Nota de pesar - professor Nasser Abrahim Nasser Netto

É com pesar que a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) comunica o falecimento do professor de Direito Penal e Processo Penal do  Departamento de Direito Aplicado, da Faculdade de Direito (FD), Nasser Abrahim Nasser Netto. O velório acontece no auditório Carlos Alberto Bandeira de Araújo, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, 7995, bairro Nova Esperança e o sepultamento às 10h30, no cemitério São João Batista, Bairro Praça 14 de Janeiro.

Adesões, migrações e reingressos da GEAP estão suspensos

Por decisão cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU), os servidores federais beneficiados pelo Convênio nº 001/2013, celebrado entre a União e a GEAP, estão impossibilitados de fazer novas adesões, migrações e reingressos por essa operadora de plano de saúde até nova deliberação. Diante disso, a GEAP publicou, em seu portal, uma nota de esclarecimento, transcrita abaixo:

Nota de Esclarecimento

Informamos que em 01.04.2015, às 18h30mim, a GEAP Autogestão em Saúde foi intimada da decisão do Tribunal de Contas da União - TCU que determinou a imediata suspensão, cautelar, dos efeitos do Convênio nº. 001/2013 celebrado entre a União, representada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e a GEAP Autogestão em Saúde, bem como da Orientação Normativa nº. 9/2014 da Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, até nova deliberação daquela Corte de Contas.

Desta forma, todas as inscrições, migrações e reingressos de beneficiários aos planos de saúde administrados pela GEAP Autogestão em Saúde, vinculados ao citado Convênio encontram-se suspensos.
Os beneficiários já inscritos não serão atingidos pela referida decisão do TCU, mantendo-se incólume o vínculo entre a GEAP Autogestão em Saúde e seus beneficiários.

Por fim esclarecemos que, a GEAP Autogestão em Saúde está envidando todos os esforços judiciais e extrajudiciais para revogar, ou pelo menos suspender, a medida deferida pela Corte de Contas, com intuito de continuar oferecendo a todos os seus beneficiários uma assistência à saúde de qualidade. No mais nos comprometemos em mantê-los informados a respeito de qualquer alteração da situação atual, e agradecemos pela compreensão.

PROGESP informa sobre horário de atendimento diferenciado no dia 20

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas- PROGESP informa que o horário de atendimento ao público externo, dia 20 (segunda-feira), será de 08h às 12h. Sendo expediente interno de 13h às 17h.

FEFF abre inscrições para recreação e jogos a dependentes de servidores até 22 de abril

 

O projeto do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX) "Recreação e jogos para crianças e adolescentes" está com inscrições abertas para filhos ou dependentes de servidores da Universidade. O objetivo é proporcionar melhor qualidade de vida às crianças e aos adolescentes na faixa etária de 5 a 15 anos. O servidor interessado deve se dirigir à Secretaria da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), Bloco C, Setor Sul,  nos dois turnos, assim dividido: manhã (das 8h às 11h) e tarde (das 14h às 16h30).

Anexos:
Fazer download deste arquivo (recreação.png)CARTAZ[ ]177 kB

Leia mais...

Apoio à CT&I foi a pauta da reunião entre UFAM e presidente da Comissão da ALEAM

 A Reitora da Universidade Federal do Amazonas, Márcia Perales Mendes Silva, e o vice-reitor, professor Hedinaldo Narciso Lima, receberam na tarde desta quarta-feira (15), o presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, deputado Bi Garcia (PSDB).

O Pró-reitor Adjunto de Graduação, professor Nelson Noronha; o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, professor Gilson Monteiro; a Pró-reitora de Inovação Tecnológica, professora Socorro Chaves e o professor do Departamento de Ciências Sociais, Ademir Ramos, também participaram da reunião na qual foram discutidos temas como aplicação da política de cotas e o projeto de expansão/ interiorização do curso de Medicina. Questionada pelo deputado acerca da possibilidade de implantação do curso de Medicina em Parintins, a reitora explicou a inviabilidade da implantação, vez que o Governo Federal, considerando a área de atuação em Saúde e Biotecnologia na unidade da UFAM em Coari, apontou que a estrutura do município era a mais adequada para a implantação do curso de Medicina. "O curso iniciará no município de Coari em meados de 2016 com a oferta de 24 vagas até alcançar o total de 48 vagas", ressaltou a reitora.

A reitora antecipou ao presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação da Aleam que já solicitou audiência com o Secretário da SEPLANCTI para dar andamento às parcerias firmadas pela Universidade com a Fapeam, bem como conhecer a nova política de Ciência e Tecnologia adotada pelo Estado do Amazonas. Durante o encontro, os pró-reitores destacaram as premiações recebidas na área de tecnologia social, as licenciaturas indígenas e a necessidade de investimento do Estado do Amazonas nas pesquisas. O deputado se colocou à disposição para dialogar com a Universidade e viabilizar os projetos universitários e antecipou que pretende realizar uma série de audiências públicas juntamente com UEA e IFAM para discutir acerca dos cursos implantados em Parintins. Ao fim da reunião, o deputado convidou a reitora para uma audiência pública sobre a digitalização de documentos a ser realizada na próxima quinta-feira (23).

PPGH promove palestra sobre o Santo Ofício em Portugal

Prof. Almir Diniz, do PPGH (e) e Prof. Yllan de Mattos, da UNESPProf. Almir Diniz, do PPGH (e) e Prof. Yllan de Mattos, da UNESPNec spe nec metu (Nem a esperança, nem o medo). Todas as pessoas que adentravam as salas de interrogatórios do Tribunal do Santo Ofício em Portugal, a chamada Inquisição, eram recebidas com uma pintura contendo esta frase em latim. Essa foi uma das descobertas do professor Dr. Yllan de Mattos, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) que proferiu, na tarde desta quarta-feira (15), a palestra “Bocas do Inferno: a crítica ao Santo Ofício da Inquisição no Portugal da época moderna (séculos XVI a XIX)”.

O evento, que aconteceu no Auditório Rio Negro, no Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), no Setor Norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, em Manaus, foi promovido pelo Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da UFAM e contou com a parceria da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp) da Universidade.

O tema da palestra de Mattos, alusivo ao escritor Gregório de Matos, cujo apelido era “Boca do Inferno”, tratou sobre as críticas e os críticos da Inquisição em Portugal, bem como os procedimentos tomados pela instituição, como os autos-de-fé. Segundo Mattos, não eram poucos os críticos do Santo Ofício na época. “Nomes conhecidos como o Padre Antônio Vieira, o Marquês de Pombal e dom Luís da Cunha eram ferozes opositores da Inquisição, bem como o próprio povo português, que repudiava com vigor os agentes do Santo Ofício”, ressaltou o professor.

Ainda segundo o professor, na época, a Inquisição, por ser uma instituição mais poderosa do que a própria monarquia portuguesa, fez cunhar o ditado “Com o Rei e a Inquisição, calem-se!”. “Por causa disso, o Santo Ofício entrou em conflito com diversos agentes de poder da época, como a própria monarquia portuguesa, os bispos de Portugal e até mesmo contra o próprio papado”, salientou.

Difusão do conhecimento

O público presente ao Auditório Rio Negro pôde conferir uma palestra de altíssimo nível. Entre os presentes, estava Sarah Araújo, mestranda do Programa de Pós-Graduação em História. A pesquisa de Sarah tem a ver com o assunto abordado pelo professor, e fala sobre a visita inquisitorial ao território do Grão-Pará no século XVIII.

Para ela, participar de uma palestra dessas é importante, porque é uma forma de difusão do conhecimento. “A Inquisição foi um período negro da história do mundo, então, mais do que uma forma didática de ver esse período, precisamos relembrar para não esquecermos o que aconteceu naquela época”, frisou a aluna, cuja banca terá entre os integrantes o próprio Dr. Yllan.

Para o professor, relembrar o período do Santo Ofício é uma forma de combater quaisquer tipos de intolerância. “Estudar e relembrar tudo isso é importante para que não se perca o que fomos, o que somos e o que queremos ser. Fazemos tudo isso para que também não se perca a memória do que aconteceu, para que não façamos uma outra vez”, finalizou o professor, que esteve na Universidade para divulgar o seu livro, resultado da pesquisa de doutorado "A Inquisição Contestada: críticos e críticas ao Santo Ofício Português (1605-1681)".

Progesp divulga resultado de seleção para Instrutores Internos

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio da Coordenação de Treinamento e Desenvolvimento (CTD) do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP) torna público o resultado final da Seleção de Instrutores Internos para a execução do Plano Anual de Capacitação (PAC), como objeto do Edital 001/2015.

Nota de Pesar - Ministro Xavier Albuquerque

Ministro foi ex-aluno e professor da FDMinistro foi ex-aluno e professor da FDA Universidade Federal do Amazonas, em especial a Faculdade de Direito, lamenta o falecimento do Ministro Xavier de Albuquerque no último dia 9 de abril. Natural de Manaus, Francisco Manuel Xavier de Albuquerque foi egresso da Faculdade de Direito (turma de 1949), onde atuou como professor interino, de 1953 a 1958, e catedrático a partir de agosto de 1958. Ainda na área do magistério superior, Xavier Albuquerque foi também professor titular da Universidade de Brasília.

Entre os diversos cargos e funções que ocupou, Francisco Xavier Albuquerque exerceu o cargo de Procurador-Geral da República, de 14 de novembro de 1969 a 18 de abril de 1972.

Foi nomeado Ministro do Supremo Tribunal Federal, em decreto de 17 de abril de 1972, do Presidente Emílio Garrastazu Médici, na vaga decorrente da aposentadoria do Ministro Adalicio Coelho Nogueira, tomou posse em 19 do mesmo mês.

Assumiu a vice-presidência do Supremo Tribunal Federal de 1979 a 1981. E retornou à presidência de 1981 a 1983, aposentando-se em seguida.

O Ministro faleceu em Brasília aos 89 anos. Era casado com D. Marcolina de Oliveira Cabral Xavier de Albuquerque.

DEPARTES abre inscrições para o grupo Puxirum

Grupo Puxirum em apresentaçãoGrupo Puxirum em apresentaçãoO Departamento de Artes (DEPARTES) da UFAM está com vagas abertas para compor o grupo instrumental Puxirum. As inscrições começam no dia 13 de abril e vão até o dia 17 de abril. As vagas são para violão, violino, flauta transversal, saxofone, trompete, trombone, percussão, guitarra e canto.

Sendo um Programa de Atividade Curricular de Extensão (PACE), o Puxirum é aberto para alunos de todos os cursos da UFAM, com certificado de horas complementares para os alunos. Para mais informações, os interessados devem procurar a Secretaria do DEPARTES, localizada no Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), Setor Norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, ou entrar em contato com a secretaria pelo telefone (92) 3305-1181.

Mesa-redonda do PPGAS discutiu os rumos da política de ações afirmativas nas instituições

Mesa-redonda inaugura as atividades do PPGASMesa-redonda inaugura as atividades do PPGASO Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Ufam  promoveu nesta sexta-feira, 10, a Mesa-Redonda “Políticas afirmativas no Amazonas: notas para um debate”. O evento inaugurou as atividades do Programa para este ano e contou com a participação do coordenador do PPGAS, Sidney Antônio Silva; da coordenadora da mesa-redonda, professora Maria Helena Ortolan; do diretor do Departamento de Ações Afirmativas da Pró-reitoria de Extensão, professor Gersem José dos Santos Luciano, do professor José Jorge Carvalho, da Universidade de Brasília; da professora Jane Beltrão, da Universidade Federal do Pará e do representante da Associação Brasileira de Antropologia e do mestrando do colegiado indígena do PPGAS/Ufam, Dimas Fonseca Pereira. O público presente também participou das discussões sobre o tema logo após o pronunciamento dos membros da mesa. 

O evento promoveu a discussão das políticas afirmativas nas universidades brasileiras. A ideia do debate foi dar subsídios para que essa política seja ampliada e se torne cada vez mais inclusiva. Os convidados expuseram suas ideias e percepção acerca do tema e contaram experiências em seus contextos acadêmicos. Convocaram a comunidade para se engajar no movimento contra o racismo, criticando a visão eurocentrista de exclusão, que, segundo os antropólogos, é disseminada na sociedade.

“Todo ano fazemos um evento para inaugurar as atividades do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGAS). Nos Coordenador do PPGAS, Sidney SilvaCoordenador do PPGAS, Sidney Silvatrês últimos anos promovemos uma Aula Inaugural com palestrante convidado. Neste ano resolvemos fazer uma mesa-redonda. A ideia foi discutir as políticas afirmativas nas instituições e refletir a sua total implantação” ressaltou o coordenador do PPGAS, Sidney Silva.  

O diretor do Departamento de Ações Políticas Afirmativas da Proext, Gersem José dos Santos Luciano, afirmou que é um desafio a implantação de ações afirmativas nas instituições. “Existem instituições que se posicionam contra ações afirmativas. É um desafio a implantação dessas ações amplamente", avaliou.

Professor José Jorge da UnBProfessor José Jorge da UnB

O professor da Universidade de Brasília, José Jorge Carvalho, disse que a discussão sobre a adoção de cotas na pós-graduação das universidades públicas está centrada no meio acadêmico e requer esforço diplomático e de inteligência política para que o tema seja posto em pauta nos departamentos e programas de pesquisa. “Esse é um trabalho mais difícil de fazer porque é preciso analisar muito mais minuciosamente cada situação de cada lugar”, comentou José Jorge. 

A antropóloga e professora da Universidade Federal do Pará, Jane Beltrão, expôs que a discussão étnico-racista nas instituições brasileiras é problemática pela existência do racismo institucional no país.

 

 

 

    

PROGESP realiza Seminário de Integração de Professores Substitutos

Nos últimos dias 09 e 10 de abril, cerca de 30 novos professores substitutos participaram do I Seminário de Integração de Professores Substitutos, ocorrido na Sala de Treinamentos da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PRODESP). A iniciativa, promovida pela Coordenação de Treinamento e Desenvolvimento (CTD) da Progesp, contou com o apoio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG).

De acordo com a pedagoga da Progesp, Mônica Barbosa,  foram abordados durante o seminário assuntos como planos individuais de trabalho (PIT) dos professores e planos de ensino. Segundo ela, um dos objetivos claros é informar aos novos docentes sobre deveres e direitos deles enquanto professores da Universidade. “O processo de integração é considerado estratégico na administração contemporânea, já que existe um objetivoLuciana Tezza, professora do Departamento de Ciências FisiológicasLuciana Tezza, professora do Departamento de Ciências Fisiológicas de alinhar objetivos e metas dos professores com a missão, visão e os valores da nossa Instituição”, afirmou.

A docente Luciana Tezza foi aprovada em concurso para professor substituto para o Departamento de Ciências Fisiológicas, onde poderá dar aulas para o curso de Odontologia e outros da área. Segundo ela, o seminário é uma excelente oportunidade de haver uma nova interação entre os recém-chegados e a Universidade. “Aqui é um ambiente novo para a maioria de nós. Então, além de ser uma boa chance de nós conhecermos as novas tecnologias de ensino que nós usaremos, também podemos nos integrar, no intuito de melhorar o ensino e a aprendizagem tanto para os alunos quanto para nós, novos docentes”, ressaltou Tezza.

Inscrições prorrogadas para proficiência em Língua Espanhola ocorrem até quinta-feira (16)

O Departamento de Língua e Literatura Espanhola informa que as inscrições para a prova de proficiência em Língua Espanhola foram prorrogadas até quinta-feira (16).

Nesta convocatória são oferecidos provas a todos os níveis (A1, A2, B1, B2, C1 E C2). Mais informações sobre os níveis podem ser obtidas na página do Instituto Cervantes, endereço <http://diplomas.cervantes.es/>, inclusive modelos de exame. Os candidatos necessitados de uma preparação podem assistir aulas virtuais de espanhol no endereço eletrônico:   <http://www.cervantes.es/ave/cursos_dele

Para se inscrever o candidato deve seguir os seguintes passos:

1-    ir a <http://diplomas.cervantes.es/>; 

2-    entrar na opção "Quieres conseguir tu diploma?"; 

3-    continuando na opção "Cómo y dónde me inscribo";

4-    fazer download e imprimir a folha de inscrição e a declaração que aparecem como documentos pdf;

5-    preencher e assinar tal documentos;

6-    pagar os direitos de inscrição, segundo os preços de cada nível, depositando o dinheiro no Banco Itaú, conforme informações abaixo:

TITULAR: ASSOCIAÇÃO HISPANO BRASILEIRA INSTITUTO CERVANTES
CNPJ: 03.189.760.0004-20

BANCO: ITAÚ S.A. (341)

AGENCIA: 5606

CONTA: 12088-8

O valor da inscrição é estabelecido de acordo com o nível da prova, sendo:  A1 R$ 200,00;  A2 R$ 220,00; B1 R$ 245,00; B2 R$ 325,00;  C1 R$ 385,00  e  C2 R$ 425,00

A inscrição será concluída com a entrega do comprovante de pagamento; declaração assinada; folha de inscrição preenchida; documento original com foto e cópia do mesmo (RG, DNI, Passaporte). Os documentos devem ser entregues na Secretaria do Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras- DLLE, no horário das 9h as 12h e das 14h as 17h, de segunda à sexta-feira,  localizada no terceiro piso do bloco Mário Ypiranga,  no Instituto de Ciências Humanas e Letras – ICHL.

 

 

Rentabilidade da AgroUfam estimula produtores

A Feira da Produção Familiar (AgroUfam), realizada uma vez por mês (em dois dias) na FCA, no setor Sul do campus, tem apresentado resultado rentável para os produtores que expõem seus produtos no local. No último ano as vendas cresceram e a perspectiva para esse ano é de aumento. O volume comercializado tem crescido a cada mês, o que tem estimulado a participação dos produtores na Feira. De abril a setembro do ano passado o aumento nas vendas foi de mais de duzentos por cento.

A AgroUfam tem atraído a participação de produtores locais em razão do elevado fluxo de consumo da comunidade universitária. São vendidos legumes, frutas, verduras, produtos extrativistas, produtos processados, venda de alimentos, artesanato, entre outros. A procura se dá pelo preço e pela qualidade dos produtos oferecidos. A cada mês a Feira recebe um público maior. No ano passado o faturamento geral foi crescente de abril a setembro. Em abril do ano passado o faturamento geral foi de mais de 11 mil reais. Em setembro aumentou para mais de 34 mil reais. A perspectiva para o ano é de que o aumento nas vendas continue.

O objetivo da AgroUfam é gerar renda para o pequeno produtor rural e oferecer a comunidade acadêmica produtos cultivados sem uso de agrotóxicos e a preços acessíveis. A regra é oferecer produtos que sejam cultivados de maneira natural. O extrativismo deve seguir regras rígidas de coleta na natureza. O artesanato deve utilizar material reciclado. E a comercialização deve ser realizada pelo próprio produtor. As características dos produtos tem despertado o interesse do consumidor universitário. A procura por produtos naturais é uma tendência da sociedade mundial.

O vendedor de mel, Francisco Leite, afirmou que a AgroUfam é o local que mais vende seus produtos. “Faturo em torno de R$ 1200, 00 nos dois dias da AgroUfam. Em outros locais que vendo ganho menos. Aqui o público que comparece tem a disposição vários produtos derivados do mel. Não sou apicultor, compro o mel e derivados, de produtores na BR 174 ou em outros estados da região Norte. Tenho vendido bem meus produtos aqui na Feira”, afirmou.

O produtor de orgânicos, Raimundo Moura, vende café da manhã e suco de couve e limão na AgroUfam, e disse que a procura por produtos orgânicos na Feira ainda é tímido. “Produzo em nossa fazenda produtos orgânicos com certificação. Produzimos alface, couve, rúcula, salsa, entre outras, e também colocamos a disposição do cliente produtos industrializados orgânicos. Temos café, açúcar mascavo, melado, vários produtos que podem ser adquiridos aqui na nossa banca. O consumo desses produtos aqui na Feira ainda é tímido. Temos em outra feira uma clientela grande. Vendemos aqui em torno de R$ 400,00. Na Feira do Ministério da Agricultura faturamos bem”, disse o produtor de orgânicos.

Estudante Paola BiancaEstudante Paola BiancaA estudante de Pedagogia da Ufam, Paola Bianca Xavier, destacou a qualidade dos produtos vendidos e, principalmente, o preço. “Eu gastei somente R$ 20. Comprei água de coco, pé de moleque, suco, banana, farinha e só gastei 20 reais. A qualidade dos produtos é excelente. É a primeira vez que venho e fiquei impressionada com o preço e com a qualidade dos produtos”, disse a estudante Paola Xavier.

 

 

 

Inscrições para seleção de projetos de iniciação cientifica encerram-se nesta quarta-feira, 15

De acordo com o cronograma estabelecido pelo edital nº 008/2015, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp), a inscrição para seleção de projetos, orientadores e bolsistas/voluntários ao Programa de IC da UFAM 2015/2016 para o Campus de Manaus e Campi do Interior, encerram-se até o dia 15 de abril, que pode ser conferido por meio do link: http://www.propesp.ufam.edu.br/index.php/editais-de-iniciacao-cientifica.


A iniciação científica é uma modalidade de pesquisa acadêmica desenvolvida por discentes de graduação em todas as áreas do conhecimento, é o primeiro passo na carreira do cientista, no qual o discentepesquisador exerce a pesquisa acadêmica sob a orientação de um professor-pesquisador. Ele tem como objetivos estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação nas atividades científicas, tecnológicas e artístico-culturais na Universidade Federal do Amazonas; despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre discentes de graduação, mediante suas participações em projetos de pesquisa; contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa; e contribuir para a redução do tempo médio de permanência dos discentes na pósgraduação, entre outros. 

Para mais informações, entre em contato por meio do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Progesp recepciona professores substitutos no Seminário "Integrando-se à UFAM"

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, por meio do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP) realizará, no dia 9, das 8h às 12h e dia 10, de 13h às 17h, na sala de treinamento, localizada no prédio da Reitoria, o Seminário de Integrando-se à UFAM. O público do evento será de professores substitutos contratados no ano de 2015, de forma a apresentar a instituição e demais temas pertinentes. 
 
Com carga horária de 20h, o seminário promove a oportunidade de entender temas relacionados à Instituição, o que possibilitará melhor compreensão, na medida que adentra no universo do serviço público e de como as atividades se desenvolvem.
 
Um material especifico, envolvendo os valores, a missão, visão, objetivos, dentre outras questões relacionados à estrutura universitária está sendo preparado. 

Ciclo de Palestras de Direito recebe presidente do TJAM. Evento acontece até o dia 10 de abril

Mesa de abertura do evento Mesa de abertura do evento

Acadêmicos e calouros de Direito da Universidade Federal do Amazonas participaram, na noite da última terça-feira, 7 de abril, do 1º Ciclo de Palestras do 1º Semestre Letivo de 2015, que contou com Aula Magna da presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, a desembargadora Maria das Graças Pessoa de Figueiredo. 
 
À mesa de abertura, o diretor da FD, professor Sebastião Marcelice Gomes, do pró-reitor adjunto, professor Nelson Noronha, o presidente do centro acadêmico, Felipe Chads Azeredo, o defensor público geral do Estado, José Ricardo Vieira Trindade e o coordenador do Núcleo de Prática Jurídica, professor Bruno de Souza Cavalcante. Presentes, ainda, o ex-diretor e professor emérito do curso, professor José Russo e o ex-diretor da Faculdade, Clynio de Araújo Brandão. 
 
O diretor da faculdade, professor Sebastião Gomes, começou seu discurso ressaltando a importância da presidente na solenidade, em especial por ela ser egressa da Universidade, do curso que tem seus graduados como "filhos da jaqueira". 
 
"O currículo da presidente do TJAM mostra o quão preparada e competente ela é. Não poderíamos trazer outra pessoa para proferir essa aula que não fosse uma das ilustres filhas da Jaqueira, que que costuma relembrar com alegrias e saudades e muito entusiasmo os bons momentos por que passou aqui", afirmou.
 
Ela falou, ainda, do convênio entre o TJAM e a UFAM, que ajuda a desjudicializar o montante de processos em varas e juizados locais. "Esse é um momento de também agradecer o empenho, boa vontade e senso de responsabilidade por parte da reitora, tal qual pela desembargadora e presidente, que optaram pela renovação do contrato de parceria. É por meio dele, que nós estamos desenvolvendo um grande projeto de alcance social que é o do polo avançado, com estudantes não só do Direito, mas de Psicologia e Serviço Social", explicou. 
 

Presidente do TJ falou de sua experiência Presidente do TJ falou de sua experiência

Em sua Aula Magna, a presidente do TJ abordou sua experiência enquanto uma jovem juíza, que teve de ir para o interior do Estado, em municípios como Boca do Acre, Nova Olinda do Norte e Manacapuru, em uma época que havia pouco ou nenhuma infraestrutura nas localidades. 
 
"Costumo dizer que os juízes precisam trabalhar e ter em mente, que essa não é uma profissão para quem visa exclusivamente status, mas uma visão e sensibilidades acerca da sociedade e suas deficiências quanto às garantias cidadãs", afirmou. 
 
Um dos pontos altos da palestra foi a referência a ética, feita pela presidente do TJ. "Estamos vivendo uma crise. Acredito que o cumprimento da lei se faz necessário. Quando fiz meu juramento de magistrada, assumi o compromisso de distribuir justiça, por isso, procurem trilhar a vida jurídica de vocês no caminho da ética", salientou. 
 
O Ciclo de Palestras faz parte do calendário anual do curso e será realizado até o dia 10 de abril, no auditório da Instituição, com palestras de temáticas diversas, a partir das 19h.

Jornalista Denison Silvan lança livro sobre a Mineração Taboca

Capa do livro do jornalista Denison SilvanCapa do livro do jornalista Denison Silvan

A Editora da Universidade Federal do Amazonas (Edua) realiza, nesta quinta-feira, 9, o lançamento coletivo de nove livros, todos relacionados à temática Amazônia. O evento, a ser realizado às 16h, no auditório Rio Javari, da Faculdade de Tecnologia, no campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), contará com a presença da reitora Márcia Perales Mendes Silva. Entre os livros a serem lançados está o do jornalista Denison Silvan, intitulado Trabalho e relações de trabalho na Mineração Taboca, resultado de sua dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA), da Ufam.

Os estudos sobre essas duas categorias científicas, trabalho e relações de trabalho, foi orientado pela professora doutora Iraildes Caldas Torres. Durante os dois anos de pesquisa, o autor contou com bolsa de estudo de um convênio entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), instituição do Governo Federal, e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), do Governo do Estado do Amazonas.

       O livro do jornalista Denison Silvan tem como foco os trabalhadores extrativistas industriais que atuaram durante a década de 1980 na mina do Pitinga, localizada em Presidente Figueiredo, de propriedade da Mineração Taboca, que pertencia ao Grupo Paranapanema. O intuito da pesquisa foi verificar em que medida esses trabalhadores pioneiros da Mineração Taboca vivenciaram relações de poder autoritárias durante a implantação do projeto minerador em Presidente Figueiredo, dando especial relevo à organização política desses operários. “Creio que a pesquisa no âmbito do Programa Sociedade e Cultura na Amazônia resgatou uma parte importante da história recente da classe trabalhadora no Amazonas”, disse Denison Silvan.

Além de recursos da própria Ufam, a edição dos livros a serem lançados nesta quinta-feira contou com o apoio da Fapeam por intermédio do Edital Biblos, que inclui o trabalho de profissionais circunscritos à cadeia produtiva do livro, os quais dedicam-se a determinadas atividades dentro de suas respectivas áreas de atuação, para permitir a efetiva editoração e publicação de livros e revistas de cunho científico, tecnológico e cultural no âmbito da Edua. Para a diretora da Edua, professora Suely Moraes Marquez, a Edua promove o incentivo à leitura e à divulgação do conhecimento por meio das publicações de obras relacionadas à produção científica voltada para a Amazônia, nas suas mais diferentes áreas de conhecimento.

 

Títulos a serem lançados nesta quinta-feira, 9:

Trabalho e relações de trabalho na Mineração Taboca, de Denison Silvan;

O corpo na ritualística do povo Tikuna, de Artemis de Araújo Soares;

Avaliação da atividade de reciclagem implementada pela Associação de Reciclagem e Preservação Ambiental (Arpa) como instrumento para geração de renda – Estudo de caso, de Otamires Barbosa Maia;

Carpinteiros dos rios: o saber da construção naval do município de Novo Airão, Amazonas, de Luciane Maria Legeman Salorte;

Como surgiu a noite: peça infantil em três atos, de Pedro Amorim;

Curt Nimuendaju: síntese de uma vida e de uma obra, de Nunes Pereira;

Doenças de plantas: controles convencionais e alternativos, de Solange de Mello Véras;

Palmeiras da Amazônia e seus usos, de Alfred Russel Wallace;

Um localismo universalizado - a formação de professores, mestres e doutores na Faced/Ufam, de Rosa Mendonça de Brito;

Contar história, hábito e tradição, José Lino Nascimento Marinho.

 

HUGV comemora Dia Mundial da Atividade Física e da Saúde

Diversas atividades voltadas incentivar usuários e empregados a buscarem um estilo de vida saudável.

O Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV/UFAM) promoveu nesta segunda-feira, 6, uma série de ações voltadas ao público interno e usuários, em comemoração ao Dia Mundial da Atividade Física (06/04) e o Dia Mundial da Saúde (7/4). Foram realizados exercícios de relaxamento, palestras, ginástica laboral, aferição de pressão arterial e testes de glicemia e distribuição de material informativo no Ambulatório Araújo Lima (AAL) e nas dependências do Hospital.

Já na abertura do evento, a chefe da Divisão de Cuidados do HUGV, Leila Inês da Câmara, ressaltou que  a equipe do Hospital aproveitou a ocasião para levar aos usuários mais informações e incentivo de como manter a saúde e combater o sedentarismo através de atitudes simples.

As atividades iniciaram com exercícios leves, de relaxamento e aquecimento, que a equipe do Programa de Atividades Motoras para Deficientes (Proamde) levou aos usuários do AAL, seguida de uma sessão de ginástica laboral oferecida aos funcionários em todas as dependências do hospital. O educador físico Keegam Ponce, responsável pela ação, ficou bem satisfeito com o resultado. “Gostamos muito de ajudar a levar estas informações e lembrar às pessoas da importância da atividade física constante para a manutenção da qualidade de vida. Tanto usuários do ambulatório quanto os funcionários dos HUGV responderam satisfatoriamente, e levamos a eles atividades simples, fáceis de reproduzir, mas que fazem grande diferença na saúde e disposição”, afirmou.

Foi ainda entregue aos usuários a cartilha de Serviços do Cidadão do Hospital, documento elaborado pela ouvidoria do hospital a fim de tirar dúvidas  e facilitar o acesso à informação.  De acordo com a ouvidora do HUGV, Itaciara  de Oliveira Andrade, o objetivo da publicação é “mostrar com clareza como atuamos e reafirmar nosso compromisso com a sociedade, apresentando com clareza e objetividade os serviços, canais de acesso, horários de atendimento e outras informação para o usuário”.

Também houve uma palestra sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis, promovida pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) em DST/AIDS do HUGV, seguida de distribuição de preservativos.

PPGL abre seu Primeiro Círculo de Palestras sobre Cultura e Literatura no Amazonas

O Programa de Pós-Graduação em Letras da UFAM, em parceria com o Grupo de Estudos de Literatura de Língua Portuguesa (Gepelip), e com a Coordenação e Núcleo de Pesquisas em Linguagens de Expressão Amazônica (Conplexa),grupos de pesquisa vinculados ao Departamento de Letras - Língua e Literatura Portuguesa (DLLP), deu início, na tarde do último dia 6, ao I Círculo de Palestras sobre Cultura e Literatura no Amazonas. O evento ocorreu no auditório Rio Solimões, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL).

O professor Renan Freitas Pinto abriu a programação de palestras com o tema ‘Os Textos Inaugurais da Amazônia’. Como contribuição ao evento, o pesquisador apresentou uma visão geral sobre os textos de interpretação da Amazônia que vieram à luz nos séculos XVI, XVII, XVIII e XIX. Esses textos chegaram ao século XX com a tradição dos apontamentos de viajantes sobre o vale amazônico, que teve início com os cronistas das expedições de conquista e reconhecimento, tomando impulso com as expedições científicas oficiais e prosseguiu pelas ações dos aventureiros, arrivistas (do francês arriviste, pessoa ambiciosa) e profissionais liberais que se movimentaram pelo vale amazônico, seja vasculhando, inventariando ou pesquisando. 

O palestrante procurou mostrar que, em conjunto, esses apontamentos formam um painel sobre a terra e a gente desta região, e são importantes para se entender a Amazônia de hoje, pois é no conhecimento da História e do passado que está a chave de acesso ao conhecimento do presente.

Programação de Palestras

O professor Renan Freitas Pinto é um dos vinte palestrantes presentes na programação do I Círculo de Palestras sobre Cultura e Literatura no Amazonas, que encerra no dia 6 de julho. Os próximos Encontros também ocorrem no auditório Rio Solimões do ICHL, setor Norte do Campus, das 14h às 17h30.

O segundo está marcado para o dia 27 de abril, e os palestrantes são os professores Carlos Antônio Magalhães Guedelha, que irá comentar a obra `Do Sertão à Selva – Os Livros Vingadores de Euclides da Cunha´, e a professora Edinea Mascarenhas Dias com seu livro `Manaus, 1890-1920 – A Ilusão do Fausto´.

As palestras são destinadas aos alunos de pós-graduação, acadêmicos de Letras e de áreas afins, professores de Literatura, e demais interessados de outras áreas do conhecimento. Cada Encontro corresponde a 3h/aula no certificado. As inscrições são gratuitas até se completarem as vagas, que são limitadas.  Confira abaixo a programação:

Progesp divulga resultado da análise curricular e cronograma de entrevistas para instrutoria 2015

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio da Coordenação de Treinamento e Desenvolvimento (CTD) do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP), torna público o Resultado da Análise Curricular e Cronograma de Entrevistas, objetos dos subitens 4.3 e 4.4 do Edital nº 001/2015, referente à Seleção de Instrutores Internos para o Plano Anual de Capacitação (PAC) 2015.

As entrevistas com os nove selecionados na Análise Curricular ocorrem no dia 9 de abril, entre 9 e 11h40, na sala da coordenação de treinamento e capacitação, localizada no prédio administrativo do campus universitário.

O cronograma de entrevistas e a ATA estão anexos.

Departamento de Material recebe requisição de materiais até o dia 14 de abril

A Diretoria do Departamento de Material informa que até o dia 14, os responsáveis pelos setores administrativos existentes na estrutura da Universidade Federal do Amazonas podem requerer materiais de expediente e de consumo por meio do Sistema de Informação para o Ensino (SIE). 

Inscrições para bolsa do Projeto Promisaes estão suspensas

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (ARII) da Ufam informa que as inscrições para a bolsa do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes) estão suspensas e que nova data será divulgada brevemente.

As inscrições realizadas serão consideradas válidas, não necessitando que o aluno faça nova inscrição.

Escola de Enfermagem inicia semana de acolhida aos calouros 2015

Com uma mensagem de boas-vindas aos ingressantes do curso em 2015, a equipe de direção e os veteranos da Escola de Enfermagem da UFAM promove, nesta primeira semana do semestre letivo 2015/1, uma Acolhida aos acadêmicos. A primeira atividade da programação, a Aula Magna, ocorreu neste dia 6 de abril, com a presença de novos e antigos alunos, docentes e técnicos administrativos em Educação daquela unidade. As ações seguem até 10 de abril.

As atividades iniciaram às 8h30, quando a diretora da EEM, professora Nair Chase, dirigiu a mensagem de boas vindas. A aula inaugural, intitulada “As Conferências de saúde como Mecanismo de Participação da População no SUS”, foi proferida pelo secretário municipal de Saúde de Manaus Homero de Miranda Leão.

Sobre o tema, a diretora da unidade destacou sua importância, especialmente no ano em que será realizada a 15ª Conferencia Nacional de Saúde, precedida pelas conferências municipais e estaduais a ocorrerem em todo o País. “Estamos alinhados às Diretrizes Curriculares nacionais para cursos de Saúde/Enfermagem que orientam que a formação dos profissionais deve atender às necessidades de saúde da população e a política do Sistema Único de saúde”. Concluiu enfatizando que o Projeto Pedagógico da Escola segue essa recomendação reiterada no Planejamento Estratégico e reiterada na Missão da unidade.

Na tarde do primeiro dia, o enfermeiro mestre Clodoaldo Almeida explana sobre os órgãos de representação de classe, em especial o Conselho Regional de Enfermagem (COREN). A seguir, o professor Esron Rocha apresenta a Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN). Ainda na primeira tarde de evento, serão apresentados a UFAM, a EEM e o Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), além dos temas ensino de graduação e pós-graduação lato sensu e stricto sensu e setores de apoios da Escola.

 

 

Continuação

Os ingressantes poderão conhecer a carreira profissional e a Universidade como um todo durante esta semana preparada especialmente para eles. No dia 7 de abril, serão apresentados os projetos de extensão da EEM e a comissão responsável pelo site da unidade.

Na manhã do terceiro dia, 8 de abril, os novatos conhecerão grupos de pesquisa, laboratório de habilidades, laboratório de informática e atividades encabeçadas pelo Centro Acadêmico do curso. À tarde, eles ouvirão a coordenadora de curso, professora Gilsirene Scantelbury, e a coordenadora acadêmica de Enfermagem, professora Noeli Toledo.

O último de atividades será na sexta-feira, 10 de abril, quando os ingressantes saberão quais as ações coordenadas pelo Departamento de Assistência Estudantil (Daest), vinculado à Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp). Ainda pela manhã, a turma de fundamentos da Assistência ao Paciente/Medicina fechará a programação.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Semana de Acolhida_EEM.pdf)Semana de Acolhida_EEM[ ]1354 kB

Aula inaugural dos Programas de Pós-Graduação aborda "Mestrado Profissional e seus Desafios"

Palestra foi realizada no auditório da Faculdade de DireitoPalestra foi realizada no auditório da Faculdade de Direito

A Universidade Federal do Amazonas conta, a partir deste ano, com dois Mestrados Profissionais. Além do curso de Engenharia de Produção, é o curso de Medicina que terá, em seu escopo no PPG, as características de um mestrado profissionalizante. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira, 6, durante a Aula Inaugural do primeiro semestre dos Programas de Pós-Graduação. Agora, além dos 30 cursos de Mestrados Acadêmicos, 12 cursos de Doutorado, são dois Mestrados Profissionalizantes. 
 
A Aula Inaugural aconteceu no auditório da Faculdade de Direito (FD) e reuniu alunos e coordenadores de PPGs e acadêmicos de graduação. À mesa de abertura estiveram presentes o reitor em exercício, professor Hedinaldo Narciso Lima, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp), professor Gilson Monteiro, o diretor do Acompanhamento e Avaliação da Pós-Graduação, professor Afonso Duarte Leão de Souza, a diretora do Departamento de Programas Institucionais da Propesp, Cristiane Bonfim Fernandez e a palestrante da Aula Inaugural, professora da Universidade de São Paulo, Lydia Masako.   
 
O reitor em exercício, professor Hedinaldo Narciso Lima agradeceu a disponibilidade da palestrante de contribuir com a Ufam no sentido de esclarecer sobre o Mestrado Profissionalizante e falou da relevância do tema. "Esse é um momento em que estamos iniciando as nossas atividades junto aqueles que estão iniciando suas atividades, uns na graduação, outros, na pós-graduação, mas que já passaram pela graduação". E sob essa ótica, a da pós-graduação, somos jovens e temos muitos desafios, em especial em se tratando de uma resposta efetiva dos conceitos dos cursos, afinal são eles que fazem a produção científica e não a tendo, não conseguimos avançar tão rápido como gostaríamos. Então contamos com o empenho e dedicação de todos", afirmou. 
 
O pró-reitor disse que o tema da palestra é de extrema importância, porque aborda uma modalidade que já existe no Brasil há 25 anos e na Universidade, até então, só existia um. Para ele, a implementação de demais cursos de Mestrado Profissional como parte do processo de formação que as pessoas podem ter. "Temos muitos cursos de pós-graduação na Ufam, que o público deveria ser de um Mestrado Profissional e é de um Acadêmico", disse, afirmando que é preciso desmistificar a modalidade. 
 
O pró-reitor reiterou, ainda, que a professora da USP foi, inclusive, mencionada pelo gestor da Propesp, Gilson Monteiro, como sendo uma das grandes responsáveis pela concretização do segundo Mestrado Profissional da UFAM. "O escopo do projeto deste curso de strictu senso é de um profissional, pensado para atender às demandas do mercado e que servirá, também, para estreitar as relações com o próprio mercado. É a modalidade do futuro", disse. 
 
Por fim, a diretora do Departamento de Programas Institucionais da Propesp, Cristiane Bonfim Fernandez, deu as boas vindas aos presentes e disse que a jornada está apenas começando. "Torço para que vocês possam estar produzindo, dialogando e socializando as suas produções", disse.  
 
A origem do Mestrado Profissional - Segundo a palestrante foram os alunos de Ciência e Tecnologia que fizeram com que surgisse o Mestrado Profissional, fazendo cooperação de saberes, em 1996. 

A palestrante compôs a mesa junto com o reitor (e) A palestrante compôs a mesa junto com o reitor (e)

Três décadas após a promulgação do Parecer 977, a CAPES emite a Portaria nº 80, de 1998, onde dispõe sobre o reconhecimento dos mestrados profissionais. Este documento, base da legislação atual, traz orientações concernentes aos requisitos e condições de enquadramento das propostas de mestrado profissional nas instituições brasileiras e mais recentemente, Mais recentemente, em dezembro de 2009, a CAPES apresentou a Portaria Normativa nº 17 onde, ratificando o valor e a importância do Mestrado Profissional, esclarece dúvidas sobre a sua validade e, em seu artigo. 5º, estabelece que os cursos de Mestrado Profissional poderão ser propostos por universidades, instituições de ensino e centros de pesquisa, públicos e privados, inclusive em forma de consórcio, atendendo necessária e obrigatoriamente aos requisitos de qualidade fixados pela CAPES e, em particular, demonstrando experiência na prática do ensino e da pesquisa aplicada. ”
 
Além do mais, informa que a oferta de cursos com vistas à formação no Mestrado Profissional terá como ênfase os princípios de aplicabilidade técnica, flexibilidade operacional e organicidade do conhecimento técnico-científico, visando o treinamento de pessoal pela exposição dos alunos aos processos da utilização aplicada dos conhecimentos e o exercício da inovação, visando a valorização da experiência profissional.
 
"O Mestrado Acadêmico forma recursos humanos para professores e pesquisadores e o Mestrado Profissional tem como objetivo principal forma, também recursos humanos, mas principalmente, resultados, visa aplicações práticas do dia a dia", explicou. 

Nota de pesar - Professor Eucimar Bittencourt

A Universidade Federal do Amazonas informa, com pesar, o falecimento do professor aposentado da Faculdade de Odontologia (FAO), Eucimar de Souza Bittencourt, no dia 2 de abril.

O professor Eucimar Bittencourt ingressou na UFAM na década de 70, onde atuou primeiramente no Departamento de Saúde Materno Infantil do curso de Medicina. Posteriormente, trabalhou no Departamento de Odontologia Social e Preventiva da FAO, ministrando a disciplina Ortodontia. O professor encerrou a carreira acadêmica nos anos 90.

Edital Promisaes 2015 para alunos do Programa PEC-G

Com o objetivo de oferecer bolsa-auxílio aos alunos do Programa de Estudantes Convênio de Graduação (PEC-G), a Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais – ARII divulga o Edital nº 003/2015-ARII que dispõe sobre as regras para o processo seletivo para a bolsa do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior – Promisaes.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de abril de 2015, por meio do preenchimento do formulário on-line disponível neste link http://goo.gl/YxNqIq, podendo inscrever-se somente alunos participantes  do Programa PEC-G que tenham concluído o primeiro semestre do curso de graduação no qual estão matriculados. Os documentos exigidos devem ser encaminhados para o e-mail seleçãO endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. durante o período de inscrição.
 
Acesse edital para ver todas as condições de participação.
Anexos:
Fazer download deste arquivo (EDITAL_PROMISSAES.pdf)Edital Pomissaes[ ]536 kB

Gestores da UFAM se reúnem no 7° Workshop do PDI

Na tarde desta quarta-feira (01), os gestores da UFAM que compõem o grupo G1 se reuniram para o 7° Workshop de Planejamento Estratégico (PE) e Planejamento de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFAM para os próximos 10 anos. A reunião aconteceu no miniauditório da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (Protec).

Segundo a profa. Mariomar Sales, pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, a reunião desta quarta-feira serviu para a análise da categorização e prioridades feitas na última reunião do G1. “Nesta reunião, nós iremos fazer uma revisão de todas as categorias e prioridades e faremos os ajustes necessários com o grupo”, afirmou a pró-reitora.

O grupo G1 é composto pela reitora, vice-reitor, pró-reitores, assessores e diretores de departamentos. Logo após a fase de workshops, o material será enviado para a Fundação Getúlio Vargas (FGV), colaboradora externa da Universidade durante o planejamento, que fará o relatório do que foi feito e encaminhará para a UFAM. A partir de então, terá início a fase de escrita do PDI. “Existe uma comissão responsável pela escrita do documento, com o suporte da Proplan, para que o PDI tenha uma linguagem bem acessível”, ressaltou a professora Mariomar.

De posse do documento pronto, a Proplan o encaminhará para apreciação dos membros do Conselho Universitário (CONSUNI), o qual avaliará o teor do material e o aprovará ou não, com ou sem alterações.

Notícias relacionadas

VI workshop do PDI UFAM aborda áreas prioritárias

G1 revisa missão, visão, valores e competências da Universidade

Propesp retifica calendário do edital 009/2015

 

A Pró-reitoria de Pesquisa e de Pós-Graduação (Propesp) informa a retificação dos itens 4.2 e 4.3 do edital 009/2015 que estabelece processo de seleção de propostas de subprojetos institucionais para aquisição e manutenção de equipamentos multiusuários de pesquisa. No item 4.2-Submissão de propostas: até 8 de abril de 2015, lê-se: até o dia 22/04/2015. No item, 4.3- Divulgação das propostas selecionadas: a partir de 11 de maio de 2015, lê-se: até o dia 25/05/2015.

Os demais itens do Edital 009/2015 permanecem inalterados.       

Acordos de Washington iniciaram migração em massa de nordestinos para Amazônia

 

Esse é o resultado da pesquisa  “Batalha da Borracha: contexto da migração cearense para o Amazonas de 1937 a 1945”, do mestrando do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA), Francisco Eleud Gomes da Silva que defenderá a dissertação no próximo mês de abril.  O estudo objetivou desvendar o processo de migração cearense para o Estado do Amazonas durante o período de 1937 a 1945.

Leia mais...

Bibliotecas da capital retornam no dia 20 de abril

 

A Biblioteca Central informa que em virtude da realização do novo inventário do acervo da Universidade, as bibliotecas das unidades da UFAM na capital estarão fechadas até o dia 17 de abril de 2015, tendo suas atividades retomadas no dia 20 de abril.