Departamento Financeiro informa prazo-limite para encerramento do exercício Financeiro de 2017

Por Jucelino Simões

Equipe Ascom

O Departamento Financeiro da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) informa aos diretores de unidades acadêmicas do interior e da capital, dos órgãos suplementares e das pró-reitorias que o prazo-limite para solicitação de empenho e reforço de dotações orçamentárias referente ao exercício de 2017 será até o dia dez de novembro de 2017 (10/11/2017).

A portaria da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento (SPO/SE/MEC), nº 3, publicada no dia sete de agosto de 2017 e, no Diário Oficial da União, no dia nove de agosto de 2017, seção I, página 61, dispõe sobre o prazo-limite para solicitação de empenho e reforço de dotações orçamentárias referente ao exercício de 2017, no âmbito do Ministério da Educação.

O diretor do Departamento Financeiro da Ufam, Charles Antônio Amorim Vale, ressaltou que os diretores das unidades acadêmicas, órgãos suplementares e pró-reitores devem ficar atentos ao prazo-limite de encerramento do exercício financeiro de 2017. “Todos os setores da Ufam devem ficar atentos ao prazo-limite para solicitarem empenho ou reforço de pagamento de empenho no exercício 2017. O prazo é até o próximo mês, dia dez de novembro de 2017, e os diretores de unidades acadêmicas do interior e da capital, dos órgãos suplementares e pró-reitores devem encaminhar o empenho ao setor financeiro antes deste prazo ou até o dia dez para garantir o pagamento”, disse o diretor.  

Anexos:
Fazer download deste arquivo (portaria_exercicio_financeiro2.pdf)Portaria[ ]2358 kB

Professora da Ufam é a sexta mulher na Academia Amazonense de Letras

Ao centro, a nova imortal da Academia Amazonense de Letras, professora Artemis Soares, com integrantes da AcademiaAo centro, a nova imortal da Academia Amazonense de Letras, professora Artemis Soares, com integrantes da Academia
Por Carlos Wiliam
Equipe Ascom
 
A professora Artemis Soares, diretora da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Feff) e docente do Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA/Ufam), é a sexta mulher a ocupar um  assento na Academia Amazonense de Letras (AAL). A eleição que culminou na escolha da nova imortal ocorreu neste final de semana, na sede da AAL, no Centro. 
 
A professora Artemis Soares ocupará a vaga deixada por Paulino de Freitas e sua posse está marcada para o dia 17 de novembro. Para ela, sua missão dentro de um grupo tão seleto e renomado é clara: a de salvaguardar e preservar a cultura amazônica, promovendo novos saberes por meio de obras e outras ações de cunho literário e educativo.  
 
Trajetória - A professora titular da Ufam, e agora imortal, possui graduação pela Federal do Amazonas; mestrado em Educação Física pela Universidade de São Paulo (USP); doutorado em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto, além de pós-doutorado pela Universitè de Paris e pela Universitè Rennes.  
 
Academicamente, ela ministra as disciplinas Cultura Corporal dos Povos Tradicionais e Seminário de Pesquisa, no PPGSCA do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS); Dimensões Socioantropológicas do Esporte; Antropologia Cultural e Metodologia do Ensino da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Feff). Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em esporte e cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: Estudo de Comunidade: Tradições desportivo-culturais, jogos tradicionais; Corpo: Corporeidade dos povos indígenas; rituais, estudos socioculturais-desportivos e atividade física escolar.
 
Brinde de boas-vindas à nova imortal da Academia Amazonense de LetrasBrinde de boas-vindas à nova imortal da Academia Amazonense de LetrasMemória e gratidão - Ao término da eleição, emocionada, a professora Artemis declarou que acabara de se tornar imortal no sentido simbólico, por ocupar o cargo e atribuir representatividade feminina à Academia. Dizendo-se honrada, ela valorou os já membros da Academia. "Ser escolhida por nomes tão importantes para ter um assento na Academia Anazonense de Letras me deixa muito feliz. É o reconhecimento por toda a dedicação em pesquisa e estudo ao longo de décadas. Dos sonhos que nasceram quando eu ainda vivia em Manicoré,  que se concretizaram e se fortaleceram em Manaus e em todos os lugares do mundo, onde pude levar a bandeira do nosso Amazonas, este é, sem dúvida, um dos mais surpreendentes.  Isso faz disparar em mim uma emoção que não pode ser descrita com palavras tamanha a proporção", afirmou a professora. 
 
Citando uma frase do ex-senador e relator da Constituinte, o amazonense Bernardo Cabral, ela encerrou seu pronunciamento. "Feliz do homem público que carrega consigo as orgulhosas cicatrizes do dever cumprido", com isso quero dizer que carrego as cicatrizes por ter buscado cumprir meu dever em noites de estudo, leitura, pesquisas e dissertações. Sinto que, até aqui, cumpri o meu dever, a minha missão", considerou, assegurando dedicação e que irá honrar o nome da Academia Amazonense de Letras.

Programa Idoso Feliz celebra Dia do Idoso com evento cultural

 
Por Alice Almeida e Nicoly Ambrozio
Equipe Ascom
 

Nesta terça-feira, dia 3, membros do Programa Idoso Feliz Participa Sempre (PIFPS) reuniram-se no Auditório Solimões, localizado no setor Norte da UFAM, para celebração do Dia do Idoso (1º de outubro). O evento contou com apresentações de dança, poesia e música, além da presença de uma plateia entusiasmada.

Uma das coordenadoras do Idoso Feliz, a professora aposentada Rita Puga Barbosa, ressaltou a importância do Programa, que completa 25 anos em 2018. “Aqui, as pessoas se educam para envelhecer, participando de atividades físicas, sociais e culturais. Elas ganham qualidade de vida, desenvolvem habilidades que não sabiam que tinham e se integram a um grande grupo de pessoas”, declarou. Atualmente, o PIFPS possui mais de 200 alunos.

A idosa Marlene dos Santos, 70, participante do Programa desde 1993, afirma que as atividades oferecidas promoveram o seu desenvolvimento físico e intelectual. “Me sinto feliz por ter a oportunidade do aprendizado contínuo, como as aulas de Informática que estou atualmente cursando”, declarou.

Mário Teixeira Duarte faz parte do Programa há mais de 10 anos e considera a comemoração significativa, pois celebra as conquistas adquiridas ao longo da velhice. Além disso, destaca a importância da participação dos jovens voluntários do PIFPS para a integração dos idosos com a era digital.

Durante a celebração, também foi apresentado o troféu conquistado pelo Programa na 19ª edição da Olimpíada da Terceira Idade, realizada pela Prefeitura de Manaus entre 22 e 29 de setembro. O PIFPS foi o grande campeão, sendo o grupo que mais ganhou medalhas. Cerca de 100 idosos do Programa participaram nas 24 modalidades da competição. 

Antigo prédio da Faculdade de Direito será tema de banda de carnaval em 2018

Lançamento do samba enredo será no dia 26 de outubro, às 19h, no Centro de Manaus

 

Por Ismael dos Santos

Equipe Ascom

O centenário prédio da Faculdade de Direito da Ufam (FD), conhecido como `Velha Jaqueira´, será tema do samba enredo da Banda de Carnaval do Boulevard em 2018. Na tarde de segunda-feira, 2, foi feita a foto oficial para o lançamento da música, marcado para o dia 26 de outubro, às 19h, no antigo prédio da faculdade, localizado próximo à Igreja Nossa Senhora dos Remédios, Centro de Manaus.

A foto oficial contou com as presenças do reitor e do vice-reitor da Ufam, professores Sylvio Puga e Jacob Cohen, respectivamente, do diretor da faculdade e a coordenadora do curso de Direito, professores Carlos Alberto Filho e Marina Araújo, do presidente da Banda do Boulevard, Manoel do Carmo e demais professores, alunos e escritores.

Com o tema `Abre tuas portas, Jaqueira querida´, dos compositores Maestro Evaldo Santos e Mulher do Samba, a letra da música exalta o centenário legado acadêmico do prédio para a sociedade amazonense, e o futuro, com a revitalização do espaço.  

Para o professor Carlos Alberto, a homenagem enaltece o papel histórico da Faculdade Direito para a Ufam. “É uma significativa homenagem pois enaltece a relevância da faculdade, que formou seus primeiros bacharéis em 1914. A FD é o elo histórico que une a antiga Escola Universitária Livre de Manaós e atual Ufam. Essa importância é primorosamente destacada na letra desse belíssimo samba”.

Confira a letra da música:

Banda do Boulevard 2018

Tema: Abre tuas portas, Jaqueira querida.

Composição: Maestro Evaldo Santos e Mulher do Samba

Numa canção de esperança

Trago à luz teu saber

Tua beleza na praça

tenho certeza volver.

 

Ponte entre o passado e o futuro.

Resistência e libertação.

És a Faculdade de Direito ( do Amazonas).

Moras no meu coração.

 

Abre tuas portas Jaqueira querida.

Abre tuas portas e vem relembrar.

Chama teus poetas, filósofos, juristas.

Vamos pra avenida que eu quero é sambar.

 

Abre tuas portas Jaqueira querida.

Abre tuas portas e vem relembrar.

Sempre na Vanguarda  não sou despedida

sou de bem com a vida,

eu sou Boulevard.

 

Mesmo em tempos difíceis

você se manteve de pé.

Na formação dos teu filhos:

justiça, cidadania e fé ( no amanhã).

 

Farol iluminando a floresta

na luta pela paz.

És a Universidade Livre,

vida nova para o centro de Manaus.

 

Instituto Natureza e Cultura de Benjamin Constant será o primeiro a receber cursos de idiomas do CEL

Por Nicoly Ambrozio e Alice Almeida

Equipe Ascom

A coordenação geral do Centro de Estudos de Línguas (CEL) reuniu-se com a Coordenação Acadêmica do Instituto Natureza e Cultura, de Benjamin Constant (INC/BC), nesta terça-feira, 3, para dar início às ações de expansão do CEL. O INC será o primeiro Instituto fora da sede a ser beneficiado pela expansão do Centro. A previsão é que os trabalhos sejam iniciados em janeiro de 2018. 

Segundo informações da coordenadora do CEL, Maria Perpétua Silva Pessôa, o INC contará com cursos de Língua Inglesa, Língua Espanhola, Língua Portuguesa para Estrangeiros/Adicional e Língua Tikuna. Para cada curso serão ofertadas 25 vagas, totalizando 125, cujas aulas serão ministradas pelos acadêmicos da próprio Instituto. 
 
Ainda de acordo com a coordenadora, as aulas de inglês serão aplicadas de forma modular, nos meses de janeiro e fevereiro e, posteriormente, nos meses de junho e julho, para completar a carga horária equivalente a dois anos de curso. 
 
No caso, dos demais idiomas, Tikuna terá duração de 01 ano, Português para Estrangeiros/Língua Adicional também 01 ano e espanhol 03 anos. "Vamos disponibilizar vagas tanto para o corpo acadêmico quanto para o público em geral. Para a comunidade acadêmica será concedido o desconto de 20% sobre o valor das mensalidades.     
 
Sobre o CEL - O CEL propicia a aprendizagem de línguas estrangeiras, no sentido de que os alunos possam compreender, falar/sinalizar e escrever na(s) língua(s) estudada(s) – diferencial que os qualifica para o mercado de trabalho no mundo globalizado ou para atingir o nível de proficiência necessário para estudos de Pós-Graduação.
 
Para mais informações: CEL 99142-8631
Página no Facebook: CelUfam

 

Nota de Pesar – servidora Naísia da Silva Gomes

A Universidade Federal do Amazonas informa com pesar o falecimento da servidora aposentada Naísia da Silva Gomes, ex-secretária da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg), ocorrido nesta terça-feira, 3, em Manaus.  

O velório está sendo realizado na funerária Canaã, salão 1, na Rua Major Gabriel, 1833, praça 14, próximo a TV Cultura. O enterro será realizado às 15h30 no Cemitério Nossa Senhora Aparecida (atrás do Cemitério Tarumã).

Em reunião, Daest e alunos discutem o programa Bolsa Trabalho

Atualmente, programa está suspenso e passa por revisão para se adequar à Política Nacional de Assistência Estudantil (PNAES). Departamento ouviu críticas e sugestões de alunos vinculados e egressos do programa.

Alunos vinculados e egressos do programa avaliaram o programa em reuniãoAlunos vinculados e egressos do programa avaliaram o programa em reuniãoOs impactos e elementos do programa Bolsa Trabalho foram tema de discussão entre estudantes e o Departamento de Assistência Estudantil da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Ufam (Daest/Progesp). O encontro ocorreu na última sexta feira, 29 de setembro, no auditório Paulo Buhrnheim, setor Sul do campus universitário, e reuniu alunos vinculados e egressos do programa.

A diretora do Daest, TAE Mônica Barbosa, explica que a consulta aos alunos faz parte do cronograma de estudos pelo qual o programa passa desde agosto de 2017. “Estamos fazendo um diagnóstico do Bolsa Trabalho e chegou o momento de nos reunirmos com os estudantes para percebermos qual é a visão que o aluno bolsista tem do programa”, esclarece a TAE. “Essa atividade vai de encontro à nossa proposta de trabalho, que se baseia no diálogo”, afirma.

Na reunião, foi aplicado um questionário aos discentes com perguntas sobre a experiência deles dentro do programa, assim como críticas e sugestões ao Bolsa Trabalho. A resposta dos alunos fará parte do relatório com o diagnóstico e possíveis soluções a serem adotadas para o fortalecimento da assistência estudantil na Universidade. O estudo tem previsão de conclusão para o final de outubro.Diretora do Daest, TAE Mônica Barbosa.Diretora do Daest, TAE Mônica Barbosa.

Durante o encontro, a diretora do Daest apresentou as razões pelas quais o programa está suspenso, apontando as fragilidades legais e pedagógicas da modalidade. “Atualmente, o Bolsa Trabalho não se adequa ao PNAES, o que é prejudicial. Não podemos fugir do que essa Política orienta. É a partir desse instrumento que vamos programar ações de assistência estudantil dentro da Ufam”, declarou Mônica Barbosa.

Em seguida, a professora do Departamento de Serviço Social, Alcione Teles, apresentou seu estudo sobre a implementação da política de assistência estudantil na Ufam no período de 2007 a 2012, tema de sua dissertação de mestrado. A docente reforçou a importância da assistência estudantil para a comunidade discente, fundamental para a inclusão, permanência e qualidade de vida dos estudantes. Ao fim, os alunos presentes puderam tirar dúvidas, expressar críticas e sugerir soluções para o Bolsa Trabalho.  

Progesp convoca aposentados e pensionistas para regularização cadastral

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio da Coordenação de Aposentadorias e Pensões (CAP/Dapes), divulga relação de aposentados e pensionistas (Acesse), pertencentes aos seguintes grupos:

  • Aniversariantes do mês de junho, que tiveram os proventos suspensos na folha de setembro de 2017;
  • Aniversariantes do mês julho, que ficarão suspensos a partir da folha de outubro de 2017.

É imprescindível que os aposentados e pensionistas listados compareçam à Progesp até o dia 11 de outubro, para que possam regularizar sua situação.

Informações: (92) 3305-1181 / Ramais 1478 / 1479 / depes@ufam.edu.br

 

 

 

Administração Superior da Ufam emite nota de pesar à comunidade acadêmica da UFSC

O reitor e o vice-reitor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), professores Sylvio Puga e Jacob Cohen, respectivamente, vêm a público manifestar com profundo pesar, suas condolências e solidariedade à comunidade acadêmica de sua co-irmã, a Universidade Federal de Santa Catarina, em virtude do falecimento trágico e prematuro do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, ocorrido na manhã desta segunda-feira, 2 de outubro.

Ufam e Inpa participam de primeira reunião no CMA para Exercício de Logística Multinacional em novembro

Instituições de pesquisa serão responsáveis em realizar ações sociais nas áreas de Saúde e Endemias no Alto Solimões

Na manhã desta sexta-feira, 29, pesquisadores e alunos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), e militares do Comando Militar da Amazônia (CMA) estiveram presentes na primeira reunião de planejamento voltada para a segunda fase do Amazonlog – 2017: o Exercício de Logística Multinacional, que ocorrerá no período de 06 a 13 de novembro, na cidade de Tabatinga, localizada no Alto Solimões, na tríplice fronteira Brasil-Colômbia-Peru (Leia mais).

As duas Instituições serão responsáveis por realizar ações sociais nas áreas de Saúde e Endemias para a população local, com palestras para civis e militares brasileiros e estrangeiros, e estudantes dos ensinos Fundamental, Médio e Superior. A programação acadêmica será ao longo de oito dias de manobra militar, com a presença de militares da Colômbia e Peru, Estados Unidos, observadores militares de Nações Amigas, forças policiais, órgãos e agências governamentais, além de empresas brasileiras e estrangeiras. Os militares irão testar e desenvolver soluções logísticas coletivas, assim como avaliar a interoperabilidade de equipamentos, sistemas e procedimentos.

Para o chefe do Estado-Maior Combinado do Amazonlog 2017, general de brigada Antônio de Barros, as participações da Ufam e do Inpa no Exercício de Logística são de fundamental importância, uma vez que envolvem ações humanitárias. “O planejamento está em construção. Tenho certeza que teremos sucesso no exercício, com a participação dessas duas Instituições, pois ambas têm capacidade e conhecimento sobre a Amazônia. Sem a participação delas não seria viável todo esse exercício”.

Já para Lisando Mamud, representante da Pró-reitoria de Extensão (Proext), da Ufam, as duas Instituições estão dispostas a agregar valor científico ao evento. “Essa reunião foi muito elucidativa e produtiva, à medida que ambas se dispõem a agregar valor a esse evento de impacto significativo à região amazônica. Demos passos importantes nesta manhã”.

Até o início do Exercício de Logística Multinacional em novembro, Ufam e Inpa irão participar de outras reuniões de planejamento com o CMA.

Período de pedido de material no SIE será de 02 a 11 de outubro

O Departamento de Materiais da Ufam (Demat/Ufam) informa que entre os dias 02 e 11 de outubro de 2017, o sistema SIE estará aberto para solicitações de materiais de consumo/expediente.

As requisições devem ser impressas e assinadas pelo Diretor da unidade, tramitadas no sistema e encaminhadas ao almoxarifado para análise e entrega dos materiais.

O Demat informa ainda que, os pedidos de tonners somente serão atendidos via memorando, mediante disponibilização da carga vazia.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (92) 3305-1494 ou email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Ufam comemora 10 anos do Icsez Parintins

Sede do Icsez, em ParintinsSede do Icsez, em ParintinsA Universidade Federal do Amazonas (Ufam) é presente em Parintins desde o ano de 1989, com cursos modulados, mas se efetivou em 24 de setembro de 2007, com a implantação definitiva do Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (Icsez). Os 10 anos de história do Campus de Parintins entrosaram professores dos sete cursos de graduação: Administração, Artes Visuais, Comunicação Social – Jornalismo, Educação Física, Serviço Social, Pedagogia e Zootecnia, em coletiva de imprensa, na sala de reuniões do Icsez, nesta quinta-feira, 28.

A mesa redonda traçou um panorama histórico da trajetória da universidade em Parintins, com a participação de técnicos do Icsez, além de ex-alunos representantes das primeiras turmas dos cursos de Pedagogia e Jornalismo. “Nesses 10 anos, o Icsez tem prestado relevante serviço para a comunidade do Baixo e Médio Amazonas, em especial Parintins”, afirmou o diretor do Instituto, professor Dr. José Luiz Pereira, ao mencionar o nome do ex-reitor, Himdenberg Frota, que estabeleceu a Ufam em Parintins, no ano de 2007.

O professor aposentado Felicissímo Barbosa recordou que no ano de 1989 a Ufam chegou em Parintins, com cursos modulados no chamado Campus Avançado. “Naquela época, a universidade já oferecia também cursos de especialização como tecnologia educacional e desenvolvimento sustentável. Foi um início um pouco duro, porque a Universidade participava do Projeto Norte de Interiorização e teria que sair da Capital. Esse processo de interiorização inicia em 1989 com atividades de ensino, pesquisa e extensão”, disse o antigo professor.

O técnico de laboratório e membro do primeiro Conselho Diretor, Walcemir Costa, elencou os desafios enfrentados para a implantação do Icsez como a mobilização da comunidade com mais de 100 mil assinaturas, pois o processo de interiorização da Ufam contemplava somente Coari, Benjamin Constant e Humaitá. “Essa luta foi feita através de muitas pessoas que passaram por aqui, entre técnicos, alunos e professores. Cada um tem um tijolo nessa construção e se dedicaram de forma particular. No prédio da Ufam, no centro, foi onde tudo começou. Ali é uma parte histórica que não devemos esquecer”, citou.

O professor do curso de administração, Alberto Ferreira, afirmou que com a efetivação do Campus da Ufam em Parintins o Baixo Amazonas vive mudanças, com o desenvolvimento econômico da região. “A Universidade reescreve a história desse Amazonas. Estamos em fase de consolidação e ampliação. O modelo econômico desenvolvido aqui no Amazonas está baseado no Polo Industrial de Manaus e por questões de globalização ele não apresenta sustentabilidade. Então, nós temos um interior do Amazonas que não foi desenvolvido nem socialmente, nem economicamente”, avaliou.

Reunião serviu para construir programação comemorativa aos 10 anos do IcsezReunião serviu para construir programação comemorativa aos 10 anos do IcsezO radialista Aderaldo Reis sonhava em ter curso de graduação e passou em 6º lugar para Pedagogia, no qual teve a oportunidade de integrar a primeira turma. “Nós começamos a construir essa história. Conseguimos trazer a Universidade a Parintins, com um grupo de estudantes, acadêmicos e a comunidade parintinense. A Universidade transformou nossa cidade. Na ocasião da inauguração do porto em 2006, um grupo chegou a mim para que intermediasse uma conversa com o então governador e um ministro para a entrega de um abaixo assinado. Pedi que me acompanhassem no momento da entrevista e foi assim. Dois meses depois, tivemos a notícia de que o presidente da República tinha aprovado a implantação do Campus da Ufam em Parintins. Tudo é fruto de luta e reivindicação”, lembrou.

A foto da reunião é registro da organização para os festejos de 10 anos. Hoje, 29, acontece a Sexta Cultural, que faz parte da programação.

Estagiários da Ufam fazem visita ao setor Sul

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) realizou o IV Encontro do Programa Aprender Fazendo: Explorando Caminhos, com os novos estagiários da Ufam. O encontro ocorreu nesta sexta-feira, 29, e caracterizou-se por uma visita em unidades acadêmicas, órgãos suplementares e setores administrativos da Ufam, localizados no setor Sul, por meio do Programa de Visitas para os Públicos Interno e Externo da Ufam (VIP). O Programa está inserido nas Ações de Pertencimento Institucional que também atendem servidores técnicos, docentes e terceirizados.  

Os encontros de estágio são desenvolvidos levando em consideração três aspectos: saúde no trabalho, desenvolvimento pessoal e profissional, pertencimento institucional. Este acompanhamento mensal possibilita o fortalecimento de uma rede de apoio importante para o jovem, além de garantir direitos preconizados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e na Lei do Estágio.

Os alunos foram selecionados no mês de junho e já estão lotados em vários setores da administração (a maioria no Centro Administrativo). São 33 no total, 19 trabalham pela manhã e 14 à tarde.

Por meio de convênio com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), a Ufam abre todo ano o edital de seleção de estagiários do Ensino Médio para subsidiar algumas unidades que demandam esse tipo de serviço. Os estudantes são das escolas públicas e particulares e recebem uma bolsa no valor de R$ 350,00.  

 “A Progesp passa por uma intensa reflexão baseada em duas questões norteadoras: quem são nossos trabalhadores e como podemos promover saúde e cuidado. Estamos num momento de construção. Por isso, vários projetos estão sendo elaborados para cada grupo identificado”, afirmou a pró-reitora de Gestão de Pessoas, Maria Vanusa de Souza Dirmo.  

“Conhecer a Instituição é importante para inserir a Universidade no projeto de vida destes jovens, ajudando-os a construir um futuro promissor. A ideia é aprofundar o interesse deles para uma área profissional. A visita nos diversos setores é para conhecer mais a Instituição e despertar-los para a escolha de um curso superior. Assim, o Programa de Estágio também contribui ativamente para o desenvolvimento social”, destacou o diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP) da Progesp, Luiz Ferreira Neves Neto.

Os encontros já realizados possibilitaram a integração entre os jovens e a Instituição. A cada encontro, os estagiários têm se mostrado cada vez mais participativos e se mostraram muito envolvidos com o Programa VIP.

A estagiária do Departamento de Finanças da Ufam, Anadelía Brito, 16 anos, estudante da Escola Estadual Desembargador André Vidal de Araújo, na Cidade Nova, afirmou que o estágio é importante para o seu currículo e que a visita nos setores, ajuda a conhecer a Universidade mais amplamente. “É o meu primeiro emprego e vai qualificar meu currículo. Tenho dificuldades pra chegar aqui porque moro no quilômetro 3 da BR 174 e depois vou pra escola na Cidade Nova, mas vejo o estágio como uma maneira importante pro meu currículo”, disse a estudante.

“O estágio vai me dar experiência de trabalho e de como relacionar-me com as pessoas. Vai acrescentar no meu currículo porque é uma Instituição importante. Sempre quis estudar na Ufam e ter a oportunidade de estar neste ambiente é estimulante”, destacou a estagiária Geovana da Costa Vieira, estudante do Instituto Adventista de Manaus (na Cachoeirinha).

O estudante da Escola Estadual Francisco Albuquerque, no Centro, Hugo Hezro Pereira, ressaltou que o estágio é importante devido à experiência que vai lhe proporcionar. “O estágio vai me dar experiência de trabalho. É o meu primeiro emprego e vou aprender muito. Espero que dê tudo certo”, disse O estudante Hugo Hezro.         

           

 

Proeg convoca aprovados para matrícula do Psead

Até o dia 03 de outubro é o prazo para aprovados efetuarem matrícula
 
A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) divulgou nesta sexta-feira, 29, o Edital de matrícula do Processo Seletivo de Educação a Distancia (PSEAD), pelo qual ofereceu 211 vagas destinadas a diversos cursos de graduação, distribuídas entre os campi da capital e do interior. 
 
As vagas oferecidas para os cursos de Graduação são: Educação Física - Lábrea/AM; Ciências Agrárias e Educação Física – Manacapuru/AM; Administração Pública e Artes Visuais – Tefé/AM; Administração Pública – Manaus/AM; Ciências Agrárias – Coari/AM; Ciências Agrárias e Educação Física - Maués/AM; Artes Visuais e Educação Física – Itacoatiara/AM; Artes Visuais – Santa Izabel do Rio Negro/AM, os candidatos aprovados deverão se apresentar para a confirmação da matricula institucional.
 
Para efetivar a matrícula institucional, o candidato classificado no PSEAD/2017 deverá atualizar ou preencher seu cadastro estudantil, no portal do calouro, das 8h do dia 29 de setembro às 17h do dia 03 de outubro, no sítio eletrônico www.calouro.ufam.edu.br. Para a realização da matrícula institucional, o candidato convocado ou seu procurador legal, deve apresentar-se no dia, local e horários especificados no edital, munido dos documentos listados. Para o candidato de reserva de vagas com comprovação de renda, além dos documentos informados no edital, deverá apresentar também os que estão relacionados no anexo II. (Ler Edital).
 
Para esclarecimentos das dúvidas e/ou dificuldade de acesso ao cadastro do calouro, ligue para (92) 3305-1481 ou encaminhe e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .
 
 
 

Ufam apresenta projetos de pesquisa em Exposição Internacional de Logística

Evento foi uma iniciativa do Comando Logístico do Exército Brasileiro e contou com a participação de diversas instituições

Professores e alunos da Universidade Federal do Amazonas tiveram a oportunidade de apresentar projetos de pesquisa no primeiro Simpósio Internacional de Logística Humanitária e Exposição de Materiais - Amazonlog Expo 2017. O evento foi realizado entre os dias 26 e 28 de setembro, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, e reuniu produtos e soluções em logística. (Saiba mais).

Ao longo de três dias de evento foram expostos quatro projetos: Mapa Tátil do Amazonas, Movimento Autista de Inclusão (MAI), Amãozonas e um Sensor Bioeletrônico para Detecção de Malária. O Mapa Tátil é voltado para alunos com deficiência visual, e tem como objetivo contribuir para o aprendizado lúdico sobre cultura, economia, política e os espaços geográficos dos municípios amazonenses. Já o MAI é um produto projetado para crianças autistas treinarem suas habilidades cognitivas e de comunicação, de uma forma lúdica e intuitiva.

Outros destaques do estande da Ufam foram o Amãozonas, produto em forma de uma mão colorida que possibilita a alfabetização manual de crianças surdas (e ouvintes); e o Sensor Bioeletrônico para Malária, produto de baixo custo que detecta a doença no sangue de forma rápida e eficiente.

Para o general de Exército Guilherme Theophilo, Comandante Militar da Amazônia, a participação da Ufam no evento é vantajosa para estreitar relacionamentos entre a academia, militares e a indústria. “Sempre fui um incentivador da interação da universidade com os militares da parte de defesa, até porque hoje temos um sistema chamado Defesa-Indústria-Academia. É uma tríplice hélice que devemos rodar muito azeitada, para que possamos ter pesquisas, os empresários se interessem por esses projetos, e assim destinem recursos para que a hélice gire de forma perfeita”.  

O acadêmico de Administração da Ufam, e coordenador do estande pela Pró-reitoria de Extensão (Proext), Lisandro Mamud, disse que a participação da universidade com as pesquisas despertou a atenção do público. “Durante os três dias de evento houve muito interesse do público em conhecer a Ufam. E é nosso interesse, também, levar a universidade para além dos muros. Essa é uma das atribuições da Pró-reitoria de Extensão: aproximar a universidade da sociedade em geral”.

Walter Brito, professor do Departamento de Química, e coordenador do projeto de Sensor Bioeletrônico para Detecção de Malária, destacou que “eventos como este são uma oportunidade única, pois tiram as pesquisas de dentro da universidade para serem expostas para possíveis clientes”.

Confira os nomes dos demais integrantes do estande: Aline Sgarbi Sousa (estudante de Pedagogia), Danyeli Rosas Gomes (Professora de Língua Inglesa), Ismael dos Santos (Relações Públicas), Larissa Simão Freitas (estudante de Pedagogia), Letícia Silardi (estudante de Pibic em Química), Lindimar Rosas Barreto (Bióloga), Marion Litaiff Gomes (Relações Públicas), Roland Salas (doutorando em Química), Samuel Vicente Júnior (Técnico-administrativo em Educação), Shirlen do Nascimento Viana (Pesquisadora/Linguista).

Segundo dia da V Semana de Petróleo e Gás da Ufam conta com minicursos e palestras

A V Semana de Petróleo e Gás da Ufam teve prosseguimento nesta quinta-feira, 28, com os minicursos 'Gás Lift: histórico, definições e utilização' e 'Geoprocessamento aplicado à logística do petróleo em bacias onshore'”. Pela parte da tarde, ocorrem exposições, palestras e minicursos.

O minicurso 'Geoprocessamento aplicado à logística do petróleo em bacias onshore', ocorreu no Laboratório de Informática da Faculdade de Tecnologia lll (LIFT lll), ministrado pela professora Renata Teixeira, do Centro Universitário do Norte (Uninorte) e abordou os principais geoprocessadores na identificação de áreas petrolíferas disponíveis, como também a utilização de softwares disponíveis no mercado para atender a esse nicho.  

A palestra 'Gás Lift: histórico, definições e utilização', ministrado pelo professor do curso de Petróleo e Gás da Ufam, João Paulo Salgado, abordou o método de elevação do gás Lift quando extraído de reservatório. O método é utilizado no processo de extração do petróleo quando a pressão do reservatório não consegue expulsar o minério até a superfície.

“Expliquei aos estudantes como o método de elevação é utilizado na extração do petróleo. Mostrei pra eles como utilizar este método quando a pressão do reservatório não tem força pra expulsar o petróleo”, disse o palestrante.

A programação prossegue nesta quinta-feira, com a exposição 'Maquetes apresentando navios sonda', das 13h às 14h, no hall da Faculdade de Estudos Sociais (FES), as palestras - com destaque para a que trata 'A origem do GLP e a introdução no Mercado Brasileiro e na Amazônia', ministrado pelo empresário Jonatham Benchimol (Fogás) -, acontece no auditório da FT, às 15h, e o minicurso 'Reologia: fundamentos e aplicações na Indústria do petróleo', ministrado pelo professor da Ufam, Yanne Gurgel, às 19h, no laboratório de Petróleo e Gás 2, na FT.

A estudante do 8º período do curso de Engenharia de Petróleo e Gás da Ufam, Tainá Albuquerque Grana, uma das coordenadoras da Semana, destacou que a semana é importante porque dispõe de informações contemporâneas do mercado de trabalho e as novas tecnologias aplicadas na extração de petróleo na Amazônia. “A Semana foi construída pelos estudantes e tem como proposta trazer inúmeros conhecimentos aos participantes. As palestras, os minicursos e a exposição são conhecimentos que vão acrescentar no currículo dos estudantes. Como nosso curso é novo (só oito anos), precisamos destes eventos para conhecer mais sobre a profissão e o mercado de trabalho. São inúmeros profissionais que vão estar aqui mostrando suas experiências e o potencial do mercado”, destacou a estudante.

Programação

Veja a programação completa para hoje à tarde e amanhã na fanpage da Semana.

 

 

Solenidade forma alunos do curso de Farmácia

A solenidade outorga de grau que formou 13 alunos do curso de farmácia, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Amazonas, aconteceu na noite dessa quarta-feira, 27, no auditório Eulálio Chaves, situado no setor Sul do campus universitário.

O reitor da Ufam, professor Sylvio Mário Puga Ferreira, presidiu a solenidade, acompanhado da diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, professora doutora Débora Teixeira Ohana. Na mesa de honra, estavam presentes os professores, a paraninfa do curso, Kátia Solange Cardoso Rodrigues dos Santos Geraldi, a patronesse do curso, Ila Maria de Aguiar Oliveira, a homenageada com o nome da turma, Cynthia Tereza Correa da Silva, além de reunir alunos, familiares, professores e técnico-administrativos que prestigiaram os formandos.

 

DAEST convoca discentes beneficiários do Auxílio Moradia para reunião

O Departamento de Assistência Estudantil (Daest), da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), convoca todos os discentes beneficiários do Auxílio Moradia, através dos Editais 001/2017 e 002/2017 – DAEST, para reunião sobre o relatório de atividades acadêmicas e o comprovante de gastos com moradia.

A reunião será realizada às 12h30 do dia 02 de outubro, no auditório Rio Amazonas, setor Norte do Campus Universitário. 

 

Para mais informações: (92) 3305-1795

Projeto estuda os efeitos do exercício físico na qualidade de vida de portadores de Alzheimer

Pacientes na fase inicial e intermediária da doença realizarão um programa de atividade física durante seis meses

Professora da Feff, Roseanne Autran, coordenará projeto sobre a qualidade de vida de pacientes com AlzheimerProfessora da Feff, Roseanne Autran, coordenará projeto sobre a qualidade de vida de pacientes com AlzheimerMedir a influência do exercício físico na qualidade de vida de pacientes com o mal de Alzheimer é o objetivo do novo projeto do Núcleo Multiprofissional de Reabilitação Neurofuncional da Universidade Federal do Amazonas (Proneuro/Ufam). Desenvolvido em parceria com o Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), o projeto selecionará 40 pacientes na fase inicial ou intermediária da doença. No estudo, os participantes passarão por um programa de treino com duas modalidades combinadas – aeróbio e resistido – durante seis meses.

“Evidências mostram que pacientes de doenças neurológicas que praticam atividades físicas tendem a melhorar suas atividades cotidianas básicas, como tomar banho, caminhar a curta distância”, explica a coordenadora do projeto, professora Roseanne Autran. “A ideia do nosso programa é verificar o efeito dos treinos aeróbio e resistido combinados, pois a maioria dos estudos é relacionado somente ao treino aeróbio (bicicleta, caminhada)”, esclarece.

“O treino resistido seria o treino de força, o que aumenta os ganhos de massa muscular, de força e de habilidades cognitivas. Nossa hipótese é que a junção dos dois treinos levará a um rendimento superior, de melhoria de características cardiovasculares”, informa Roseanne. “Outras melhorias seriam o controle da hipertensão arterial e a melhoria das capacidades funcionais”, aponta.

O Ledehu será um dos laboratórios onde serão realizadas as atividades do projetoO Ledehu será um dos laboratórios onde serão realizadas as atividades do projetoA ideia é que os pacientes com Alzheimer já venham encaminhados pela equipe de neurologia do HUGV.  Isso não impede, no entanto, que pacientes de outros hospitais participem do estudo. “Os critérios de participação são que o paciente esteja na fase inicial ou intermediária da doença, a partir dos 55 anos de idade e com independência funcional”, elenca a professora.

Independência funcional é caracterizada pela capacidade do indivíduo de realizar atividades diárias, como levantar, caminhar, segurar um copo, entre outras. Pacientes externos ao HUGV devem apresentar exames e diagnósticos que comprovem a fase inicial da doença.

Atenção para a família

Roseanne revela que o projeto também avaliará o cuidador do paciente com Alzheimer. “A família passa por muitas mudanças quando se tem um familiar ou conhecido com alguma doença neurológica. O programa beneficiará os dois lados”, afirma. 

Os cuidadores passarão por avaliação psicológica e será feito um levantamento sobre a frequência com a qual eles praticam atividades físicas. Serão oferecidas ainda palestras e atividades de conscientização sobre o Alzheimer.

LaboratóriosPrograma de atividades físicas combinará duas modalidades de treino: o aeróbio e o resistido.Programa de atividades físicas combinará duas modalidades de treino: o aeróbio e o resistido.

O discente do sétimo período do curso de bacharelado em Educação Física e enfermeiro do Hospital João Lúcio, Francisco Talisson, é o aluno-bolsista do projeto, que funcionará em dois laboratórios: o Laboratório de Estudos em Neurologia e Comportamento (Lenc), onde são atendidos pacientes com doenças neurológicas; e o Laboratório de Estudos do Desempenho Humano (Ledehu). Ambos estão situados na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Feff), no setor Sul do campus universitário.

O Lenc dispõe de equipe multidisciplinar que atende pacientes com doenças neurológicas inaptos a praticar exercícios físicos. Nesse espaço, os pacientes realizam fisioterapia, e também podem ser atendidos pela equipe de psicólogos do Laboratório. O Proneuro, que contempla as atividades desenvolvidas no Lenc, atende pessoas com doenças como esclerose múltipla ou que sofreram AVC, por exemplo.

Após o projeto de pesquisa ser finalizado, os pacientes poderão continuar sob a observação do Programa, participando de atividades promovidas pelos laboratórios.

Progesp divulga contratação de técnicos em Libras

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio da Coordenação de Recrutamento e Seleção (CRS) do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP), divulga abertura do edital 076 / 2017, referente à contratação por tempo determinado de técnicos especializados na Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).

O objetivo é proporcionar interpretações de forma simultânea ou consecutiva aos estudantes surdos, para que o fato de não se comunicarem oralmente não dificulte o ensino.

A graduação em Libras, bem como em qualquer outra área com certificado de proficiência na tradução e na interpretação desta língua é um requisito básico exigido. As duas vagas oferecidas terão duração de um ano, com possibilidade de prorrogação por no máximo dois anos.

Inscrições

As inscrições devem ser efetuadas na secretaria do núcleo de acessibilidade Eu Apoio, localizado no setor Sul do Campus, no período de 27 de setembro a 20 de outubro. Os horários são dois: das 9h às 11h e das 14h às 17h. É possível ainda inscrever-se via sedex, desde que o pagamento da taxa de inscrição (R$ 90) e a postagem tenham sido realizados até o dia 20 de outubro.

Caso os candidatos sejam vinculados ao Cadastro Único para programas sociais do governo federal (Cadúnico) e tenham baixa renda familiar, possuem o direito de solicitar isenção do pagamento, o que pode ser feito a partir de hoje, 27, até o dia 5 de outubro.

Para maiores informações, como documentação necessária e detalhes sobre as etapas de avaliação, acesse o edital em anexo.

 

Telefone: (92) 3305-1487

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (A Edital Libras.pdf)Edital 076 / 2017[ ]235 kB

Faculdade de Informação e Comunicação da Ufam forma primeiras turmas

FIC forma 41 novos bacharéisFIC forma 41 novos bacharéisA emoção marcou a primeira cerimônia de outorga de grau da Faculdade de Informação e Comunicação da Ufam (FIC). A unidade acadêmica, implantada neste ano, formou 41 alunos nos cursos de Arquivologia, Biblioteconomia, Comunicação Social – Jornalismo e Comunicação Social – Relações Públicas. A solenidade ocorreu nessa terça-feira, 26, no auditório Eulálio Chaves, situado no setor Sul do campus universitário. Alunos, familiares, professores e técnico-administrativos prestigiaram a cerimônia.

O vice-reitor da Ufam, professor Jacob Cohen, presidiu a solenidade acompanhado do diretor da FIC, professor Allan Rodrigues. Na mesa de honra, estavam ainda os professores Antônio José Vale da Costa, Guilhermina Terra, João Bosco Ferreira, Judy Tavares e Marcieli Brondani.

Em sua fala, o vice-reitor atentou para importância da defesa da Universidade, e exortou os novos bacharéis a lutarem pelo ensino superior público no exercício de suas profissões. “Formar pessoas é mais do que formar profissionais. É formar caráter, pessoas que vão lutar por transformações. A Ufam se orgulha todas as vezes que forma novas turmas, porque sabemos que a formação de vocês é de qualidade, resultado do esforço diário de nossos professores”, disse o professor Cohen. “Levem daqui o olhar para o cuidado com o nosso País como profissionais e verdadeiros cidadãos dispostos a mudar a sociedade”.

O vice-reitor, professor Jacob Cohen, presidiu a cerimônia de outorga de grauO vice-reitor, professor Jacob Cohen, presidiu a cerimônia de outorga de grau

Um dos responsáveis pela criação da FIC, o professor Allan Rodrigues, falou do orgulho pelas primeiras turmas da unidade. “Esta turma é especial, porque é a primeira que se forma pela FIC. Foram quatro anos de trabalho coletivo para que os cursos da área de comunicação e informação constituíssem uma unidade acadêmica com o objetivo de formar profissionais capacitados que possam promover transformações na sociedade”, discursou o diretor.

“É por isso que lutamos todos os dias na Faculdade, professores e técnico-administrativos: para que a FIC seja um espaço de formação ainda melhor do que é hoje”, acrescentou.

Eleito orador das turmas, o novo bacharel em Comunicação Social – Relações Públicas, Lucas Moreno, falou da contribuição da experiência na universidade para a formação, não só profissional, mas também humana. “Aqui, aprendemos a ser pessoas melhores e criamos uma nova visão do mundo. Emergimos mais inteligentes, engajados e criativos”, declarou Lucas, finalizando com uma mensagem aos colegas: “Sonhem alto, sonhem grande e depois sonhem maior ainda. Mas não parem nos sonhos; realizem-nos”. 

Edital do Programa Primeiros Projetos recebe submissões até 20 de outubro

Cientistas interessados em participar do edital do Programa de Infraestrutura, para Jovens Pesquisadores, Programa Primeiros Projetos (PPP), têm até o dia 20 de outubro, para submeter sua proposta de projeto de pesquisa, que deve estar claramente caracterizado como pesquisa científica, tecnológica ou de inovação. O programa, que tem como objetivo apoiar a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica, nas instituições públicas e particulares, sem fins lucrativos, visa dar suporte à fixação de jovens pesquisadores e nucleação de novos grupos. 
 
Um dos requisitos do edital é que os pesquisadores precisam ter título de doutor, há pelo menos, cinco anos e produção científica ou tecnológica relevante por igual período, na área específica do projeto de pesquisa apresentado.
 
Com um investimento de quase R$1,5 milhões oriundos de um convênio firmado entre o CNPq e a Fapeam, os projetos deverão ter valor máximo de R$ 100 mil, destinados ao cumprimento exclusivo de suas atividades. Dos recursos orçados no projeto, 70% deverão ser destinados a despesas de capital e 30% a despesas de custeio, conforme previsto no edital.
 
No caso de instituições de ensino superior e/ou pesquisa privada, os recursos financeiros destinados a custeio formarão parte da contrapartida da instituição, sendo os recursos deste edital somente poderão ser aplicados em despesas de capital no valor máximo de R$ 70 mil.
 
A proposta deve ser enviada em versão eletrônica por intermédio de formulários contidos no Sistema de Gestão da Informação da Fapeam (SIGFapeam), disponível na página eletrônica da Fapeam. Para acessar o formulário eletrônico, o proponente deverá utilizar seu login e senha previamente cadastrados. Novos usuários deverão realizar o cadastramento no banco de pesquisadores da Fapeam, nos endereços supracitados. Além do envio do Formulário online, via SIGFapeam, a submissão da proposta requer também a apresentação de documentação complementar a ser anexada ao sistema SIGFapeam, como detalhado adiante.
 
Texto: Ascom Ufam com informações Fapeam

I Seminário Amazônico de Produção Animal teve abertura nesta quarta-feira

O Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (Ppgcan) da Faculdade de Ciências Agrárias da Ufam (FCA) promoveu nesta quarta-feira, 27, a abertura do I Congresso Amazônico de Produção Animal, com a temática “Tecnologias Aplicadas a Produção Animal”.

A abertura ocorreu no auditório Samaúma, na Faculdade de Ciências Agrárias, e contou com a presença do diretor da FCA, Marco Antônio de Freitas Mendonça, da diretora do Departamento de Acompanhamento e Avaliação da Pós-graduação, Adriana Malheiro Alle Marie (representando a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação Selma Baçal), da chefe do Departamento de produção Animal e Vegetal do curso de Zootecnia, Expedita Maria Pereira, do coordenador do curso de Zootecnia, Ernandis Borges, do professor José Eurico Possebon Cyrino e do coordenador do Ppgcan e do evento, Frank George Guimarães Cruz.

A iniciativa de realizar o evento é da coordenação do Ppgcan, em parceria com os alunos de mestrado do programa, onde estes buscam despertar o interesse pela qualificação dos profissionais relacionados à Produção Animal na Amazônia, tanto acadêmicos da área de Ciências Agrárias, quanto profissionais atuando no mercado.

O I Congresso Amazônico de Produção Animal tem como objetivo promover a interação entre pesquisadores, professores e estudantes. Nos três dias de Congresso estão programadas inúmeras palestras, apresentação de trabalhos, debates, painéis, entre outras atividades.  O evento ocorre pela manhã e à tarde e as inscrições estão abertas para comunidade em geral.

“Os mais renomados profissionais da área estarão participando do Congresso e debatendo com o público suas pesquisas e experiências. Trouxemos um dos mais renomados professores para a palestra de abertura do evento, o professor José Eurico Possebon Cyrino, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP). Esperamos uma interação do conhecimento entre estudantes, pesquisadores e professores”, destacou Frank Cruz.

A estudante do 8º período do curso de Zootecnia, Fernanda Moura, disse que é a primeira vez que participa de um evento sobre esse tema e ressaltou que o conteúdo que será discutido vai acrescentar em sua formação. “O que será debate no Congresso é importante porque acrescenta na minha formação. São importantes pesquisadores que vão mostrar suas experiências e debater assuntos que estão inseridos na minha profissão”, disse a estudante.

O professor do Departamento de Zootecnia da Escola Superior de Agricultura da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP), José Eurico Possebon Cyrino, ministrou a palestra de abertura do I Congresso Amazônico de Produção Animal, intitulada: Pós-graduação em Zootecnia: perspectivas e desafios. “Vou apresentar um panorama do estado da arte da Zootecnia no Brasil e mostrar como isso é derivado do desenvolvimento científico a partir dos cursos de pós-graduação em Ciência Animal e Zootecnia e quais são as possíveis perspectivas para os próximos anos”, disse o palestrante.  

Disciplina realizada na Ufam reúne professores e pesquisadores para discutir a Domesticação da Amazônia

Entre os dias 18 e 29 de setembro pesquisadores de diversas instituições participam na Ufam da disciplina Domesticação da Amazônia. As aulas são na biblioteca da pós-graduação, do Instituto de Ciências Biológicas da Ufam (ICB). A partir de abordagens antropológicas, arqueológicas, linguísticas, botânicas e da ecologia histórica, a disciplina discute, de forma inédita, a ocupação e domesticação da Amazônia pelos povos indígenas, a partir de uma abordagem interdisciplinar.

Idealizada pelo antropólogo e agrônomo Gilton Mendes dos Santos, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Ufam (PPGAS), e pelo biólogo e geneticista Charles R. Clement, do Departamento de Tecnologia e Inovação, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), a disciplina conta, ainda, com a participação dos professores doutores convidados: Ana Carla Bruno (antropóloga linguista da Coordenação de Sociedade, Saúde e Ambiente do Inpa), Claide de Paula Moraes (arqueólogo do programa de Antropologia e Arqueologia da Universidade Federal do Oeste do Pará) e Glenn H. Shepard Jr. (antropólogo médico e etnobotânico, da Coordenação de Ciências Humanas do Museu Paraense Emílio Goeldi).

Oferecida para os alunos de mestrado e doutorado do Inpa e da Ufam, a disciplina atraiu quase 50 alunos e pesquisadores destas instituições, além de outras instituições como a Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), Universidade Estadual Paulista (Unesp), (Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP) e da Coordenação de Índios Isolados da Funai, que participam dos debates sobre a domesticação da floresta amazônica durante as duas semanas em que o curso está sendo oferecido.

Informações: 99181-5480

Prorrogadas as inscrições para o Curso de Formação de Brigada de Incêndio

Inscrições poderão ser realizadas até 29/09.

A Coordenação de Treinamento e Desenvolvimento da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas da Ufam (CTD/PROGESP) divulga que as inscrições para o Curso de Formação de Brigada de Incêndio foram prorrogadas até o dia 29 de setembro.

Em sua segunda edição, o curso disponibiliza 30 vagas para Técnico-administrativos em Educação. Oferecido na modalidade presencial, o curso será realizado de 02 a 06 de outubro, das 8 às 12h, na Sala de Treinamentos da PROGESP (aulas teóricas) e no campo de futebol do setor sul do Campus (aulas práticas). O curso terá como instrutor o servidor Luis Carlos de Lima.

A atividade tem carga horária de 20 horas e as inscrições podem ser realizadas no Link goo.gl/updzqC. O formulário de inscrição deverá ser encaminhado, via protocolo, para a Coordenação de Treinamento e Desenvolvimento e o critério principal de seleção será a ordem de chegada.