Departamento de Matemática divulga o resultado final da seleção de alunos monitores 2017/1

A comissão de monitoria do Departamento de Matemática da Ufam informa que já está disponível o resultado final da seleção de alunos para o Programa de Monitoria 2017/1. O resultado pode ser acessado abaixo, ou diretamente na secretaria do Departamento, localizada no Instituto de Ciências Exatas (ICE), setor norte do Campus. E-mail do presidente da Comissão: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (professor Jorge Fernandes). 

Notícia relacionada

Monitoria em Matemática 2017/1: departamento divulga o resultado da prova de Avaliação de Conteúdos

 

 

Fórum das Licenciaturas aborda importância do estágio para a educação científica

Marcada para ocorrer no dia 13 de fevereiro de 2017, a primeira atividade do Fórum das Licenciaturas da Universidade Federal do Amazonas, a Assembleia, abordará o tema “O Estágio com pesquisa na formação inicial de professores como desenvolvimento da Educação Científica”.

A programação inclui apresentação sobre o Fórum, realizada pela coordenadora, professora Irlane Maia de Oliveira. O evento terá ainda a participação do professor Evandro Ghedin, mestre em Educação pela Ufam e doutor em Educação pela Universidade de São Paulo, com pós-doutorado também pela USP.

Em sua apresentação, o pesquisador fará um debate sobre a formação do professor no Brasil e as propostas do estágio como oportunidade de desenvolvimento da pesquisa, assim como sua relevância para a formação do professor-pesquisador.

O Programa de Educação Tutorial em Biologia (Pet Biologia) é o organizador da atividade, cuja programação detalhada pode ser conferida a seguir:

- Data: 13/02/2017

- Horário: das 14h30 às 18h

- Credenciamento: das 13h30 às 14h

- Local: a definir

- Palestrante: Professor doutor Evandro Ghedin.

- Horário: das 14h30 às 15h30

- Tema: O estágio com pesquisa na formação inicial de professores como desenvolvimento da educação científica.

- Debate: das 15h30 às 17h30

- Coffee Break: 17h30

- Lançamento do livro “Teorias Psicológicas e suas implicações à Educação em Ciências”.

Monitoria em Matemática 2017/1: departamento divulga o resultado da prova de Avaliação de Conteúdos

A comissão de monitoria do Departamento de Matemática da Ufam informa que já está disponível o resultado da prova de Avaliação de Conteúdos, referente à seleção para o Programa de Monitoria 2017/1. O resultado pode ser acessado abaixo, ou diretamente na secretaria do Departamento, localizado no Instituto de Ciências Exatas (ICE), setor norte do Campus. E-mail do presidente da Comissão: jorge@ufam.edu.br (professor Jorge Fernandes). 

Notícia relacionada: 

Inscrições abertas para monitoria de Matemática

 

 

Reitora e presidente do Tribunal de Justiça visitam instalações da nova sede do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos

O programa institucionalizado da UFAM que realiza atendimentos à comunidade amazonense no âmbito da conciliação e mediação de conflitos na área do Direito das Famílias agora está instalado na Rua José Paranaguá, 200, Centro

A reitora da Universidade Federal do Amazonas, professora Márcia Perales, visitou na manhã desta sexta-feira, 27, as novas instalações do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos, um programa de Extensão da UFAM que é fruto de uma parceria entre a Universidade e o Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas.

Ela estava acompanhada do vice-reitor da Universidade, professor Hedinaldo Narciso Lima. O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Flávio Pascarelli, também participou da visita às novas instalações do Centro.

A visita foi guiada pelo juiz Gildo Alves de Carvalho Filho, supervisor do local, e pela professora Lidiany de Lima Cavalcante, coordenadora geral.

Aprendizado além da dimensão técnica

Para a professora Márcia Perales, a parceria com o Tribunal só fortalece a Universidade. “Quando dois gigantes, como a UFAM e o Tribunal de Justiça, se juntam, a comunidade ganha, pois o aprendizado vai além da dimensão técnica, abrangendo também a dimensão cidadã, política. Nossos programas de Extensão, como o Proamde ou a Casa da Física, demonstram isso e o trabalho permanente da UFAM é este: ajudar na formação não só técnica, mas com compromisso social, que é a marca da instituição de ensino superior público federal e que precisa sempre mostrar serviço diferenciado”, afirmou a reitora.

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Flávio Pascarelli, elogiou as novas instalações.  “Entendemos que foi uma transferência oportuna porque é um local privilegiado para o que o Centro propõe, que é a solução de conflitos satisfazendo todas as partes envolvidas, evitando a judicialização que, geralmente, costuma ser muito desgastante”, considerou o magistrado.

Benefícios para os usuários

Novas instalações estão no prédio do antigo Arquivo Central da UniversidadeNovas instalações estão no prédio do antigo Arquivo Central da UniversidadeA transferência ocorreu na última segunda-feira, 23. Anteriormente, o prédio abrigava o Arquivo Central da Universidade. Segundo a coordenadora geral, professora Lidiany de Lima Cavalcante, a transferência do Centro de Solução Consensual de Conflitos da Avenida Pedro Teixeira, na Chapada, para o Centro da cidade beneficiou os usuários dos serviços do CentroJudiciário de Solução Consensual de Conflitos.

“Com a nova sede do Polo, resolvemos um problema histórico, pois estávamos em um prédio locado que atendia nossas expectativas, mas nada melhor do que estarmos em casa. Agora estamos muito perto de um grande corredor de ônibus, que torna muito mais fácil o acesso da população amazonense. Ou seja, temos uma estrutura muito boa e poderemos ampliar nossas atividades. Temos um andar pronto com seis salas de audiência, duas salas de atendimento psicossocial e em breve, o andar superior abrigará as salas para atendimento especializado”, ressaltou a professora.

Para o supervisor do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos, juiz Gildo de Carvalho Filho, a parceria com a UFAM promove cidadania plena. “Nessa parceria com a UFAM, nós, do Tribunal de Justiça, temos a oportunidade de entender como é a construção do conhecimento por parte da Universidade e compreendemos que podemos caminhar juntos para dar uma resposta concreta aos usuários dos nossos serviços, promovendo cidadania plena”.

Excelência no Atendimento

Coordenadora geral do Centro de Solução Consensual de Conflitos, professora Lidiany de Lima CavalcanteCoordenadora geral do Centro de Solução Consensual de Conflitos, professora Lidiany de Lima CavalcanteIgor Trindade é um dos estudantes de Direito que faz atendimentos no Centro e considera que o novo local esteja mais adequado para os atendimentos. “Aqui está bem mais amplo, vamos poder atender mais pessoas e na Atermação, que é o nosso pré-atendimento, temos um ambiente mais privativo para que os cidadãos fiquem mais à vontade, pois trabalhamos com famílias, então, sempre tem algum conflito ou algo mais íntimo para ser falado e aqui a infraestrutura está mais adequada para isso”.

Jocinete Farias dos Santos é vigilante e veio desfazer um acordo de guarda compartilhada com o ex-marido. "Sempre sou bem atendida e através daqui consigo resolver assuntos tão complexos para mim. Ainda bem que a população pode contar com esse serviço. Sempre indico para meus amigos em dificuldades", comenta a assistida.

Os telefones do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos permanecem os mesmos: 3305-4578/ 99315-5042/ 98245-7390. 

 

IV Semana Jurídica "Ministro Xavier de Albuquerque" aborda temas atuais de direito até esta sexta, 27

Na área jurídica, assuntos como a vigência do Novo Código de Processo Civil - que fará um ano no dia 17 de março - as implicações do Direito Tributário para pessoas e empresas e o jogo processual por trás da Operação Lava Jato são de interesse de alunos e profissionais do direito, e também da população de modo geral. Para debater questões como essas, a Semana Jurídica “Ministro Xavier de Albuquerque” segue até esta sexta-feira, 27, no auditório Belarmino Lins da Assembleia Legislativa do Amazonas, a partir das 18h30.

A Semana é uma promoção do Centro Acadêmico de Direito (CAD) que ocorre há quatro anos. O nome é em homenagem ao único amazonense, egresso da Universidade Federal do Amazonas ainda na década de 1940, que chegou à presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), a mais alta Corte do Judiciário brasileiro.

Na avaliação do primeiro secretário do CAD, Eric Carro, discente do 4º período do curso, os temas foram escolhidos por dois motivos. O primeiro deles é a alta demanda a respeito de certos temas, a exemplo do Novo CPC e do processo penal, enquanto a segunda é a pouca profundidade com que outros assuntos são abordados na academia, como o direito tributário.

“O processo civil é a principal ferramenta do advogado”, disparou o discente. “Ele pode até não saber com clareza sobre o direito material, que são as regras impostas aos cidadãos, mas é primordial que ele saiba como promover o acesso ao poder judiciário”, completou Eric Carro. “O primeiro palestrante é um dos participantes da Comissão que aprovou, no Congresso Nacional, o projeto do Código do Processo Civil vigente desde 2016, Cássio Scarpinella Bueno. É um doutrinador de referência”, comemorou.

Tutela provisória

O primeiro dia foi dedicado à matéria de processo civil, com a palestra “Tutela provisória – acertos e desacertos”, ministrada pelo advogado e vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP), professor Cássio Scarpinella. “O mais importante do processo é a tutela jurisdicional, não é o recurso ou a sentença. Antes, algumas faculdades que dedicavam tempo menor na grade para essa disciplina de processo civil só se limitavam a lecionar o processo de conhecimento”, iniciou ele.

“Ação nada tem a ver com direito material. Ação é o agir, pedir a tutela, agir, romper a inércia da jurisdição. A tutela é o que você quer – desfazimento do contrato, não ser protestado, que o filho fique com você no Carnaval. Envolve técnicas que o juiz vai usar. O direito não é algo natural, ele é criado em casas legislativas”, disparou o doutrinador.

Para ele, o CPC trouxe algumas falsas novidades: “O código está passando a limpo a forma de entender as coisas, mas não significa que elas já não existissem antes, ou pelo menos uma parte delas”, disse. A tutela provisória, que é quando o juiz concede um pedido feito pelo autor da ação antes do fim do processo, gera um título executivo. Por sua vez, o título executivo judicial é a certeza de que aquela decisão irá se cumprir na realidade, fora do processo – é a certeza de que haverá o acesso ao direito pleiteado.

“Por exemplo, se alguém pede para ter acesso a um medicamento com urgência, demandando contra o Estado; caso o juiz defira, o autor pode ir até o Estado e cobrar que o Administrador Público dê a ele o remédio. Em outras palavras, o autor já pode executar, sendo dispensada a necessidade de conclusão do processo e publicação da sentença para que ele tenha acesso ao medicamento”, explicou. Nesse caso, é possível dizer que esse direito concedido provisoriamente tem uma instabilidade maior.

Tributário e Processo Penal

O segundo dia de evento, nesta quinta (26) tem enfoque na área tributária, tendo como palestrantes convidados o professor Ananias Ribeiro, docente da Ufam, e o advogado Victor Bastos, com formação e experiência na área de tributos. O tema diz respeito não apenas aos profissionais e estudantes do Direito, mas também de Administração, Economia e, especialmente, Contabilidade.

“É um tema não muito explorado na área acadêmica, apesar de nos acompanhar desde a data do nascimento até a morte”, afirmou o primeiro secretário do CAD. “É uma área de enfoque que chega a ser específica: quem atua com Empresarial, Consumidor, por exemplo, precisa de conhecimentos sobre tributação, inclusive para auxiliar o cliente no planejamento tributário e evitar transtornos em ações judiciais”, completou Eric Carro. Avaliou, por fim, que esse assunto chega a ser polêmico por envolver interesses entre o fisco e o contribuinte, a questão da reforma tributária e a guerra fiscal, em que há muitos interesses em jogo.

E falando em jogo... O terceiro dia é dedicado à Teoria dos Jogos do Processo Penal, desenvolvida pelo juiz de direito e professor, Alexandre Morais da Rosa. O enfoque é a aplicação dessa teoria, na qual cada parte processual, seja o autor da ação ou o acusado ou réu, tem formas de agir que vão, ao longo do processo, constituindo como se dará seu desfecho. “Se você se restringir ao método tradicional, não será possível compreender o que acontece hoje na Operação Lava Jato”, alertou o discente de direito da Ufam ao convidar os interessados a participarem do último dia, 27 de janeiro. A expectativa é de que 200 pessoas participem em cada noite.

Professores do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) participam de Colóquio em Portugal

A edição de 2017 traz como tema "A escola: dinâmicas e atores"A edição de 2017 traz como tema "A escola: dinâmicas e atores"A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) será representada por integrantes do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) no Colóquio Afirse 2017, evento que acontece em Lisboa de 02 a 04 de fevereiro.

Representam a UFAM no evento a professora doutora Irlane Maia; a mestre Aldalúcia Gomes; a discente Natana Castro e a professora colaboradora Leila Ghedin, do Instituto Federal de Roraima. Os docentes e discentes apresentarão os seguintes trabalhos:

Programa Ciência no Cotidiano: Interação, Família, Escola com a Universidade – de autoria da professora Irlane Maia

A história da Educação no campo na perspectiva do assentamento em Roraima – Ernan Ghedin, Leila Ghedin e Aldalúcia Gomes;

O percurso formativo de professores na perspectiva das ciências cognitivas – Aldalúcia Gomes, Evandro Ghedin e Leila Ghedin;

A importância da alfabetização científica na formação de professores - Aldalúcia Gomes, Eduarda Cristina Santos, Miceia Rodrigues, Lucinete Gadelha

Diálogo de saberes: uma proposta para o Ensino de Biologia e Química – Irlane Maia e Rebeca Brandão;

Professora Irlane Maia apresentará trabalho sobre o diálogo de saberes da comunidade com os saberes acadêmicosProfessora Irlane Maia apresentará trabalho sobre o diálogo de saberes da comunidade com os saberes acadêmicos

Educação Sexual: uma abordagem sobre o vírus da imunodeficiência humana – HIV, no âmbito escolar – Janderson Barroso, Aldalúcia Gomes e Mauro Humberto Pereira.

Trabalhos ressaltam a formação cidadã

A professora doutora Irlane Maia, autora do trabalho Programa Ciência no Cotidiano: Interação, Família, Escola com a Universidade e orientadora do trabalho de Especialização intitulado Diálogo de saberes uma proposta para o ensino de Biologia e Química, destaca a importância da participação da UFAM no evento. “As perspectivas apontadas nos trabalhos que serão apresentados no Colóquio envolvem o diálogo de saberes da comunidade com os saberes acadêmicos, buscando transformá-los em saberes escolares e, dessa forma,  referenciando a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Destacamos que as propostas legitimam as atividades docentes e discentes da Universidade, bem como as parcerias e colaborações que visam à qualidade na formação cidadã, sempre estabelecendo o compromisso social da UFAM” afirma a docente.

A equipe segue para Lisboa no próximo sábado, dia 28 de janeiro. 

O  Colóquio ocorrerá nas instalações do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Para saber mais sobre o evento, acesse XXIV COLÓQUIO 2017.

Palestra esclarece dúvidas sobre Programa Andifes Santander

Nesta quarta-feira (24), a Assessoria de Relações Institucionais e Interinstitucionais da Universidade Federal do Amazonas (Arii/Ufam) realizou uma palestra sobre o programa de mobilidade acadêmica Andifes Santander. O encontro, que aconteceu no Auditório Rio Solimões do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), reuniu estudantes para esclarecer dúvidas sobre o programa.

O Assessor de Relações Internacionais, professor Naziano Filizola, e a servidora do Departamento de Registro e Controle da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg), Carla Gomes, deram orientações sobre o edital, documentação e aproveitamento de estudos entre instituições de ensino superior (IES).

“De 2012 para cá, o número de candidaturas para os programas de mobilidade vem aumentando, mas ainda assim sobram bolsas por falta de candidatos”, contou o professor Naziano. “Queremos que essa demanda aumente, pois só assim haverá maior possibilidade de conseguirmos recursos e parcerias que ofereçam alternativas para a vivência acadêmica dos nossos alunos”, disse.

O professor reforçou ainda a importância da mobilidade para a experiência universitária: “Estar na Ufam é fazer parte de uma instituição federal de ensino superior, onde você tem a oportunidade de ampliar seus horizontes. A mobilidade é uma experiência que vale a pena, uma maneira diferente de ver as disciplinas, um momento de congraçamento entre as universidades”, afirmou o assessor.

A estudante do 5º período de Fisioterapia, Ana Beatriz da Costa Lameira, pretende fazer mobilidade para a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). “Lá tem disciplinas que contribuirão muito para o meu currículo, como Saúde da Criança, por exemplo”, disse a acadêmica. “Eu vejo a mobilidade, seja na modalidade nacional ou internacional, como um diferencial para o currículo do aluno. É uma oportunidade de conhecer outras culturas, saber que conhecimento os outros têm para oferecer a nós, e o que nós temos a oferecer para eles”, finalizou.

Mais informações sobre mobilidade acadêmica podem ser acessadas no site da Arii ou pelo telefone (92) 3305-1753.

Comunicado ProGesp

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGesp) informa que nesta sexta-feira (27) o atendimento ao público externo será de 08h às 12h. 

Seminário Mobilização cidadã e responsabilidade socioambiental inicia com palestras sobre controle ambiental em organizações públicas e privadas

Conselheiro do Tribunal de Contas do Amazonas, Julio Pinheiro, foi o primeiro palestrante do eventoConselheiro do Tribunal de Contas do Amazonas, Julio Pinheiro, foi o primeiro palestrante do eventoNo primeiro dia do Seminário promovido pelos estudantes de Administração da UFAM, as palestras focaram o controle ambiental pelos Tribunais de Contas, a Gestão de resíduos sólidos do Polo Industrial de Manaus e as Inovações tecnológicas e não-tecnológicas em empresas de biotecnologia.

O primeiro palestrante foi o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, Julio Pinheiro, que explicou a atuação do Tribunal de Contas na proteção do meio ambiente. "Cabe ao sistema Tribunal de Contas a fiscalização contábil, financeira e patrimonial e entenda-se patrimonial tudo o que envolve os biomas brasileiros. Então, cabe a nós proteger também esse patrimônio, pois não se sobrevive com um meio ambiente degradado. O Sistema Tribunal de Contas tem controle de atos administrativos como, por exemplo, em relação às licenças ambientais, mas é um controle antes que o prejuízo se instale, pois a nossa perspectiva é do risco ambiental e não do dano ambiental, que dá conta dos conflitos já instalados, ou seja, nossa atuação se dá em monitorar ameaças, planejar ações. Entre as ações preventivas protagonizadas pelo Tribunal está o acompanhamento da implantação da Política Nacional de resíduos sólidos", afirmou o palestrante.

Gestão de resíduos sólidos do Polo Industrial de Manaus

Representando a SUFRAMA, o administrador Paulo André de Souza Leite destacou o Plano Diretor de Resíduos Sólidos do Polo Industrial de ManausRepresentando a SUFRAMA, o administrador Paulo André de Souza Leite destacou o Plano Diretor de Resíduos Sólidos do Polo Industrial de ManausAo ressaltar a Amazônia como uma das mais ricas em biodiversidade do planeta, o administrador da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Paulo André de Souza Leite, foi o segundo palestrante do evento. Ele destacou iniciativas da SUFRAMA em relação ao gerenciamento ambiental. "Na SUFRAMA, lidamos com resíduos industriais e possuímos um dos melhores mecanismos de proteção ambiental implantados no Brasil. Além das Estações de Tratamentos de Efluentes, temos o Plano Diretor de Resíduos Sólidos, que evita ao máximo a geração de resíduos e o descarte ilegal, vez que os resíduos podem ser reutilizados, reciclados. Nosso Plano Diretor também possui uma rede de recuperação de material para identificar oportunidades de investimentos junto a empresas que façam a reciclagem e a destinação correta de resíduos do Polo Industrial", ressaltou o palestrante.

Aprendizado

Para o professor Irineu Vitorino, coordenador do evento, a atividade acadêmica serve, primeiramente, para ensinar alunos da turma de Seminários que ambientes, recursos e pessoas devem caminhar juntos. "Eles, os finalistas do curso de Administração, devem utilizar todas as ferramentas e conhecimentos em gestão. Programam, agendam, resolvem conflitos, trabalham com verba mínima, praticamente só com apoio e doações, ou seja, com orçamento curto para cumprimento dos objetivos, pois é um projeto com começo, meio e fim. Eu sempre digo que é um excelente estágio para quem está finalizando o curso. O tema do evento é sustentabilidade e eles convidaram grandes palestrantes para discutir o assunto aqui na Universidade. Eles sabem que não adianta ser bom em gestão e não entender de sustentabilidade. Se você se forma em gestão e maltrata o meio ambiente, não adianta nada. Se você se forma em gestão e maltrata as pessoas, não adianta também. Para ser um bom profissional tem que entender o todo", enfatiza o professor.

Renata Lopes, do oitavo período do curso de Administração é a coordenadora discente do evento. "Nesta atividade pudemos executar as principais funções do administrador que são planejar, organizar, direcionar e controlar pessoas e recursos para um determinado objetivo, destacando a importância do trabalho em grupo. Aprendemos muito", disse a aluna.

As atividades seguem nesta quinta-feira, 26, com o Debate Verde - a distância entre ideias e a execução de projetos de responsabilidade socioambiental, que será mediado pelo doutor Afrânio Soares Filho, diretor executivo da Action; palestra da USAID Brasil e a apresentação Case Bombons finos da Amazônia. Confira programação completa em anexo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Programação.pdf)Programação do Seminário[ ]461 kB

DAEST informa retificação no Edital de seleção de discentes para Auxílio Moradia e Acadêmico

O Departamento de Assistência Estudantil (DAEST) da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas divulga Retificação do Edital 001/2017 para seleção de discentes para os Auxílios Moradia e Acadêmico da Capital e das Unidades fora da Sede. O DAEST divulgou ainda o cronograma das etapas relativas ao processo seletivo do Edital 001/2017 dos Auxílios Acadêmico e Moradia, conforme o item 5.1.2 do referido edital. Confira as publicações nos seguintes links: Aviso de Retificação de Edital 001/2017 e Cronograma Edital 001/2017

Educação, Química e Sociedade e Cultura com inscrições abertas para Pós-Graduação

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM), por meio da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp), está com inscrições abertas para Mestrado e Doutorado nos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e Química (PPGQ), e para o Pós-Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA). 

Os editais completos estão disponíveis na página da PROPESP.
 

Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE)

São oferecidas para o curso de Mestrado 25 (vinte e cinco) vagas regulares e 05 (cinco) vagas suplementares, e para o Curso de Doutorado 10 (dez) vagas regulares e 02 (duas) vagas suplementares.  As vagas suplementares visam atender a política de ação afirmativa para autodeclarados pretos, pardos e indígenas. O período de inscrição para o Exame de Seleção será de 23 a 27 de Janeiro.

As inscrições devem ser efetuadas através do formulário de inscrição obtido no site da PROPESP, devidamente preenchido e entregue na Secretaria do PPGE, localizada na Faculdade de Educação, Pavilhão Rio Uatumã, Setor Norte, Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, de segunda a sexta, no horário das 08 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ)

São oferecidas para o Curso de Mestrado 15 (quinze) vagas regulares e 2 (duas) vagas suplementares e para o Curso de Doutorado 10 (dez) vagas regulares e 2 (duas) vagas suplementares. O período de inscrição para o Exame de Seleção será de 23 de janeiro a 03 de fevereiro.

As inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet através do preenchimento do formulário eletrônico disponibilizado no site do PPGQ.  É obrigatório anexar ao formulário de inscrição online os documentos especificados no edital no formato PDF.  

Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA)

O Programa oferece 1 (uma) vaga para bolsista pesquisador em nível de pós-doutorado no  âmbito do Programa  Nacional  de  Pós-Doutoramento  (PNPD)  da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal  de Nível Superior (CAPES).

As inscrições vão até 31 de janeiro e devem ser feitas somente por e-mail, com envio da documentação exigida no Edital (em um único arquivo em formato PDF) para o endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. com a linha de assunto da mensagem “PNPD2017”.

CTIC realiza manutenção na telefonia fixa do Setor Sul

O Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) informa que as unidades acadêmicas e órgãos suplementares localizados no Setor Sul do campus universitário estão temporariamente sem o serviço de telefonia fixa. A previsão para manutenção e normalização do serviço é de 15 dias.

A interrupção do serviço se deve a um problema elétrico que danificou os equipamentos da central telefônica.

Enquanto durar o serviço de manutenção, a recomendação é utilizar os telefones celulares institucionais e e-mails dos setores para realizar a comunicação.

PROGESP divulga o resultado final da ratificação da autodeclaração racial

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) através da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP) torna público o resultado final (em anexo) da convocação dos candidatos autodeclarados negros e pardos do edital nº 22/2016 E 23/2016 do concurso público para provimento de cargos técnico-administrativos em educação. 

Sistema SIE aberto para solicitação de materiais de expediente a partir da terça-feira (17)

O Departamento de Materiais (DEMAT) informa que o sistema de informações para o ensino (SIE) estará aberto para solicitação de materiais de consumo/expediente trimestral no período de 17 a 20 de janeiro de 2017.

As requisições devem ser impressas e assinadas pelo Diretor da unidade, tramitadas e encaminhadas ao almoxarifado para análise e entrega dos materiais.

Mais informações pelos telefone 3305-1181 Ramal: 1493 /1494

Enef 2017 discute sobre diretrizes curriculares e o futuro da profissão farmacêutica

Mesa de abertura do Enef 2017Mesa de abertura do Enef 2017Até o dia 21 de janeiro, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) recebe a 40ª edição do Encontro Nacional dos Estudantes de Farmácia (Enef), evento organizado pelo Centro Acadêmico de Farmácia “Prof. Manoel Bastos Lira” (Cafarma) – Ufam, junto à Executiva Nacional dos Estudantes de Farmácia (Enefar). Com o tema “O protagonismo farmacêutico nas práticas de saúde”, o Enef 2017 reúne estudantes de todo o País a fim de promover o intercâmbio de conhecimentos e debater o ensino e a profissão farmacêutica.

A abertura do Enef ocorreu no último sábado (14), no auditório Sumaúma da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), setor Sul do campus universitário. A solenidade teve a presença do representante do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Marco Aurélio Ferreira da Silva; da representante do Conselho Regional de Farmácia do Amazonas (CRF-AM), Ednilza Guedes; do diretor administrativo da Associação Brasileira de Educação Farmacêutica (Abef), Paulo Arrais; da representante da Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar), Cecília Oliveira; da diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Ufam (FCF), professora Débora Ohana; da  representante da Enefar, estudante Simone Freitas; e da representante da comissão local, estudante Aretha Omena, .

Protagonismo acadêmico

Em 40 edições, esta é a primeira vez que o Enef é sediado em Manaus. Para a diretora da FCF, Débora Ohana, é motivo de orgulho ver a mobilização dos acadêmicos para que o evento aconteça. A professora agradeceu ainda o apoio da administração superior e das pró-reitorias da Ufam para a realização do Encontro.

Encontro reúne estudantes de Farmácia de todo o paísEncontro reúne estudantes de Farmácia de todo o país

“É um momento histórico dentro da FCF. Desde que assumimos a gestão da Faculdade, em 2015, sempre foi um sonho trazer o Enef para cá. Sabíamos que seria uma luta, mas graças ao esforço coletivo, conseguimos vencê-la”, declarou a professora.

A finalista do curso de Farmácia da Ufam e membro do Cafarma, Aretha Omena, contou que desde 2012 a Ufam vem se candidatado para abrigar o Enef. A participação do Centro Acadêmico foi crucial para a concretização do Encontro em Manaus. “Foi um longo caminho até tornar o Enef um evento nosso. Só com a ajuda dos alunos e da instituição conseguimos. Esperamos que o Enef seja mais uma oportunidade de fortalecer o movimento dos estudantes da Farmácia na região. Somos melhores profissionais de saúde quando nos integramos a outras realidades e este é o espaço de descoberta de novos saberes”, disse a aluna.

Mesa temática

“O farmacêutico do futuro: os desafios da nova DCN” foi o tema da primeira mesa de discussão do Enef 2017. O debate contou com a participação do diretor administrativo da Abef, Paulo Arrais, e da representante da Articulação Nacional da Enefar, Cristiane Manoela. A proposta era discutir as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs), analisando o perfil do egresso de Farmácia como profissional generalista e os modelos pedagógicos para a formação do mesmo.

Mesa discutiu o impacto da nova DCN na formação do profissional de FarmáciaMesa discutiu o impacto da nova DCN na formação do profissional de Farmácia

Paulo Arrais contextualizou a composição da nova DCN, após 12 anos sem alterações. Segundo o diretor, um dos principais objetivos da proposta, atualmente em avaliação no Ministério da Educação, é romper com o currículo tradicionalista, trazendo os alunos para protagonizar o processo de mudança na categoria profissional.

“Acreditamos que a construção de uma nova DCN é o caminho para a criação do farmacêutico do futuro, que é o profissional de saúde com formação humanista, crítica, reflexiva e ética, capacitado para atuar no sistema de saúde por meio de ações de promoção, proteção e reabilitação da saúde e prevenção de doenças, articulando conhecimentos em prol do cuidado integral à saúde do individuo, da família e da comunidade”, afirmou Paulo Arrais.

Representando a Executiva Nacional, Cristiane Manoela reforçou a importância da interferência estudantil na educação farmacêutica – segundo ela, uma experiência que é construída no cotidiano acadêmico. “Os estudantes são protagonistas desde os bancos da faculdade, seja discutindo a nova DCN, seja discutindo sobre carga horária de disciplinas. Isso impacta diretamente nos farmacêuticos que queremos ser. Queremos vivência e humanização na nossa formação. O farmacêutico do futuro é o que luta, que é transformador da sociedade”, finalizou Cristiane.

Programação

O Enef 2017 segue até o dia 21 de janeiro, com minicursos, oficinas e mesas temáticas. A programação completa pode ser acessada no site oficial do Encontro.

DAEST divulga cronograma de entrevistas do Bolsa Trabalho


O Departamento de Assistência Estudantil (DAEST) da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) divulga o cronograma (em anexo) de entrevistas do Bolsa Trabalho (Edital 002/2016). 
 
Caso o candidato (a) não possa comparecer no dia e horário agendado, deverá antecipadamente reagendar sua entrevista na Coordenação de Assistência Estudantil (CDE/DAEST/PROGESP). Os alunos inscritos e que não estão no cronograma de entrevista, serão convocados posteriormente. 

Dúvidas e informações pelo telefone: (92) 3305-1795 da Coordenação de Assistência Estudantil (CDE). 

Proamde inscreve novos alunos de 30 de janeiro a 3 de fevereiro

O atendimento é realizado na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Ufam

O Programa de Atividades Motoras para Deficientes da Universidade Federal do Amazonas (Proamde) abrirá, entre os dias 30 de janeiro e 3 de fevereiro, as inscrições de novatos para as atividades deste ano.

As inscrições presenciais serão recebidas no auditório da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), localizado no bloco C do setor Sul da instituição, entre 14 e 17h. Atenção: é obrigatória a presença do aluno no momento da inscrição. O Programa atende pessoas com deficiência a partir de dois anos de idade.

Para se inscrever é necessário fornecer comprovante de residência (cópia), documento de identidade ou certidão de nascimento (cópia), laudo da deficiência (cópia) e uma foto 3X4. É indispensável que haja disponibilidade de um acompanhante por aluno.

Conheça a página do Proamde.

 

Atividades

- Aulas de Educação Física para crianças, adolescentes, adultos ou idosos com deficiência;

- Natação;

- Halliwick;

- Escolinha de Futsal;

- Atletismo.

Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais está com inscrições abertas

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM), por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP), torna pública a abertura de inscrições para o Exame de Seleção de candidatos para ingresso no I Semestre de 2017 no curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais (PPGCEM).

São oferecidas 19 (dezenove) vagas regulares e 04 (quatro) vagas suplementares. As vagas suplementares visam atender a política de ação afirmativa para autodeclarados pretos, pardos e indígenas.

O período de inscrição para o Exame de Seleção vai de 16 a 27 de janeiro, no horário de 10 às 12h e de 14 às 17h. As inscrições devem ser efetuadas na Secretaria do Curso de Graduação de Engenharia de Materiais, localizada na Faculdade de Tecnologia, Bloco da Administração – térreo Campus Universitário, Setor Norte.

No ato da inscrição o candidato deverá preencher e entregar o formulário disponível no site da PROPESP junto com os documentos especificados no edital em anexo.

Mais informações pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Nota de Falecimento – professor José Alves de Araújo

A Universidade Federal do Amazonas informa com pesar o falecimento do professor aposentado José Alves de Araújo. O docente atuou em diversos cursos de licenciatura na Ufam, como Letras, Filosofia e Sociologia.

O velório foi realizado hoje na Funerária Canaã e o enterro aconteceu no Cemitério São João Batista. A Universidade se solidariza com os familiares, colegas e amigos da professora por esta perda lastimável.

PET oferece curso preparatório para Olimpíadas de Física

As inscrições para o curso preparatório para a Olimpíada Brasileira de Física (OBF) e Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP) estão abertas de 20 de janeiro a 5 de fevereiro. Estudantes do Ensino Médio e 9º ano do Ensino Fundamental podem se candidatar por meio do formulário de inscrição.

Ao todo, são oferecidas 60 vagas divididas em três turmas: níveis I, II e III, de acordo com as provas da OBF e da OBFEP.

A prova de seleção será no dia 18 de fevereiro, de 10 às 11h, na Casa da Física. As aulas têm início em 11 de março e seguem até o mês de julho.

O curso é uma iniciativa do Programa de Ensino Tutorial (PET) de Física em parceria com a Casa da Física da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Confira o cartaz anexo.

Mais informações

Prof. Sérgio Michielon, coordenador – e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Inscrições abertas para Doutorado em Matemática

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM), por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP), torna pública a abertura de inscrições para o Exame de Seleção de candidatos para ingresso no 1o semestre letivo de 2017 no Curso de Doutorado em Matemática em Associação Ampla UFPA-UFAM (PDM-UFPA-UFAM).

O período de inscrição para o Exame de Seleção vai até o dia 02 de fevereiro. As inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet através do preenchimento do formulário de inscrição disponível no site da PROPESP, que deverá ser preenchido assinado e digitalizado no formato pdf e enviado para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , aguardando posterior confirmação do recebimento.

Para este edital (em anexo), são oferecidas um total de 8 (oito) vagas para a área de Geometria, sendo 6 (seis) vagas regulares e 2 (duas) vagas suplementares. As vagas suplementares visam atender a política de ação afirmativa para autodeclarados pretos, pardos e indígenas.

Mais informações sobre o Curso de Doutorado do PDM-UFPA-UFAM podem ser obtidas na página do Instituto de Ciências Exatas (ICE), na página da Universidade Federal do Pará (UFPA), ou na Secretaria do Programa de Pós-graduação em Matemática da UFAM. 

Inscrições abertas para oficinas de arte do CAUA

O Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA) está com inscrições abertas para oficinas de dança, música e artes visuais. As aulas ocorrem este mês, em dois ciclos: de 16 a 20; e de 23 a 27 de janeiro.

Ao todo, são 145 vagas distribuídas entre doze oficinas gratuitas. As inscrições podem ser feitas até o primeiro dia de cada curso, na Unidade I do CAUA, situada na Rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro, no horário de 8 às 12h e das 14 às 17h. Os interessados devem levar cópia do documento de identidade.

Confira as oficinas programadas:

16 a 20 de janeiro

Oficina 1 – Bases técnicas do violino com ênfase na prática de conjunto / 14 às 17h

Oficina 2 – Music Touch – música com apps para tablets e smartphones / 14 às 17h

Oficina 3 – Teoria musical aplicada ao violão / 9 às 12h

Oficina 4 – Contato e improvisação / 14 às 17h

Oficina 5 – Vídeo Arte: edição de vídeo com software livre / 14 às 17h

23 a 27 de janeiro

Oficina 6 – Bases técnicas do violino com ênfase na prática de conjunto / 9 às 12h

Oficina 7 – Music Touch – música com apps para tablets e smartphones / 9 às 12h

Oficina 8 – Teoria musical aplicada ao violão / 14 às 17h

Oficina 9 – Processo de criação para montagem de espetáculos / 9 às 12h

Oficina 10 – Mosaico I: projetos utilizando como suporte pequenas lajes de concreto / 14 às 17h

Oficina 11 – Animação gráfica como inovação metodológica / 14 às 17h

Oficina 12 – Estêncil Retrato: seu retrato em estêncil / 14 às 17h

Acesse as ementas de cada curso em anexo.

Contato CAUA: 3305 5150 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Faculdade de Medicina realiza curso de Fundoscopia para médicos e acadêmicos

 

 

O Departamento de Clínica Cirúrgica, da Faculdade de Medicina da Ufam, promove no período de 17 a 21 de janeiro, o curso de Fundoscopia (Fundo de Olho), no Auditório Doutor Zerbini, localizado na Avenida Afonso Pena, 1053, bairro Praça 14 de Janeiro. Podem participar Médicos Generalistas, Clínicos, Cardiologistas, Neurologistas, Urgentistas, Nefrologistas e acadêmicos de Medicina do último período.

O curso está dividido em aulas teóricas (19h às 21h) e práticas (8h às 12h), com carga horária de 20 horas. As inscrições podem ser realizadas no Departamento de Clinica Cirúrgica, da Faculdade de Medicina, ou na Gerência de Ensino e Pesquisa, do Hospital Universitário Getúlio Vargas (Hugv). Telefone: (92) 3305-4708.  

Produtores da Agroufam comentam sobre as expectativas para 2017

Professora Jozane Santiago - coordenadora da AGROUFAMProfessora Jozane Santiago - coordenadora da AGROUFAMBeiju, tapioca, farinha, tucumã. De tudo se encontra na Agroufam. Ao longo de 33 edições, a feira agroecológica da Universidade Federal do Amazonas se consolida como espaço de interlocução entre cientistas e produtores rurais. Segundo a coordenadora da Feira, professora Jozane Santiago, esse é o terceiro ano que a Agroufam acontece. “Ao longo de 33 edições consolidamos esse espaço com os produtores rurais e artesãos. Iniciamos com 50 produtores  e agora trabalhamos com 120. A feira só se expande por isso solicitamos outros espaços na Universidade, como o ICHL,. O grupo que atua na AgroUFAM vem se qualificando para oferecer mais produtos e também para planejar a produção para atender a demanda cada vez maior”, afirmou a coordenadora.

Ela também anunciou que a partir desse ano, a Agroufam será um programa institucional da Universidade. “A AgroUFAM iniciou como um projeto de Extensão do Parque Científico e Tecnológico da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (PCTIS – PROTEC) e agora em 2017 se tornou um programa na PROEXT, com o contínuo apoio da PROTEC”, declarou a coordenadora da AgroUFAM.

Dona Valdiza Gonçalves na barraca de queijo. “Temos queijo pasteurizado; de manteiga; temperado com orégano e calabresa; minas frescal e coalho comum. Tudo da melhor qualidade para nossos clientes”Dona Valdiza Gonçalves na barraca de queijo. “Temos queijo pasteurizado; de manteiga; temperado com orégano e calabresa; minas frescal e coalho comum. Tudo da melhor qualidade para nossos clientes”

AgroUFAM 2017 - Produtores animados

Valdiza Gonçalves da Trindade tem um estande na feira. Ela vende queijos e açaí produzidos pelo tio na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Careiro da Várzea. "Participamos da AgroUFAM desde o início dela. Fomos convidados a participar durante uma Expoagro e, desde então, temos sido acolhidos por uma excelente  organização da Universidade. Os pesquisadores e técnicos que nos acompanham se preocupam conosco e com o escoamento da nossa produção. Ganhamos não só um espaço para vender nossa produção, como também uma grande família. Nossa maior expectativa para 2017 é em relação à construção de um espaço permanente para a nossa AgroUFAM”, comentou a vendedora.

Bom vendedor

Recordista na venda de pé-moleque na AGROUFAM, Igor Galvão atribui sucesso ao pé-de-moleque diferenciado que produz.Recordista na venda de pé-moleque na AGROUFAM, Igor Galvão atribui sucesso ao pé-de-moleque diferenciado que produz.Na barraca ao lado trabalha Igor de Souza Galvão, o recordista da AgroUFAM em venda de pé-de-moleque. “Minha produção é do Rio Preto da Eva.Trabalho em dez feiras em Manaus, entre elas, a do  Cassam, a do Asa, a do Sumaúma e a do Petrópolis. Na AgroUFAM, sempre vendo toda a minha produção  de pé-de-moleque rapidamente. São 750 pés-de-moleque vendidos, a seis reais cada um, em dois dias de feira.Comecei vendendo 400 em dois dias, agora são 750. Espero que essa demanda continue aumentando. Sou o primeiro a chegar à feira, mas também sou o primeiro a vender tudo. Meu pé-de-moleque é  diferenciado, talvez por isso eu seja campeão de vendas. Minha expectativa é que em 2017 meus colegas vendam mais verduras e nossa Agroufam fique cada vez mais fortalecida”, afirmou o vendedor.

Amanda Normando  vende os arranjos produzidos pela sogra na AgroUFAMAmanda Normando vende os arranjos produzidos pela sogra na AgroUFAM

 

Decoração regional

Quando o assunto é ornamentação com flores regionais, a solução pode ser encontrada no estande da Tucandeira Flores Tropicais da Amazônia, que tem produção sediada no quilômetro 33 da BR 174. Amanda Normando é quem vende os arranjos produzidos pela sogra na AgroUFAM. "Os arranjos são de acordo com o que o cliente deseja. Temos buquê a partir de vinte reais e podemos fazer combinações com bastão imperador vermelho, catão imperador porcelana, tudo de acordo com a vontade do cliente", comenta ela, mostrando o catálogo com as opções de flores tropicais.

 

 
 

Acadêmicas de Administração da Ufam são premiadas em congresso nacional

Artigo sobre a Síndrome de Burnout em profissionais de saúde foi eleito o melhor trabalho na área de Comportamento Humano nas Organizações do Congresso de Administração, Sociedade e Inovação (Casi)

As estudantes de Administração Maria Gabriela e Fabíola Oliveira com a orientadora, professora Maria da Glória GuimarãesAs estudantes de Administração Maria Gabriela e Fabíola Oliveira com a orientadora, professora Maria da Glória GuimarãesDe autoria das estudantes do curso de Administração da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Fabíola Lima de Oliveira e Maria Gabriela Chagas de Freitas, o trabalho intitulado “Os efeitos da Síndrome de Burnout na vida de trabalhadores que atuam na linha de frente em hospitais públicos na Cidade de Manaus/BR” é uma análise sobre os efeitos do estresse crônico nos profissionais de saúde.

O distúrbio, também conhecido como síndrome do esgotamento profissional, caracteriza-se pela tensão emocional e pelo estresse crônico que são causados por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes. A sensação de esgotamento é refletida em atitudes negativas como agressividade, mudanças bruscas de humor, irritabilidade, ansiedade e depressão, por exemplo.

“Todo profissional cujo trabalho exige contato direto e intenso com as pessoas pode apresentar a síndrome, por causa do estresse que essa interação causa”, conta Fabíola Oliveira, do 8º período de Administração. “Um enfermeiro, por exemplo, atende várias pessoas por dia, em diferentes estados físicos e emocionais. Isso vai acumulando para o profissional, que também é um ser humano, submetendo-o a um alto nível de estresse”, ilustra a aluna.

Maria Gabriela, que está no 6º período do curso, completa: “Tanto estresse afeta o desempenho do profissional, o que pode resultar em um atendimento ruim para os pacientes, afetando toda a organização. Como futuras administradoras, quisemos entender como o estresse impacta o comportamento dos trabalhadores e, consequentemente, a gestão de um hospital público”.

As alunas fizeram uma pesquisa tendo como sujeitos recepcionistas, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos de quatro hospitais públicos da capital amazonense. Segundo o levantamento, praticamente 100% desses profissionais apresentaram sintomas da Síndrome de Burnout.Artigo foi premiado durante o Casi em dezembro de 2016; trabalho era o único de alunos de graduação entre os concorrentesArtigo foi premiado durante o Casi em dezembro de 2016; trabalho era o único de alunos de graduação entre os concorrentes

Premiação

A orientadora do trabalho, professora doutora Maria da Glória Vitório Guimarães, acredita que a premiação se deve à boa revisão bibliográfica do artigo e a relevância do tema na atualidade. “Trata-se de um assunto que está sendo bastante discutido no mundo científico. Profissionais de várias áreas tentam entender melhor como funciona a síndrome, o que a desencadeia e os efeitos dela. As pessoas que apresentam essa síndrome precisam de cuidados especiais para continuar trabalhando”, explica a professora.

O artigo foi apresentado na área temática “Comportamento Humano nas Organizações” durante a última edição do Casi, em dezembro de 2016. O congresso de Administração, que propicia um espaço de diálogo entre universidades, sociedade e organizações, é um dos mais importantes do país. O trabalho era o único de alunos de graduação entre os concorrentes.

“Foi uma surpresa ter nosso artigo indicado e tão bem recebido, principalmente porque estávamos competindo com trabalhos de pós-graduação”, conta Fabíola. “Como esse foi o primeiro congresso a que submetemos um trabalho, estamos bastante felizes com o reconhecimento”, finaliza.