Cine e Vídeo Tarumã apresenta filmes inéditos nos cinemas de Manaus

Nesta semana, o Cine e Vídeo Tarumã apresenta “Inéditos nos Cinemas de Manaus” para fechar as atividades do semestre. Os dramas são produções reconhecidas em festivais internacionais, mas que passaram despercebidas pelos cinemas de Manaus. Com a missão de exibir películas com temáticas variadas e de qualidade estética notável, o projeto selecionou os filmes “Chef”, "Dois Dias, Uma Noite” e “Copacabana” para atender a essa demanda.

Na segunda-feira (12), foi exibido o filme Chef do diretor Jon Favreau. Carl Casper é o chef de um restaurante badalado de Los Angeles, mas volta e meia enfrenta problemas com o dono do local por querer inovar no cardápio ao invés de fazer sempre os pratos mais pedidos pelos clientes. Um dia, um renomado crítico gastronômico vai ao restaurante e publica uma crítica bastante negativa, baseada justamente no fato do cardápio ser pouco criativo. Furioso, Casper vai tirar satisfação com ele e acaba demitido. Pior: a briga vai parar na internet e se torna viral, o que lhe fecha as portas nos demais restaurantes. Sem saída, ele recebe a ajuda de sua ex-esposa para reiniciar a vida no comando de um trailer de comida.

 

Na quarta-feira, dia 14, haverá o filme Dois Dias, Uma Noite, dos diretores Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne. Sandra perde seu emprego pois outros trabalhadores da fábrica preferiram receber um bônus ao invés de mantê-la na equipe. Ela descobre que alguns de seus colegas foram persuadidos a votar contra ela. Mas Sandra tem uma chance de reconquistá-lo. Ela e o marido têm uma tarefa complicada para o final de semana: eles devem visitar os colegas de trabalho e convencê-los a abrir mão de seus bônus, para que o casal possa manter o seu emprego.

 

Na sexta-feira, dia 16, o filme Copacabana do diretor Marc Fitoussi fecha a programação. Jovial e inconsequente, Babou passou a vida ignorando as convenções sociais. Nunca se casou ou teve um emprego fixo, e levou uma vida nômade ao lado da filha Esmeralda, que acabou se envergonhando da mãe e não planejando convidá-la para seu casamento. Ferida em seu amor maternal, Babou decide mudar. Vai atrás de um emprego e é contratada para vender apartamentos no litoral em pleno inverno. Para sua própria surpresa torna-se a funcionária modelo e agora precisa encontrar um presente de casamento digno de sua filha e, ao mesmo tempo, sincero de sua parte.

 

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do campus universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da locadora Take Video Locadora.

NEPPD promove palestra sobre os mitos em torno da surdez

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial (NEPPD) da Faculdade de Educação (Faced) realiza na sexta-feira (9) mais uma edição do Ciclo de Palestras e Debates sobre Inclusão no Contexto Amazônico, desta vez com o tema “Os mitos que envolvem a área da surdez”. O evento acontece às 14h, no auditório Rio Alalau da Faced, setor Norte do campus universitário.

A palestra será ministrada pela professora Débora Teixeira Arruda, do Departamento de Letras Libras da Ufam. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no local do evento. Mais informações pelo e-mail  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Sobre o Ciclo

O Ciclo de Palestras é uma ação contínua do Programa de Apoio Educacional Especializado (PAEE), desenvolvido pelo NEPPD com apoio da Faced e da Linha de Pesquisa 4 – Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Ufam.

O objetivo do Ciclo é promover mensalmente um encontro entre acadêmicos, professores e profissionais da Educação para discutir as temáticas acerca da Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico.

Conheça o NEPPD: ufamneppd.wixsite.com/oficial

Minicurso “Pensamento singular: semântica, epistemologia e cognição” acontece de 5 a 7 de dezembro

O Núcleo de Estudos em Lógica e Filosofia Analítica (NULFA) do Departamento de Filosofia da Ufam realiza o minicurso “Pensamento singular: semântica, epistemologia e cognição”. Coordenado pelo professor André Pontes, o minicurso será ministrado pelo professor Ludovic Soutif da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

As aulas acontecem até quarta-feira (7) às 18h no auditório Rio Negro do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), localizado no Setor Norte do campus universitário.

Conheça o NULFA: nulfa.weebly.com.  

Assembleia do Fórum Permanente das Licenciaturas será realizada na segunda-feira (05)

Com o tema "Medida Provisória da Reforma do Ensino Médio (n° 746/2016)" a assembleia ocorrerá no Auditório Paulo Bührnhreim de 14h às 18h.

O evento terá a presença dos professores Irlane Maia de Oliveira, Selma Suely Baçal de Oliveira, Saulo Cézar Seiffert Santos, Fabiano Santos de Melo e Nelson Matos de Noronha que falarão sobre "O cenário atual da Educação no Brasil", "A Medida Provisória 746/2016 e seus impactos na LDB 9394/96 e nas Licenciaturas", "O impacto no Ensino de Ciências" e "Como o novo ensino médio afetará a Universidade?". A programação completa está disponível em anexo. 

A assembleia é gratuita e está aberta para docentes e discentes dos cursos de formação de professores da Universidade, além do público externo interessado nos temas em debate. 

 

Cine & Vídeo Tarumã apresenta Filmes Cubanos na semana de 5 a 9 de dezembro

O Cine & Vídeo Tarumã da Ufam exibe nos dias 5, 7 e 9 de dezembro uma pequena mostra de filmes cubanos, numa justa homenagem póstuma àquele que liderou a revolução política que culminou no desenvolvimento e repercussão do cinema cubano: Fidel Castro. As produções selecionadas merecem destaque pela relevância e qualidade cinematográficas, além de pontuar questões políticas e sociais fundamentais para a compreensão da vida naquele país.A programação conta com os filmes: Numa Escola de HavanaMemórias do Subdesenvolvimento e Suíte Havana.

Na segunda-feira (5), será exibido o filme Numa Escola de Havana, de 2014, do diretor Ernesto Daranas. O filme narra a história de Chala, um garoto de onze anos, que vive com sua mãe viciada em drogas, Sonia. Para sustentar a casa, ele treina cães de briga, indiretamente ajudado por um homem que pode ser ou não seu pai biológico. As dificuldades de sua vida refletem na escola, onde é aluno de Carmela, por quem ele tem um grande respeito. Mas quando ela fica doente e tem que se afastar, Chala não se adapta à nova professora, que sugere que ele seja transferido para um internato. Quando Carmela retorna, não aceita essa medida e outras imposições que aconteceram durante sua ausência. Enquanto a relação entre professora e aluno se intensifica, os dois passam a ser perseguidos na escola. Vencedor no Festival de Bogotá/14 nas categorias Melhor Filme e Melhor Filme Infantil, e vencedor no Festival de Havana/14 como Melhor Filme e Ator (para Armando Valdes Freire, o Chala), além de prêmios em Huelva/14, Lleida/15 e quatro prêmios no Festival de Málaga/14, o filme é um legítimo representante do atual cinema cubano.

Na quarta-feira (7), foi selecionado um dos mais importantes filmes cubanos de todos os tempos, realizado logo após a revolução de 1959: Memórias do Subdesenvolvimento. Produção ficcional/documental de 1968, o filme lançou o nome do diretor Tomás Gutiérrez Alea no mundo da cinematografia internacional, notadamente na latino-americana, já marcada por obras como “Historias de laRevolución” (60) e “A Morte de um Burocrata” (66). A trama de Memórias do Subdesenvolvimento se passa em 1962, logo depois da Revolução em Cuba.O intelectual burguês Sergio (Sergio Corriere)resolve ficar sozinho em Havana, quando sua mulher, seus pais e amigos engomadinhos fogem do novo regime e partem para Miami. Sozinho em Havana, não por acreditar na Revolução, mas por estar curioso e por provar a nova realidade, ele vê de sua janela e do caminhar pelas ruas as mudanças acontecerem. Ele conhece a jovem Elena (Daisy Granados), com quem se casa mesmo não a desejando. Filmado em preto e branco, o filme apresenta a maneira como Alea aborda a revolução: crítica e romântica. Visivelmente influenciado pela Nouvelle Vague francesa e pelo neorrealismo italiano, ele nos conduz por personagens fictícios que interagem com personagens reais. A integração entre realidade e ficção é tão perfeita que não tem como o espectador distinguir um do outro. O filme ganhou dois prêmios no Festival de KarlovyVary/70 (República Tcheca).

Na sexta-feira (9), o filme a ser apresentado é Suíte Havana, do diretor Fernando Pérez, encerrando a mostra. O documentário, de 2003, mostra um dia qualquer na vida de dez habitantes da cidade de Havana. No decurso de um dia e uma noite, suas vidas são mostradas e cada um deles representa a curiosa diversidade de grupos sociais que se movem na Havana de hoje. Vencedor em diversas categorias no Festival de Havana/03, o filme saiu vencedor com o Kikito de Ouro no Festival de Gramado/04, na categoria de Filmes Latinos. Ganhou ainda os prêmios de Melhor Direção e Fotografia no Festival de Cartagena/04, do total de 20 prêmios internacionais.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

Indígenas da etnia Yepamahsã defendem dissertação em Antropologia em São Gabriel da Cachoeira

Pela primeira vez na história do ensino superior no Brasil, dissertações de mestrado são escritas e defendidas em língua indígena: Yepamahsã. Os trabalhos também foram escritos em português, caracterizando as obras acadêmicas como bilíngues.

Fotos: Alberto César Araújo/Amazônia RealFotos: Alberto César Araújo/Amazônia RealAs defesas de Dagoberto Lima Azevedo Suegʉ e Gabriel Sodré Maia Akʉto, ambos da etnia Yepamahsã (Tukano) do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) serão realizadas no dia 9 de dezembro, às 13h e às 16h, respectivamente, na Maloca da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), localizada na A. Álvaro Maia, 79, Centro na cidade de São Gabriel da Cachoeira, Alto Rio Negro.

As duas bancas terão a arguição do professor Oscar Calavia Sáez, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), antropólogo especialista nas trajetórias dos intelectuais indígenas na historia dos países americanos.

Dagoberto Azevedo, cuja pesquisa investigou a organização do espaço Di´ta/Nʉhkʉ (terra-floresta) a partir da categoria bahsese, foi orientado pelo professor Carlos Machado Dias Jr., enquanto Gabriel Maia mostrou relações entre as cerimônias rituais e o calendário astronômico Yepamahsã, sob a orientação do professor Gilton Mendes dos Santos.Dagoberto Lima Azevedo Suegʉ (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)Dagoberto Lima Azevedo Suegʉ (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)

Pioneirismo
Outro marco do pioneirismo do evento encontra-se no lugar escolhido para as bancas, pois é a primeira vez que o
 município de São Gabriel da Cachoeira, a 852 quilômetros de Manaus, sedia defesas de mestrado do PPGAS-UFAM.  O evento possibilita uma aproximação entre o resultado das pesquisas acadêmicas e as lideranças políticas indígenas, estudantes, professores e profissionais indígenas e indigenistas que atuam no Alto Rio Negro.

Mesa-redonda
Na manhã do dia 9 de dezembro ocorrerá também uma mesa-redonda com o tema “A Pós-Graduação e a Antropologia Indígena no Rio Negro” com o objetivo de debater sobre a contribuição indígena no processo de produção de conhecimento antropológico.
A mesa será composta pelos professores orientadores Gilton Mendes dos Santos e Carlos Dias Jr. (PPGAS/UFAM), professor Oscar Calavia Saez (UFSC), e representantes de instituições locais.   

Gabriel Sodré Maia Akʉto (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)Gabriel Sodré Maia Akʉto (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)NEAI

A organização dos eventos é feita pelo Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI), do PPGAS da UFAM, que conta com uma rede acadêmica de interlocução, formada por pesquisadores de diversas universidades do Brasil, dos quais se destacam a presença de pesquisadores indígenas. 

O NEAI se dedica à construção de uma linha de pesquisa em antropologia simétrica (cruzada e reversa) que advoga por uma abordagem do conhecimento indígena na construção do fazer antropológico. Na UFAM, o NEAI está localizado na sala 12 da Faculdade de Direito, setor norte do Campus.

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

Site: www.neai.ufam.edu.br

Navi e Cine & Vídeo Tarumã debatem o documentário “Tudo por Amor ao Cinema”, no dia 6 de dezembro

 

O Núcleo de Antropologia Visual da UFAM e o Cine & Vídeo Tarumã exibem na próxima terça-feira (6), às 14h30, no auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (Ichl), setor norte do Campus, o documentário “Tudo por Amor ao Cinema” (2015 – 98min.), de Aurélio Michiles.

O filme trata de um dos personagens mais importantes da História do Cinema Brasileiro: Cosme Alves Netto (1937-1996), amazonense, diretor da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, que no período dos anos 50 a 90 esteve presente em vários episódios da história do cinema brasileiro e latino-americano, sobretudo na luta por sua divulgação e preservação. Ele continuou, no Amazonas, nos anos 60, o trajeto iniciado pelo pioneiro Silvino Santos. Cosme foi o embaixador do cinema brasileiro.

Ao final da exibição, o professor Antônio José Vale da Costa (Tom Zé), do Departamento de Comunicação Social da UFAM, e o escritor e dramaturgo amazonense Márcio Souza irão debater com o público o documentário. 

XV Semana de Agronomia celebra os 40 anos do curso no Amazonas

Interessados podem se inscrever pelo site da XV Semana de Agronomia (SEMAGRO). 

Promovido pelo Centro Universitário e Cultural de Agronomia (CUCA) o evento será realizado no período de 05 a 07 de dezembro, das 8h às 17h30, no auditório Samaúma da Faculdade de Ciências Agrárias, localizado no setor Sul do Campus.

A XV SEMAGRO tem por objetivo celebrar o aniversário de 40 anos do curso de Agronomia, reunindo discentes, professores, egressos e profissionais de áreas correlatas para debater novas experiências nas diferentes áreas técnicas que regem a profissão de Engenheiro Agrônomo.

O evento terá minicursos como amostragem e interpretação da análise de solo, produção artesanal de cerveja; palestras como palestras sobre o cenário da agricultura no Estado do Amazonas, manejo e cultivo de citros; painéis de discussão com temas como receituário agronômico, produção orgânica e agroecologia no Amazonas, além de homenagens aos profissionais de destaque e que contribuem com a melhoria do curso. Confira a programação completa no site da XV SEMAGRO
 

II Seminário Internacional de Ensino de Línguas em Benjamin Constant ocorre de 05 a 07 de dezembro

Evento é uma das atividades alusivas à comemoração dos 10 anos de implantação do Instituto de Natureza e Cultura (INC) de Benjamin Constant.

Com o tema “Ensino de Línguas no Ensino Médio na Fronteira: Desafios e Perspectivas”, o II Seminário Internacional de Ensino de Línguas será realizado de 05 a 07 de dezembro das 8h às 15h com palestras, minicursos e oficinas. Confira a programação completa em anexo.  

O evento tem por objetivo promover o debate entre professores, pesquisadores e alunos preocupados com elementos referentes ao ensino de línguas, tais como abordagens teóricas, procedimentos metodológicos, estratégias de ensino, avaliação e flexibilização do currículo, além de constituir um fórum permanente para discussão de questões referentes ao tema.


Sobre o seminário

O Seminário Internacional de Ensino de Línguas surgiu a partir da ideia de que é indispensável levar em consideração a relação existente entre língua, sociedade, cultura e diversidade no processo que envolve o ensino de línguas. O evento visa estimular a socialização das ações desenvolvidas por professores e pesquisadores tendo em vista o domínio e uso da língua em diversas situações comunicativas.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Programaçao_INC.pdf)Seminario_INC_programacao[ ]817 kB

Seminário do NEAI ocorre nesta segunda-feira (5) com o tema “Intelectuais Indígenas na História Americana”


Encontro faz parte dos Seminários de Pesquisa do Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Ministrado pelo professor Oscar Calavita Sáez da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) o seminário será realizado às 14h, na sede do NEAI, localizada na sala 12 da Faculdade de Direito (FD), setor norte do Campus. 

Com o tema “Intelectuais Indígenas na História Americana”, o objetivo desta edição é fazer um rápido percurso por esse recorte da história indígena em vários países como o Brasil, México e Estados Unidos.

De acordo com o professor, o intelectual indígena é um personagem pouco conhecido nos diversos países americanos. “Sabemos pouco da produção e posse do conhecimento antes da ocupação colonial e ao longo desta, até os nossos dias. O que sabemos da história e da cultura indígenas costuma ser atribuído aos pesquisadores vindos de fora, com pouca ou nenhuma atenção à participação essencial aos indígenas”, afirma.


Sobre o NEAI

O Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) é um grupo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) e ao Departamento de Antropologia da UFAM.

O NEAI congrega pesquisadores, professores e estudantes de diferentes áreas do conhecimento, que se dedicam ao estudo e pesquisas sobre temas e problemas relacionados aos povos e comunidades tradicionais.

Centro de Artes da UFAM apresenta dois espetáculos de dança em dezembro

Encerrando as atividades do 2º semestre letivo, os Corpos de Dança do Centro de Artes da UFAM (CAUA) apresentam em dezembro dois espetáculos: Cibertronic(05/12) e Confessions 3.0 (07/12). Ambos serão no Teatro do CAUA, localizado na Rua Monsenhor Coutinho Nº 724, esquina com Rua Tapajós, Centro de Manaus, a partir das 18h, com entrada franca.

Sobre as apresentações

Cibertronic é um espetáculo de Dança criado pelo técnico-administrativo em educação, o coreógrafo Sandro Michael Ferreira, também responsável pela direção coreográfica. A temática da dança faz uma crítica à sociedade tecnológica. Entre as várias referências utilizadas na pesquisa contextual estão o filme Metrópolis (1927), dirigido por Fritz Lang, e o anime japonês Ghost in the Shell (1995), dirigido por Mamoru Oshii.

Já o espetáculo Confessions 3.0 traz nesta edição o tema “Made in Brazil”, cuja proposta é dançar a cultura pop brasileira com o seu pluralismo de estilos e influências, que vão desde “Fascinação” interpretada pela saudosa Elis Regina até o “Funk Melody” de Anitta, passando pela novíssima geração da banda Scalene com o hit “Gravidade”. No elenco de Confessions 3.0 despontam novos talentos solistas tais como: Kamily Victoria Lucas Santos, Quéren Raquel Castro Ramos e Oziel de Oliveira Ferreira, além das duplas extraordinárias: Hanna Ibiriba da Costa Pinto e Dominique Borges de Oliveira, Esly de Souza Farias e João Vitor Ferreira Evangelista, todos talentos acolhidos e desenvolvidos no CAUA.

Cine & Vídeo Tarumã exibe documentários sobre Política e Cultura Brasileira nos anos 80

Nesta semana o Cine & Vídeo Tarumã da UFAM exibe uma série de documentários dedicados à memória e reflexão sobre a política e a cultura brasileira nos anos 1980. Os filmes selecionados contam com relatos sobre resistência, frente ao cenário político e econômico após a ditadura militar. Alguns deles mostram como a cena musical protestava e desafiava os militares, enquanto outros fazem uma análise dos processos econômicos e políticos. E, como consequência, o que isso significou para a cultura brasileira. Os filmes a serem exibidos são: “Rock Brasília - Era de Ouro”, “Não Estávamos Ali para Fazer Amigos”, que contará com uma sessão especial às 9h e em seguida um debate com o sociólogo e professor Francinézio Amaral, e “Um Sonho Intenso”.

Na segunda-feira (28), será feita a exibição do “Rock Brasília - Era de Ouro”, do diretor Vladimir Carvalho. Documentário nacional sobre a trajetória do cenário rock/musical de Brasília nos anos 80, desde os primórdios das bandas embrionárias até o estouro nacional de Legião Urbana, Capital Inicial e Plebe Rude. Com depoimentos de diversos músicos, familiares e personalidades importantes, o filme revela detalhes sobre a chamada Era de Ouro da cidade e a origem de diversos grupos.

Na quarta-feira (30), o filme que contará com um debate sobre o tema, às 9h, no Auditório Rio Negro, é o “Não Estávamos Ali para Fazer Amigos”, dos diretores Miguel de Almeida e Luiz R. Cabral. Os anos finais da ditadura militar brasileira (1964-85) mesclada à explosão da cultura urbana manifestada por um inovador conceito de jornalismo cultural impresso nas páginas do caderno Ilustrada, entre os anos de 1981 e 86. Do último ditador, João Figueiredo, passando pela movimentação das Diretas-Já, eleição de Tancredo Neves, sua morte e a posse de José Sarney. Período em que brotam de garagens, de bairros perdidos das cidades, de pequenos ateliês, grupos de rock como Titãs e Ira!, poetas, artistas visuais como Tunga, grupos teatrais como Asdrúbal trouxe o trombone. Estes e outros mais – todos sedentos, para avançar na história, com uma temática explosiva, de enfrentamento à política tradicional.

Já na sexta-feira, 2 de dezembro, será exibido o filme “Um Sonho Intenso”, do diretor José Mariani. Renomados economistas e historiadores discutem os avanços socioeconômicos do país e analisam os principais erros e acertos do processo de industrialização nacional, indo a fundo nas origens do subdesenvolvimento.  

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), localizado no setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora. 

Centro de Artes da UFAM inaugura Galeria nesta terça-feira (29)

 

O Centro de Artes da UFAM, um dos órgãos suplementares da instituição, inaugura nesta terça-feira (29) a sua segunda Galeria, desta vez no Centro de Convivência do Setor Norte do Campus. A primeira está localizada na unidade I do CAUA, localizada no Centro de Manaus.

A inauguração dentro do Campus da UFAM irá contar com apresentações musicais, teatro e exposições de obras que pertencem ao acervo do Centro de Artes. Serão 12 horas de cultura, com início às 9h.

A Galeria ll funcionará no horário de 13h às 17h, e será um espaço não só para exposição, como também um local onde a comunidade universitária poderá fazer uso do mobiliário, desenvolvido por acadêmicos do curso de Design. 

Relações públicas promovem encontro sobre atuação no mercado

Em parceria com os cursos de Relações Públicas da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e do Centro Integrado de Educação Superior do Amazonas (Ciesa) e apoio do coletivo Blog RP Manaus, o Conselho Regional dos Profissionais de Relações Públicas da 6ª Região (Conrerp6) realizará, no dia 28 de novembro, o “Encontro de Relações Públicas: porque mercado é relacionamento”.

O evento ocorrerá às 19h no Auditório do Ciesa, situado na Rua Pedro Dias Lemes, 203, Flores. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do endereço eletrônico bit.ly/2fJ8mMb.

Visando aproximar estudantes e profissionais de Relações Públicas, o Conrerp6 convidou para o evento palestrantes com experiência no mercado e de atuação destacada em suas áreas profissionais: o atual Presidente do Conrerp6, Ulisses Fontenele (Especialista em Ciências Políticas pela UNB); Mayra Franceschi (Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP); Luciene Setta (Mestre em Psicologia Social pela UERJ); e Catherine Rodrigues (egressa do Curso de Relações Públicas da Ufam).

O evento contará com o sorteio de brindes e livros, entre os quais "A História das Relações Públicas no Amazonas”, organizado pela Assessora de Comunicação da UFAM, Inara Costa, e pelo doutorando do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA), Jonas Jr. Os temas abordados nas palestras são: gestão estratégica; gestão de relacionamentos frente às redes de doação de sangue; a atuação do RP nas Olimpíadas Rio 2016; e a experiência de atuações nas empresas e indústrias de Manaus.

II Seminário da Consciência Negra discute o ensino da cultura afro-brasileira nesta quarta-feira (23)

Promovido pelo Programa de Extensão Nossa África, o II Seminário da Consciência Negra será realizado nos dias 23 e 24 de novembro, de 9h às 18h no Auditório Rio Solimões do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), setor Norte do Campus, com o tema “O Ensino Público e as Leis 10.639/2003 & 11.645/2008”.

O objetivo do evento é refletir as implicações das mudanças trazidas pela MP 746/16 que estabelece a Reforma do Ensino Médio, desconsiderando história e cultura afro-brasileiras como disciplinas obrigatórias do currículo escolar. 

O Seminário terá mesas-redondas, palestras e projeções de filmes relacionados à temática, além de atividades culturais com música e dança. As inscrições podem ser feitas no local do evento.

Confira a programação completa disponível em anexo. 

“Geografia da Circulação” é tema de encontro na UFAM

Com o objetivo de incitar o debate acerca dos estudos realizados dentro do campo de análise do movimento, material ou imaterial, destacando o uso das noções de circulação associadas ao espaço e os efeitos do uso e das práticas desta no território, acadêmicos de Geografia da UFAM realizam entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro o V Encontro de Estudantes de Geografia do Amazonas (EEGAM), com o tema “Geografia da circulação”.

O evento será nos auditórios Rio Negro e Rio Solimões, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), setor Norte do campus universitário, e é uma organização do Departamento de Geografia e do Centro Acadêmico de Geografia (Cegeo) da UFAM.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de novembro, por meio da página do encontro. Palestras, grupos de discussão e minicursos estão na programação. Ao todo, 22 trabalhos de graduandos e pós-graduandos da área serão apresentados.

No encontro serão abordados: Geografia da circulação e perspectivas; Os modais e a circulação no Brasil; Redes, fluxos e território; Mobilidade Urbana; Movimento de pessoas; Rodoviarismo no Brasil; Impactos socioambientais dos modais; e Geografia da circulação e ensino.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Tema da imigração na Europa é destaque no Cine & Vídeo Tarumã

As sessões gratuitas ocorrem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do Campus Universitário
 

As ondas migratórias de pessoas que, se arriscam em travessias no Mediterrâneo para viver na Europa fugindo das dificuldades de viver em países e povoados da África e do Oriente Médio é o tema dos filmes que o Cine & Vídeo Tarumã, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), apresenta na próxima semana.

Com o objetivo de pautar o tema para que os frequentadores das sessões do Cine & Vídeo Tarumã compreendam um pouco melhor as razões e consequências dos migrantes refugiados em países europeus, foram selecionados três filmes recentes e inéditos em Manaus; o vencedor da Palma de Ouro em 2015, Dheepan – O Refúgio; o italiano Terra Firme e o documentário Fogo no Mar.


                                       
                                                                                                                                                                                                                                

Na segunda-feira (21), será exibido o filme Dheepan – O Refúgio, do francês Jacques Audiard.  Dheepan (Antonythasan Jesuthasan) é um combatente da independência no Sri-Lanka, mas a guerra civil está prestes de ser perdida e ele decide fugir. Ele se junta a Yalini (Kalieaswari Srinivasan) e a pequena Illayaal (Claudine Vinasithamby), que não se conhecem, assumindo identidades falsas para chegar a Europa. Eles precisam conviver como se fossem uma família verdadeira ao chegar na França. Contudo, a violência dos subúrbios faz ressurgir as feridas da guerra. Além de vencedor em Cannes, o filme obteve outros prêmios pelo mundo, como Melhor Filme no Festival de Miami/16 e o Prêmio do Público no Oslo Films from the South Festival/15 (Noruega).

O filme de quarta-feira (23) do italiano Emanuele Crialese Terra Firme, de 2012. A trama mostra a família modesta de pescadores em uma ilha remota, onde a maior fonte de trabalho é o turismo. Ernesto (Mimmo Cuticchio), o patriarca da família, ainda mantém seu barco de pesca, mais por razões sentimentais do que pela renda que consegue obter através dele. Já Nino (Beppe Fiorello) desistiu de vez da pescaria e agora se dedica a entreter turistas. Um dia, Ernesto e o neto Filippo (Filippo Pucillo) estão no mar e, ao perceberem que um barco naufragou, ajudam algumas pessoas. O problema é que o barco estava repleto de imigrantes ilegais e ajudá-los, mesmo nestas condições, é considerado crime. Vivendo entre o medo de serem flagrados e a necessidade de prestar ajuda, por acreditarem na “lei do mar”, de solidariedade àqueles que estão perdidos nele, a família Purcello passa a abrigar em sua própria casa dois dos imigrantes: Sara (Timnit T) e seu filho. Eles enfrentam a perseguição não só da polícia. Com 19 prêmios internacionais, o filme conquistou o Prêmio do Júri no Festival Italiano de Bastia/12, o Prêmio Especial do Júri no Festival de Istambul e o de Melhor Filme e Prêmio UNICEF no Festival de Veneza/11.

Na sexta-feira (25), o documentário Fogo no Mar, do italiano Gianfranco Rosi, fecha a programação da semana. O filme captura a vida da ilha de Lampedusa. Na costa sul da Itália, o local se tornou linha de frente na crise de imigração da Europa. Lampedusa virou manchete mundial nos últimos anos por ser o primeiro porto de escala para centenas de milhares de imigrantes da África e do Oriente Médio que tentam fazer uma nova vida no continente europeu. Foi para essa direção que o cineasta Rosi apontou sua câmera e realizou Fogo no Mar em 2016. O filme foi vencedor de quatro categorias no Festival de Berlim deste ano, dentre elas, o Urso de Ouro e o Prêmio Ecumênico do Júri de Melhor Direção.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social (DECOM) da Ufam, com o apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

 

Núcleo de Teatro do Caua apresenta “Repressões - Exercícios Teatrais” no dia 23 de novembro

O espetáculo gratuito faz parte da programação XIV Encontro Nacional de Turismo de Base Local (XIV ENTBL), realizado pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), com apoio da UFAM, por meio do CAUA.

O Núcleo de Teatro do Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (Caua) estreia no  23 de novembro, às 17 horas, a peça “Repressões – exercícios teatrais”. O texto é de autoria de Verônica Gomes e James Araújo, o qual também encena a apresentação.

Para James, a gestação e, posteriormente, o parto de “Repressões – exercícios teatrais” – foi o resultado de um processo árduo e desafiador não só para ele próprio e sua assistente de direção, como também para os alunos-atores. “Encontros, desencontros, risos, caras fechadas e até choros, marcaram a jornada criativa do trabalho. Mas isso não importa. O que vale é que mantivemos a decisão de que éramos capazes de iniciar nossa trajetória criativa e entregarmos o fruto de nosso trabalho ao grande público, razão primeira do fazer teatral”, declarou o artista.

O diretor do CAUA, professor Paulo Simonetti, afirma que “Repressões – exercícios teatrais” reinaugura, retoma e garante a aventura teatral no espaço da Universidade Federal do Amazonas. “Vai tornar nossa Universidade mais lúdica, pois, onde as paixões humanas são encenadas, por mais trágicas que pareçam, o jogo as torna elevadas e repletas de ‘realidades” possíveis’. Acrescente-se o fato de o teatro, enquanto curso livre do CAUA, ampliar a oferta de atividades artísticas, que são oferecidas neste espaço de arte e cultura tanto à comunidade universitária quanto ao público de modo geral”, declarou o diretor.

“Repressões – exercícios teatrais”

Verônica Gomes, uma das autoras do texto, explica que o espetáculo consiste em apresentar fragmentos reveladores da intolerância e da dificuldade das pessoas em conviverem com o diferente.  “A peça revela uma sociedade marcada pelo olhar preconceituoso e autoritário. Um exemplo disso é o não respeito pelas escolhas. Na nossa apresentação, a personagem Priscila é um rapaz que se sente e se vê mulher, mas que não pode sequer pensar em sê-lo, pois se o fizer sofrerá violência de toda sorte. Encenaremos também a atitude repressora da mãe de Maria, que censura as ações lúdicas praticadas pelas filhas e as castiga por brincarem de esconde-esconde, amarelinha e pular corda”.

Os autores advertem que qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. “A apresentação ‘Repressões – exercícios teatrais’, por ter sido gestada na troca das experiências de cada um ao longo de encontros e/ou desencontros, no aqui e agora, tem coincidências com a realidade. Mas são apenas coincidências”, afirmam James Araújo e Verônica Gomes.

A estreia de “Repressões – exercícios teatrais” faz parte da programação XIV Encontro Nacional de Turismo de Base Local (XIV ENTBL), realizado pela Universidade Estadual do Amazonas (UEA), com apoio da UFAM, por meio do CAUA.

O Núcleo de Teatro do Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas tem o apoio da PROEXT, por meio do PACE, e da Tribo Cia de Teatro – grupo de teatro ao qual pertencem James Araújo e Verônica Gomes. James é professor, diretor, produtor e coordenador do Núcleo. Já Verônica Gomes, professora, assistente de direção e produtora. A peça tem como atores os alunos Andrey Lima, Glaucimara Oliveira, Neide Raielly, Victória Guerreiro e Waldick Júnior.

CACi.Com realiza Semana de Informática até sexta-feira

O Centro Acadêmico de Ciência da Computação (CACi.Com) e o Instituto de Computação realizam de 16 a 18 de novembro a Semana de Informática 2016 (SEMINFO). O evento tem como objetivo reunir professores, pesquisadores, empresários, profissionais, estudantes do ensino médio e superior de diversas áreas e demais interessados em questões relativas à Computação e acontece no setor Norte da UFAM.

A Seminfo terá palestras, minicursos e feira tecnológica. Startups, privacidade digital, jogos eletrônicos, empreendedorismo e meninas na computação são alguns dos temas abordados nos três dias de evento.

Dia 18 é o dia do ensino médio. Toda a programação é voltada para estudantes interessados em ingressar nos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação oferecidos pelo IComp. Site do evento: www.seminfo.icomp.ufam.edu.br

Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal realiza primeira qualificação de Mestrado

Estudo propõe a substituição do milho pelo resíduo de tucumã para produzir ração e incrementar o setor de avicultura na região

Mestrando André Ferreira Silva desenvolve o pesquisa da ração feita de resíduo de tucumãMestrando André Ferreira Silva desenvolve o pesquisa da ração feita de resíduo de tucumã

No dia 17 de novembro, às 15h, será realizado o primeiro exame de qualificação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (PPGCAN) da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA). O PPG iniciou a primeira turma de Mestrado em abril deste ano e já revela os primeiros resultados ainda em 2016.

O trabalho intitulado “Farinha do resíduo de tucumã (Astrocaryum aculeatum Meyer) em substituição ao milho na alimentação de poedeiras comerciais”, de autoria do mestrando André Ferreira Silva, verifica a viabilidade produtiva e econômica de substituir o milho pelo resíduo de tucumã na produção de ração para aves que produzem ovos.

A pesquisa é orientada pelo professor Frank Cruz, que também é coordenador do Programa. Na avaliação do docente, a qualificação marca um momento especial para o PPG que, mesmo ainda no primeiro ano de existência, já pode mostrar que as pesquisas têm avançado na busca de maior viabilidade econômica e produtiva a partir de soluções inovadoras na pesquisa.

Visite a página do PPGCAN.

 

Inovação

A investigação científica tem o objetivo de auxiliar os produtores que se dedicam ao ramo da avicultura e aqueles que desejam ingressar nessa atividade. O enfoque é na exploração racional e econômica desse segmento voltado para as necessidades regionais.

180 aves poedeiras e seus ovos serão utilizados na fase de testes da ração180 aves poedeiras e seus ovos serão utilizados na fase de testes da ração“Com esse experimento pretende-se reduzir o custo final de produção e minimizar o impacto causado ao meio ambiente, mediante a utilização do resíduo de tucumã na alimentação de poedeiras”, revela o mestrando no resumo do trabalho.

O experimento será conduzido nas instalações do Setor de Avicultura FCA e será realizado durante um período de 84 dias, divididos em quatro ciclos de 21 dias cada, onde no final de cada ciclo serão efetuadas as determinações de desempenho, qualidade e análise econômica.

Para o estudo, serão utilizadas 180 poedeiras da linhagem Hisex White. As aves serão submetidas ao consumo de seis níveis de resíduo de tucumã, desde a ração com nenhum resíduo até a amostra composta totalmente do produto (0, 20, 40, 60, 80 e 100%). Durante os experimentos, poedeiras têm avaliados os índices bioquímicos, que são a glicose, os triglicerídeos, o colesterol e o PH.

 

Viabilidade

A cada 21 dias, nos dois últimos dias serão coletados os dois primeiros ovos de cada parcela experimental, os quais serão identificados e pesados em balança digital. Dentre as variáveis de desempenho das poedeiras estão o consumo de ração, a produção de ovos e a taxa de sobrevivência. Já em relação à qualidade do ovo, esta será mensurada por variáveis como o peso, os triglicerídeos e o PH dos seus componentes, entre outras.

Por fim, a viabilidade econômica será revelada pelos seguintes quesitos: preço e consumo da ração, custo alimentar, quantidade de ovos produzidos e o custo dessa produção, renda bruta e lucro operacional. Além desses, serão analisados o ponto de equilíbrio para a melhor produção e a lucratividade.

Curso de Ciências Naturais da UFAM comemora 50 anos com vasta programação acadêmico-científica

Duas semanas acadêmicas e mais um encontro nacional de estudantes estão na programação do Jubileu de ouro do Curso

De 21 a 25 de novembro, o Instituto de Ciências Biológicas (ICB) abrigará três eventos em comemoração aos 50 anos de existência do curso de Ciências Naturais na UFAM. São eles: a VII Semana de Ciências Naturais (SEMCINAT); o III Encontro Nacional dos Estudantes de Ciências Naturais/da Natureza (ENECINA); e a 29ª Semana de Biologia (SEMBIO). Palestras, mesas-redondas, minicursos, oficinas científicas e pedagógicas, apresentação de trabalhos, além de atrações culturais, compõem a programação que reunirá pesquisadores, docentes, discentes e profissionais das áreas.

VII SEMCINAT e III ENECINA

Com as temáticas “50 anos de evolução das Ciências no Amazonas” e “O profissional de Ciências Naturais/da Natureza: suas atribuições e competências”, a SEMCINAT e o ENECINA ocorrem de forma simultânea.

Ambos pretendem discutir e impulsionar mudanças, a nível nacional, no que diz respeito às diretrizes curriculares do curso de Ciências Naturais. Na programação, destacam-se discussões sobre o ensino das Ciências na escola e na universidade e a situação curricular das licenciaturas no país. Além das palestras, estão previstos minicursos e Grupos de Trabalhos (GTs). A programação completa está disponível no endereço do evento.

O curso de Ciências foi criado junto à Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade do Amazonas, pela Resolução nº 30/66, de 14 de novembro de 1966, para cobrir, na época, a falta de professores de Ciências, Física e Biologia nos estabelecimentos de ensino básico do Estado.

 

29ª SEMBIO

A edição deste ano traz o tema “Biologia na sociedade: conhecer, desenvolver e avançar”. A proposta é discutir o papel profissional do biólogo, seja educador, seja pesquisador, na transformação social do Brasil. Além disso, a SEMBIO busca despertar a consciência crítica para a responsabilidade social e o empreendedorismo, contribuindo para a formação intelectual dos futuros profissionais de Biologia.

A Semana será dividida em temáticas: Conservação da Natureza e Sustentabilidade; Saúde Pública; Educação; e Perfil do Profissional Biólogo. Neste haverá uma Assembleia, que contará com representantes da Coordenação do curso, da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg), do Centro Acadêmico de Biologia (CABio) e do Programa de Educação Tutorial de Biologia (PETBIO). A programação completa está disponível no site do evento.

As inscrições para a SEMBIO podem ser feitas presencialmente até o dia 21 de novembro na sala do CABio, localizado no prédio 01 do ICB, Setor Sul do campus.

 

 

Contatos

SEMCINAT/ENECINA: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

SEMBIO: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

 

PET Biologia realiza workshop sobre empreendedorismo e meio ambiente na Amazônia

 

Nos dias 17 e 18 de novembro o Programa de Educação Tutorial do curso de Biologia (PET-Biologia) promove o 1º Workshop “Amazônia: Empreendedorismo e Meio Ambiente”, evento que reunirá, por meio de palestras, minicursos, oficinas, contribuições e propostas para o empreendedorismo sustentável na região. Acesse o site: workshopdaamazonia.wixsite.com/petbiologiaufam

A abertura será às 9h, no auditório Paulo Bührnheim, localizado no setor sul do Campus Universitário. As inscrições para o Workshop podem ser feitas através do site, ou diretamente na sala do PET Biologia, localizada no subsolo do Instituto de Ciências Biológicas (ICB 01), setor Sul, até o dia 15/11, ou se restarem vagas, até o primeiro dia do evento.

Informações pelo email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Telefones: 98237-4052 (Manoel) / 99120-1663 (Lídia). 

Cine e Vídeo Tarumã comemora o dia da Consciência Negra

As sessões gratuitas acontecem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do Campus Universitário.

Tendo em vista o Dia da Consciência Negra no próximo domingo, dia 20, o projeto Cine & Vídeo Tarumã, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), preparou uma programação especial para a comemoração da data. A programação propõe uma reflexão, através dos filmes Fruitvale Station: A Última Parada, Chocolat e A Feiticeira da Guerra, contra a desigualdade e discriminação que negros e negras sofrem todos os dias. O projeto junta-se aos demais movimentos pró-lutas dos direitos de todo o povo negro e relembra que essa luta é de todos.
 

                                              

 

Segunda-feira (14), será exibido o filme Fruitvale Station: A Última Parada, do diretor Ryan Coogler. Oscar Grant tem 22 anos e acaba de ser demitido do emprego por chegar constantemente atrasado. Ele esconde esta notícia de Sophina (Melonie Diaz), a mãe de sua filha, por achar que pode recuperar o emprego após conversar com seu chefe. Bastante ligado à mãe, Oscar enfrenta problemas quando resolve ir com Sophina ver as festividades de ano novo em San Francisco.

Na quarta-feira (16), teremos o filme francês Chocolat, do diretor Roschdy Zem. O jovem negro Rafael Padilha nasceu em Cuba em 1868 e foi vendido quando ainda era criança. Anos depois ele consegue fugir e é encontrado nas docas por um palhaço que o coloca nas suas apresentações. Em seguida, Padilha passa a ser conhecido como Chocolat, tornando-se o primeiro artista circense negro na França, um grande sucesso no final do século XIX.

Na sexta-feira (18) haverá a exibição do filme A Feiticeira da Guerra, do diretor Kim Nguyen. A jovem Komona está grávida. Ela conta ao seu filho, ainda no ventre, sua história de vida. Esta garota participou da guerra dos rebeldes em um país da África Central, tendo como único apoio a presença do Mágico, um garoto de 15 anos que sonha em se casar com ela. Ao longo dos meses passados juntos, Komona e o Mágico se apaixonam, e fogem para viverem juntos o mesmo amor e o mesmo ideal de resistência diante da guerra.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

HUGV abre para visitação especial no dia 24 de novembro

Público terá a oportunidade de conhecer algumas áreas do novo Hospital, às vésperas da inauguração

Entrada do novo HUGVEntrada do novo HUGVNo dia 25 de novembro, a Universidade Federal do Amazonas inaugura a primeira etapa do novo Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV).

Antes da inauguração, o Hospital estará aberto para visitação no dia 24, no horário de 8h às 14h. A visita é aberta ao público, e os interessados podem se inscrever por meio do site Eventos UFAM (Acesse aqui), até o dia 21 de novembro.

No Hospital, o público terá acesso apenas a alguns setores, devido ao processo de mudança já em andamento desde o dia 5 de novembro, que envolve traslado do mobiliário, a instalação de equipamentos, realização de limpezas (fina e ultrafina) necessárias à adequada higienização, além dos procedimentos de análise bacteriológica das unidades críticas, em estrita observância à legislação vigente. Essa fase encerra no dia 10 de dezembro. A partir do dia 16 o novo HUGV passa a atender a sociedade. 

Para a visita serão disponibilizadas 60 (sessenta) vagas, e será estruturada da seguinte forma:

Horários disponíveis para agendamento no site Eventos Ufam: 8h às 9h / 9h às 10h / 10h às 11h / 11h às 12h / 13h às 14h

Número de vagas para cada horário: 12

Duração da visita: no máximo 1 hora

Traje recomendado: camisa, calça comprida e sapato fechado

Local: térreo do novo HUGV, localizado na Avenida Apurinã, nº 4, Bairro Praça 14 de Janeiro

Caso o número de inscritos ultrapasse o quantitativo de vagas, os visitantes serão realocados para os próximos horários. Ao final da visita, os participantes receberão brindes exclusivos como forma de registrar esse momento histórico. Informações: (92) 3305-1480 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sobre o novo HUGV

A primeira etapa do novo complexo hospitalar do HUGV possui aproximadamente 35 mil metros quadrados de área construída que abrigará: 300 leitos, 11 salas de cirurgia, centro diagnóstico, um heliponto, dentre outras estruturas que darão o suporte necessário para potencializar as atuais atividades assistenciais e acadêmicas do Hospital, além da oferta de novos serviços à sociedade, quando da finalização de toda a obra. Saiba mais em:

Comunicado à Sociedade Amazonense: concluída a primeira etapa do novo HUGV

NEAI debate sobre "experiência intercultural de pesquisa com a arte rupestre do Baixo Rio Negro" nesta quinta-feira (10)

O Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) realiza na quinta-feira (11) uma edição do Seminário de Pesquisa, em parceria com o Maracá. O tema desta edição será "ʉtã woritire - uma experiência intercultural de pesquisa com a arte rupestre do Baixo Rio Negro".
 
Os palestrantes convidados serão o representante da liderança Tuyuka, Higino Tenório, e o pesquisador, arqueólogo e professor da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Raoni Valle. O encontro será realizado às 14h, na sede do NEAI, localizada na sala 12 da Faculdade de Direito (FD), setor Sul do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho, em Manaus.
 
No evento serão discutidas teorias diversas e complexas sobre o fenômeno que os arqueólogos não indígenas chamam de Arte Rupestre e como a  arqueologia e a etnologia amazônicas não têm demonstrado interesse em problematizar esse campo de estudos de forma sistemática e mais aprofundada. Assim, a presente proposta se constitui como uma provocação a respeito do silêncio que permeia a etnografia da arte rupestre amazônica e que, por fim, a constitui como uma "terra de ninguém" onde nem a antropologia nem a arqueologia conseguiram abordar de maneira satisfatória tais relações entre gentes, pedras, grafismos e conhecimentos. 
 
Sobre o NEAI
 
O Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) é um grupo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) e ao Departamento de Antropologia da UFAM. O NEAI congrega pesquisadores, professores e estudantes de diferentes áreas do conhecimento, que se dedicam ao estudo e pesquisas sobre temas e problemas relacionados aos povos e comunidades tradicionais.
 

Hegel e o debate analítico contemporâneo são tema de simpósio na UFAM

De 16 a 18 de novembro será realizado o Simpósio Hegel e o Debate Analítico Contemporâneo, no Auditório Rio Solimões do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL). Uma realização do Grupo de Estudos em Representação e Participação Política (GERPP) do Departamento de Filosofia da UFAM (DFIL), o evento tem o objetivo de reunir professores e pesquisadores de diferentes cursos para discutir filosofia analítica e o pensamento político a partir de Hegel.

Para a coordenadora do GERPP, professora Verrah Chamma, o simpósio contribuirá para o debate das atuais mudanças sociopolíticas que o Brasil vem enfrentando. “Nós, professores e estudantes, temos mais clareza dos eventos e maior capacidade de compreensão, crítica e articulação quando conhecemos os autores clássicos, que já discutiram temas que ainda são atuais, como totalitarismo, dialética enquanto forma de apreensão e exposição da realidade, emancipação versus a incapacidade do sujeito ser livre diante de instituições que lhe ultrapassam, o sentido da comunidade política e o lugar do indivíduo e do cidadão nela, entre outros”, explicou Verrah.

“Todas essas questões serão abordadas no Simpósio, por professores e pesquisadores que, mesmo tendo formações distintas, terão estes problemas contemporâneos como ponto em comum”, declarou.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas na página do GERPP até o dia 16. Gratuito e aberto à comunidade acadêmica, o simpósio contará com a participação do professor Federico Sanguinetti, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), além de professores do DFIL, da Faculdade de Educação (Faced) e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) da UFAM.

Na programação, destacam-se as palestras “O conceito hegeliano de sensação e o debate entre não-conceitualismo de estado e não-conceitualismo de conteúdo”, com o professor Federico Sanguinetti (UERJ); “Uma defesa da contradição: considerações lógicas e filosóficas”, com o professor André Nascimento Pontes (UFAM); e “Hegel e o presente: lendo Hegel com os óculos de Foucault”, com o professor Carlos Rubens de Souza Costa (UFAM).

Sobre o GERPP

O Grupo de Estudos em Representação e Participação Política (GERPP) tem por finalidade realizar leituras e pesquisas sobre as principais concepções modernas de participação e de representação política - sobretudo participação direta, representação individual, corporativismo, e representação parlamentar.

O GERPP foi fundado em outubro de 2013 e esteve ativo, com encontros semanais, até julho de 2015. Desde então, passou por um período de recesso, mas suas atividades serão retomadas em janeiro de 2017.  

Programa de visitas da UFAM recebe alunos da Escola Estadual Thomé Ferreira Santiago

Estudantes do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Thomé Ferreira Santiago, do município Careiro Castanho (AM), estão com visita agendada para o campus da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) na próxima segunda-feira (14), a partir das 8h. A visita faz parte do Programa de Visitas para o Público Interno e Externo da UFAM (VIP), cujo propósito é apresentar a Instituição ao público, com sua estrutura e serviços oferecidos à comunidade amazonense, possibilitando um maior conhecimento sobre as ações e atividades desenvolvidas nos diversos setores da Universidade.

O roteiro incluirá uma palestra introdutória no Auditório Eulálio Chaves, setor Sul do campus, ministrada pela coordenadora do VIP, professora Célia Carvalho. Serão abordados a história da UFAM, os cursos, os projetos de pesquisa e extensão e os programas de apoio ao discente. Também será destacada, para os alunos, a importância de se ingressar em uma universidade pública federal, despertando-os para estudar um curso superior e seguir uma carreira profissional.

A visita contará com a participação de 58 alunos e professores da referida escola, que terão a oportunidade de vivenciar uma experiência acadêmica fora de sua sede. Por isso, o roteiro da visita será diversificado para que os acadêmicos tenham uma visão o mais abrangente possível do que se realiza dentro da Instituição e fora dela por meio dos seus programas de extensão.

O VIP é vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e Interiorização (PROEXTI), tendo à frente a professora Célia Carvalho, do Departamento de Comunicação Social (DECOM). As visitas são gratuitas e agendadas via e-mail (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ).

1º Simpósio Satélite da SBPC & 1ͣ Jornada Farmacológica acontecem em dezembro na UFAM

Nos dias 1 e 2 de dezembro, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em parceria com o Programa de Educação, Saúde e Atenção ao Uso de Medicamentos (PRESA) da Pró-Reitoria de Extensão da UFAM (PROEXTI), realizará o 1º Simpósio Satélite da SBPC e a 1ª Jornada Farmacológica do Amazonas. O evento ocorre das 8h às 17h, no Auditório Sumaúma da Faculdade de Ciências Agrárias da UFAM (FCA), setor Sul do campus universitário.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas até o dia 28 de novembro na página do simpósio. Conferências, oficinas e mesas-redondas, com a participação da comunidade científica da Região, estão previstas no evento. Profissionais debaterão temas atuais relacionados à saúde e ao meio científico com o objetivo de promover o progresso científico local.

Na programação, destacam-se as conferências “Judicialização da saúde no Brasil”, com o professor Plínio Monteiro (UFAM); e “Importância da C&T para a Amazônia e a situação atual do Brasil”, com o professor Adalberto Val (INPA); além da mesa-redonda “Comunicação em massa e a Educação em Saúde”, mediada pela professora Cinthya Iamile Frithz Brandão de Oliveira (UFAM).

Filmes Latino-Americanos atuais são os destaques desta semana no Cine & Vídeo Tarumã

O cinema latino-americano – incluindo o brasileiro –, a cada ano, ganha prestígio nos festivais e mostras competitivas internacionais. Porém o público manauara não o conhece porque os cinemas da cidade trabalham majoritariamente com produções hollywoodianas, recheadas de efeitos especiais, que não dão margem para a criatividade de seus realizadores. São filmes blockbusters cujo objetivo é proporcionar entretenimento fácil e obter altos lucros. O Cine & Vídeo Tarumã, da UFAM, tem, entre seus propósitos, suprir essa deficiência cultural, contribuindo com a exibição de filmes que se destacaram nos circuitos de premiações. Na programação da desta semana, o projeto destaca o cinema latino-americano realizando uma pequena mostra da produção atual, de uma cinematografia praticamente desconhecida em Manaus, seja por sua qualidade técnica, seja pela temática abordada. São eles: o colombiano “O Abraço da Serpente”, o chileno “O Clube”, e o uruguaio/mexicano “A Demora”

Na segunda-feira (7) será exibido O Abraço da Serpente, de Ciro Guerra, um dos concorrentes ao Oscar de 2016 na categoria Melhor Filme Estrangeiro. A história, com pano de fundo na realidade vivida por cientistas e exploradores estrangeiros na Amazônia nos primeiros anos do século XX, mostra Karamakate (Nilbio Torres), outrora um poderoso xamã da Amazônia, como o último sobrevivente de seu povo vivendo em isolamento voluntário nas profundezas da selva. Sua vida toma outra direção com a chegada no remoto lugar de Théo (Jan Bijvoet), um explorador europeu que, doente, procura cura numa lendária planta e solicita a sua ajuda para percorrer o rio Amazonas. Quarenta anos depois, a trilha de Théo é seguida por Evan (Brionne Davis), um etnobotânico americano em busca da planta yakruna, que tem poderes para ensinar a sonhar. Karamakate (Antonio Bolivar) reluta em ajudá-lo. Além de competidor do Oscar, o filme ganhou o prêmio CICAE no Festival de Cannes/15, de melhor filme ibero-americano no festival mexicano Ariel/16, de melhor filme nos festivais da Índia/15, de Lima/15 (Peru) e Odessa/15 (Ucrânia), dentre outros.

Na quarta-feira (9), o filme selecionado é o chileno O Clube, do conhecido diretor Pablo Larraín. A trama apresenta um grupo de padres que vivem isolados numa casa amarela à beira-mar, na costa chilena. Eles vivem com Mónica, uma freira que administra a casa. Cada um tem um pecado a ser expiado e quando não estão orando treinam seu cachorro para a próxima corrida. Quando um novo padre à casa, um homem de fora começa a lhe fazer fortes acusações até que um tiro soa e desperta os pecados enterrados pelos demais. A Igreja chilena manda um sacerdote ao local para averiguar o que ocorreu. O filme adentra impiedosamente no passado sombrio desses padres e revela contradições da Igreja Católica. Foi indicado ao Globo de Ouro/16 na categoria Melhor Filme Estrangeiro e venceu o Urso de Prata no Festival de Berlim/15, além de Melhor Diretor e Roteiro no Festival de Chicago/15.

A Demora, produção uruguaia/mexicana de 2012, dirigida por Rodrigo Plá, é o filme a ser exibido na sexta-feira (11). A história acontece no Uruguai, onde vive María, mãe solteira de filhos pequenos, de meia-idade, que toma conta deles e de Agustín, seu pai já senil, que naturalmente esquece as coisas. María é a única que trabalha, vive cansada e dorme mal. Cansada dessa situação, ela tenta achar um abrigo de idosos para o seu pai, mas quando não encontra toma uma decisão drástica. Em um dia gelado, ela passeia com o velho em uma praça, diz que vai comprar água e volta logo, mas ela o abandona lá. Depois, liga para abrigos do governo para ver se alguém recolhe o seu pai, e consegue que eles façam isso. Só que Agustín não quer arredar o pé de jeito nenhum do banco da praça, acreditando que sua filha irá voltar, mesmo com a demora. O filme ganhou 23 prêmios, dentre eles o de prêmio ecumênico do Júri no Festival de Berlim/12, além de Melhor Direção e Roteiro no Festival mexicano Ariel/13 e Melhor Direção e Música no Festival de Havana/12.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões acontecendo sempre as 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), localizado no setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo.

Evento internacional de Física é sediado na UFAM em novembro

A segunda edição da Internacional Conference on Molecular Physics, Polymers and Material Physics (MP2), acontece de 09 a 11 de novembro de 8h30 as 18h. As inscrições podem ser feitas pelo site do evento até o dia 03 de novembro.

Realizado pelo Programa de Pós-Graduação em Física (PPGFIS) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), a conferência será um espaço para apresentações e discussões sobre avanços recentes em pesquisas teóricas e experimentais, englobando polímeros, materiais naturais, celulose, semicondutores, luz sincrotron, difração de raios x, técnicas espectroscópicas, métodos ab initio, simulações de interações entre moléculas e dinâmica molecular. 

O evento terá palestrantes convidados da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Pontifícia Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), University of York, do Reino Unido e da National University of Northeast, da Argentina.

Além das palestras o evento terá minicursos e uma sessão de apresentação de trabalhos científicos desenvolvidos pelos participantes, que podem ser submetidos durante o período de inscrição. Confira a programação completa no site do MP2. Informações pelo telefone (92) 3305-2829