Ufam inaugura seis laboratórios na Faculdade de Tecnologia

O investimento em equipamentos foi de 5 milhões de reais e outros 150 mil foram aplicados na infraestrutura dos laboratórios multidisciplinares

 

Na tarde de quinta-feira (15), a Universidade Federal do Amazonas ganhou seis novos laboratórios, instalados no Bloco Rio Juruá da Reitora e vice-reitor (ao centro), atual diretora, professora Patrícia Braga (à esquerda) e o ex-diretor da FT, professor José de Castro (à direita), descerram a placa inauguralReitora e vice-reitor (ao centro), atual diretora, professora Patrícia Braga (à esquerda) e o ex-diretor da FT, professor José de Castro (à direita), descerram a placa inauguralFaculdade de Tecnologia (FT), para atender aos cursos de graduação e pós-graduação, especialmente à graduação em Engenharia Mecânica. Atividades de ensino, pesquisa e extensão, cujos beneficiários potenciais são cerca de 80% dos 2.500 discentes da unidade, serão realizadas nos novos espaços.

A cerimônia de descerramento da placa inaugural foi conduzida pela reitora, professora Márcia Perales; pelo vice-reitor, professor Hedinaldo Lima; pela diretora da Faculdade de Tecnologia, professora Patrícia dos Anjos Braga; pelo ex-diretor da FT, professor José de Castro Correia; e pelo coordenador do Laboratório de Termociência, professor Nilton Pereira da Silva.

Em seu pronunciamento, a reitora destacou o esforço de uma coletividade para tornar realidade os laboratórios multiusuários capazes de dar melhores condições à formação de estudantes dos cursos que deles fizerem uso, isso tudo agregado a investimentos em várias frentes. “Os laboratórios bem equipados, as bolsas e auxílios aos alunos, a manutenção e melhoria dos serviços dos Restaurantes Universitários e a capacitação permanente de docentes e técnicos têm sido nossas prioridades”, apontou a professora Márcia Perales. “Nós temos equipamentos excelentes nesses laboratórios, muitos deles, inclusive, que não existem em outras universidades. E isso motiva  professores e alunos a buscarem novas perspectivas, como a criação de um futuro Mestrado na área”, afirmou a reitora.

Alunos e professores da FT prestigiaram o eventoAlunos e professores da FT prestigiaram o eventoO vice-reitor, que acompanhou todo o processo, lembrou que os recursos oriundos do Projeto Reuni foram essenciais para equipar os laboratórios do curso de Engenharia Mecânica, criado em 2009, e ainda para atender a demandas de áreas afins, como as Engenharias Química, de Materiais e de Petróleo e Gás. “Hoje é um dia para se comemorar, pois os valores elevados do investimento foram necessários e indispensáveis à boa formação dos nossos alunos. A estrutura é importante, e com professores e alunos comprometidos, ficamos ainda mais satisfeitos em dar essa resposta”, concluiu.

Conquistas – A comunidade acadêmica da FT ganha hoje seis importantes laboratórios. Em agosto de 2013, já havia sido inaugurado o Laboratório de Usinagem. Neste dia 15 de junho de 2016, a FT recebe outros seis, quais sejam: Soldagem, Metalurgia, Metrologia, Sistemas Mecânicos e Controle, Acionamentos Hidráulicos e Pneumáticos e Termociências. O uso das instalações nas atividades do curso de Engenharia Mecânica - e de outros cuja interface é possível no âmbito desses espaços - possibilita uma formação de excelência bem como o alcance de conceitos satisfatórios nas avaliações periódicas realizadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Ao avaliar o feito, a diretora da FT, professora Patrícia dos Anjos Braga, afirma que essa inauguração representa um ganho para alunos e professores da unidade, mas também para a instituição como um todo. Concebidos ainda no ano de 2012, os laboratórios resultam do trabalho em conjunto entre a coordenação e os professores do curso de Engenharia Mecânica, com apoio da diretoria da Faculdade e de outras coordenações. "O primeiro passo foi a criação do projeto pedagógico do curso e o levantamento da necessidade de laboratórios e seus respectivos equipamentos, ou seja, aqueles exigidos pelo MEC. Após essa fase, os trâmites foram com a reitoria, para a posterior alocação de recursos e início das obras", explicou a diretora da unidade.Laboratório de Termociências está entre os inauguradosLaboratório de Termociências está entre os inaugurados

Nas palavras do coordenador do curso de Engenharia Mecânica, professor Nilton Pereira, esse é um momento muito significativo para a Faculdade. "Estamos trabalhando por essa estrutura ao longo dos últimos três anos. Embora os laboratórios atendam, prioritariamente, o curso de Engenharia Mecânica, respondem satisfatoriamente às demandas dos diversos cursos da Faculdade de Tecnologia”, declarou. “Agradecemos a confiança e o investimento feito pela Administração Superior”.

De acordo com o coordenador de dois dos novos laboratórios, professor Gustavo Neto, entre 30 e 40 alunos por turma devem ter atividades em laboratório. "Todos os nossos alunos de Engenharia Mecânica desenvolvem prática laboratorial e, com isso, eles verificam as teorias através de experiências. Queremos ainda fortalecer a interface entre a graduação e as pós-graduações já existentes na FT, além de criar o nosso mestrado no futuro", contou.

Um dos discentes que terá a oportunidade de fazer as práticas no laboratório é Paulo Leal, do 7º período de Engenharia Mecânica. Quando ingressou na Universidade, havia apenas o laboratório de Usinagem. "Agora, é possível pensar em mais atividades de iniciação científica e de extensão com uso dos novos equipamentos, além de poder vivenciar a teoria. É como o professor Cláudio Duarte sempre diz: 'tem coisas que você vendo na prática é que não esquece", finalizou o discente.

Cursos da FT – Os laboratórios são direcionados aos alunos de Engenharia Mecânica, mas podem atender a demandas provenientes dos demais cursos da Faculdade de Tecnologia. Ao todo, a unidade abriga 1 curso de graduação e quatro programas de pós-graduação:

Monitor (à esquerda) e aluno (à direita) mostram um dos equipamentos do Laboratório de PneumáticaMonitor (à esquerda) e aluno (à direita) mostram um dos equipamentos do Laboratório de Pneumática

Graduação

1. Arquitetura e Urbanismo: 252 alunos;

2. Design e Expressão Gráfica: 212 alunos;

3. Engenharia Civil: 310 alunos;

4. Engenharia da Computação: 250 alunos;

5. Engenharia de Produção: 281 alunos;

6. Engenharia de Petróleo e Gás: 221 alunos;

7. Engenharia Elétrica – Habilitação em Eletrônica: 111 alunos;

8.Engenharia Elétrica – Habilitação em Eletrotécnica: 116 alunos;

9.Engenharia Elétrica – Habilitação em Telecomunicações: 82 alunos;

10. Engenharia de Materiais: 189 alunos;

11. Engenharia Mecânica: 217 alunos;

12. Engenharia Química: 251 alunos.

 

*Programas de Pós-Graduação

1. Engenharia de Produção: Mestrado, MBA e Especialização;

2. Engenharia Elétrica: Mestrado;

3. Engenharia Civil: Mestrado;

4. Engenharia de Recursos da Amazônia: Mestrado;