Aula Magna da Pós-Graduação apresenta a importância da pesquisa científica para o desenvolvimento tecnológico

Realizada na quarta-feira, 16 de agosto, a aula inaugural dos Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) destacou a relação entre os avanços científicos e a produção contínua de inovação tecnológica, com destaque para o conceito de universidade empreendedora. A exposição ficou sob a responsabilidade do professor Fernando de Queiroz, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto (FMRP/USP).

Professor Fernando de Queiroz apresentou modelo aberto de inovação que agrega universidade e setor produtivoProfessor Fernando de Queiroz apresentou modelo aberto de inovação que agrega universidade e setor produtivo

O pesquisador, graduado em Ciências Biológicas, com mestrado em Fisiologia e Farmacologia e doutorado em Farmacologia, declarou: "Não abram mão de fazer ciência. Eu acredito que podemos ter uma relação saudável com o setor produtivo, mas mantendo nosso papel". Historicamente, a universidades tinham a função de conservar o conhecimento e formar recursos humanos. Em seguida, firmaram-se como lugar de pesquisa; e, hoje, sua função é experimentar a partir da produção contínua de inovação que transfere para a sociedade. “Ela não substitui a indústria e o setor produtivo, mas inova pela ciência”, afirmou.

De acordo com a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Selma Baçal, a instituição tem buscado mais enfoque no desenvolvimento de processos e produtos que visem à inovação tecnológica. “A Ufam vem crescendo em demandas nesse segmento, nas variadas áreas do conhecimento. Ou seja, muitos pós-graduandos estão começando a trabalhar com a perspectiva de construir trabalhos com foco em inovação tecnológica. Por esses motivos, consideramos a pertinência dessa temática”, ressaltou a gestora da Propesp.

Pesquisa & Desenvolvimento

Segundo o palestrante, é preciso associar duas figuras que antes eram separadas: a do cientista e a do inventor. “Enquanto o primeiro usa o método científico de observação e experimentação, o segundo realiza pesquisa de utilidade prática. Enquanto o conhecimento científico é um bem social internacional; o trabalho do inventor tem a função de gerar patente e permitir a exploração econômica”, explicou o professor Queiroz, para quem, desde o século XX, o alto valor agregado de desenvolvimento tecnológico passou a depender ainda mais do desenvolvimento científico. “Hoje, grandes descobertas são impossíveis sem ciência”, frisou.

A interligação entre ciência e tecnologia permitiu a criação de centros de pesquisa básica por grandes empresas. “No entanto, como os antigos modelos de inovação eram fechados e geravam altos custos para o setor produtivo”. Diante disso, a Universidade assumiu o papel de produtora de conhecimento científico relevante para gerar tecnologia inovadora. Ou seja, instaurou-se o modelo ‘Open Inovation’, por meio do qual foram intensificadas as conversas entre laboratórios industriais e os laboratórios acadêmicos.

Discentes e docentes dos PPGs da Ufam assistiram à aulaDiscentes e docentes dos PPGs da Ufam assistiram à aula

Desafios

A interação entre academia e setor produtivo, entre pesquisa científica e geração de tecnologia encontra uma série de desafios, conforme elenca o professor. Os pesquisadores equilibram-se sobre algumas dicotomias, entre as quais: publicar versus patentear; retorno financeiro versus partilha de resultados; sigilo de informação versus difusão de conhecimento.

No entanto, o binômio ‘universidade-empresa’ traz contribuições para ambas. De um lado enseja a melhoria do ensino, a recepção dos desafios trazidos pela sociedade, a atualização curricular, com inclusão de experiência prática, e o aporte de recursos para a pesquisa. Do ponto de vista empresarial, permite o acesso ao conhecimento científico, o estimo a inovação, a identificação de talentos e a redução de custos e riscos de P&D.

“O modelo de inovação aberto está relacionado, por exemplo, à pesquisa translacional em Medicina, de caráter multidisciplinar e com incentivo a projetos colaborativos entre centros nacionais e internacionais e com a indústria”, exemplificou o professor Queiroz, para quem o ‘Open Inovation’, especificamente nessa área, acelera a transferência de conhecimentos da pesquisa básica para a criação métodos de prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças.

Na Ufam

Doutorando em Química, Renan Feitoza investiga o aproveitamento de resíduo madeireiro voltado ao desenvolvimento de medicamentos.  “Nosso grupo de pesquisa se insere na cadeia produtiva da madeira certificada, onde recebe esses resíduos que seriam descartados. Então, estudamos a parte química com o objetivo de identificar substâncias ativas que tenham propriedades bioativas”, explicou. Com esse processo, segundo o pesquisador do PPG em Química, agrega-se valor ao rejeito.

No mestrado, Renan identificou substâncias com potencial antioxidante, que previnem o envelhecimento celular e podem estar ligadas a diversos tipos de câncer. “Pesquisar demanda tempo. Então, ainda estamos em processo de definição por meio de experimentos, para posterior publicação de uma das substâncias identificadas na dissertação, que, até o momento, acreditamos ser inédita”, considerou o pós-graduando.

Por outro lado, a mestranda em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Elenize Avelino destacou a importância da multidisciplinaridade como fator fundamental à inovação na pesquisa realizada nos PPGs da Ufam. “Eu sou economista e estou do PPGCASA, um programa de vocação multidisciplinar, onde é possível ter acesso a uma diversidade de temas que nos atualizam como pesquisadores”, avaliou a discente.

 
 

Progesp solicita informações para reabrir edital de contratação de professores substitutos

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP), solicita às unidades acadêmicas e seus respectivos departamentos que não obtiveram candidatos inscritos ou aprovados no Processo Seletivo Simplificado Nº 039/2017, que encaminhem memorando para reabertura de edital, até o dia 21 de agosto.

O edital em questão refere-se à contratação de professores substitutos e, portanto, seu caráter é emergencial, pois visa o atendimento das necessidades da comunidade acadêmica. A Progesp é localizada no térreo do prédio da Reitoria, setor Norte do Campus Universitário.

Acesse o edital aqui: http://progesp.wixsite.com/ddpessoas/0392017

 

Informações: (92) 3305-1487

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Confira a notícia relacionada: 

Ufam divulga processo seletivo para contratação de professores substitutos

 

 

 

 

Prefeitura do Campus divulga primeiras ações realizadas

Modelo do novo prédio da Faculdade de Psicologia. Projeto será enviado para licitação no fim de agosto.Modelo do novo prédio da Faculdade de Psicologia. Projeto será enviado para licitação no fim de agosto.Com o intuito de melhor servir à comunidade da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a Prefeitura do Campus Universitário (PCU) informa as principais ações realizadas pelo órgão suplementar no último mês.

“Estamos empenhados para que o trabalho seja qualitativo, e a equipe tem sido bastante competente neste esforço”, avalia a prefeita do campus, Carmem Guimarães. “Estamos nos reestruturando internamente, organizando nossos processos e reciclando nossos profissionais. O que queremos é manter o diálogo e uma relação mais próxima e transparente junto à comunidade da Ufam”, enfatiza a gestora.

Materiais inservíveis

Em parceria com o Departamento de Materiais da Pró-Reitoria de Administração e Finanças (Demat/Proadm), a Prefeitura realiza a remoção dos materiais inservíveis presentes no campus. O patrimônio inservível inclui mobiliário e equipamentos quebrados ou danificados que não podem mais ser utilizados pela comunidade. O objetivo da reorganização é melhorar o espaço e o visual das dependências do campus universitário.

Conclusão de projetos

O projeto para o novo prédio da Faculdade de Psicologia (Fapsi) foi concluído e será enviado para licitação no fim do mês de agosto. Já o projeto para instalações do Centro Tecnológico está em fase de fechamento, e a expectativa é que seja enviado para licitação em setembro.

Manutenção do campus

Já está em análise na Procuradoria Federal da Ufam o contrato emergencial de manutenção que irá atender as demandas imediatas ao redor do campus universitário. Dentre as prioridades, está a recuperação das estradas, das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias e manutenção predial em geral. 

Residência Estudantil

A PCU também está trabalhando para a liberação da Licença Ambiental da Residência Estudantil em Manaus. O objetivo é que as obras sejam retomadas em outubro deste ano.

Velha Jaqueira

A Prefeitura do Campus se reuniu com a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Amazonas (Iphan), Karla Bitar, para iniciar os trabalhos de revitalização da sede centenária da Faculdade de Direito.

A PCU fica localizada no Bloco P, Setor Sul do Campus Universitário senador Arthur Virgílio Filho. Entre em contato por meio do número (92) 3305-1181 ramal 4002 ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Em anexo, estão as informações detalhadas dos responsáveis e atribuições de cada setor do órgão.

Escola de Enfermagem promove Oficina de Seleção e Treinamento de entrevistadores para o 3º ciclo do PMAQ

Atividade acontece até o dia 18 de agosto e integra importante etapa do Plano de Trabalho em parceria com a Fiocruz

Nesta segunda-feira, 14, ocorreu a abertura da Oficina de treinamento e seleção de entrevistadoresNesta segunda-feira, 14, ocorreu a abertura da Oficina de treinamento e seleção de entrevistadoresA Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas  (EEM/UFAM) sedia, de 14 a 18 de agosto, a Oficina de Seleção e Treinamento de Entrevistadores para o Terceiro Ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). Trata-se de uma pesquisa da qual participam a Ufam e o Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz). 

Os selecionados, nessa fase, atuarão na coleta de dados que ocorrerá entre os meses de setembro e novembro em todos os municípios do Amazonas, cabendo à Ufam a pesquisa em 28 municípios e os demais ao Instituto Leônidas e Maria Deane. 

PMAQ

O Programa contribui para o fortalecimento da Política Nacional de Atenção Básica em Saúde e para a promoção da cultura de avaliação, além de estabelecer padrões de qualidade para orientar boas práticas de gestão e de processos de trabalho. Neste terceiro ciclo do PMAQ  serão avaliadas, em todo o país, cerca de 39.000 equipes de atenção básica; 25.000 equipes de saúde bucal e 156.000 usuários de Atenção Básica em 5.570 municípios brasileiros. No Amazonas, serão entrevistadas 722 equipes, sendo 240 equipes de atenção básica, 431 com saúde bucal e 51 núcleos de Apoio à Saúde da Família.

Fortalecimento da participação da Ufam

A cada dois anos a pesquisa, que é demandada pelo Ministério da Saúde, é realizada em todo o território nacional. Há três anos a Universidade Federal do Amazonas participa ativamente do trabalho junto com a Fiocruz do Rio de Janeiro, que coordena nacionalmente o processo de avaliação e a Fiocruz regional, denominada Instituto de Pesquisa Leônidas e Maria Deane.Diretora da Escola de Enfermagem, professora Nair Chase, avalia benefícios da participação da Ufam na pesquisa nacional. "Vasto material para produção de pesquisas".Diretora da Escola de Enfermagem, professora Nair Chase, avalia benefícios da participação da Ufam na pesquisa nacional. "Vasto material para produção de pesquisas".

A participação da Ufam se dá através de um termo de cooperação com a Fiocruz, em parceria com o Instituto Leônidas e Maria Deane. Segundo a gestora da parceria e diretora da Escola de Enfermagem de Manaus, professora Nair Chase, a participação da Ufam no PMAQ acontece desde o primeiro ciclo. "Sempre participamos, mas agora estamos coma participação formalizada via Acordo de Cooperação. Para este terceiro ciclo, a Ufam ficou responsável por um distrito sanitário de Manaus e 28 municípios do Amazonas,  além de planejar e realizar a seleção e o treinamento dos entrevistadores, em conjunto com o IqLMD que é a etapa que ocorre nesse momento, em que a equipe se prepara para entrar em campo. O estudo, que consiste em entrevistas nas Unidades básicas de Saúde, permitirá conhecer as realidades e singularidades da Atenção Básica no Brasil, em particular, no Amazonas, registrando as fragilidades e potencialidades de cada lugar; se tem equipamento, laboratório, ou seja, avaliar em que condições os serviços de saúde são oferecidos à população. Ao final da coleta de dados, as equipes enviarão as informações para o Ministério da Saúde, que fará a análise dos mesmos e dialogará com os municípios", relatou a diretora.

Relevância acadêmica

Ela destacou ainda que a participação da Ufam no PMAQ viabiliza a realização de mais pesquisas na área da saúde. "Outro aspecto interessante, que é consequência de nossa participação nesse trabalho, é que ao final o banco de dados fica disponível para a Ufam produzir pesquisa. Já temos pelo menos quatro pesquisas na área da Enfermagem e uma na área de assistência farmacêutica e vamos realizar muito mais a partir das novas informações. Isso é de uma grande relevância acadêmica", acrescentou a diretora. 

Durante cinco dias os participantes realizam simulação de coleta e envio de dados para o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ).Durante cinco dias os participantes realizam simulação de coleta e envio de dados para o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ).

O consultor técnico do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, Marco Aurélio Santana da Silva, elogia a parceria da Fiocruz com a Ufam.  "Ficamos felizes em saber que a Fiocruz fez essa parceria com a Ufam, que é uma universidade muito reconhecida na Região Norte. É um orgulho para nós termos a Universidade atuando conosco, por ela conhecer bem o território, indo aos municípios com os entrevistadores e fazendo a coleta das informações. Isso é fundamental para que o trabalho seja bem-sucedido", afirmou o consultor técnico do departamento que demanda a pesquisa nacional.

Candidatos

Há 12 anos atuando como enfermeira na Saúde Pública, Maria Grasílvia dos Santos é uma das participantes do processo de seleção de entrevistadores. Ela classifica a Oficina de seleção e Treinamento como uma experiência muito fortalecedora. "Aqui reencontrei muitas pessoas que conheci durante minha trajetória profissional. Com a seleção, temos a oportunidade de diversificar atividades. Eu,  por exemplo, já participei da equipe de gestão e agora quero estar em campo, como entrevistadora. Isso fortalece meu conhecimento e minha experiência, pois estamos tendo contato com as ferramentas que serão utilizadas durante a pesquisa de campo. Logo, essa etapa é essencial para nos prepararmos para o que vem no trabalho de coleta de dados", ressaltou a participante.

Oficina

Nesta quarta-feira, 16, a Oficina de Seleção continua com a simulação de coleta e envio do instrumento do Módulo VI. Na quinta, 17, os candidatos a entrevistadores apresentarão o detalhamento da operacionalização da pesquisa de campo, bem como será realizada a avaliação da Oficina.

Ufam auxilia Fiocruz em avaliação sobre a Atenção Básica em Saúde no interior do Amazonas

Os itens avaliados são estrutura física, organização do trabalho e atendimento ao usuário

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) é a instituição responsável pela coordenação operacional e pela supervisão de pesquisa fruto de um acordo firmado em abril deste ano com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/RJ). Cinco docentes da Ufam são os responsáveis pela preparação dos entrevistadores que irão avaliar a Atenção Básica em 28 municípios do interior e na capital.

Os treinamentos ocorrem no miniauditório da Escola de Enfermagem de Manaus (EEM), localizada no bairro Adrianópolis. O próximo encontro será nesta terça-feira, 15 de agosto, às 8h30, com a presença dos professores da Universidade e de representantes da Fiocruz-RJ e do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).

Segundo a diretora da EEM, professora Nair Chase, a Ufam atua como coordenadora operacional e como supervisora nesse processo. “Nosso papel é preparar os entrevistadores com treinamentos ministrados pelos docentes da Escola de Enfermagem, da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia [FEFF] e da Faculdade de Medicina [FM]; e ainda liderar as equipes nas Unidades Básicas de Saúde de Manaus e do interior”, explica a professora.

“As entrevistas são feitas com profissionais que atuam em unidades básicas de saúde e usuários que utilizam esses serviços. O levantamento de informações dessas unidades contribui para avaliação do desempenho dos serviços na Atenção Básica no Amazonas e das condições de infraestrutura e da opinião dos usuários sobre esses serviços”, completa. Os itens avaliados são estrututa física, organização do trabalho e atendimento ao usuário.

A Universidade atuará em 28 municípios: Itacoatiara, Urucurituba, Silves, Itapiranga, Urucará, São Sebastião do Uatumã, Tabatinga, Benjamim Constant, Atalaia do Norte, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antonio do Iça, Tonantins, Maués, Boa Vista do Ramos, Jutaí, Fonte Boa, Parintins, Nhamundá, Barreirinha, Manacapuru, Novo Airão, Beruri, Anori, Caapiranga, Coari, Codajás e Anamã.

 

Colaboradores

Professor Esron Rocha - EEM;

Professor Tiótrefes Gomes Fernandes - FEFF;

Professora Nair Chase da Silva - EEM;

Professor Bahiyyeh Ahmadpour Furtado - FM; e

Professora Maria Jacirema Ferreira Gonçalves - EEM.

 

PMAQ-AB

Instituído pela Portaria 1.654, de 19 de julho de 2011, o PMAQ-AB tem o objetivo de induzir a ampliação do acesso e a melhoria da qualidade da atenção básica, com garantia de um padrão de qualidade comparável nacional, regional e localmente de maneira a permitir maior transparência e efetividade das ações governamentais direcionadas à Atenção Básica em Saúde em todo o Brasil.

O PMAQ está organizado em quatro fases que se complementam e que conformam um ciclo continuo de melhoria do acesso e da qualidade da AB (Adesão e Contratualização; Desenvolvimento; Avaliação Externa; e Recontratualização). A partir das informações levantadas pelas equipes de avaliadores da qualidade, será possível identificar avanços e necessidades da Atenção Básica para subsidiar o fortalecimento da política de saúde no Brasil.

O programa tem parâmetros para a comparação entre as equipes da atenção básica, considerando as diferentes realidades de saúde, diretriz essencial para o Amazonas, cujas distâncias entre os municípios provocam um importante isolamento dos mesmos. Também prevê um processo contínuo e progressivo de melhoramento dos padrões e indicadores de acesso e de qualidade que envolva a gestão, o processo de trabalho e os resultados alcançados pelas equipes de saúde da atenção básica; bem como o desenvolvimento da cultura de negociação e contratualização, que implique na gestão dos recursos em função dos compromissos e resultados pactuados e alcançados.

Fonte: com informações da Fiocruz Manaus.

 

Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais forma primeira turma

A primeira turma oriunda do IFCHS da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) recebe outorga de grau na segunda-feira, 14 de agosto, no auditório Eulálio Chaves, localizado no setor Sul do Campus Universitário. Ao todo, 32 formandos de Ciências Sociais, Filosofia, Geografia – Bacharelado e Licenciatura, e História estão aptos a participar da solenidade.

Ciências Sociais

* Paraninfa: professora Mariana Vieira Galuch.

* Homenageada: professora Márcia Regina Calderipe Farias Rufino.

* Formandos: Beatriz Valentim Xavier; Edilson Paula do Carmo; Juliene Pereira dos Santos; Keziane da Silva Menezes; Maizete Valares Melgueiro; Maria Luiza de Barros Ferreira; Micaelle Oliveira Meireles Patrício; e Rafael Carletti Marcolino da Silva.

Filosofia

* Formandos: Caroline Mesquita Neves; Evelyn Dutra Costa; e Rodrigo Fabian Sales Limeira.

Geografia

* Paraninfa: professora Ivani Ferreira de Faria.

* Patrono: professor Manuel de Jesus Masulo da Cruz.

*Homenageada: professora Jesuete Pacheco.

* Formandos do Bacharelado: Ian Cassiano Batista Cunha; Sanae Ferreira De Souza; E William Torres Gonçalves.

* Formandos de Licenciatura: Carolina Oliveira dos Santos; Cleusa Farias de Mello; Evelin Ribeiro Menezes; Fernanda Cabral Cidade; Franco Barbosa da Silva; Geldon Jesus Vilaça de Brito Junior; Juliana Melo Silva; Luís Felipe Silva dos Santos; Luiz Filipe Guerreiro de Brito Fialho; Marcio Alves Bacelar; Priscila Ferreira Verçosa Xavier; Tamiris da Silva Lima; e Yago Lima da Silva.

História

* Paraninfa: professora Katia Cilene do Couto.

* Homenageado: professor Antônio Emílio Morga.

* Formandos: Alessandra Luisa Correa da Silva; Amon Maciel Paes; Arenilson das Chagas Silva; Calinca da Conceição Avelino; e Michel Uhlmann Schorno.

 

Notícia relacionada: 

Proeg divulga o calendário de formaturas dos meses de agosto, setembro e outubro

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Calendário_Formaturas.pdf)Calendário Formaturas[ ]293 kB

Núcleo de Acessibilidade oferece curso sobre convivência e diversidade no ISB

O Núcleo de Acessibilidade Euapoio, vinculado a Comissão de Inclusão e Acessibilidade da Ufam, está com inscrições abertas (gratuitas) até sexta-feira, 18, para o curso “Introdução a convivência na perspectiva da diversidade”. O curso ocorre de 23 a 25 de agosto, no Instituto de Saúde e Biotecnologia de Coari (ISB) e é oferecido a técnico-administrativos, estudantes e docentes.

As inscrições estão sendo realizadas na sala do Núcleo de Acessibilidade do ISB, mediante ficha de inscrição. Mais informações entrar em contato com a coordenadora do Núcleo/ISB/Coari, professora Waldireny Caldas Rocha, através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou diretamente no Núcleo.  

O professor Renato Antônio Brandão Medeiros Pinto vai ministrar o curso que terá carga horária de 20h e abordará as seguintes temáticas: Concepção sobre acessibilidade; o Euapoio nas correntes da Ufam; Conceitos sobre deficiência e superdotação; Produção de material didático adaptado para a educação inclusiva e Introdução a Língua Brasileira de Sinais - Libras e ao Braille.

Por meio de iniciativas como essa, o Euapoio busca promover o acesso, a integração e a permanência na Ufam dos membros da sociedade e da comunidade universitária com deficiência, transpondo barreiras arquitetônicas, comunicacionais, educacionais e atitudinais.

A Ufam possui um quadro expressivo de demandas de pessoas com algum tipo de deficiência e apresenta situações impeditivas de acessibilidade, principalmente de comunicação e informação. De acordo com as novas propostas de políticas públicas voltadas a uma melhor qualidade de vida para todos, as atividades do Euapoio caminham no sentido da equalização dessas situações.

O projeto Novas Mentes: ciclo de formação sobre acessibilidade e inclusão de pessoas, em parceria com a Proext, realiza diversas ações de formação para docentes, técnico-administrativos e estudantes de todos os campi da Ufam que contribuem para  a mudança de mentalidade e a inserção do tema da deficiência nos espaços regulares de ensino, pesquisa e extensão universitária.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (FICHA DE INSCRIÇAO (1).doc)Ficha de Inscrição[ ]264 kB

Formandos de Música são os primeiros da Faculdade de Artes a receber outorga de grau

Curso de Música inaugura calendário de colaçõesCurso de Música inaugura calendário de colações

 

Criada em 2017, a Faculdade de Artes (Faartes) é uma das quatro unidades criadas a partir do desmembramento do antigo Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL). Na noite da última quinta-feira, 10 de agosto, o reitor, professor Sylvio Puga, presidiu a primeira solenidade de outorga de grau a uma turma oriunda da nova unidade acadêmica. A diretora da Faartes, professora Rosemara Staub, foi a homenageada pelos formandos do curso de Música.

“É uma dupla emoção, primeiro pela Faculdade de Artes, que foi um passo importante da Universidade Federal do Amazonas, a partir do momento que valoriza mais a questão cultural na própria Instituição, dando mais visibilidade a esse campo de conhecimento; e pelo fato de estarmos fazendo outorga de grau desses profissionais. Estamos entregando os melhores para a sociedade. Também é um momento especial por ser a nossa primeira colação de grau aqui no Eulálio Chaves”, comemorou o reitor, professor Sylvio Puga, que já presidiu formaturas de cursos de Educação a Distância em Roraima e no Acre.

A diretora da Faculdade, professora Rosemara Staub reafirmou a relevância da solenidade, destacando que o evento é um marco tanto para a gestão do reitor, por ser a primeira solenidade dirigida por ele em Manaus, quanto para ela mesma, primeira diretora eleita da nova Unidade Acadêmica e homenageada pela sua trajetória na área de educação musical. “O diploma vai referendar ainda mais a atuação de muitos de nossos formandos que já estão no mercado. A partir do quinto período, já existe demanda para eles”, ressaltou.Formandos, familiares e professores compareceramFormandos, familiares e professores compareceram

“Eu fiquei muito envaidecida de ter sido homenageada pelos jovens que acompanharam esses oito períodos conosco, seja no ensino, na pesquisa ou na extensão. Isso mostra que um pouquinho da minha história profissional e da minha metodologia de trabalho vai refletir na formação desses profissionais”, frisou a professora Rosemara Staub.

O paraninfo foi o professor João Gustavo Kienen. Honrado em participar da solenidade histórica para a Faartes, o docente agradeceu aos egressos: “Cada um de vocês nos honrou com sua presença e amor pela música. Este momento tem valor simbólico, mas também jurídico. Vocês saem como profissionais para cumprir um papel fundamental de levar o ser humano à sua humanidade”, discursou. O patrono da turma foi o professor Jackson Colares.

Perspectivas

Ao formando Ruben Levy coube a responsabilidade de levar a última mensagem aos colegas, como orador da turma. “Eu vim falar sobre escolhas e crenças”, afirmou, ao destacar que são feitas algumas indagações antes de se ter a certeza de que a música, a arte e a educação são o caminho a ser seguido na vida profissional. “Escolhemos a educação porque queremos um mundo melhor. Se, através da educação musical, nós pudermos mudar o mundo de uma pessoa, nós já teremos ajudado a mudar o mundo”, concluiu.

A diretora da Faartes espera que os egressos possam retornar à Ufam em outras oportunidades, como a pós-graduação. Em se tratando desse tema, ela informa que uma Proposta de Cursos Novos (APCN) está em conclusão para ser submetida à avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O objetivo é aprovar o Mestrado em Artes, nas linhas de pesquisa em Formação Tecnológica e Performance.

Progesp realiza homenagem ao Dia dos Pais

Na manhã desta sexta-feira, 11, a Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), realizou uma homenagem aos pais, como parte da segunda edição do Projeto “Papais Heróis”.

O evento comemorativo ocorreu no hall do Centro de Administrativo (Prédio da Reitoria), Setor Norte do Campus, e contou com sorteios de brindes e apresentações musicais dos técnicos-administrativos Ismar Sahdo, da Pró-reitoria de Administração (Proadm) e Isabel Veiga, da Pró-reitoria de Planejamento.

O projeto “Papais Heróis da Ufam” tem como objetivo homenagear os pais servidores, por meio da integração. “Estamos no segundo ano desse projeto que é um momento de descontração, pois os pais são pessoas importantes em nossa vida. Que eles continuem com a consciência de ser humano, acima de tudo, sabendo que são exemplos tanto para a comunidade universitária, quanto para a família”, afirma a pró-reitora de Gestão de Pessoas, TAE Vanusa Firmo.

Para o TAE Valter Silva, do Protocolo Geral, a homenagem foi prazerosa. “Foi uma homenagem ótima. Fiquei até surpreso. Eu me senti bem. Ser pai é uma responsabilidade muito grande. Um compromisso para o resto da vida”.

Para o próximo ano, a Progesp estuda a possibilidade de ampliar o projeto, com mais dias de homenagens.

Reitor ministra palestra no Conselho de Economia do Amazonas

Como parte da programação da Semana do Economista, o reitor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), economista Sylvio Puga, esteve hoje pela manhã na sede da entidade, no Centro, inaugurando o Café Econômico, com a palestra "Papel da educação no fomento ao desenvolvimento econômico".

Estiveram presentes coordenadores dos cursos de Economia das faculdades da cidade, como ainda professores e estudantes da área e os conselheiros do Corecon. Na ocasião, o reitor falou sobre o papel da universidade na formação dos estudantes, que devem estar preparados para o mercado de trabalho da atualidade, mas com a garantia da formação cidadã, além da profissional.

"Que economistas queremos formar?", questionou ele aos participantes, destacando que, dentre as várias áreas de formação, os futuros profissionais precisam saber agir, fazer e ser para além da sala de aula, principalmente, no mundo da globalização, da inovação, da tecnologia e do conhecimento.

Sylvio Puga já presidiu o Conselho Regional de Economia em 2008 e foi conselheiros entre os anos de 2006 a 2008 e parabenizou esta entidade pela extensa e rica programação da Semana do Economista.

Fonte: Jornalista Cristiane Silveira - Corecon Amazonas

Proeg divulga o calendário de formaturas dos meses de agosto, setembro e outubro

Colação de grau no Instituto de Natureza e Cultura (INC) em Benjamin ConstantColação de grau no Instituto de Natureza e Cultura (INC) em Benjamin ConstantA Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg), por meio da Coordenação de Registro e Controle (CRC), do Departamento de Registro Acadêmico (DRA), divulgou o calendário de formaturas 2017/1 para os cursos da capital, e unidades acadêmicas fora da sede (Acesse). As primeiras turmas colam grau nos dias 10 e 11 de agosto, às 19h, no auditório Eulálio Chaves, Setor Sul do Campus. São elas: Faculdade de Artes (Faartes) com os cursos de Música e Artes Visuais; e Faculdade de Letras (Flet), com os cursos de Letras - Língua Portuguesa, e Letras – Língua Inglesa.

Para os concluintes dos demais cursos do calendário, a Proeg elenca as seguintes orientações:

1 - Solicitar “Contagem de Créditos” e “Expedição de Diploma” nas coordenações de curso ou se fora do prazo do calendário, na Coordenação de Orientação Acadêmica (COA/DRA/Proeg);

2 - É de inteira responsabilidade do discente acompanhar o próprio histórico acadêmico. Para efeito de colação de grau, é indispensável que o histórico esteja 100% (Obrigatórias, Optativas, Atividades Acadêmico-Científicas, Enade). Para segurança e salvaguardar-se, orientamos a impressão do histórico ao completar 100%;

3 – Entrega do “Nada Consta para efeito de formação” na Coordenação de Registro de Controle (CRC/DRA/Proeg) até 20 dias antes da colação de forma individual ou coletiva por responsável da comissão de formatura se houver. Documento extraído no portal do aluno. Confirmação dos nomes na lista de possíveis formandos;

4 – Comparecimento na Coordenação de Registro de Diplomas (CRD) para confirmação da documentação necessária para confecção do diploma (Cópia do RG, Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento);

5 – Comparecimento individual ou do responsável pela comissão de formatura na Coordenação de Registro de Controle (CRC/DRA/Proeg) 10 dias antes da colação para confirmação dos nomes na lista de formandos;

6 – Participar do ensaio da colação, calendário das colações divulgado nas unidades acadêmicas, no cerimonial da universidade e no Facebook do cerimonial;

8 – Ir à Colação de Grau (Obrigatório).

 

Informações: (92) 3305-1481 / 1482

Escola de Artes abre inscrições para cursos livres

A Faculdade de Artes da Ufam – Faartes -, por meio do Programa de Extensão da Escola de Artes, torna público que está com inscrições abertas para os cursos de Violão I e II; Piano I e II; Flauta Doce I; Musicalização infantil; Técnica vocal infanto-juvenil; Teoria musical; Técnica vocal e Canto coral. Horários das turmas e requisitos para participar dos cursos em anexo.

Os interessados têm até a próxima segunda-feira, dia 14, para efetuarem suas inscrições na secretaria da Faculdade de Artes da Ufam, no bloco de Artes, Setor Norte do Campus, das 14h às 17h, por ordem de chegada. A documentação necessária para inscrição é: carteira de identidade (original ou cópia), comprovante de residência e ficha de inscrição preenchida (em anexo). Os cursos são oferecidos à comunidade acadêmica (técnicos, estudantes e professores) e comunidade externa. As aulas iniciam na quarta-feira, dia 16. Informações pelo telefone 92 99118-7949.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (ficha de inscrição.doc)ficha de inscrição.doc[ ]207 kB
Fazer download deste arquivo (turmas e horarios.doc)turmas e horarios.doc[ ]154 kB

Progesp tem expediente interno na tarde desta sexta-feira, 11 de agosto

A Pró-reitora de Gestão de Pessoas informa que nesta sexta- feira, 11/08, o atendimento ao público no Prédio da Reitoria será apenas das 08:00 às 12:00 e o de entrega de documentos das 09:00 às 11:00. Na parte da tarde, o expediente será voltado para trabalhos internos, bem como ao suporte do encerramento da I Semana do Estudante da UFAM."

 

Curso de Medicina da Ufam comemora desempenho na Avaliação Seriada para Escolas Médicas

Performance dos alunos do segundo ano do curso de Medicina da Ufam foi acima da média brasileira, da Região Norte e do Amazonas.

 

A Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (ANASEM) foi realizada em 2016 e mobilizou 22.086 estudantes de 233 cursos das escolas de educação médica brasileiras. Essa foi a primeira edição da prova pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

O exame foi instituído pela Portaria MEC nº 982, de 25 de agosto de 2016 e tem o objetivo de avaliar os estudantes de graduação em Medicina, do segundo, quarto e sexto anos, por meio de instrumentos e métodos que considerem os conhecimentos, as habilidades e as atitudes previstas nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina publicadas em 2014.

No exame, 130 acadêmicos do segundo ano do curso de Medicina representaram a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Isto significa em 16,1% dos 805 alunos matriculados no curso.

 

Avaliação de desempenho

Os desempenhos nas questões objetivas e subjetivas foram agrupados em três níveis de proficiência – básico, adequado e avançado – com o objetivo de medir as competências estruturais ou habilidades dos participantes de acordo com o que se espera para cada ano do curso.

Segundo o Inep, cerca de 91,2% dos estudantes de medicina encontram-se no nível de proficiência adequado; 6,9%, no básico; e 1,9%, no avançado. Quanto aos desempenhos agregados por instituições de educação superior, 98,71% apresentam média em nível adequado e 1,29%, no básico.

Ufam acima da média

Para o coordenador do curso de medicina da Ufam, professor Alexandre Lopes Miralha, o bem-sucedido desempenho dos alunos reflete o engajamento de todos para oferecer ensino e serviços de saúde de qualidade. “Superamos todas as médias local, regional e nacional. Enquanto a proficiência média brasileira é de 100, a Ufam alcançou 101,7; a média da Região Norte é de 97 e a do Amazonas é 96,7. Isso significa que estamos na direção certa, buscando maior qualidade no ensino e fortalecendo as mudanças que vem ocorrendo na unidade acadêmica. Com a participação ativa de nossos alunos, professores, técnicos, administração da unidade e administração superior, certamente o curso de Medicina da Ufam conseguirá a tão esperada nota 5 na avaliação do INEP/MEC. O trabalho é árduo, exige persistência e resiliência por parte de todos os atores envolvidos. Às vezes precisamos parar um pouco, retroceder em algumas ações e avançar em outras, pois a construção da organização didático-pedagógica é coletiva e necessita da participação de todos para que seja inovadora, sólida e perene. É o caminho para o amadurecimento do nosso curso”, destacou o coordenador.

Consulta a resultados e próxima prova

Os resultados foram divulgados no último dia 24 de julho pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A segunda edição da ANASEM acontecerá no dia 18 de outubro de 2017 e será aplicada para os estudantes matriculados no segundo e quarto ano dos cursos de Medicina

 

Fórum da Pós-Graduação discute remanejamento de bolsas e editais para pesquisa

Entre cotas de mestrado e doutorado, a Fapeam financia 372 e a Capes, outras 567. No total, são 941 bolsas de pós-graduação

Professora Selma Baçal apresenta pauta aos coordenadores da pós-graduaçãoProfessora Selma Baçal apresenta pauta aos coordenadores da pós-graduaçãoCoordenadores dos PPPGs da Universidade Federal do Amazonas participaram, na quarta-feira, 9 de agosto, da segunda reunião do Fórum da Pós-Graduação, ocorrido no auditório da Pós-Bioagro. Na pauta, o destaque foi para a implementação e o remanejamento de bolsas, a abertura de editais de financiamento e a agenda de visitas aos Programas de Pós-Graduação.

“Neste momento, nós estamos com uma meta estabelecida no planejamento estratégico da Propesp para a eliminação de saldos de bolsas, tanto da Fapeam quanto da Capes, para os Programas de Pós-Graduação. Queremos que os programas usem permanentemente todas as bolsas, e vamos fazer o remanejamento das cotas conforme a necessidade dos PPGs”, informou a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Selma Baçal.

“Outro ponto importante é a perspectiva de lançamento de editais de apoio à participação e à realização de eventos pela Fapeam”, destacou a professora, ao informar que os encontros foram retomados para viabilizar a troca de informações entre programas, Propesp e agências de fomento de PPGs/Ufam.

A Fapeam concede 272 bolsas de mestrado e 100 de doutorado; enquanto a Capes financia 374 bolsas de mestrado e 183 de doutorado. No total, são pagas 372 bolsas pela agência de fomento do Estado e outras 567 pela fomentadora nacional, somando-se 941 bolsas concedidas aos mestrandos e doutorandos da Universidade. Os coordenadores dos PPGS devem enviar suas demandas ao email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .Diretor técnico-científico da Fapeam, professor Dércio Reis, explica sobre o remanejamento de cotas entre os programasDiretor técnico-científico da Fapeam, professor Dércio Reis, explica sobre o remanejamento de cotas entre os programas

 

Participação da Fapeam

O diretor técnico-científico da Fapeam, professor Dércio Reis, ressaltou a importância de conhecer mais de perto as demandas dos PPGs. “Primeiro, eu gostaria de estreitar os laços com os coordenadores dos Programas, que são as pessoas que operacionalizam o que a Fundação de Apoio propõe. Em segundo lugar, eu trago algumas demandas feitas à Fundação e informações sobre a pós-graduação. Nosso objetivo é alinhar os interesses e as necessidades das universidades com as ações da Fapeam”, explicou.

O diretor da FAP apresentou a planilha de investimentos realizados desde 2003, ressaltando que foi mantido o investimento em pesquisa. Mesmo diante do contexto econômico, a Fundação recebeu 93,8% dos recursos diretamente do governo do Estado, assegurando o pagamento das bolsas já em andamento. “Temos uma diretriz para a concessão de bolsas, conforme os PPGs progridem e obtêm avaliação satisfatória pela Capes. Esses critérios é que determinam a quantidade de cotas para cada programa”, frisou.

Conforme explicou o professor Dércio Reis, remanejamento de bolsas é uma possibilidade importante para eliminação dos saldos não implementados na Universidade. Esse processo precisa estar alinhado aos interesses da Instituição e dos pós-graduandos. “Há diferentes demandas por bolsas entre os programas, inclusive em função das características do público discente”, acrescentou.

Coordenadores dos PPGs devem apresentar demandas ao Departamento de Acompanhamento e Avaliação da PropespCoordenadores dos PPGs devem apresentar demandas ao Departamento de Acompanhamento e Avaliação da Propesp

A flexibilização é um fator de equilíbrio. “O caminho que a cota percorre é acompanhado de perto pela Propesp. Nós vamos saber exatamente de onde ela saiu e onde ela está agora”, garantiu a pró-reitora. "Isso fortalecerá a Ufam quando de suas solicitações por ampliação de cotas de bolsas", completou.

Na avaliação do vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, professor Nelson kuwahara, o bolsista tem mais envolvimento com as atividades de pesquisa e uma dedicação integral ao Programa. Segundo destaca, o suporte financeiro é essencial para o discente e para a continuidade do PPG. Outros recursos, segundo ele, podem ser captados junto ao setor produtivo, no caso dos mestrados profissionalizantes. “As parcerias são articuladas institucionalmente, a partir de uma organização interna”, apontou.

“Temos discentes que são da iniciativa privada, ligados ao setor produtivo; por outro lado, existe uma parcela que se dedica integralmente ao curso, sem vínculo empregatício. É importante que esses alunos tenham bolsa, porque nós vislumbramos que eles serão os nossos futuros colegas”, ressaltou o professor Kuwahara.

Solicitação de prática de campo deve ser enviada somente via e-campus

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg), por meio do Departamento de Apoio ao Ensino (Dae), informa que o requerimento para a prática de campo deverá ser encaminhado somente ao sistema e-campus (Portal do professor). A solicitação poderá ser realizada no período de 18 de setembro a 13 de outubro.

As datas das atividades devem ser observadas individualmente pelos interessados, pois os alunos deverão estar inclusos, com antecedência, no seguro de vida disponibilizado pela Proeg. Acesse.

Confira o tutorial completo sobre práticas de campo e o formulário a ser enviado nos anexos.

Informações: (92) 3305-1482

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Formulário 7.doc)Formulário[ ]312 kB
Fazer download deste arquivo (Tutorial de Prática de Campo.pdf)Tutorial de Prática de Campo.pdf[ ]390 kB

Ufam divulga editais de matrícula de 6ª chamada para os cursos de Medicina e Fisioterapia

Já estão disponíveis no site da Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) os editais de matrícula institucional da sexta chamada de candidatos classificados e aprovados, respectivamente, no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 1ª/2017 para os cursos de Fisioterapia e Medicina (Acesse o edital 066/2017); e na terceira etapa do Processo Seletivo Contínuo 2017 (PSC/2017) para o curso de Fisioterapia (Acesse o edital 067/2017).

Os candidatos devem comparecer no dia 15 de agosto na Coordenação de Matrícula da Proeg, localizada no prédio do Centro Administrativo, Setor Norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, dentro dos horários especificados no edital, e munidos dos documentos necessários para a efetivação da matrícula.

Informações: (92) 3305-1481. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Progesp divulga convocação de novos técnicos-administrativos em Educação

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio da Coordenação de Recrutamento e Seleção (CRS), publicou nesta sexta-feira, 4, no Diário Oficial da União, as Portarias GR nº 1774 a 1776/2017 referente a terceira convocação de Técnicos-Administrativos em Educação de 2017 dos editais 022 e 023/2016.

Do dia 21 a 23 de agosto, os candidatos convocados deverão realizar perícia médica no Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (Siass), no prédio do Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais), localizado no setor Sul do Campus ("Mini-campus"). Os horários foram estabelecidos individualmente e encaminhados aos endereços de e-mail dos candidatos.

Ao todo, 21 técnicos dentre os níveis C, D e E estão sendo convocados para atuar no âmbito da Universidade Federal do Amazonas (capital e interior). No dia 30 de agosto, os candidatos deverão apresentar documentação necessária às 9h, na sala de treinamento da Progesp, localizada no térreo do prédio da Reitoria, setor NorteDas 13h às 17h do mesmo dia, será realizada uma apresentação da Instituição aos novos servidores e, em seguida, serão entregues os termos de posse.

Dúvidas relacionadas a documentação ou alteração do prazo para posse (baseado na Lei 8.112/90), a Coordenação coloca-se à disposição para eventuais esclarecimentos.

 

Informações:(92) 3305-1487 (DDP)

E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (3A CHAMADA TAES.pdf)3A CHAMADA TAES.pdf[ ]90 kB

5ª Semana de Ciência e Tecnologia do ICE tem projeto aprovado pelo CNPq. Evento é em outubro

Atividades no interior ocorrem nos dias 23 e 24 de outubro; na capital, entre os dias 25 e 27

Conhecida pelos estudiosos como a “ciência da ciência”, a Matemática é a ferramenta básica para a exploração do raciocínio lógico e abstrato desde a Física e a Química até a compreensão do Mercado Financeiro, da Robótica Educacional e da Medicina. Suas aplicações no dia a dia são incontáveis, e é por esse motivo que o projeto ‘A Matemática está em tudo; Integrar para construir’, aprovado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no edital nº 02/2017, tem o objetivo de fortalecer o vínculo entre a Universidade e a sociedade.

Coordenação da V Sect-ICE distribui tarefasCoordenação da V Sect-ICE distribui tarefas

Tema da 14ª edição a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) e da V Semana de Ciência e Tecnologia do ICE (Sect-ICE), o projeto é coordenado pelos professores Marisa Cavalcante e Elio Molisani, ambos do Departamento de Física do Instituto de Ciências Exatas da Universidade Federal do Amazonas. Um dos objetivos é motivar a comunidade a discutir as implicações sociais da Ciência, em especial os professores e estudantes da educação básica.

A coordenadora destaca a importância do apoio das Pró-Reitorias de Inovação Tecnológica (Protec) e de Planejamento (Proplan). Ainda na Ufam, a Semana ultrapassa os cursos do ICE, e tem a participação da Faculdade de Estudos Sociais (FES); da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), por meio do Programa de Atividades Motoras para Deficientes (Proamde); da Faculdade de Artes (Faartes); do Instituto de Saúde e Biotecnologia (ISB), em Coari; entre outros.

“As Secretarias Municipal e Estadual de Educação (Semed e Seduc) também têm participações na Semana, em especial aquelas onde os estudantes das licenciaturas desenvolvem atividades do Programa Institucional de Iniciação a Docência (Pibid). Outros parceiros são o Coletivo ‘Escola Família do Amazonas’ (Cefa), associação que será responsável pelas atividades junto às escolas de tempo integral e pela apresentação de outras ações; e o Instituto Federal do Amazonas (Ifam), com atividades conjuntas no município de Maués”, acrescenta o professor Elio Molisani, vice-coordenador do projeto.

Professor Elio Molisani comemora a aprovação do projeto pelo CNPqProfessor Elio Molisani comemora a aprovação do projeto pelo CNPq

Ações no interior

Participam do projeto escolas de 17 municípios do Amazonas, além de cinco instituições localizadas na capital: Santa Isabel do Rio Negro, Manacapuru, Itacoatiara, Autazes, Coari, Barreirinha, Iranduba, Maués, Codajás, Parintins, Beruri, Borba, Humaitá, Manicoré, Presidente Figueiredo, Nhamundá e Novo Airão. Dentre as principais atividades estão o ‘Ônibus da Ciência’, com treinamentos para professores da rede básica; palestras itinerantes; o 1º Encontro entre Escolas de Tempo Integral e oficinas.

Para os encontros escolares, são esperados 2.195 estudantes de seis instituições integrais localizadas nas cidades de Maués, Parintins, Beruri, Borba, Humaitá e Manicoré. Além disso, os coordenadores do projeto, professores Marisa Cavalcante e Elio Molisani, ministrarão, em Maués, o curso de ‘Física Geral A’ para os discentes da Licenciatura em Química do Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (Parfor). Já em Autazes, o destaque é para o curso ‘A Matemática da Física’, a ser ministrado pelo professor Lúcio Fábio da Silva.

Temas norteadores

  • Escola Básica (atividades) e Escolas de Tempo Integral (discussões);
  • Educação Científica Inclusiva;
  • Educação Indígena;
  • Sociologia e Tecnologias;
  • Astronomia, Etnoastronomia e a Matemática;
  • Estatística, Crise Econômica e a Matemática Financeira;
  • A Matemática nas Ciências Forenses;
  • Cultura Maker e Aprendizagem Criativa;
  • Programação e o Raciocínio Lógico;
  • EAD e a Experimentação Remota;
  • Divulgação das Pesquisas Científicas na Ufam.

 

Programa de Pós-Graduação em Sociologia abre inscrições para Alunos Especiais

O programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Amazonas – PPGS – abre inscrições na segunda-feira, dia 7, para a modalidade de Aluno Especial para cursarem as disciplinas: Tópicos em Sociologia I (Análise de redes sociais e Sociologia relacional); Tópicos em Sociologia II (Capitalismo e Tragédia na Sociologia Clássica Alemã); e Tópicos em Sociologia III (Michel Foucault), com início no segundo semestre, próxima terça-feira, 8 de agosto.

Os interessados devem procurar a secretaria do PPGS, das 9 às 12h, na sala 9, do bloco Mário Ypiranga, no Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais. 

Documentos necessários para concluir a inscrição são: Carteira de Identidade e Cadastro de Pessoa Física (CPF) – uma cópia autenticada ou acompanhada do original; Curriculum Lattes atualizado; diploma de graduação e histórico – uma cópia autenticada ou acompanhada do original; formulário de inscrição .

Alunos Especiais

De acordo com o Regimento Interno do PPGS, Alunos Especiais são os alunos que se matriculam em disciplinas isoladas do curso, condicionados à existência de vagas, à aprovação do professor responsável pela disciplina e ao atendimento dos requisitos estabelecidos no regimento, com direito a aproveitamento dos créditos cursados. O resultado da seleção estará disponível no dia 8 de agostono site e no mural da secretaria do programa.

Informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Ementas - Disciplinas Optativas - 2017.2 (1).pdf)Ementas[ ]155 kB
Fazer download deste arquivo (Formulário matrícula aluno especial  - 2017.2 (1).doc)Formulario[ ]128 kB

Conferência sobre riqueza e desigualdade inaugura semestre letivo do PPG em Sociologia

O palestrante, professor Antonio Cattani, e o coordenador do PPGS, professor Marcelo SeráficoO palestrante, professor Antonio Cattani, e o coordenador do PPGS, professor Marcelo SeráficoA palestra com o professor Antonio Cattani marcou a abertura do semestre do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Amazonas (PPGS/Ufam). Com o tema “A riqueza desmedida: ameaça para a economia e o bem comum”, a conferência trouxe uma reflexão sobre como a riqueza se relaciona com a desigualdade e a perpetuação da pobreza no País.

Durante o encontro, o palestrante discorreu sobre o cenário de desigualdade brasileiro, caracterizado por uma economia frágil, cidadania e democracia limitadas e com insegurança e violência crescentes. Para Cattani, o papel da riqueza na construção dessa realidade deve ser explorado.

“É necessário questionar: como se constituíram essas fortunas? Por mérito, por esforço? Ou existem outros mecanismos? Há um mundo de pessoas com fortunas incalculáveis, do qual temos uma ideia muito vaga, marcado por golpes, fraudes, sonegação, corrupção”, declarou o docente. “Do morador de rua ao multimilionário, há uma cadeia de extração articulada, brilhante e eficiente, que perpetua a pobreza”.

O professor espera que o público acadêmico faça novos questionamentos sobre o lado dos ‘donos do capital’. “Os estudos sobre a pobreza são legítimos e necessários, mas só estudar essa parte não adianta. Precisamos estudar os perpetradores, as pessoas que produzem a pobreza, juntar esses polos aparentemente independentes numa análise estrutural”, disse.

Durante o evento, houve o lançamento da obra inédita do palestrante, “Ricos, Podres de Ricos”, uma síntese das produções acadêmicas do docente sobre a temática.

Incentivo ao debate e reflexão

Público acadêmico prestigiou a palestraPúblico acadêmico prestigiou a palestra

Segundo o coordenador do PPGS, professor Marcelo Seráfico, a conferência com o professor Antônio Cattani é mais um dos esforços do Programa para promover o debate e a reflexão entre os estudantes.

“Cattani traz uma série de abordagens críticas sobre como se reproduzem as estruturas de dominação política, econômica e cultural que mantém a situação de desigualdade no País”, afirmou Seráfico. “Considero que este foi um excelente começo para o semestre”.

“Por meio de eventos, publicações e atividades como essa, esperamos estimular a vida acadêmica para além da sala de aula, com temas de interesse público e relevantes do ponto de vista político e, consequentemente, manter e melhorar a qualidade do nosso Programa”, pontuou o professor.

Consad suspende Resolução nº 22/2017 sobre regime de trabalho docente

O Conselho Superior de Administração da Universidade Federal do Amazonas (Consad/Ufam) suspendeu, em reunião ordinária ocorrida na quinta-feira, 3, a Resolução nº 22/2017 - Consad. A normativa instituiu as regras a respeito do regime de trabalho, da alocação de carga horária de docentes efetivos e dos procedimentos relativos à aprovação do Plano Individual de Trabalho (PIT) e do Relatório Individual de Trabalho (RIT) desse grupo de servidores.

A partir da data da suspensão, passa a viger a Resolução nº 12/1991 – Consuni, pela qual o Conselho Universitário aprovou as normas disciplinares do horário de trabalho do pessoal docente.

Trote solidário na acolhida aos calouros do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente de Humaitá

O Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente de Humaitá – IEAA da Ufam realizou na segunda e terça-feira, dia 31 de julho e 1° de agosto, evento de acolhida aos novos estudantes do Instituto, dos cursos de bacharelado em Agronomia e Engenharia Ambiental, e das licenciaturas em Ciências (Biologia e Química), Pedagogia, Letras (Língua Portuguesa e Língua Inglesa) e Ciências (Matemática e Física).

A acolhida teve como objetivo dar as boas-vindas e orientar os novos estudantes sobre a estrutura e funcionamento da Unidade.  A gestão acadêmica e administrativa, a organização dos cursos, os setores e serviços de apoio aos estudantes, entre outros, foram apresentados aos discentes com o intuito de reduzir os fatores que dificultam a adaptação e evitar a evasão e a retenção. Também foi realizada uma avaliação diagnóstica para mapeamento do perfil dos acadêmicos para saber de seus hábitos de estudos, conhecimentos, expectativas e opiniões quanto a Universidade.

Na programação realizada na segunda-feira, 31 de julho, os discentes tiveram informações sobre calendário acadêmico, matriz curricular (disciplinas obrigatórias, optativas, Atividades Acadêmico-Científico-Culturais – AACC), Programa de Assistência Estudantil (Bolsa Trabalho, Auxílio Acadêmico, Auxílio Moradia), acesso ao serviço da Biblioteca, Restaurante Universitário, Portal do Aluno E-campus, entre outras informações importantes para o dia a dia dos estudantes.   

A equipe de acolhida também apresentou os direitos e deveres conforme o Regimento Geral, o Guia do Aluno e a legislação educacional vigente da Ufam, especificamente a resolução 023/2017/Consepe, que trata do Regime Didático, e a resolução 031/2016/CEG/Consepe, que trata da revisão e entrega dos exercícios escolares e prova final. O evento também contou com apresentações culturais da banda de música do Exército e do grupo musical PeLuDa, formado por servidores.

Já no segundo dia de evento, os novos estudantes tiveram um momento em sala de aula com os coordenadores de curso e um bate-papo com os alunos veteranos que compartilharam suas experiências de vida acadêmica e dicas para o sucesso na Universidade.

O destaque da programação do evento ficou por conta do trote solidário, que teve por objetivo a arrecadação de alimentos, roupas e brinquedos, para doação a instituições filantrópicas de Humaitá. 

Demat faz informe sobre materiais inservíveis

A Pró-Reitoria de Administração e Finanças (Proadm) solicita às Unidades Acadêmicas e Administrativas que possuam materiais inservíveis que os encaminhem ao Departamento de Material (Demat). A liberação dos itens deve ser oficializada por meio de memorando com a identificação da quantidade, número de tombamento, descrição do material e estado do mesmo.

A medida atende ao Decreto n° 99.658, de 30 de outubro de 1990, com o objetivo de organizar a Instituição em relação aos materiais inservíveis.

A entrega do memorando e encaminhamento dos materiais devem ser feitas até segunda-feira, 7 de agosto. Para mais informações, o número do telefone do Demat é 3305-1493 (ramal 1494). 

Workshop de empreendedorismo apresenta aplicativos criados por estudantes da Ufam

Novo formato incluiu palestras, além da feira de appsNovo formato incluiu palestras, além da feira de appsWise, palavra inglesa que significa sábio, esperto e sensato, também é a sigla do Workshop de Inovação: Startup e Empreendedorismo digital da Universidade Federal do Amazonas, que já está na oitava edição.

Em 2017, além da apresentação de aplicativos desenvolvidos por acadêmicos do curso de Ciências da Computação, com a presença de possíveis investidores, o evento teve palestras sobre experiências de startups bem sucedidas e economia criativa.

O ‘Demo Day’ é a oportunidade que os acadêmicos têm para demonstrar que suas ideias são interessantes, inovadoras e funcionais. O auditório do Instituto de Ciências da Computação (Icomp) abrigou 11 equipes de discentes com trabalhos em diversas áreas, desde saúde até música, passando por apps de aprendizagem de idiomas, compras, auxílio para achar restaurantes e transcritor de podcasts – arquivos em áudio ou vídeo disponíveis na web.

Na avaliação da diretora do Instituto, professora Tanara Lauschner, a proposta prioriza o empreendedorismo no Amazonas. “A ideia é trabalharmos para fomentar a criação de várias startups de fundo tecnológico no estado para que possamos mudar um pouco nossa matriz de desenvolvimento a partir do emprego da tecnologia”, destacou.

TimeMed auxilia pessoas que fazem uso contínuo de medicamentos, inclusive por interação de vozTimeMed auxilia pessoas que fazem uso contínuo de medicamentos, inclusive por interação de voz

Coordenador do Workshop desde a primeira edição, o professor Eduardo Souto decidiu ampliar as atividades oferecidas, com inclusão de um ciclo de palestras além da feira de aplicativos. “O desenvolvimento dos apps é o resultado da prática de duas disciplinas, Empreendedorismo e Sistemas Distribuídos, esta última ministrada por mim. É um processo gradativo que promove o surgimento de startups ainda na academia”, explicou.

Este ano, três grupos já sinalizaram que vão para o mercado, o Musier, o Aplicacazzione e o Caupone. O professor lembrou ainda que projetos de edições anteriores estão em atividade, como a Dona Know, cujo trabalho é reunir destaques da agenda cultural da cidade.

 

Novas Ideias

As propostas são sempre dos grupos, ao verificarem a existência de uma demanda pelo serviço que pretendem desenvolver. “No caso do Podscritptor, a empresa pensou ‘existem milhões de conteúdos nesse formato’. Por que não criar um app que transcreva esse conteúdo para texto, permitindo a busca no texto”, apontou o coordenador do evento. Paulo Martins, um dos componentes do grupo, destacou que a inclusão de deficientes auditivos, que não têm acesso ao áudio, tenham acesso ao conteúdo das publicações através da mídia escrita.

Musier busca aproximar músicos de grupos autoraisMusier busca aproximar músicos de grupos autoraisJá o TimeMed funciona como um assistente que alerta e informa a hora exata de tomar os medicamentos de uso contínuo. “Ele é uma aplicação inovadora porque usa o processamento por voz para facilitar a interação do usuário desde o cadastramento. Outro fator interessante é a possibilidade de cadastrar amigos próximos ou familiares que ajudem no tratamento do paciente. Esses auxiliares também são alertados sobre os horários da medicação”, informou Gabriel Montenegro, um dos desenvolvedores da equipe.

Outro exemplo de aplicativo que surge para suprir uma demanda bastante específica é o Musier. Segundo um dos seus criadores, o acadêmico Willian Girão, que também é músico, as bandas autorais geralmente passam por um processo longo para a escolha de novos componentes.

“Pensando nisso, criamos um app pelo qual as pessoas desse nicho tenham acesso facilitado ao trabalho umas das outras”, informou. Inclusive, na versão demo que foi feita para o Iphone, é possível carregar audições que ficam disponíveis aos demais usuários.