Alunos de Direito da UFAM vencem competição da OAB/AM

Da esquerda para a direita: Alberto Pellegrine Neto, Álvaro Gaia, Felipe Chads, e professor Sebastião Marcelice, diretor da Faculdade de DireitoDa esquerda para a direita: Alberto Pellegrine Neto, Álvaro Gaia, Felipe Chads, e professor Sebastião Marcelice, diretor da Faculdade de DireitoFundada em 1909, a Faculdade de Direito do Amazonas, hoje Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas (FD/UFAM) cumpre a tarefa de formar os juristas que servirão a sociedade amazonense no campo do Direito, trabalhando incansavelmente pela defesa do Império da Lei. 106 anos depois, três Filhos da Jaqueira, como é carinhosamente chamada a FD pelos seus alunos, mostraram que mesmo na graduação, estão preparados para servir ao povo do Amazonas.

No último dia 07 de agosto, os alunos Felipe Chads, Álvaro Gaia e Alberto Pellegrine Neto, do curso de Direito da UFAM, venceram a terceira edição do Júri-Simulado “Olavo Ribeiro de Faria”, promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas.

Para vencer a competição, o trio precisou defender quatro casos da justiça comum num espaço de cinco dias, onde tiveram êxito, tanto na posição de Ministério Público quanto na posição de advogados de defesa. Os casos defendidos pelos alunos eram crimes de competência do tribunal do júri, no caso, os dolosos contra a vida.

“Uma das coisas mais complicadas foi tomar diferentes posições nos quatro casos, com qualificadores completamente diferentes. Um dia, nós tivemos que tomar parte na defesa, outro dia na acusação. Abordamos questões diferentes de um dia para o outro, participando de um júri no período da tarde, outro no período da manhã, com cada júri durando 3 horas. No entanto, é essa diversidade que move a gente dentro de um tribunal do júri”, ressalta o aluno Alberto Pellegrine Neto.

“Um fato interessante é que na competição, haviam casos que tinham tomado rumos diferentes na vida real. Por exemplo, o caso de um homem que recebera sentença de condenação na vida real, nós conseguimos absolvê-lo no júri-simulado. Mesmo em uma simulação, você pode escrever uma nova história para alguém que sentou no banco dos réus”, salienta o aluno Álvaro Gaia.

Rotina de estudos

A preparação para o júri-simulado começa desde os primeiros períodos, quando se começa a estudar Direito Penal, que é o Pellegrine, Gaia e Chads antes de uma das competiçõesPellegrine, Gaia e Chads antes de uma das competiçõesprincipal ramo que norteia  o júri. “Dentro da Faculdade, a gente começa a ter esse tipo de dinâmica nos seminários que eram promovidos pelo professor Nasser (Abrahim Nasser Netto, falecido neste ano), e a partir dos seminários, os alunos vão se acostumando com esse tipo de dinâmica”, conta o aluno Felipe Chads.

“A nossa preparação vem desde o mês de março de 2014, com estudos de Direito Penal, processo penal, prática de oficina do júri, embates contra outras equipes da própria faculdade, além da seletiva que é feita dentro da FD para que se possa escolher a equipe que vai representar a Universidade na competição da OAB. Nesse ano, por exemplo, nós disputamos com seis equipes.”

Casos emblemáticos na competição

Para Álvaro e Alberto, o caso mais emblemático e mais difícil na defesa foi o da final da competição. Neste caso, o réu havia sido denunciado por homicídio qualificado com um tiro na nuca, o que impossibilita completamente a defesa. O réu teria chegado em um bar onde estava a vítima, e depois de uma breve conversa com a vítima, acertou-lhe o tiro.

“Quando olhamos o caso pela primeira vez, pareceu um caso impossível de ser resolvido. No entanto, nós optamos pelo meio mais difícil, tanto para desestabilizar a qualificadora, como para a solução do caso. Assim, nós conseguimos sustentar uma tese onde tivemos que sustentar o caráter psicológico e a emoção do momento”, conta o aluno.

“O mais difícil ainda era que nos depoimentos, o réu contava várias histórias diferentes, o que acabou nos complicando. No entanto, nós conseguimos absolve-lo. Na vida real, ele fora condenado por homicídio privilegiado, onde foi derrubada a qualificadora. Mesmo assim, o advogado conseguiu emplacar uma tese que reduz a pena, onde dizia que o réu fora impelido por violenta emoção. Na competição, nós fizemos mais bonito ainda. Conseguimos absolver o réu.”.

Para Alberto, o júri da final foi ainda mais difícil porque passou dos limites do Direito e chegou a outras ciências. “Nós tivemos que utilizar medicina legal, balística, psicologia, e isso fugiu muito ao Código Penal. Foi difícil, mas conseguimos encantar o júri e vencemos a competição”, ressalta.

Alberto ainda conta que uma das passagens do processo que mais o marcou foi que o réu dizia que toda vez que ia visitar o filho, era ameaçado de morte, e que cometera o crime para que não morresse na frente do filho. “Aquilo nos tocou demais e nós utilizamos isso no nosso discurso, conseguindo a absolvição do réu”.

Já na visão de Felipe, o caso mais complicado foi o da semifinal da competição, onde o trio fazia o papel do Ministério Público. O caso era de um segurança de uma casa noturna, que ao se envolver em uma confusão, sacava de um revólver e atirava em um rapaz que estava prestes a ataca-lo. Ainda no caso, quando a irmã da vítima tentava socorrer o rapaz, o réu atirava nas nádegas da irmã.

“O fato é que tínhamos duas vítimas, onde uma levou dois tiros no tórax e morreu. Aí, já podíamos enquadrar o réu. No entanto, havia mais uma vítima que não tinha morrido, mas tinha tomado um tiro nas nádegas. Eram duas tentativas de homicídio para ir para o júri. A dificuldade foi dizer que o homem tentara matar a irmã da vítima com um tiro na nádega”, de acordo com Felipe.

“Nós conseguimos trabalhar dentro do processo, conseguimos desmentir a história de que a arma era de um policial que estava na festa e a versão de que ele tentava ser agredido. No final das contas, conseguimos convencer os jurados que ele tentou matar tanto o rapaz quanto a irmã da vítima”, conta o aluno.

Importância para a carreira profissional

Álvaro pretende seguir a carreira de Promotor de Justiça, assim que conseguir experiência para tanto. Para ele, a experiência do júri-simulado mostrou o que ele deve fazer na vida. “Apesar de gostar muito de Direito, fica uma dúvida grande sobre a área a seguir, já que a nossa área é muito ampla. Depois do júri-simulado, tive ainda mais certeza que a minha vocação é seguir pela Promotoria de Justiça”, afirma.

Já Felipe pretende seguir a área de defesa, mas é interessado em análise econômica do Direito e Direito Criminal. Na visão dele, existe um mito de que o júri é teatro. “De fato, é mito, porque envolve técnica, conhecimento, e capacidade de fazer o que ele te exige, e isso envolve coisas que vão além do Direito. Em um júri, você vê pessoas que tem cabeças diferentes. Essa pluralidade de coisas que existe em um júri é impagável na vida acadêmica”, salienta.

“O júri me salvou dentro da faculdade”. A frase é de Alberto, que entrou no curso já no final do primeiro período. Ele conta que depois que conheceu o Direito Penal, percebeu que era aquilo que queria seguir, na carreira de Defensor Público. “O júri é algo sem igual. Você está diante de sete pessoas, decidindo sobre a liberdade de uma pessoa e tratando de um caso onde uma vida tentou ser tirada. É uma responsabilidade imensa, porque você está tratando da liberdade de um ser humano. É algo que me fascina muito”, conta.

Amizade fortalecida

Os três são unânimes em afirmar que estudar para o júri fortaleceu a amizade entre eles, que começou no Seminário dO trio, abraçado, ao final da competiçãoO trio, abraçado, ao final da competiçãoe Direito Penal promovido pelo professor Nasser Netto, na FD. “Eu e o Felipe tínhamos feito o seminário no ano anterior com um colega que saiu da equipe, e foi quando o Alberto entrou. Ele tinha acabado de sair do segundo período, tinha acabado de fazer o seminário e estava bem empolgado”, conta Álvaro.

Alberto conta que noites em claro uniram o grupo. “O júri une muito os alunos que dele participam. Quando um cai, o outro puxa de volta e levanta. É essa união que precisa haver na competição, que nós cultivamos, e que pretendemos levar até à nossa carreira profissional. Só espero que o Álvaro não fique chateado quando eu e o Felipe absolvermos os casos onde ele for da acusação”, finaliza Pellegrine, entre risadas dos três.

Fotos cedidas gentilmente por Alberto Pellegrine Neto.

Curso de Licenciatura Indígena oferece 120 vagas em novo processo seletivo

Nos dias 5 a 8 de setembro ocorrerá a 3° edição do processo seletivo  do curso de Licenciatura Indígena  Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável, com 120 vagas, sendo 40 por turma (Tukano, Nheengatu, Baniwa-Kuripako). 
 
Será realizado em 2 momentos com prova escrita  (redação em língua indígena do candidato e língua portuguesa) e oral com entrevista em língua indígena e portuguesa, uma vez que o curso é bilingue e atende à legislação da educação indígena nacional e internacional e principalmente a lei municipal 145/2002, regulamentada pela lei 210/2006 de cooficializacao das línguas Tukano, Baniwa e Nheengatu no município de sao Gabriel da Cachoeira/AM.
 
O  curso se propõe a ser muito mais do que ser um curso para formação de professores indígenas mas, principalmente, formar cidadãos indigenas com competências para defenderem seus direitos e alcançarem o bem viver conforme suas cosmologias.

HUGV comemora dia do Psicólogo com palestras e exposição de banners

Superintendente do HUGV falou sobre a importância do psicólogo dentro do HospitalSuperintendente do HUGV falou sobre a importância do psicólogo dentro do HospitalO Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e filiada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) promoveu o evento “Dia de Psicólogo – Psicologia para Além da patologia” nesta quinta-feira, 27, dia em que é comemorado o Dia do Psicólogo em todo o Brasil. O evento foi dirigido à residência médica e multidisciplinar do hospital, alunos de graduação, empregados e servidores do HUGV.

Na Cerimônia de abertura do evento, o médico Rubem Alves Júnior, Superintendente do HUGV, ressaltou a importância da atuação do psicólogo na rotina de um hospital. “É impossível destacar o trabalho do psicólogo no processo de tratamento médico-hospitalar moderno. A medicina moderna não admite a ausência do psicólogo em sua equipe, pois ele transversaliza todo o cuidado com o paciente durante e mesmo após a internação”, afirmou. Também estiveram na abertura do evento a chefe da Divisão de Gestão de Cuidado do HUGV, Dra. Leila Inês Aguiar Raposo Câmara Coelho; a chefe da Unidade Psicossocial, assistente social Maria do Socorro Azedo Lobato; e a coordenadora do Serviço de Psicologia do Hospital, Maria Geórgia Duarte Macedo.

Pela manhã, no Auditório Dr. Zerbini da Faculdade de Medicina da UFAM (FM), foram realizadas palestras e um coffee break em alusão a data. As palestras apresentadas foram: “O resgate histórico da psicologia hospitalar no Brasil e a atuação da Psicologia Hospitalar no HUGV”, ministrada pela psicóloga do HUGV-Ebserh Cristiane Nass Kramek;  “Grupo Ballint”, ministrada pela Professora Selma de Jesus Cobra, Mestre em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) e professora da FM/UFAM; “Fatores que influenciam o adoecimento no trabalho”, ministrada pela Psicóloga do HUGV-Ebserh e Mestre em Psicologia Gerusa Menezes de Carvalho; e uma Roda de conversa com o tema “A atuação do Psicólogo em equipe multidisciplinar”, com a presença da psicóloga do HUGV-Ebserh Susan Carol de Oliveira Biscaro, especialista em Psicologia Clínica. No período da tarde, das 14h às 17h  houve também uma exposição de Banners no corredor central do HUGV.

UFAM tem maior número de trabalhos da região Norte inscritos no Sibee, em MG

Alunos de pós-graduação do Departamento de Química e da Pós-Graduação de Ciência e Engenharia de Materiais, além de PIBICs da Graduação em Química e Engenharias representaram a Universidade Federal do Amazonas e a região Norte no XX Simpósio Brasileiro e Eletroquímica e Eletroanalítica, realizado em Uberlândia, Minas Gerais, no período de 17 a 21 de agosto passado. 
 
Ao todo, eles somaram 12 pesquisadores de dois grupos de pesquisas: Estudo e Pesquisa em Eletroquímica e Energia (EPEE), coordenado pelo professor Dr. Raimundo Passos e o Grupo de Eletroquímica e Materiais Avançados (Gemata), sob coordenação do professor Dr. Leandro Pocrifka.
 
O Sibee é um evento realizado a cada dois anos, desde 1978, sendo o mais importante fórum nacional para discussão dos avanços e dos desafios da eletroquímica e eletroanalítica e para divulgação de resultados científicos e tecnológicos. 
 
Entre os trabalhos estavam o de graduação, intitulado 'Use of guarana as a inhibitor corrosion in steel 1020', do aluno Abel Tavares, do curso e Engenharia de Petróleo e Gás e integrante do Gemata e de pós-graduação em nível de mestrado: Alunos de Mestrado 'Synthesis and characterization of Fe2O3/rGO nanocomposites', de Valeska Jezini, grupo Gemata; 'Eletrooxidação de Glicerol sobre catalizadores de Pt75Co25, Pt75Ni25/C e Pt75Co12,5Ni12,5/C em meio alcalino', de Vanessa de Araújo, grupo EPEE e 'Study of different concentrations of the acid in the electrodeposition of Polyaniline (PANI) for use in Supercapacitors', de João Carlos Martins Gemata. A apresentação oral ficou por conta da aluna Jessica Cristina Gualberto (Gemata), com o trabalho 'Synthesis and characterization of ZnO nanoparticles applied in photocatalysis', Ronny Araujo Martins (Gemata), que abordou 'Juca as a Green Corrosion Inhibitor  for AISI 1020 steel' e Raquel Bezerra do EPEE, com o 'Estudo Teórico via DFT da adsorção do glicerol sobre Pt(111)Pt3Sn(111)'. 
 
Entre os alunos doutorandos estiveram os trabalhos: 'Synthesis and characterization of CO3O4 nanoparticles Synthesis edição anterior adapte sol-gel method', de Carlos Sérgio Ferreira (Gemata), que também fez apresentação oral do trabalho 'Sol-Gel Synthesis and Pseudocapacitive performance evaluation of nickel oxide'.  
 
A também estudante de doutorado Lianet Aguilera, do grupo Gemata, defendeu o trabalho 'Preparation of nickel hidroxide by electrochemical deposition for supercapacitors applications', enquanto Querem Rebelo falou sobre 'Synthesis and caracterization structural and eletrochemistry of NiCoO2' e o tema 'Efeito da concentração de etilenoglicol sobre catalizadores de PdRhNi/C' foi o foco do trabalho de Querem Rebelo. A última doutorando com trabalho trabalho defendido foi Vera Lucia Marinho, com 'Efeito da concentração de etilenoglicol sobre catalizadores de PdRhNi/C'.
Nenhum dos trabalhos foi premiado, mas este ano o Amazonas levou o maior número de trabalhos em comparação aos dois últimos simpósios. Enquanto nesta edição foram 12, em 2011 foram apenas quatro. 

SECONS divulga pautas das reuniões dos Conselhos Superiores

A Secretaria dos Conselhos Superiores da Universidade Federal do Amazonas (SECONS/UFAM) torna pública as pautas das reuniões do Conselho de Administração (CONSAD) e do Conselho Universitário (CONSUNI).

A reunião do CONSAD acontecerá nos dias 31 de agosto e 1° de setembro, de 8h30 às 12h30 e de 14h30 às 18h30, no Plenário Abraham Moysés Cohen, localizado na Faculdade de Direito da UFAM, no Setor Norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, em Manaus.

A reunião do CONSUNI acontecerá nos dias 02 e 03 de setembro, também no Plenário Abraham Moysés Cohen, nos horários de 8h30 às 12h30 e de 14h30 às 18h30.

Progesp divulga resultado de professores solicitantes de renovação de contrato com a Instituição

A Pró-Reitora de Gestão de Pessoas (Progesp) divulga o resultado final dos pedidos de renovação de contrato de mais de 200 professores substitutos da Universidade Federal do Amzonas.

Com base na relação, os professores são das Faculdades de Estudos Sociais, Ciências Agrárias, Ciências Humanas e Letras, Educação, Educação Física, Odontologia, Tecnologia, Ciências Exatas e Medicina, além de Psicologia, Ciências Bioilógicas e Direito, em Manaus, e de institutos do interior, no caso, Parintins, Benjamin Constant e Itacoatiara.

A carga horária dos contratos e de 40 e 20 horas semanais.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (RESULTADO FINAL - RENOVAÇÃO DE CONTRATO - SUBSTITUTOS.pdf)Renovação de contrato[ ]396 kB

PPG em Ensino de Ciências e Matemática realiza nesta semana, exames de qualificação dos seus discentes

A primeira turma de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPG-ECIM) realiza durante toda esta semana, de 24 a 28 de agosto, seus exames de qualificação. O local das apresentações é a Sala 03, Térreo do Bloco do Departamento de Estatística, do Instituto de Ciências Exatas (ICE), setor norte do Campus. Os discentes, suas dissertações, e os horários dos exames, encontram-se na programação em anexo: 

 

Comunicado GEAP

O Plano de Saúde GEAP comunica que os atendimentos do hospital e maternidade Santo Alberto estarão suspensos a partir de amanhã (25), em virtude de rescisão contratual. Os pacientes poderão ser direcionados para os seguintes serviços:

Urgência/emergência adulto: Beneficente Portuguesa, Check up, Hospital São Lucas e Hospital Santa Júlia.

Urgência/emergência pediátrica: Hospital Samel.

Atendimentos ambulatoriais (consultas e exames): prestadores credenciados disponíveis no site.

Mais informações podem ser obtidas por meio da Central de Atendimento GEAP 0800 728 8300, por meio do site www.geap.com.br ou na própria sede da Fundação, que fica na Av. Djalma Batista, 745 – 4º and. São Geraldo – Manaus - AM. 

Cunhantã Digital: movimento busca aumentar participação das mulheres na área de exatas

Dos mais de 580 mil profissionais de TI que atuam no Brasil, apenas 20% são mulheres. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Na região Norte, estima-se que os números sejam ainda menores, de acordo com a professora Tanara Lauschner, do Instituto de Computação da Ufam.

Para mudar esse quadro e mostrar que as mulheres podem ter sucesso na área de tecnologia da informação, um movimento chamado meninas digitais foi criado há cinco anos.  Na versão amazonense, o movimento foi batizado de cunhantã digital e foi apresentado hoje dentro do Simpósio Brasileiro de Qualidade de Software, no Studio 5 Centro de Convenções.

O baixo percentual se estende mundo afora. Nos Estados Unidos, o último censo estima que elas ocupam apenas 25% dos empregos em TI. No ano passado, o Google revelou que apenas 30% de todos os seus colaboradores são do sexo feminino.

A professora Claudia Capelli, da UNIRIO e ex-executiva de  Multinacionais de TI disse que há 30 anos, quando ingressou na faculdade, o preconceito era maior mas ele ainda existe.

“O número de mulheres em TI vem aumentando a duríssimas penas. A competição com os homens é muito grande”, afirma a professora da PUC-Rio, Karin Breitman.

Para Rosiane de Freitas, professora da Ufam, a escolha pela carreira profissional é influenciada ainda na infância. “Enquanto vemos meninas sendo estimuladas para brincar de boneca, casinha, os meninos brincam com jogos de guerra e de tecnologia. Daí elas acabem sendo direcionadas para as áreas de cuidados, como humanas e saúde e eles para as exatas.

A senadora Vanessa Grazziotin, procuradora da Mulher no Senado, ainda há dificuldade para a sociedade perceber que há diferenças no acesso quando se fala em homens e mulheres. “Não basta querer. O acesso precisa ser o mesmo para ambos. Na prática, não é isso o que acontece. As mulheres ainda ganham 27% a menos que os homens mesmo ocupando o mesmo cargo”, revelou.

Alunas da Ufam criam aplicativos voltados para o público feminino

Alunas do Instituto de Computação da UFAM desenvolveram aplicativos de celular para facilitar a vida das mulheres. O “Mommy´s BeneFIT”, “What the hack” e “Make UPhi” foram apresentados no Cunhantãs Digitais, que encerrou hoje e faz parte da Escola Avançada de Qualidade de Software na Amazônia.

Os aplicativos são frutos de uma competição internacional chamada Hackathon, que significa maratona de programação. O trabalho foi coordenado pela professora Rosiane de Freitas Rodrigues.

 Aplicativos

“Mommy´s BeneFIT” - O aplicativo Mommy’s Benefit é destinado para grávidas que procuram melhorar a sua qualidade de vida através da prática de exercício físico. Ele permite que as mulheres grávidas que não tem conhecimento dos exercícios físicos apropriados possam ter acesso a essas informações. Elas podem ler os comentários de outras grávidas sobre as atividades físicas para que possam ter maior segurança para a prática de atividades e também podem ver onde praticá- las, pois muitas vezes, a grávida sabe que pode praticar exercícios físicos, mas não encontra locais apropriados.

“What the hack” -  O What the hack é um aplicativo móvel baseado em jogo voltado para as meninas que querem saber mais sobre carreiras tecnológicas e do papel das mulheres neles. Fornece uma base de informações para facilitar a partilha de conhecimentos e incentivar a participação , o que também garante o intercâmbio entre as jovens em suas atividades acadêmicas iniciais e mulheres profissionais, gerando cultura, melhorando a rede, bem como permitindo o reconhecimento de algo que elas criaram. Além disso, a participação em tais eventos contribui também para a troca de experiências com as mulheres bem-sucedidas nesses campos.

“Make UPhi” - É um aplicativo voltado para a composição feita por Fibonerds . Usando proporções matemáticas, a aplicação avalia as características faciais de um usuário e sugere algumas dicas de maquiagem.

Cunhantã Digital 

O Cunhantã Digital está na sua primeira edição e busca estimular a maior participação das mulheres da região amazônica em áreas de ciência&tecnologia, promover a interação entre mulheres profissionais e meninas em formação, bem como estimular o ingresso de mulheres em cursos de graduação e carreiras de tais áreas.

É um evento impulsionado pelo Women in Information Technology (WIT), evento satélite do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC), pelo projeto Meninas Digitais, também da SBC, voltado para meninas do ensino médio, e pelo projeto SciTechGirls do Instituto de Computação da Universidade Federal do Amazonas, voltado para o desenvolvimento de aplicativos e participação em competições de programação científicas e tecnológicas.

 

Por Mariane Cruz

Fotos de Valmir Lima

Visita de representantes da Embaixada Norte Americana pode conduzir à parceria internacional

Protec, Propesp, ARII representaram a UFAM em reuniãoProtec, Propesp, ARII representaram a UFAM em reunião
Um grupo de gestores, professores e pesquisadores da Universidade Federal do Amazonas recebeu, na tarde desta quinta-feira, 20 de agosto, dois representantes da embaixada dos Estados Unidos, que visitaram a Instituição afim de identificar as parcerias já existentes entre a Ufam e universidades norte americanas, bem como avaliar possibilidade de novos acordos de pesquisa e ensino entre os países. 
 
Na reunião, estiveram presentes os norte-americanos Aaizon Pratt e David Delmonaco, enquanto a Ufam foi representada , o pró-reitor da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, professor Gilson Monteiro, o assessor de Relações Internacionais e Interinstitucionais, professor Naziano Filizola, a diretora do Departamento de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia, Socorro Lima Verde, além dos professores da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF), Emerson Silva, de Química, Walter Brito, do coordenador do Programa de Pós-Graduação Biotec, professor Carlos Gustavo, da diretora do Departamento de Pesquisa da Propesp, Marne Vasconcelos. 
 
Aarizon Pratt, representante da embaixada, foi o primeiro a se pronunciar. Ele explicou que atua na área de Ciência, Tecnologia e Saúde, tendo como foco as mudanças climáticas. A vinda à Amazônia, segundo ele, é para fins de estabelecimento de intercâmbio entre instituições visando cumprir uma agenda de pesquisa que atenda aos interesses de ambos os países. 
 
"Sei que temos muita cooperação para fomentar pesquisa em Ciência e Tecnologia, mais do que em qualquer outra área do conhecimento, mas queremos fortalecer essas relações, entendendo como as mudanças legais, a exemplo da Lei de Biodiversidade, pode interferir e trazer impactos para a região. Também gostaríamos de apoiar as incubadoras e saber do que precisam para ter sucesso", adiantou ele.
 
O professor Naziano Filizola falou aos convidados, apresentando um breve panorama do que a Universidade tem produzido em parceria com instituições estrangeiras. 
 
"Temos alguns convênios com instituições norte-americanas, mas ainda aquém do que poderia ser. Temos pesquisadores atuando no levantamento hidrométrico brasileiro, em questões de políticas florestais, mais recentemente, temos construído um diálogo com a empresa Boing para que venham prestar um workshop sobre sensoreamento remoto e recursos naturais utilizando drones", disse. 
 
O assessor também informou sobre a existência da um acordo na área de Biotecnologia, com a Universidade do Tennessee, embora ainda com pouca adesão de professores locais.   
 

Norte-americanos atuam na área de Ciência e Tecnologia, em Embaixada Norte-americanos atuam na área de Ciência e Tecnologia, em Embaixada

Entre as sugestões dadas pelos professores estava a revisão sobre o acesso de pesquisadores e alunos pesquisadores do Brasil nos Estados Unidos. Segundo dois professores, Carlos Gustavo Nunes Silva, da Biotec e Emerson Silva Lima, da FCF, os docentes-pesquisadores deveriam ser tratados de forma diferenciada quando da necessidade de entrar no País, seja para participação de eventos internacionais ou visitas técnicas para fins de pesquisa e ensino, embora eles considerem que a legislação brasileira precisaria reformular sua política nesse sentido. O assessor da Arii, professor Naziano Filizola corroborou com o posicionamento de ambos. 
 
"No caso do Programa Ciências Fronteiras nós temos a opinião de que ele não nos beneficia efetivamente, porque os estudantes vão e quando retornam perdem o vínculo com a Instituição, uma vez que não existe interação entre as Universidades enquanto ele está no exterior. Há outra iniciativa, um já existente com a Alemanha, já na terceira geração, que nos rende mais resultados, porque é bilateral". disse. 
 
Ao fim da reunião, o pró-reitor da Propesp, professor Gilson Monteiro, avaliou a reunião. Disse que os representantes norte-americanos vieram em busca de firmar parcerias em Nanotecnologia e Biotecnologia, mas promoveram um diálogo sobre outras possibilidades de parceria. 
 
"Se nós conseguirmos estabelecer acordos para a promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação, vamos alcançar um importante intento: o da internacionalização da Instituição como a nacionalização das nossas pesquisas. Também promoveremos um mapeamento de pesquisadores interessados em participar de mobilidade, tanto de lá para cá, quanto da UFAM para os Estados Unidos", comentou ele.

Secons divulga deliberações do CONSEPE na reunião de agosto

A Secretaria dos Conselhos da Universidade Federal do Amazonas divulga as deliberações realizadas na reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) realizada nos dias 04 e 05 de agosto de 2015. 

Para conhecer as decisões, confira o documento em anexo.

 

 

DAPES disponibiliza acesso ao controle de entrada de Processos, através de seu site

O Departamento de Administração de Pessoas, da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGesp), conta agora com um serviço de consulta de processos, que tem como objetivo permitir que o servidor possa consultar o andamento da sua solicitação. O monitoramento pode ser acompanhado pelo seguinte endereço: http://progesp.wix.com/dapes2015#!consulta-de-controle-de-processos/c1drp
 
Mais informações pelos telefones: (92) 3305-1478 / 99183-0971. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 
Notícia relacionada:

 

 

CAUA promove atividades culturais nos meses de agosto e setembro

Nos meses de agosto e setembro, o Centro de Artes Hahnemann Bacelar da Universidade Federal do Amazonas (CAUA/UFAM) promove uma série de atividades culturais. Confira abaixo!

Eventos

Sarau de Chorinhos "Piolho de Cobra" é uma das atrações do mês no CAUASarau de Chorinhos "Piolho de Cobra" é uma das atrações do mês no CAUANo dia 21, sexta-feira, a partir das 17h, em comemoração ao Dia do Folclore, o CAUA promoverá uma atividade temática alusiva à data. O evento contará com a presença do grupo Associação Cultura Brasileira de Capoeira e do grupo de maracatu Eco da Sapopema.

Dia 27, quinta-feira, o ritmo do chorinho invadirá o Centro de Artes. A partir das 19h00, em parceria com o CAUA, o Instituto Desembargador Cândido Honório (IDESCH) promove o Sarau com Chorinhos Brasileiros "Piolho de Cobra", apresentado pelo grupo de professores de música do IDESCH com cavaquinho, violão, saxofone, flauta transversal, pandeiro e tantã. A entrada é franca.

No dia 31, segunda-feira, a partir das 17h, o Centro de Artes recebe o percussionista Ygor Saunier, que lançará a obra “Tambores da Amazônia”. Saunier é professor do curso de Bateria e Percussão do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro (LAOCS) e acompanha a cantora amazonense Karine Aguiar em turnê pelo mundo, na divulgação do álbum “Arraial do Mundo”, de autoria da cantora.

Oficinas

Entre os dias 20 e 31 de agosto, o CAUA estará com inscrições abertas para a oficina de Introdução à Mímica no Teatro, com o instrutor Adoni Zedeque Amaral Menezes. A oficina será realizada entre os dias 01 e 15 de setembro, de 14h a 16h. São oferecidas 15 vagas, e ao final da oficina, o participante receberá um certificado de 20 horas de atividades complementares.

Também entre os dias 20 e 31 de agosto, o CAUA abre inscrições para oficina de Hip-Hop Soul, Nível Iniciante, com o instrutor Fabrício Lucas Barros. A oficina será realizada entre os dias 01 e 15 de setembro, no horário de 09h a 11h. Também são oferecidas 15 vagas, e os participantes receberão um certificado de 20 horas de atividades complementares.

Entre os dias 14 e 18 de setembro, o CAUA também promove as oficinas de Desenho de Perspectiva, de 08h a 12h, e A Arte do Mosaico, de 14h as 18h. Já entre os dias 21 e 25 de setembro, novamente Desenho de Perspectiva, e as oficinas ToyArte, Introdução à Serigrafia, e Introdução à Bateria, todas nos horários de 14h as 18h. Os participantes receberão um certificado de 20 horas de atividades complementares.

As oficinas são destinadas a pessoas maiores de 15 anos. Para fazer a inscrição para qualquer uma das duas oficinas, o candidato deve se dirigir à sede do CAUA com cópia frente-e-verso do RG. O CAUA fica localizado na Rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro, esquina com Rua Tapajós, em frente à sede do Luso Sporting Club, nas proximidades da Igreja de São Sebastião.

Biblioteca Central informa sobre atualização de sistema Pergamum

A Biblioteca Central comunica a todos que no dia 20 e 21 de agosto de 2015 (quinta e sexta-feira), o Sistema de Automação Biblioteca (Pergamum) estará indisponível em todas as bibliotecas da UFAM, por necessidade de atualização do software.

Por essa razão, as bibliotecas setoriais não poderão realizar quaisquer atividades envolvendo o uso do sistema neste período, incluindo empréstimo, devolução e renovação de livros, bem como o empréstimo de chaves dos armários. Esta atualização é indispensável para a melhoria dos recursos do sistema, o que beneficiará diretamente toda a comunidade acadêmica. 

A Biblioteca Central agradece a compreensão de todos e se coloca à disposição para demais informações pelo telefone (92) 3305-5055 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Centro de Línguas da UFAM está com inscrições abertas até sexta-feira, 21

O Projeto CEL/UFAM está com matrículas abertas para os cursos de idiomas em inglês, espanhol, francês, japonês e português para estrangeiros. As inscrições seguem até sexta-feira, 21.
 
Os cursos de língua inglesa e língua espanhola são intensivo e extensivo. O intensivo funciona à noite, de segunda a quinta-feira, das 18h30 às 20h30, e têm duração de dois anos, distribuídos em quatro semestres. O curso extensivo funciona aos sábados, com turmas no turno matutino e vespertino.
 
Para se matricular basta dirigir-se ao projeto CEL (Bloco Mário Ypiranga, piso 3, ICHL, UFAM) das 8h30 às 17h durante a semana ou das 9h às 12h ao sábado.
 
Para informações adicionais, poderá contatar o coordenador-geral do Projeto CEL, Professor Doutor João Luiz, pelo número (92) 99122-5130.
 
Sobre o CEL
 
O Centro de Estudo de Línguas é um projeto autossustentável da Universidade Federal do Amazonas e tem como finalidade oportunizar a aprendizagem de línguas estrangeiras à comunidade a preços socialmente acessíveis a todos. O Projeto foi criado em 1990 pelo Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras (DLLE). O início de suas atividades foi marcado pelo ensino básico de língua inglesa e, em seguida foi instituído o ensino das línguas francesa, e espanhola, além de português como língua estrangeira e língua japonesa. 
 
O Projeto se destina à comunidade em geral: adolescentes a partir de 13 anos, profissionais liberais, alunos e professores da educação básica, a comunidade universitária, estrangeiros residentes em Manaus, entre outras pessoas interessadas. 

`Cidades, Vilas e Sazonalidade na Amazônia´ é tema de mais um debate ambiental no CCA

Como parte da programação de palestras do projeto `O Ambiente Além da Sala de Aula: Debate Ambiental´, o Centro de Ciências do Ambiente da UFAM (CCA), recebeu na manhã de terça-feira (18), a professora do  Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Cidades da Amazônia Brasileira da UFAM (Nepecab), Tatiana Schor. A Docente ministrou a palestra `Cidades, Vilas e Sazonalidade na Amazônia´.

Em sua participação no encontro, Tatiana explicou como a sazonalidade dos rios do Amazonas, influencia no custo de vida, moradia, transporte e produção de alimentos, nas cidades e vilas que fazem parte da calha Solimões-Amazonas, de Tabatinga a Parintins, área de atuação da pesquisadora, juntamente com o Nepecab.

“O que tentamos fazer é uma análise integrada das relações entre sistema hidrológico e esses aspectos do processo de urbanização da população (sistema de abastecimento, custo de vida, transporte e a moradia)”, explicou a Docente. Muito antes dessa análise, Tatiana Schor já havia estudado as relações entre a sazonalidade dos rios e a saúde das populações tradicionais. Determinados períodos do ano desencadeiam doenças na população. E esses males estão relacionados com a subida e descida das águas.

Sistema hidrológico e urbanização            

Segundo a Pesquisadora, o rio tem um papel importante na dinâmica urbana, e na estruturação das redes urbanas. Ele é o fator determinante da organização urbana e social. A sazonalidade dos rios interfere em quatro aspectos da urbanização de vilas e cidades do Amazonas: custo de vida, moradia, transporte e sistema de abastecimento.

No custo de vida, quando o rio baixa, surgem as várzeas. Esses locais são férteis para a produção de alimentos, o que diminui o custo de vida local. No aspecto moradia, existem modos construtivos adaptados à subida das águas, como por exemplo, as marombas, madeiras postas sobre o assoalho, construídas pelo próprio morador. Já no transporte, a cheia e a seca dos rios determinam o tempo de duração das viagens de barco.

Professora Tatiana SchorProfessora Tatiana SchorOutro aspecto da urbanização é o sistema de abastecimento das cidades e vilas da Amazônia, oriundas da produção rural, dependente dos rios. Para a Professora, a sazonalidade dos rios monta um calendário próprio, e cita como exemplo o extrativismo do camarão em Coari. “Neste período do ano está acontecendo a pesca do camarão no Município, pra vender no mercado. E tem (camarão) neste período. Não vai ter em outro”.

A proximidade do porto com a cidade também sofre influência do rio. Na seca, forma-se uma grande área na frente das cidades, que acaba virando um mercado. Já na cheia, o rio chega até o mercado. “Então essa sazonalidade também muda a cara da cidade. Muda as relações que as pessoas tem com a cidade”, finaliza Tatiana Schor.

Nesse terceiro Debate, o CCA contou com a participação especial de professores e alunos do Ciência na Escola, programa que realiza a alfabetização científica e tecnológica, destinada aos estudantes e professores da educação básica do Amazonas. 

Na próxima terça-feira (25), o projeto `O Ambiente Além da Sala de Aula: Debate Ambiental´ finaliza a série de palestras do mês de agosto no CCA, com a temática `Ações da Defesa Civil frente aos Eventos Sazonais´, cujo palestrante é Hermogenes Rabelo, da Defesa Civil do Amazonas. A atividade começa às 09h30. O CCA está localizado no setor sul Campus, próximo da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA). 

Aulas presenciais de inglês do Nucli começam no dia 19 de agosto

O Núcleo de Línguas da Ufam (Nucli) divulga o quadro de salas, horários e professores responsáveis pelas aulas presenciais de inglês, que tem início no dia 19 de agosto, quarta-feira. Nesta primeira edição o Nucli ofertou os seguintes cursos:

Preparatório para o TOEFL ITP (A2);

Preparatório para o TOEFL ITP (B1);

Inglês em Uso: Situações Cotidianas (A2);

Redação de Cartas e E-mails em Inglês (B1);

Elaboração de Abstracts (B1);

Leitura em Língua Inglesa (A2);

Leitura em Língua Inglesa (A2);

Inglês para o Mercado de Trabalho (B1).

Acesse abaixo o quadro de salas e horários. Demais informações através da Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (ARII): (92) 3305-1753 /  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ;  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. / Facebook: ARII Ufam.

Prévia do contracheque, referente a agosto de 2015, já está disponível para os servidores

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas – PROGESP /FUA informa que a prévia do contracheque referente a agosto de 2015 dos servidores ativos, aposentados e dos pensionistas, pertencentes ao quadro da Universidade Federal do Amazonas, já está disponível no site http://servicosdoservidor.planejamento.gov.br

Em caso de dúvidas, os servidores podem entrar em contato com a PROGESP pelos telefones: (92) 3305-1478 e (92) 3305-1479, além do portal http://progesp.wix.com/dapes2015 e do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Para acessar o portal e ver o contracheque, o servidor deve seguir os passos que constam em anexo: 

Economistas da UFAM são homenageados em sessão especial na ALEAM

Sessão EspecialSessão EspecialComo parte das comemorações alusivas ao Dia do Economista, celebrado anualmente no dia 13 de agosto, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), realizou na última quarta-feira (12), sessão especial aos 64 anos da Profissão no Brasil.

Na solenidade, de autoria dos deputados estaduais José Ricardo, Serafim Corrêa, e o presidente da Aleam, Josué Neto, oito economistas do Amazonas foram homenageados, sendo seis professores Faculdade de Estudos Sociais da UFAM (FES): Admilton Pinheiro Salazar, Luiz Roberto Coelho Nascimento, Nelson Manuel de Campos, Rodemarck Castelo Branco, Saul Benchimol (representado pelo seu filho), e Sylvio Puga, diretor da FES.Homenageados. À direita, professores da UFAMHomenageados. À direita, professores da UFAM  

Todos os docentes, ativos e aposentados, receberam certificados de honra ao mérito. Já a placa de reconhecimento profissional foi entregue ao presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon), da 13ª Região-AM, Marcus Evangelista.

Segundo dados do Corecon-Am, existem 1.120 economistas no Amazonas, registrados e ativos, atuando na iniciativa pública e privada. Em todo o país, são 80 mil profissionais, conforme dados do Conselho Federal de Economia (Confecon). A Profissão foi criada no dia 13 de agosto de 1951, através da Lei 144, sancionada na época pelo presidente do Brasil, Getúlio Vargas.

                                                              

Com informações da Ascom Aleam

Gestores participam de reunião administrativa na ProGesp

Pró-Reitores, diretores de unidades acadêmicas, e órgãos suplementares, participaram na última quarta-feira (12) de uma reunião promovida pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGesp), para tratar de conteúdos referentes a provimento e substituição de funções gratificadas e cargos de direção (FG, FCC e CD), bem como o agendamento, programação, reprogramação, interrupção e cancelamento de férias, padronização do boletim de frequência, e atualização e correão da lotação dos servidores da Fundação Universidade Federal do Amazonas (FUA).

A proposta da reunião, realizada durante todo o dia, na Sala de Treinamento da ProGesp, foi para dirimir dúvidas, definir fluxos e organizar os dados referentes aos servidores em consonância com o cadastro do sistema, e buscar de forma conjunta, com o apoio das unidades, aperfeiçoar fluxos e procedimentos naquilo que se refere a gestão de pessoas no âmbito da FUA.

Nota de pesar - Professor Antônio Machado Leitão

A Universidade Federal do Amazonas, em especial, a Faculdade de Ciências Agrárias, informa, com pesar, o falecimento do professor Antônio Machado Leitão. O corpo foi velado na Funerária São Francisco, na Cachoeirinha, e o  enterro, às 15h, no Cemitério São João Batista. Antôno Machado Leitão era professor aposentado da FCA.

Pós-graduação interdisciplinar é pauta em encontro de pró-reitores da Região Norte

Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação das regiões Norte e Nordeste estiveram presentes no EncontroPró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação das regiões Norte e Nordeste estiveram presentes no EncontroDiscutir a internacionalização da interdisciplinaridade e integração regional, transformando as teorias em práticas. Esse é o objetivo do I Encontro de Pró-Reitores da Região Norte, que acontece nos dias 14 e 15 de agosto, no Auditório da Ciência, localizado no Campus I do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), bairro do Aleixo, zona Sul de Manaus.

Entre os participantes do Encontro, está o professor Dr. Gilson Monteiro, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Junto com ele, o professor Dr. Adalberto Val, do INPA, falou sobre a interdisciplinaridade na Pós-Graduação na Região Norte, além dos avanços e desafios para o campo.

O professor Gilson abordou, em sua fala, o processo de formação dos alunos de pós-graduação. Segundo ele, existe um problema muito grave para a própria pós-graduação, que vem de um processo de formação na educação básica que é falho demais. “Hoje, nós estamos com a pós-graduação natimorta, uma vez que nós não conseguimos uma formação que esteja agregando. Muito pelo contrário. Estamos com problemas para as seleções de pós-graduação, falta de preenchimento de vagas na graduação e uma educação básica muito ruim.

O pró-reitor ressaltou que em virtude disso, os pró-reitores e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) estão realizando ações conjuntas para fomentar a pesquisa no ensino básico. “Um desses programas é o Ciência na Escola, que é parte fundamental desse processo de formação”, salientou.

A perspectiva do olhar

Segundo Monteiro, quando se trabalha com interdisciplinaridade, a perspectiva do olhar é outra, a metodologia é outra, é Da esquerda para a direita: professores Drs. Adalberto Val e Gilson Monteiro. Monteiro falou sobre uma nova perspectiva para a formação no ensino básico.Da esquerda para a direita: professores Drs. Adalberto Val e Gilson Monteiro. Monteiro falou sobre uma nova perspectiva para a formação no ensino básico.uma nova forma de se fazer ciência. “Você precisa ter novas metodologias e novos processos de seleção que levem em conta todo o olhar interdisciplinar, que trabalha com a visão global das coisas”.

“O simples fato de ser interdisciplinar não é colocar disciplinas lado-a-lado, mas é procurar as interconexões entre as disciplinas. Dois bons exemplos que nós temos são os Programas de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCCOM) e Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA), que trabalham justamente com as interdisciplinaridades dentro das suas áreas”, afirmou o pró-reitor.

O Encontro

Promovido pelo Fórum de Pró-Reitores de Pós-Graduação e Pesquisa (FOPROP), o I Encontro de Pró-Reitores da Região Norte elaborará, ao final do evento, a Carta de Manaus de 2015, que será encaminhada ao Diretório Nacional do Fórum para discussão no Encontro Nacional de Pró-Reitores de Pós-Graduação e Pesquisa (ENPROP), que acontecerá na cidade de Goiânia (GO), em novembro de 2015.

Progesp publica resultado parcial dos pedidos de renovação de contratos de professores substitutos

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) divulga o resultado parcial dos pedidos de renovação de contrato dos professores substitutos. Confira o resultado no documento em anexo.

 

 

 

Palestra no HUGV aborda ferramentas para incrementar pesquisa científica

Professor Mabio Coelho Neto apresenta ferramentas de pesquisa ao públicoProfessor Mabio Coelho Neto apresenta ferramentas de pesquisa ao públicoO Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), promoveu na segunda-feira, 10, por meio de sua Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP), a palestra “Maximização da Eficiência na Pesquisa Científica por meio de Ferramentas e Procedimentos”, ministrada pelo Professor Mabio Ramos Coelho Neto, Engenheiro pela Berkeley University, Mestre em Engenharia de Software pela Southern Methodist University e Doutor em Segurança de Informação pela Columbia University. O evento ocorreu no auditório Dr. Zerbini, da Faculdade de Medicina da UFAM, e contou com cerca de 40 participantes, entre residentes, professores, acadêmicos e profissionais em saúde e interessados em pesquisa científica.

Em aproximadamente duas horas de palestra, o professor Mabio Coelho Neto discorreu sobre técnicas e instrumentos para incrementar a eficiência da pesquisa científica por meio da utilização de ferramentas de software livre e métodos de investigação bibliográfica eficientes. O professor apresentou ao público a ferramenta Zotero, um gerenciador de referências em software livre e de código aberto, criado para gerenciar dados bibliográficos e materiais relacionados a pesquisa, capaz de coletar e organizar referências bibliográficas de sites automaticamente, facilitando a vida do pesquisador e agilizando pesquisas.

Além disso, o Zotero é capaz de catalogar páginas da internet automaticamente, manter organizada a coleção de itens de sua preferência, e funciona como uma extensão para navegadores, com sincronização online, geração de citações em texto, rodapés e bibliografias. A extensão permite armazenar sites com artigos, vídeos, arquivos em PDF e outras publicações espalhados pela web de forma rápida e fácil, além de possibilitar economia de tempo e trabalho ao catalogar referências para usar em monografias, teses, dissertações, artigos, papers e pesquisas em geral.

A Chefe de Unidade de Gerenciamento de atividades de Pós-Graduação da Gerência de Ensino e Pesquisa do HUGV, Andrea Costa de Andrade, afirmou: “É muito importante para nós da GEP e para o próprio HUGV a realização de eventos como este. Se por um lado  facilita o trabalho dos pesquisadores ao apresentar novas tecnologias, por outro promove encontro de pesquisadores e interessados  na área, o que pode fomentar o desenvolvimento de novos trabalhos científicos”.

Laboratório da UFAM é destaque em publicação de sociedade científica

O Laboratório de Estudo do Desempenho Humano da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade Federal do Amazonas (LEDEHU/FEFF/UFAM) foi destaque na edição de agosto de 2015 do Newsletter da Sociedade Brasileira de Biomecânica (SBB). A matéria da revista traz uma explicação detalhada sobre as atividades desenvolvidas pelo LEDEHU, bem como a lista de docentes e estudantes que participam do laboratório.
 
Para acessar a publicação, clique aqui.
 
Segundo o professor Dr. João Libardoni, coordenador do laboratório, é a primeira vez que o LEDEHU tem destaque em uma publicação na área da biomecânica, o que demonstra o comprometimento do laboratório no desenvolvimento científico e tecnológico da região Norte. 
 
“Esta publicação é bastante relevante, pois mostra ao Brasil que o LEDEHU/FEFF/UFAM já possui base consolidada na produção do conhecimento cientifico na área da biomecânica, além de ter aporte estrutural ao mesmo nível das demais IES”, aponta Libardoni. “Com o reconhecimento do laboratório junto à SBB, novas portas se abrem para desenvolver futuras parcerias em pesquisas com os demais laboratórios de Biomecânica do país”.
 
Sobre o laboratório
 
Criado em 2010, o LEDEHU desenvolve atividades de pesquisa nas áreas de Biomecânica, Fisiologia do Exercício, Comportamento Motor, Treinamento Desportivo e Pedagogia do Esporte. Atualmente, o laboratório conta com sete professores e 19 acadêmicos, sendo oito de iniciação científica (PIBIC) e 11 envolvidos em atividades de extensão.

CTIC informa sobre migração de caixas postais

O Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC), antigo Centro de Processamento de Dados (CPD), informa que a partir de hoje, 10 de agosto, estará efetuando o processo de migração das caixas postais das contas que já se encontram validadas junto ao sistema de e-mail. O processo se iniciará sempre no horário de 17h00min até às 08h00min do dia seguinte. O prazo para que todos validem suas contas é de três meses, a contar da data de emissão deste aviso, ou seja, todos terão até o dia 10 de novembro de 2015 para validarem suas contas.

Durante o processo de migração, alguns usuários poderão não conseguir acessar seus e-mails.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (92) 3305-1194 e (92) 3305-1199.

PROTEC prorroga inscrições de trabalhos para a 12ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (PROTEC) comunica que as inscrições de projetos, grupos de pesquisas, pesquisadores, e pet’s da Universidade Federal do Amazonas, para a 12ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, foram prorrogadas até o dia 15 de agosto, sábado. As propostas devem ser enviadas na forma digital, para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Informações pelos telefones: (92) 3305-1758 (92) 99318-3195. Redes Sociais: Facebook Perfil: protec.ufam/ Facebook Página: UFAMPROTEC/ Twitter: @ProtecUfam

Notícia relacionada: 

Inscrições abertas para 12ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015

Nota de pesar: servidor Manoel de Almeida Reis

É com pesar que Universidade Federal do Amazonas informa o falecimento do servidor Manoel de Almeida Reis, lotado na Prefeitura do Campus Universitário (PCU). O corpo está sendo velado na Funerária São Francisco, bairro de Cachoeirinha, próximo ao antigo Terminal de Ônibus - T2, e a Igreja Santa Rita. O sepultamento será no cemitério Nossa Senhora Aparecida, às 15 horas.

Participantes da AgroUfam relatam práticas agroecológicas em encontro

Com o objetivo de fortalecer a rede de colaboradores da Feira Agroecológica da UFAM (AgroUfam), o Núcleo de Socioeconomia (Nusec), da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), promoveu na 17ª edição de agosto da Feira, realizada nos dias 6 e 7, o Iº Encontro de Troca de Experiências da AgroUfam.

Nesse Encontro realizado no auditório Samaúma da FCA, agricultores e artesãos de Manaus e do entorno, que participam da Feira comercializando produtos, relataram diversas práticas agroecológicas de suas comunidades, para os parceiros da AgroUfam (Estado e Município, e instituições de pesquisa).

Essa atividade foi dividida em dois painéis: `Aprendizado – Relatos de Experiências em Vivenciar o Espaço AgroUfam´, e `Interação entre Parceiros´. Os painéis contaram com a participação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam), Museu da Amazônia (Musa), Secretaria de Meio ambiente do Amazonas (Sema), do projeto social `Tocando em Frente ´, dos comunitários da RDS Igapó-Açu, e da Área de Proteção Ambiental (APA) Maroaga, em Presidente Figueiredo. Ambos os painéis foram mediados pela professora Kátia Cavalcante, do Nusec.

Na mesa de abertura, o diretor da FCA, professor Neliton Marques da Silva, ressaltou que a razão do Evento é mais do que simbólico. O Encontro mostra a preocupação da UFAM em discutir não só experiências, mas, sobretudo, os pontos de estrangulamento dos processos de produção da agricultura familiar no Amazonas.

“Este é o nosso grande desafio: cada vez mais fortalecer esse diálogo entre as lideranças dos produtores rurais familiares, e a Academia. O Encontro oportuniza discussões para construirmos uma nova agenda, ou reformular, não só de pesquisa, como também de soluções. Esse é o papel social da Universidade Federal do Amazonas, e de qualquer instituição pública que tenha compromisso social e acadêmico com a sociedade”, disse o Diretor.

Além dele, estiveram presentes na mesa de abertura a professora Jozane Lima, coordenadora de projetos do Nusec, a gerente do Pró-Rural da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Ellen Vaz, o vice-prefeito de Caapiranga, Joaquim Matos, e o membro da Associação Central dos Produtores Agroecológicos do Estado do Amazonas (Aproartes), Sebastião Duarte.

O Iº Encontro de Troca de Experiências da AgroUfam, é uma prévia do que vai acontecer na 20ª Edição da Feira que acontece em novembro. Segundo a professora Jozane Lima, do Nusec, nesse próximo encontro serão consolidadas parcerias em diversas áreas, como por exemplo, tecnológica, e de viabilização de algum subproduto.

Feira da Produção Familiar

Em seu segundo ano de atividades, a AgroUfam é uma feira que reúne produtos agroecológicos produzidos e comercializados por agricultores e artesãos de comunidades rurais do Amazonas, participantes de cursos ministrados pelo Nusec.

Pelo fato de suas edições acontecerem mensalmente na Faculdade de Ciências Agrárias, a AgroUfam difere de outras feiras porque favorece não só o comércio, como também a troca de conhecimentos científicos entre produtor e comunidade acadêmica. A Feira conta com a parceria da Sepror e Fapeam.

HUGV recepciona novos funcionários

Novos servidores participaram de seminário de integração nos dias 03 e 04Novos servidores participaram de seminário de integração nos dias 03 e 04O Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV/UFAM) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) realizaram nesta segunda (3) e terça-feira (4), um evento de integração para novos funcionários das áreas médica, assistencial e administrativa. Esta é a quinta convocação de funcionários contratados pela Ebserh para o hospital por meio dos concursos públicos EBSERH Nº 10/2013 e Nº 13/2014.

A solenidade ocorreu no Auditório Dr. Zerbini da Faculdade de Medicina (FM/UFAM). A mesa de abertura do evento foi composta pelo chefe da Divisão Administrativo Financeira do HUGV, Ricardo Baptista Cavalcante; o Gerente de Atenção à Saúde, Raul Antunes Ferreira; a Gerente de Ensino e pesquisa, Miharu Matsuura Matos; o Superintendente do Hospital, Rubem Alves Júnior; a Pró-Reitora de Gestão de Pessoas da UFAM, professora Dra. Kathya Augusta Thomé Lopes; e o Vice-Reitor da UFAM, professor Dr. Hedinaldo Narciso Lima, representando a Reitora da Universidade, professora Dra. Márcia Perales.

O superintendente do HUGV, ao parabenizar os novos funcionários, ressaltou que o HUGV é um excelente local de se trabalhar. “Um ambiente de trabalho é um ambiente de conflitos, e isso é ainda mais verdade em um hospital, mas mesmo assim não temos aqui um ambiente opressivo. O HUGV é uma família, e como toda família, resolvemos nossos problemas com foco e respeito. Este é um local onde todos zelam pelo servidor e pela saúde do paciente”.

Vice-Reitor da Universidade dirigiu algumas considerações aos novos funcionáriosVice-Reitor da Universidade dirigiu algumas considerações aos novos funcionáriosO vice-reitor da UFAM, Hedinaldo Narciso Lima, destacou a importância do HUGV na formação de profissionais de saúde no Amazonas. “O Hospital Universitário Getúlio Vargas tem papel fundamental no processo de formação de recursos humanos na área de saúde. Vários de nossos alunos de medicina, fisioterapia, enfermagem, farmácia, odontologia e outros passam parte de sua formação pelo HUGV, e vocês que estão ingressando hoje irão contribuir muito com o processo de formação destes profissionais”. Atualmente o HUGV possui 24 programas de residência médica e cinco de residência multiprofissional, totalizando 205 residentes atendidos.

Durante os dois dias de integração, foi ministrada uma série de palestras e dinâmicas para apresentar aos novos colaboradores os setores chaves do hospital, seu plano diretor estratégico, fluxos de trabalho e outras informações importantes, além de envolvê-los co ma missão, visão e valores com que eles terão que atuar.

Ao todo, 39 novos funcionários assinaram contrato: 12 médicos, cinco enfermeiros, um fisioterapeuta, um analista de administração, um analista de contabilidade, um fonoaudiólogo, um nutricionista, um analista de TI, um psicólogo, dois técnicos em farmácia, 12 técnicos em enfermagem e um técnico em informática. Com a entrada destes novos colaboradores, o HUGV tem atualmente 240 funcionários contratados pela EBSERH.