Centro de Artes realiza abertura da exposição "Poemas Visuais", nesta sexta-feira, 5

 

 

O Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas -Caua- realiza a abertura da exposição “Poemas Visuais”, do artista visual amazonense, Oscar Ramos. A abertura ocorre nesta sexta-feira, 5, às 19h, na Galeria do Caua, na Rua Monsenhor Coutinho, número 724, no Centro. A visitação da exposição inicia na segunda-feira, 8, de segunda a sexta, até o dia 27 de agosto, das 8h às 12h e das 14h às 17h. A curadoria é de Afrânio Santos.

Laboratório de Geografia Humana promove Colóquio “Espaço, Virtualidade, Semiótica, GPS e Videogame”. Evento acontece no dia 25 de agosto

No dia 25 de agosto, o Laboratório de Geografia Humana da Universidade Federal do Amazonas promove o Colóquio “Espaço, Virtualidade, Semiótica, GPS e Videogame”.

Espaços, Tempos, Linguagens, Signos e Tecnologia no centro do debate

Coordenado pelo professor doutor Ricardo Nogueira, o evento pretende trazer ao debate o avanço surpreendente das tecnologias que mudaram as noções de Espaço e Tempo na vida da humanidade. “Ptolomeu (150 d.C) adoraria ver nos smartphones a cartografia completa da Terra, muito além dos oito mil lugares mapeados por ele em sua obra Geografia. O Eratóstenes (IV a.C.) ficaria surpreso ao ver um equipamento de GPS (Global Positionning Sistem) utilizando seus princípios de latitude e longitude.De um instrumento de poder restrito no passado, o mapa e a localização das coisas sobre a superfície da Terra (Google Earth) ganharam uma difusão fantástica com as novas tecnologias. Estar on-line, estar numa rede, implica numa nova espacialidade do Ser, estar imerso num mundo de informações, numa nova forma de sociabilidade, com nossas localizações controladas remotamente. Ao promover o Colóquio, nossa intenção é tentar compreender todo um universo que está por trás da tela de um computador ou smartphone que nos envolve, mexe com sentimentos e comportamentos”, destaca o coordenador do Colóquio.Coordenador do Colóquio, professor Ricardo Nogueira. “Espaços, Tempos, Linguagens, Imagens, Signos e Tecnologia estão no centro do debate” Coordenador do Colóquio, professor Ricardo Nogueira. “Espaços, Tempos, Linguagens, Imagens, Signos e Tecnologia estão no centro do debate”

Debatedores convidados

Participam do evento como debatedores o Prof.Dr. Odeney Ribeiro, (Sociólogo); a Profa. Dra. Mirna Feitoza (Jornalista); o Prof. Msc. Rogério Marinho (Geógrafo) e o Prof. Dr. Jucimar Júnior (Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos - UEA).

O evento acontece no dia 25 de agosto, a partir das 9h, no auditório Rio Solimões do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), Setor Norte do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho.

Inscrições

Os interessados podem se inscrever no dia do evento com os organizadores do Colóquio. Os participantes receberão um certificado de 4 horas complementares, emitido pelo Departamento de Geografia. Mais informações, através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

 

 

 

Faculdade de Estudos Sociais promove debate sobre o futuro profissional do Administrador

O bate papo “Me formei. E agora?” será realizado na segunda-feira (08), no Auditório Rio Amazonas, localizado na Faculdade de Estudos Sociais (FES), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) a partir das 18h30.

O objetivo do debate é trazer à tona a discussão sobre o futuro profissional do Administrador recém-formado na academia, em termos de oportunidades para o exercício da profissão, seja na área pública, privada ou na economia empreendedora.

O evento contará com a presença da diretora da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (ESPI), Luiza Rebelo; da gerente de RH da Caloi, Silvana Aquino; do gestor do restaurante Sabor a Mi, Ricardo Felicori; além do diretor da FES, professor Sylvio Puga e dos discentes do Departamento de Administração da Ufam.

A atividade é gratuita e aberta para a comunidade. Inscrições podem ser feitas pelo site do evento

Estudantes da FCA participam de evento em Iranduba

Os professores da Faculdade de Ciências Agrárias da Ufam, José Ferreira, Jânia Lilia e Sônia Albertino, e mais 25 alunos do PET, PIBIC, mestrado e doutorado do Programa de Pós Graduação em Agronomia Tropical irão a Fazenda Santa Rosa, no município de Iranduba, participar do evento “Dia de Campo Coberturas Vegetais e Novos Porta-Enxertos na Citricultura do Amazonas”, sobre plantas de cobertura de solo em cultivo de citros no Amazonas. O evento é resultado de um projeto financiado pela Fapeam, em parceria com a Embrapa Manaus, Embrapa Fruticultura e Mandioca, de Cruz das Almas da Bahia.

Órgãos como Adaf, Idam, Sepror estarão presentes ao evento e será apresentado um novo tipo de laranja que está sendo pesquisada para introdução no mercado amazonense. O grupo sai da Prefeitura do campus, às 7h30, desta quarta-feira, 3, em um micro-ônibus  e tem o retorno programado para às 11h30.

Convite

O chefe-geral da Embrapa Amazônia Ocidental, Luiz Marcelo Brum Rossi, convida para o Dia de Campo Coberturas Vegetais e Novos Porta-Enxertos na Citricultura do Amazonas, com o objetivo de divulgar, entre técnicos, extensionistas e agricultores da região citrícola do Amazonas, os princípios da produção integrada, com ênfase na utilização de coberturas vegetais, período crítico de interferência de plantas infestantes, desempenho de cultivares-copa e porta-enxertos.

O evento é realizado pela Embrapa Amazônia Ocidental e a Embrapa Mandioca e Fruticultura, em parceria com a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com o apoio da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) e o patrocínio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). 

Locais: 

Estações 1 e 2: Fazenda Santa Rosa (Estrada do Caldeirão, Km 5) 

Estação 3: Campo Experimental do Caldeirão (Rodovia Manoel Urbano, Km 13, Estrada do Caldeirão, Iranduba, AM).

Projeto: Pesquisa e Transferência de Tecnologias para o Desenvolvimento da Citricultura no Estado do Amazonas

Instrutores: 

Cícero Cartaxo de Lucena – Embrapa Mandioca e Fruticultura

Cláudio Luiz Leone Azevedo – Embrapa Mandioca e Fruticultura

Gerlândio Suassuna Gonçalves – Universidade Federal do Amazonas

José Eduardo Borges de Carvalho – Embrapa Mandioca e Fruticultura

José Ferreira da Silva – Universidade Federal do Amazonas

Terezinha Batista Garcia – Embrapa Amazônia Ocidental

Walter dos Santos Soares Filho – Embrapa Mandioca e Fruticultura

 

Programação:

8h - Recepção e credenciamento

8h10 - Estação 1: Implantação e manejo de coberturas vegetais em pomares de citros no Amazonas (na Fazenda Santa Rosa)

José Eduardo Borges de Carvalho  –  Embrapa Mandioca e Fruticultura

Cícero Cartaxo de Lucena  –  Embrapa Mandioca e Fruticultura

9h - Estação 2: Período crítico de interferência de plantas infestantes na citricultura do Amazonas (na Fazenda Santa Rosa)

José Ferreira da Silva  –  Universidade Federal do Amazonas

Gerlândio Suassuna Gonçalves  –  Universidade Federal do Amazonas

10h - Estação 3: Avaliação de porta-enxertos para citricultura do Amazonas (no Campo Experimental do Caldeirão)

Walter dos Santos Soares Filho  –  Embrapa Mandioca e Fruticultura

Terezinha Batista Garcia  –  Embrapa Amazônia Ocidental

Cláudio Luiz Leone Azevedo  –  Embrapa Mandioca e Fruticultura

12h30 - Encerramento

Acesse:

Convite: http://webftp.cpaa.embrapa.br/NCO/Dia%20de%20Campo%203%20Agosto%202016/Convite_DC_Citros_AGOSTO2016_web.pdf

Folder: http://webftp.cpaa.embrapa.br/NCO/Dia%20de%20Campo%203%20Agosto%202016/Folder_DC_Citros_AGOSTO2016_web.pdf

Cartaz: http://webftp.cpaa.embrapa.br/NCO/Dia%20de%20Campo%203%20Agosto%202016/Cartaz_DC_Citros_AGOSTO%202016_web.pdf

 

 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Folder_DC_Citros_AGOSTO2016_web.pdf)Veja Cartaz[ ]294 kB

XIII Festival Folclórico da Ufam: reunião com os Centros Acadêmicos será nesta quarta-feira (3)

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGesp), por meio do Departamento de Assistência Estudantil - Divisão de Esporte Lazer e Cultura, dando continuidade a organização do  XIII FESTIVAL FOLCLÓRICO da  Universidade Federal do  Amazonas com o tema: Cultura dos Países Vivendo a Diversidade, convida os representantes dos centros Acadêmicos para participarem da reunião a  ser realizada na quarta-feira dia (3), às 12h no Auditório  Paulo Burhein, setor Sul do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho.

Pautas:

Confirmação de inscrição;

Entrega dos Cartazes;

Premiação para os Centros acadêmicos pela  participação no XIII Festival Folclórico;    

O Que houver. 

Daest: (92) 3305-1795. E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Notícias relacionadas

XIII Festival Folclórico convoca Centros Acadêmicos para reunião nesta quinta-feira (21)

XIII Festival Folclórico da Ufam: reunião com os Centros Acadêmicos será na quinta-feira (7)

Progesp convida Centros Acadêmicos para reunião sobre o XIII Festival Folclórico nesta quinta (30)

 

UFAM realiza homenagem aos servidores ativos há 30 anos e aposentados nesta sexta-feira (5)

Faculdade de Ciências FarmacêuticasFaculdade de Ciências FarmacêuticasNa próxima sexta-feira (5), a Universidade Federal do Amazonas realiza homenagem aos seus servidores ativos com 30 anos de Instituição e aposentados, de 2013 a 2015. A cerimônia ocorrerá às 16h, no auditório da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF), localizado no setor Sul do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, em Manaus.

As homenagens fazem parte do projeto “Ufam te reconhece” do Departamento de Saúde e Qualidade de Vida (DSQV), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP), que tem como objetivo evidenciar o papel dos servidores dentro da Instituição, através de ações direcionadas para aqueles com tempo para aposentar e aposentados.

Acesse a lista dos homenageados: 

Curso de Administração da Ufam promove eventos com foco no Empreendedorismo

As palestras são gratuitas e abertas ao público em geral, e ocorrem no dia 01 e 02 de agosto, às 18h, no auditório Rio Amazonas, localizado na Faculdade de Estudos Sociais, setor norte do Campus Universitário.

No dia 01 o empresário Sérgio Tomaz Avelino Filho apresenta a palestra "Empreendedorismo e a Missão do Administrador". Egresso do curso de Administração da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Diretor da empresa Primazia Condomínios, Sérgio falará sobre os componentes para o sucesso de um empreendimento e de como permanecer vivo no mercado atual. As inscrições podem ser realizadas pelo link, e presencialmente na hora do evento.

De acordo com Jade Lima, membro da comissão organizadora, a palestra é de extrema relevância tanto para a comunidade acadêmica quanto ao público externo. “É um tema tão atual, dinâmico e complexo que abrange todas as organizações no que concerne ao papel fundamental do administrador aplicado ao empreendedorismo”, afirmou.

Já a palestra “Organizando Ideias: Desenvolvendo Metas pessoais e profissionais para o sucesso de um negócio” ocorrerá no dia 02 e será ministrada pelo bacharel em Administração Erick Araújo, Consultor de Empresas e Facilitador. As inscrições também podem ser feitas no site do evento e presencialmente, na hora da palestra.  

Segundo a discente Ádria de Azevedo, as palestras de Erick são marcadas por humor e exemplos do cotidiano, com doses de Stand up para tornar a linguagem atrativa e envolvente ao público. “Ele nos ensina de forma fácil e dinâmica como mantermos o foco e alcançarmos as metas previamente estipuladas, economizando o tempo e eliminando retrabalhos”, enfatizou. 

Ao final das palestras serão disponibilizados cofee-break, brindes, além de certificado de horas complementares. Telefones: (92) 9119-2072 e (92) 9242-9799

Centro de Artes recebe estudantes de Parintins

 

O Centro de Artes da Ufam realiza nesta segunda-feira, 1°, o evento “Imersão Cultural” destinada aos alunos do curso de Artes Visuais da Ufam do campus de Parintins. A programação conta com apresentações de bandas que utilizam o espaço do CAUA para ensaio, como o Grupo Puxirum, bem como oficinas voltadas para o Curso de Artes Visuais, mas que não fazem parte da grade curricular do curso, como o Mosaico. Os 45 alunos farão um tour pelo CAUA e alguns participarão de atividades na galeria. O evento ocorre das 14h às 20h.

Cine & Vídeo Tarumã faz homenagem ao cineasta Hector Babenco

A primeira semana do mês de agosto é de homenagem no Cine & Vídeo Tarumã. O projeto traz uma programação em homenagem ao diretor argentino e naturalizado brasileiro Hector Babenco, falecido em julho deste ano. A programação busca exibir três filmes que ilustram alguns momentos marcantes de sua carreira no cinema. O cineasta fez uma carreira no Brasil com filmes de peso, tendo sido indicado ao Oscar de melhor diretor pelo filme "O beijo da mulher aranha", em 1985. Sua contribuição para o cinema, principalmente brasileiro, é notável e será sempre lembrada.

Segunda-feira, 1º de agosto, começaremos com o filme Pixote: A Lei do Mais Fraco. Pixote foi abandonado por seus pais e rouba para viver nas ruas. Ele já esteve internado em reformatórios e isto só ajudou na sua "educação", pois conviveu com todos os tipos de criminosos e jovens delinquente. Ele sobrevive tornando-se um pequeno traficante de drogas, cafetão e assassino, mesmo tendo apenas onze anos.

Na quarta-feira, dia 3, teremos o filme O Beijo da Mulher Aranha. Em uma prisão na América do Sul, dois prisioneiros dividem a mesma cela. Um é homossexual e está preso por comportamento imoral e o outro é um prisioneiro político. O primeiro, para fugir da triste realidade que o cerca, inventa filmes cheios de mistério e romance, mas o outro tenta se manter o mais politizado possível em relação ao momento que vive. Mas esta convivência faz com que os dois homens se compreendam e se respeitem.
Sexta-feira, dia 5, a programação encerra com o filme Meu Amigo Hindu. Diego é um cineasta diagnosticado com câncer terminal, cuja única chance de sobrevivência é se submeter a um transplante de medula óssea experimental, que apenas é realizado nos Estados Unidos. Assim, ele parte para Washington, mas antes decide se casar e se despedir dos amigos. Já no hospital, ele conhece um menino hindu de apenas oito anos, que também está internado. Logo Diego passa a vivenciar com ele aventuras fantasiosas, inspiradas no cinema, que ajudam a suportar a dura realidade que os cerca.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas, com as sessões acontecendo às 12h30, no auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do campus universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da locadora Take Video Locadora.

Neai aborda reflexões sobre conhecimentos e práticas indígenas além dos contextos “tradicionais”, na sexta-feira (5)

O Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena da Ufam realiza na próxima sexta-feira (5) mais um Seminário de Pesquisa, desta vez com a participação de dois pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que juntos irão abordar reflexões sobre conhecimentos e práticas indígenas além dos contextos 'tradicionais', através de exposições. O Seminário inicia às 14h, na Sala 12 do Neai, localizada na Faculdade de Direito (FD), setor Norte do Campus Universitário da Ufam, senador Arthur Virgílio Filho.

Sobre as exposições

O tema do seminário será apresentado, através de exposições, pelos pesquisadores Tiago Coutinho e Nina Vincent, ambos do Núcleo de Arte, Imagem e Pesquisa Etnológica (Naipe), coordenado pela professora Els Lagrou, do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (Ifcs) da Ufrj. Os palestrantes apresentarão pesquisas realizadas em Paris e no Rio de Janeiro:

Nina Vincent – a pesquisadora irá apresentar para o público uma analise da exposição “Maori. Seus tesouros têm alma” apresentada no museu do quai Branly, em Paris, França, no período de setembro de 2011 a janeiro de 2012, fruto do seu trabalho de dissertação. A exposição apresentou a cultura e a arte dos Maori, povo indígena da Nova Zelândia, e foi a primeira experiência de “curadoria nativa” realizada na instituição, que culminou com o repatriamento para a Nova Zelândia de vinte crânios mumificados maori que pertenciam a coleções de museus franceses.

A exposição marca o encontro do Museu Te Papa Tongarewa, da Nova Zelândia, que preconiza controle nativo sobre os objetos levados para Europa por colonizadores, e o Museu do quai Branly, um museu de “arte etnográfica”, herdeiro de coleções coloniais e de uma visão universalista de culturas e de suas produções artísticas.

Partindo de descrição etnográfica e análise estética, Nina explorou o processo de atribuição de agência a uma exposição, através da atividade curatorial. Para tanto, foram relacionados elementos visuais e discursivos presentes na exposição e mobilizados para sua realização, explicitando o papel desempenhado por ela no discurso de “diálogo entre culturas” proposto pela instituição francesa. São trazidos contrapontos encontrados nas propostas curatoriais de outras exposições temporárias da mesma instituição e de sua exposição permanente, revelando o protagonismo do curador – que assume formas variadas, mais ou menos explicitadas – como principal mediador entre público e construções culturais traduzidas esteticamente.

"Paris, Maori: O Museu e seus outros" ganhou o prêmio de melhor dissertação pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais(Anpocs) em 2014. Nina é mestre e doutoranda pela Ufrj.

Tiago Coutinho – com início em situações reais de interações vivenciadas ao longo dos quatro anos de pesquisa de campo, que teve como objeto um ritual terapêutico de consumo de ayahuasca conduzido por dois jovens pajés Kaxinawa na cidade do Rio de Janeiro, o principal objetivo da exposição de Tiago é propor uma discussão sobre as compatibilidades equívocas que tornam possíveis a interação de índios e brancos em um contexto de consumo urbano de ayahuasca.

Apresentando alguns contextos interativos que ultrapassam até mesmo o eixo espaço-temporal do rito, foi explorada a sensação de mútua compreensão que acontece graças ao “efeito sinônimo” (synonymy effect) que coloca, por exemplo, espíritos e seres mitológicos no mesmo patamar de estados psicológicos e sentimentais, criando um continum metafórico entre os envolvidos na comunicação. Os dados etnográficos coletados durante o período do trabalho de campo sugerem que os ritos urbanos do Nixi Pae exploram as compatibilidades equívocas entre dois termos que dão origem à comunicação em jogo: Yube e o inconsciente. Tiago Coutinho é mestre e doutor pela Ufrj, e pós-doutorando na Fiocruz. 

CAUA realiza oficinas de Mosaico, Grafite e Serigrafia Artística neste sábado (30) na Praia do Tupé

Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do TupéReserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do TupéNo próximo sábado (30) um grupo de professores do Centro de Artes da Ufam (CAUA), dentre eles o diretor, professor Paulo Simonetti, irá para a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, realizar oficinas de Mosaico, Grafite e Serigrafia Artística. As atividades serão realizadas em conjunto com o Programa de Extensão Universitária Tupé, sob coordenação da professora Ellen Barbosa de Andrade, do departamento de Engenharia Civil, da Faculdade de Tecnologia.

O Programa Tupé atua nas comunidades da RDS desde 1997, contribuindo para a elaboração e implementação de políticas públicas diversas, de gestão e educação ambiental, arquitetura, engenharias, saneamento básico, arqueologia, design, artes, energia, cultura, turismo e lazer, bem como contribuindo para a mobilização contínua, das comunidades rurais atendidas e das instituições que atuam nas localidades da RDS, visando, principalmente, a melhoria das condições de vida das populações tradicionais da Reserva.

As oficinas do CAUA serão oferecidas a 45 comunitários que já participaram dos cursos, com o objetivo de ensinar técnicas de grafite e estampa em camisas, através do uso do estêncil e produção de objetos decorativos na técnica de Mosaico. Os produtos serão vendidos no Festival do Morcego, evento que ocorre em agosto, no Tupé, dando oportunidade de uma renda extra aos comunitários. As oficinas serão realizadas no horário de 8h às 15h.

CAUA: Telefone: (92) 3305-5150. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

HUGV promove ação no Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais nesta quinta-feira (28)

O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), promove nesta quinta-feira (28), uma ação em alusão ao Dia Mundial da Luta Contra as Hepatites Virais. Serão realizadas palestras, testagem de Hepatites (teste rápido), além da entrega de preservativos e folhetos informativos.

A Iniciativa tem como objetivo sensibilizar profissionais, residentes e internos, além de pacientes e seus acompanhantes, sobre a importância da prevenção de Hepatites Virais, causadas por vírus e podendo ser transmitidas por contato com o sangue ou por contato sexual. As Hepatites são doenças silenciosas que prejudicam o fígado, podendo levar a cirrose e ao câncer.

No Brasil são mais comuns os tipos de Hepatite A; B; e C, enquanto os tipos D e E, ocorrem com mais incidência na Ásia e na África. O tratamento é realizado por meio do Serviço Único de Saúde (SUS).

UFAM recebe palestra sobre diferentes tipos de vistos estudantis em agosto

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio da Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (Arii), em parceria com a Seção Consular da Embaixada dos Estados Unidos, promove no dia 9 de agosto, às 14h, no Auditório Rio Amazonas, da Faculdade de Estudos Sociais (FES), setor Norte do Campus, a palestra sobre esclarecimento de dúvidas sobre os diferentes tipos de vistos estudantis. Serão abordados os temas:

  • Visto de Estudante, com foco nos vistos de categoria F1 e J1;
  • Intercâmbio para professores e pesquisadores;
  • Programa “Summer Work and Travel”.

Os interessados em participar devem realizar as inscrições através do site. Ao fim do evento, os inscritos irão receber o certificado de participação emitido pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEXT).

A palestra é realizada pela Seção Consular da Embaixada dos Estados Unidos, órgão responsável pela emissão de vistos de não-imigrantes para os Estados Unidos. Em 2016, os Estados de Goiás; Amapá; Minas Gerais; Tocantins; e Brasília receberam a palestra realizada pelo Oficial Consular, Joel Fitch, e por Matheus Lins, funcionário da Seção Consular.

Mediação realiza Workshop de Pesquisas para o Desenvolvimento de Diagramas

O Grupo de Pesquisa em Semiótica da Comunicação da Universidade Federal do Amazonas -Mediação- promove o Workshop de pesquisas para o desenvolvimento de diagramas. O evento iniciou nesta segunda-feira (25) e vai até quinta-feira (28), na sala 16, do bloco Mário Ypiranga Monteiro, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras -ICHL. A entrada é gratuita e aberta ao público.

As atividades do curso iniciaram ontem, segunda-feira, dia 25, com a cerimônia de abertura proferida pela professora do Departamento de Comunicação Social da Ufam e coordenadora do grupo Mediação, Mirna Feitoza Pereira e as apresentações de Francisco Rider da Silva (Lugar Uma de Artes) com “Diagramas de geografias brasileiras aonde ocorrem jogos de crianças: quintais, terreiros, chãos em diálogo com a dança contemporânea”  e “Jogo e autismo: estudos diagramáticos” de Andrielle Oliveira (PPGCCOM/Ufam).

Nesta terça-feira, dia 26, das 14h às 17h, acontecerão as apresentações “Eis aqui o templo dos excluídos da cultura: como pensam as imagens” de Sue Cursino (PPGSCA/Ufam); “Comunicação e saúde: neurovidas em rede” de Daiana Gualberto (PPGCCOM/Ufam) e “Aroma de ambiente da marca Farm” de Sarah Batista (PPGCCOM/Ufam).

Na quarta-feira, 27, está programada para o evento a palestra “Diagramas e modelização: representações diagramáticas do pensamento” da professora da Universidade de São Paulo, Irene Machado, das 14h às 17h.

No dia 28, na quinta-feira, ocorre as apresentações “A memória urbanística de Manaus e sua relação com as águas por meio do Prosamim” de Beatriz Goes (PPGCCOM/Ufam); “Games e cultura: diagramas iniciais das linguagens da série Meral Gear Solid” de Marcus Cordeiro (PPGCCOM/Ufam) e “Representações iconográficas do projeto Pensamento Diagramático” de Hannah Pinheiro (Mediação/Ufam).

Contato pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Fórum das Licenciaturas da Ufam será na sexta-feira (29)

Com o objetivo de estabelecer a interlocução acadêmica acerca da formação inicial e contínua de professores na Universidade Federal do Amazonas, na próxima sexta-feira (29), no horário de 8h30 às 12h, será realizada mais uma assembléia do Fórum das Licenciaturas, no auditório Paulo Bürnheim, setor sul do Campus. Pauta: Um diálogo sobre as Políticas Públicas na rede estadual e municipal de ensino do Amazonas: ratificando parcerias com a Universidade Federal do Amazonas.

Desde 2010, o Fórum das Licenciaturas visa:

I – discutir a formação inicial e continuada de professores da educação básica, analisando seus desafios e seus impactos no que tange: reestruturação curricular dos cursos de licenciaturas; Identidade docente; O estágio curricular supervisionado; prática como componente curricular; avaliação da aprendizagem no ensino superior; retenção e evasão dos cursos, a didática do ensino superior.

II – definir posição institucional alinhada ao Plano Nacional de Educação – PNE diante do atendimento às demandas de formação de professores colocadas para as Instituições Federais de Ensino;

III - manter articulação permanente com representações docentes das diversas licenciaturas, representações dos programas de formação de professores, representações discentes, visando encaminhamento das questões referentes às proposições do Fórum;

III – manter articulação permanente com os demais Fóruns de Licenciaturas, com o objetivo de desenvolver ações conjuntas que visem a real integração;

IV – manter articulação permanente com a Secretaria de Estado de Educação, Secretaria Municipal de Educação, Conselho Estadual de Educação e o Conselho Municipal de Educação com vistas à constante ampliação das discussões que envolvem a educação básica e a formação de professores.

Segundo a presidente do Fórum, professora do Departamento de Literatura e Língua Portuguesa, Cássia Nascimento Bezerra do Nascimento, “Uma das questões norteadoras é a articulação entre a formação e a prática docente, analisando seus desafios e seus impactos na sociedade, que tem como extensão discutir a reestruturação curricular dos cursos de licenciaturas; a identidade docente, o estágio curricular supervisionado, a prática como componente curricular e avaliação da aprendizagem no ensino superior. O Fórum busca, igualmente, congregar discentes e docentes das licenciaturas da UFAM, bem como suscitar definição acerca do atendimento às demandas de formação de professores colocadas para as Instituições de Ensino Superior (IES)”.

O fórum vem mantendo suas assembleias bimestralmente conforme o regimento interno. A próxima assembleia será em setembro, ainda sem data definida.

Detecção de embarcações por imagens nos rios da Amazônia é tema da 259ª dissertação de mestrado do PPGI. Defesa ocorre no dia 29 de julho

A Coordenação do Programa de Pós-graduação em Informática da Universidade Federal do Amazonas (PPGI/UFAM) convida toda a comunidade acadêmica para a sessão pública de Defesa da 259ª Dissertação de Mestrado intitulada Detecção de Embarcações por Imagens nos Rios da Amazônia.

Proposta da pesquisa

A pesquisa propõe um método computacional capaz de detectar a movimentação de embarcações em um ambiente típico dos rios da Amazônia, pois os métodos existentes na literatura não se adequam ao cenário amazônico devido a inúmeros fatores, como por exemplo, a diversidade de composição de fundo da região. Além disso, métodos propostos na literatura foram desenvolvidos para ambientes com mar aberto, onde normalmente há apenas embarcações e água em cena. Neste trabalho, são usadas técnicas de processamento digital de imagens para a detecção do objeto em movimento e técnicas de aprendizagem de máquina para determinar a probabilidade do objeto observado ser um barco ou não. Essa dupla detecção reduz os falsos alertas emitidos pelo método proposto. Os experimentos realizados mostram que o método obteve 79% de ausência de erro, considerando todas as imagens, e precisão de 71% em cenas com embarcações, mostrando-se eficiente ao ser comparado com outras estratégias.

A defesa será realizada pelo discente Michel Marialva Yvano, às 9h da próxima sexta-feira, 29, na Sala de Seminários do Icomp, setor Norte do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho, em Manaus.

Banca examinadora

A banca examinadora será composta pela professora doutora Eulanda Miranda dos Santos (presidente); pelo professor doutor José Luiz de Souza Pio (PPGEE/UFAM); pelo professor doutor José Pinheiro de Queiroz Neto (IFAM) e pelo professor doutor José Reginaldo Hughes Carvalho (PPGI/UFAM).

 

 


 

 

NEPPD promove a palestra “Educação Infantil: Marcos Teóricos e Legais” nesta sexta-feira (29)

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , ou no local do evento com vagas limitadas.

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial (NEPPD), da Faculdade de Educação (FACED), realiza nesta sexta-feira (29) às 14h, no Auditório Rio Jatapú, setor norte do Campus, mais um Ciclo de Palestras e Debates Sobre Inclusão no Contexto Amazônico.

Neste ciclo a professora Maria Izania Alves de Souza, chefa da Divisão de Educação Infantil (DEI) da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) ministrará a palestra com o tema "Educação Infantil: Marcos Teóricos e Legais". 

A palestra, vinculada ao Programa de Apoio Educacional Especializado (PAEE), terá certificado de 4 horas e é indicada para todos os interessados pela temática. O objetivo é promover a socialização de conhecimentos e experiências entre professores, alunos e pesquisadores da educação, contribuindo na formação dos futuros e atuais educadores. 

 

 

Cine & Vídeo Tarumã exibe filmes inéditos nesta semana

O Cine & Video Tarumã da Ufam se dedica a um de seus objetivos primordiais que é o de oferecer ao público frequentador a oportunidade de visualizar obras cinematográficas que são preteridas nos cinemas convencionais de Manaus. Nesta semana foram selecionadas uma pequena mostra de filmes inéditos em nossa cidade. Confira a programação:

Nesta segunda-feira (25), será exibido o filme A Família Bélier, do francês Eric Lartigau. Na trama, Paula é uma adolescente francesa que enfrenta todas as questões comuns de sua idade: o primeiro amor, os problemas na escola, as brigas com os pais... Mas a sua família tem algo diferente: seu pai, sua mãe e o irmão são surdos e mudos. É Paula quem administra a fazenda familiar, e que traduz a língua de sinais nas conversas com os vizinhos. Um dia, ela descobre ter o talento para o canto, podendo integrar uma escola prestigiosa em Paris. Mas como abandonar os pais e os irmãos?

Na quarta-feira (27) será de O Abrigo, filme do americano independente Jeff Nichols. Curtis LaForche mora numa pequena cidade de Ohio com a esposa Samantha e sua filha de seis anos, que possui uma deficiência auditiva. Os dois trabalham pesado para juntar dinheiro a fim de suprir as necessidades especiais da filha, mas mesmo passando por algumas dificuldades, eles podem dizer que são felizes. Isso começa a mudar quando Curtis passa a ter pesadelos com uma tempestade apocalíptica e começa a ficar obsessivo. Ele constrói um abrigo no quintal e desperta a preocupação da esposa e a desconfiança dos amigos e colegas de trabalho.

Encerrando a programação, na sexta-feira (29) será exibido o filme Elles, da diretora polonesa Malgorzata Szumowska. O filme conta a história de Anne, jornalista de uma grande revista voltada para o público feminino, que está trabalhando em uma matéria sobre a prostituição estudantil. Ela consegue os depoimentos de duas estudantes de Paris, Alicja e Charlotte, que abrem suas vidas sem pudor ou vergonha. Tais confissões acabam ecoando no dia a dia de Anne e interferindo em seus relacionamentos pessoais.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

HUGV realiza semana de Iniciação Científica

O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) realiza, de 25 a 27 de julho, no auditório do anexo 1 do HUGV, localizado na Rua Santos Dumont, nº 218, esquina com Av. Ayrão – Edifício Luiza Melo - 3º andar, altos do banco HSBC, o Encontro Científico do programa de Iniciação Científica do HUGV (PAIC-HUGV). Na programação (em anexo) do evento coordenado pela Gerencia de Ensino e Pesquisa do Hospital, haverá palestras e oficinas com o objetivo de fomentar a produção acadêmico científica no hospital.

A gerente de ensino e pesquisa do hospital, Miharu Matos, ressalta que “este evento tem o propósito de incentivar professores, servidores e alunos em atividades de pesquisa no HUGV, em especial a iniciação científica, fortalecendo assim a integração entre o ensino, pesquisa e assistência. A realização de palestras, oficinas e apresentação dos resultados dos trabalhos desenvolvidos no âmbito do HUGV propiciam a construção do conhecimento e o desenvolvimento da investigação e produção científica”. Além de palestras e oficinas, a gerente ressalta a apresentação de projetos desenvolvidos no hospital e as boas-vindas aos novos bolsistas que irão implantar seus novos projetos.

Ao todo, oito projetos participarão do PAIC-HUGV 2016-2017, recebendo bolsas concedidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado Amazonas (Fapeam) por um período de 12 meses. 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (programação PAIC HUGV.pdf)programação PAIC HUGV.pdf[ ]444 kB

Programa de Visitas da Ufam recebe alunos de escola pública de Iranduba nesta sexta-feira (22)

Com o objetivo de estimular a participação dos alunos nos processos seletivos para a entrada em um curso de nível superior, a escola pública EETI - Maria Izabel Desterro e Silva, localizada no município de Iranduba, programou uma visita à Ufam, que ocorrerá no dia 22, pela manhã, em que os visitantes conhecerão os setores Sul e Norte da Universidade.

A visita servirá de incentivo para que os alunos se dediquem aos estudos visando conseguir uma vaga na universidade por meio dos processos seletivos ENEM e PSC, dando continuidade aos seus estudos para que possam atuar futuramente na localidade em que nasceram.

No projeto enviado à coordenação do VIP, estava posto que a escola, com essa visita, acredita que “ levar turmas de alunos do 9º ano do ensino fundamental e do 1º ano do ensino médio a uma visita à Universidade Federal do Amazonas - UFAM entusiasme os discentes com a perspectiva de virem a se tornar alunos desta conceituada instituição”.

A finalidade do VIP é a de possibilitar aos visitantes um olhar diferenciado sob a relevância da Instituição no contexto amazônico, bem como destacar a importância de se ingressar em curso de nível superior, em especial em uma universidade pública federal.

O VIP já recebeu diversificados grupos de visitantes, como comunidades indígenas, estudantes da Ufam, docentes e discentes da rede pública e privada de ensino, de universidades estrangeiras, intercambistas, dentre outros visitantes.

Sobre o VIP

Desde 2008, o Programa possibilita aos públicos interno e externo da Universidade um conhecimento maior sobre o funcionamento da instituição, apresentando ações e atividades desenvolvidas pelos seus diversos setores. Além disso, o visitante pode observar toda a dinâmica da instituição, por meio de visitas aos laboratórios, bibliotecas, cursos e também aos projetos de pesquisa e extensão. O VIP é coordenado pela professora Célia Carvalho, do departamento de Comunicação Social.

As visitas podem ser agendadas via e-mail (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ) ou pelo celular (92) 98415-2419.

Centro de Artes inscreve para oficina de música e dança

O Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas -CAUA- abre inscrições, na próxima segunda-feira, 25, para oficinas de artes. Serão oferecidas oficinas de música e dança, ministradas no período vespertino, com carga horária de 15h. As inscrições começam na segunda-feira, dia 25 e vão até o dia 29 de julho, no CAUA, na Rua Monsenhor Coutinho, 724, no Centro. É necessário apenas a cópia da carteira de identidade para realizar a inscrição. Telefones: 3305-5150 e 3305-5183.

Veja programação das oficinas:

1.   OFICINA - HARMONIA II – APLICADA AO PIANO
Período: 25 a 29 de julho de 2016, das 14h às 17h

Monitor: professor Anderson Farias
Proposta: a proposta deste trabalho é fomentar uma base sólida para alunos intermediários e avançados, fundamentos da harmonia funcional voltados para a música instrumental brasileira e jazz, com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento do intelecto musical, construção do processo criativo, trazendo informações coerentes e alicerçadas para o crescimento e êxito musical de cada aluno participante.
Pré-requisito: conhecimento teórico, harmonia, cifras, leitura e improvisação.
Público-alvo: a partir de 15 anos
Carga Horária: 15h

 

2.   OFICINA - Violino e prática de conjunto
Período: 25 a 29 de julho de 2016, das 14h às 17h.

Monitor: professor Elidielson Lourenço dos Santos
Proposta: a proposta deste trabalho é aprimorar técnica de mão esquerda e direita com exercícios do método Keutzer e desenvolver prática de conjunto com peças do período Barrôco.
Pré-requisito: tocar um instrumento de cordas (violino, viola ou violoncelo).
Público-alvo: a partir 15 anos
Carga horária: 15h

 

3.   OFICINA DE DANÇA - Prática da performance
Período: 25 a 29 de julho de 2016, das 14h às 17h.

Monitor: professor Demmy Ribeiro
Proposta: a proposta deste trabalho é fomentar através desta oficina a realização do estudo da performance colaborativa, utilizando diferentes meios e técnicas de composição dramática. Serão colocadas em prática as diversas linguagens existentes na performance, a partir do uso da improvisação e explorar o corpo em outros ambientes.
Pré-requisito: bailarinos e atores
Público-alvo: a partir 15 anos
Carga Horária: 15h

 

4.   OFICINA - Master-class de violão
Período: 25 a 29 de julho de 2016, das14h às 17h.

Monitor: professor Robert Ruan de Oliveira Barbosa
Proposta: a proposta deste trabalho é convidar professores e estudantes de violão a participar do Master-class promovendo uma interação e enfoque na diversificação do repertório violonístico segundo os estilos musicais: renascimento, barrôco, clássico, romântico e contemporâneo. Proporcionar aos alunos um máster-class para que os mesmos possam aperfeiçoar as suas técnicas e interpretação.
Pré-requisito: tocar o instrumento
Público-alvo: a partir 15 anos
Carga Horária: 15h.

 

5.   OFICINA - Educação Musical para Professores do Ensino Fundamental
Período: 25 A 29 de julho de 2016, das 14h às 17h.

Ministrante: professora Regina Harder
Ementa: a proposta deste trabalho é conscientizar professores do Ensino Fundamental sobre a importância do ensino de música na escola e como colocar em prática o mesmo na sala de aula.
Público-alvo: professor de Ensino Fundamenta e acadêmicos.
Carga Horária: 15h.

Ufam participa do V Workshop de Tecnologia Social no Inpa em agosto

Nos dias 3 e 4 de agosto o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) sedia o V Workshop de Tecnologia Social com o tema: "Inovação Social e Desenvolvimento Regional". O evento é gratuito e está com inscrições abertas. (Acesse aqui).

O objetivo é divulgar e tornar conhecidas as propostas tecnológicas desenvolvidas pelo Inpa, além de reunir parceiros e mostrar as experiências de campo dos trabalhos realizados.  Podem participar pesquisadores, gestores públicos e privados, estudantes, produtores rurais e demais interessados no assunto. 

Durante os dois dias do evento estão programadas palestras, debates e troca de experiências com o público, como demonstrações de tecnologias sociais (prática de campo) e exposições. A conferência de abertura será feita pela doutora em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Maíra Baungarten Corrêa, que falará sobre “Comunicação em Ciência e Tecnologia: como construir um debate público sobre o conhecimento e inovação?” (Programação)

Professora da Ufam no Workshop

No dia 4, às 8h30, no auditório da Ciência, a professora do Departamento de Serviço Social da Ufam, Débora Cristina Bandeira Rodrigues, participa do Workshop com a palestra `Conhecimentos tradicionais e mecanismos de proteção´.

Débora pretende fazer breves abordagens sobre Biodiversidade e Conhecimentos Tradicionais Associados; Marcos Legais de Propriedade Intelectual, discutindo ainda as práticas sócio-culturais no  manejo  de  plantas  medicinais  nas comunidades ribeirinhas de Mucajá e Ebenézer, em Maués/AM. A discussão pretende fomentar debate em torno da construção de políticas publicas de proteção  aos  conhecimentos  tradicionais  na Amazônia, e já foi tema de doutorado.  

“O tema está relacionado a tese “Estudo para identificação de mecanismos de proteção aos conhecimentos das populações tradicionais: estudo de caso das comunidades Ebenézer e Mucajá em Maués/AM”, defendida no Programa Multi-Institucional de Pós-Graduação em Biotecnologia (Ppgbiotec), em 2009. A discussão em torno da propriedade intelectual dos conhecimentos tradicionais associados ao manejo dos recursos naturais vem sendo debatida, sobretudo a partir dos avanços das pesquisas nas áreas biotecnológicas na contemporaneidade”, explica Débora Rodrigues.

Além da palestra, a pesquisadora também apresentará seu livro, fruto do doutorado, lançado em 2015 com o financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) em parceria com a Editora da Ufam (Edua).

Exposição de capas de discos de vinil está em cartaz no Centro de Artes

Exposição de capas de discos de vinil está em cartaz no Centro de Artes até a sexta-feira, dia 22 de julho. O acervo em exposição conta com mais de 200 capas de discos desde a década de 1950 até hoje. A iniciativa partiu de colecionadores da cidade que buscam espaços de visibilidade para a cultura do vinil, que nunca deixou de ter adeptos, especialmente por suas capas artísticas e pelo fator histórico do registro musical das gerações passadas. Produções independentes da indústria fonográfica e peças de colecionadores e pesquisadores estão entre as atrações.

Vinil – Os discos de vinil começaram a ser produzido em 1951, substituindo os discos de goma-laca de 78 RPM. Passaram de 10 polegadas para o formato mais conhecido dos ‘bolachões’, com 12 polegadas. A cultura do vinil continua muito forte. Um exemplo disso é representado pelas vendas expressivas de vitrolas em lojas virtuais como Amazon e Fnac em 2015.

A entrada é gratuita e a visitação ocorre de segunda a sexta (18 a 22), das 8h às 11h e das 14h às 17h, na Galeria do Centro de Artes da Ufam, na Rua Monsenhor Coutinho, 724, no Centro.

Cine & Vídeo Tarumã faz homenagem póstuma ao grande diretor Abbas Kiarostami

O Cine & Vídeo Tarumã faz um apanhado do cinema do aclamado diretor iraniano Abbas Kiarostami, que veio a falecer no dia 4 de julho desse ano. A programação “Tributo a Abbas Kiarostami” traz três filmes pontuais que ressaltam a beleza e genialidade do cinema desse grande diretor, que trabalha lindamente o realismo e a simplicidade diegética, mas com uma complexidade estilística que desconstrói os conceitos de realidade e verdade de uma maneira poética que encanta o espectador. Os filmes escolhidos para a programação são: Através das Oliveiras, Gosto de Cereja e Dez.

Nesta segunda-feira, 18, teremos o filme Através das Oliveiras. Uma pequena cidade no norte do Irã recebe a visita de uma equipe de cinema que está produzindo um filme. O protagonista masculino é Hossein e a feminina é Tahere, uma jovem atriz por quem Hossein está visivelmente apaixonado, deixando transparecer até para o diretor do filme. No intervalo entre as cenas, o ator tenta de todos os modos fazer com que Tahere fale com ele, o que ela se recusa a fazer. O filme foi indicado ao prêmio Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Na quarta-feira, dia 20, será apresentado o Gosto de Cereja. Acompanhamos o senhor. Badii, que viaja de carro pelos campos de Teerã. Ele está procurando um trabalhador, alguém que esteja disposto a ajudá-lo num plano que reflete toda a sua amargura e solidão. Ele procura alguém que o ajude a morrer, mas vive em uma sociedade onde suicídio é uma abominação. O filme levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Sexta-feira, 22, o filme exibido será "Dez". Dez sequênicas na vida emocional de seis mulheres e os desafios com que elas se deparam num momento particular de suas vidas. Dez episódios que se passam em dias diferentes, mas sempre no carro de uma jovem mulher. Divorciada e recém-casada, ela tem um filho do primeiro casamento que, no entanto, não cansa de culpá-la por não agir dentro do código moral do Irã. Além de seu filho ela dá carona a várias mulheres, uma prostituta, uma jovem apaixonada e uma senhora, criando um retrato da feminilidade no Irã. A produção foi indicada ao prêmio Palma de Ouro no Festival de Cannes.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da locadora Take Video.

Futuro das cadeias produtivas da castanha-do-brasil, óleos e manejo do pirarucu é tema de evento na Ufam

Professor Henrique PereiraProfessor Henrique PereiraO professor Henrique dos Santos Pereira, coordenador da Pós-Graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia (PPG-CASA) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) é um dos participantes da mesa-redonda “Cadeias produtivas da sociobiodiversidade: desafios e oportunidades”, que ocorre na próxima quarta-feira, dia 20, às 9h, na sala Copaíba, do Centro de Ciências do Ambiente da Ufam, no setor Sul do campus.

O evento é uma realização da Operação Amazônia Nativa (Opan) com apoio de parceiros e por meio do projeto Arapaima: redes produtivas, executado com recursos do Fundo Amazônia, nas bacias do Médio Solimões e Juruá e vai debater o assunto com a participação do governo, das comunidades extrativistas e da academia para discutir os avanços das cadeias produtivas da castanha-do-brasil, dos óleos vegetais, do manejo sustentável de pirarucu, dentre outras. As inscrições podem ser feitas pelo endereço eletrônico http://amazonianativa.org.br/Institucional/391.html.

Henrique tem importantes pesquisas sobre a castanha-do-brasil e contribuiu na construção do modelo de manejo sustentável do pirarucu, quando superintendente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Ele explicou que o maior desafio das cadeias produtivas na Amazônia é a inserção dos produtos no mercado a partir de estratégias específicas, que garantam sua valorização e um preço justo. Para o professor, é importante que diferentes públicos se envolvam com a temática para a conquista das melhorias da atividade por meio de políticas públicas.

Para Leonardo Pereira Kurihara, da OPAN, a mesa “Cadeias produtivas da sociobiodiversidade: desafios e oportunidades” será um momento importante para compreender a visão crítica da academia as experiências e os caminhos percorridos, além de discutir as necessidades de desenvolvimento de políticas públicas. “A discussão abre a possibilidade de ampliar as ações em rede por meio desses vários olhares sobre a temática”, avalia.

Além de Henrique e Leonardo, participarão da mesa-redonda Antônio Adevaldo da Costa, da Associação dos Produtores Rurais de Carauari (Asproc), no Médio rio Juruá, e Odemir Salve dos Santos, da Associação dos Comunitários que trabalham com desenvolvimento sustentável no Município de Jutaí (ACJ), do Médio Solimões e o superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no Amazonas, Thomaz Antonio Meirelles.

Projeto de extensão da FES realiza orientação sobre abertura de empresas

A Faculdade de Estudos Sociais da Ufam, através do curso de Ciências Contábeis, estará realizando no período de 18 a 29 de julho uma série de atendimentos gratuitos voltados para pessoas interessadas em abrir seu próprio negócio (empresas simples e microempresas).

Os atendimentos serão prestados pelos acadêmicos de Ciências Contábeis, sob a orientação dos professores coordenadores. A finalidade é que estes, juntamente com a comunidade, possam ter uma visão prática de como abrir pequenas e microempresas.  

O Projeto de Extensão “Abertura de Empresas Simples e Microempresas, sem burocracia" será no Laboratório de Práticas Contábeis, situado na Faculdade de Estudos Sociais, Bloco 7, setor norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, bairro Coroado I. Os coordenadores são os professores Jean Serrão de Oliveira e João Raphael de Oliveira Campos. Horários de atendimento: 18h às 21h. Telefone: (92) 3305-4546. 

CAUA comemora dia Mundial do Rock com programação especial nesta quarta-feira (13)

O Centro de Artes (CAUA) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realiza nesta quarta-feira (13), das 18h às 21h, o evento “Rock no CAUA”, em comemoração ao dia Mundial do Rock.

A programação contará com a apresentação das bandas Santrio e do CAUA, ambas formadas por estudantes que participam dos cursos livres oferecidos pelo Centro ao longo do ano. O evento será realizado na Unidade I do CAUA, localizada na Rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro de Manaus. Telefone: (92) 3305-5150. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. Prestigie!

FCA realiza I Seminário de Atualização em Produção de Sementes Florestais do Amazonas de 19 a 21 de julho

A Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realiza de 19 a 21 de julho, o I Seminário de Atualização em Produção de Sementes Florestais do Amazonas.

Com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Petrobrás Ambientas, o evento é voltado para estudantes; coletores de sementes; associações comunitárias; agricultores rurais; pesquisadores e público e geral, tendo como objetivo aperfeiçoar as habilidades técnicas dos participantes e, sobretudo, dos 130 coletores de sementes formados pelo Centro de Sementes Nativas do Amazonas (CSNAM), nos últimos 15 anos.

O Seminário irá contar com debates sobre a importância da produção de sementes florestais para a Amazônia, além da apresentação do plano de negócio dos coletores de sementes do ano de 2016.

Para realizar a inscrição, acesse o site.

Museu Amazônico da Ufam apresenta a Exposição Petróglifo na sexta-feira (15)

Na próxima sexta-feira (15) o Museu Amazônico apresenta a Exposição Petróglifo, do artista visual Francisco Ricardo. Ele encerra no Museu o seu ciclo de mostras realizados em outros locais, chamado O Caminho do Tamanduá. A Exposição segue até o dia 26 de agosto no Museu Amazônico, no horário de 8h as 12h, e de 14h as 18h, localizado na Rua Ramos Ferreira, 1.036, Centro de Manaus. Entrada franca.

Sobre a mostra

Petróglifo é composta por outras duas exposições chamadas Zoomórfico e Monólito. Todas são uma extensão do Trabalho de Conclusão de Curso de Francisco Ricardo Lima Caetano, intitulado Pintura Corporal e Organização Social Tikuna, no qual se trabalhou o grafismo corporal e sua representação social. O grafismo, pintura corporal e o petróglifo, além de outras manifestações estéticas das comunidades amazônicas, foi um elemento constante nos trabalhos desenvolvidos durante o período de graduação do Artista.

A Exposição se propõe a um resgate da ancestralidade indígena, aliada aos suportes e técnicas modernas. O tema foi explorado em diferentes técnicas e suportes, entre eles a gravura. Foi durante o desenvolvimento das disciplinas de Xilogravura e Gravura em metal que nasceu as séries Petróglifo, Zoomórficos e Máscaras em contraste. 

Os trabalhos desenvolvidos, além de referências no grafismo indígena, também apresentam características que vão de encontro aos movimentos Primitivo, Cubista, Minimalista e Modernista. A exposição é uma realização do Museu Amazônico com o apoio de empresas parceiras.

FCA realiza seminário sobre nova grade curricular nesta terça-feira (12)

Atendendo às demandas da sociedade e cumprindo com as medidas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) irá realizar nesta terça-feira (12), das 9h às 16h, um seminário para discutir as diretrizes da matriz curricular em reformulação. O evento também é alusivo ao dia do Engenheiro Florestal.

O Seminário ocorre no Auditório Sumaúma, localizado na Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), setor Sul do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho, em Manaus.

Programação

9h – Credenciamentos dos participantes;

9h30 – Mesa redonda: “O Ensino da graduação na formação do Engenheiro Florestal na Região e no Brasil”;

11h – Homenagem aos Engenheiros Florestais

14h30 – Diretrizes e Bases da Educação no Brasil (LDB) e organização didático-pedagógico, professoras Célia Regina Simonetti e Raquel Santos Maciel;

16h – Encerramento.