Progesp emite nota de esclarecimento sobre atraso de pagamento pela CEF

A Universidade Federal do Amazonas, em respeito aos mais de 300 servidores (ativos/aposentados) e pensionistas componentes da folha de pagamento da instituição, e que possuem conta salário junto à Caixa Econômica Federal (CEF), vem esclarecer que:

1) Em 31 de janeiro de 2018, o Departamento de Finanças, da Pró-reitoria de Administração (Proadm), transferiu os recursos financeiros, via ordem bancária, para pagamento da folha de servidores da instituição junto aos bancos conveniados, inclusive à CEF, a fim de que os depósitos salariais fossem repassados pelos bancos no primeiro dia útil do mês;

2) Na data de 02/02/2018, após detectarmos a ausência de pagamento aos correntistas da CEF, a Progesp e a Proadm realizaram todas as averiguações necessárias, concluindo que a situação envolvia especificamente o banco e, portanto, acionaram os mecanismos necessários para busca de respostas junto à agência regional competente pelo convênio da Ufam com a CEF desde então, bem como junto à sede do banco em Brasília;

3) Segundo a gerência estadual da agência da Caixa Econômica Federal, detentora do convênio de pagamento da folha de servidores da Ufam, em resposta ao nossos vários questionamentos informou, já na data de 06/02/2018, que o ocorrido no mês de fevereiro de 2018, em âmbito nacional, relaciona-se ao fato da Caixa ter migrado a folha de pagamento do Mpog para um sistema que processa toda a folha de forma automatizada, sem necessidade de comandos manuais na agência, porém ocorreu uma falha tecnológica, a qual impediu o credito automatizado.  E que desde o momento da detecção da situação a Gerencia Nacional de Pessoa Jurídica Publica da Caixa, em Brasília, vem tentando regularizar a folha, sem solução até o presente momento.

4) Por fim, a mesma gerência informa que o banco busca ter uma solução para o caso até o final do dia de hoje (06/2)

Neste sentido, a Ufam reforça o compromisso e o empenho em comunicar às autoridades competentes para solucionar o problema de atraso de pagamentos dos (as) beneficiários (as), bem como a busca pelas respostas necessárias à comunidade. Assim, informamos aos servidores afetados que estaremos em contato direto com a gerência supramencionada do banco a fim de obter quaisquer novas informações com previsões corretas até que o problema esteja completamente sanado.