Propesp divulga edital de Iniciação Científica 2018-2019

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Amazonas (Propesp/Ufam) divulga o edital de seleção para os Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e de Apoio à Iniciação Científica (PAIC), referentes ao período 2018–2019.

As inscrições podem ser realizadas de 22 de fevereiro a 3 de abril, por meio do Portal Lira, conforme recomendações constantes na página da Propesp (WWW.propesp.ufam.edu.br). O processo de inscrição deve conter o projeto em formato word de acordo com o formulário disponível em anexo, a indicação se o aluno será voluntário ou concorrente à bolsa (bolsista) e o link do Currículo Lattes atualizado do orientador.

Para participar, os acadêmicos devem atender requisitos como: estar regularmente matriculado em curso de graduação da Ufam ou em outra Instituição de Ensino Superior (IES) em Manaus; estar cadastrado no Portal Lira da Ufam (módulo aluno), na Plataforma Lattes do CNPq e no SIGFapeam (PAIC); fazer parte de grupo de pesquisa da Ufam cadastrado no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq e ser indicado por pesquisador da Ufam, apto a participar como orientador no programa.

Informações completas podem ser acessadas no edital em anexo.

O que é Iniciação Científica?

Trata-se de uma modalidade de pesquisa acadêmica desenvolvida por estudantes de graduação em todas as áreas do conhecimento. É o primeiro passo na carreira do cientista, no qual o estudante-pesquisador exerce a pesquisa acadêmica sob a orientação de um professor-pesquisador.

Mais informações:

Propesp: (92) 3305-1181 (ramal 2014)

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

Em São Gabriel, reitor outorga grau de formandos em Licenciatura Indígena em Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável

 
Carla Santos
Equipe Ascom Ufam
 

Solenidade de colação de grau conferiu a licenciatura a 29 formandosSolenidade de colação de grau conferiu a licenciatura a 29 formandos

Formar professores-pesquisadores indígenas no âmbito da enunciação de políticas públicas educacionais e processos pedagógicos próprios: uma missão a qual a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) exerce, no município de maior número de indígenas do País, São Gabriel da Cachoeira, distante a 853 km em linha reta da capital, Manaus. Em uma solenidade que valorizou a cultura nativa, o reitor da Instituição, professor Sylvio Mario Puga Ferreira, presidiu a cerimônia de outorga de grau a 29 formandos da segunda turma de Licenciatura Indígena em Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável (Yegatu), intitulada Pisasuwa Kuasa.
 
Iniciado no ano 2009, a Licenciatura é organizada a partir da territorialidade linguística (Baniwa,  Yegatu e Tukano), sendo ofertada em seis polos, cuja metodologia se norteia pela legislação nacional e internacional da educação indígena. O curso tem duração de quatro anos e é promovido em oito etapas intensivas e sete intermediárias. 

São Gabriel da Cachoeira integra um dos seis polos do curso de graduaçãoSão Gabriel da Cachoeira integra um dos seis polos do curso de graduação

Na solenidade de outorga de grau, foram convidadas a compor a mesa, além do reitor da Ufam, as seguintes autoridades: a idealizadora do curso de graduação e paraninfa da turma, professora do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, professora Ivani Ferreira de Faria, o pró-reitor de Extensão, professor José Ricardo Bessa Freire e a diretora do IFCHS, professora Simone Baçal. O diretor-presidente da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn), Marivelton Barroso e o professor homenageado, Rinaldo Sena Fernandes, além do coordenador da Licenciatura, professor Frantomé Bezerra Pacheco, as lideranças indígenas Baré e Werekena, Bras França e Juarez Cândido, respectivamente e o diretor da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, professor Jamal Chaar também compunham a mesa da solenidade. A cerimônia foi realizada no auditório 'Wayuri', do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), cujo diretor, professor Elias Brasilino, foi representado pelo professor Manoel de Jesus Souza, também à mesa do evento.

Fundadora do curso e paraninfa da turma 'Pisasuwa Kuasa', professora Ivani Ferreira, faz pronunciamentoFundadora do curso e paraninfa da turma 'Pisasuwa Kuasa', professora Ivani Ferreira, faz pronunciamento

Após a entrada dos formandos, a aluna Maria Lindalva Fointes Olímpio, da etnia Baniwa, procedeu ao juramento em português e em Yegatu. Da mesma forma, o orador, Paulo Cézar Gaspar Gonçalves, proferiu seu discurso nos dois idiomas, emocionando os familiares e professores do curso. A tônica dos pronunciamentos foi a valorização das tradições nativas e a necessidade de garantir o direito ao conhecimento para salvaguardar a cultura dos povos indígenas. 
 
O reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, falou da importância da Licenciatura e a obstinação da idealizadora do curso, professora Ivani Ferreira de Faria, em fortalecer a relação da Universidade com os povos indígenas. "A Licenciatura é uma prática desenvolvida que converge no exercício das habilidades dos, agora, licenciados, que é uma proposta do curso. Qualificando-se, os novos profissionais estarão aptos a pensar e criar instrumentos pedagógicos próprios à prática docente para o bem viver em suas comunidades", disse o reitor. 'Aqui, reconhecimos e ratificamos o compromisso da professora Ivani Ferreira de Faria de décadas para com as políticas educacionais voltadas aos povos indígenas", ressaltou o reitor. 

Reitor exalta importância do curso de graduação em Políticas Educacionais e Desenvolvimento SustentávelReitor exalta importância do curso de graduação em Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável

A paraninfa da turma, professora Ivani Ferreira, em seu discurso, chamou ao exercício de cidadania participativa indígena e a construção da autonomia educacional dos licenciados. "Nosso ideal é difundir o controle sobre a agenda educacional indígena, com o objetivo de romper com o que se impõe a esses povos no que tange à educação e a Licenciatura Indígena em Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável (Yegatu) vem para preencher essa lacuna", salientou. 
 
Aprendizado   
 
Primeiro a receber o diploma de licenciado, o graduado Adailton Pompilho Baltazar falou da felicidade de cumprir uma jornada importante em sua vida pedagógico. "Não foi fácil chegar até aqui porque fazemos muitas renúncias para poder estar em sala de aula. Deixar nossa comunidade e vir para a cidade, estudar, requer muita força de vontade e apoio da família", contou. 
 
O graduado da turma com mais idade, Eliúde Américo Rodrigues Carneiro, já possuía graduação na área de Educação por outra instituição, mas disse que, até cursar a Licenciatura, ainda não se sentia suficientemente preparado para lecionar. "Vou voltar a minha comunidade mais qualificado para ministrar minhas aulas. Agora me sinto mais seguro para atuar como professor, o que aprendi aqui me abriu as portas para um universo que até então eu não acreditava que pudesse ser capaz de administrar e empregar no meu dia a dia", considerou.

Aluno mais velho disse que retornará a sua comunidade mais preparado para ministrar aulasAluno mais velho disse que retornará a sua comunidade mais preparado para ministrar aulas

Abaixo, a listagem com os nomes dos novos licenciados em Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável (Yegatu):
 
- Alberta Gomes André | - Alcimar Videira Bruno
- Anísio Gomes Camico |- Carlos de Jesus da Silva Ricardo
- Deusimar Morais Cordeiro | - Dionísio Henrique Alemão
- Eliúde Américo Rodrigues Cordeiro | - Elizabeth Melgueiro da Silva
- Elson Kene Angelino Cordeiro | - Elziane Gomes Cordeiro
- Erivelto Alberto Bernardo | - Eunice Gomes Cordeiro
- Francisco Cirineu Martins Melgueiro | - Genilson Camico Garcia
- Genivaldo Antônio Ribeiro | - Gerson Américo Rodrigues Cordeiro
- Irene Kalistrato de Andrade |- Jonato Gregório Alemão
- Josimar Silvano Cândido | - Junia Peinado Garrido
- Launirklison Baltazar Antônio | - Maria Lindalva Fontes Olímpio
- Maristela Silvano da Silva | - Marlene Evangelista
- Miguel Alemão Miranda | - Niede Alemo Pereira
- Paulo César Gonçalves Gaspar | - Sério Farias Gaspar
 
 
 
 
 
 

Professor da Ufam defende tese na Unicamp sobre movimentos sociais amazônicos

 

Professor Lucas MilhomensProfessor Lucas Milhomens

O professor e pesquisador do curso de Comunicação Social – Jornalismo da Universidade Federal do Amazonas em Parintins, Lucas Milhomens, defende, no próximo dia 23 de fevereiro, sexta-feira, na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), pesquisa de doutorado que aponta a importância dos movimentos sociais amazônicos na luta contra grandes projetos governamentais e seus impactos socioambientais.

A pesquisa intitulada 'Movimentos Sociais e Redes de Mobilização na Amazônia: o caso da Hidrelétrica de Belo Monte' analisa os fatores históricos e socioculturais que viabilizaram o surgimento de uma série de grupos e movimentos sociais organizados que atuam na região e em especial em cidades como Altamira (PA), município permeado por uma sobreposição de conflitos sociais que datam desde o Governo Civil-Militar nos anos de 1960 do século passado, onde foram planejados grandes projetos de infraestrutura que geraram uma série Manifestação contra Belo Monte, no ParáManifestação contra Belo Monte, no Paráde impactos sociais, econômicos e ambientais, atingindo uma série de grupos, sobretudo  povos tradicionais e populações indígenas. Como foi o caso da construção da rodovia Transamazônica nos anos de 1970 e a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, inaugurada em 2016.

A pesquisa foi orientada pela professora da Unicamp, Dra. Maria da Glória Gohn, uma das maiores especialistas em movimentos sociais da América Latina, e contou com o apoio da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

 

Daest promove o I Encontro de Profissionais da Assistência Estudantil da Ufam

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas, por meio do Departamento de Assistência Estudantil (Daest) promoverá, nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro, o I Encontro de Profissionais da Assistência Estudantil da Ufam. Participarão do evento profissionais do departamento e das cinco Unidades fora da Sede da Universidade.

Na manhã do dia 21, o Centro de Tecnologia de Informação e Comunicação da Ufam (CTIC) discursará sobre a sistematização do processo de seleção dos auxílios acadêmicos e de moradia: providências atuais e futuras. À tarde, a Controladoria Geral da União (CGU) apresentará a palestra “Adequações das ações do Plano Nacional de Assistência Estudantil na UFAM”. Nos dias 22 e 23 será discutido o Edital 001/2018, que trata dos Auxílios Acadêmico e de Moradia para Capital e Unidades fora de sede.

 

 

 

HUGV/Ebserh convoca aprovados em concurso público de 2013

 

Juscelino Simões
Equipe Ascom Ufam
 
O superintendente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh/HUGV/Ufam) convocou por meio do Diário Oficial da União desta segunda-feira, 19, cinco candidatos do concurso realizado em 2013 para serem lotados no Hospital Universitário Getúlio Vagas.

Essa é a 28ª convocação de candidatos para lotação no HUGV, que conta atualmente com 374 servidores entre pessoal da área de saúde e administrativos. A convocação é para repor cinco vagas de servidores que pediram transferência (dois servidores), demissão (um foi aprovado em outro concurso e dois solicitaram desligamento).

Os convocados devem comparecer nesta sexta-feira, dia 23, no HUGV, localizado na Rua Tomas de Vila Nova (antiga Avenida Apurinã), nº 4, Praça 14 de Janeiro, 8º andar, das 8h às 12h e das 13h às 16h, para apresentação da habilitação específica dos requisitos dos cargos (original e cópia); entrega de currículo, dos documentos necessários para sua contratação (original e cópia) e do formulário de dados cadastrais.

Os convocados são Nivaldo Sales de Amorim (enfermeiro), Ana Rafaella Guimarães Neves (farmacêutica), Juliana Reis Frota (médica/anestesiologia), Ana Marcia Freitas Carlos (médica/clínica médica) e Letícia Guimarães Soares (nutricionista).

A lista da documentação e o cadastro estão disponíveis no site www.ebserh.gov.br .

Departamento de Apoio ao Ensino informa sobre Práticas de Campo

 

A Pró-reitoria de Ensino de Graduação, por meio do Departamento de Apoio ao Ensino (DAE), informa aos professores que desejem realizar Práticas de Campo no período letivo 2018/1 que o encaminhamento da atividade deve ser feito somente via ecampus (Portal do Professor) no período de 19 de março a 16 de abril de 2018

Para a realização da Prática de Campo, o professor deve elaborar um projeto semestral da atividade, que deverá ser aprovado semestralmente junto com o plano de ensino da disciplina em reunião de departamento e/ou coordenação do curso. O modelo deste projeto está disponível no ecampus e na página http://www.proeg.ufam.edu.br/pratica-de-campo.  O DAE orienta que se atentem às datas das práticas, pois os alunos deverão estar incluídos no Seguro de Vida, conforme calendário disponível aqui

Mais informações podem ser encontradas no Tutorial - Prática de Campo ou através do e-mail do DAE (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ).

Ufam sedia 13º Congresso Internacional Rede Unida

O maior evento de Educação e Saúde da América Latina acontece de 30 de maio a 02 de junho de 2018, no auditório Eulálio Chaves.

Agência Rede Unida de Comunicação,
por Márcia Grana (Ascom Ufam)

Com o tema “Faz escuro, mas cantamos: redes em re-existência nos encontros das águas”, a Associação Brasileira Rede Unida (Rede Unida) promove, do dia 30 de maio ao dia 02 de junho, seu 13º Congresso Internacional.

A abertura do evento será realizada no auditório Eulálio Chaves da Universidade Federal do Amazonas com as demais atividades distribuídas entre os  auditórios do Setor Sul do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho.  Entre os destaques da programação está o Encontro Nacional das parteiras tradicionais e a Conferência do Conselho Nacional de Saúde.

Inscrições abertas

O evento é voltado a reunir trabalhadores da saúde, usuários do SUS, pesquisadores, estudantes, professores, gestores e representantes de movimentos sociais, das áreas da educação e da saúde, para refletir e dialogar sobre os processos de saúde e vida. Para se inscrever no 13º Congresso Internacional Rede Unida, é necessário realizar um cadastro no site da Rede Unida e efetivar a inscrição. O valor das inscrições varia. Para a categoria Estudantes de graduação, estudantes de nível médio e representantes de movimentos sociais que se inscreverem até o dia 30 de março, o valor das inscrições é de 180 reais. Depois do dia 30 de março até a data do Congresso, o valor sobe para 200 reais. Para a categoria Profissionais, docentes e trabalhadores, o valor das inscrições é de 300 reais até o dia 30 de março. Confira, a seguir, os valores das inscrições para as demais categorias.

 

Sobre a Rede Unida

A Rede Unida reúne projetos, instituições e pessoas interessadas na mudança da formação dos profissionais de saúde e na consolidação de um sistema de saúde equitativo e eficaz com forte participação social. (Com informações da Rede Unida).

Matérias Relacionadas

Oficina do 13º Congresso Internacional da Rede Unida define programação

 

 

Fazenda Experimental disponibiliza animais para venda

 

A Fazenda Experimental da Ufam (Faexp) realiza vendas, às segundas-feiras e sextas-feiras, dias 19, 23 e 26 de fevereiro, dos seguintes animais (vivos):

Alevinos de matrinxã - R$ 300,00 (mil unidades);

Alevinos de tambaqui - R$ R$ 100,00 (mil unidades);

Todos com tamanhos entre um e três centímetros.

Pato 90 dias - R$ 30,00 (atacado);

                       R$ 45,00 (varejo);

Pato 50 dias - R$ 10,00 (atacado);

                       R$ 15,00 (varejo);

Pato 30 dias - R$ 5,00 (atacado);

                       R$ 10,00 (varejo);

Pata 90 dias - R$ 20,00 (atacado);

                       R$ 25,00 (varejo).

Ovos tipo "A" - R$ 10,00 cartela;

Ovos tipo "C" - R$ 8,00 cartela.

 

As vendas são presenciais na sede da fazenda, localizada no Km 38 da BR 174, Manaus-Boa Vista.

Informações: (92) 99510-5590

Ufam gradua 68 formandos de 07 cursos em Parintins

 
Por Marion Litaiff
Equipe Ascom 

 

Criado há 10 anos, no município de Parintins, o Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ/Ufam) concedeu grau, na noite da última quinta-feira, 15, a 68 alunos dos cursos Administração, Artes Visuais, Comunicação Social - Jornalismo, Educação Física, Pedagogia, Serviço Social e Zootecnia. A sessão solene foi presidida pelo reitor da Universidade, professor Sylvio Mário Puga, acompanhado do diretor do Instituto, professor José Luiz Pereira.

Também compuseram a mesa de honra da cerimônia a paraninfa e homenageada com o nome da turma do curso de Administração, professora Silvane Mascarenhas, a paraninfa e homenageada do curso de Artes Visuais, professora Cláudia Carnevskis, o paraninfo do curso de Comunicação Social - Jornalismo, professor Adelson da Costa, a paraninfa do curso de Educação Física, professora Raymara Fonseca, a paraninfa do curso de Pedagogia, professora Corina Fátima Costa, o paraninfo do curso de Zootecnia, professor Tiago Viana,o Secretário de Educação de Parintins, professor João Costa e o representante da Igreja Assembleia de Deus, senhor Gláucio Douglas, que cedeu o espaço para a colação.

Graduação no Interior: Uma jornada de desafios e conquistas

Adrielson Cardoso, licenciado em Pedagogia, foi o escolhido para representar os sete cursos como orador. Emocionado, enfatizou em seu discurso os desafios enfrentados durante a trajetória da graduação, e quanto os mesmos ensinam os alunos a se adaptar. “A graduação nos exige saber onde e quando mudar. Uma capacidade muito maior do que domínio do conteúdo ou da didática, mas a também de estar se adequando a públicos e realidades diferentes e dando nosso jeito quando necessário. Para isso, sinto que estamos preparados”, afirmou o orador.

A recém-formada em Administração, Ana Paula Miranda, confessou que administração não era sua primeira opção quando fez o vestibular, mas acabou se tornando grande admiradora da área. “Com o passar dos períodos, eu acabei criando uma paixão muito grande e vi um lado da Administração que eu ainda não conhecia. A nossa jornada foi muito difícil, mas conseguimos enfrentar todos os desafios e hoje em dia somos muito gratos por todos os professores, diretores e colaboradores da Ufam, que estavam sempre dispostos a nos ajudar”, disse a nova administradora.

O diretor do ICSEZ relembrou que há cerca de 15 anos, no Amazonas só havia instituições públicas de ensino superior em Manaus, e, por isso, muitas pessoas do interior do estado não tiveram a oportunidade de obter diploma de graduação. “Nós conhecemos os desafios de se viver em um município do interior. Hoje temos a satisfação de possuir o ensino superior em 5 unidades fora de Manaus, mantidos pela Ufam. Ano passado, completamos 10 anos da implantação do nosso instituto, que contribuiu muito para o desenvolvimento de todo o Amazonas, especialmente do município de Parintins. São 10 de 109 anos da gloriosa Universidade Federal do Amazonas”, disse o professor José Luiz, que parabenizou os alunos e agradeceu pais, professores, servidores e toda a comunidade parintinense pela conquista.

O reitor, professor Sylvio Puga, reafirmou que receber o diploma é uma trajetória de lutas e conquistas. “Os senhores são vitoriosos. Primeiro superaram a barreira da seleção, depois superaram a si mesmos e todas as dificuldades que acontecem em qualquer curso da Universidade. Essa superação é que traz o amadurecimento que vocês, ao longo de suas vidas profissionais, vão precisar para enfrentar as dificuldades do mercado de trabalho e do mundo profissional”. Antes de declarar encerrada a cerimônia, o reitor assegurou aos novos egressos que o diploma da Universidade Federal do Amazonas é respeitado em todo o país. “A partir de hoje vocês vão levar para sempre a marca da Ufam. Não tenham medo, porque a base de vocês é sólida e a informação que chegou a vocês é correta. A partir de hoje, estão habilitados, sim, para alcançar as grandes vitórias nas profissões que cada um escolheu”, afirmou.

 

Confira a lista de recém-formados:

 

Administração

Adriana Rolina Nogueira

Ana Paula Miranda Farias

Christiane Garcia de Jesus

Daniele Martins de Azevedo

Elder Campos da Silva

Fabíola da Silva Magalhães

Giovana Cardoso Ferreira

Gisele Nascimento dos Santos

Lucas Kimishige Cavalcante Hatta

Marcelo Batista Gomes

Maysa Brandão Rodrigues

Merillyn Oliveira Maia

Rodrigo Batista de Oliveira

 

Artes Visuais

André Marques da Silva 

Denner Araujo Batista 

Dermison Salgado da Cunha

Eliciane da Silva Baraúna

Evandro de Oliveira Souza

Ewerson Nascimento da Silva

Francilucio Medeiros de Souza

Juciely Bentes Lopes

Kedson Pires de Oliveira

Lidiane Alves dos Santos

MaenaAnaissi Bentes Oliveira Barata

Milton Pereira de Brito

Rendrick Gama de Azevedo

Thaís Souza da Silva

Wenderson Pinto de Castro

Wila Karenina dos Santos Teixeira

Yasmim Prestes Batista Garcia

 

Comunicação Social - Jornalismo

Dayane Pontes de Araujo

Debora dos Santos Gomes

Gerlean Brasil de Souza

Kamily Glória Pantoja

Mirna Nayra Gonçalves Monte Verde de Carvalho

Sebastiao Jose Nascimento de Souza

 

Educação Física

Aldiane Castro dos Santos

Alef Valente Ribeiro

Carlos Eduardo Jacauna Xisto

Cristina Matos de Alfaia

Diane Batista Rodrigues

Ivan Kennedy Teixeira Aranha Filho

KeityHelem Carvalho Dutra

Marlos Brandao Bahia

Waldemar Rodrigues Neto

 

Pedagogia

Adamara dos Santos Soares

Ana Carla Pinheiro Fragata

Andrielson Cardoso Gatto

Aquila Poliana Queiroz Santarem

Beth Alfaia Buas

Brenda Soares de Souza

Cecilia Ferreira de Souza

Josely Picanço de Araujo

Kathleen Tavares Motta

Larissa Noronha de Carvalho

Orially Azevedo Eleuterio

Rodrigo Barroso dos Santos

Simone dos Santos Rego

 

Serviço Social

Vanessa Rodrigues de Souza

 

Zootecnia

Alef Soares Nunes

Avelino Paiva da Cruz Neto

Camila Costa Bentes

Danielly Pimentel de Oliveira

Edivan Guimaraes de Souza

Gisele Lima Rocha

Kathleen Raissa Coimbra de Souza

Larissa Salgado da Cunha

Rosimery Menezes Frisso

Consulta para a escolha de representantes dos Conselhos Superiores será em março

Por Ismael dos Santos
Equipe Ascom

No dia 27 de março, a Universidade Federal do Amazonas realiza consulta à comunidade interna e externa para a escolha de novos membros para os Conselhos Superiores da instituição, gestão 2018-2020. O período de campanha dos candidatos será de 5 a 28 de março. Confira a relação das inscrições homologadas (Acesse).

Ao todo 129 candidatos, entre docentes, técnicos-administativos, discentes e representantes da comunidade externa concorrem aos Conselhos Universitário (Consuni), de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) e de Administração (Consad). Os três conselhos fazem parte da Administração Superior da Ufam e são as maiores instâncias deliberativas da Instituição (Saiba mais).

A análise do processo eleitoral, decisão dos recursos e resultado final serão apreciados entre os dias 3 e 10 de abril pela comissão eleitoral. O resultado do pleito será enviado no dia 14 de abril para o Consuni.

Informações

Presidente da Comissão Eleitoral, Dhyene Vieira: (92) 98159- 4411 / dhyene.vieira@hotmail.com

Notícias relacionadas

Ufam lança edital para a escolha dos novos representantes dos Conselhos Superiores 2018-2020

Inscrições de candidatos aos Conselhos Superiores da Ufam têm novo local

Comissão de Reorganização dos Conselhos Superiores homologa inscrições e retifica data da consulta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Centro de Estudos de Línguas divulga editais para rematrículas e bolsas de estudos

Por Ismael dos Santos
Equipe Ascom

O programa Centro de Estudos de Línguas da Ufam (CEL) torna público dois editais, sendo um voltado para a rematrícula nos cursos para o primeiro semestre de 2018, e outro para oferta de bolsas. Confira os editais:

Rematrícula

Serão ofertados no período de 2018/1 as rematrículas nos cursos de Língua Português para Estrangeiros, Língua Inglesa, Língua Espanhola, Língua Francesa, Língua Japonesa, Língua Latina e Língua Brasileira de Sinais.

As rematrículas serão realizadas no período de 19 de fevereiro a 15 de março, nos horários de 09h às 12h e 14h às 17h de segunda à sexta, e aos sábados somente de 09h às 12h, na secretaria do CEL, localizada no Bloco professor Mário Ypiranga Monteiro, da Faculdade de Letras (FLet), Setor Norte do Campus. Umas das etapas para a inscrição é o pagamento de boleto bancário (GRU) de matrícula até o dia 15 de março.

As aulas dos cursos ofertados no período de 2018/1 terão carga-horária total de 60h/a para a modalidade extensivo, e 120h/a para a modalidade intensivo. As aulas do extensivo e do intensivo iniciam, respectivamente, nos dia 10 e 12 de março (Acesse o Edital de Rematrícula).

Bolsas de estudos

Outro edital publicado pelo CEL é para oferta de 36 bolsas de estudos nas categorias integral e parcial para os idiomas: Língua Inglesa, Língua Espanhola, Língua Francesa, Língua Japonesa, Libras, Português Língua Adicional, Português para Concursos, Português para Brasileiros e Língua Latina (Edital Oferta de Bolsas de Estudos).

Os candidatos interessados em concorrer as bolsas devem entregar suas solicitações na secretaria do CEL, no período de 08 a 16 de fevereiro, de 09h às 12h e 14h às 17h. Documentos necessários: Cópia do RG; Cópia do CPF; Cópia do comprovante de residência atualizado (conta de luz, água ou telefone); Cópia do(s) comprovante(s) de renda familiar. Se for autônomo, Declaração de Renda autenticada em cartório; Preencher a justificativa “Por que mereço ganhar a bolsa?”.

Já para alunos de cursos de graduação ou pós-graduação, cópia do comprovante de matrícula atualizado e Histórico escolar atualizado com CRPL.

Podem concorrer alunos da Ufam e da comunidade externa ambos de comprovada carência financeira (renda familiar até 1 salário mínimo). Uma das observações para concorrer à seleção é que os candidatos sejam maiores de 13 anos completos na data da inscrição.

O resultado da seleção de novos bolsistas será divulgado no site do CEL e no balcão da secretaria do centro no dia 23 de fevereiro, a partir das 10h.

Informações:

(92) 99142-8631

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Site: projetocelufam1990.wixsite.com/celufam 

Prefeitura do Campus Universitário promove Cursos Práticos de Manutenção e GLPI

 

 

A Prefeitura do Campus Universitário promove, no dia 28 de fevereiro, das 8h às 12 h, no auditório do Bloco Paulo Buhrnheim, os Cursos Práticos de Manutenção e Gestão Livre de Parque de Informática (GLPI) voltados à necessidade de qualificação dos servidores que ocupam cargos de coordenação de setores de Manutenção, bem como técnicos e professores cadastrados no Sistema de Gerenciamento de Chamados em uso.

O curso tem a finalidade de tornar o servidor apto para perceber e classificar uma situação que necessite de manutenção, abrir o chamado no GLPI com todas as informações necessárias para que os técnicos gerenciem o sistema de forma mais eficiente, além de acompanhar e avaliar o serviço das empresas terceirizadas. A prefeita do campus, a arquiteta Carmem Silvia, ressalta que a fiscalização dos serviços é atribuição do fiscal técnico do contrato e dos fiscais setoriais (coordenadores de manutenção), os demais servidores têm a função de acompanhar e avaliar o serviço prestado.

 

"As Unidades Acadêmicas e Órgãos Suplementares que ainda não possuem servidor cadastrado no GLPI devem solicitar o cadastramento até o dia 27 de fevereiro, enviando e-mail com os seguintes dados para o endereço O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. : Nome completo; Siape; Lotação; Número de telefone e endereço de e-mail", informou.

Conteúdo dos cursos - No curso de ‘Noções Básicas de Manutenção’ serão abordados os tópicos: predial, Instalações e equipamentos. No curso de GLPI, abertura de chamados, acompanhamento e aprovação de serviços

Projeto de parceria entre Icomp, Inpa e Imperial College atua na preservação da Amazônia

 
Por Sandra Siqueira 
Equipe Ascom

Pesquisadores ingleses conhecem ações do Icomp.Pesquisadores ingleses conhecem ações do Icomp.

 

Ufam, por meio do Instituto de Computação (Icomp), recebeu representantes da Imperial College britânica interessados em conhecer a Universidade e investir em projeto de conservação da Amazônia. O encontro ocorreu na sala de Seminário do Icomp na tarde de sexta-feira, 9.

O encontro teve o objetivo de discutir detalhes do projeto Global Challenges Research Fund que financia pesquisas voltadas para a preservação do meio ambiente. Os professores da Imperial College, Leila Sheldrick e Aran Dasan, vieram à Ufam apresentar a instituição londrina e o projeto do qual o Icomp passa a fazer parte.

De acordo com o professor do Icomp, José Reginaldo Carvalho, responsável pela participação do Instituto no projeto, que conta também com a parceria do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), levar tecnologia e conhecimento na área de cadeia produtiva para que as comunidades possam desenvolver seus produtos de forma sustentável e independente é o que pretendem as três instituições.  

Projeto irá beneficiar comunidades ribeirinhas, segundo professor Reginaldo Carvalho.Projeto irá beneficiar comunidades ribeirinhas, segundo professor Reginaldo Carvalho.

“O objetivo é fazer com que as próprias comunidades ribeirinhas consigam se beneficiar daquilo que já conhecem de forma que a floresta valha muito mais em pé do que derrubada”, explica.

A Reserva Biológica do Manicoré foi a área escolhida para atuação do projeto que trabalhará com as culturas do açaí e da castanha. “Queremos ajudar as comunidades a desenvolver a cultura e também a agregar valor à cultura, ou seja, não vender o açaí puro ou só a polpa, mas já vender os produtos derivados da palmeira do açaí já beneficiados”, detalha o professor Reginaldo.

No Icomp, o projeto será desenvolvido pelo Programa de Pós-Graduação em Informática.

Parcerias Internacionais Icomp

O estabelecimento de parcerias internacionais é um dos focos do Icomp. A parceria com a Imperial College vem contribuir para que o programa de pós-graduação do instituto possa obter da Capes o conceito 6. “Uma das principais questões que a Capes avalia para considerar um programa ser nível 6 é a importância internacional desse programa; qual o impacto que ele tem internacionalmente”, aponta a diretora do Icomp, professora Tanara Lauschner.

Segundo a diretora, o instituto já está presente em países como Canadá, Estados Unidos e Suécia por meio de suas parcerias internacionais. Para avançar ainda mais nesse aspecto, o Icomp concorre atualmente em dois editais de internacionalização e mobilidade acadêmica. “As parcerias internacionais são importantes não somente para que a gente conheça o que os outros estão fazendo, mas também para que a gente colabore para gerar publicações em conjunto”, expôs a diretora.

HUGV realiza homenagem aos coordenadores da Telessaúde por sua atuação em 2017

Alberto Fermin e Thamara Pires
Comunicação HUGV

A unidade de Telessaúde do Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV-Ufam), filiado à empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), realizou na última sexta-feira, 09, a “I Entrega de Certificados da Telessaúde aos coordenadores locais”.

Na ocasião, os coordenadores dos 38 SIG’s (Grupos de Interesse Especial, da sigla em inglês) do qual o HUGV faz parte receberam um certificado pela sua atuação no ano passado. Foram destacados nove coordenadores que, por seu envolvimento, assiduidade e pontualidade, contribuíram especialmente para o fortalecimento da participação do HUGV nas ações da Rede Universitária de Telemedicina (Rute). Os coordenadores e SIG’s destacados foram: Alan de Oliveira Rezende (SIG- Sentinela), Zânia Regina Ferreira Pereira (SIG - Rebrats, Conitec em evidência e Nutrição), Sigrid Maria Loureiro de Queiroz Cardoso (SIG - Obstétrica Patológica), Gesiane Araújo Frota (SIG - Enfermagem intensiva e de alta complexidade), Edinelson Almeida Peixoto Júnior (SIG - Técnico Operacional Rute), Ana Isabel Tamer de Paula (SIG - Radiação e Saúde Pública), Cristiane Nass Kramer (SIG -Telepsiquiatria), Esron Soares Carvalho Rocha (SIG - Saúde Indigena) e Vera Lúcia Coutinho Batista (SIG’s  - Oncopediatria e  Endocrinologia Pediátrica).

A médica pediatra Vera Lúcia Batista, coordenadora dos SIG’s  - Oncopediatria e  Endocrinologia Pediátrica,também foi homenageada por coordenar desde 2008 a formação de residentes em pediatria com sessões de telessaúde no HUGV. Mais de 50 especialistas em pediatria foram formados na região. Emocionada, Vera Coutinho afirmou que “esse agradecimento é muito especial, pois é fruto do tempo que dedicamos da vida da gente a esse trabalho de ensino, ser  reconhecida como destaque foi uma surpresa para mim, e receber a homenagem das residentes de pediatria foi muito especial”, declarou.

Além da homenagem aos coordenadores, foram ressaltadas as parcerias realizadas em 2017, como a expansão do trabalho da Rute no Campus Universitário, ultrapassando os murosSuperintendente Júlio Mário, a chefe da Unidade de Telessaúde Adriany Araújo e o gerente de Ensino e Pesquisa Juscimar CarneiroSuperintendente Júlio Mário, a chefe da Unidade de Telessaúde Adriany Araújo e o gerente de Ensino e Pesquisa Juscimar Carneiro do hospital e levando a disseminação de conhecimento proporcionada pela rede aos professores e alunos da Ufam que se envolvem e se atualizam dessa troca. Por estas parcerias foram homenageados a professora Artemis de Araújo Soares, primeira coordenadora local do SIG Medicina Desportiva, que acontece na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Feff) da Ufam, por sua atuação na direção da unidade, que possibilitou a participação da faculdade no SIG; a professora Débora Teixeira Ohana, diretora da Faculdade de Farmácia, por ter aceitado também a parceria para que docentes e alunos pudessem ter acesso as trocas no SIG Cuidados Farmacêuticos; o diretor do Centro de Educação à Distância,  professor Evandro de Moraes e ao coordenador tecnológico Jorge dos Santos; e o diretor do Centro de Tecnologia de Informação e Comunicação (CTIC), Jorge Carlos Magno.

Para o superintendente do HUGV, Júlio Mario de Melo e Lima, esta cerimônia é importante pois “é preciso valorizar o trabalho de quem tem feito a rede da Telessaúde crescer, pois o interior precisa de ensino e apesar das dificuldades apresentadas em 2017 nós sempre podemos fazer melhor, sendo assim precisamos continuar”, enfatizou.

O professor doutor Juscimar Carneiro, gerente de ensino e pesquisa do HUGV, ressaltou a alegria em ver a expansão da Telessaúde no hospital. “Hoje posso afirmar que já temos uma história e tenho certeza que a Telessaúde não só na capital, mas também no interior estará cada vez mais integrada. Todos trabalhando para que o volume de artigos e eventos relacionados à Telessaúde aumentem na Região”.

A chefe de unidade de Telessaúde do HUGV, Adriany Araújo, agradeceu a todos os profissionais que trabalham junto aos grupos de interesse da Rute. Segundo ela, graças ao trabalho desses profissionais é possível a troca de conhecimento a distância “Um trabalho que hoje já tem uma repercussão tamanha para o crescimento profissional de tanta gente. Eu me sinto muito grata por todos que acreditaram no nosso trabalho”, comentou.

Vera Lucia Batista e residentes de pediatriaVera Lucia Batista e residentes de pediatriaO evento também teve a participação especial do coordenador nacional Rute, Luiz Ary Messina,que por meio de uma mensagem em vídeo destacou o avanço considerável que vem tendo a Saúde Digital no Brasil e no mundo. De acordo com ele, antigamente a Telessaúde era limitada a poucas empresas, mas este cenário vem mudando nos últimos anos.  “Hoje, isso já entrou no dia a dia da secretaria de estado de saúde, do ministério da saúde e esse momento é muito importante para o avanço da telessaúde brasileira. Nós da Rute agradecemos o compromisso e participação do HUGV com os grupos de interesses especiais pelo compromisso firmado e cumprido, destaco em nome de toda rede nosso eterno agradecimento a todos coordenadores hoje homenageados”, explicou.

A residente em Pediatria, Camila Rochele, comentou sobre sua experiência com telemedicina no HUGV. “A telemedicina faz parte da nossa grade curricular dentro da Pediatria. Durante os meus dois anos de residência de pediatria participei de SIGs com outras universidades do Brasil. Com isso, tive a oportunidade de vivenciar outras realidades, agradeço muito a toda equipe de telessaúde por tudo”.

Rute - A Rede Universitária de Telemedicina é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia, apoiada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e pela Associação Brasileira de Hospitais Universitários (Abrahue) e coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que visa a apoiar o aprimoramento de projetos em telemedicina já existentes e incentivar o surgimento de futuros trabalhos interinstitucionais. A Rute estimula a integração e a colaboração entre profissionais de saúde por meio de Grupos de Interesse Especial (do inglês Special Interest Groups - SIGs). Os SIGs promovem sessões, por videoconferência ou webconferência, para debates, discussões de caso, aulas, pesquisas e avaliações à distância, em várias especialidades e subespecialidades médicas, para diversos profissionais da área da saúde, em diversos níveis de formação profissional.

Proeg convoca candidatos aprovados no PSELib/2018 para matrícula em vagas remanescentes

Começa hoje e vai até amanhã, 16, o período de matrícula institucional dos candidatos convocados na primeira chamada destinada ao preenchimento de 16 vagas remanescentes, oriundas do Processo Seletivo Especial para Ingresso no Curso de Letras - Língua Brasileira de Sinais (Libras) – Pselib/2018. O primeiro período de matrículas dos calouros ocorreu nos dias 23 e 24 de janeiro de 2018. O Edital da primeira chamada para vagas remanescentes está no disponível no site da Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg): www.proeg.ufam.edu.br

Para realizar a matrícula, o candidato convocado ou seu procurador legal, munido do instrumento particular de procuração, deverá se apresentar na Coordenação de Matrícula da Proeg, no horário de 9h às 12h e 13h às 16h, munido dos documentos constantes do anexo I do Edital n° 005/2018 – Matrícula Institucional Pselib 2018. Para o candidato de reserva de vagas com comprovação de renda, além dos documentos constantes no anexo I, também deve apresentar outros relacionados no anexo II. (Acesse o Edital).

Informações: (92) 3305-1181 / Ramal 1481-1482 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Bibliotecas do Sistebib estarão fechadas para avaliação das ações no dia 16 de fevereiro

O Sistema de Bibliotecas da Ufam informa que, no dia 16 de fevereiro, a Biblioteca Central e as Bibliotecas Setoriais não estarão realizando atendimentos à comunidade acadêmica devido reunião de avaliação das atividades do SISTEBIB. 

Mais informações: 3305 1181 ramal 2150 / 2152 / 2153.

Ufam em Benjamin Constant realiza colação de grau de 50 alunos

Gratidão pela universidade, ética, cidadania e empreendedorismo na Amazônia foram as palavras-chaves do evento

Por Ismael dos Santos
Equipe Ascom

Na noite da última quinta-feira, 8, o Instituto de Natureza e Cultura (INC) da Ufam em Benjamin Constant, município localizado na tríplice fronteira Brasil-Colômbia-Peru, realizou a cerimônia de outorga de grau de seis cursos de graduação do segundo semestre de 2017: Administração, Antropologia, Ciências Agrárias e do Ambiente, Ciências - Biologia e Química, Letras - Língua e Literatura Portuguesa e Língua e Literatura Espanhola, e Pedagogia.

Ao todo 50 alunos colaram grau em uma cerimônia que contou com a presença do vice-reitor da Ufam, professor Jacob Moysés Cohen, representando no ato o reitor, professor Sylvio Puga; e do diretor em exercício do INC, professor Max Pinheiro, representando no evento o diretor, professor Ricardo Barbosa.

Também compuseram a mesa os professores paraninfos Francisco de Souza (Administração), Widney de Lima (Antropologia), Célia Maia (Ciências Agrárias e do Ambiente), Tatyanna Pantoja (Ciências: Biologia e Química), Cristiane da Silva (Letras – Língua e Literatura Portuguesa e Língua e Literatura Espanhola) e Gilvânia Braule (Pedagogia).

Gratidão e novos desafios

A cerimônia de outorga de grau foi marcada por discursos de agradecimentos dos alunos à Ufam pela formação acadêmica, de lembranças, dificuldades superadas ao longo dos anos de graduação e de novas perspectivas frente aos desafios do mercado de trabalho.

Em seu pronunciamento, o vice-reitor destacou para os novos bacharéis e licenciados do instituto que empreendam na Amazônia com ética e cidadania. “Vocês devem se orgulhar dessa universidade. E ao se orgulharem, peço duas coisas: exerçam a ética e a cidadania em suas profissões. Em um momento onde nosso Brasil passa por uma situação vexatória, grave, crítica de desorganização social, nós, que somos o ápice dessa pirâmide do desenvolvimento da educação do povo brasileiro, devemos ser um exemplo nesse cenário. Peço a vocês que aprendam, compreendam e empreendam na região amazônica. É isso que estamos precisando para nossa terra. Parabéns a todos”, enfatizou o professor Jacob Moysés.

Já o diretor em exercício do instituto, professor Max Pinheiro, desejou força e fé. “Força para enfrentar os desafios, e fé para continuarem acreditando em si mesmos, e na humanidade. A universidade é de todos nós, e ela estará sempre de braços abertos para recebê-los”.

A oradora das turmas, Aline Miller, do curso de Pedagogia, agradeceu publicamente à Ufam, em um discurso escrito, pela formação acadêmica de cada um dos alunos. : “Cada Vice-reitor destaca a importância da ética e cidadania no exercício da profissãoVice-reitor destaca a importância da ética e cidadania no exercício da profissãoformando aqui traz consigo um sentimento único seja pela realização de um sonho ou pela busca da estabilidade financeira. Hoje notamos o quão relevante é ter formação acadêmica, uma vez que a cada dia o cenário profissional demanda pessoas qualificadas. Uma admirável formação acadêmica e profissional deve ser pautada no cuidado com o ser humano, pois a educação é o grande suporte no processo de formação e transformação da sociedade”.

Confira abaixo a relação dos bacharéis e licenciados dos seis cursos de graduação, patronos e homenageados:

Bacharéis em Administração

Cleuton Pereira Chota; Jorge Alberto Maia Sanchez; Ray Carla Guimarães Rodrigues; Ronilson da Silva Procópio; Sérgio Liberato Quihue; Tissiane Christie Gomes de Almeida; Valéria Lima Teixeira.

 

Bacharéis em Antropologia

Felipe Sávio da Silva Lomas; Francisco Nery Vasconcelos Furtado; Josiane Otaviano Guilherme; Lenir Arcanjo de Souza; Rosiana Rabelo Franco; Raquel Farias do Nascimento.

 

Licenciados em Ciências Agrárias e do Ambiente

Israel Salvador de Souza; Itaciara Viviane Bitencourt Ramos; Lucilene Salvador Mariano.

 

Licenciados em Ciências: Biologia e Química

Ana Cristina Viana Barros; Ana Hellaine dos Reis Teixeira; Anita Yris Garcia Mendoza; Sandra Núbia de Souza Assis.

 

Licenciados em Letras – Língua e Literatura Portuguesa e Língua e Literatura Espanhola

Hayalla Tarciana Pereira da Costa e Luzia Ribeiro da Silva

 

Licenciados em PedagogiaOradora das turmas, Aline  MillerOradora das turmas, Aline Miller

Albertina Silva Pinheiro; Aldilene Almeida Melquiades; Alice de Lima Ramos; Aline Oliveira Miller; Arineia Viana de Lima; Bruna Caroline Carvalho de Abreu; Clovis Lima de Oliveira Filho; Ivanete de Souza Barbosa; Jaqueline Prisco Pinto; Jefferson Fabá do Nascimento; Joara Tapudima Ordones; Jociléa Canuto Lima; Judilene Andrade Barbosa; Kassia Karina Magalhães de Souza; Leonelli Pereira Bentes; Ludison da Cruz França; Manuel Saldanha Barbosa; Márcia Januário dos Santos; Marcleide Sebastião Arcanjo; Marcylene da Silva Faia; Paula Tomé Mendes; Pedrinho Germano de Almeida; Raifran Ferreira de Lima; Samara Arcanjo Ramires; Sebastiana Saraiva de Araújo; Silvia Ferreira dos Santos; Silvia Leticia Rodrigues de Castro; Vanessa Bindá das Chagas.

 

Patronos

Professora Vanusa Mesquita Sangama (Antropologia); Professora Líbia de Jesus Miléo (Ciências Agrárias e do Ambiente); Professora Vandreza Souza dos Santos (Ciências: Biologia e Química); Professor Jorge Luís de Freitas Lima (Letras - Língua e Literatura Portuguesa e Língua e Literatura Espanhola); Professora Maria Auxiliadora dos Santos Coelho (Pedagogia).

 

Professores homenageados

Ciderjânio Farling Salvador da Costa (Administração); Nilvânia Mirelly Amorim de Barros (Antropologia); Antônia Ivanilce Castro Dácio (CiênciasAgrárias e do Ambiente); Renato Abreu Lima (Ciências- Biologia e Química); Lesly Diana Pimentel Yong (Letras - Língua e Literatura Portuguesa e Língua e Literatura Espanhola); Marinete Sangama Saraiva (Pedagogia).

PPG em Ciência Animal comemora primeira defesa do mestrado

 
 
Por Sandra Siqueira
Equipe Ascom

Logo do PPG em Ciência Animal da UFAM Logo do PPG em Ciência Animal da UFAM O Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (PPGCAN) da Ufam realizou na manhã de quarta-feira, 7, a primeira defesa de dissertação. Com seis meses de antecedência, a defesa mostra a competência de alunos e professores do programa.

Com apenas um ano e sete meses de criação, o PPGCAN já teve aprovado seu primeiro trabalho de pesquisa do curso de mestrado. Coordenador do Programa e orientador da dissertação defendida, o professor Frank Cruz, comemora este importante momento na história do programa. “Ele iniciou em abril de 2016 e a primeira defesa acontece com um ano e sete meses. Isso é muito bom para o candidato e também para o programa porque vai contar para que o curso suba de conceito na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)”, comemora.

Com a defesa da dissertação “Bioeficiência da inoculação de L-glutamina em ovos embrionados de matrizes avícolas”, de João Paulo Ferreira Rufino, o PPGCAN dá início ao cronograma de defesas da primeira turma. Segundo o coordenador, até o final do mês de abril quase 80% dos alunos terão feito suas defesas. O coordenador atribui os bons resultados alcançados pelo programa ao empenho e compromisso dos corpos docente e discente. “Temos um corpo docente jovem, motivador. E essa motivação tem de vir atrelada à produção científica e esses jovens professores têm se desdobrado dentro do programa em orientar, ministrar aulas, produzir artigos, pesquisas e isso é que talvez faça um grande diferencial do nosso programa”, diz.

A qualidade dos trabalhos desenvolvidos pelos estudantes também é outro destaque do PPGCAN. “Entraram alunos muito bem motivados. O PPGCAN está de parabéns porque nós tivemos a felicidade de termos alunos e trabalhos de pesquisa muito importantes”, comenta sobre os 15 alunos da primeira turma.

Primeira defesa do PPGCAN ocorre com apenas um ano e sete meses de criação.Primeira defesa do PPGCAN ocorre com apenas um ano e sete meses de criação.

Com a primeira defesa realizada, o programa celebra a superação do maior desafio enfrentado desde sua criação, titular seu primeiro aluno. A permanente busca por equipamentos mais modernos e a obtenção do conceito quatro da Capes são atualmente os principais objetivos do PPG. “Seremos avaliados em 2019, e estamos trabalhando para sermos pelo menos conceito quatro”. Para obtê-lo, a equipe investe na produção científica docente e na infraestrutura dos laboratórios. “Com isso, a nossa intenção é submeter à Capes a proposta de curso em nível de doutorado já em 2019”, revela.

Primeira Defesa do PPGCAN

Abordando um tema inovador, o uso da L-glutamina no desenvolvimento de aves ainda nos ovos, João Paulo Rufino discorreu sobre um tema com o qual já possui familiaridade, uma vez que desde a graduação realiza trabalhos na linha de pesquisa Nutrição e Produção de Monogástricos e Ruminantes. “Sempre gostei de trabalhar com o desenvolvimento embrionário, com a reprodução de aves, e a possibilidade de utilizar um produto que nunca tinha sido utilizado me fascinou”, conta.

De acordo com o orientador, ainda que a temática escolhida seja nova, a estrutura do PPG possibilitou a realização da pesquisa. “É um trabalho muito bom. Eu comentei da falta de referências bibliográficas durante a arguição justamente porque para realizar um trabalho desses é preciso infraestrutura física e de equipamentos e hoje só quatro universidades brasileiras possuem isso, entre elas a UFAM”, declarou.

Banca avaliadora e público participam de momento importante na história do PPG.Banca avaliadora e público participam de momento importante na história do PPG.

Primeiro colocado na seleção para o PPGCAN, João Paulo demonstra grande interesse para a pesquisa científica. Para o professor Frank Cruz, o estudante promete ser um destaque na área. “Ele é uma pessoa altamente produtiva do ponto de vista científico, já tem 28 artigos produzidos. Ele é um exemplo de quando você quer, quando você tem motivação, você consegue”, afirma ao anunciar a aprovação do orientando para o curso de doutorado da Rede Bionorte, também da UFAM.

Sobre o PPGCAN

Com a proposta do curso submetida à Capes no final de 2015 e aprovada em 2016, após duas tentativas frustradas em 2013 e 2014, o PPGCAN é um exemplo de determinação. Composto por 22 docentes, 15 permanentes e sete colaboradores, o programa começa a colher os frutos da dedicação dos seus envolvidos com as defesas dos alunos da primeira turma.

Vinculado à Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), o PPGCAN é o único do tipo no Estado, possuindo duas linhas de pesquisa: Biotecnologia Aplicada a Produção Animal e Nutrição e Produção de Monogástricos e Ruminantes; além de contar com instituições como oInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Amazonas (IFAM/AM) e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).

 

Fórum para o Desenvolvimento do Amazonas inicia no dia 08 de março

 

“Zona Franca de Manaus e modelos alternativos para o desenvolvimento do Estado do Amazonas” é o tema da sessão inaugural.

"Através da Extensão, vamos até a sociedade e aos órgãos de governo para contribuir com a transformação da realidade social amazonense", afirmou o pró-reitor de Extensão, professor Ricardo Bessa"Através da Extensão, vamos até a sociedade e aos órgãos de governo para contribuir com a transformação da realidade social amazonense", afirmou o pró-reitor de Extensão, professor Ricardo Bessa

 
Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

Promovido pela Pró-reitoria de Extensão (Proext), o Fórum para o Desenvolvimento do Amazonas tem o objetivo de contribuir com a transformação da realidade social amazonense a partir da identificação dos problemas que mais afligem a população e entravam o desenvolvimento do Estado.

Estruturado em sessões semanais programadas para ocorrem às quintas-feiras, o Fórum funcionará a partir das 14h, na sala de reuniões da Proext. A primeira sessão inicia no dia 08 de março com o tema Zona Franca de Manaus e modelos alternativos para o Estado do Amazonas. “Queremos debates intensos e qualificados. Convidaremos, além dos gestores dos municípios, nossos mestres e doutores para que apresentem suas pesquisas e, consequentemente, suas propostas para a realidade de cada município do Amazonas. A agenda dos temas abordados no Fórum será divulgada com 20 dias de antecedência no site da Ufam. Com essa iniciativa, socializamos o conhecimento produzido pela Universidade e o tornamos útil. Através da Extensão vamos até a sociedade e aos órgãos de governo para poder contribuir”, afirmou o pró-reitor de Extensão, professor Ricardo Bessa.

Ao final de cada sessão, será redigido um relatório com as propostas dos participantes do Fórum. “Temos que, efetivamente, contribuir com a transformação da realidade social amazonense, que é onde nós atuamos. O Fórum vai estimular o conhecimento sobre a realidade social de cada município do Amazonas e, a partir da identificação dos problemas e dos recursos naturais, vamos buscar alternativas para o desenvolvimento dos municípios”, ressaltou o pró-reitor.

 

Certificado de horas complementares

Após cada sessão do Fórum será emitido certificado de 03 horas aos participantes.

 

Em Coari, Ufam gradua profissionais de Saúde, Biotecnologia e Educação

 
Por Cristiane Souza
Equipe Ascom
 

Professor Jacob Cohen, no exercício de reitor, conduziu as outorgasProfessor Jacob Cohen, no exercício de reitor, conduziu as outorgasNo Instituto de Saúde e Biotecnologia (ISB), instalado há mais de dez anos em Coari, a 366 km de Manaus em linha reta, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) outorgou grau a 21 formandos dos cursos de Biotecnologia, Ciências - Biologia e Química, Ciências - Matemática e Física, Fisioterapia e Nutrição.

A solenidade foi presidida pelo vice-reitor, no exercício do cargo de reitor, professor Jacob Cohen, na noite da última terça-feira, 6 de fevereiro. “Por mais experientes que sejamos em conduzir colações de grau, não deixamos de nos emocionar e nos remeter ao momento em que obtivemos os nossos diplomas. O meu foi há 43 anos, também nesta Universidade”, discursou o reitor em exercício, professor Jacob Cohen.

Ele reafirmou, emocionado, que a vitória de hoje, assim como as demais formaturas nas unidades do interior, é fruto de um compromisso assumido pela Ufam para promover o desenvolvimento do Amazonas no que ela é a melhor: educação superior de qualidade. “Gostaria de dizer três coisas importantes a vocês, e peço que levem pra toda a vida”, pronunciou o reitor em exercício. “A primeira delas é que acabam de se formar pela melhor universidade da região, portanto, orgulhem-se desse mérito. Em segundo lugar, sejam éticos e jamais façam concessões, porque é preciso olhar sempre para o coletivo, exerçam a cidadania. Por fim, sejam bons profissionais na carreira que escolheram seguir”, encerrou o professor.

O professor da Faculdade de Medicina, Luiz Fernando Passos, recordou que a conquista do diploma é pessoal, mas também é uma vitória coletiva. “Este momento nos mostra que Coari é uma força presente, que alcança suas metas. Toda vitória de vocês é também da Ufam”, afirmou ele. O professor comentou ainda que foi um dos responsáveis quando da implantação do curso de medicina do Instituto. Ele retorna em março para lecionar duas disciplinas aos acadêmicos do terceiro período.

Segundo o diretor do ISB, professor Josemar Gurgel, ao encerrar esta primeira parte do desafio, os agora profissionais estão preparados para as próximas etapas, superando a condição de alunos para galgar os primeiros passos como profissionais. “Queremos que possam se orgulhar e ser gratos por terem estudado nesta Instituição”, considerou o gestor.

Ao todo, 21 profissionais de três áreas -  Saúde, Biotecnologia e Licenciatura - colaram grau no ISBAo todo, 21 profissionais de três áreas - Saúde, Biotecnologia e Licenciatura - colaram grau no ISBSaúde e Educação

Paraninfa do curso de Biotecnologia, a professora Klenicy Yamaguchi foi enfática: “Senhores, deem o melhor de vocês em tudo o que fizerem, porque o conhecimento é luz!”. Já o TAE Renato Mendes, paraninfo da turma de Ciências - Biologia e Química, destacou a relevante função da Ufam ao manter, por meio das licenciaturas, bons quadros para a educação básica e superior. “Vocês podem atuar na rede pública; prosseguir na pós-graduação para lecionar no ensino superior; ou ainda realizar pesquisas na área”, apontou Renato.

O professor Eduardo Pedrozo, paraninfo da Licenciatura em Matemática e Física, falou da expectativa de tornar Coari uma cidade de excelência na formação de professores das Ciências Exatas. “Os nossos formandos tiveram perseverança e dedicação nessa trajetória. Isso nos enche de orgulho. Assim como já ocorre noutros locais, vamos fazer de Coari um celeiro para crescerem os melhores na área de Exatas”, garantiu o docente.

Encerrando os discursos, a paraninfa do curso de Fisioterapia, professora Gabrielle Matos, fez uma analogia entre o momento da colação de grau e um filme. “Não importa o tipo de filme, mas que este é o melhor final, o mais esperado”, discursou. “Entretanto, o filme não acabou… ouso dizer que ele está só começando para todos vocês”, completou a professora.

Momento simbólico da formatura é quando os recém-formados lançam seus capelosMomento simbólico da formatura é quando os recém-formados lançam seus capelosOrgulho e Gratidão

Também os egressos disseram palavras carregadas de orgulho, saudosismo e gratidão. “Os anos tornaram-se meses, e os meses tornaram-se dias e, finalmente, este dia chegou”, disse a oradora da turma de Ciências - Biologia e Química, Jailla Queiroz, ao expor os desafios e agradecer aos que ajudaram a realizar o sonho da formatura. Fisioterapeuta da oitava turma formada pela Ufam, Isabelle Canto aproveitou para recordar os tempos graduação. “Então, nós vencemos mais uma vez, do mesmo modo que seguimos cada período com empenho e dedicação, desde as disciplinas gerais até as específicas, quando finalmente conhecemos a Fisioterapia e descobrimos o nosso papel no mundo”, disse a bacharela, ao contar da segurança acumulada para o exercício profissional.

Oradora do curso de Nutrição, a egressa Meirelane Rodrigues também demonstrou gratidão aos familiares e professores. “As adversidades foram muitas, mas necessárias”, contou, ao citar o período de estágio de dois meses que realizou em Manaus, dentre outras experiências que julgou essenciais para manter o equilíbrio na jornada acadêmica. “Nada é impossível quando há dedicação, esforço e fé; e isso nós tivemos”, assegurou.

 

Lista de recém-formados

 

Biotecnologia

Maurício Araújo Marinho

 

Ciências - Biologia e Química

Aristeu dos Santos Praia

Jailla Rocha Queiroz

 

Ciências - Matemática e Física

Estevão Rodrigues do Nascimento

Everton Rock Mendes de Souza

 

Fisioterapia

Adaiane Patrícia Braatz Dietrich

Aleson Salles Brasil

Aline Reis Ribeiro

Emanuela Moraes Silva Fernandes

Erick Silva Chaves

Gabriela Negreiros de Oliveira

Gizela Egler de Lima Cruz

Heberson Ferreira Medeiros

Isabelle Cristina Melo Canto

Kelly Alves de Souza

Kennys Wanderson Barreto de Matos

Maycon Deyvis Sena Vicente

Ronaldo de Araújo Mota

 

Nutrição

Meirelane Souza da Silva Rodrigues

Progesp comunica novo prazo para solicitação de contratação de professores substitutos

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, por meio da Coordenação de Recrutamento e Seleção (CRS/DDP/Progesp) abriu, em caráter excepcional, novo período de solicitação de contratação de professores substitutos para as unidades que, por ventura, tenham perdido o prazo anterior para o Edital 94/2017. O formulário de solicitação pode ser acessado neste link : http://progesp.wixsite.com/ddpessoas/formulrios-crs 

As unidades interessadas devem enviar os processos de solicitação a CRS até o dia 16 de fevereiro e o resultado final da análise será divulgado no dia 01 de março, conforme cronograma em anexo. 

 

 

 

 

Daest informa sobre aprovação das carteirinhas Sinetram

O Departamento de Assistência Estudantil convoca todos os alunos de graduação com matérias solicitadas para o período 2018/1, incluindo calouros, a fazerem o cadastro e/ou recadastro no sítio do Sinetram e informa que a aprovação destes cadastros será realizada a partir do dia 09 de fevereiro, de forma automática.

É importante lembrar que o cadastro deverá ser atualizado/realizado para o ano de 2018 antes da data de início das aprovações. 

Mais informações: 3305 1795.

Coordenação de Desenvolvimento Social traz reflexão sobre violência sexual no Carnaval

 
Por Carolina Lemos e Laís Gonçalves
Equipe Ascom e CDS

Consentimento é palavra de ordem!Consentimento é palavra de ordem!

O carnaval é um período marcado por muita alegria e festejos que invadem as ruas e avenidas da cidade, num mix colorido e vibrante de confetes, serpentinas, marchinhas carnavalescas, amigos e familiares. No entanto, a folia também é marcada por excessos que podem se transformar em atos de violência e abuso sexual, tendo como principais vítimas mulheres e outros sujeitos vulneráveis, como crianças, adolescentes e população LGBTT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros).

Para orientar como aproveitar melhor a festa, a Pró-reitoria de Gestão de Pessoas, por meio da Coordenação de Desenvolvimento Social da Ufam (CDS), traz dicas e esclarecimentos sobre como identificar e evitar as formas de violência sexual. A ação faz parte de um calendário de temas que a Coordenação pretende suscitar debate dentro da comunidade acadêmica, através da disponibilização de informações e reflexão.

A CDS tomou a iniciativa de tratar sobre o tema tendo em vista a importância do assunto e sua presença no dia a dia. “O carnaval é uma comemoração tradicional, embalada por muita alegria, mas que, infelizmente, também traz à tona as violências tão naturalizadas e arraigadas nas relações de amizades, de afeto, no trabalho e com familiares, como o abuso sexual, assédio sexual e o estupro. Portanto, fomentar a discussão de  tais violências é atuar no sentido de preveni-las, através da informação e da divulgação dos canais de denúncia (disque-denúncia 180 e os postos policiais)”, declara Laís Gonçalves, assistente social da Coordenação de Desenvolvimento Social.

O abuso sexual caracteriza-se por ferir e constranger a liberdade sexual sem consentimento. A famosa “mão boba” ou o beijo forçado são exemplos desse tipo de violência. Já o estupro, amparado pelo Código Penal Brasileiro, no seu artigo 213, consiste em ‘constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso’. O principal elemento é a prática da violência e da grave ameaça, mesmo que não haja a conjunção carnal, e a pena de reclusão varia de 6 a 10 anos.

O assédio sexual, por sua vez, é uma violência que consiste no ato de constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, com base na condição de superior hierárquico ou ascendência, inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função, com pena que varia de 1 a 2 anos de detenção.

A orientação da CDS é que, no caso de presenciar atitudes suspeitas, ou o fato do abuso, assédio ou violência, não hesite, utilize os canais de denúncia. O efeito do uso de bebidas ou drogas não valida qualquer atitude de violência. Consentimento é a palavra de ordem. Para denunciar – procure o posto policial mais próximo ou utilize o Disque 180.

Progesp emite nota de esclarecimento sobre atraso de pagamento pela CEF

A Universidade Federal do Amazonas, em respeito aos mais de 300 servidores (ativos/aposentados) e pensionistas componentes da folha de pagamento da instituição, e que possuem conta salário junto à Caixa Econômica Federal (CEF), vem esclarecer que:

1) Em 31 de janeiro de 2018, o Departamento de Finanças, da Pró-reitoria de Administração (Proadm), transferiu os recursos financeiros, via ordem bancária, para pagamento da folha de servidores da instituição junto aos bancos conveniados, inclusive à CEF, a fim de que os depósitos salariais fossem repassados pelos bancos no primeiro dia útil do mês;

2) Na data de 02/02/2018, após detectarmos a ausência de pagamento aos correntistas da CEF, a Progesp e a Proadm realizaram todas as averiguações necessárias, concluindo que a situação envolvia especificamente o banco e, portanto, acionaram os mecanismos necessários para busca de respostas junto à agência regional competente pelo convênio da Ufam com a CEF desde então, bem como junto à sede do banco em Brasília;

3) Segundo a gerência estadual da agência da Caixa Econômica Federal, detentora do convênio de pagamento da folha de servidores da Ufam, em resposta ao nossos vários questionamentos informou, já na data de 06/02/2018, que o ocorrido no mês de fevereiro de 2018, em âmbito nacional, relaciona-se ao fato da Caixa ter migrado a folha de pagamento do Mpog para um sistema que processa toda a folha de forma automatizada, sem necessidade de comandos manuais na agência, porém ocorreu uma falha tecnológica, a qual impediu o credito automatizado.  E que desde o momento da detecção da situação a Gerencia Nacional de Pessoa Jurídica Publica da Caixa, em Brasília, vem tentando regularizar a folha, sem solução até o presente momento.

4) Por fim, a mesma gerência informa que o banco busca ter uma solução para o caso até o final do dia de hoje (06/2)

Neste sentido, a Ufam reforça o compromisso e o empenho em comunicar às autoridades competentes para solucionar o problema de atraso de pagamentos dos (as) beneficiários (as), bem como a busca pelas respostas necessárias à comunidade. Assim, informamos aos servidores afetados que estaremos em contato direto com a gerência supramencionada do banco a fim de obter quaisquer novas informações com previsões corretas até que o problema esteja completamente sanado.

Fazenda Experimental disponibiliza patos para venda nos dias 7 e 9

Por Sandra Siqueira
Equipe Ascom

 

A Fazenda Experimental da Ufam (Faexp) realiza, nos dias 7 e 9 de fevereiro, a venda de patos para o público em geral.

Valores:

Pato 90 dias R$ 30,00 (atacado); R$ 45,00 (varejo);

Pato 50 dias R$ 10,00 (atacado); R$ 15,00 (varejo);

Pato 30 dias R$ 5,00 (atacado); R$ 10,00 (varejo);

Pata 90 dias R$ 20,00 (atacado); R$ 25,00 (varejo).

A venda dos produtos é realizada normalmente as segundas e sextas-feiras. Nesta semana, a quarta-feira foi incluída devido à grande quantidade de aves a serem comercializadas. Além dos patos, é possível adquirir legumes, verduras, ovos, peixes, galinhas e carneiros. As vendas são presenciais na sede da Fazenda Experimental da Ufam, localizada no Km 38 da BR 174, Manaus-Boa Vista.

Informações: (92) 99510-5590