Centro Acadêmico de Direito promove debate sobre liberdade de expressão

Acadêmicos de Direito da UFAM, da UEA e da Uninorte estiveram presentes no debateAcadêmicos de Direito da UFAM, da UEA e da Uninorte estiveram presentes no debate

Nesta quarta-feira (28), o Centro Acadêmico de Direito 17 de Janeiro (CAD 17de Janeiro) promoveu um debate acalorado sobre liberdade de expressão e democracia, com a presença dos professores Daniel Gerhard, da UFAM, e Cássio Borges, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). O debate, que teve lugar no Auditório da Faculdade de Direito (FD), contou com a presença não só de alunos da UFAM, mas também de alunos do Centro Universitário do Norte (Uninorte) e também da UEA, além de professores e alunos de especialização da FD.

O professor Borges falou sobre o direito de questionar, o direito de opinar e ainda sobre a religião e a democracia.  Em uma de suas falas, falando sobre o atentado ao Charlie Hebdo, em Paris, ele falou que a censura é incompatível com a democracia. “A liberdade de expressão é incontestável, é o preço da democracia que precisa ser pago”, citou.

Logo em seguida, o professor Gerhard falou sobre a importância da liberdade como um fenômeno, e não como algo palpável. Citando autores do Iluminismo, como Denis Diderot, Jean D’Alembert e François Voltaire, o professor falou que todos nós somos responsáveis pelo outro na medida em que nos colocam a isso. “Todos nós estamos imersos numa comunidade de comunicação, e cabe lembrar que não nos cabe limitar a liberdade do outro”.

O debate na academia

Professor Daniel Gerhard, da UFAM, e professor Cássio Borges, da UEAProfessor Daniel Gerhard, da UFAM, e professor Cássio Borges, da UEA

O professor Gerhard falou que é importante trazer esse tipo de debate não só para a academia, mas também para toda a sociedade, para que se coloquem sob o jugo da reflexão as possibilidades de ação e atuação do homem na comunidade. Segundo ele, isso é necessário para que a nossa sociedade chegue efetivamente ao que a Constituição preceitua, que é uma sociedade que se comungue pelo direito de respeitar o outro e que se paute pela justiça social. “Precisamos saber se é possível rogar postulados de liberdade de expressão para ofender, para denegrir, para agredir, ou, se necessariamente, a comunidade exige um censo de solidariedade e de integração”, afirmou.

A aluna Járcia Dias, do 4° período do curso de Direito, foi uma das presentes à palestra, e considerou de altíssimo nível o debate. Segundo ela, é importante ouvir o que estes grandes mestres tinham a falar sobre o assunto. “Com certeza, tudo o que eles disseram aqui vai influenciar não só na minha vida pessoal, mas também na carreira profissional que eu pretendo seguir”, salientou.

Rafael Benzecry, aluno do 6° período de Direito e atual presidente do CAD, acredita que como estamos vivendo numa Universidade, falar de liberdade é algo muito forte. Para incentivar o debate e impedir qualquer tentativa de censura à comunidade acadêmica, decidimos promover o debate. “Aqui, nós estamos discutindo ideias que nem sempre são as mesmas que o outro pensa. Sempre é importante que nós estejamos batendo na tecla da liberdade, tanto de cátedra, para os professores, como de pensamento e opinião para nós, estudantes”, garantiu.

Produção científica reunida em mostra científico-cultural

A produção cientifica desenvolvida ao longo de dois anos está em exposição  na II Mostra Científco-Cultural da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) que acontece durante todo o dia (manhã/tarde) desta quinta-feira (29) no Hall da FCA, bloco 1, Setor Sul.  O evento objetiva divulgar para a comunidade universitária os trabalhos científicos desenvolvidos em nível de graduação e pós-graduação, visando a proporcionar interação e parcerias entre diferentes áreas do conhecimento.

Leia mais...

Libras: história dos intérpretes, sintaxe e iconicidade em debate no II Ciclo de Palestras

Para o auditório repleto de intérpretes, estudantes e pesquisadores da Língua Brasileira de Sinais (Libras), na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), a tarde desta quarta-feira (28) foi a oportunidade de conhecer as propostas de trabalho dos mestres Denise Coutinho, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Marisa Dias Lima, da Universidade de Brasília (UNB), e Victor Hugo Costa, da Universidade Federal de São Carlos (UFSC).

Eles foram convidados para a banca que irá selecionar sete docentes para Curso de Letras-Libras da UFAM. “Convidei os professores para aproveitarmos essa oportunidade de fazer um intercâmbio de conhecimento entre as pesquisas deles e nós que estamos iniciando esse trabalho aqui na UFAM. Em 2015, ingressará a segunda turma do curso”, comenta o chefe do Departamento de Letras-Libras (DLL), professor Iranvith Cavalcante.

Para Iranvith, que também coordena os Ciclos, a atividade de extensão proporciona a partilha a graduandos e parceiros, como a Escola Augusto Carneiro dos Santos. “Essa instituição para surdos já recebeu trabalhos dos acadêmicos da UFAM, que lá produziram um jornal bilíngue”, conta ele. Há dois projetos de iniciação científica em andamento nessa área. Um deles, sobre o espaço de enunciação do intérprete de Libras, da acadêmica Susy Gonçalves, recebeu menção honrosa no último Congresso de Iniciação Científica (Conic). O projeto revela que a localização dos sinais está numa esfera ao alcance dos braços do intérprete, o que a torna mais ampla que o tradicional conceito de quadro em plano americano bidimensional.

 

Pioneirismo

Bem antes de questões técnicas e conceituais sobre o trabalho dos intérpretes da Língua de Sinais, a pedagoga e mestre em Linguística Denise Coutinho, que iniciou na área aos 17 anos, conta como foi essa categoria se organizou desde os anos 1970, em especial no Nordeste. A obra “Interpretação em Língua de Sinais: de onde vim e para onde fui” é histórica, enquanto o livro “Interpretação em Língua de Sinais: convivências, estratégias escutas” volta-se para a experiência e os processos de interpretação.

Denise Coutinho foi a primeira a receber o Cadastro de Intérpretes da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), em 1997, mas já atuava como intérprete há quase duas décadas. Ela foi pioneira por ter iniciado o trabalho de interpretação em eventos abertos ao público. “Em 1981, atuei pela primeira vez num evento grande como intérprete da Língua de Sinais”, disse. Trata-se do I Congresso Brasileiro de Pessoas com Deficiência, organizado em Recife (PE), e fruto de uma articulação da Organização das Nações Unidas para que aquele fosse o Ano Internacional da Pessoa Deficiente.

 

Sintaxe e Iconicidade

Com proposta voltada ao campo da investigação científica, a mestre e doutoranda Marisa Dias Lima mostrou os passos de uma pesquisa que relaciona o aprendizado da sintaxe do Português Escrito como segunda língua a partir de um conhecimento da Língua de Sinais pelo aluno surdo. “Se ele aprendeu Libras no período crítico da aquisição, entre 3 e 5 anos, terá maior facilidade com a sintaxe Sujeito-Verbo-Objeto do Português Escrito na fase de escolarização”, revelou a professora.

Ao longo da pesquisa, ela considerou as diferenças entre as construções sintáticas de Libras, de mais fácil aquisição para os surdos, e as do Português Escrito; a fase de aprendizado de Libras, e até o incentivo da família para o uso de Libras. “A Gramática Universal soma-se às experiências pessoais, formando uma Língua Particular. Se o aprendizado tem o input correto, por acesso direto e num processo natural, o aluno surdo diferencia melhor as sintaxes e aprende com mais facilidade”, explicou Marisa, que é surda e tem pais surdos.

O pesquisador Victor Hugo Costa debruçou-se sobre o tema iconicidade, que está presente na Língua de Sinais. Ao resumir a teoria do linguista Ferdinand Suassure, o pesquisador contrapôs-se ao pensamento de que toda língua superior é arbitrária por se tratar de uma convenção. “Libras é uma língua muito mais icônica, e isso vai no sentido oposto a essa teoria”, explicou. O professor reforçou ainda o papel da gesticulação na composição da língua, inclusive no que se refere aos não surdos/ouvintes.

Plano de Saúde GEAP divulga tabela de custeio para 2015 e cadastra adesões

GEAP divulga nova tabela de valores ou Custeio para 2015. Esses valores deverão vigorar a partir do próximo dia 01 de fevereiro.

Nesta quinta, 29, a representante da GEAP, Krystielle Dessimoni Nogueira, irá divulgar e esclarecer dúvidas sobre os novos valores (custeio) além acolher novas adesões. O encontro será na Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), a partir das 9h.

Na sexta-feira, 30, pela manhã, ocorrerá outra visita no HUGV - Ambulatório Araújo Lima.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Cartaz GEAP. JAN 2015.doc)Cartaz GEAP. JAN 2015[ ]227 kB
Fazer download deste arquivo (CUSTEIO GEAP. 2015.pdf)CUSTEIO GEAP. 2015[ ]247 kB

CAPES inscreve projetos de graduação sanduíche do PLI Portugal

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) está com inscrições abertas para seleção de projeto de graduação sanduíche nos cursos de Biologia, Química, Física, Matemática e Português, no âmbito do Programa de Licenciaturas Internacionais - PLI Portugal.

Está prevista a aprovação de quarenta projetos com duração de dois anos, podendo ser prorrogado o prazo por mais dois anos, com a oferta de sete bolsas por licenciatura. Os projetos serão coordenados por um docente doutor vinculado ao curso de licenciaturas na Ufam, que poderá enviar apenas uma proposta a CAPES com a apresentação de uma única universidade portuguesa de destino.

Os projetos devem ser elaborados em parceria com uma das seguintes Universidades: Algarve; Aveiro; da Beira Interior; de Coimbra; de Évora; de Lisboa; do Minho; Nova de Lisboa; do Porto; de Trás-os-Montes e Alto Douro.

 

Processo de Seleção

Para selecionar os estudantes para realização de estudos pelo período de um ano, serão considerados os seguintes itens: ser brasileiro ou estrangeiro com visto de residência permanente no Brasil; estar em dia com as obrigações eleitorais; ter obtido nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 600 pontos, em exames realizados no período de 2009 a 2014.

Caso o candidato tenha realizado mais de um exame durante este período será considerado o de maior pontuação, segundo informação prestada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP; ter cursado todo o ensino médio em escolas públicas brasileiras ou ter cursado o ensino médio em escolas particulares na condição de bolsista integral em função de baixa renda familiar. Neste último caso, a bolsa de estudos deve ter abrangido todo o período de estudos realizado no ensino médio em escola privada; ter integralizado no mínimo 20% (vinte por cento) e no máximo 80% (oitenta por cento) dos créditos obrigatórios do curso.

As inscrições são gratuitas e feitas exclusivamente pela internet, mediante o preenchimento do formulário de inscrição disponível no endereço  http://inscricoes-cgci.capes.gov.br/index.php/roteiroprojeto/init/CodigoProjeto/1150 até às 16 horas (horário de Brasília) do dia 15 de março de 2015.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Trabalhos em podcast são apresentados por alunos de Comunicação Social - Jornalismo

Os alunos da disciplina Web rádio, oferecida no 6º período do curso de Comunicação Social - Jornalismo, realizaram apresentação de cinco trabalhos didáticos nesta terça-feira, 27, no auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL). De acordo com a professora da disciplina, Ítala Freitas, o tema da mostra didática é, "Contos Sonoros: uma experiência em podcast" que objetiva sensibilizar os alunos para a informação sonora e  a comunicacional.

Leia mais...

Dados sobre laboratórios contribuirão para investimentos em pesquisa na Ufam

Para otimizar os serviços oferecidos, a Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da Ufam (Propesp) realiza levantamento de dados sobre os laboratórios da Instituição junto às unidades acadêmicas, órgãos suplementares e programas de pós-graduação.

Leia mais...

FES divulga calendário do concurso Edital nº 66/2014

A Faculdade de Estudos Sociais divulga calendário do concurso para carreira do magistério superior Edital nº66/2014. 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (calendário FES.pdf)calendário FES.pdf[ ]649 kB

Nota de falecimento da bibliotecária Marly Barros Costa

É com pesar que informamos à comunidade universitária o falecimento da bibliotecária Marly Barros Costa. A servidora e ex-diretora da Biblioteca Central (BC) implantou e gerenciou SISTEBIB por um longo período.

Em nota, a Biblioteca Central manifestou o agradecimento pela atuação da ex-diretora e por sua contribuição significativa para o crescimento dos serviços de qualidade da Biblioteca Central.  

O velório acontece nesta terça-feira, 27, na Funerária Almir Neves, localizada na rua Monsenhor Coutinho, Centro. O sepultamento ocorre às 16h no cemitério São João Batista.   

 

Nota de pesar da bibliotecária Marly Barros Costa

É com pesar que informamos à comunidade universitária, o falecimento da bibliotecária Marly Barros Costa. A servidora e ex-diretora da Biblioteca Central (BC), implantou e gerenciou SISTEBIB por um longo período.

Em nota, a Biblioteca Central manifestou o agradecimento pela atuação da ex-diretora e de sua contribuição significativa para o crescimento dos serviços com qualidade da Biblioteca Central.  

O velório acontece na Funerária Almir Neves, localizada na rua Monsenhor Coutinho, Centro. O sepultamento ocorre às 16h, desta terça-feira, 27, no cemitério São João Batista.   

 

Nota de Pesar do Departamento de Geologia - Professora Rosália Esther Benchimol

 

É com pesar que informamos à comunidade acadêmica da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) o falecimento da professora Rosália Esther Benchimol, que era vinculada ao Departamento Geociências do Instituto de Ciências Exatas (DEGEO/ICE).

Em nota, o chefe daquele Departamento manifestou o agradecimento pela atuação da professora e por sua contribuição significativa para o crescimento do ensino da Geologia na UFAM, em nome de discentes e docentes do DEGEO.

Acadêmicas de Direito participam de competição internacional de Direitos Humanos

No período de 18 a 22 de maio, as acadêmicas do curso de Direito da Universidade Federal do Amazonas, Paula Carolina Araújo e Brenda Brasil vão à American University Washington College of Law, em Washington (EUA), para participar de uma das mais importantes competições voltadas à promoção do ensino jurídico dos Direitos Humanos, a Competição de Julgamento Simulado do Sistema Interamericano de Direitos Humanos.
 

A coordenadora do grupo, ladeada pelas alunas selecionadas Paula e BrendaA coordenadora do grupo, ladeada pelas alunas selecionadas Paula e Brenda

A competição consiste na apresentação de um caso hipotético, fornecido pelos organizadores do evento, a partir do qual os participantes devem compor um memorial escrito e, também, comparecer a sessões de defesa oral perante um painel de Juízes. De forma geral, o caso envolve várias violações à Convenção Americana de Direitos Humanos, que é um documento-base do  Sistema Interamericano para a Proteção dos Direitos Humanos, a constituição desse sistema, e essas violações são discutidas em audiências.
 
Durante a audiência, os membros e representantes são questionados por juízes (geralmente em número de sete), e ocorrem várias rodadas. Quem acumula mais pontos, o melhor representante do Estado e o melhor representante das vítimas, vai à final. Este ano, o tema fictício é Caso Bolt e Outros VS. República Cardenal, supostamente ocorrido em janeiro do ano 2000, quando uma condução com 23 crianças teria sido sequestrada por pessoas do Movimento Revolucionário Liberdade Boneca (MRLB) e ficou em cativeiro por 90 dias. Invasões abusivas de moradias, torturas e detenções arbitrárias, praticadas por força militar e comando antissequestro teriam acontecido. Ao encontrar o cativeiro, bombas e tiroteio teriam provocado a morte de quatro crianças e dois adultos. Esse caso hipotético é redigido a cada ano por especialistas e profissionais atuantes da área de Direitos Humanos Internacionais, selecionados pelo Comitê Técnico e tendem a refletir os problemas atuais diante do Sistema Interamericano.
 
Segundo a coordenadora do Grupo de Estudos do Sistema Interamericano de Direitos Humanos (GESIDH), professora Alichelly Carina Macedo Ventura, o Brasil já foi vitorioso no ano passado, pela primeira e única vez, com a equipe da Federal da Paraíba, mas já foi à final várias vezes. 
 
"UFAM também tem crescido na competição e já ganhou várias simulações similares, inclusive a da Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República (SNDH-PR) já faz o (ou já sai do) Juri Nacional, e nós (UFAM) ganhamos o segundo lugar no ano passado no Juri Nacional, e a OAB também está fazendo o Juri Sumulado, e a nossa equipe também ganhou o segundo lugar no ano passado, em outubro", explicou. 
 
A coordenadora falou também do processo de seleção, adiantando que os alunos participam de um Programa Institucional de Bolsa de Extensão (Pibex). Este ano, três equipes concorreram. O grupo é coordenado profa. Alichelly Ventura, Catharina Estrella, advogada; Vitor Fonseca, promotor de Justiça; e prof. Sebastião Marcelice, FD.  
 
"Num primeiro momento, eles recebem aulas de Direitos Humanos por seis meses, com vários professores voluntários que trabalham com a temática, de promotores de justiça, a advogados e defensores públicos, como membros de órgãos do Tribunal Regional do Trabalho e Justiça Federal, de forma a prepará-los para a disputa", afirmou.
 
Após os seis meses, realiza-se um Juri Interno, que escolhe os competidores e a dupla passa a preparar o documento escrito, que é chamado de Memorial e apresentar esse documento no mês de março subsequente. 
 
"Essa defesa oral ocorre em maio. Elas fazem o trabalho sozinhas, não podemos interferir e a partir disso, apresentam o Memorial por escrito e nós começamos a fazer o treinamento das defesas orais entre elas e as pessoas que coordenam o grupo. Os outros alunos que fazem parte do GESIDH fazem outra atividade: palestram sobre a temática ao longo dos seis meses e vão  sobre os temas gerais", ratificou, acrescentando: "Este ano, nós escolhemos o tema "Democracia e Igualdade na Escola Pública". Esse desmembramento que vai ser projeto de pesquisa tem o objetivo de usar esse material arrecadado durante os seis meses de aula para fazerem artigos científicos. Isso vai incentivá-los a fazer artigos e publicarem, o que melhora a imagem da Universidade e do próprio aluno", finalizou. 
 
Todos os membros de equipes Participantes, orientadores, observadores e juízes receberão um Certificado de Participação. Todos os semifinalistas receberão um certificado de avançamento. O melhor memorial em inglês, espanhol e português tanto para aqueles representando as vítimas e/ou peticionários e ou comissão.
 
Para a acadêmica selecionada, Paula Carolina Araújo, a participação no evento é uma realização pessoal. 
 
"Estou entusiasmada, principalmente porque sou caloura e ainda não tive muitas matérias referentes ao tema. Meu contato com os Direitos Humanos foi muito inicial e essa é uma matéria muito apaixonante. Nós estudamos como se estivéssemos dentro da Corte. Quando você não tem conhecimento, você pensa que é algo muito irreal de acontecer, alguém ser torturado, julgado daquela forma, mas você percebe que pode ser real e que o Estado pode ser condenado. A gente se envolve com o tema, vive a tese que vai defender", observou. 
 

Coordenadora do grupo, professora Alichelly Ventura, da FDCoordenadora do grupo, professora Alichelly Ventura, da FD

Para a segunda selecionada do simulado, a acadêmica Brenda Brasil, a experiência de participar do evento se repete. "Este é o meu segundo ano no grupo. Foi muito estudo, dedicação, mas sei que ainda vai ser preciso muito mais para a competição em Washington, com certeza. Estudar essa área é uma coisa que realmente me inspira para o futuro, porque é algo na qual quero trabalhar, e particularmente, envolve a minha religião, que sofre muitos casos de violação de DH em muitos países. E assim, eu vou tentar aplicar tudo o que eu aprendi aqui no futuro, porque é algo que realmente me inspira", revelou. 
 
Sobre o GESIDH
 
O grupo nasceu em 2008, com a ida dos alunos de Direito para Washington, para uma competição da Washington College of Law, que recebe alunos dos EUA e do exterior, principalmente se forem das Américas. Temos bastante competidores da América Latina, já que é bastante forte o estudo do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, as universidades apóiam e a UFAM é uma delas, e em virtude dessa competição, eu e essa outra acadêmica, que hoje é coordenadora do grupo, a Katharine Estrela, montamos com o material que nós recebemos da competição um grupo para estudar o SIDH, então é uma simulação que ocorre igual acontece na Corte Interamericana de Direitos Humanos, sediada na Costa Rica.

IEAA elabora Planejamento Estratégico e realiza mapeamento de processos para a criação do Manual de Procedimentos

Comissão que elaborou o Planejamento Estratégico e equipe da ProplanComissão que elaborou o Planejamento Estratégico e equipe da ProplanO Instituto de Agricultura, Educação e Ambiente (IEAA) de Humaitá, com o apoio da Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), elaborou o Planejamento Estratégico de 2015 e realizou o mapeamento de processos nos dias 19 e 20 de janeiro.

Para a elaboração do Planejamento Estratégico, uma Comissão constituída por 22 pessoas, entre gestores, técnico-administrativos em Educação, docentes e discentes, analisou criticamente os ambientes interno e externo e definiu as ações que nortearão os rumos do Instituto durante o ano de 2015. O objetivo é concentrar esforços para tornar reais a missão e a visão institucionais, tendo em vista a definição de objetivos, metas e estratégias.

No que tange à elaboração do Manual de Procedimentos do Instituto, buscou-se reunir e sistematizar o conjunto de informações relevantes para o desempenho das atribuições de todos os setores, de modo a facilitar a compreensão das responsabilidades e funcionamento da estrutura organizacional naquela unidade acadêmica.

Biodiesel do pinhão e sabão em pó do abacate tornam-se produtos a partir de projeto de pesquisa de alunos de Engenharia Química

Projeto utiliza pinhão como matéria-primaProjeto utiliza pinhão como matéria-prima

Alunos do curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Amazonas apresentaram, nesta quinta-feira, 22, os resultados de dois projetos de pesquisa com foco na criação de produtos sustentáveis. 

O primeiro deles foi o voltado a uma nova forma de se produzir biodiesel, a partir do óleo de pinhão-manso, dos alunos Ezequiel Lira, do curso Petróleo e Gás e Marjorie Leite, Willys Amaral e Samyra Rocha, do curso de Engenharia Química, que tiveram como objetivo definir a melhor rota para a produção e as etapas necessárias, propor tratamentos adequados para os resíduos produzidos e fazer um estudo da viabilidade econômica do projeto e seus impactos ambientais. Para isso, criaram a empresa fictícia Enerbio Refinaria. 
 
A aluna Marjorie Leite falou das características da planta pinhão-manso, uma planta rústica que resiste a variações do clima e do solo, com grande produtividade de óleo. "Essa planta é adaptável a qualquer tipo de terreno e clima. Aqui no Amazonas mesmo, encontramos um plantio dele e foi de lá que extraímos nossas amostras para produzir biocombustível. Além de aproveitamos todas as partes, até mesmo a casca dele pode dar origem a carvão natural. Além disso, o ciclo de produção é perene, o que é bastante importante, dado que alguns pesquisadores preveem o fim do abastecimento de petróleo na escala atual dentro de duas décadas, dando espaço a novas formas de energia", informou.         

Os alunos Allan Rodrigo. Jerônimo  e Ricardo defenderam seu projeto da instalação de uma indústria de pinhão-manso, da disciplina de Processos Químicos Inorgânicos, específica da formação do profissional de Engenharia Química analisaram, além das viabilidades técnica e ambiental do processo de produção de biodiesel a partir do pinhão-manso, defenderam que conforme a viabilidade econômica estudada para a implantação do processo de forma holística que, a viabilidade econômica do produto indicou que o valor gasto durante todo o processo resultou no montante de R$10,41, podendo sofrer uma queda para um montante de R$ 6,94. Para dez toneladas, o custo foi de R$ 9.750,00. 

Segundo o professor e orientador dos trabalhos, Johnson Pontes, o custo final do produto é bastante viável, em especial quando se analisa o mercado, que vem exigindo cada vez mais alternativas baratas e de fácil implementação. 

Sabão em pó originado do abacate entrará em escala de produçãoSabão em pó originado do abacate entrará em escala de produção

"Antes essas energias representavam 2%, agora, somam 7% do total de combustíveis produzidos e nós, engenheiros químicos podemos ser os responsáveis por pensar nessas novas opções. As empresas buscam profissionais que ofereçam soluções", salientou.    

 
Sabão em pó do abacate - Sabão em pó do abacate - O outro projeto apresentado a ser apresentado e  intitulado "Sistema de produção de sabão em pó através de materiais alternativos", dos alunos Ana Carolina Bomfim, Fernanda de Almeida, Magda da Silva, Maria Martins, Sthefany Moura e Victor Said, que criaram este sabão ecológico utilizando em sua composição  a polpa do abacate.
 
A jovem pesquisadora Carla Lorena pontuou na defesa deste projeto , ainda, que uma nova remessa de produção deve ser finalizada em fevereiro, já com as embalagens junto as quais devem ser comercializadas, ao preço de R$ 3,00 a unidade, com 300 gramas cada.

Já as alunas do projeto de produção de Sabão com utilização da matéria-prima do fruto do abacate definiram como motivação para a criação de um produto alternativo, feito a partir da polpa do abacate, veio a partir do entendimento do grupo de alunos de que é preciso diminuir a ação tóxica de compostos dos produtos que são feitos em escala industrial, mas, principalmente, pelos efeitos de degradação ambiental decorrente desses mesmos processos. 

"O abacateiro é uma das plantas mais difundidas no Brasil, originária da região da América Central e México e comparando-se à composição média da polpa do abacate com a de outras frutas, ela pode se assemelhar ao da oliva em riqueza em óleo", disse a aluna Ana Carolina Bonfim. 

Métodos diferenciados afetam a produção de grãos e raiz, diz pesquisa

Os acadêmicos do curso de Agronomia do Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia de Itacoatiara (ICET) realizaram nesta semana mais um experimento envolvendo o manejo de milho, feijão e mandioca. Os experimentos, coordenados pelo professor Aristóteles Teixeira Filho, fazem parte Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic), financiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM)

Leia mais...

PROAMDE abre inscrições para atividades de 2015. Prazo será de 26 a 30 de janeiro

O Programa de Atividades Motoras para Deficientes (PROAMDE) estará com matrículas abertas para as turmas de 2015 de 26 a 30 de janeiro, das 14h a 17h. Serão oferecidas atividades de natação, Halliwick e aulas de Educação Física para crianças, adolescentes, adultos e idosos com deficiência.

Para os alunos que já fazem parte do programa, não é necessária nova inscrição ou a renovação. No ato da matrícula, os novos candidatos devem levar comprovante de residência (original), cópia da carteira de identidade ou certidão de nascimento, cópia do laudo da deficiência e uma foto 3x4. É obrigatória a participação de um acompanhante nas atividades.

Quem quiser fazer a matrícula, deve procurar a sala do PROAMDE, na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), no setor Sul do Campus Universitário, localizado à Avenida General Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 3000, bairro Coroado. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (92) 3305-4086, ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

 

O programa

As atividades do PROAMDE são realizadas nas dependências da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), no setor Sul do Campus Universitário. São realizadas atividades de Educação Física nas quadras da FEFF, como atividades rítmicas e culturais e atividades na piscina com o método Halliwick (para os iniciantes) e Natação. Todas as atividades são conduzidas por profissionais, junto com acadêmicos dos cursos de Educação Física, Fisioterapia e Pedagogia.

Os alunos são divididos em nove turmas, de acordo com a idade ou deficiência/habilidade. Nas atividades de quadra e piscina, o programa conta com 200 alunos inscritos. Pessoas a partir dos 2 anos de idade já podem se inscrever no programa.

 

** O Halliwick usa o termo “nadador” para todos que estejam aprendendo na água, que possam nadar independentemente ou não, assim, enfatiza a inclusão, participação e altas expectativas. Fonte: http://www.aquabrasil.info/halliwick.shtml.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (cartaz_proamde2015.jpg)Cartaz_divulgação[ ]261 kB

Alunos de Engenharia Química desenvolvem cerveja com fruto do açaí

Alunos do curso de Engenharia Petróleo e Gás apresentaram na noite de terça-feira, 20, na Faculdade de Tecnologia, os resultados de um trabalho elaborado com foco na criação de produtos sustentáveis. O projeto intitulado "Produção de Cerveja Artesanal de Açaí", dos alunos do 6º período, Aurilene Siqueira de Paula, Diogo Felipe Resende Freire, Robert Alephy Souza da Silva  e Thiago Castro de Sousa, foi criado dentro de um período de três meses e foi levado a uma plateia composta por alunos, professores e técnicos da área de Inovação Tecnológica.

 
Na justificativa da pesquisa, os alunos responsáveis pela pesquisa argumentaram que O mercado cervejeiro brasileiro encontra-se em plena ascensão, com inovações sendo apresentadas a cada dia, seja por meio de produtos ou de embalagens. O aumento do poder aquisitivo do consumidor e a busca pelo prazer de sentir novas sensações impulsionam o mercado das cervejas artesanais que costumam ser mais caras. Além disso, o projeto objetivou aprofundar conhecimentos a cerca do processo da fabricação de cervejas artesanais, a partir de análises químicas e de operações unitárias.
 
Segundo Diogo Freire, um dos responsáveis, a pesquisa foi proposta pelo professor Johnson Pontes, durante o período, como meio de avaliação. "Por coincidência, passei a integrar o projeto o qual desenvolvo também fora da sala de aula. Para mim está sendo uma experiência interessante, porque ratifica os conhecimentos e apura minha experiência em relação ao que eu já desenvolvi", explicou. 
 
Para o orientador do projeto, do Departamento de Engenharia Química, a matéria-prima utilizada na experiência, o açaí, possui diversos benefícios em relação ao seu uso em produção de grande escala. "Em relação à matéria-prima, em si, é um material abundante na região e tem custo relativamente baixo, além de ser bastante consumido pela população. O Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking mundial de produção da bebida, com mais de 13,27 bilhões de litros por ano, antecedido por China e Estados Unidos", explicou. 
 

Durante a apresentação, os alunos abordaram a classificação das cervejas, quanto à fermentação, à cor, teor alcoólico, extrato primitivo e proporção mate de cevada. Eles descreveram, ainda, o processo de produção de uma mini cervejaria por meio da análise de suas operações unitárias e químicas. O custo para a produção de mais de 20 litros foi de aproximadamente R$ 1.300,00. 
 
"Nossa intenção é que os alunos se sintam estimulados a empreender. Tanto que contamos com a presença de representantes da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica a fim de nos acompanhar e orientar da melhor forma quanto à criação de marcas e patentes do que produzimos", explicou o professor-orientador. 
 
A pró-reitora de Inovação Tecnológica,  em exercício, professora Maria do Perpétuo Socorro Coelho, acompanhou a apresentação dos alunos, e elogiou a dedicação da equipe com a produção científica. Segundo ela, a universidade quer que os alunos façam as suas práticas e que elas possam ser úteis para a sociedade, transformando-se em um negócio futuro com a utilização e inclusão, principalmente, de matéria prima regional.
 
Sobre o açaí - Fruto de uma palmeira nativa da várzea da Região Amazônica, o açaí é um fruto pequeno, de cor roxa que se forma em cachos. De acordo com as características descritas em diversas pesquisas, ele possui um alto poder antioxidante, vasodilatador e anti-inflamatório. Em sua composição há presença das vitaminas B1, C e E, além de potássio, cálcio, ferro, fósforo, potássio, sódio, entre outras. No Norte do Brasil, é considerado um alimento muito importante devido suas qualidades nutricionais.

COMPEC abre inscrições para Curso Sequencial em Administração Universitária aos servidores da Ufam

A Comissão Permanente de Concursos (Compec) da Ufam informa aos servidores efetivos que estão abertas as inscrições no período de 28 de janeiro a 10 de fevereiro para o Processo Seletivo Simplificado para o Curso Sequencial de Formação Específica em Administração Universitária. O curso será ministrado pela Faculdade de Estudos Sociais (FES), em parceria com a Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp).

São oferecidas 50 (cinqüenta) vagas, atendendo os seguintes critérios, sob pena de não ser efetivada a matricula institucional: 1. estar em pleno exercício de suas atividades laborais; 2. ter concluído o Ensino Médio; 3. não ter concluído qualquer curso de graduação; 4. não estar afastado por motivo de Licença para interesse particular ou cessão para órgãos de outras esferas de poder e; 5. não estar em período de estágio probatório.

A Compec informa ainda que a ficha de inscrição será preenchida somente via Internet, por meio do portal eletrônico: www.comvest.ufam.edu.br

Acesse edital completo

Programa Idiomas sem Fronteiras oferece curso online de Francês

O Programa Idiomas sem Fronteiras divulga a primeira chamada do Edital nº 4/2015 – GAB/SESu/MEC, para o curso de Francês online, realizado em parceria com a Embaixada da França e a Aliança Francesa, destinada a alunos das Instituições de Ensino Superior de todo o país, credenciadas junto ao Programa.

De acordo com o edital, as 1.500 senhas foram distribuídas entre as universidades federais, universidades estaduais e institutos federais conforme o número de alunos matriculados nos cursos de graduação e de pós-graduação (stricto sensu) na Universidade, sendo a Ufam contemplada com 12 senhas.

Podem se inscrever alunos regularmente matriculados em curso de graduação, de mestrado ou de doutorado que tenham concluído até 90% do total de créditos do seu curso. O sistema ficará disponível para a inscrição dos candidatos das 12h do dia 23 de janeiro de 2015 até às 12h do dia 04 de fevereiro de 2015, observado o horário oficial de Brasília – DF.

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, por meio de link disponibilizado no portal do Programa, no endereço: http://isf.mec.gov.br/frances/pt-br/

Anexos:
Fazer download deste arquivo (EDITAL FRANCES ONLINE.pdf)EDITAL FRANCES ONLINE.pdf[ ]1304 kB

Grupo Enciclo libera acervo para avaliação da UFAM

Alunos, professores e técnicos administrativos da Universidade poderão utilizar o acervo do Grupo Enciclo até o dia 30 de Janeiro de 2015, para fins de avaliação e posteriormente, possível assinatura dos serviços de acervo. A avaliação dos serviços do Enciclo pode ser acessada no link http://goo.gl/H4Ww6l.

Para ter acesso ao banco de dados do Enciclo, é necessário utilizar a rede de internet à cabo ou Wi-Fi do campus da UFAM em Manaus. Assim, a página do banco de dados  reconhecerá que o dispositivo usado provém da rede da UFAM e permitirá a navegação em áreas restritas à assinantes. Só não serão permitidas impressões e downloads no modo de testes.

Estão disponíveis três grandes obras de referência, banco de imagens em alta resolução, e-books, publicações científicas, portal de história universal, coleção sobre Medicina e um dicionário da música Espanhola e Hispanoamericana. Todas as bases tem ferramenta de tradução automática de dados para português e inglês e áudio, com um simples clique no botão esquerdo do mouse.

O Grupo Enciclo

Formado por grandes editoras espanholas e de diversas partes do mundo, o Grupo Enciclo tem entre seus maiores clientes as Universidades Stanford e Yale e o Governo da Espanha, oferecendo diversos materiais em várias áreas do conhecimento.

Abaixo, podem ser acessados os portais para as diversas categorias do Enciclo:

Portal de História Universal: projeto editorial de acontecimento histórico desde a origem do Universo e da Terra até o dia de hoje. 

Patrimonio de Humanidade: disponibiliza a enciclopédia digital do Patrimônio Mundial da Humanidade.

Gran Enciclopedia de España: disponibiliza artigos, imagens e referências bibliográficas, atualizados diariamente. Indicada pela FGEE, ICEX,CEDRO e Instituto Cervantes como obra-referência indispensável da cultura espanhola.

Mienciclo Image Experience: o site, criado com propósito educacional, possui coleções de milhares de imagens de arte, história, geografia e outras disciplinas, em Alta Definição (HD).

Ebook Enciclo: contempla as áreas de Belas Artes, Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, História, Biografias, Literatura, Educação e Gastronomia, além de galeria de imagens.

Enciclopedia Iberoamericana: acesso a mais de 130 mil artigos e 56 mil imagens e vídeos artigos, imagens e vídeos sobre História Universal, Geografia, Cultura e outros temas, além de tradutor automático. 

Dicionário de Música: obra de referência para estudo de música. Inclui mais de 28.000 arquivos de autores, instrumentos, estilos musicais, etc. 

Publicação Científicas: coleção editorial de produção científica da Espanha e de outros países; possui, ainda, galeria de imagens. 

Mi Medica: enciclopédia médica, traz dossiês, artigos, orientações sobre procedimentos e outras informações. 

FES divulga resultado das inscrições referentes ao Edital nº 066/2014

O Presidente da Comissão de Concurso para a Carreira do Magistério Superior – CCCMS, da Faculdade de Estudos Sociais, da Universidade Federal do Amazonas, torna público o resultado da análise dos documentos e dos pedidos de inscrição ao concurso para ingresso ao magistério superior, discriminado no Anexo I do Edital nº 66, de 28 de novembro de 2014.

Curso em Administração promove Workshop sobre Marketing Trends nesta quarta-feira, 21

Proporcionar uma experiência de aprendizado acerca de atividades e tendências emergentes em Marketing é o objetivo do Workshop `Marketing Trends: tendências e cases´ que correu nesta quarta-feira, 21, no auditório Rio Amazonas da Faculdade de Estudos Sociais.

Leia mais...

Inscrições para o exame de proficiência Toelf ITP

O Programa Idiomas sem Fronteiras está com inscrições abertas para o teste de nivelamento e exame de proficiência Toefl ITP, Podem se inscrever alunos, professores e técnicos de universidade e institutos federais, além de alunos de universidades estaduais cadastradas como parceiras do IsF.

As inscrições para a realização do TOEFL ITP se encerram no dia 19 de junho de 2015. As aplicações das provas serão realizadas a partir do dia 26 de janeiro, e terminam no dia 23 de junho de 2015. Para se inscrever acesse http://isfaluno.mec.gov.br/

O resultado do TOEFL ITP é requisito para a inscrição de servidores públicos de instituições de ensino federais no curso My English Online (MEO) e uma forma de ingresso de alunos de todas as universidades participantes nos cursos online e presenciais do IsF, além de ser teste de nivelamento e exame de proficiência para todos os perfis de estudantes contemplados pelo Programa IsF - Inglês. 

Se você é servidor e já tem o resultado do TOEFL ITP, acesse a plataforma de inscrição da CAPES para a inscrição no curso online no endereço http://meo.capes.gov.br/sys/meo/inscricao/frontend 

Acesse Testes de Nivelamento (http://isf.mec.gov.br/ingles/testes-de-nivelamento) para saber tudo sobre o Toefl ITP e baixar documentos de orientação quanto à prova

Veja edital no endereço: http://isf.mec.gov.br/ingles/images/2015/janeiro/Edital_CA_Demanda1_2015_integra.compressed.pdf

PPGCIPET promove palestra sobre biodiversidade e extinção em massa

Nesta terça (20), o Programa de Pós-Graduação em Ciências Pesqueiras nos Trópicos (PPGCIPET) promoveu a palestra “Biodiversidade e a sexta extinção em massa”, ministrada pelo professor Lawrence E. Hurd, da Washington and Lee University, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos.

O professor Lawrence falou sobre as várias definições de biodiversidade, variedade genética das espécies, e como a diversidade é gerada, dando exemplos da agricultura nos Estados Unidos e do Peru, além das cinco grandes extinções ocorridas na história, que foram relacionadas com eventos glaciais.

Além disso, o professor também alertou para o perigo do aumento da taxa de extinção que se tem atualmente. Segundo ele, a taxa de extinção normal é de uma espécie a cada 1 milhão de anos. Hoje, a taxa aumentou para 1 espécie extinta a cada 1000 anos, e as três principais causas disso podem ser a perda de habitat, espécies invasoras, e a caça e a pesca ilegal.

Um alerta geral

Apresentação do pesquisador no PPGApresentação do pesquisador no PPG

O professor Alexandre Rivas, doutor em Economia Ambiental e professor do Departamento de Economia da Faculdade de Estudos Sociais (FES), presente à palestra, achou o conteúdo da palestra excelente, pois aumenta o entendimento das relações que existem entre o ecossistema e a economia local e global. Segundo ele, o mundo caminha para uma grande extinção da biodiversidade, e a razão é tipicamente econômica. “O mundo está crescendo, e nós estamos concentrando a produção em alguns tipos de vegetais e animais para o consumo humano. Essa demanda por terra causa um grande problema, que é a sexta extinção em massa”, frisou o professor Rivas.

Para o professor Carlos Freitas, doutor em Ciências Pesqueiras nos Trópicos e professor do Departamento de Ciências Pesqueiras da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), o principal ponto da palestra foi ser um alerta. Segundo ele, todos fazem parte de uma sociedade que contribui muito para a possibilidade de uma extinção em massa. “O principal objetivo da palestra, que foi apresentar dados que sirvam como alerta para que continuemos tentando evitar essa grande extinção em massa, foi evitado”, salientou Freitas.

O palestrante

O professor Lawrence E. Hurd é professor da Washington and Lee University e pesquisador visitante do PPGCIPET. Tem atuado em parceria com pesquisadores do grupo EMPA – Ecologia e Manejo da Pesca no Amazonas da UFAM, coordenado pelo Prof. Carlos Freitas, do Departamento de Ciências Pesqueiras da FCA, e publicado artigos em revistas de renome como Science, Ecology, Ecological Monographs, American Naturalist e Oecologia.

Reitora se reúne com Ministros da Educação e Minas e Energia

A diretoria executiva da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) se reunirá nesta quarta-feira, 21, com os ministros da Educação e Minas e Energia. A reitora da Ufam e vice-presidente da Associação, professora Márcia Perales, comparecerá aos encontros que visam expor aos novos ministros demandas relativas à educação superior pública brasileira.

Leia mais...

Capes divulga nova data para publicar resultado do Edital Jovens Talentos: 20 de fevereiro

O Presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulga nova data para publicação do resultado do Edital Jovens Talentos nº 26/2014.
 
Conforme o cronograma (anexo), a divulgação do resultado será no dia 20 de fevereiro de 2015, com a implementação das bolsas a partir de março.

Proeg divulga edital 08/2015 de matrícula para turma Sateré-Mawé/Parintins

A Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) divulga o edital nº 08/2015, referente ao preenchimento de 12 (doze) vagas remanescentes nos dias 20 e 21 de janeiro, para os  candidatos classificados no Processo Seletivo para o Curso de Licenciatura Indígena, Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável – PSLIND/2014, destinado aos Povos Indígenas da Região do Baixo Amazonas (Polo/Turma – Sateré-Mawé/Parintins).

De acordo com o edital, o candidato convocado, ou seu procurador, mediante instrumento particular, ou parente (pai e mãe) deverá apresentar munidos dos seguintes documentos: 1. Certificado de conclusão ou diploma do Ensino Médio ou equivalente (original e cópia), assinado pelo candidato e com assinatura e carimbo legíveis do responsável pela expedição do documento; 2. Histórico escolar do Ensino Médio (original e cópia); 3. Cédula de identidade (original e cópia) – se candidato estrangeiro apresentar carteira de estrangeiro atualizada, permanente ou temporária, ou passaporte com visto de estudante válido; 4. Cadastro de pessoa física – CPF (original e cópia); 5. Uma (01) foto 3x4 recente. 

 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Edital nº 008_2015_Matrícula Institucional_PSLIND_2014_Satere_Mawé_Parintins.doc)Acesse Edital 08/2015[ ]235 kB

PCU realiza manutenção na rede de abastecimento de água nos dias 24 e 25 de janeiro

A Prefeitura do Campus Universitário (PCU) informa que nos próximos dias 24 (sábado) e 25 ( domingo) de janeiro de 2015, o fornecimento de água para o Setor Norte será interrompido para que este órgão suplementar possa realizar manutenção nos registros da rede de abastecimento do Campus Universitário.

Mais informações pelo telefone 3305-4004 com o arquiteto Emiliano.

 

 

Instituto de Computação e UFAM divulgam resultado da primeira fase do PPGI

Instituto de Computação (IComp) e Ufam divulgam o resultado da primeira fase da seleção para o mestrado e doutorado do PPGI para 2015-01. Confira a lista de aprovados no link: 

Aprovados da primeira fase da seleção para o mestrado e doutorado do PPGI

Ou consulte anexo abaixo:

Retificação do Edital nº 65/2014 referente a seleção para o Mestrado do PPGM

A Universidade Federal do Amazonas, através da Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa- PROPESP, torna público, para conhecimentdos interessados, as RETIFICAÇÕES realizadas nEdital de Nº 065/201PROPESP/UFAM, quregula o processo seletivo para ingresso no curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduaçãem Matemática PPGM.

Retificação (Anexo)

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Retificações-Edital-PPGM.pdf)Retificações-Edital-PPGM.pdf[ ]134 kB