Conferência sobre riqueza e desigualdade inaugura semestre letivo do PPG em Sociologia

O palestrante, professor Antonio Cattani, e o coordenador do PPGS, professor Marcelo SeráficoO palestrante, professor Antonio Cattani, e o coordenador do PPGS, professor Marcelo SeráficoA palestra com o professor Antonio Cattani marcou a abertura do semestre do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Amazonas (PPGS/Ufam). Com o tema “A riqueza desmedida: ameaça para a economia e o bem comum”, a conferência trouxe uma reflexão sobre como a riqueza se relaciona com a desigualdade e a perpetuação da pobreza no País.

Durante o encontro, o palestrante discorreu sobre o cenário de desigualdade brasileiro, caracterizado por uma economia frágil, cidadania e democracia limitadas e com insegurança e violência crescentes. Para Cattani, o papel da riqueza na construção dessa realidade deve ser explorado.

“É necessário questionar: como se constituíram essas fortunas? Por mérito, por esforço? Ou existem outros mecanismos? Há um mundo de pessoas com fortunas incalculáveis, do qual temos uma ideia muito vaga, marcado por golpes, fraudes, sonegação, corrupção”, declarou o docente. “Do morador de rua ao multimilionário, há uma cadeia de extração articulada, brilhante e eficiente, que perpetua a pobreza”.

O professor espera que o público acadêmico faça novos questionamentos sobre o lado dos ‘donos do capital’. “Os estudos sobre a pobreza são legítimos e necessários, mas só estudar essa parte não adianta. Precisamos estudar os perpetradores, as pessoas que produzem a pobreza, juntar esses polos aparentemente independentes numa análise estrutural”, disse.

Durante o evento, houve o lançamento da obra inédita do palestrante, “Ricos, Podres de Ricos”, uma síntese das produções acadêmicas do docente sobre a temática.

Incentivo ao debate e reflexão

Público acadêmico prestigiou a palestraPúblico acadêmico prestigiou a palestra

Segundo o coordenador do PPGS, professor Marcelo Seráfico, a conferência com o professor Antônio Cattani é mais um dos esforços do Programa para promover o debate e a reflexão entre os estudantes.

“Cattani traz uma série de abordagens críticas sobre como se reproduzem as estruturas de dominação política, econômica e cultural que mantém a situação de desigualdade no País”, afirmou Seráfico. “Considero que este foi um excelente começo para o semestre”.

“Por meio de eventos, publicações e atividades como essa, esperamos estimular a vida acadêmica para além da sala de aula, com temas de interesse público e relevantes do ponto de vista político e, consequentemente, manter e melhorar a qualidade do nosso Programa”, pontuou o professor.