Amazonas recebe audiência pública sobre Base Nacional Comum Curricular

Reitores da UEA  e da UFAM junto ao representante do MECReitores da UEA e da UFAM junto ao representante do MECA primeira das cinco audiências públicas realizadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) reuniu, no auditório da Reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), representantes do setor de todas as esferas administrativas locais e do País. O objetivo foi arregimentar gestores e representatividades sociais para construir de forma consensual, um documento normativo que reflita necessidades, interesses, diversidade e pluralidade do panorama educacional brasileiro. 
 
Pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), esteve o reitor, professor Sylvio Puga, o reitor da UEA, professor Cleinado Almeida Costa, o reitor do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Antonio Venâncio Castelo Branco, a secretária municipal de Educação de Manaus, Kátia Helena Serafina Cruz Schweickardt, além do secretário estadual de Educação, Arone Bentes, o novo secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB-MEC), Rossieli Soares da Silva e o presidente do CNE, Eduardo Deschamps. 
 
Construída a muitas mãos e a partir da diversidade dos agentes envolvidos, a Base Nacional Comum Curricular busca definir os conhecimentos e habilidades essenciais que todo estudante brasileiro deve aprender. O documento vai nortear a elaboração dos currículos das escolas públicas e privadas de educação infantil e fundamental de todo o País. A discussão ocorre desde 2015 em articulação com estados, Distrito Federal e municípios. O documento preliminar foi entregue pelo MEC ao CNE, que está em fase de apreciação do texto.Participação popular na audiência da BNCCParticipação popular na audiência da BNCC
 
Todas as audiências serão abertas ao público. Participam órgãos, entidades e especialistas ligados à educação, além de convidados do CNE. Aqueles que desejarem comparecer aos eventos devem se inscrever em página eletrônica específica, criada pelo CNE para dar orientações de acordo com o calendário de cada região. Para o encontro de Manaus, as inscrições já estão encerradas.
 
Agenda nacional
 
Para o dia 28 de julho, está agendada a audiência pública da região Nordeste, mais precisamente no Recife. Em agosto, haverá audiências dia 11, na região Sul (Florianópolis), e dia 25, na região Sudeste (São Paulo). No dia 11 de setembro ocorrerá a última audiência, no Centro-Oeste (Brasília).