UFAM comemora realizações de servidores e publicações da Edua

Servidores têm noite especial no Centro de Convivência da UFAMServidores têm noite especial no Centro de Convivência da UFAM

Homenagens e comemorações marcaram a noite desta sexta-feira, 18 de dezembro, na cerimônia em que os profissionais da Universidade foram o centro das atenções, seja pela produção científica das mais de 40 publicações da Editora da UFAM (Edua), seja pela contribuição dos servidores aposentados ou com 30 anos de atividade. A solenidade ocorreu no Centro de Convivência da UFAM  e contou com a presença do ex-reitor da Instituição, professor Marcus Barros.

"Devo tudo à Universidade", diz prof. José Raimundo Pereira, do ICE"Devo tudo à Universidade", diz prof. José Raimundo Pereira, do ICE

Na primeira parte da programação, os profissionais que completaram 30 anos de carreira ou se aposentaram em 2015 foram homenageados recebendo das mãos da reitora, professora Márcia Perales, e do vice-reitor, professor Hedinaldo Lima, as placas alusivas à ocasião. “Nós sabemos que cada servidor tem papel importante na trajetória da Universidade, seja docente, seja técnico-administrativo. E nesse momento, nós reconhecemos publicamente e agradecemos a todos aqueles que deixaram sua impressão digital na história da Universidade Federal do Amazonas. Muito obrigada a cada um de vocês”, declarou a gestora.

Obras abrangem diferentes áreas do conhecimentoObras abrangem diferentes áreas do conhecimentoEntre os 65 professores e técnico-administrativos em educação que se aposentaram em 2015, está o técnico em radiologia médica do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), Fernando Carvalho Matelins. Desde 1984, Fernando integra a equipe de servidores da Instituição. Segundo ele, a UFAM lhe deu muitas amizades e histórias boas. “Agora vou passear, descansar”, disse. Para a unidade da UFAM onde Fernando passou boa parte da vida ele só deseja o melhor. “Eu espero que o Hospital cresça mais ainda e seja a referência em saúde”, comentou.

Outros sete servidores completaram três décadas de atividade profissional, dos quais o professor José Raimundo Pereira, do Departamento de Estatística do Instituto de Ciências Exatas (ICE). Nos 30 anos vividos na UFAM, o docente pôde acompanhar o crescimento da Instituição. “Esse próprio Centro de Convivência é algo que quando eu entrei na UFAM, jamais imaginei que existiria um dia”, confessou. “Eu devo tudo à Universidade. Fiz toda a minha vida profissional aqui dentro. É uma satisfação enorme chegar a esse instante, de receber essa homenagem. A minha grande alegria é ter contribuído para a formação de pessoas”, completou.

 

Marcus Barros foi reitor da UFAM de 1990 a 1993Marcus Barros foi reitor da UFAM de 1990 a 1993Reconhecimento ao Professor Marcus Barros

 

Na solenidade, houve também uma homenagem especial ao ex-reitor da UFAM, professor Marcus Luiz Barroso Barros. A reitora e o vice-reitor entregaram ao homenageado um troféu em reconhecimento do trabalho e empenho em prol da UFAM e da melhoria social. “Talvez a maior marca nesse processo todo tenha sido o grande humanista que o senhor é e que conquistou a nossa admiração”, revelou a reitora, ao abordar a vasta produção profissional do professor Marcus Barros, com destaque para ações de cunho humanitário. “Não posso deixar de agradecer profundamente ao professor Hedinaldo e à professora Márcia pelo carinho com que tratam os aposentados e pelo carinho e respeito com que tratam um velho ex-reitor”, ressaltou.

Lançamentos EDUA

A noite também celebrou a produção científica de professores e pesquisadores da Universidade. Ao todo, a Editora da UFAM (Edua) realizou a publicação de 42 obras em diferentes áreas do conhecimento.

Profa Artemis Soares teve obra publicada pela EduaProfa Artemis Soares teve obra publicada pela Edua

Em 24 anos de existência, a Edua já ofereceu à sociedade cerca de 600 obras resultantes, principalmente, do trabalho da comunidade acadêmica. Em 2015, a Editora fez 52 lançamentos entre livros e revistas científicas. “É com muita honra e alegria que a Edua realiza esse evento para disseminar as 42 obras que serão lançadas hoje. Estamos felizes porque em 2015 publicamos todas essas obras e esperamos fazer ainda mais no próximo ano”, comemorou a diretora da Edua, professora Suely Oliveira Moraes Marquez.

Um dos livros publicados e lançados pela Edua nesta sexta-feira foi “Serviço Social: da formação acadêmica ao exercício profissional”, de autoria da reitora Márcia Perales. Na obra, que é resultado da dissertação da pesquisadora, é apresentada a análise da formação do estudante do curso de Serviço Social da UFAM a partir da realidade profissional encontrada por egressos da Instituição. “A pesquisa discute o Projeto de Formação Profissional do assistente social da UFAM e a formação necessária ao profissional no mercado de trabalho. Essa discussão é produtiva e oferece a estudantes e profissionais um arcabouço teórico importante para a reflexão da prática profissional”, ponderou a autora.

Em 2015, a Edua realizou 52 publicações Em 2015, a Edua realizou 52 publicações

“Homens e a violência conjugal: uma perspectiva psicoantropológica” é outra obra editada pela Edua. A obra tenta investigar as causas da violência contra a mulher. Fruto da tese da professora da Faculdade de Psicologia (Fapsi), Kátia Lenz César de Oliveira, o livro registra o trabalho da pesquisadora que entrevistou 14 presos por agredirem ou assinarem mulheres. “A mensagem do livro é: mulheres não se calem, se estiverem sendo agredidas. E para os homens, que devem tentar resolver os conflitos com suas mulheres”, avaliou Márcio Oliveira, marido da professora falecida em 2012. Segundo ele, a publicação aponta várias causas da violência contra a mulher, a religiosa e a cultural estão entre elas.

A diretora da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), professora Artemis Soares, é a organizadora da obra “I Congresso Internacional e XV Simpósio de Praxiologia Motriz”, a qual registra as atividades realizadas no evento ocorrido na UFAM em 2014, tendo a presença de autoridades na área como o professor da universidade francesa Sorbonne, Pierre Parlebas, que é responsável pela sistematização da praxiologia motriz. “Foi um encontro muito interessante e de um nível muito bom. Então, nós aglutinamos as produções, as mesas-redondas, todo o material que esses professores trouxeram e mais os que os nossos professores produziram e reunimos para essa publicação. Ela é um resumo do que foi apresentado no I Congresso”, explicou.

A noite terminou com música e os autores autografando as obras recém-lançadas.

Os livros e revistas da Edua estarão a venda na Livraria da UFAM (Lua), localizada no Centro de Convivência, em frete ao Banco do Brasil. Também é possível adquirir as obras pela internet, basta acessar a página da Lua.

 

Confira mais fotos do evento