscritos que pleteiam 25 vagas. Em seguida, vem o curso de Administração a ser oferecido no município de Tefé, com 302 candidatos inscritos para 25 vagas e 502 candidatos concorrem a 50 vagas oferecidas para o curso de Administração Pública em Manaus.

Otimismo dos candidatos

Raimundo Passos das Graças, 34, foi um dos primeiros a concluir a prova. Ele concorre a uma das vagas para o curso de Administração Pública do polo Manaus. Ele ressalta que a oportunidade veio na hora certa. “Fiquei feliz coma oferta do curso de Administração Pública a distância. A prova tinha 35 questões e elas estacam fáceis. Espero ser um dos aprovados ”, declarou o candidato.

Françoan Goes de Oliveira Dias, 25, achou a prova um pouco mais difícil. “Não estava muito fácil, mas também não era a prova mais difícil do mundo. Fiquei sabendo da seleção pelo site da Compec, que eu sempre consulto, assim como o da Ufam, e me interessei pela flexibilidade que um curso a distância oferece. Tenho muitos afazeres e um curso a distância facilitaria muito a minha vida, porque conseguiria honrar meus compromissos.

Françoan Goes ficou sabendo da seleção pelo site da COMPECFrançoan Goes ficou sabendo da seleção pelo site da COMPECOportunidade de qualificação

As provas foram realizadas em 19 cidades, entre elas Manaus (Amazonas), Boa Vista (Roraima) e Cruzeiro do Sul (Acre). Em Manaus, as provas foram aplicadas no Instituto de Educação do Amazonas e na Escola Estadual Princesa Isabel. A diretora-presidente da COMPEC, professora Ana Galota, destaca a importâcia do certame. “O PSEaD é importante por contemplar o preenchimento de 1.004 vagas para os cursos como o de Licenciatura em Artes Visuais, Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Educação Física e o Bacharelado em Administração Pública e isso significa oportunidade para a qualificação das pessoas que o maior compromisso da nossa instituição”, afirmou a gestora.

Gabarito e recursos

O gabarito preliminar pode ser consultado no site da COMPEC ou através do link Gabarito Preliminar. Candidatos que discordarem do gabarito preliminar terão até o dia 1º de agosto para ingressarem com recurso.

 

Reitor e vice-reitor da Ufam fazem avaliação ao fim da primeira participação na Andifes

Reitores e vice-reitores se reuniram por dois dias, em Natal (RN). Foto: Ascom UFRNReitores e vice-reitores se reuniram por dois dias, em Natal (RN). Foto: Ascom UFRN

Encerrado o último dia de reunião ordinária da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que aconteceu em Natal (RN), os gestores da Ufam, o reitor, professor Sylvio Puga e o vice-reitor, professor Jacob Cohen, consideraram positiva a experiência de participar do encontro, pela primeira vez. Para eles, a Universidade Federal do Amazonas foi posta dentro das proposituras apresentadas pela Andifes.

Na oportunidade em que se fizeram presentes ao evento, o reitor e o vice-reitor acompanharam também, a eleição e a posse da nova diretoria executiva da Associação, presidida pelo reitor Emmanuel Zagury Tourinho, da Universidade Federal do Pará (UFPA) e o primeiro vice-presidente, José Arimathéia Dantas Lopes, da Federal do Piauí (UFPI). Também foram empossados o segundo presidente, José Roberto Soares Scolforo, da Universidade Federal de Lavras (UFLA), os suplentes Rui Vicente Oppermann, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Myrian Thereza de Moura Serra, da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT).  

"Acompanhamos o início dessa nova jornada da direção da Andifes nos remetendo à nossa própria missão frente à Ufam. Sabemos o quão é importante trabalharmos por um ensino superior de qualidade e é desse desafio ao qual nos incumbimos. Este espaço nos congrega para os mesmos objetivos: o bem e a autonomia das Universidades e Institutos Federais", avaliou o reitor, professor Sylvio Mário Puga Ferreira.

Pronunciando-se como novo presidente da Andifes, o professor Emmanuel Tourinho se comprometeu a continuar erguerdo a bandeira da educação superior brasileira autônomia e de qualidade. "Nossa liderança buscará o relacionamento com todos os setores do País dispostos a defender o atual sistema de universidades", disse.

A diretoria anterior apresentou o relatório de gestão 2016/2017 e destacou os desafios enfrentados em tempos de crises política e financeira do País. "Vivenciamos talvez o momento mais difícil ao longo da história das universidades brasileiras, mas conseguimos reatar o diálogo com os ministérios em busca da consolidação dos projetos de cada instituição. Também seguimos na defesa da universidade pública, gratuita, laica e de qualidade, com autonomia e possibilidade de expansão", disse Ângela Paiva, que é reitora da Universidade do Rio Grande do Norte (UFRN).

NOTA PÚBLICA

Durante o Conselho Pleno da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior, os reitores aprovaram e divulgaram uma nota pública em defesa da soberania das universidades, ocasionada pela emenda aditiva que propõe a conversão da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) em Universidade Federal do Oeste do Paraná (UFOPR).  

 

   

 

Projeto 'Biblioteca na Fazenda Experimental' recebe doação de livros

As ações de Extensão Universitária estabelecem, entre a Universidade e os mais diversos segmentos sociais, uma perspectiva educativa, informativa, crítica e transformadora. É na Extensão, que se realiza um conjunto de práticas acadêmicas, científico-culturais e de inclusão social, por meio de vivências que possibilitem o encontro entre os saberes tradicionais e os conhecimentos científicos. 
 
Partindo desse princípio é que a Universidade Federal do Amazonas, por meio da Pró-reitoria de Extensão (Proext) está implementando o projeto Biblioteca na Fazenda Experimental e busca a colaboração da comunidade acadêmica para fortalecer a iniciativa. 
 
No período entre os dias 2 de agosto e 2 de setembro, o projeto Biblioteca na Fazenda Experimental recebe doações de livros, sejam eles acadêmicos, instrutivos, literários, infantis, recreativos, didáticos ou paradidáticos. 
 
“Essa iniciativa tem como objetivo promover a cidadania crítica e ativa por meio da leitura entre a comunidade que frequenta a Fazenda. Nossa única recomendação é a de que os exemplares estejam em bom estado de conservação, apresentem conteúdo útil e interessante e não despertem a violência e a criminalidade”, explicou a diretoria de Políticas Afirmativas da Proexti, professora Cláudia Guerra. 
 
Onde doar
O local de doação é na Sala 33 do Centro de Convivência da Ufam, situado no setor Norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho e o horário para entrega é de 9h às 16h.
 
Para perguntas ou dúvidas, os interessados em participar do projeto podem entrar em contato com o professor Lisandro Mamud, por meio do número do telefone: 9916-41148 ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Progesp convoca aposentados e pensionistas para recadastramento

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) divulga a relação de servidores, aposentados e pensionistas, que tiveram os proventos suspensos na folha de pagamento referente ao período de julho de 2017 e daqueles que ficarão suspensos a partir da próxima folha.

Acesse a lista em anexo.

É imprescindível que os listados compareçam à Progesp até o dia 14 de agosto para que regularizem sua situação.

Contato: 3305 1181 Ramais 1478 / 1479

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Ufam forma nova equipe de brigada de incêndio

Servidores foram instruídos em simulação de incêndioServidores foram instruídos em simulação de incêndioOcorreu na manhã desta sexta-feira, 28, atividade prática correspondente à finalização do curso de Brigada de Incêndio destinado a servidores, ofertado pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio do Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais) e da Coordenação de Treinamento e Desenvolvimento (CTD), no estacionamento da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Ufam (Feff).

O objetivo do treinamento consiste em agregar noções básicas acerca dos procedimentos necessários para o combate ao incêndio, por meio do manejo de mangueiras projetadas para tanto e de extintores.

A área florestal e de preservação ambiental onde se concentram os Institutos e Faculdades do Campus sede demanda cautela reforçada em relação à prevenção de acidentes envolvendo fogo, pois  ventos e chuvas podem provocar quedas de energia, responsáveis pela queima de equipamentos eletrônicos utilizados pela comunidade acadêmica e pela sobrecarga de tomadas elétricas. Treinamento envolve aptidões físicasTreinamento envolve aptidões físicas

 

Idealizador do projeto e encarregado da coordenação do curso de capacitação, o engenheiro de segurança da Divisão de Saúde e Segurança do trabalho (DSST) do Cais, Luís Carlos, afirma que esta primeira turma comporta apenas membros da Prefeitura do Campus Universitário (PCU) e da Progesp e, portanto, ao final da última semana de cada mês a equipe desta divisão formará uma nova turma para compor outros grupos brigadistas, processo que deverá ser desenvolvido no decorrer de 19 meses, com a finalidade de contemplar todas as outras unidades acadêmicas, incluindo os campi do interior do Amazonas (Benjamin Constant, Humaitá, Itacoatiara, Coari e Parintins). “Por se tratar de uma instituição federal, o corpo de bombeiros não tem por obrigação a fiscalização regular do local. De posse desta informação, pretendemos garantir a segurança patrimonial de modo abrangente, através do empoderamento de nossos servidores”, esclareceu. Segundo ele, após o término do período previsto para conclusão das capacitações, as equipes serão recicladas, de modo que outras pessoas adquiram os conhecimentos fundamentais para viabilização da segurança.

Equipamentos devem ser usados com frequênciaEquipamentos devem ser usados com frequênciaPriscila Mendes, servidora do Departamento de Saúde e Qualidade de Vida da Progesp (DSQV), avalia a experiência como imprescindível e destaca a etapa de direcionamentos quanto às ações de primeiros socorros em situações emergenciais como a mais importante, pois as noções obtidas a tornarão apta para ajudar pessoas, tanto em ambientes profissionais quanto pessoais. “Até então, não existiam muitas equipes com estas habilidades aqui na Ufam. O ideal é que o curso seja oferecido novamente em outros momentos”, pontuou.

Orientador desta prática de combate ao incêndio e membro da Academia de Bombeiros Civis do Amazonas (ABCAM), Pablo Farias reiterou a necessidade de uso contínuo dos equipamentos e de manutenção devida, quando necessário, para que não apresentem danos. “Espero encontrá-los em treinamentos futuros”, declarou à nova turma brigadista. 

HUGV realiza primeira simulação de emergência aeronáutica

Hospital é o único da rede pública estadual a oferecer estrutura com heliponto para casos de emergência.

 

Na manhã desta sexta-feira, 28, o Hospital Universitário Getúlio Vargas, em parceria com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO) e a Marinha do Brasil realizaram o primeiro Exercício Simulado de Emergência  Aeronáutica.

A simulação consistiu em um acidente com uma aeronave no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Na ocorrência representada, uma das vítimas precisava de atendimento hospitalar emergencial e o helicóptero das Forças Armadas, no caso, o da Marinha, foi acionado para transportar a paciente para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Universitário Getúlio Vargas, o único hospital público das imediações com a estrutura para esse tipo de atendimento.

No HUGV, a simulação envolveu a checagem da estrutura do heliponto e a prontidão do serviço de emergência do Hospital. O deslocamento do heliponto para a UTI foi realizado em sete minutos e o atendimento médico foi instantâneo.

Equipe preparada

A superintendente em exercício do HUGV, Miharu Matos, avaliou a simulação como bem-sucedida e anunciou que o HUGV passa a fazer parte da Comissão de Emergência Aeroportuária. "Respondemos ao procedimento de simulação com um atendimento encadeado, harmônico, bem-sucedido. Com isso demonstramos que, havendo necessidade, temos todo o suporte necessário para realizar excelente atendimento nessa modalidade de emergência. O melhor é que, a partir deste exercício de simulação, o HUGV fará parte da Comissão de Emergência Aeroportuária. Aproveito para parabenizar nossa equipe de profissionais especializados. Todos demonstraram que estão mais que preparados para o acolhimento de pacientes de áreas remotas do estado”, declarou a superintendente em exercício.

Aluna de Medicina Mariam Montijo interpretou vítima de acidente aéreo durante a simulaçãoAluna de Medicina Mariam Montijo interpretou vítima de acidente aéreo durante a simulação

Experiência proveitosa

Para a estudante do oitavo período do curso de Medicina, Mariam Montijo, 22 - que interpretou a vítima durante a simulação -  a experiência foi muito proveitosa. "Como estudante de Medicina, reconheci todos os procedimentos que adotaram no meu atendimento como vítima e senti, na prática, o quanto as habilidades dos profissionais da área da saúde têm que ser usadas de forma rápida nesse tipo de atendimento. É um trabalho de equipe mesmo. A simulação também foi uma oportunidade de me sentir como paciente e perceber que, em um momento tão vulnerável, como  o da vítima que interpretei, dependemos totalmente das técnicas de outras pessoas. É tenso, mas o HUGV conta com uma equipe experiente, preparada. Foi um exercício muito bom", avaliou a participante.

Inaugurado em novembro de 2016, o HUGV é o único hospital da rede pública  estadual a contar com uma estrutura de heliponto para receber pacientes, via  transporte aéreo, em casos de emergência.

Mais informações sobre o exercício de Simulação

O Exercício Simulado de Emergência Aeronáutica (Esea) foi realizado no Aeroporto Internacional de Manaus/Eduardo Gomes (AM). A atividade é parte da atualização do Plano de Emergência (Plem) do aeroporto, seguindo as recomendações da Organização da Aviação Civil Internacional (Oaci), assim como as normas do Comando da Aeronáutica e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O treinamento é uma mobilização simultânea de todos os órgãos integrantes da Comissão de Emergência do aeroporto e tem por objetivo avaliar os processos para atendimento de uma emergência aeronáutica no aeroporto. Para isso, o exercício simulou um acidente ocorrido na pista de taxiamento do aeroporto em uma aeronave em pane hidráulica, com 45 vítimas em variadas situações de risco.

 

Confira notícias relacionadas

Inaugurada a primeira etapa do Hospital Universitário Getúlio Vargas

UFAM celebra início das atividades da primeira etapa do HUGV

 

Instituto de Natureza e Cultura da Ufam apresentará 30 artigos em Congresso Nacional de Botânica

O CNBot é o principal espaço para debates sobre a Flora Brasileira, reunindo cerca de três mil participantes anualmente

Turma de prática de campo em Botânica, no município de Tabatinga (AM) Turma de prática de campo em Botânica, no município de Tabatinga (AM) Trinta trabalhos científicos dos cursos de Licenciatura em Ciências: Biologia e Química e de Ciências Agrárias e do Ambiente do Instituto de Natureza e Cultura da Universidade Federal do Amazonas (INC/Ufam) foram aceitos para apresentação no 68º Congresso Nacional de Botânica (CNBot). Os trabalhos são frutos de projetos de prática de campo, Iniciação Científica (PIBIC) e Atividade Curricular de Extensão (PACE), produzidos por acadêmicos do 7º, 8º e 9º períodos.

O CNBot será realizado no Rio de Janeiro (RJ), de 20 a 25 de agosto, com o tema “Diversidade Vegetal: Conhecimentos e Aplicações”. Acesse a lista dos trabalhos do INC que participarão do evento.

Orientados pelos professores Renato Abreu Lima, Líbia de Jesus Miléo e Márcia Nascimento Pinto, as produções científicas serão apresentadas nas áreas temáticas de Ensino de Botânica, Fitoquímica, Taxonomia Vegetal, Florística, Fitossociologia e Fitogeografia e Etnobotânica.

Para o professor Renato Abreu Lima, a produção foi um “trabalho árduo, mas muito bem executado e proveitoso” – qualidades que se refletem na recepção positiva: todos os trinta trabalhos submetidos ao Congresso foram aprovados.

Equipe de professores do curso de Ciências: Biologia e Química do INCEquipe de professores do curso de Ciências: Biologia e Química do INC

Aprendizado

Duas estudantes que se apresentarão no CNBot falam da experiência adquirida durante a elaboração e execução dos projetos. Mesmo em categorias diferentes dentro da Botânica, os trabalhos se assemelham ao explorarem temas que aliam o conhecimento científico e a tradição popular.

A estudante Gabriane Matos realizou um levantamento sobre plantas medicinais comercializadas em feiras livres de Tabatinga (AM). “É interessante conhecer as espécies que fazem parte da medicina popular da nossa região e a tradição, que vem de anos, da venda e do ensino o modo de preparo do remédio”, apontou a acadêmica.

Já para a aluna Ana Cristina Barros, que teve o trabalho aprovado na área de Fitoquímica, a pesquisa mostrou novas possibilidades para a composição de medicamentos. “É uma alternativa interessante utilizar extratos de plantas para combater bactérias que causam doenças graves no lugar de medicamentos sintéticos”, explicou a aluna.

Sobre o CNBot

Promovido pela Sociedade Botânica do Brasil (SBB), o CNBot é voltado a alunos, tanto de graduação como de pós-graduação, professores e pesquisadores, e aberto a todos os interessados na conservação e na sustentabilidade dos recursos naturais, especialmente nos componentes da flora. O Congresso Nacional de Botânica é o principal fórum de debates da Flora Brasileira, reunindo anualmente cerca de 3.000 participantes.  

O Congresso tem como missão divulgar os avanços obtidos na Botânica e apontar, recomendar e sugerir ações e mecanismos para a área ambiental nacional, colocando à disposição da comunidade científica e de pessoas interessadas informações voltadas para a conservação da natureza e dos recursos naturais. Acesse o site do evento.

Andifes reúne gestores de instituições federais em encontro ordinário

 

Gestores são de Universidades e Institutos FederaisGestores são de Universidades e Institutos Federais

Reitores de todas as Universidades e Institutos Federais do Brasil estão reunidos na cidade de Natal (RN), para a 165ª edição da Reunião Ordinária do Conselho Pleno, promovida pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). 
 
O encontro, que acontece pela sétima vez neste ano, visa debater temas pertinentes ao fortalecimento da Educação Superior no País.
 
O reitor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), professor Sylvio Puga Ferreira e o vice-reitor, professor Jacob Cohen, integram a comitiva dos gestores. Representando a Ufam, pela primeira vez, nos cargos de reitor e vice-reitor, respectivamente, Puga fala das expectativas de ambos. "Estamos acompanhando a programação e buscando posicionar as ações da nossa Universidade no âmbito das propostas apresentadas, tais como a Relação entre as Universidades e a Petrobras e o Desenvolvimento Sustentável (ODS), todas dentro do nosso contexto", observou. 
 

Reunião acontece em Natal, até sexta, 28Reunião acontece em Natal, até sexta, 28

PROGRAMAÇÃO
 
Para o primeiro dia do encontro consta no cronograma de atividades dos gestores educacionais a explanação de duas palestras. O tema de uma delas é a 'Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) entre as Universidades Federais e a Petrobras', proferida pelo gerente de Relacionamento da empresa, Eduardo Fernando dos Santos e a segunda, que aborda 'Os objetivos de Desenvolvimento Sustentável', apresentado pelo secretário adjunto da Andifes, Cláudio Cavalcanti Ribeiro. Houve ainda os pronunciamentos do secretário da Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/Mec), Paulo Barone e do presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, Kleber Morais. 
 
Na sexta-feira, 28, está prevista a apresentação da proposta de portfólio para apresentação das universidades federais, a apresentação do relatório de gestão referente ao biênio 2016/2017 e os debates acerca das Diretrizes de Ações para a Andifes, Também ocorrerão as subsmissões de candidaturas às chapas para a Diretoria Executiva da Andifes, eleição e posse da mesma, dos membros do Conselho Fiscal e homologação do Diretório Nacional. 

Programa Idiomas sem Fronteiras oferta curso presencial de Inglês

Os cursos da Oferta 2 terão a duração mínima de 16 horas e máxima de 64 horas. Inscrições podem ser realizadas até o dia 02 de agosto.

 

O Núcleo Gestor do Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF) divulga a segunda oferta (Oferta 2) para os cursos presenciais de INGLÊS, neste segundo semestre de 2017.

Em processo de unificação ao Sistema de Gestão IsF, o sistema do My English Online (MEO) - antes gerenciado pela CAPES - está sendo transferido para o gerenciamento direto do Programa IsF. Essa unificação teve início na Oferta 1 dos cursos.

Inscrições

As inscrições para a Oferta 2 podem ser realizadas até o dia 02 de agosto. Poderão participar todos aqueles que já tiverem realizado o TOEFL ITP pelo Programa IsF e quem já estiver com  inscrição ativa no MEO, ou seja, quem já tiver realizado o teste de nivelamento e souber seu nível no MEO.

Para os interessados que não fizeram o TOEFL ITP pelo Programa IsF ou não estiverem inscritos no MEO, a inscrição pode ser realizada no seguinte endereço eletrônico: http://cadastro.myenglishonline.com.br/, que é um link exclusivo para alunos ou no endereço http://meo.capes.gov.br/sys/meo/inscricao/acesso, um link exclusivo para servidores.

Os cursos da Oferta 2 terão a duração mínima de 16 (dezesseis) horas e máxima de 64 (sessenta e quatro) horas, divididas em 4 (quatro) aulas semanais de 60 (sessenta) minutos cada, podendo ser em formato de imersão, em locais e horários definidos pela própria universidade a serem informados ao candidato no ato da inscrição.

Oferta 3

Caso não dê tempo para participar da Oferta 2, poderão participar da Oferta 3, com inscrições a partir de 28 de agosto e de outras que se seguirão.

Confira o edital completo das ofertas dos cursos presenciais de inglês em 2017.

 

Capes oferece dez bolsas para a Universidade de Harvard

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou nesta segunda-feira, 24, o Edital N° 31/2017, que abre seleção de Professor Pesquisador Visitante Júnior para atuação na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. O programa selecionará até 10 professores para participar de estágio em nível de pós-doutorado por um período de três a 12 meses na universidade americana.

O processo de inscrição é individual e deve ser realizado em duas etapas: primeiramente, o interessado deverá obter carta de aceite emitida por docente de uma das escolas elegíveis da Universidade de Harvard, informadas no edital. A segunda fase é a inscrição na página da Capes, no período de 1º de novembro até 15 de dezembro de 2017 na página da CAPES. Na inscrição, entre outros documentos, deverá ser apresentado projeto de pesquisa com até 15 páginas.

Requisitos
Entre os requisitos exigidos para candidatura estão residir no Brasil, possuir título de doutor e ser professor efetivo estável de uma instituição de educação superior (IES) brasileira pública. Também podem se inscrever professores com vínculo empregatício de docência efetivo em IES brasileira privada há pelo menos três anos. Interessados também precisam ter fluência em inglês, orientar pesquisas de mestrado ou doutorado e ser elegíveis pela IES de destino a afastamento remunerado integral.

De acordo com o edital, são 17 as áreas elegíveis para o programa: Engenharias e demais áreas tecnológicas; Ciências exatas e da terra; Biologia, ciências biomédicas e da saúde; Computação e tecnologias da informação; Tecnologia aeroespacial; Fármacos; Produção agrícola sustentável; Petróleo, gás e carvão mineral; Energias renováveis; Tecnologia mineral; Biotecnologia; Nanotecnologia e novos materiais; Tecnologias de prevenção e mitigação de desastres naturais; Biodiversidade e bioprospecção; Ciências do mar; Indústria criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação); e Novas tecnologias de engenharia construtiva.

Benefícios
Os docentes selecionados recebem da CAPES mensalidades (bolsas) no valor de US$ 2,1 mil, auxílio-deslocamento de US$ 1,6 mil, auxílio-instalação de US$ 2,1 mil, auxílio para seguro-saúde de US$ 90 mensais e adicional-localidade de US$ 400. A CAPES vai repassar os valores diretamente ao bolsista.

A previsão de divulgação dos resultados é maio de 2018.

Acesse o Edital nº 31/2017

Confira a página do programa.

 

Com informações do MEC/Capes

Uso de base de dados para pesquisa é tema de palestra na Faculdade de Educação

Sistema Pergamun, Repositório Institucional da Ufam e Banco Internacional de Objetos Educacionais foram algumas das bases de dados apresentadas pelo palestrante aos participantes do evento.

Palestrante Luiz Fernando Correia de Almeida é mestrando em Educação na Universidade Federal do AmazonasPalestrante Luiz Fernando Correia de Almeida é mestrando em Educação na Universidade Federal do Amazonas

Promovido pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial (NEPPD), da Faculdade de Educação (FACED), o Ciclo de Palestras e Debates sobre Inclusão no Contexto Amazônico trouxe, nesta edição,  o tema Informação e Documentação para Pesquisa: o uso de base de dados.

A palestra foi proferida pelo mestrando em Educação e bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Amazonas, Luiz Fernando Correia de Almeida. Durante duas horas, o palestrante demonstrou aos pesquisadores e alunos presentes como utilizar bases de dados para pesquisa científica. O sistema Pergamun; o Repositório Institucional da Ufam (RIU); o banco de teses e dissertações da Universidade; o e-campus; a plataforma Sucupira; o Portal de periódicos da Capes; a plataforma Scielo e o Banco Internacional de Objetos Educacionais foram algumas bases de dados apresentadas pelo palestrante. "Essas bases que apresentei são de acesso gratuito, mas há bases de dados que são de acesso pago, que geram gastos a quem utilizar", ressaltou o palestrante.

Flávia Luenny da Silva Mota é aluna do segundo período do curso de Pedagogia e declarou que o evento é importante por ter mostrado, na prática, como acessar bases de dados. "Mesmo estando de férias, fiz questão de vir, pois o tema me chamou bastante atenção. O legal foi o palestrante ter apresentado, passo a passo,  como utilizar diferentes plataformas de banco de dados. Isso é muito importante para o meu curso. A informação para a pesquisa é de suma importância para nós, professores, pois precisamos ser pesquisadores e não meros coletores de informação", declarou a aluna.

Confira notícia relacionada:

Ciclo de Palestras e Debates sobre Inclusão no Contexto Amazônico acontece dia 26 de julho, na Faced

CED divulga processo seletivo para tutores presenciais e a distância

O Centro de Educação a Distância da Ufam (CED) divulga a abertura de inscrições para o processo de seleção simplificada de tutor presencial, tutor a distância e assistente à docência para atuar nos cursos de graduação na modalidade a distância. Classificados serão promovidos pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Inscrições

Mediante preenchimento da ficha de inscrição em anexo, a efetivação do cadastro e envio da documentação descrita no edital deve ser realizada até o dia 4 de agosto, presencialmente, no CED, localizado no bloco N do setor Sul do Campus ou via Sedex, para o endereço: Universidade Federal do Amazonas, Centro de Educação a Distância, Setor Sul, Bloco N, Av. General Rodrigo Octávio, 6200, Coroado I, CEP: 69080- 900, Manaus, AM.

Resultado final será divulgado na página do CED, no dia 30 de agosto. Acesse edital.

Informações:99179-5968 (CED)

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Edital CED.pdf)Edital[ ]317 kB
Fazer download deste arquivo (Ficha de inscricao para selecao edital 001 2017 CED-2.doc)Ficha de inscrição[ ]42 kB

Faculdade de Medicina divulga Resultado Final da seleção de tutores do PET

A Comissão de Seleção para Tutoria do Programa de Educação Tutorial do curso de Medicina (PET-Medicina) divulga o Resultado Final da seleção de tutores. Foram selecionados o professor Antônio Luiz Ribeiro Boëchat, em 1º lugar e a professora Cinthya Iamille Fritz Brandão de Oliveira, em 2º lugar. Confira o documento, com o Resultado Final, em anexo.

Ufam programa instalação de novo mestrado profissional

Curso tem nota 4 no aval da CapesCurso tem nota 4 no aval da CapesCom a finalidade de estabelecer parceria interinstitucional para implementar o Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação (PROFNIT), a Ufam recebeu na manhã desta quinta-feira, 20, coordenadores do projeto já consolidado em 12 pontos focais do Brasil.

Estiveram presentes na reunião o reitor da Universidade, professor Sylvio Puga; a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Selma Baçal; a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professora Kleomara Cerquinho; o professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), João Inácio Soletti; o docente da Ufal e representante da associação coordenadora do PROFNIT, o Fórum de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec), professor Josealdo Tonholo; o coordenador adjunto do Programa na Universidade Estadual de Maringá (UEM), professor Marcelo Farid; os professores da Faculdade de Estudos Sociais (FES), Dalton Vilela e Daniel Armond (coordenador local do PROFNIT).

Demanda

Engendrado pelo Fortec, o PROFNIT é um mestrado profissional em rede nacional e em processo de expansão que visa à ampliação de sua capilaridade por todo o território brasileiro. Aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) em 19 de junho de 2015, o programa já possui 300 estudantes. Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal, Bahia, Rio de Janeiro, Alagoas, Pernambuco, Roraima e Ceará são alguns dos estados em adesão.

O curso ofertado possui viés especificamente direcionado para gestores de inovação que, de acordo com as colocações do professor Josealdo Tonholo, tratam-se de dirigentes de setores institucionais que reúnem mecanismos para impulsionar diferentes espécies de ações inovadoras, a depender dos objetivos incorporados pela organização. “Na Ufam, estes gestores são os pró-reitores de Planejamento e de Inovação Tecnológica; em uma grande corporação do setor privado, são os responsáveis por elaborar pesquisas de desenvolvimento”, ilustrou o professor. Segundo ele, a formação de agentes de inovação com a qual o grupo pretende contribuir facilitaria o intercâmbio intelectual e funcional entre o micro ou pequeno empreendedor e a Universidade, o que resultaria em maiores subsídios para o desenvolvimento da região Norte e, consequentemente, do País.

Cronograma de instalação

Para efetivar a implementação do Programa na Ufam, que ficaria localizado na FES, a primeira ação necessária consiste na aprovação da Capes no mês de outubro, em análise que averiguará a compatibilidade do quadro técnico local com o perfil esperado do curso (que possui nota 4 pelo aval desta Coordenação, que tem nota 5 como referêcia máxima) e as condições de oferta de vagas (oito doutores são requeridos, no mínimo, e 14 voluntários já foram constatados). Caso aprovada até novembro, a proposta passará pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Ufam (Consepe). A expectativa é a possibilidade de formação da primeira turma até março de 2018.

Parceria entre Ufam e UEA fortalecerá a formação docente

Parceria para fortalecer a formação docente terá foco na multidisciplinaridadeParceria para fortalecer a formação docente terá foco na multidisciplinaridadeReafirmando a parceria interinstitucional, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e a Universidade do Estado do Amazonas (EUA) combinarão esforços para consolidar a formação docente das duas instituições. É o que foi discutido durante visita técnica de representantes da UEA à Ufam na manhã desta quinta-feira, 20.

O reitor, professor Sylvio Puga, e a assessora especial de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Ufam (ARII), professora Leda Brasil, se reuniuram com o diretor de Relações Internacionais, professor Harold Wright, e a coordenadora de programas acadêmicos da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação da UEA (Prograd), professora Simone Carvalho. Segundo a assessora, a colaboração terá foco na multidisciplinaridade e multiculturalidade. “É uma proposta animadora no sentido que proporcionará uma interação entre os professores que perdurará no tempo”, afirmou.

O novo acordo envolverá a criação de um modelo de intercâmbio de conhecimento, com disciplinas conjuntas entre a Ufam e a UEA, caracterizado pela multidisciplinaridade de áreas como a saúde e a educação, por exemplo. Os próximos passos para a consolidação da parceria envolvem a elaboração de um projeto, consulta com as procuradorias jurídicas e discussões com os corpos docentes de ambas as instituições. 

“Esperamos montar um projeto inovador para as duas instituições, nunca visto na região Norte e que sirva de modelo para o resto do País”, declarou o diretor Harold Wright. “Temos uma visão bastante positiva desta parceria, que beneficiará não só a Ufam ou a UEA, mas o estado do Amazonas”.

O novo acordo abrangerá também instituições de ensino estrangeiras que possuem parceria com as duas universidades. O trabalho conjunto entre docentes de diferentes estabelecimentos de ensino abrirá oportunidades de mobilidade acadêmica e produção científica. “Acredito no efeito bola de neve: você terá professores das três instituições trabalhando juntos, falando sobre uma possível linha de pesquisa a seguir, publicando artigos científicos, explorando a possibilidade de intercâmbio acadêmico. Só precisamos de um exemplo de sucesso para começar tudo isso”, disse o representante da UEA.

A parceria entre Ufam e UEA data de 2012, quando foi firmado um acordo de cooperação técnico-científica com o objetivo de fortalecer o ensino, a pesquisa e a extensão. Em 2015, um novo acordo, desta vez relacionado ao estágio curricular obrigatório e voluntário, foi estabelecido entre as universidades.

Estudantes da Ufam concorrem ao Prêmio MPT de Jornalismo

Os estudantes de Jornalismo, Larissa Cavalcante, Danny Sullivan, Bruna Santos e Islla Pessoa Os estudantes de Jornalismo, Larissa Cavalcante, Danny Sullivan, Bruna Santos e Islla Pessoa A reportagem “Amazonas é rota do tráfico de pessoas”, elaborada por estudantes do curso de Comunicação Social – Jornalismo da Universidade Federal do Amazonas, é uma das 34 finalistas do Prêmio MPT de Jornalismo 2017. A cerimônia de premiação acontece em Brasília, no dia 17 de agosto.

Concorrendo na categoria “Universitário”, a reportagem de autoria dos acadêmicos Bruna Santos, Danny Sullivan, Islla Pessoa e Larissa Cavalcante fala sobre a utilização dos rios da bacia hidrográfica do Amazonas para o transporte de crianças, adolescentes, mulheres e homens com fins de exploração.

Produzida sob a orientação dos professores Mirna Feitoza e Luís Mansueto na disciplina Oficina Básica de Jornal Impresso e Webjornal do quinto período do Curso, a reportagem reúne elementos de texto, áudio, vídeo, fotografia e infográfico. Em maio deste ano, a produção ganhou a Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), fase regional, na categoria Jornalismo Digital, durante o XVI Intercom Norte.

Sobre o prêmio

A premiação, criada pelo Ministério Público do Trabalho em 2014, reconhece reportagens que tratam de informar a sociedade sobre a proteção de seus direitos diante de ilegalidades como o trabalho escravo, o trabalho infantil, a discriminação, as fraudes, as práticas antissindicais e o desrespeito à saúde do trabalhador e à segurança no trabalho. Nesta edição, 422 reportagens de profissionais da imprensa de todo o país foram inscritas.

Leia a reportagem “Amazonas é rota do tráfico de pessoas”.

Saiba mais sobre o prêmio.

Propesp divulga edital de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação

A Universidade Federal do Amazonas, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp), abre inscrições para o curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCCOM). Os interessados podem se inscrever até o dia 28 de julho. Acesse o edital no site da Propesp e em anexo.

São oferecidas 30 vagas regulares e seis vagas suplementares.  As vagas suplementares visam atender a política de ação afirmativa para autodeclarados pretos, pardos e indígenas.

As inscrições devem ser feitas via formulário de inscrição disponível em anexo no edital e entregue na Secretaria do Programa, localizada no Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, Bloco Mário Ypiranga Monteiro, Sala 10, Campus Universitário. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h.

Candidatos residentes ou temporariamente fora de Manaus poderão enviar o formulário preenchido, assinado e digitalizado no formato pdf para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O PPGCCOM dispõe da área Ecossistemas Comunicacionais, com duas linhas de pesquisa: Redes e Processos Comunicacionais e Linguagens, Representações e Estéticas Comunicacionais.

Contato PPGCCOM: (92) 99271-8266.

Ufam reúne entes públicos em prol da "Jaqueira"

Reitor, vice-reitor e prefeita da Ufam, com representantes do movimentoReitor, vice-reitor e prefeita da Ufam, com representantes do movimentoA revitalização da sede centenária da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas está mais perto de acontecer. Esse foi o consenso entre os entes públicos que estiveram na terça-feira, 18, em visita técnica ao local, atendendo ao convite do reitor da Ufam, professor Sylvio Puga e do coordenador do Movimento “Salve a Jaqueira”, advogado e jornalista Júlio Antônio Lopes.

Entre os presentes estiveram os representantes do Iphan, Prefeitura de Manaus e Ministério Público Federal. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), representado pela superintendente, Karla Bitar, reconheceu a importância da edificação no aspecto histórico e afirmou que o órgão tem acatado as solicitações de restauro para o prédio.

Ela exemplificou que, recentemente, houve o aval por parte do órgão para que a Universidade reformasse a cobertura da edificação. As telhas quebradas foram substituídas por novas, inclusive, com características das originais, o que impediu o avanço de pontos de infiltração pela água da chuva.

Superintendente do Iphan, reitor e vice-reitorSuperintendente do Iphan, reitor e vice-reitor

“O próximo passo para a revitalização é proceder a um diagnóstico a fim de sabermos quais são as demandas emergenciais e de que forma se pode saná-las. Depois, deve-se elaborar um projeto com parâmetros dispostos pelo Iphan. A meu ver, a casa está em melhores condições do que muitas outras da mesma época, mas ainda, assim, é preciso uma avaliação mais aprofundada”, explicou.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, que representou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, pôs a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) à disposição da Universidade e do Movimento “Salve a Jaqueira!”. Ele mencionou a relação de proximidade do prefeito com a Universidade e com a “velha Jaqueira”.

“Estamos à disposição como município para atender as intervenções emergenciais no que tange aos reparos, especialmente porque o prefeito tem relação de afeto com a Faculdade, pois foi vizinho dela por muitos anos. Com relação à Ufam, o campus da Universidade homenageia o pai dele”, disse.   

Expectativa

O reitor, professor Sylvio Puga concluiu a visita com grandes expectativas. “Estamos retomando os trabalhos visando às melhorias estruturais do local que foi a Escola Universitária Livre de Manaus, a primeira do País e que hoje dá origem à Ufam. Acreditamos que, em breve, este local será devolvido à sociedade amazonense com o devido valor simbólico, histórico e cultural que tem”, ratificou.

Sede da antiga Faculdade de Direito, situada na Praça dos RemédiosSede da antiga Faculdade de Direito, situada na Praça dos Remédios

O reitor adiantou à imprensa, que o montante para as primeiras ações de revitalização do antigo prédio da Faculdade de Direito será viabilizado pela própria Universidade e, posteriormente, novos recursos podem ser obtidos por meio de emendas parlamentares. “Vamos acionar nossa bancada legislativa nesse sentido. Estamos construindo essa ponte para que possamos tê-los como parceiros nessa caminhada”, salientou.

O coordenador do Movimento “Salve a Jaqueira!”, Júlio Antônio Lopes, mostrou-se satisfeito com a visita. “Nós iniciamos o movimento há dois anos e hoje estamos efetivamente iniciando essa nova etapa que é o resgate desse patrimônio histórico e imaterial da nossa cidade. Daqui saíram nomes como o do relator da Constituinte, Bernardo Cabral, o ministro Mauro Campbell, o magistrado André Vital de Araújo, entre outros”, citou.

Visita

Para a inspeção técnica estiveram presentes os representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Prefeitura de Manaus, além da magistrada Lúcia Viana, Edmilson Barreiros Júnior, procurador-chefe da república no Amazonas (MPF), o promotor de Justiça Paulo Estélio Sabá Guimarães, o diretor da Escola de Advocacia, Paulo Trindade, os advogados Edmilson Almeida e Cássius Clei Aguair, o professor de Direito da Ufam e delegado, Pontes Filho. 

Ufam terá Dinter na área de Literatura em parceria com a UNB

Doutorado Interinstitucional ofertará 20 vagas distribuídas em cinco linhas de pesquisa

 

Em sua primeira experiência na oferta de um Doutorado Interinstitucional (Dinter) em Letras, a Universidade Federal do Amazonas qualificou docentes na área de Linguística, no ano 2011, em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O quadro fortaleceu o Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL), criado em 2010.  Agora, a proposta do Dinter na área de Literatura é fruto de uma aproximação com a Universidade de Brasília (UnB). Um dos objetivos é aproveitar a expertise da parceira para dobrar o número de doutores.

Serão ofertadas 20 vagas em cinco linhas de pesquisa: Crítica Literária e Dialética; Estudos Literários Comparados; Literatura e outras artes; Representação na Literatura Contemporânea; e Textualidade: da leitura à escrita. Os candidatos serão selecionados após três etapas eliminatórias, devendo apresentar projeto de pesquisa e realizar provas oral e de proficiência. As inscrições terão início na segunda quinzena de setembro, pela internet.

“Depois de implantado, o primeiro ano é aqui [em Manaus] com a oferta de seis disciplinas, o segundo ano é em Brasília, e o terceiro e o quarto anos são dedicados à escrita de tese”, esclarece o coordenador do Dinter pela Ufam, professor Leonard Christy Costa. Segundo explica, essas 20 vagas podem possibilitar até 20 novos doutores para o PPG em Letras. “Atualmente, nós temos mais de 20 doutores atuando, e nós podemos dobrar a capacidade de doutores na área, fazendo que possamos, finalmente, abrir um doutorado”, comemora ele.

Para o coordenador, os resultados da iniciativa já poderão ser vistos desde os primeiros momentos, pela atuação dos doutorandos em grupos de pesquisa, na orientação de iniciação científica e em palestras e eventos nos quais eles representarão a Universidade.

“A UnB tem quadro de docentes na Pós-Graduação bem fortalecido e a maioria deles trabalharão conosco, oferecendo vagas de orientação e ministração de cursos”, informa a coordenadora do PPG, professora Maria Luiza Cardoso. Conforme analisa, num prazo de dois anos, os doutorandos já poderão começar a produzir e apresentar o andamento de suas pesquisas para a comunidade cientifica, na chamada qualificação. Em mais dois anos, estarão com os trabalhos completos e aptos a receberem a titulação de doutores, sendo um dos objetivos o ingresso como docentes do PPG.

Demanda

A professora Maria Luiza Cardoso avalia positivamente as parcerias que geram oportunidades de qualificação. “Os docentes do Curso de Letras da Ufam que fizeram o primeiro Doutorado Interinstitucional [na UFSC] voltaram para trabalhar, o que foi muito bom para o PPGL e para nossa graduação. Todos eles fazem parte atualmente do corpo docente de nosso Programa. O PPG cresceu muito e pudemos, inclusive, aumentar o número de vagas para seleção de mestrandos. Desta vez, tivemos a oportunidade de aumentar o quadro na área de Literatura e fechamos um Dinter com a Universidade de Brasília para esse propósito”, explica a docente.

A necessidade de titular docentes do curso de Letras e Literatura e também os egressos do Mestrado foi o fator decisivo para que a Ufam buscasse essa parceria com a UnB. “Muitos que são formados nessa área não têm oportunidade de viajar para cursar o doutorado, e sabemos que essa titulação é importante para o bom funcionamento do nosso Programa”, acentua a professora Maria Luiza. A demanda pode ser ainda maior, pois as oportunidades também serão abertas aos professores da educação básica vinculados às Secretarias de Estado e Municipal de Educação (Seduc e Semed).

Ganhos

A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Selma Baçal, entusiasta de iniciativas que visem à qualificação dos pesquisadores, antecipa: “A Universidade só tem a ganhar em a execução do nosso Dinter em Letras, porque teremos a formação e a titulação de aproximadamente 20 professores doutores, e esperamos aproveitamento de cem por cento. Futuramente, os nossos programas de pós-graduação serão beneficiados, sobretudo, o PPG em Letras: com a chegada de novos professores doutores, a UFAM poderá ampliar a quantidade de vagas e ter mais pesquisadores nessa área, nesse campo específico”.

Em termos de área de concentração, haverá maior paridade entre os doutores formados em Linguística e aqueles formados na área de Literatura. “Esse fator será excelente para as avaliações da Capes e do MEC”, conclui a coordenadora do PPGL, para quem o maior ganho será mesmo para os egressos do Mestrado cujas condições não permitem afastamento de Manaus para dar continuidade à caminhada acadêmica.

A professora Selma Baçal considera também os ganhos em termos de Amazônia, isso porque, de modo geral, concorrem às vagas nos programas de pós-graduação da Ufam não apenas estudantes oriundos do Amazonas, mas de estados como Roraima, Acre, Rondônia e Pará. “Com cursos mais qualificados e mais oportunidades, poderemos atender melhor na formação stricto sensu dos profissionais da região”, avalia.

Abertas as inscrições do Enade 2017

Estudantes concluintes regulares de bacharelados e licenciaturas devem ser inscritos até o dia 11 de agosto.Exame será realizado no dia 26 de novembro, em todo o Brasil.

Estudantes concluintes de cursos de bacharelado e licenciatura que serão avaliados no Exame Nacional Desempenho de Estudantes (Enade) 2017 devem ser inscritos até o dia 11 de agosto, no sistema Enade, no endereço enade.inep.gov.br.

Os coordenadores de cursos são os responsáveis pelas inscrições mas, a partir dessa edição do Enade, os estudantes concluintes regulares precisam fazer um cadastro, que será realizado entre 14 de agosto e 26 de novembro, para indicar ou dispensar a necessidade de atendimento especial durante a prova, que poderá ser adaptada conforme a deficiência relatada pelo candidato.

Componente curricular obrigatório

O Enade 2017 será realizado em 26 de novembro, em todo o Brasil. O Exame é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composto por:

1 - Prova para avaliação individual de desempenho do estudante;

2 - Questionário do Estudante. Ressalte-se que no histórico escolar do Estudante ficará registrada a situação de regularidade em relação à obrigação de participação do Enade.

Cursos avaliados – Em 2017, o Enade vai avaliar aos estudantes dos cursos que conferem diploma de bacharel nas áreas de: Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia e Sistemas de Informação; dos cursos que conferem diploma de bacharel e licenciatura nas áreas de Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras-Português, Matemática e Química; dos cursos que conferem diploma de licenciatura nas áreas de Artes Visuais, Educação Física, Letras-Português e Espanhol, Letras-Português e Inglês, Letras-Inglês, Música e Pedagogia; e dos cursos que conferem diploma de tecnólogo nas áreas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão da Produção Industrial, Redes de Computadores e Gestão da Tecnologia da Informação.

Com informações do Ministério da Educação.

Colaborador do PPGM recebe prêmio internacional para jovens matemáticos

Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Matemática da Ufam (PPGM), Eduardo Teixeira foi vencedor de prêmio reconhecido internacionalmente, intitulado Ramanujan Prize 2017, por seu trabalho em Análise e Equações Diferenciais Parciais, desenvolvido na Universidade Federal do Ceará (UFC).  

O professor possui graduação e mestrado em Matemática pela UFC (1999/2001) e doutorado em Matemática pela University of Texas at Austin (2005). Atualmente é professor titular do Departamento de Matemática da UFC; pertence ao corpo editorial da revista Interfaces and Free Boundaries; é o editor chefe da Coleção Fronteiras da Matemática (SBM) e o presidente do Comitê para Atividades Paralelas e Eventos Satélites na edição de 2018 do Congresso Internacional de Matemática (ICM). Possui experiência na área de Matemática, com ênfase em Equações Diferenciais Parciais elípticas e parabólicas, problemas de fronteira livre, Análise Harmônica e Geométrica, Cálculo das Variações e Teoria Geométrica da Medida.

Sobre o prêmio Ramanujan

Concedido pelo Centro Internacional de Física Teórica (ICTP) com o suporte do Fundo Abel da Academia de Ciências da Noruega e com a cooperação da União Matemática Internacional (IMU), o prêmio é dado anualmente a um pesquisador de um país em desenvolvimento com menos de 45 anos que tenha realizado pesquisa excepcional no local e recebe este nome em homenagem ao matemático indiano autodidata Srinivasa Ramanujan que, mesmo sem possuir formação acadêmica, contribuiu consideravelmente com avanços científicos na área. O vencedor será convidado a receber a láurea presencialmente e realizar palestra no ICTP.