Produtores da Agroufam comentam sobre as expectativas para 2017

Professora Jozane Santiago - coordenadora da AGROUFAMProfessora Jozane Santiago - coordenadora da AGROUFAMBeiju, tapioca, farinha, tucumã. De tudo se encontra na Agroufam. Ao longo de 33 edições, a feira agroecológica da Universidade Federal do Amazonas se consolida como espaço de interlocução entre cientistas e produtores rurais. Segundo a coordenadora da Feira, professora Jozane Santiago, esse é o terceiro ano que a Agroufam acontece. “Ao longo de 33 edições consolidamos esse espaço com os produtores rurais e artesãos. Iniciamos com 50 produtores  e agora trabalhamos com 120. A feira só se expande por isso solicitamos outros espaços na Universidade, como o ICHL,. O grupo que atua na AgroUFAM vem se qualificando para oferecer mais produtos e também para planejar a produção para atender a demanda cada vez maior”, afirmou a coordenadora.

Ela também anunciou que a partir desse ano, a Agroufam será um programa institucional da Universidade. “A AgroUFAM iniciou como um projeto de Extensão do Parque Científico e Tecnológico da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (PCTIS – PROTEC) e agora em 2017 se tornou um programa na PROEXT, com o contínuo apoio da PROTEC”, declarou a coordenadora da AgroUFAM.

Dona Valdiza Gonçalves na barraca de queijo. “Temos queijo pasteurizado; de manteiga; temperado com orégano e calabresa; minas frescal e coalho comum. Tudo da melhor qualidade para nossos clientes”Dona Valdiza Gonçalves na barraca de queijo. “Temos queijo pasteurizado; de manteiga; temperado com orégano e calabresa; minas frescal e coalho comum. Tudo da melhor qualidade para nossos clientes”

AgroUFAM 2017 - Produtores animados

Valdiza Gonçalves da Trindade tem um estande na feira. Ela vende queijos e açaí produzidos pelo tio na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Careiro da Várzea. "Participamos da AgroUFAM desde o início dela. Fomos convidados a participar durante uma Expoagro e, desde então, temos sido acolhidos por uma excelente  organização da Universidade. Os pesquisadores e técnicos que nos acompanham se preocupam conosco e com o escoamento da nossa produção. Ganhamos não só um espaço para vender nossa produção, como também uma grande família. Nossa maior expectativa para 2017 é em relação à construção de um espaço permanente para a nossa AgroUFAM”, comentou a vendedora.

Bom vendedor

Recordista na venda de pé-moleque na AGROUFAM, Igor Galvão atribui sucesso ao pé-de-moleque diferenciado que produz.Recordista na venda de pé-moleque na AGROUFAM, Igor Galvão atribui sucesso ao pé-de-moleque diferenciado que produz.Na barraca ao lado trabalha Igor de Souza Galvão, o recordista da AgroUFAM em venda de pé-de-moleque. “Minha produção é do Rio Preto da Eva.Trabalho em dez feiras em Manaus, entre elas, a do  Cassam, a do Asa, a do Sumaúma e a do Petrópolis. Na AgroUFAM, sempre vendo toda a minha produção  de pé-de-moleque rapidamente. São 750 pés-de-moleque vendidos, a seis reais cada um, em dois dias de feira.Comecei vendendo 400 em dois dias, agora são 750. Espero que essa demanda continue aumentando. Sou o primeiro a chegar à feira, mas também sou o primeiro a vender tudo. Meu pé-de-moleque é  diferenciado, talvez por isso eu seja campeão de vendas. Minha expectativa é que em 2017 meus colegas vendam mais verduras e nossa Agroufam fique cada vez mais fortalecida”, afirmou o vendedor.

Amanda Normando  vende os arranjos produzidos pela sogra na AgroUFAMAmanda Normando vende os arranjos produzidos pela sogra na AgroUFAM

 

Decoração regional

Quando o assunto é ornamentação com flores regionais, a solução pode ser encontrada no estande da Tucandeira Flores Tropicais da Amazônia, que tem produção sediada no quilômetro 33 da BR 174. Amanda Normando é quem vende os arranjos produzidos pela sogra na AgroUFAM. "Os arranjos são de acordo com o que o cliente deseja. Temos buquê a partir de vinte reais e podemos fazer combinações com bastão imperador vermelho, catão imperador porcelana, tudo de acordo com a vontade do cliente", comenta ela, mostrando o catálogo com as opções de flores tropicais.