Gestores da Protec participam de workshop sobre Inovação Tecnológica

Pesquisadores, estudantes e gestores compuseram a plateiaPesquisadores, estudantes e gestores compuseram a plateia

Com o intuito de ratificar a importância sobre a proteção do patrimônio genético e do conhecimento tradicional, gestores da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (Protec) da Universidade Federal do Amazonas participaram do I Workshop de Inovação Tecnológica da Fiocruz Amazônia, que teve como tema as "Ferramentas para gestão de projetos". O evento teve como objetivo estabelecer um elo entre a comunidade acadêmica e a científica com a sociedade em geral, divulgando os resultados dos projetos desenvolvidos nos laboratórios da Universidade. 
 
Pela Protec, representaram a Universidade, a Diretora do Departamento de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia, Socorro Lima Verde e o diretor do Departamento de Gestão do Patrimônio Genético e Conhecimentos Tradicionais (DCT), professor Raimundo Felipe da Cruz Filho. 
 
Para uma plateia composta por pesquisadores, alunos e gestores, o primeiro conteúdo a ser exposto foi "Convenção sobre Diversidade Biológica", feito pelo diretor do Departamento de Gestão do Patrimônio Genético e Conhecimento Tradicional (DCT), professor Raimundo Felipe da Cruz Filho. 
 
Ele afirmou que as regulações têm, como objetivos, assegurar a conservação da biodiversidade, a utilização sustentável de seus componentes, a soberania nacional sobre os recursos genéticos e a proteção dos conhecimentos tradicionais associados. 
 

Diretor do Departamento de Gestão do Patrimônio Genético e Conhecimentos Tradicionais, professor Raimundo Felipe da Cruz FilhoDiretor do Departamento de Gestão do Patrimônio Genético e Conhecimentos Tradicionais, professor Raimundo Felipe da Cruz Filho

"A legislação vigente busca, além desses pontos, a repartição justa e equitativa dos benefícios decorrentes do uso dos recursos genéticos. Em algumas oportunidades, a comunidade científica acompanhou situações em que pesquisadores vinham coletar materiais da nossa floresta, produziam produtos e depois o patentavam e contra isso, a lei estabelece um controle e busca identificar a finalidade das pesquisas ", informou.   
 
Em sua apresentação, o diretor do DCT revelou que das 150 drogas mais indicadas nos Estados Unidos, 57% contêm ao menos um componente derivado, direta ou indiretamente, de recursos genéticos, sem que nenhum retorno significativo tenha sido observado aos países provedores destes recursos, mas que se algo promissor é descoberto, o mercado mundial da indústria química e farmacêutica de derivados da biodiversidade movimenta cerca de US$ 300 bilhões por ano. 
 
"O objeto da Medida Provisória 2.186-16 de 2001 é nortear sobre o acesso e a remessa de componentes do patrimônio genético; orientar sobre o acesso e proteção ao conhecimento tradicional associado e garantir a repartição justa e equitativa dos benefícios", explicou. 
Nesse sentido, o pesquisador, segundo o representante da Federal do Amazonas, tem papel fundamental no processo de garantia de direitos e respeito às prerrogativas vigentes, tanto que precisa seguir alguns critérios quando da necessidade de solicitação de uso de um material coletado em ambiente natural. Alguns deles são: definir o projeto na linha de pesquisa do orientador; acesso ao site do CNPq na Plataforma Carlos Chagas; envio do pedido de Acesso ao Representante Legal (Reitor); montagem e encaminhamento de um processo a Protec; análise pelo DCT/Protec; envio do pedido de acesso pelo Representante Legal; autorização de acesso pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
 

Diretora do Departamento de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia, Socorro Lima Verde, à esquerda Diretora do Departamento de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia, Socorro Lima Verde, à esquerda

Cabe salientar que o CNPq é um dos órgãos a quem compete autorizar a utilização de patrimônio genético, além dele, há, ainda, o Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGEN), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), ICMBio (SISBio) e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). 
 
Em sua arguição, a Diretora do Departamento de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia, Socorro Lima Verde, abordou o tema "Propriedade Intelectual e Patentes", fazendo um exposição abrangente das políticas de Inovação Tecnológica pelo mundo, considerando que no Brasil, foi na década de 90 que se identificou uma dependência tecnológica e de políticas de incentivo à inovação. 
 
"Nos países desenvolvidos, a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico se dá principalmente nas empresas privadas e institutos de pesquisa, enquanto que no Brasil, a maior parte da pesquisa é desenvolvida na Universidade", explicou. "E o papel da Universidade é ainda mais amplo, porque cabe a ela, a formação de cientistas, profissionais, empreendedores, e cidadãos, além da geração do conhecimento básico e de vanguarda, que possam ser aplicados e modernização. 

Pesquisadores e discentes ao final do eventoPesquisadores e discentes ao final do evento

Em relação a patentes (que são os títulos de propriedade temporária outorgado pelo Estado e que confere o direito de impedir, terceiros, sem consentimento, de produzir, usar, colocar a venda, vender ou importar), os Estados Unidos, China, Reino Unido, Coréia do Sul e Brasil surgem como os países que mais fazem solicitações de registros de patentes, sendo que, aqui, o maior número de pedidos é feito por indivíduos e não por universidades ou empresas. 
 
"Na Ufam, trabalhamos a Gestão da inovação, de forma a instituir um planejamento estratégico. Sendo assim, implantamos o Programa de Apoio à Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação no Amazonas (Paiti), com a disposição de 100 bolsas para graduandos. Com o Ministério da Cultura (MinC), buscaremos estruturar o Observatório Estadual de Economia Criativa do Estado do Amazonas (Obec-AM) e implantar, também, o Programa Pró-Inovação com o apoio da Fapeam", revelou. 
 
A interação Universidade-Empresa, ainda segundo a gestora da Ufam, segue um modelo linear, partindo da pesquisa básica, à pesquisa aplicada, desenvolvimento experimental até surgir como um novo produto no mercado, da Universidade produzindo conhecimento científico e tecnológico e a empresa, desenvolvendo as novas tecnologias. 

Aluno do PPGI apresenta tese sobre aprendizagem organizacional

O Programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI) teve a sua 14ª defesa pública de tese de doutorado apresentada, com o trabalho “Facilitando a aprendizagem organizacional em melhorias de processo de software”. A tese, de autoria do doutorando Davi Viana dos Santos, orientada pela profa. Dra. Tayana Conte e co-orientada pelo prof. Dr. Cleidson de Souza, foi defendida na Sala de Seminários do Instituto de Computação (IComp), Setor Norte do Campus Universitário, nesta segunda-feira (02).

O trabalho de pesquisa de Viana consistiu em apresentar alternativas que facilitem a aprendizagem organizacional (AO)Davi Viana dos Santos, doutorando do PPGIDavi Viana dos Santos, doutorando do PPGI visando à melhoria de processos de softwares (MPS). Segundo ele, as organizações que produzem softwares realizam melhorias constantes nos seus processos de software, partindo da premissa que a qualidade do produto pode ser levada devido ao aumento da qualidade do processo de desenvolvimento. “Precisamos entender que a melhoria de processos não deve ser visto como um esforço único, mas sim como algo de constante aprendizagem por toda a organização”, salientou o doutorando.

Ainda segundo o doutorando, o trabalho durante a pesquisa foi árduo. “Foram quatro investigações de prática em organizações envolvidas com MPS. Também busquei evidências experimentais da ocorrência da AO e também da gerência do conhecimento (GC). O resultado ao qual eu cheguei foi a definição de um framework, o KL-SPI, que contém componentes para auxiliar no diagnóstico e estimular a AO e a GC em organizações que buscam melhorar os seus processos”, ressaltou.

A banca examinadora do trabalho, além da presidente, profa. Dra. Tayana Conte, foi composta pelos profs. Drs. Alberto Nogueira e Elaine Harada, do PPGI-UFAM. Também fizeram parte da banca as profas. Dra. Monalessa Perini, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), e Dra. Ana Regina Cavalcante, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Todos os professores fizeram vários elogios ao trabalho.

“Davi fez um excelente trabalho. Destaquei um ou outro ponto que creio que precisam ser melhorados, mas isso não tira em nada o mérito de quatro anos de pesquisa e participações em congressos. Com certeza, é um trabalho que vale muito à pena colocar em prática. Também recomendei a ele que nunca mais faça trabalhos com 400 páginas e nem passe isso aos alunos dele!”, afirmou a professora Monalessa, em tom de brincadeira.

Ariovaldo Umbelino Oliveira palestra em aula inaugural no PPGG

O geógrafo e professor sênior da Universidade de São Paulo (USP),  Ariovaldo Umbelino Oliveira palestra aula inaugural `A questão Agrária no Brasil e a Geografia´, no III Seminário do Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGG)  que objetiva expor e discutir sobre os projetos de pesquisa dos alunos da turma 8 (2014) e recepção da turma 9 (2015). A apresentação faz parte da programação que acontece até sexta-feira (6) no auditório Rio Solimões do ICHL. Na ocasião, a Assessoria de Comunicação da Ufam (Ascom) esteve conversando como o geógrafo que contextualizou aspectos relacionados às questões agrárias na Amazônia. Veja a entrevista:

Leia mais...

PPGM divulga a lista dos aprovados na Seleção do Mestrado

 

O Programa de Pós-Graduação em Matemática (PPGM), do Instituto de Ciências Exatas (ICE), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), no uso de suas atribuições torna público o resultado do processo de seleção de candidatos para ingresso no 1º Semestre de 2015 no Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Matemática – PPGM conforme o Edital No. 65/2014 PROPESP.

Candidato aprovados por área em ordem alfabética: 

 

 

Área de Matemática:

 

- Alan Kardec Fonseca Maduro Júnior

- Ayana Pinheiro de Castro Santana

- Bruno Lopes dos Reis

- Cícero Keyson de Moura Pereira

- Danilo Ferreira da Silva

- Davi Alisson dos Santos Nóbrega

- Eduardo Bruno Lima Pedrozo

- Fernando Júnior Soares dos Santos

- João Raimundo Silva Ferreira

- Juan Carlos Moraga González

- Kleberson Inácio Barbosa

- Larissa de Andrade Silva

- Mateus Figueiredo de Souza

- Rafael Wylliams Oliveira Arcos

- Téo Felipe dos Santos

- Thaylon Souza de Oliveira

- Thiago Lucas da Silva Ferreira

- Thiago Parente da Silveira

- Tiago da Costa Gouveia

- Vinicius Pereira Bandeira

- Walmario Souza de Araújo 

 

Área de Estatística:

 

- Alex Leal Mota

- Marcos Luiz da Silva Andrade

- Milena Nascimento Lima

- Yana Miranda Borges


Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Matemática (PPGM-UFAM)

Ufam realiza Campanha de Prevenção da Constipação Intestinal

Na manhã do último sábado, 28, o Grupo de Pesquisa do Sistema Digestório, da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), iniciou a campanha de Prevenção da Constipação Intestinal. Esta é dirigida a todas as pessoas maiores de 18 anos que buscam tratamento frente à constipação intestinal, popularmente conhecida como Prisão de Ventre. Além do sábado, a Campanha continua no Ambulatório Araújo Lima (AAL), do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), entre os dias 2 e 5 de março, em dois horários: de segunda a quarta-feira das 8h às 12h e das 13h às 16h, e na quinta-feira, 5, das 8h às 12h.

O coordenador do grupo de Cirurgia do Sistema Digestório, professor Ivan Tramujas, ressalta que a constipação intestinal é um problema muito comum na população em geral, porém “Apesar de muito discutido, poucas pessoas chegam a buscar atendimento médico para este problema, ou quando o procuram, o fazem já por complicações causadas pela constipação intestinal, dor e sangramento ao defecar, fissuras anais, abscessos, prolapsos do reto.

Além disso, a constipação pode ser causada por doenças mais graves, como um câncer no reto ou câncer anal. Então, é importante buscar auxilio médico, porque todas estas doenças podem ser curadas se tratadas precocemente”.

As pessoas que buscarem atendimento durante a campanha, responderão a um questionário que ajudará a determinar qual é exatamente o tipo de constipação que sofrem. Em seguida, elas serão encaminhadas para exames endoscópicos e consulta com nutricionista, e mais tarde será marcado o retorno para verificar se a simples mudança alimentar resolverá o problema. Caso isso não aconteça, o paciente será encaminhado para medicação e se dará prosseguimento à investigação das causas. 

Porém, segundo o Professor Ivan Tramujas, na maioria das vezes mudanças de dieta e estilo de vida resolvem o problema. “Em 50% a 60% dos casos o problema é resolvido com mudanças simples de hábitos de vida, como mudanças de dieta, exercícios físicos e maior ingestão de fibras e água na alimentação”. Mesmo após a campanha, o atendimento às pessoas com prisão de ventre continua  normalmente no Ambulatório de Coloproctologia às quintas, no período da  tarde, das 13h às 15h, e as sextas-feiras pela  manhã, das 9h às 11h.

 

HUGV-Ufam realiza acolhimento para 80 novos residentes

O Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV-Ufam), filial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), realiza nesta segunda e terça-feira, 02 e 03, o acolhimento dos novos residentes das áreas médica e multiprofissional. Ao todo, estão entrando 80 novos residentes, sendo 74 da área médica e seis da área multiprofissional.  

 Após a cerimônia de boas vindas, os residentes terão dois dias de palestras e apresentações sobre o funcionamento do hospital, sua estrutura e serviços. Nesta segunda, serão apresentados às rotinas administrativas das residências médica e multidisciplinar e do funcionamento da estrutura do Hospital, suas gerencias, unidades e departamentos.  Na terça-feira, as apresentações serão a respeito de linhas de cuidado, contratualização, regulação, segurança do paciente, saúde ocupacional e segurança do trabalho (SOST) e vigilância em saúde, finalizando com um curso sobre infecção hospitalar.

Compuseram a mesa da cerimônia de recepção dos residentes a Pró-reitora de Gestão de Pessoas da Universidade Federal do Amazonas, Kathya Augusta Thomé Lopes, representando a Reitora Márcia Perales; o gerente de Atenção à Saúde do HUGV, Raul Antunes Ferreira, representando o superintendente do hospital, Rubem Alves da Silva Júnior; a gerente de Ensino e Pesquisa do HUGV, Miharu Matsuura Matos; a coordenadora da Residência Médica, Gleide Elane Braga e a coordenadora da Residência Multiprofissional, Maria Alex Sandra Costa Lima Leocádio. Esteve ainda presente no evento o presidente da Comissão Estadual de Residência Médica do Amazonas (Cermam), Luiz Carlos de Lima Ferreira.

A Pró-reitora de Gestão de Pessoas da Ufam, Kathya Augusta Thomé Lopes, ressaltou a qualidade do corpo médico e profissional que compõe os quadros do HUGV. “A qualidade que apresentamos neste hospital nos 50 anos que completa em 2015 demonstra os profissionais que temos aqui e o quanto contribuímos para a formação do mercado de trabalho. Tenho certeza que os novos residentes encontrarão aqui um grupo de profissionais dispostos e capacitados para lhes passar todo o conhecimento necessário para que se formem doutores especialistas da melhor qualidade.”

O gerente de Atenção à Saúde do HUGV, Raul Antunes Ferreira, ressalta a importância deste novo momento do hospital em que chega a nova turma de residentes. “Este acolhimento para residentes da área de saúde acontece em um momento de mudança na instituição, tanto na estrutura quanto na gestão.

Nesta nova visão, o residente não visa somente o aprendizado, mas participa ativamente da gestão, já que ele passa por quase todo o trabalho da instituição. Ficamos sensibilizados com a chegada deles, com essa vitória que eles obtiveram e nos esforçaremos para prepará-los para atuar na instituição e depois fora dela da melhor maneira possível.''

PROEG divulga Edital nº 019/2015 que trata do processo seletivo para professor no âmbito do PARFOR/UFAM

A Pró-reitoria de Ensino de Graduação – PROEG da universidade federal do amazonas torna público que serão abertas as inscrições ao Processo Seletivo Simplificado para Professor Formador, Professor Orientador e Supervisor de Estágio, no âmbito do PARFOR/UFAM, para fins de credenciamento no 2º semestre de 2015 e o 1º semestre de 2016.

A seleção será conduzida pelas unidades acadêmicas responsáveis pelas disciplinas oferecidas nos cursos do Programa de Formação de Professores da Educação Básica – PARFOR/UFAM e ocorrerá conforme cronograma disposto no Anexo I do presente Edital.

 

Esta seleção refere-se à oferta de disciplinas para o 2º semestre de 2015 e o 1º semestre de 2016 sendo que a oferta das vagas obedecerá às necessidades constantes no Anexo II.

As vagas estabelecidas neste Edital destinam-se aos cursos de licenciatura em Ciências Biológicas, Ciências Naturais, Física, Geografia, História, Letras- Língua e Literatura Espanhola, Letras- Língua e Literatura Inglesa, Letras- Língua e Literatura Portuguesa e Pedagogia realizados nos municípios de Autazes, Benjamin Constant, Borba, Caapiranga, Coari, Codajás, Eirunepé, Envira, Fonte Boa, Iranduba, Itacoatiara, Juruá, Jutaí, Lábrea, Manacapuru, Manaus, Manicoré, Maraã, Maués, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, São Paulo de Olivença, Tefé e Urucará.

AS INSCRIÇÕES

Somente poderão participar do processo seletivo os docentes não pertencentes ao quadro de servidores da UFAM, que comprovem a formação acadêmica na área de conhecimento da disciplina em que irão atuar e que atendam, obrigatoriamente, pelo menos um dos requisitos abaixo:

I - ter título de mestre ou doutor;

II - ter experiência mínima comprovada de 01 (um) ano no magistério superior;

III - ter vínculo com programa de pós-graduação stricto sensu na área pedagógica.

Mais informações através do link da PROEG.

Programa `Prometeo´ abre inscrições para pesquisadores no Equador

 

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) informa que estão abertas as inscrições para pesquisadores que desejam atuar no Programa `Prometeo´, uma iniciativa do governo do Equador que busca fortalecer a pesquisa, a docência e a transferência de conhecimentos em temas especializados, por meio da cooperação entre pesquisadores estrangeiros "seniors" e instituições equatorianas de pesquisa e pós-graduação.

A vinculação entre as instituições equatorianas de acolhida e os selecionados para o "Prometeo" será por um período de 2 meses a 1 ano (não necessariamente consecutivos), durante o qual deverão ser desenvolvidos projetos conjuntos de pesquisa e docência nas seguintes áreas consideradas prioritárias: Arte e Cultura, Ciências da Vida, Recursos Naturais, Inovação e Produção, Ciências Sociais, Ciências da Educação e Ciências Básicas. A bolsa oferecida aos pesquisadores estrangeiros inclui auxílio financeiro para a manutenção mensal, seguro de vida, passagem aérea, acomodação e auxílio para visitas científicas.

 

Acesse link:  http://prometeo.com.ec/

Projeto de Museu Virtual é tema de trabalho de conclusão de curso em Design

Como mostrar a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé de forma dinâmica e criativa para quem não vive no seu entorno e não participa do seu cotidiano? Essa pergunta foi respondida pelo aluno Cláudio Coelho Gomes Júnior, do curso de Design, em apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, nesta sexta, às 15h, no Auditório Rio Javari, localizado na Faculdade de Tecnologia (FT), Setor Norte do Campus Universitário. A banca do trabalho teve como presidente o prof. MSc. Rodrigo Alcântara e como demais membros, os profs. Dr. Antônio Carlos Silva e Esp. Philipe Teixeira.

Gomes apresentou o tema “Web design aplicado ao desenvolvimento de um museu virtual para a Reserva deCláudio Gomes, finalista do curso de DesignCláudio Gomes, finalista do curso de Design Desenvolvimento Sustentável do Tupé”. Segundo ele, a ideia surgiu durante um projeto desenvolvido num projeto de extensão orientado pela profa. Ellen Andrade, do Laboratório de Saneamento da Faculdade de Tecnologia (FT). “Fui bolsista do projeto durante todo o ano passado e a professora Ellen me sugeriu trabalhar esse tema no TCC”, ressaltou.

Durante a apresentação, o aluno falou da visão que os próprios comunitários têm sobre a RDS do Tupé. “Fiz visitas, reuniões, entrevistas, e mesmo durante as entrevistas, os comunitários falavam sobre a sustentabilidade, a conservação ambiental. Isso mostra que o discurso da conservação está chegando a eles e eles estão se inteirando com isso”, afirmou.

O professor Rodrigo Alcântara, orientador do trabalho, atentou para a questão de que isso realmente pode ser viabilizado. “O Cláudio desenvolveu um trabalho excelente! Penso que isso realmente possa servir não só como um trabalho final, mas para o público geral. Eu realmente fiquei orgulhoso dele”, frisou.

O trabalho

Da direita para a esquerda: Prof. Rodrigo Alcântara, presidente; prof. Philipe Teixeira; e prof. Antônio Carlos SilvaDa direita para a esquerda: Prof. Rodrigo Alcântara, presidente; prof. Philipe Teixeira; e prof. Antônio Carlos SilvaDurante a apresentação, Gomes destacou o fato de que está em fase de concepção a construção de um Ecomuseu na RDS, mas pelo fato de ser um projeto mais dispendioso e mais trabalhoso, ainda vai demorar. Por isso, a construção de um museu virtual. Comparando o trabalho com os portais do Museu do Iraque, da Coca-Cola e de Ouro Preto, o aluno desenvolveu duas alternativas de portais, optando pela segunda alternativa.

O projeto do portal do Museu Virtual contém elementos da arquitetura e artesanato tupé, além de links para acervo e fotos das localidades que estão dentro da RDS. Os dois professores que compuseram a banca além do presidente, elogiaram e muito o trabalho, destacando os aspectos tridimensionais e a questão da sequência do trabalho.

Aplicativo para smartphone prepara estudante para o ENADE

Defessa de TCC do estudante Fábio CoutoDefessa de TCC do estudante Fábio Couto

O curso de Design realizou nesta manhã, 27, no auditório rio Jutaí, da Faculdade de Tecnologia, a apresentação dos trabalhos de conclusão de curso dos estudantes. Os acadêmicos tiveram 20 minutos, perante banca examinadora, formada por professores do curso e convidados, para apresentarem seus trabalhos. As apresentações ocorreram das 8h às 11h30 e no período da tarde ocorre das 14h às 15h.

O professor Fábio Máximo coordenou o evento de apresentação dos TCCs e informou que 25 trabalhos estiveram aptos para apresentação. “Com a melhoria da estrutura e do quadro de professores do curso, ampliamos o número de concluintes. Há quatro anos somente cinco estudantes concluíam o curso por ano. Hoje são 25 que apresentam trabalhos de conclusão do curso. Anos atrás não tínhamos um quadro ideal de professores e a nossa estrutura física e material era muito incipiente. A mudança dessa situação refletiu no aumento do número de trabalhos apresentados e, consequentemente, no aumento de formados”, disse o professor Fábio Máximo do cursa de Design.

O acadêmico Fábio Serra Ribeiro Couto apresentou o TCC intitulado “Desenvolvimento de interface digital para quiz sobre Design”. O trabalho do estudante focou no desenvolvimento de um aplicativo para smartphone que utilizem o sistema operacional android. O aplicativo é uma ferramenta voltado para ampliar o conhecimento dos estudantes. É um jogo de perguntas e respostas sobre o conteúdo do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) que o usuário dispõe no smartphone. O aplicativo dispõe de um banco de dados com questões de provas de exames anteriores que o aluno acessa em qualquer ambiente em que se encontre. A ferramenta prepara o estudante para o exame e contribui para a avaliação institucional.

“É um projeto interessante devido sua viabilidade, como também sua funcionalidade. O ENADE interfere na avaliação dos cursos da universidade. Desenvolver um projeto que interfere na avaliação da instituição é gratificante porque valoriza a formação. É um aplicativo que prepara o estudante para o Exame utilizando uma plataforma que está ao alcance de todos. O projeto foi desenvolvido por mim e pela professora Patrícia Braga”, disse o estudante Fábio.

Design emocional aplicado em ambiente infantil pode recuperar pacientes com câncer

O mundo mágico de cores e formas para o público infantil desperta o imaginário cognitivo da criança. Pensando na adequação desse ambiente para pacientes infantis, a finalista do curso de Design, Ana Olívia Batista Mendes, se propôs a desenvolver um projeto de Design Emocional no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)  para melhor recuperação de paciente infantil no Hospital de Câncer de Manaus. Intitulada `Design Emocional: uma proposta de intervenção humanização no setor pediátrico do Hospital de Câncer de Manaus`,  a defesa ocorreu nesta sexta-feira (27), no auditório Rio Jutaí, da Faculdade de Tecnologia (FT).

Leia mais...

Economia criativa é tema de palestra na FES

O Auditório Rio Amazonas, da Faculdade de Estudos Sociais (FES), recebeu nesta quarta-feira (25) a palestra “Economia Criativa: Que Haja Luz!”, com o designer, cartunista e empresário Carlos Ruas, do blog Um Sábado Qualquer. O evento foi promovido pelos alunos da disciplina de Planejamento e Organização de Eventos, do curso de Administração, e coordenado pelos professores Dra. Kleomara Cerquinho e Dr. Daniel Armond, respectivamente, coordenadora e vice-coordenador.

Segundo a profa. Kleomara, a ideia surgiu durante o seu doutorado, realizado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ela conta que, durante o período de estudos no programa, um de seus trabalhos era ministrar aulas para os alunos do curso de Administração. “Conheci o Carlos Ruas pela Internet, nós conversamos, e o levei para a turma onde eu dei aulas na UFMG. Quando eu voltei pra Manaus, e comecei a dar aulas para a turma de Planejamento e Organização de Eventos, resolvi meter a cara junto com a turma. Tivemos reuniões com a Reitora da Universidade, que comprou a ideia e deu todo o apoio possível, conseguindo, assim, trazer o Ruas pra Manaus”, relata.

Diversas pessoas puderam assistir a palestraDiversas pessoas puderam assistir a palestraDe acordo com a professora, a sala foi dividida em três grupos, que trabalharam na divulgação, produção do evento e finanças do evento. Durante todo o período, todos os alunos participaram ativamente da organização. “Esse é o trabalho final deles, e eles ainda vão produzir um relatório gerencial, onde vão descrever tudo o que eles fizeram desde o planejamento até aqui. Tenho certeza que, mesmo diante de todo esse trabalho, produzido por eles mesmos, a sensação de dever cumprido é o que fica pros alunos”, disse.

Ainda de acordo com ela, é importante que os alunos aprendam que a Economia Criativa não é um bicho de sete cabeças. “A ideia dessa palestra, além de ser uma nota final dos alunos dessa disciplina, é não só mostrar para os alunos, mas para o público em geral, que a economia criativa pode unir o útil ao agradável e mostrar que eles podem usar isso na sua carreira profissional”, ressalta.

O público presente pôde conferir uma palestra divertida, mas ao mesmo tempo, de altíssimo nível. Ruas falou da sua Carlos Ruas, dono do blog Um Sábado QualquerCarlos Ruas, dono do blog Um Sábado Qualquerexperiência profissional no Um Sábado Qualquer. De acordo com ele, em dois anos de blog, o público começou a pedir produtos, e assim, ele começou a empreender. “Meu hobby, que são os quadrinhos, começou a se tornar algo mais profissional, mais sólido, mais firme. Em um ano de blog, eu tinha 10 mil acessos diários. Quando eu percebi isso, eu comecei a ver uma oportunidade de arriscar e começar a ganhar dinheiro com isso”, afirmou.

Ruas também fala que a faculdade é um campo excelente para se planejar e começar a vida profissional. “A faculdade é um lugar onde você conhece pessoas das mais diversas áreas. O artista conhece o administrador, conhece o economista, conhece várias pessoas. O artista faz a obra, mas não consegue colocar isso na vitrine, vender seu peixe. E é aí que entra o administrador, que entende de planilhas, de contas e muito mais”, salienta.

Experiência

Alunas da equipe de produção do eventoAlunas da equipe de produção do eventoMichelle Braga, do 8° período de Administração, já cursou a disciplina uma vez, mas resolveu fazê-la de novo, uma vez que queria colocar ainda mais os seus conhecimentos em prática. “Acredito ser importante sair do campo da sala de aula e botar em prática os conhecimentos teóricos na organização de um evento, que é o que nós estamos fazendo hoje”, ressaltou a estudante.

Karla Pereira, finalista do curso, cursou a disciplina, optativa da grade de Administração, pela primeira vez. Segundo ela, houveram realmente momentos em que foi muito cansativo. “Todos nós trabalhamos demais para que esse evento fosse construído. Eu, por exemplo, tive algumas dificuldades, uma vez que sou do turno da noite e a disciplina era pela manhã. Mas graças a Deus deu tudo certo, e hoje tá dando tudo certo. Estou realmente muito feliz”, afirmou.

O palestrante

Carlos Ruas, natural de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, é graduado em Desenho Industrial. Já foi responsável pelo departamento de Design da agência Veja Cultural. Em 2009, com apenas 23 anos, criou o blog Um Sábado Qualquer, junto com os famosos personagens Deus e Luci. Autor de dois livros, venceu, em 2012, o prêmio HQmix, considerado o “Oscar” dos quadrinhos.

Economia criativa

O conceito de economia criativa surgiu em 1994, num discurso do primeiro-ministro da Austrália. Em 1997, a ideia se propagou pela Inglaterra. A definição mais usual da economia criativa é a que ela consegue, por meio da agregação de traços e outros conceitos, um toque próprio e inovador. Da economia da experiência, reconhece o valor da originalidade, dos processos colaborativos e da prevalência de aspectos intangíveis na geração de valor, sobretudo na cultura.

FES retifica calendário do Edital nº 009/ 2015

Na tarde de quinta-feira, 25, a Comissão de Seleção para professor substituto no magistério superior, do Departamento de Administração da Faculdade de Estudos Sociais (FES), reuniu-se para estabelecer novas datas para o calendário do Concurso para Contratação de Professor Substituto, edital nº 009/ 2015, bem como os pontos a serem sorteados para a prova didática.

 

Leia matéria relacionada: FES divulga calendário do Edital nº 009/2015

 

UFAM e UEA firmam parceria para a implantação de biodigestores em comunidades de Novo Airão

A Faculdade de Tecnologia da UFAM passa a contar a partir de março com a parceria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), na construção e instalação de biodigestores caseiros, produtores de biogás, em comunidades do município de Novo Airão, distante cerca de 180 km de Manaus.  

Estudantes da Ufam desenvolvem biodigestorEstudantes da Ufam desenvolvem biodigestorO biodigestor é um projeto piloto desenvolvido por alunos da então Faculdade, sob a orientação do professor do Departamento de Engenharia Química, Johnson Pontes de Moura, que utiliza cascas de frutas, e dejetos de animais como aves, suínos e bovinos, para a produção do biogás, em substituição ao gás de cozinha, energia não-renovável.

Na parceria interinstitucional estão previstos a construção de 25 biodigestores em Novo Airão, sendo alguns destinados para a unidade da UEA em Manacapuru, município distante cerca de 100 km de Novo Airão, e 85 km de Manaus. Com os biodigestores prontos, o objetivo das Universidades é substituir de forma gradual o gás de cozinha utilizado pelas famílias.  

Com um orçamento inicial de R$ 25.000,00, o prazo de produção e instalação dos biodigestores é de um ano, podendo ser prorrogado. O coordenador do projeto, professor Johnson Pontes de Moura, é quem vai gerir a construção dos equipamentos em Novo Airão, além de orientar os alunos da Uea, participantes da pesquisa. Os biodigestores serão montados em um sítio, onde já existe um em funcionamento há 8 meses.

Custo benefícioEquipamento beneficiará comunidades de Novo AirãoEquipamento beneficiará comunidades de Novo Airão

O biodigestor da UFAM é feito de tambores, mangueiras de borracha, barras de ferro, canos PVC e registros, tudo a um custo de aproximadamente R$ 600,00.  O tempo de vida útil do equipamento pode chegar a 6 anos.

A tecnologia atende a uma família de quatro pessoas, produzindo biogás para preparar alimentos, e o biofertilizante para a sua plantação. Em abril, a pesquisa será apresentada no 1º Seminário Internacional de Sustentabilidade (Sintes), que acontece na Escola Superior de Tecnologia da Uea. Nesse Evento, a parceria UFAM e UEA será destacada como forma de buscar novas instituições de P&D interessadas em apoiar a pesquisa.

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil abre seleção para candidatos a mestrado

A Universidade Federal do Amazonas, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, torna pública a abertura de inscrições do processo de seleção de candidatos para ingresso no segundo semestre de 2015 no Programa de Pós-Graduação em nível de mestrado em Engenharia Civil. 
 
Poderão participar do processo de seleção, portadores de diploma de graduação em Engenharia Civil ou áreas afins as quais sejam reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Cinco vagas estão sendo ofertadas. O período de inscrições inicia em 2 de março e encerra no dia 31 do mesmo mês. 
 
Os documentos necessários à inscrição constam em edital em anexo e devem ser entregues na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, localizada na av. general Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 3000, Corado I, bloco Villar Câmara, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 14h às 17h. 
 
Fases da seleção - O processo seletivo consistirá da homologação da inscrição, avaliação de desempenho em prova de conhecimentos específicos, análise do plano de estudo e pesquisa e entrevista, avaliação do desempenho acadêmico e da produção científica. 
 
O resultado final da seleção será divulgado a partir de 26 de maio de 2015 e os aprovados deverão efetuar a matrícula institucional no Programa no período de 13 de julho a 31 de julho de 2015. 
 
Outras informações podem ser obtidas pelos números (92) 99128-9752  ou pelo endereço de e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Dança contribui para formação de rede de sociabilidade, diz pesquisadora

Esse é o resultado do estudo `Gingando e balançando em sincronia: uma antropologia da dança do boi-bumbá de Parintins-AM, da mestranda Socorro de Souza Batalha, defendido no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS). A pesquisa teve como objetivo compreender como ocorre o processo de construção das danças nos meses que antecedem o Festival Folclórico de Parintins. A defesa da dissertação ocorreu nesta quarta-feira, 25, na sede do PPGAS, localizado na rua Ferreira Pena, 386, Centro.

Leia mais...

UFAM participa da Oficina de construção do Plano de Ação em Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas

O evento tem entre as diretrizes o fortalecimento e a interiorização da infraestrutura de Ciência, Tecnologia e Inovação estadual. Além de representantes da UFAM, participam da Oficina pesquisadores de diversas instituições como INPA, EMBRAPA e FIEAM.

No encontro, representam a Universidade Federal do Amazonas os pesquisadores Antônio Carlos, do Centro de Ciências do ambiente; a professora Antônia, da rede Bionorte;  o professor Afonso Lobo, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e a professora Socorro Lima Verde, da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (PROTEC).

Entre os eixos temáticos discutidos pelos participantes estão o Programa de Infraestrutura para Ciência, Tecnologia e Inovação e o programa de Estruturação e ampliação dos Polos de Inovação.Na tarde desta quarta-feira, 25, foi discutido o Programa de Formação, atração e fixação de pessoal para Ciência, Tecnologia e Inovação - ProRH. De acordo com a metodologia adotada para os debates, os pesquisadores foram divididos em dois grupos e depois um representante de cada equipe relatou as propostas discutidas.

"A SECTI nos convidou para esta importante discussão que objetiva delinear os eixos do PCTI. Isso envolve o planejamento de um futuro para os próximos 20 anos, com revisões periódicas, para que tenhamos uma educação de excelência e um desenvolvimento regional exemplar", destacou a professora Socorro lima Verde, da PROTEC.

O PCTI tem o objetivo de promovera ciência, tecnologia e a Inovação como vetor de desenvolvimento do Estado do Amazonas, com base nos preceitos de sustentabilidade e competitividade.

Nesta quinta-feira, 26, a reunião continua com o debate sobre o eixo temático "Programa de Estruturação e Ampliação dos Polos de Inovação"

 

Programa de Estágio em Cooperativas encerra com apresentação de alunos da FCA

Diretor da FCA, Néliton Marques, acompanha o relato de experiência da acadêmicaDiretor da FCA, Néliton Marques, acompanha o relato de experiência da acadêmica

Docentes, alunos e gestores cooperativistas que participaram do Programa de Estágio em Cooperativas para Alunos Finalistas, da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) apresentaram, nesta terça-feira, 24, no auditório Samaúma, os resultados obtidos em 40 dias de atividades em campo nos municípios Autazes e Manacapuru.
 
As experiências foram proporcionadas por meio de convênio, numa iniciativa da Universidade Federal do Amazonas com o Sistema OCB-Sescoop/AM (integrado pelo Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Amazonas e o Serviço de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop-AM). O diretor da Faculdade, Néliton Marques e o superintendente do Sistema OCB-Sescoop/AM, Adriano Trentin Fassini, fizeram a abertura dos trabalhos.  
 
Para o diretor, ações conveniadas requerem "passos pequenos, pensamentos grandes e caminhadas rápidos para sua realização". 
 
"A Universidade não tem a função de conceder extensão rural, mas tem a responsabilidade de formar, qualificar futuros profissionais que enriqueçam os processos desses trabalhadores e quando vislumbramos essa programa, percebemos que é preciso repensar o currículo, de forma a fazer com que os alunos vivenciem mais daquilo para o qual estão sendo moldados, instruídos", afirmou.
 
Adriano Trentin ratificou o compromisso e a alegria em firmar o convênio que pôde ajudar a promover a aproximação da academia com os produtores rurais. Ele lembrou que os principais objetivos do programa, que eram levar os alunos a aplicarem os conhecimentos apreendidos em sala de aula no cotidiano das cooperativas, foram alcançados. 
 
“Ouvimos alguns relatos sobre como a ida dos alunos ajudou e ampliou o horizonte de pelo menos parte desses produtores, já que o tempo nas propriedades foi exíguo. Certamente não deixaremos essa chama se apagar, continuaremos o trabalho que já tem raízes fincadas e vamos arregimentar outras mentes jovens, que buscam contribuir com a melhoria da qualidade de vida do homem do campo no nosso Estado", assegurou.   
 

Aluna apresenta diagnóstico de cooperativa em que estagiouAluna apresenta diagnóstico de cooperativa em que estagiou

Cooplam - Iniciando a fase de apresentações, o presidente da Cooplam, Manoel Maia, disse que o convênio foi uma das melhores iniciativas do Sistema OCB/Sescoop-AM, porque possibilitou um norteamento profissional sobre os trâmites internos, desde a construção de um levantamento geral da atuação da entidade, até o diagnóstico administrativo e a reformulação de processos, quando necessária.  
 
"A Flávia (Coimbra, estagiária da Cooplam) conheceu o nosso dia a dia, esteve em algumas propriedades e também participou de um dia como técnica, dentro da fábrica. Não foi somente ela quem aprendeu, mas nós também pudemos compartilhar de conhecimento. Nós, inclusive, queremos que ela volte e nos ajude em outros momentos", disse.
 
A aluna que é, do 10º período de Zootecnia, apresentou alguns dados coletados durante os 40 dias em que esteve em Autazes. Ela observou a diferença de atuações entre os membros da cooperativa, caracterizados como cooperados (já associados) ou agregados (em fase de associação) na área de trabalho da cooperativa. 
 
Outro item apontado pela estudante foi a diferença entre a criação dos rebanhos pelo Projeto “Balde Cheio” (pastagem rotacionada em piquetes) e o criado em área de várzea, como também os seus respectivos custos, que variam entre R$ 1.500,00 e R$ 12 mil com despesas mensais.
 
A aluna discorreu, ainda, sobre a logística necessária para coleta do leite nas propriedades, que pode chegar até quatro horas de viagem de barco, além da fabricação dos queijos (frescal, ricota e minas), manteiga e doce de leite.
 
"Um apontamento preocupante na cooperativa foi a falta de profissionais para acompanhar as atividades dos trabalhadores, bem como a questão da qualidade e segurança animal, porque em alguns criadouros, há animais não vacinados. A presença de veterinários, zootecnistas seria de extrema importância para atender às demandas que poderiam ser resolvidas em menos tempo, sem acarretar grandes prejuízos e comprometimento da produção", observou. 
 
Coomapem - A aluna de Agronomia Carla Coelho, também do 10º período, começou sua apresentação se dirigindo aos alunos presentes. Ela frisou a importância do envolvimento dos acadêmicos com atividades em campo.
"Vocês podem se graduar no tempo regular do curso, mas permaneçam mais seis meses e vivam essa experiência, que para mim, foi engrandecedora. Na Coomapem, tive a oportunidade de estudar pragas que atingiram algumas culturas e sempre consultei professores para assegurar que meu diagnóstico estava correto. A insegurança que pode vir a acontecer, quando ainda não se é formado é normal, mas no fim, a gente se certifica de que sabe mais do que pressupõe", afirmou.
 
Para Carla, três circunstâncias marcaram sua experiência: uma delas a de sugerir uma nova forma de proteger as plantações, com o uso de biofertilizantes, a diminuição dos espaços entre plantios de maracujá, de 4,50 m para 2,5 m entre os pés e, por fim, a observação acerca do letramento dos produtores, para melhor apreensão do conteúdo repassado pelos acadêmicos.
 
"Daqui a seis meses, faremos um teste sobre as novas técnicas adotadas e avaliaremos se foram bem sucedidas como mostram muitos estudos. Sobre o letramento dos produtores, acredito que esse é um problema que deve ser pensado e que precisa ter uma solução. Quanto menos instrução básica o produtor tiver, maiores são as dificuldades de ele entender e aplicar o que consideramos ser melhor para a sua propriedade", salientou.
 
Alunos revelam interesse em participar do programaAlunos revelam interesse em participar do programa
A presidente da Coomapem, Eliana Medeiro disse que essas parcerias engrandecem o cooperativismo no Estado do Amazonas.
 
"Nós estamos sempre pensando à frente, sobre como podemos melhorar nossas culturas. Em breve teremos um aluno, também da Ufam, que se será contratado para elaborar projetos que possam garantir a nós, produtores, recursos a serem aplicados para o desenvolvimento da cooperativa. Queremos muito que a aluna também possa continuar contribuindo com nossos cooperados, porque foram dias muito produtivos", afirmou.          
 
O produtor rural Elias Medeiros, cooperado da Coomapem, ratificou a opinião de Eliana. "Vamos fazer uso das indicações do que a acadêmica sugeriu e esperamos, em outro momento, poder contar com o conhecimento dela", disse.
 
Ao fim do Workshop, o diretor da FCA informou que uma parceria semelhante, instigada pela que já foi firmada pelo Sistema OCB-Sescoop/AM, está sendo firmada com a Sempab.
 
"São ações como essas, ajustadas com o cooperativismo, que outras vão surgindo, criando não apenas campos de atuação para nossos alunos, mas dando chances de ganho para todos, para a Instituição, para os cooperados, para a sociedade como um todo", concluiu.  
 
Os alunos do oitavo período, Oswaldo Pereira, 23 e Robson Ramalho, 21, estiveram presentes ao evento e revelaram a intenção de se inscrever no próximo processo seletivo para estágios. "Uma das participantes chegou bastante entusiasmada com a ida para as cooperativas e ela acabou nos influenciando, então, vamos esperar o próximo edital", garantiu Osvaldo.
 
"Eu não concorri antes, porque não poderia ir enquanto as aulas estivessem acontecendo. Já recebemos a informação de que o próximo edital será elaborado com uma observância em relação a isso", comemorou.  
 

Alunos, gestores e docentes durante o Workshop. Fotos: Eliezer Favacho, Sistema OCB-Sescoop/AMAlunos, gestores e docentes durante o Workshop. Fotos: Eliezer Favacho, Sistema OCB-Sescoop/AM

Sobre o programa - Durante as atividades, os alunos envolvidos estiveram à disposição das cooperativas por aproximadamente 40 dias, pondo em prática os conhecimentos apreendidos em sala de aula, nos mais diversos cursos oferecidos na área de ciências agrárias.
 
Fases dos estágios - Nas cooperativas, o trabalho dos alunos estagiários se dividiu em três etapas: a primeira foi de elaboração de um diagnóstico; na segunda etapa, construir um planejamento participativo, reunindo os conselhos de administração e fiscal e estudando as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças da cooperativa e do grupo de cooperados; e o terceiro consistiu na realização de uma capacitação ou a realização de um dia de campo.
 
Um novo edital para chamamento de novos alunos interessados em participar do Programa de Estágio em Cooperativas para Alunos Finalistas ainda não tem data para acontecer, mas deve abranger os demais cursos da Faculdade de Ciências Agrárias. O edital, quando disponível, será publicado no site da FCA.  
 

Poucos candidatos comparecem no primeiro dia de matrícula da lista de espera do SISU e PSC

Poucos candidatos compareceramPoucos candidatos compareceram

A Universidade Federal do Amazonas iniciou nesta manhã, 25, a matrícula dos estudantes da primeira chamada da lista de espera do SISU 2015 e da primeira chamada dos candidatos aprovados de vagas remanescentes do Processo Seletivo Contínuo 2015 (PSC). Foram convocados 143 candidatos para efetivarem a matrícula nos cursos de Administração, Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Arquivologia, Artes Visuais, Biblioteconomia, Biotecnologia, Ciência da Computação, Ciências Sociais e Ciências Contábeis.

No primeiro dia de matrícula do SISU e PSC 2015, pelo menos até às 11h30 desta manhã, pouco mais de 40 candidatos tinham efetivado a matrícula. A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação disponibilizou pessoal para atender um total de 430 convocados (pela manhã e tarde), mas somente menos da metade dos candidatos convocados compareceu no auditório Eulálio Chaves. O processo de matrícula ocorre até a sexta-feira, 27, das 8h às 12h e das 14h às 17h30, no setor Sul do campus.

A candidata Ana Paula Costa dos Santos compareceu no auditório Eulálio Chaves para efetivar a matrícula no curso deAna PaulaAna Paula Artes Visuais. Ela foi convocada na lista de espera do SISU e disse estar feliz por poder estudar na Ufam. “Estou muito feliz por ter conseguido a vaga. Existem alguns problemas na Universidade pública, mas todas as pessoas falam bem da Ufam. Tentei várias vezes entrar, mas só agora consegui e estou feliz. Trabalho numa área e quero mudar e agora tenho a oportunidade de mudança. Fiquei impressionada pelo bom atendimento no ato da matrícula”, afirmou a candidata Ana Paula.

A senhora Jaqueline Ponce de Leão Lima Almeida acompanhou a filha, convocada na lista de espera do SISU para o curso de Administração, no ato da matrícula e disse estar orgulhosa de sua filha. “Eu e o pai estamos orgulhosos. Ela sempre foi muito estudiosa. Está entrando na universidade aos 16 anos no curso de Administração. Ela quer cursar Direito, mas a pontuação que teve no ENEM foi possível entrar para Administração. É bom Jade e a mãe na matrículaJade e a mãe na matrículavivenciar o ambiente universitário, vai ser bom pra ela. Vai continuar estudando e tentar mais pra frente passar para o curso de Direito. Ela optou por estudar numa universidade pública e vai continuar tentando o curso de Direito no próximo ENEM”, disse Jaqueline Ponce de Leão.

Já a candidata, Jade Ponce de Leão Lima Almeida, ressaltou que a concorrência acirrada por uma vaga na Ufam, demonstra a importância da instituição. “A cada ano o ingresso na Universidade Federal do Amazonas fica mais concorrido. O sistema de cotas fez com que a ampla concorrência resultasse no acirramento por uma vaga. Isso me deixa orgulhosa de entrar numa universidade tão requisitada. Tenho 16 anos e espero conviver bem com os mais velhos da turma. Não passei pela alfabetização porque já sabia ler e escrever e aí pulei pra primeira série. Por isso já conclui o ensino médio”, destacou a candidata Jade Almeida.

A candidata, Adrienny de Oliveira Brás, que compareceu para realizar a matrícula no curso de pedagogia, afirmou que o sistema de cotas democratizou a universidade brasileira. “Entrei pelo sistema de cotas e estou orgulhosa de pertencer agora Adrienny BrásAdrienny Brása uma universidade pública. Isso me deu oportunidade de estar aqui nesta manhã me matriculando em um curso superior e que eu espero que mude minha vida”, destacou Adrienny de Oliveira.       

No ato da matrícula, os convocados inscritos na modalidade de ampla concorrência deverão comparecer  e apresentar o histórico escolar e certificado de conclusão ou diploma de curso médio (original e fotocópia ou cópia autenticada), cédula de identidade (original e fotocópia ou cópia autenticada), Cadastro de Pessoa Física (CPF, original e fotocópia ou cópia autenticada), uma foto 3x4 recente e de frente. Para os optantes pela modalidade de reserva de vagas é necessário apresentar, além dos documentos listados acima, os indicados para comprovação de renda familiar conforme dispõe o edital.

 

Inscrições para o DELE (Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira) vão até dia 11 de março.

Estão abertas as inscrições para o Exame DELE 2015 (Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira) até o dia 11 de março de 2015. A prova escrita será aplicada no dia 17 de abril de 2015. As provas serão disponibilizadas nos níveis A1, A2, B1, B2 e C1. Para mais informações sobre os níveis consulte o site do Instituto Cervantes (http://diplomas.cervantes.es). Os procedimentos necessários para a inscrição são os seguintes:

1) Acessar o site http://diplomas.cervantes.es

2) Clicar na opção "Quieres conseguir tu diploma?";

3) Depois clicar na opção "Cómo y dónde me inscribo";

4) Baixar e imprimir a ficha de inscrição e a declaração que estão em PDF;

5) Preencher e assinar esses documentos;

6) Pagar a taxa de inscrição, transferindo o dinheiro para a conta do Instituto Cervantes.

Os valores referentes ao pagamento da inscrição e os dados da conta bancária estão disponíveis na secretaria do Departamento de Língua e Literatura Estrangeira (DLLE), na sala 18,  2º andar, bloco Mário Ypiranga, ICHL. Para finalizar a inscrição, o candidato deverá se dirigir à secretaria do DLLE, portando o comprovante de pagamento de inscrição, ficha de inscrição preenchida, a declaração assinada e um documento de identificação com foto (cópia e original).

 

 

 

 

NEAI realiza aula inaugural de curso sobre a etnia Tukano

Nesta segunda-feira (23), o Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) da UFAM realizou a primeira aula do curso “Cosmografia, Vida Social e Classificações Tukano”. O curso, que terminará na sexta-feira, 27, é ministrado pelos alunos Dagoberto Lima Azevedo, Gabriel Maia e pelo antropólogo MSc. João Paulo Barreto, todos do povo tukano, e visa transmitir conhecimentos gerais sobre a yepalogia, isto é, o estudo do povo tukano e do seu modo de vida. O curso conta com alunos de graduação, mestrado e doutorado originários de várias áreas do conhecimento e diversos lugares do Amazonas e demais estados do Brasil, como Rio Grande do Norte, São Paulo e Paraná, além de alunos da Alemanha e da Colômbia.MSc. João Paulo Barreto, da etnia tukanoMSc. João Paulo Barreto, da etnia tukano

A primeira aula, proferida pelo MSc. João Paulo Barreto, tratou sobre a introdução à teoria tukano. Segundo ele, o objetivo desta primeira aula é postular que também para os tukano, há uma origem de mundo e como ele foi formado. De acordo com a etnia tukano, o mundo foi formado a partir de dois mundos primordiais, onde tramas e ações deram origem a todas as coisas.

Ainda segundo a yepalogia, a origem de tudo o que conhecemos hoje vem dos humukori mahsã, seres especiais que são os donos da caça, da pesca, das árvores frutíferas, das plantações, e dos demais fenômenos conhecidos pelo homem. A partir disso, segundo os tukano, os humukori mahsã tiveram o desejo de criar seres vivos, mas para isso, precisavam criar uma plataforma terrestre, que é o mundo que conhecemos hoje.

Experiências

Alunos de diversos lugares do Brasil e do mundo participam do cursoAlunos de diversos lugares do Brasil e do mundo participam do cursoMuitos alunos estão tendo contato com estudos sobre a etnia tukano pela primeira vez. É o caso da fluminense Carolina Levis, doutoranda em Ecologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e mestre em Ecologia pela mesma instituição. Graduada em Biologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e morando em Manaus desde 2010, Carolina, durante suas pesquisas no mestrado e no doutorado, esteve em São Gabriel da Cachoeira. “Fiquei encantada com o povo indígena que vive em São Gabriel. Quando eu soube do curso, me interessei logo de cara e resolvi participar”, relatou.

Para ela, o curso influenciará na sua carreira acadêmica de forma positiva, porque poderá compreender o modo de vida de uma perspectiva indígena. “Geralmente, na academia, é muito complicado para conseguirmos autorização para visitar terras indígenas. Aqui, nós estamos em contato com eles, que viveram tudo isso antes de vir pra cá. Sem dúvida, é uma experiência ímpar”, comenta.

Segundo o professor Dr. Gilton Mendes, do PPGAS, a ideia do curso nasceu de diversos debates entre os alunos dentro do NEAI. “A partir disso, surgiu a possibilidade de nós levarmos os conhecimentos que eles adquiriram no seu povo para os muros da academia. O que eles estão fazendo aqui é trabalhar as suas pesquisas e divulgá-las para o mundo”, salienta o professor.

Acompanhando os alunos durante a sua trajetória no mestrado, o professor Mendes afirma que é satisfatório demais ver a evolução destes alunos. “É uma alegria sem igual vê-los nessa posição de professor, ensinando conhecimentos nos quais eles são especialistas, dos quais eu mesmo não teria condições de falar. Fico muito feliz com isso”, afirma.

FES divulga calendário do Edital nº 009/2015

A Faculdade de Estudos Sociais- FES da Universidade Federal do Amazonas-UFAM divulga o calendário do Concurso para Contratação de Professor Substituto, Edital nº 009/2015, para Área de Administração Geral; Cultura Organizacional; Inovação e Planejamento Organizacional.

 

 

Leia matéria relacionada: FES retifica calendário do Edital nº 009/ 2015

Anexos:
Fazer download deste arquivo (calendário Edital FES.pdf)calendário Edital FES.pdf[ ]261 kB

Projeto CEL prorroga matrículas até 7 de março

O Projeto CEL informa que as matrículas para os cursos de idiomas foram prorrogadas até o dia 7 de março. Elas são presenciais, realizadas na sede do Projeto CEL, setor Norte, Bloco Mário Ypiranga, terceiro andar, no Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h.  

A matrícula para qualquer um dos idiomas a ser estudado é no valor de R$ 119,00 (no sistema extensivo) e mais quatro parcelas mensais no valor de R$ 68,00. Para estudantes da Ufam as parcelas são de R$ 54,40. Na modalidade intensiva, o valor da matrícula é R$ 148,00 com quatro parcelas no mesmo valor.

O Projeto oferece quatro cursos (Línguas Espanhola, Francesa, Inglesa, e Japonesa), e são distribuídos nos seguintes horários: extensivo – aos sábados, pela manhã (das 8h45 às 11h45), à tarde (13h45 às 17h45), intensivo noturno, de segunda a quinta-feira, das 18h20 às 20h45. Há também horários para o preparatório para Proficiência em Língua Espanhola, Francesa e Inglesa. Mais informações pelo tel: 99122-5130 / 99142-8631

 

HUGV realiza a primeira sessão anatomoclínica de 2015

Plateia foi composta por acadêmicos de Medicina, residentes, preceptores, entre outros  Plateia foi composta por acadêmicos de Medicina, residentes, preceptores, entre outros

O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) realizou nesta sexta-feira, 20, a primeira sessão Anatomoclínica de 2015, com a presença de mais de 150 pessoas, entre acadêmicos de Medicina, residentes, preceptores, supervisores, e membros do corpo hospitalar do HUGV. Anualmente são realizadas dez sessões, distribuídas entre as áreas de Medicinas Clínica e Cirurgicas.

Na atividade, coordenada pela Gerência de Ensino e Pesquisa do HUGV, o residente apresenta um caso clínico em todos os seus pormenores desde a entrada do paciente, com histórico, exames, procedimentos adotados e sugestões de diagnóstico. Após a apresentação, a sessão é aberta para que todos os presentes discutam e apresentem sugestões de diagnósticos e procedimentos, de acordo com suas áreas médicas. A Sessão tem o objetivo de estudar detalhadamente os casos clínicos e contribuir para o aprendizado interdisciplinar dos futuros profissionais da área médica, promovendo articulação de diferentes conhecimentos das diversas especialidades médicas atuantes no HUGV.

A Gerente de Ensino e Pesquisa do HUGV, Miharu Matos, ressalta que “a Sessão anatomoclínica é um momento que propicia o intercambio de conhecimentos entre as diversas especialidades, motivando os residentes a discussão dos conhecimentos adquiridos durante as atividades práticas e cotidianas da residência. Sua importância é inquestionável na formação técnica do profissional”.

O HUGV conta com 24 programas de Residência Médica e quatro de Residência Multiprofissional, totalizando uma média de 80 residentes novos por ano. Com o credenciamento de mais um programa de Residência Multiprofissional nas áreas de saúde Funcional e Intensivismo, que está em fase de inscrição dos candidatos, teremos o acréscimo de mais seis vagas de residência.

PPGPSI abre período de inscrições para Aluno Especial 2015/1

Entre os dias 23/02 e 06/03, o Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) abre período de matrícula para Alunos Especiais.

Os interessados devem procurar a secretaria da Faculdade de Psicologia (Fapsi), setor sul do Campus Universitário, no horário de 08h às 17h, munidos da seguinte documentação: diploma e histórico da graduação (original e cópia) e curriculum lattes. No ato da inscrição, os candidatos podem pleitear participação em até 2 disciplinas por período. 

SECONS divulga cronograma de reuniões

A Secretaria Geral dos Conselhos Superiores  ( SECONS) informa cronograma de reuniões dos Conselhos Superiores, a serem realizadas nas seguintes datas:

CONSAD:   26/02/15 às 08:30 (Ordinária)

                   27/02/15 às 08:30 (Ordinária)

 

CONSUNI:  02/03/2015 às 08:30 (Ordinária)

                    03/03/2015 às 08:30 (Extraordinária)

Comissão de Exames do curso de Farmácia aplica prova para revalidação de diploma

A Comissão de Exames e Provas/Comissão de Revalidação de Diploma de Farmacêutico Expedido no Exterior (Crdfe) torna pública as condições formais para aplicação de prova escrita ao candidato Leonard Domingo Rosales Acho, de quem a inscrição foi deferida. 

As provas serão realizadas em cinco etapas, nas seguintes datas: 23 de fevereiro, 24 de março, 25 de março, 26 de março e 27 de março e se aterão às disciplinas: "Ética e Legislação Farmacêutica" e "Hematologia Clínica"; "Bioquímica de Alimentos" e "Tecnologia de Alimentos"; "Imunologia e Virologia Clínicas" e "Bacteriologia Clínica"; "Citologia Clínica" e "Micologia Clínica" e "Diagnóstico Molecular". As provas serão aplicadas na sede da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Amazonas, situado na rua Alexandre Amorim, nº 330, bairro Aparecida.  
 
Cada prova terá duração de duas horas e o resultado final, já constando prazo de recurso, será divulgado no dia 31 de março. 
Anexos:
Fazer download deste arquivo (Edital- CRDFE nº 001_2015.pdf)Edital CRDFE[ ]4322 kB

PROGESP informa que atendimento ao público externo está suspenso até sexta, 20

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP), antiga Procomun, comunica  que até sexta-feira 20, não atenderá à comunidade universitária devido a reforma em sua estrutura física.

As exceções de atendimento são apenas para posse, nomeação de professor substituto em andamento, e concursos públicos. 

 

 

Festimprensa expôs trabalhos dos estudantes de comunicação

FestimprensaFestimprensa

 

Os estudantes do curso de Jornalismo da Ufam realizaram nesta sexta-feira, 13, no hall do ICHL, a primeira edição do Festimprensa, com a exposição de trabalhos dos estudantes de comunicação e inúmeras atrações culturais e esportivas. O público que compareceu pode observar os estandes com a apresentação dos trabalhos realizados nas disciplinas Oficina Básica de Assessoria de Imprensa e Assessoria de Imprensa.

O evento foi organizado pelas professoras Elizabeth Cavalcante e Mirna Feitoza e a participação dos estudantes. Foram nove trabalhos expostos nos estandes e as atrações culturais ocorreram no palco principal (no hall) e nos auditórios. Cada estande realizou uma atividade ao longo do evento. Foram apresentações musicais; exposição de fotos; peça teatral; exibição de filmes; técnicas de defesa no Jiu-Jitsu; distribuição de preservativos, dentre outras.

Professoras Elizabeth e Mirna do curso de JornalismoProfessoras Elizabeth e Mirna do curso de JornalismoA professora Elizabeth Cavalcante, que ministrou para os estudantes a disciplina Oficina Básica de Assessoria de Imprensa, destacou que o trabalho promoveu a prática dos estudantes no desenvolvimento de planos de comunicação em organizações. “Na minha disciplina desenvolvemos o projeto do festimprensa pra dar visibilidade às organizações que os estudantes assessoraram. Essas organizações foram captadas na disciplina da professora Mirna Feitoza, que é Assessoria de Imprensa, onde os estudantes desenvolveram um plano de comunicação para as organizações. Os alunos foram às organizações e prepararam um plano de comunicação para dar visibilidade a elas. As assessorias de imprensa hoje, em grande parte, são dirigidas por jornalistas. Esses órgãos cada vez mais estão sendo ocupados por esses profissionais. Essa prática que realizamos aqui tem como objetivo despertar em nossos alunos esse mercado de trabalho. Procuramos algumas organizações que não tinham esse setor ou não tinham noção da importância para divulgação de seus produtos e apresentamos um plano de como fazer isso. Estamos aqui expondo esses trabalhos e apresentando essas organizações para a comunidade acadêmica”, destacou Elizabeth Cavalcante.

A estudante de Jornalismo, Izinha Toscano, ressaltou que o evento enriquece a formação dos estudantes em razão da prática de assessoramento e da elaboração de um plano de comunicação para organizações. “Acho que o evento nos dá a oportunidade de colocar em prática coisas que nós só vimos na teoria. Serve como um exercício elaborar um plano e mostrar para os dirigentes das entidades. Temos muita base teórica no curso e agora temos a oportunidade de por em prática. Elaborar o evento, receber a imprensa, expor os planos de comunicação preparados por nós, dar visibilidade as organizações foi um exercício prático de muita importância na nossa formação”, disse a estudante Izinha Toscano.  

Para a professora Mirna Feitoza é importante expandir o conhecimento adquirido em sala de aula para a comunidade. “É um trabalho integrado, onde a sala de aula deixa de ser um espaço fechado para se tornar um espaço aberto que envolve diversos agentes e a comunidade como um todo. Nesse sentido temos um processo educacional de corresponsabilidade na formação do jornalista”, disse a professora Mirna.

Cantor Pereira se apresentou no FestimprensaCantor Pereira se apresentou no Festimprensa

O cantor Pereira, a Banda Pacato Plutão e o DJ Negro Lamar foram as atrações musicais do evento. O Cine & Vídeo Tarumã teve sua sessão agregada ao evento com a exibição dos curtas "O Avião de Papel", de John Kahrs, e "Eu Não Quero Voltar Sozinho", de Daniel Ribeiro. A atração teatral ficou por conta da Companhia Pombal Arte Espaço Alternativo com o espetáculo Iapinari, com a atriz Nanaína Tariano e, o Ritual de Troca de Conhecimento da Etinia Tariano.

 

 

ARII divulga resultado final da seleção para o Programa de Bolsas Andifes Santander

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais - ARII divulga o resultado final dos candidatos selecionados para o Programa de Mobilidade Andifes Santander que oferece cinco bolsas (anual) para universidades brasileiras.
 
Os selecionados receberão convite por e-mail para participar de reunião na ARII, a fim de receberem informações sobre os procedimentos  administrativos e acadêmicos a serem tomados para ingresso na mobilidade.
 
Informações 3305-1753.