Programa Libras & Trilhas promove pesquisa e extensão sobre a Língua de Sinais no Amazonas

 
Por Carolina Lemos
Equipe Ascom

 

A Universidade Federal do Amazonas conta com um Programa de Extensão voltado para o desenvolvimento de pesquisa e atividades com relação à Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS e educação de surdos do Amazonas. É o Programa Libras & Trilhas, coordenado pela professora Joana Angélica Monteiro, com apoio de 2 bolsistas administrativos, 2 bolsistas de multimídia e 3 docentes do curso de Letras - Libras, vinculado à Faculdade de Letras (Flet).

De acordo com a professora Joana, os principais objetivos do Programa são de fomentar ações de pesquisa e extensão com a comunidade acadêmica da Ufam e também contribuir para o desenvolvimento regional da Língua de Sinais e suas literaturas. “Outros objetivos que temos são de apoiar atividades nas áreas de multimídias, tradução/interpretação em Libras e educação de surdos, além de promover parcerias  com  instituições e associações regionais que tratam da educação de alunos surdos no Estado e apoiar e divulgar eventos para a comunidade geral e interessados no tema”, afirmou  a coordenadora.

Em 2017, o Libras & Trilhas realizou duas edições do ‘Café com Libras’, apresentando  diversas atividades em Língua de Sinais, como números e cores na Libras, alfabeto manual, sinalização referente aos cursos da Ufam, com a participação do público acadêmico dos setores Sul e Norte do Campus.

O programa organizou ainda, em novembro, o primeiro ciclo de palestras, que teve como tema ‘Criação de Materiais Didáticos: O ensino de Língua Portuguesa/L2 para surdos, com base em gêneros textuais’, com a participação dos acadêmicos do curso de Letras-Libras da Ufam e comunidade em geral. A palestra foi ministrada por discentes participantes do PACE,  apresentando produções realizadas pelos participantes do Projeto PRALER L2.