II SELIT promove integração entre as Literaturas

Com o objetivo de integrar os cursos de Letras, Língua e Literatura da Universidade, o Departamento de Língua e Literatura Portuguesa (DLLP) promove o II Seminário de Literatura (SELIT), que reúne, até a próxima quarta-feira (3) professores e alunos para refletir sobre a literatura nas diversas línguas estudadas pelos cursos. No primeiro dia do evento, foram realizadas palestras sobre a literatura universal, hispânica, brasileira, norte-americana e portuguesa.  

Compuseram a mesa de abertura do evento, os professores Esteban Reyes Celedón e Raynice Pereira da Silva e as coordenadoras do II SELIT, professora Maria Sebastiana de Morais Guedes e a discente, Catarina Lemes Pereira.

Para a coordenadora do II Seminário de Literatura, professora Maria Sebastiana de Morais Guedes, a relevância do evento está na possibilidade de enriquecimento que ele proporciona a todos os participantes. “A principal importância do II SELIT é permitir a integração entre todas as literaturas dos cursos da UFAM. No momento em que todos, docentes e discentes, se reúnem para discutir temas da literatura de cada país ocorre uma reunião enriquecedora para todos. O Seminário proporciona ainda que mostremos o trabalho que estamos desenvolvendo, uma vez que o evento é aberto ao público”, destacou.

Também responsável pelo II SELIT, a estudante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Literaturas de Língua Portuguesa (GEPELIP), Catarina Lemes, diz que durante um mês os integrantes do grupo planejaram e preparam o II Seminário de Literatura. “Promover um evento como este é um estímulo muito grande para os estudantes da graduação. Deu muito trabalho, mas resultou em um crescimento enorme para nós, porque nós queremos trabalhar com e pela Universidade”, afirmou a acadêmica.

Iniciando a programação do evento, ocorreu na tarde desta segunda-feira (1º) a mesa-redonda que abordou a literatura universal, cujas palestrantes foram as professoras Alessandra Corrêa, a qual discorreu sobre “As mulheres em Crônica de Músicos y Diablos”, seguida por Linda Midori, que expôs a temática “O mangá encontra o clássico: genji monogatari Revisitado”, e Rita Barbosa de Oliveira, cuja apresentação tratou da “Configuração poética do navegador em Ode Marítima”, romance de Álvaro de Campos, um dos heterônimos de Fernando Pessoa.  

Concomitantemente às palestras, foi realizada a oficina “As cores da nossa aldeia: panorama histórico literário dos países africanos de língua oficial portuguesa”, ministrada pela professora Renata Rolon. E nos três dias do Seminário ocorre o “Minicurso de Audiovisuais” com o professor Luiz Carlos Martins, a partir das 17 horas.

Seguindo a programação, houve a segunda mesa-redonda do dia, sobre a literatura hispânica, cujos assuntos expostos foram “A idade de ouro ressurgida em Dulcineia”, o qual foi apresentado pela discente Karina Morales, “Lecturas dramáticas no ensino de espanhol”, proferido pelo professor Esteban Reyes Celedón e “A obra poética de Claudio Rodrigues Fer: Unha Temporada no Paraíso”, ministrado pelo professor Saturnino Valladares.

A programação do II SELIT continua com a conferência “Contracultura: uma introdução à contracultura nos Estados Unidos e Brasil: cinema, teatro e literatura”, que será realizada pelo professor Lajosy Silva; e com a terceira mesa-redonda, cujos palestrantes considerarão o tema “Diálogos de literatura brasileira e portuguesa”.

Amanhã, a agenda do II SELIT prossegue com a realização de mesas-redondas sobre as “Expressões do Realismo e do Fantástico nas obras de Maupassant e Benjamin Sanches”, “As literaturas de Portugal, Brasil e África” e “Preliminares de literatura africana”, além das oficinas e minicursos.

Encerrando o Seminário, haverá uma vasta programação artística, segundo revelou a estudante Catarina Lemes. “No terceiro dia, nós vamos ter apresentações culturais no Hall do ICHL. Teremos exposição de fotografias, artes plásticas, dança e música”, declarou.