Icet outorga grau a 36 formandos

Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

Pró-reitor de Inovação Tecnológica, professor Waltair Machado, presidiu a solenidade de outorga de grau no ICETPró-reitor de Inovação Tecnológica, professor Waltair Machado, presidiu a solenidade de outorga de grau no ICET

Na noite desta quarta-feira, 31, o Instituto de Ciência e Tecnologia (ICET), unidade da Ufam no município de Itacoatiara, promoveu solenidade de outorga de grau a 36 acadêmicos. Os formandos pertenciam aos cursos de Ciências: Física e Matemática; Ciências: Química e Biologia; Engenharia de Produção; Engenharia de Software; Engenharia Sanitária; Farmácia; Química Industrial e Sistemas de Informação.

A solenidade foi presidida pelo pró-reitor de Inovação Tecnológica, professor Waltair Machado. Durante seu pronunciamento, ele destacou que o preparo ao longo da vida acadêmica os habilitou para identificar oportunidades. "A vida é dinâmica, um constante lutar pela sobrevivência e, com certeza, sobrevivem os mais preparados. Já dizia Lavoisier e Benjamin Franklin que o acaso não privilegia a não ser uma mente muito preparada. Aqueles que estão atentos enxergam as oportunidades. Aqueles que não estão preparados nem sequer percebem quando as oportunidades passam. Portanto, hoje, ao entregar vocês para a sociedade, temos um prazer enorme. A sociedade os sustentou até aqui e ela espera que vocês devolvam o que receberam em forma de excelentes oportunidades, com muita riqueza, geração de empregos e impostos para investir em escolas, hospitais e pavimentação das ruas. O mundo precisa de gente corajosa, com capacidade de acreditar em si, de fazer uma saborosa limonada dos limões que aparecerem pelo caminho. Portanto, estejam atentos, vocês foram preparados para enxergar oportunidades", ressaltou ele.

Prefeito de Itacoatiara anunciou concurso público com mais de 400 vagasPrefeito de Itacoatiara anunciou concurso público com mais de 400 vagasO diretor do ICET, professor Jorge Kanda, destacou em seu discurso a credibilidade da centenária Ufam. "A Ufam é a única Universidade Federal do Estado do Amazonas; uma universidade com mais de cem anos, com credibilidade junto à sociedade e às empresas. Vocês, agora formados, tenham certeza de que estão saindo com um diploma altamente reconhecido com o qual serão capazes de exercer suas atividades profissionais com qualidade. Exercitem sempre a capacidade de desenvolver e mudar a sociedade. Às vezes, reclamamos muito das dificuldades do dia a dia; dos políticos de Brasília; da situação econômica pela qual o país passa atualmente, mas se lembrem de que cabe a cada um dos senhores a responsabilidade de fazer a diferença e construir um futuro melhor. Lembrem-se também de que existem apenas dois tipos de profissionais: aqueles que esperam acontecer e aqueles que fazem acontecer. Vocês, formados na Ufam, com certeza, pertencem a esse segundo grupo. Desejo que vocês sempre possam desenvolver suas atividades profissionais de maneira ética e comprometida. Parabéns a todos", frisou o diretor da unidade acadêmica. 

Concurso à vista

Após saudar os recém-formados, o prefeito de Itacoatiara, Antônio Peixoto, anunciou um concurso público. "Estou aqui encantadíssimo. Itacoatiara merece grandiosamente esse momento. Na noite anterior eu estava no Senac participando da formatura de 17 graduados em Pedagogia, um belo capital intelectual tanto para nossa cidade, quanto para os municípios circunvizinhos e hoje estamos aqui recebendo mais essa avalanche de capital intelectual. São 36 formados, sendo dois terços composto por mulheres. Então, eu quero deixar meus sinceros parabéns a vocês, meninas, e dizer aos meninos que estamos bastante atrás na preparação desse capital. É muito importante esse capital aqui em Itacoatiara, tanto que aproveito este momento para anunciar que daqui a menos de 15 dias a nossa prefeitura abrirá concurso público para professores, com 450 vagas, uma chance e tanto para quem acabou de se formar. Não desperdicem!", disse o prefeito.

Dia de comemoração

Diretor do ICET, professor Jorge Kanda, ressaltou a credibilidade da Ufam junto à sociedadeDiretor do ICET, professor Jorge Kanda, ressaltou a credibilidade da Ufam junto à sociedadeEm nome de todos os formandos do Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia do semestre letivo, a acadêmica de Licenciatura em Ciências: Química e Biologia, Raíssa Grana de Almeida, proferiu o discurso de formatura. Durante a mensagem, ela relembrou as dificuldades superadas e as transformações que ocorreram ao longo da vida acadêmica. "Quem nunca deixou de dormir e comer para estudar para aquela maravilhosa prova final, daquela disciplina 'fácil' na qual passavam apenas dois ou três alunos? Quem nunca pensou em desistir por não ter condições psicológicas para continuar ou por não ter condições financeiras de sequer comprar o café da manhã? Tudo isso são marcas que não serão esquecidas, como dizem os formandos da Licenciatura em Ciências: Matemática e Física, cada um de nós carrega as marcas de sua caminhada, cada um sabe de si e da importância de cada passo", ressaltou a oradora.

Aposta na educação

Paraninfo do curso de Ciências: Química e Biologia e patrono do curso de Química Industrial, o professor Elson Almeida de Souza congratulou os familiares dos acadêmicos recém-formados pela aposta que fizeram na educação. "Senhores pais, de sangue e de afeto, ou responsáveis. Olhem para seus filhos e vejam o resultado daquilo que chamamos de educação, de ter investido com livros e canetas, do que apenas roupas e acessórios, de ter ajudado no pagamento do aluguel, ou até mesmo na passagem do transporte e das refeições no RU, muitas vezes tirando de onde não se tinha. Valeu a pena todo o esforço. Nós, professores, apenas lapidamos a pedra bruta, de grande quilate que nos foi entregue alguns anos atrás por vocês, os verdadeiros mestres deles", ressaltou o docente.

A acadêmica Raíssa Grana proferiu discurso em nome de todas as turmas do ICET que se formaram neste período letivoA acadêmica Raíssa Grana proferiu discurso em nome de todas as turmas do ICET que se formaram neste período letivoEle também aconselhou os recém-formados a não considerarem a formatura como um momento de despedida. "Nesta altura, é importante que vocês percebam que chegar aqui é apenas uma amostra do que vocês podem fazer. Portanto, façam mais. Olhem para os colegas que estão ao lado de vocês. Se minha experiência estiver certa, vocês continuarão trabalhando juntos, fazendo projetos, indicando os colegas para trabalhos, trocando materiais e relembrando os bons tempos, pois agente acaba achando bons depois que passam, vocês vão ver. Cultivem isso sempre", recomendou o paraninfo e patrono.

 

Lista de recém-formados

 

Ciências: Matemática e Física

Ana Patrícia Gentil Ferreira

Aristeu Pereira Simas

Arleane da Silva Fernandes

Fábio Kazuyuki de Souza Yamashita

Salvatorio Giuliano Cavalcante Paladin

Sara de Araújo Cavalcante

Verônica Tavares Barbosa

Recém-formados comemoram a conquista do nível superiorRecém-formados comemoram a conquista do nível superior

Ciências: Química e Biologia

Elidiane Nunes Fernandes

Endi Cláudia Silva do Nascimento

Josely de Souza Albuquerque

Karine Gonçalves Coelho

Laís Iuri da Silva Melo

Marcele dos Santos Marques

Nelcilene de Almeida Pontes

Raíssa Grana de Almeida

Sabrina Laborda Vieira

Valdenice Rolim Xavier

 

Engenharia de Produção

Adria de Oliveira Lima

Alessandra Ferreira Reis

Anyele Vieira da Silva

Cid Willamys Alves Vieira

Diego Souza da Silva

Gelson Moraes da Silva

Luciane de Oliveira Marinho

Thaís Mendes Repolho

 

Engenharia de Software

Adilson Tavares da Cruz

Lana Siqueira da Silva

 

Engenharia Sanitária

Alan Lopes da Costa

 

Farmácia

Cliciane Barreto de Oliveira

Edyelle Koide Antunes

Gabriel Paiva Rodrigues

José Diego Maciel Simões

Milthes Viana Guedes

 

Química Industrial

Ângela Maria Campos Medeiros

Carla Regina Alves de Castro

 

Sistemas de Informação

Sirley Cândido Marques da Silva

 

 

 
 
 

Ministério da Defesa aprova projeto da Ufam na Operação Palmares 2018 do Projeto Rondon

 
Por Marion Litaiff
Equipe Ascom 

O ‘Projeto Rondon na Ufam’, coordenado pelos professores Rafael Salgado, Giovana Bataglion e Rosiane de Freitas, por meio do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX), ficou em 6º lugar na classificação final do processo de seleção das Instituições de Ensino Superior (IES) do Projeto Rondon para Operação Palmares de Julho de 2018. O resultado foi publicado no edital nº 65/2017 do Ministério da Defesa.

As ações da Operação Palmares do projeto na Ufam serão realizadas no município de Jequiá da Praia, no Estado de Alagoas, no período de 13 a 31 de Julho de 2018, e contemplam as seguintes áreas temáticas da extensão: Educação, Saúde, Cultura, Direitos Humanos e Justiça. As áreas de atuação abrangem regiões que apresentam baixo Índice de Desenvolvimento Humano e exclusão social.

Para o desenvolvimento das ações serão selecionados 12 acadêmicos, que podem ser de qualquer um dos cursos de graduação da Universidade, sendo oito titulares e quatro suplentes, que receberão treinamento prévio. O edital para seleção de alunos rondonistas será divulgado em breve, e o Processo seletivo acontecerá em março e abril de 2018. Para acompanhar as inscrições, siga página do Projeto Rondon – Núcleo Ufam no Facebook: https://www.facebook.com/rondonnucleoufam/

Sobre o projeto

O Projeto Rondon é uma ação interministerial do Governo Federal realizada em coordenação com os Governos Estadual e Municipal que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior visa a somar esforços com as lideranças comunitárias e com a população, a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania.

O projeto busca desenvolver ações que tragam benefícios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com, a melhoria do bem estar social e a capacitação da gestão pública. Outro objetivo é consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo na sua formação acadêmica e proporcionando-lhe o conhecimento da realidade brasileira.

Para mais informações acesse: www.projetorondon.defesa.gov.br

Unisol abre edital para professores de qualificação de agentes indígenas de saúde e saneamento

A Fundação de Apoio Institucional Rio Solimões (Unisol) está com edital aberto para contratação temporária de professores de qualificação de agentes indígenas de saúde (Ais) e agentes indígenas de saneamento (Aisan) no âmbito da Universidade Federal do Amazonas, segundo as diretrizes do Ministério da Saúde para atuarem no projeto - 15.00.108 – contrato nº. 48/2017 – fua/unisol. As inscrições vão até dia 02 de fevereiro, sexta-feira.

O AIS/AISAN visa dotar os agentes indígenas de conhecimentos técnicos na área de saúde com o fim de promover junto a suas etnias maior qualidade de vida, no que se refere a desenvolver ações profiláticas de saúde e eventuais ações terapêuticas que se mostrarem necessárias em caso concreto.

Para acessar o edital, é necessário cadastrar login e senha. Veja aqui: http://www.riosolimoes.org.br/licitacoes/licitacao.php?idC=7 

Ufam entrega profissionais das Ciências Biológicas à sociedade

 
Por Cristiane Souza
Equipe Ascom 

Titular da Proplan, professora Kleomara Cerquinho presidiu a cerimônia de outorga aos 33 egressos do ICBTitular da Proplan, professora Kleomara Cerquinho presidiu a cerimônia de outorga aos 33 egressos do ICBConstituído pelos cursos de Biotecnologia, Ciências Biológicas e Ciências Naturais, o Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Amazonas (ICB/Ufam) formou 33 profissionais em cerimônia ocorrida na quarta-feira, 31 de janeiro, no auditório Eulálio Chaves, setor Sul do Campus Sede. A outorga foi presidida pela pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professora Kleomara Cerquinho, atuando sob delegação do reitor, professor Sylvio Puga.

“A mensagem que eu deixo é que possam exercer suas profissões de forma ética.Quando estiverem à frente de suas atividades, busquem solucionar as situações. Isso vale para todos os formandos da Ufam, independentemente da área em que atuem”,disse a presidente da solenidade. “Que vocês sejam a solução, porque os problemas já estão postos”, resumiu a professora Cerquinho.

Diretora do ICB desde 2010, a professora Sônia Carvalho acompanhou a trajetória das turmas. “Foram muito comprometidos com o aprendizado e com a vivência acadêmica. Aproveitaram todas as oportunidades de participar de Pibic, PET e extensão. Com certeza, estes egressos tiveram uma formação completa”, avaliou a gestora.

Dentre os egressos, há bacharéis, licenciados e tecnólogos. “Os licenciados em Ciências Naturais atuam no ensino fundamental, enquanto os licenciados em Ciências Biológicas atendem ao ensino médio. O bacharel em Biologia volta-se à pesquisa e ao desenvolvimento, e atua geralmente em assessoria, na área de meio ambiente e até no paisagismo, que é uma novidade. O tecnólogo em Biotecnologia pode ser empreendedor ou atuar em indústrias de cosméticos, de alimentos, entre outras. É vasto o seu campo de trabalho”, explicou a professora Sônia Carvalho.

Também existe a possibilidade de os egressos retomarem à Ufam para continuar os estudos na pós-graduação. Somente o ICB oferta vagas em três PPGs: Biotecnologia, Imunologia Básica e Aplicada e Zoologia. Há oportunidades noutros cursos de mestrado na própria Universidade, como é o caso do PPG em Ensino de Ciências e Matemática, cujo enfoque é para os licenciados.

Formandos dos três cursos fotografaram  com gestores e  paraninfos das turmasFormandos dos três cursos fotografaram com gestores e paraninfos das turmasMotivação

Os paraninfos foram os professores Ítalo Thiago Silveira Rocha Matos (Ciências Naturais), Jerusa Araújo Quintão Arantes Farias (Biotecnologia) e Veridiana Vizoni Scudeller (Ciências Biológicas). O professor Ítalo Matos fez alusão ao trabalho coletivo de departamentos e colegiados do ICB para formar cada vez mais profissionais. “Não há ciência de ponta, ou sequer um aluno formado no ensino médio, se não houver uma educação científica de base”, mencionou. “Temos batalhas diferentes, mas lutamos pela mesma causa”, enfatizou o docente, sobre os objetivos dos três cursos. A professora Veridiana Scudeller, dirigindo-se aos agora biólogos, agradeceu pela perseverança deles no caminho do aprendizado. “A vergonha não está em não saber algo, mas em não perguntar. Hoje vocês têm mais uma vitória. E que caminhada maravilhosa foi a nossa até aqui”, discursou ela. “A sabedoria começa com a constatação  da própria ignorância. Mas, sem dúvidas, hoje vocês sabem muito mais do que há quatro ou cinco anos”, avaliou a professora Scudeller.

Última a se pronunciar, a professora Jerusa Farias também encorajou suas egressas. “Eu sou madrinha do casamento que é resultado de um namoro entre vocês, meninas, e a Biotecnologia”, disse ela. “Mesmo rodeadas de desafios, vocês são o produto de uma sólida formação. Um dos meus conselhos é que façam o acreditam que precisa ser feito, semeando um ambiente colaborativo e de caridade”, concluiu a docente.

Momento de lançar os capelos simboliza a conquista do diplomaMomento de lançar os capelos simboliza a conquista do diplomaOs oradores de cada turma também se pronunciaram. A biotecnóloga Amanda Pereira Amaral falou sobre propósitos e escolhas, e a respeito da “dimensão de fazer ciência” que foi aprendida durante o curso. A bióloga Eliza Maria Sena lembrou a relevância da conquista: “Parece clichê, mas sonhamos com este momento desde que vimos nossos nomes nas listas de aprovados”. Dirigiu-se ainda aos ex-docentes: “Pedimos que não se esqueçam de nós, porque nós não os esqueceremos”. Por fim, a licenciada em Ciências Naturais Maria Michele Moreira Bitar falou que “a grande responsabilidade da vida é saber que não estamos sós”, também em tom de agradecimento.

Formandos

Biotecnologia (Tecnólogo)

1. Amanda Pereira de Amaral

2. Gabrielly Corrêa Baraúna

3. Kimberly Luciana Beira Mar dos Santos

4. Ruth Moura de Souza

Bacharelado em Ciências Biológicas

1. Antônio Augusto Tavares Lima

2. Carolina de Amorim Soares

3. Eliza Maria Carvalho Coutinho Sena

4. Ellen Helena Santos de Pinho Garcia

5. Grace Anne Coelho Ferreira

6. Jean Ludger Barthelemy

7. Julie Andrez Ramos de Andrade Vieira

8. Luciana dos Santos Ipiranga Rodrigues

9. Maria Phamela Barbosa Coelho

10. Rita de Cássia Sena da Silva

11. Vanessa do Nascimento Braga

12. Yasmin Tavares Dantas

 

Bacharelado em Ciências Biológicas – Biodiversidade e Conservação

Fernanda Borba Teixeira de Carvalho

 

Licenciatura em Ciências Biológicas

1. Bruna Rocha dos Santos

2. Daniele Sousa Mota

3. Jéssica Caroline do Nascimento Tavares

4. Karlla Nazaré Oliveira

5. Kemberlly Francisca de Oliveira Lopes

6. Keyte Bianca Nascimento Monteiro

7. Raline Aparecida Moraes Guimarães

8. Regiane Monteiro Linhares

9. Renata da Silva Loureiro

10. Robson Lima Medeiros

 

Licenciatura em Ciências Naturais

1. Ariclenes Barbosa Azevedo

2. Jéssica de Aguiar Coelho

3. Júlia Nataly Nascimento Marques

4. Maria Michele Moreira Bitar

5. Thiago Gomes de Carvalho

6. Viviane Costa da Silva

Daest informa sobre Questionário PNAES

 

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas, por meio do Departamento de Assistência Estudantil (Daest), informa que está disponível no portal ecampus, na aba serviços, o Questionário PNAES, de preenchimento obrigatório para os estudantes de graduação presencial.

O PNAES é o Plano Nacional de Assistência Estudantil  e o objetivo do questionário é conhecer mais sobre os alunos e possibilitar a formulação de indicadores para as ações de Assistência Estudantil na Ufam, que está em fase de  planejamento.

É importante que, a cada passo preenchido, as informações prestadas sejam salvas.

O Daest conta com a participação de todos.

 

Demat informa recolhimento de materiais inservíveis

 

O Departamento de Material (Demat), por meio da Coordenação de Patrimônio, informa que estará recolhendo materiais inservíveis a partir do dia 15 de fevereiro e orienta todas as unidades acadêmicas de Manaus que elaborem lista de material a ser recolhido, identificando o número de tombamento, quando houver, e o estado do  material (ocioso, quebrado, danificado, etc) e encaminhem ao Demat até o dia 09 de fevereiro. 

Prodagin abre inscrições para novos alunos

 

 

O Programa de dança, atividades circenses e ginástica (Prodagin) informa que as inscrições para novos alunos estarão abertas de 26 de fevereiro a 02 de março, gratuitas e disponíveis para a comunidade em geral.

Os interessados devem se dirigir à sala 03, bloco C, na Faculdade de Educação Física, setor sul do campus, das 14h às 17h, levando cópia do RG ou certidão de nascimento.

Os cursos oferecidos são: 

Dança criativa (balé baby – vespertino) - 04 a 06 anos

Balé clássico (matutino e vespertino) - 07 a 12 anos

Ginástica rítmica (matutino e vespertino) -  06 a 14 anos

Ritmos (vespertino) -  a partir de 17 anos

Dança para pessoas com deficiência  infantil (andantes – vespertino) - a partir de 07 anos (é preciso ter autonomia)

Dança para pessoas com deficiência adultos (andantes – vespertino)

Dança em cadeira de rodas infantil (vespertino) - a partir de 06 anos (deve saber manusear a cadeira de rodas).

Dança em cadeira de rodas adultos (vespertino - deve saber manusear a cadeira)

Tecido Acrobático infanto-juvenil (matutino e vespertino) - 07 a 16

 

O horário das turmas está dividido conforme abaixo:

Segunda 15h - balé clássico 
Terça e quarta 15h - ginástica rítmica 
Terca 9h - ginástica rítmica
Terça e quinta 15h30 - dança para cadeirantes 
Terça 15h30 - dança para pessoas com deficiência adultos 
Terça 15h30 - dança para pessoas com deficiência infantil
Quarta 10h - balé clássico 
Quarta 10h - tecido acrobático infantil
Quarta 15h - ritmos adultos
Quinta 14h - dança criativa (iniciação ao balé) 
Sexta 15h - tecido acrobático infantil
Sexta 15h - grupo de dança Gedef

 

Mais informações: 98100 3866 /O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sistema de Biblioteca disponibiliza acesso à base Clinical Key

 

O Sistema de Biblioteca da Ufam informa que, em parceria com a Elsevier, disponibiliza acesso à base Clinical Key até o dia 26 de fevereiro.

A Clinical Key possui mais de mil e-books, 600 periódicos, 2.800 monografias, 17.000 vídeos de procedimentos cirúrgicos e 2 milhões de imagens para download. É direcionada para alunos, professores e profissionais das áreas de Biológicas e Saúde.

O  acesso poderá ser realizado nas dependências da Ufam ou via proxy, seguindo os passos abaixo:

1-   Acesse o site www.clinicalkey.com;

2-   No canto superior direito, clique no botão 'Register';

3-   Digite no campo ‘Username’ seu e-mail e no ‘Password’, uma senha de sua preferência;

4-   Pronto! Você poderá acessar de qualquer local, desde que conectada a rede da Ufam, inclusive pelo aplicativo Clinical Key (acesso mobile).

Para conferir o guia rápido da Clinical Keyclique aqui

Para saber mais sobre essa biblioteca virtual, assista ao vídeo: https://goo.gl/42GSY9

Cel e CoordTIL selecionam bolsistas de Libras

O Centro de Ensino de Línguas – CEL e a Coordenadoria de Tradutores Intérpretes de Libras informam a abertura do edital para seleção de bolsistas, destinado à contratação de alunos para atuar em apoio administrativo à Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Libras da Ufam.

Pra inscrição, é necessário ser discente do curso de Licenciatura em Letras Libras ou de qualquer curso de graduação da Ufam com fluência mínima, nível de conversação, em Língua Brasileira de Sinais.

Os interessados devem se dirigir ao Núcleo de Acessibilidade EUAPOIO, setor sul do campus, de 29 de janeiro a 09 de fevereiro, no horário das 9h às 11h e das 14h às 17h.

Para efetuar sua inscrição, o candidato deverá entregar a seguinte documentação:

I - Histórico Escolar Analítico;

II - Formulário de inscrição disponível no site coordtilsufam.wixsite.com/ufam, informando o horário em que deseja atuar.

III - Certificados ou Declarações de Participação de Monitoria, Eventos na área de Libras, Projetos Pesquisa e Projetos de Extensão Universitária na área de Libras.

O  processo seletivo constará de 02 (duas) etapas, uma avaliação prática e uma avaliação de títulos do candidato. Saiba mais acessando o edital em anexo.

PPG em Serviço Social e Sustentabilidade seleciona alunos em regime especial

Estão abertas as inscrições para a seleção de cinco alunos especiais para a disciplina ‘Formação, Trabalho e Serviço Social’, a ser ofertada no primeiro semestre de 2018 pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Amazonas (PPGSS/Ufam).

Os interessados podem inscrever-se entre os dias 5 e 8 de fevereiro, na Secretaria do Programa, localizada no Bloco Mário Ypiranga Monteiro, sala 8 do IFCHS, Setor Norte, das 9h às 12h. Para se inscrever, o candidato deve atender aos requisitos do edital nº 001/2018-PPGSS e apresentar o currículo Lattes atualizado com comprovantes dos últimos quatro anos.

Além do formulário de inscrição preenchido, é necessário apresentar a seguinte documentação: uma foto 3X4; original e cópia do Diploma de Graduação ou de Conclusão de curso de graduação de duração plena; original e cópia do Histórico Escolar; original e cópia dos documentos pessoais (RG, CPF e Título de Eleitor); original e cópia do RNE (apenas para candidatos negros).

O edital, a ficha de inscrição, a ementa da disciplina e o folder de divulgação estão anexos abaixo. Os documentos também podem ser acessados na página do PPGSS: http://www.ppgss.ufam.edu.br/processo-seletivo/alunos-especiais.

O resultado da seleção será divulgado no dia 16 de fevereiro de 2018.

 

A disciplina

‘Formação, Trabalho e Serviço Social’ será a disciplina ofertada pela professora doutora Roberta Ferreira Coelho de Andrade ofertada às segundas-feiras, das 8 às 12h. O início das será em 12 de março e o encerramento está previsto para o dia 28 de junho de 2018. 

Ufam apresenta ações de Assistência Estudantil em reunião na Controladoria-Geral da União

Da esquerda para direita: Vanusa Firmo, Klélia dos Santos, Isa Mary, Dinovan Fanhaimpork, Alex Martins, Ingrid Areque e Mônica BarbosaDa esquerda para direita: Vanusa Firmo, Klélia dos Santos, Isa Mary, Dinovan Fanhaimpork, Alex Martins, Ingrid Areque e Mônica BarbosaPor Ismael dos Santos
Equipe Ascom

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio do seu Departamento de Assistência Estudantil (Daest), e a Auditoria Interna, participaram de uma reunião na sede da Controladoria-Geral da União (CGU), em Manaus, onde foram apresentadas ações de Assistência Estudantil em andamento e futuras na Ufam, já adequadas ao Decreto 7.234/2010 (Acesse) que dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), o qual custeia todas as ações de assistência estudantil voltadas para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica das universidades.

Os dados foram apresentados no dia 25 de janeiro para a chefe de Serviço da Corregedoria Setorial das Áreas de Desenvolvimento Social e Esporte da CGU, doutora Isa Mary de Carvalho, e seguem recomendações do órgão para que a Ufam insira o critério renda (conforme Decreto) em todas as ações de assistência estudantil desenvolvidas na instituição. Na ocasião, o Daest-Progesp e a Auditoria Interna reiteraram o compromisso da Ufam com a normatização do programa Pnaes e com a própria construção da política de assistência estudantil da universidade.

Para a diretora do Daest, TAE Mônica Barbosa, “a reunião se mostrou positiva, pois esclareceu dúvidas, auxiliando na compreensão de pontos fundamentais do Pnaes em seu processo de planejamento, implementação e acompanhamento das ações desenvolvidas”.

Conforme solicitação da CGU, o Plano de Ação das Adequações da Ufam ao estabelecido pelo Decreto Pnaes será encaminhado até o próximo dia 02 de fevereiro.

Próximas ações

Ainda em fevereiro ocorrerá outra reunião da CGU com os setores da Ufam que gerenciam ações do Pnaes, para pontuar situações do Programa. A pró-reitora de Gestão de Pessoas, Tae Vanusa Firmo, convidou a doutora Isa de Carvalho para, também, neste semestre, ministrar palestras aos gestores da Ufam.

Daest informa sobre liberação de carteira do Sinetram

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas, por meio do Departamento de Assistência Estudantil (Daest), informa que a aprovação da meia-passagem do Sinetram seguirá o calendário acadêmico, com exceção dos alunos que estão com matrícula em cursos de férias, Projeto CEL e em programas como estágio supervisionado e Pós-Graduação (strictu ou lato sensu).

Os demais discentes deverão aguardar o período de matrícula nas matérias referentes à grade do seu curso, apresentando, posteriormente, o comprovante de matrícula do semestre 2018/1, no atendimento da Progesp/Daest, prédio da Reitoria, setor norte do campus.

Mais informações: 3305 1181 ramal 1795.

Proamde abre inscrições para novos participantes

A Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Feff/Ufam) abre inscrições para interessados em participar do Programa de Atividades Motoras para Deficientes (Proamde). As inscrições ocorrem de 15 a 23 de fevereiro, das 14h às 17h, no Auditório da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia no Bloco C, setor sul do campus Manaus. Podem participar pessoas com deficiência a partir dos dois anos de idade. 

A pessoa a ser matriculado deve estar presente no ato da inscrição, além de trazer os seguintes documentos:

Laudo médico (Original e cópia);

RG e CPF ou Certidão de Nascimento (Original e cópia);

Comprovante de Residência Atual (Original e cópia);

Foto 3x4 (uma)

 

Sobre o Programa

Desde 2000, o PROAMDE tem como finalidade proporcionar o desenvolvimento das potencialidades motoras de pessoas com deficiência através da prática de atividades físicas. A atividade possibilita o conhecimento sobre a condição do aluno, contribuindo para a melhoria da autoestima e da sociabilização, além de proporcionar maior independência.

O programa oferece atividades como Natação, Escolinha de Futsal, Atletismo, atividades aquáticas com o método Halliwick, Basquetebol sobre rodas, Bocha adaptada e aulas de Educação Física para crianças, adolescentes, adultos ou idosos com deficiência, sempre com a presença de um acompanhante.

O PROAMDE é desenvolvido em três polos: o 1º é localizado na Feff/Ufam, com a realização das atividades físicas. Já o 2º polo fica localizado no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) e tem atendimento voltado às pessoas com sequelas de lesão medular, usuárias de cadeiras de rodas, e o 3º polo fica na cidade de Parintins/Am.

Mais informações:

3305 1181 ramal 4086 / 3305 2290/ 98415 2626/98171 4482

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Obra de professor será contada e cantada em Festival de Barcelos

 
Por Sandra Siqueira
Equipe Ascom

O livro “Ethos e Figurações na Hinterlândia Amazônica”, do professor da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), Gláucio Matos, será apresentado durante a XXIV edição de 2018 do Festival do Peixe Ornamental de Barcelos, nos dias 25, 26, 27 e 28 de janeiro.

Publicada em 2015, a obra é resultado da pesquisa de campo e da experiência de 25 anos de trabalho em três comunidades amazônicas do município de Boa Vista do Ramos-Am, no Baixo Amazonas. “A obra traz uma reflexão sob a perspectiva sociológica de Norbert Elias. Destaco como o processo civilizador não saiu da floresta, avançou para dentro dela. No processo de integração as configurações ampliaram e as redes de interdependências. O poder, a diferenciação social e a individualização ocorrendo no universo amazônico. E, dos 62 municípios do Estado, não há um que não tenha desenvolvido uma ou duas datas festivas em função do lazer, no qual o Festival do Peixe Ornamental é uma de destaque”, explica.

Ao estudar a vida cabocla, o autor afirma que o amazônida pode configurar-se de diferentes formas, sendo um indivíduo complexo. “Essa é uma questão longa que pode ser entendida melhor na leitura da obra, mas uma coisa é certa, o caboclo amazônico não se define, se explica. Pode passar a vida morando em comunidade dita rural, ser pescador, agricultor, caçador. Por outro lado, esse caboclo, migra para a urbe e se torna professor, advogado, médico, político etc”, registra.

Obra resulta de 25 anos de trabalho em comunidades no Am, diz professor Gláucio CamposObra resulta de 25 anos de trabalho em comunidades no Am, diz professor Gláucio CamposSobre sua participação no Festival de Barcelos, o professor informa que atuou ativamente em diversos momentos na preparação do Cardinal, inclusive na composição da música“Ethos Caboclo”, cuja autoria compartilha com Josias Benfica.“O festival tem sua importância, pois traz em seu tema o modo de vida amazônico ou uma reflexão crítica de problemas socioambientais. Assunto que permeia o cotidiano de encontros técnicos e científicos com o olhar para a Amazônia brasileira. No aspecto econômico injeta recursos ao município. Na perspectiva do turismo e do lazer, coloca o Município em destaque em nível estadual, nacional e internacional”, expõe, ao dizer que acredita na vitória do Cardinal: “Tem grande chance de vitória”.

Sobre o Festival do Peixe Ornamental de Barcelos

Realizada em Barcelos, a 401,7 km de Manaus, a XXIV edição do Festival apresenta a rivalidade entre os peixes Cardinal e Acara-Disco. O primeiro representado pelas cores azul e vermelho e o segundo, por preto e amarelo. Durante os quatro dias do festival, além da disputa entre os peixes, ocorre a apresentação de artistas locais e nacionais, exposições e feiras de artesanato e cultura regional.   O município espera receber aproximadamente 2 mil turistas em 2018.

Ufam forma 60 administradores

Os formandos jogaram os capelos em comemoração finalOs formandos jogaram os capelos em comemoração final

Por Cristiane Souza
Equipe Ascom

O curso de Administração da Faculdade de Estudos Sociais (FES) é um dos mais tradicionais ofertados pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e também um dos que entregam número expressivo de profissionais a cada ano. A formatura de 60 administradores ocorreu na quinta-feira, 25 de janeiro, sob a presidência do reitor em exercício, professor Jacob Cohen.

“A FES surgiu como uma unidade de formação humanística. O administrador, em particular, é essencial na gestão, qualquer que seja o ramo onde atue”, ressaltou o reitor em exercício. “A Ufam entrega administradores com um perfil de especialista, cuja atividade se amolda à especificidade de cada lugar”, completou o professor Cohen, ao destacar que os egressos são preparados para carreiras públicas ou privadas. “Muitos avanços iniciaram na FES pelo nosso reitor, professor Sylvio Puga, quando era diretor da Unidade”, reconheceu.

A pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professora Kleomara Cerquinho, foi direta ao dizer aos formandos da responsabilidade que eles têm como gestores por formação. “Hoje, muito se fala dos problemas, mas eu digo a vocês para tomarem outra perspectiva: como administradores, sejam a solução”, apontou a docente.

Reitor em exercício foi o responsável pelas outorgas de grauReitor em exercício foi o responsável pelas outorgas de grauVice-diretor no exercício da FES, o professor Luiz Augusto Soares explicou que a colação dos bacharelandos em Administração ocorre em solenidade separada dos dois outros cursos da Unidade, Ciências Contábeis e Economia, por ser a graduação com o maior número de ingressantes e, consequentemente, de formandos. “São duas turmas em dois turnos, enquanto nos outros nós ofertamos a metade disso”, explicou.

Em relação ao perfil do egresso, o diretor em exercício esclareceu: “Ele é preparado para a gestão, seja de materiais, recursos humanos, finanças, sistemas ou marketing. Ele tem uma visão completa e eclética da gestão de negócios”. O administrador, conforme explicou o professor Luiz Augusto, atua em quatro frentes nos níveis operacional, tático ou estratégico: planejamento, execução, controle e direção. “Sem dúvida, nossos egressos carregam mais responsabilidade porque são formados na Federal. Desejo que aproveitem o conhecimento adquirido e se atualizem sempre”, concluiu o docente.

Além dos três gestores, completaram a mesa de honra o paraninfo, professor Alexandre Pirangy de Souza; o patrono, professor Ricardo Jorge da Cunha Costa Nogueira; e o homenageado, professor Alberto Bezerra de Melo.

Atuação ampla

Em seu pronunciamento, o professor Alexandre Pirangy de Souza disse que esse dia não é o fim, mas um momento de celebração. “Eu procurei dentro da minha missão, que é educar, formá-los com respeito e dedicação. E vocês deram o máximo de si. Eu fico muito emocionado por essa trajetória que fizemos juntos. Nesses 15 anos de docência, eu nunca tinha sido paraninfo de nenhuma turma. Hoje, a vitória de vocês é a minha vitória também”, afirmou ele. “Este não é o maior feito de vocês, é só um deles”, afirmou.

Pais, amigos e ex-docentes acompanharam a solenidade e foram lembrados nos discursos do paraninfo e da oradoraPais, amigos e ex-docentes acompanharam a solenidade e foram lembrados nos discursos do paraninfo e da oradora

A administradora Maria Gabriela Chagas de Freitas foi a oradora da turma. Ela iniciou o discurso agradecendo pais, amigos e professores. “Obrigada a todos que nos ajudaram e fizeram do nosso sucesso o seu próprio. Agradecemos aos professores que, com tanta maestria, nos ensinaram os conhecimentos acadêmicos, mas, sobretudo, por nos mostrar o caminho da profissão”, disse a jovem. “Superamos os obstáculos com resiliência. Ser resiliente é acreditar que todos os desafios valeram a pena. Resiliência é fazer monitoria, PACE, PET, PIBIC… é buscar 60 horas complementares. Ser resiliente é sinônimo de ser administrador. A administração é o instrumento mais eficaz de transformação do mundo. Administremos não sem medo, mas apesar dele. Nós somos a mudança”, concluiu Maria.

Formandos

1. Adna Thais de Lima Nascimento
2. Adriana Cantanhede Veiga
3. Alef Nogueira Cardoso
4. Aline Bentes Ramos
5. Allan de Souza Silva
6. Andre Matheus de Oliveira Luzeiro
7. Andrea Oliveira Fernandes
8. Andressa Suriano de Figueiredo
9. Andson Muniz da Silva
10. Caio Cicero Magalhaes Vieira
11. Carlla Assuncao Ferreira
12. Caroline Azevedo Nogueira
13. Cintia de Souza Simões
14. Claudio Jozemo Nascimento Galvão
15. Emanoel dos Santos Matos
16. Eric Lincoln Bastos Garcez Da Rocha
17. Erika Soares Rodrigues
18. Estherfane Teixeira de Oliveira
19. Fabio Costa de Sousa
20. Gabriela Laranjeira Souza
21. Iara Maria Farias Pinheiro
22. Isadora Conceição Trindade Pires
23. Isis Amorim Nascimento
24. Itamar Moura Passos
25. Jamilla Fernandes dos Santos
26. Jardel Medeiros Ferreira
27. Jessica Nunes Cardoso
28. Jessica Ribeiro Araujo dos Santos
29. Judilene Sarmento Fernandes
30. Juliana Peixoto Teixeira
31. Juliane Fernandes Pereira
32. Juliceia Santos Felix
33. Julie Ladeira Benzion
34. Julyanne Martins Garcia
35. Kamylle  Marinho dos Santos
36. Karina Magalhaes Cal
37. Kemely Lopes da Silva
38. Larissa Alvarenga da Silva
39. Lianne Yasmin Andrade de Souza
40. Lidia Afonso de Oliveira
41. Lidiane da Costa Malcher Penafort
42. Livio Valente de Lima
43. Luciene Gonzaga da Silva
44. Luiz Arnaldo Fernandes Mota Lima
45. Marcos Cunha Dos Santos
46. Maria Gabriela Chagas De Freitas
47. Mayara Ferreira Simões
48. Moises Santiago Soares
49. Paula Izabel Ribeiro Andrade
50. Phillip Kelvin Lobo Bueno de Castro
51. Priscilla Schnorr
52. Rafaela Costa Silva
53. Renan Coutinho Nascimento
54. Samira da Silva Abitbol Nogueira
55. Talita Cristina de Souza Sanguino
56. Tatiana Aigba
57. Thalia Santos Machado
58. Valdirley Quadro Pereira
59. Vanessa Candida de Aguiar dos Santos
60. Wallerie Alves Lima

Centro de Artes da Ufam lança site próprio

O Centro de Artes da Ufam (Caua) lança seu site próprio, com o objetivo de divulgar as suas atividades. O sítio proporciona maior funcionalidade e objetividade a quem busca informações, conteúdos mais completos sobre nossos eventos culturais, cursos, oficinas e informes direcionados aos alunos e à comunidade em geral.

Confira aqui: https://centrodeartesdaufam.wixsite.com/caua

No endereço, é possível acessar a galeria virtual do Centro de Artes, com fotos de seus eventos, a agenda do espaço, informações detalhadas sobre as aulas e ainda entrar no portal ecampus.

Além do site, as atividades do Caua podem ser acompanhadas nas redes sociais, nos seguintes endereços:

Facebook: Caua.ufam - www.facebook.com/caua.ufam

Instagram: Caua.ufam - https://www.instagram.com/caua.ufam

 

Artista visual recém-egresso da Ufam conquista prêmio na área de Conhecimento Indígena

 
Por Ismael dos Santos
Equipe Ascom

O artista visual e também egresso do curso de Licenciatura em Artes Visuais, da Faculdade de Artes da Ufam (Faartes), Paulo César Marques Holanda, conquistou no mês de janeiro o prêmio para Pesquisa na Área do Conhecimento Indígena, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas (SEC-AM).

Paulo Holanda foi premiado na categoria Cerâmica, com o projeto de pesquisa “Cerâmica Karajá: Memória e resistência através da cultura material”. Os Karajás são povos indígenas que vivem nas margens do Rio Araguaia, região Central do Brasil. Os critérios utilizados para premiar o trabalho foram Mérito da Proposta, Metodologia da Pesquisa, Qualificação Profissional e Fonte de Pesquisa Bibliográfica.

O interesse do artista pela cultura material dos povos indígenas começou na graduação. A formação acadêmica na Ufam foi fundamental para que seu projeto fosse bem avaliado pela SEC. “Foram osBoneca Ritxoko feita de cerâmica pelos KarajásBoneca Ritxoko feita de cerâmica pelos Karajás anos que mais aprendi, desenvolvi e aprofundei conhecimento sobre a cultura dos povos originários da Amazônia”, disse Paulo.

Durante a graduação, foi bolsista do Grupo PET – Conexões Indígenas, tutelado pela professora Artemis Soares, onde atuava em conjunto com o ensino, pesquisa e extensão. Paulo também foi bolsista de iniciação científica com o projeto “Pesquisa Bibliográfica sobre a cerâmica Baniwa”, sob a orientação da professora Deise Lucy Montardo Oliveira. Seu trabalho final de conclusão de curso foi a “Cerâmica Baniwa: A educação patrimonial como instrumento de preservação da cultura material”, orientado pela professora Orlane Pereira Freires, da Faartes.

Atualmente Paulo Holanda é finalista da especialização em Desenvolvimento, Etnicidade e Políticas Públicas na Amazônia, pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), e mestrando do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, da Universidade do Estado do Amazonas (PPGICH/UEA).

Programa Idiomas sem Fronteiras abre inscrições para cursos presenciais de inglês em 2018

Por Marion Litaiff 
Equipe Ascom

O Núcleo de Línguas da Ufam (Nucli) está com inscrições abertas para os cursos presenciais de Inglês até o dia 01 de fevereiroPoderão se inscrever no processo seletivo alunos de graduação e pós-graduação stricto sensu, com matrículas ativas, e técnicos e docentes ativos.

Os candidatos precisam estar inscritos no curso My English Online, desde que suas inscrições tenham sido validadas com até 48 horas de antecedência à inscrição junto ao NucLi-IsF, ou ter realizado o teste TOEFL ITP por meio do Programa IsF-Inglês. O nivelamento dos candidatos para o curso presencial do programa será realizado conforme a pontuação atingida pelo nível indicado no curso MEO ou no teste TOEFL ITP.

 

As inscrições são gratuitas e devem ser efetuadas exclusivamente no link: http://isfaluno.mec.gov.br  até às 12h do dia 01/02 (sexta-feira), horário oficial de Brasília.

 

Calendário Da Oferta 01/2018

Inscrições: Até dia 01 de fevereiro

Resultado: 06 de fevereiro

Remanejamento: 17 de novembro a 04 de dezembro

Início das aulas: 19 de fevereiro (aulas de segunda e quarta-feira) e 20 de fevereiro (aulas de terça e quinta-feira).

 

Outras informações podem ser obtidas através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  ou pelos telefones 3305-1181, ramal 2124, ou 99152-6984.

Acesse o edital 

Cinco cursos das Ciências Agrárias formam seus bacharéis pela Ufam

“A empregabilidade dos profissionais da área não é afetada em momentos de instabilidade, porque o setor é essencial na economia brasileira”, afirma a professora Maria Teresa Lopes.

 

Os 44 formandos jogaram seus capelos ao fim da cerimônia, rito que encerra a jornada na graduaçãoOs 44 formandos jogaram seus capelos ao fim da cerimônia, rito que encerra a jornada na graduaçãoPor Cristiane Souza
Equipe Ascom

Na noite de quarta-feira, 24 de janeiro, a Universidade Federal do Amazonas concedeu o grau de bacharéis a 44 formandos dos cursos de Agronomia, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Pesca, Engenharia Florestal e Zootecnia. O reitor em exercício, professor Jacob Cohen, presidiu a cerimônia de outorga.

Ao conduzir a formatura da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), o reitor em exercício frisou que a Unidade Acadêmica se destaca pela formação empreendedora. “É provável que os egressos tenham o próprio negócio. Tanto a excelente estrutura física da FCA quanto o alto nível de capacitação dos docentes são fatores conduzem ao perfil empreendedor”, observou o professor Cohen. “Mais do que manipular os recursos, é fundamental saber introduzir tecnologias. Vocês lidam com os recursos mais valiosos do futuro, alimento e água”, disse ele.

Diretora em exercício da Faculdade, a professora Maria Teresa Gomes Lopes completou essa linha de pensamento. Segundo afirmou, a formação dos profissionais de Ciências Agrárias da Ufam é diferenciada pela vivência e proximidade que eles têm das questões ambientais. “Nossos egressos são capacitados para atuar em qualquer parte do Brasil, mas eles levam o diferencial de uma consciência ambiental mais apurada”, comparou a docente.

Sobre a expectativas de empregabilidade para os egressos, a diretora em exercício foi enfática: “O agronegócio é o carro-chefe da economia nacional. Não há dúvidas de que, mesmo num momento difícil para outros setores, esta é uma área de oportunidades”, disse ela, ao informar que a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro deve ser alavancada pelo Agronegócio em 2018.

A mesa de honra teve ainda a presença dos paraninfos de cada curso: professor Ernesto Oliveira Serra Pinto (Agronomia); professor Carlos Victor Lamarão Pereira (Engenharia de Alimentos); professora Marle Angélica Villacorta Corrêa (Engenharia de Pesca); professor Francisco Tarcísio Moraes Mady (Engenharia Florestal); e professora Luciana de Souza Aguiar (Zootecnia).

Votos de sucessoEgressos comemoram o momento de receber o sonhado diplomaEgressos comemoram o momento de receber o sonhado diploma

Ao paraninfo orador, professor Francisco Tarcísio Moraes, coube passar uma mensagem para as turmas, ensinando os agora profissionais a seguir o aprendizado contínuo e a valorizar o tempo em seu aspecto qualitativo, do grego ‘kayrós’. “Dias atrás a Ufam completou 109 anos, e nós temos orgulho de ser parte desta história. O tempo nos fará sentir saudades das práticas de campo, dos professores e das amizades, mas o resultado de todas as experiências nos ensina. “A professora Sandra Noda, homenageada in memoriam, dizia que ‘devemos aproveitar a universalidade da Universidade’. Lembremo-nos disso”, registrou o docente.

Já como bacharel em Agronomia, Celso Scheres Filho fez o discurso para as cinco turmas. “Tantas coisas passamos durante a graduação que elas dariam um filme. Quando calouros, éramos ingênuos a ponto de pensar que o vestibular teria sido o ponto mais difícil ultrapassado. Aprendemos, nesses anos intensos, que o mais difícil é sair. Na faculdade não desenvolvemos apenas o intelecto, mas o caráter, e ele se molda pela convivência com tantas pessoas diferentes, entre colegas e professores”, discursou o egresso, emocionando a todos.

Formandos

Agronomia

1. Celso Scherer Filho
2. Francisco das Chagas Vmartins
3. Gustavo Brazao Buzaglo
4. Kiviane Castro Ribeiro
5. Maisa Silva dos Santos
6. Milena Dantas Ribeiro
7. Regiane Maria Chagas da Silva
8. Rodrigo Martins Gomes
9. José Evandro Seixas de Brito
10. Cleobulo Oliveira de Souza
11. Victória Maria Lima de Farias Xabregas

 

Engenharia de Alimentos

1. Beatriz Rafaela Varjão do Nascimento  
2. Cristyana Pontes Sena
3. Iza Moraes de Moura
4. Mayara Canavarro de Sousa
5. Romuald Euloge Yomkil Seho
6. Samara Claudia Picanco Batista
7. Sarah Caroline Ferreira das Chagas Costa

 

Engenharia de Pesca

1. Chiara Lubich Cardoso Furtado
2. Eletuza Uchoa Farias
3. Gisellen Mc Comb Lima
4. Hiago Santana Lima
5. Luana Simas Montenegro
6. Missilene Dos Santos Ferreira
7. Octavio Ferreira de Matos
8. Yasmin Lima De Vasconcelos
9. Lilian Melo de Almeida

 

Engenharia Florestal

1. Bruno Moura De Lima
2. Danielle Nogueira Lopes
3. Guilherme Silva Modolo
4. Israel Silva Júnior
5. Keslley Kyhanne Soares Gonçalves
6. Luiz De Moura Neto
7. Marcos Breno Lopes Marques
8. Mauricio Sá da Silva
9. Michelli Monteiro De Holanda
10. Newton Coelho Monteiro
11. Rayssa Gomes Vasconcelos
12. Samanta Lacerda Simoes
13. Tiago da Silva Oliveira
14. Paloma Jéssica Pereira Dias

 

Zootecnia

1. Jadson Fabian Lacerda Martins
2. Tayanne da Silva Lopes
3. Mariana Marinho de Medeiros

 

 

FCF divulga resultado final da seleção de Monitoria

A Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) divulga o resultado final da Seleção de Monitoria para o período 2018/1. Confira, em anexo, as listas do resultado. Mais informações podem ser obtidas com a Secretaria da Coordenação Acadêmica da FCF. O contato da Coordenação é o 3305 1181/ Ramal 2007.

Empresa do CDTech desenvolve cosmético inovador com matéria-prima amazônica

Incubadora está localizada no Setor Sul do CampusIncubadora está localizada no Setor Sul do Campus
Por Sandra Siqueira
Equipe Ascom

Empresa incubada no Centro de Desenvolvimento Empresarial e Tecnológico (CDTech/UFAM) acaba de produzir o primeiro hidratante e protetor labial utilizando unicamente matéria-prima vegetal da Amazônia. O Lip Balm está em fase final de testes e promete ser a resposta para consumidores que procuram os chamados cosméticos verdes.

Procurando atender a demanda por cosméticos que não utilizem insumos de origem animal e ainda apresentar ao mercado um produto completamente amazônico, os pesquisadores da Eora Fitocométicos dedicaram-se a desenvolver produtos cujos componentes naturais da região fossem sua base funcional, não somente fonte de sabores e aromas, como praticado atualmente. “O Lip Balm tem formulação inédita, e não consiste da simples incorporação de insumos vegetais em bases prontas produzidas com manteiga de cacau, karité, cupuaçu ou cera de abelha, por exemplo, como a maioria dos produtos similares no mercado”, informa a Professora Fernanda Guilhon, uma das idealizadoras.Da esquerda para direita: Lívia Fernandes, Sunmily Oliveira, Salomão, professora Fernanda Guilhon e Clarissa CirinoDa esquerda para direita: Lívia Fernandes, Sunmily Oliveira, Salomão, professora Fernanda Guilhon e Clarissa Cirino

“Nosso produto não utiliza qualquer ingrediente de origem animal, oferecendo ao consumidor alternativa multifuncional, hidratante e fotoprotetor, livre de substâncias sintéticas, mais seguro para os usuários e para o meio ambiente e em consonância com a demanda do mercado por cosméticos inovadores e verdes”, esclarece.

De acordo com os pesquisadores, o Lip Balm é multifuncional e unissex, direcionado a todos os interessados em utilizar um cosmético que ofereça saúde e beleza aos lábios, simultaneamente. O produto pode ser usado no dia-a-dia, como um auxiliar na prevenção de descamação e ressecamento dos lábios, além de proporcionar fotoproteção aos usuários. “O produto tem fácil aceitação no mercado, pois a comunidade em geral está cada vez mais interessada em bem-estar, saúde e beleza, com o mínimo de produtos. Somado a isso, o mercado de cosméticos é um dos que pouco sofrem os efeitos de recessões econômicas, sendo esses produtos considerados artigos de primeira necessidade”, diz a professora.

Apresentado como projeto de iniciação científica pela estudante de graduação em Farmácia, Lívia da Rocha Fernandes, o Lip Balm recebeu o prêmio de melhor PIBIC da área de Saúde na XXVI edição do CONIC (2016/2017).

Sobre a Eora

Desde 2011, os pesquisadores idealizadores Fernanda Guilhon Simplicio, Salomão Rocha Martim e Leidyana Moraes da Costa já desenvolviam projetos de inovação tecnológica de cosméticos. No entanto, somente em 2016, após dois dos seus projetos serem selecionados entre os 40 vencedores do Programa Sinapse da Inovação Operação Amazonas (Edital n. 008/2015 – FAPEAM), que a empresa foi efetivamente constituída e recebeu o apoio integral do CDTech para iniciar suas atividades.

A Eora é uma empresa de pesquisa e desenvolvimento, dedicada à criação cosméticos inovadores, agregando valor ao potencial biotecnológico da Floresta.

O projeto do hidrante e protetor labial teve ainda a colaboração da discente de graduação em Farmácia, Lívia da Rocha Fernandes, e da farmacêutica Clarissa Pereira Cirino, como consultora técnica do projeto.

MEC informa que Bolsa Permanência será paga até o início da próxima semana

O Departamento de Assistência Estudantil (Daest) informa que o pagamento dos benefícios do Programa Bolsa Permanência (PBP) será efetuado, segundo o Ministério da Educação (MEC), até a próxima semana.

O MEC alega que realizou a homologação e a autorização de pagamentos em tempo hábil. Contudo, uma mudança de resolução de pagamento do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), junto ao Banco do Brasil, ocasionou atraso de pagamento aos beneficiários do PBP.

Na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), 915 estudantes (a maioria indígenas e alguns casos específicos do curso de Medicina) estão homologados no sistema, tendo direito ao recebimento da bolsa. O Daest realiza, mensalmente, a homologação das bolsas no Sistema de Bolsa Permanência (SISBP), enviando, pelo próprio sistema, ao MEC, que providencia o pagamento.

O Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Estudantis e Comunitários (Fonaprace) e a Ufam estão acompanhando essa situação junto ao MEC, solicitando, cotidianamente, um posicionamento sobre o pagamento dos bolsistas, tendo em vista que a situação atinge todas as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

Mais informações, se houver, serão divulgadas grupos de whatsapp, no site institucional e nas redes sociais.

 

Atenciosamente,

Departamento de Assistência Estudantil (Daest).

Candidatos do SiSU 2018 ao curso de Engenharia de Software - Campus Manaus devem se inscrever em Sistemas de Informação

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) informa que o curso de Sistemas de Informação ofertado no Campus Manaus está em processo de mudança de nome. A partir de 2018, devido à atualização da matriz curricular, o curso passou a se chamar Engenharia de Software.

A alteração já está prevista no Termo de Adesão (p. 29) da Universidade à edição 2018 do Sistema de Seleção Unificada (SiSU).

No entanto, como a mudança ainda não consta na lista de opções, o candidato interessado em cursar Engenharia de Software no Campus Manaus deverá optar pelo curso Sistemas de Informação ao se inscrever no SiSU 2018.

Divulgada lista de inscrições homologadas para Monitoria em Matemática

O Departamento de Matemática, por meio da Comissão responsável, publica a homologação das inscrições dos candidatos à monitoria. Confira a lista em anexo. A prova será realizada na tarde desta terça-feira, 23 de janeiro, das 14h às 16h, na sala 106/107 do ICE.

 

 

Professor Emmanoel Vilaça Costa tem trabalho publicado no periódico científico Phytochemistry

Em novembro de 2017, o trabalho também recebeu o prêmio de melhor pôster durante a VI Conferência Brasileira em Produtos Naturais e XXXII RESEM realizada em Vitória-ES

Professor Emmanoel Vilaça Costa é docente do Departamento de Química da Ufam e tem  experiência na área de Química Orgânica com ênfase em Química de Produtos Naturais e Ressonância Magnética NuclearProfessor Emmanoel Vilaça Costa é docente do Departamento de Química da Ufam e tem experiência na área de Química Orgânica com ênfase em Química de Produtos Naturais e Ressonância Magnética Nuclear
 
Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

O docente do Departamento de Química da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Professor Dr. Emmanoel Vilaça Costa, acaba de ter o artigo “Lactonas sesquiterpênicas do tipo guaianolídeo e alcaloides aporfínicos das cascas do caule de Guatteria friesiana” - em inglês, “Guaianolide sesquiterpene lactones and aporphine alkaloids from the stem bark of Guatteria friesiana - publicado na Phytochemistry, prestigiada revistacientífica dedicada a estudos de química de plantas, bioquímica, biologia molecular e genética e estrutura de bioatividades de fitoquímicos.

O trabalho já havia recebido, em novembro de 2017, o prêmio de melhor pôster durante a VI Conferência Brasileira em Produtos Naturais e XXXII RESEM (6th Brazilian Conference on Natural Products and XXXII RESEM). A pesquisa do professor Emmanoel Costa envolve a busca de substâncias ativas nas cascas de Guatteria friesiana, arvoreta popularmente conhecida como envira,encontrada exclusivamente na Região Amazônica, particularmente no Amazonas, conforme explica o pesquisador. “AGuatteria friesiana é uma arvoreta variando de 3 a 10 m de altura popularmente conhecida como envira, encontrada particularmente no Amazonas. É bastante comum a utilização das cascas da árvore, que são fortes, na confecção de barbantes e cordas. A Guatteria friesiana pertence à Annonaceae que é uma família botânica conhecida mundialmente devido aos seus frutos comestíveis tais como, graviola (Annona muricata L.), ata, pinha ou fruto do conde (Annona esquamosa L.) e biribá (Annona mucosa Jacq). As investigações químico-biológicas anteriores com a Guatteria friesiana revelaram propriedades antimicrobianas e citotóxicas contra linhagens de células tumorais humanas e as novas investigações das cascas da G. friesiana levaram à obtenção de três novos sesquiterpenos do tipo guaianolídeo, quatro novos alcaloides aporfinicos, juntamente com duas substâncias conhecidas”, explicou o professor.

 Combate ao diabetes

Ele também informou que as novas estruturas químicas foram determinadas por meio de espectroscopia de ressonância magnética nuclear e espectrometria de massas. “Este é o primeiro relato de guaianolídeos na família Annonaceae, conhecida como a família da graviola. Todos os compostos isolados foram submetidos a ensaio de atividade antiglicação visando a descoberta de potenciais substâncias para o combate a diabetes. Entre os compostos isolados, o alcaloide guatterfriesidina mostrou uma potente atividade antiglicação inibindo a formação de produtos finais de glicação avançada, pela prevenção da oxidação e inibição da formação de radicais livres”.

Trabalho de equipe

Além do coordenador do projeto, o trabalho teve como colaboradores os seguintes pesquisadores:

Liviane do Nascimento Soares: Aluna do Programa de Pós-Graduação em Química/UFAM.

Maria Lúcia Belém Pinheiro: Departamento de Química/UFAM.

Beatriz Helena Lameiro de Noronha Sales Maia: Departamento de Química/UFPR.

Francisco de Assis Marques: Departamento de Química/UFPR.

Em novembro de 2017, o professor recebeu o prêmio de melhor pôster durante a VI Conferência Brasileira em Produtos Naturais e XXXII RESEM (6th Brazilian Conference on Natural Products and XXXII RESEM)Em novembro de 2017, o professor recebeu o prêmio de melhor pôster durante a VI Conferência Brasileira em Produtos Naturais e XXXII RESEM (6th Brazilian Conference on Natural Products and XXXII RESEM)Andersson Barison: Departamento de Química/UFPR.

Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida: Núcleo de Estudos e Pesquisas de Plantas MedicinaisUNIVASF.

Iran da Luz Sousa: Instituto de Química/UNICAMP.

Gabriel Heerdt: Instituto de Química/UNICAMP.

Renan de Souza Galaverna: Instituto de Química/UNICAMP.

Nelson Henrique Morgon: Instituto de Química/UNICAMP.

Leonard Domingo Rosales Acho: Faculdade de Farmácia/UFAM.

Emerson Silva Lima: Faculdade de Farmácia/UFAM.

Felipe Moura Araújo da Silva: Central Analítica/Centro de Apoio Multidisciplinar /UFAM.

Héctor Henrique Ferreira Koolen: Grupo de Pesquisa em Metaboloma e Espectrometria de Massas/UEA.

Apoio Financeiro: CNPq, CAPES, FINEP, UFAM e FAPEAM.

 

Referência

O docente informa a referência para quem quiser consultar o trabalho publicado na Phytochemistry: COSTA, E. V.; SOARES, L. N.; PINHEIRO, M. L. B.MAIA, B.H.L.N.S.MARQUES, F.A.BARISON, A.ALMEIDA, J. R. G. S.; SOUSA, I. L.; GALAVERNA, R. S.; HEERDT, G.; MORGON, N. H.; ACHO, L. D. R.; LIMA, E. S.; SILVA, F. M. A.KOOLEN, H. H. F.Guaianolide sesquiterpene lactones and aporphine alkaloids from the stem bark of Guatteria friesiana. PHYTOCHEMISTRY, v. 145, p. 18-25, 2018.