Escola de Enfermagem da Ufam promove Seminário em Saúde Indígena

A Escola de Enfermagem de Manaus da Ufam realiza na próxima semana, nos dias 21 e 22 de junho, o “Seminário Amazônida de Enfermagem em Saúde Indígena: a práxis de enfermagem junto aos povos indígenas à luz das necessidades de uma atenção à saúde diferenciada”.

O evento será no auditório Rio Amazonas, da Faculdade de Estudos Sociais - FES -, no setor Norte do campus. A conferência de abertura será proferida pelo pesquisador da Fiocruz do Rio de Janeiro, Carlos Coimbra Junior, com o tema “Política de Recursos Humanos na Saúde do Índio”. A sessão solene de abertura terá a participação de diversas autoridades de órgãos federais, estaduais, municipais e associações. Na programação constam mesas-redondas, sessão Pôster, painéis, atividade artístico-cultural e sessão de premiação. Contato pelos telefones (92) 99142-6357 e 99116-9056 e www.eventos.ufam.edu.br . Veja mais detalhes sobre inscrição no cartaz abaixo. 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Cronograma_saesi.pdf)Programação[ ]124 kB
Fazer download deste arquivo (FOLDER_SAESI_OF_17_5.jpeg)Veja cartaz[ ]326 kB

CAUA promove mostras didáticas dos cursos ofertados neste semestre

O Centro de Artes da Ufam (CAUA) realiza mostras didáticas dos cursos ofertados no primeiro semestre de 2017, em que serão exibidas apresentações desenvolvidas de modo conjunto entre professores e alunos. O evento é gratuito, aberto a todos os públicos e ocorre a partir do dia 22 de junho, Rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro.

Trata-se da etapa final da grade curricular dos cursos, por permitir que os resultados da aprendizagem sejam demonstrados aos familiares dos estudantes. As atividades incluem apresentações artísticas de diversas vertentes, como Dança contemporânea, Música (Instrumentais e vocais) e Artes visuais. Confira programação em anexo.

Informações: (92) 3305-5150

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Programação mostras didáticas.pdf)Programação[ ]185 kB

O Cine & Vídeo Tarumã comemora a semana do “Dia dos Namorados”

No Brasil, o dia dos namorados é popularmente comemorado no dia 12 de junho, em homenagem a esta data, o Cine Vídeo Tarumã apresenta a semana “Toda forma de amor vale a pena”, com três filmes sobre relacionamentos amorosos. As sessões ocorrem a partir de segunda-feira, dia 12, em dias seguidos, com início às 12h30 e entrada gratuita.

Na segunda-feira, dia 12, o filme exibido será “Eu sou sua”, da diretora Iram Haq. O longa conta a trajetória de Mina, uma jovem atriz com dupla nacionalidade, norueguesa e paquistanesa, que vive sozinha com seu filho de seis anos na capital da Noruega, Oslo. Além da relação conturbada com sua família, Mina também possui dificuldade com namoros. Diante de suas frustrações ela conhece Jesper, um diretor de cinema, e decide se entregar a esta nova paixão. O filme foi o escolhido para representar a Noruega na disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro em 2014.

No dia 13, é a vez de Kyss Mig, filme sueco que narra o envolvimento entre duas mulheres, Mia e Frida. Na trama, o pai de Mia está noivo da mãe de Frida, e ambas se conhecem durante o jantar de noivado. Com o objetivo de aproximar a filha de sua futura mulher, o pai de Mia a convence passar o final de semana com a nova família. Uma decisão que aproxima as duas meias-irmãs e acarreta consequências para todos envolvidos.

O último filme exibido, na quarta-feira (14), “Deixe a luz acesa”, ganhador de Melhor Filme no Festival de Berlim. A história se passa em 1997, com o encontro de Erik, um documentarista, com o advogado Paul. A relação, que deveria ser apenas um encontro casual, se transforma em um relacionamento de 10 anos. O advogado não assume publicamente que é gay, preocupado com a carreira, já Erik, por outro lado, é intenso e destemido. A relação amorosa entre os dois vai se tornando instável à medida que eles têm que lidar com seus vícios e compulsões e confrontar seus próprios limites.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do curso de Jornalismo da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), da Ufam, com apoio cultural da locadora de filmes Take Video Locadora. As sessões são gratuitas e acontecem sempre às 12h30, no auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), localizado no setor Norte do campus universitário.

 

Sexta Etnográfica debate o tema “Gênero no Século XXI”

O Projeto “Sexta Etnográfica” vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social – PPGAS - convida a comunidade acadêmica da Ufam e demais interessados a participar do primeiro evento do ano de 2017 com o tema “Gênero no Século XXI”, no dia 23 de junho, às 8h30, no auditório Paulo Bührnheim,no Instituto de Ciências Biológicas – ICB -, no setor Sul do campus.

Na ocasião será exibido o filme “XXY” (2007, 90min) da diretora argentina Lucia Puenzo. Após a exibição do filme ocorrerá um debate com a professora Márcia Regina Calderipe Rufino, co-coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Gênero, Sexualidades e Interseccionalidades (Gesecs). Ao final do debate serão sorteados brindes aos presentes.

Programação

“Gênero no Século XXI”

Dia 23 de junho de 2017

Cerimonialista: Christiane Eveng (aluna do PPGAS/Ufam)

8h30 – Abertura do evento

Composição da mesa: professor Gilton Mendes (coordenador do PPGAS/Ufam), Larissa de Albuquerque e Kirna Karoleni (representantes discentes do PPGAS/Ufam), professora Raquel Wiggers (coordenadora do Grupo de Estudos Azulliás), professora  Fátima Weiss (coordenadora do Grupo de Estudos Ajuri e Co-coordenadora do Gesecs), professora  Márcia Regina Calderipe Rufino (co-coordenadora do Gesecs).

9h30 – exibição do filme “XXY” (2007)

11h – debate

12h – sorteio de brindes

 

Observatório da Educação do Campo da Ufam realiza ciclo de palestras interdisciplinares

O Observatório de Educação do Campo no Alto Solimões (Obecas) promove ciclo de palestras com o objetivo de articular diálogos interdisciplinares sobre a Educação do Campo na Região Tríplice da Fronteira Amazônica. O evento ocorre nos dias 22 e 23 de junho, a partir das 7h30, no auditório do Instituto de Natureza e Cultura (INC/Ufam), em Benjamin Constant.

Inscrições deverão ser feitas presencialmente e na véspera da atividade (21), entre 14h e 17h, na sala do Obecas (INC/Ufam). Profissionais da educação básica do campo, pesquisadores, acadêmicos, representantes de movimentos sociais e o público em geral com interesse no tema a ser discutido podem participar.

A Educação do Campo

Estudiosos engajados na área preocupam-se com o reconhecimento de que a população residente em áreas rurais possui diversas necessidades que em muito se diferem das já conhecidas em áreas urbanas. É necessário que, tanto os planos pedagógicos quanto as políticas públicas passem por adequações, de acordo com o contexto vivenciado por pessoas do campo. Para os coordenadores do evento, professor Josenildo Santos de Souza e professora Maria Auxiliadora dos Santos Coelho,“este diálogo se concretiza na consolidação de um espaço efetivamente coletivo, capaz de ampliar o debate teórico, resgatar uma dívida social para com as populações da Amazônia, principalmente no que diz respeito às políticas públicas”.

Programação do Evento

22/06/2017 (Quinta-feira)

7h30 – Credenciamento.

8h - Animação cultural.

8h30 - Cerimonial de abertura do evento. Coordenação: Professora Maria Auxiliadora dos Santos Coelho.

9h – Palestra - Políticas Públicas: Educação, cultura e desenvolvimento local sustentável – Professor Josenildo Santos de Souza - Ufam.

12h30 Filme Chico Mendes - O Preço da Floresta - Cine Club Itinerante, Natureza e Cultura em Cena.

13h30 – Animação cultural.

14h – Mesa redonda: A Tendência da Pesquisa no Alto Solimões. Debatedores: Professora Marinete Lourenço Mota; Professor Jonas Petry; Professor Radamés Gonçalves de Lemos; Professor Germán Palácios- Ufam/ Unal.

22/06/2017 (Quinta-feira)

Minicursos: Matutino/Vespertino (6h)

 Minicurso 01: Novos desafios, outros olhares: educação Infantil e multisseriado no Campo (Professora Maria Auxiliadora dos Santos Coelho).

 Minicurso 02: Propostas de Projetos didáticos em turmas multisseriadas: outros olhares, novas possibilidades (Professora Jarliane da Silva Ferreira).

 Minicurso 03: Educação Especial no Campo (Professora Maria Francisca Nunes de Souza).

 Minicurso 04: Narrativas culturais na educação do campo (Ismael da Silva Negreiros).

 Minicurso 05: A agroecologia como tema transversal na escola do campo (Professor Elenilson Silva de Oliveira).

23/06/2017 (Sexta-feira)

8h - Animação cultural.

8h30 - Os Desafios da Educação do Campo na Amazônia – Professor Salomão Mufarrej Hage – UFPA.

13h30 – Animação cultural.

14h – Educação, Cinema e violência no Campo – Cine Club Itinerante: Natureza e Cultura em Cena- Professor Salomão Mufarrej Hage – UFPA.

17h – Encerramento.

 

Informações: (97) 99153-4398

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

FES arrecada alimentos para imigrantes venezuelanos na IV Feira de Troca de Livros

A Faculdade de Estudos Sociais da Ufam (FES) realiza nos dias 29 e 30 de junho, das 15h às 20h, a quarta edição da Feira de Troca e Doações de Livros, que arrecadará alimentos não perecíveis a serem doados aos imigrantes venezuelanos em situação de vulnerabilidade, agora residentes em Manaus.

O evento ocorre no Hall da FES, em frente ao auditório Rio Amazonas, Setor Norte do Campus Universitário, e tem por objetivo enfatizar a importância da leitura como hábito entre servidores e estudantes.

Livros de todos os gêneros e para todas as idades, além de revistas, DVDs e CDs, podem ser doados ou trocados durante a feira. Para participar, os interessados não precisam realizar inscrição antecipada. Basta trazer o material. Entretanto, é necessário estar atento às regras para trocas. Há também a possibilidade de trocar 1 kg de alimento não perecível por livro, revista ou DVD/CD.

 

Informações: Secretaria da FES - (92) 3305-1181 RAMAL 4546

Cine & Vídeo Tarumã faz homenagem ao ator Nelson Xavier

O Brasil perdeu recentemente Nelson Xavier, um de seus maiores intérpretes no cinema, na televisão e no teatro. O ator mineiro vinha batalhando contra um câncer de pulmão por mais de dez anos e veio a falecer no dia 10 de maio. Participou de diversos papéis e filmes icônicos como Chico Xavier e o clássico do Cinema Novo “Os Fuzis”. Em memória ao ator, o Cine Vídeo Tarumã dedica a sua programação desta semana a Nelson, exibindo filmes do início ao fim de sua carreira artística.

Começando com “Os Fuzis” nesta segunda-feira, 5. O filme marca um dos primeiros, e principal, papel na carreira de Nelson no cinema. O longa dirigido por Ruy Guerra ficou conhecido por ganhar o Urso de Prata no Festival de Berlim de 1964 e, portanto, tornando-se uma das principais obras do Cinema Novo. O filme conta a história de uma cidade assolada pela miséria e encontra-se a beira de um colapso já que seus cidadãos começam a roubar armazéns em busca de comida. Soldados são enviados para controlar a situação e um motorista de caminhão deve decidir se concorda com seus colegas do exército ou se revolta contra o governo devido a sua ineficácia em apaziguar a situação.

Na quarta-feira, 7, será exibido “A Despedida”. No longa, dirigido e roteirizado por Marcelo Galvão, Almirante é um senhor de 92 anos que não aguenta mais o peso da idade e resolve acelerar o seu fim, aproveitando seus últimos momentos para se despedir de amigos, resolver antigos problemas e ter mais uma noite de amor com sua amante de 37 anos. Bem recebido no Festival de Gramado, ganhou prêmios de Melhor Ator para Nelson, Melhor Atriz para Juliana Paes, Melhor Fotografia para Eduardo Makino e Melhor Direção para Marcelo Galvão.

Fechando a homenagem na sexta-feira, será exibido “Rondon, o Desbravador”, mais recente produção com Nelson no papel principal. Fruto dos diretores Marcelo Santiago e Rodrigo Piovezan, a história do filme acompanha a vida do Marechal Rondon, importante nome no Brasil quanto a questão indígena e o avanço do sistema de telégrafos pelo país, enquanto concede uma entrevista a um jornalista. Inicialmente uma série produzida pelo Canal Brasil, foi reeditado e exibido em 20 salas de cinema pelo país.  

O projeto Cine e Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do curso de Jornalismo da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), da Ufam, com apoio cultural da locadora de filmes Take Video Locadora. As sessões são gratuitas e acontecem sempre às 12h30, no auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), localizado no setor Norte do campus.

Professores e alunos de Letras debatem sobre os Estudos do Significado no III SELIN

Nos próximos 05 e 06 de junho, a partir das 14h, no Auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), ocorre o III SELIN – Seminário de Linguística, com o tema "Estudos do Significado". Destinado a alunos de graduação e de pós-graduação em Letras e áreas afins, o evento tem como objetivo promover um espaço de disseminação e debates acerca dos estudos do significado a partir de diferentes linhas de estudo da linguística e da filosofia da linguagem.

De acordo com a professora Fernanda De Los Rios, coordenadora do III SELIN, a expectativa é que o evento possibilite um avanço nas discussões a respeito dos estudos do significado. “O SELIN é importante, também, para estabelecer um espaço de trocas de ideias entre pesquisadores de nosso Estado, possibilitando uma oportunidade de divulgação científica da área”, considera Fernanda.

O III SELIN é realizado pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Linguística Aplicada e Discurso (GP LADI), com apoio do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e do Programa N- Linguagens.

Confira abaixo a programação completa. Mais informações podem ser obtidas na secretaria do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL), localizada no bloco Mário Ypiranga, Setor Norte do Campus Universitário. 


PROGRAMAÇÃO III SELIN – 05 E 06 DE JUNHO DE 2017

DIA 05 DE JUNHO – SEGUNDA-FEIRA:
13h – Credenciamento e entrega de material
14h30 – Cerimônia de abertura

15h - Palestra

Análise de Discurso: a construção e a desconstrução dos sentidos

Prof. Dr. Sérgio Augusto Freire de Souza – PPGL/FLET


16h10 – Palestra

Pragmática: atos de fala, implicaturas e máximas conversacionais

Prof. Dr. Orlando da Silva Azevedo - PPGL/ FLET


17h20 - Palestra

Análise do Discurso e a Produção do Sentido

Prof. Me. Paulo Roberto – CLLP/ FLET


18h30 – Coffee-break


18h50 - MESA:

Análises semânticas de línguas indígenas brasileiras e do português como L2.
 

“Os classificadores na língua Sararê (katitaulhu) - família Nambikwara"

Profª. Me. Cristina Borella – CLLP/FLET

“Os classificadores na língua Yanomami”

Prof. Dr. Mateus Coimbra de Oliveira – PPGL/ FLET

“Posse e construções possessivas nas línguas Karib: aspectos semânticos"

Prof. Dr. Fratomé Bezerra Pacheco – PPGL/DAN

“Aspectos semânticos da interlíngua de falantes indígenas aprendizes de Português como L2"

Profª. Me. Eneida Alice Gonzaga dos Santos – CLLP/ FLET

Coordenadora: Profª.Cristina Borella

 

DIA 06 DE JUNHO DE 2017 – TERÇA-FEIRA:

14h – Palestra

O estudo do Gênero do Discurso a partir do seu Cronotopo.

Profª. Drª. Aline Ferreira Lira – FIC/UFAM

 

15h – Palestra

O sentido na perspectiva discursiva – a abordagem da Análise do discurso francesa

Profª. Drª. Claudiana Nair Pothin Narzetti Costa - UEA

 

16h20 – Palestra

Aspectos políticos e ideológicos do significado na AD materialista

Prof. Dr. Luiz Carlos Martins de Souza – PPGL/ FLET

 

17h30 – Coffee-Break e lançamento de livro

 

18h30 – Palestra

Significados, discursividades e sentidos: reflexões críticas

Prof. Dr. Leonard Christy Souza Costa – PPGL/ FLET

 

19h40 - Palestra

Tabus linguísticos e eufemismos do cotidiano

Prof. Dr. Carlos Antônio Magalhães Guedelha PPGL/ FLET

 

Informações:

3305-2113

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Mesa-redonda discute a situação de imigrantes venezuelanos no Amazonas

Foto: Sidney SilvaFoto: Sidney SilvaO Grupo de Estudos Migratórios na Amazônia do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Ufam (GEMA/PPGAS) realiza na sexta-feira, dia 2, a mesa-redonda "Venezuelanos no Amazonas: desafios às políticas públicas". O evento ocorre das 8h às 12h no Auditório Alalaú da Faculdade de Educação (Faced), situado no Setor Norte do campus universitário.

A mesa-redonda visa discutir a situação de imigrantes venezuelanos no Estado, com o objetivo de propor parâmetros para a construção de políticas públicas voltadas, particularmente, àqueles em condição de vulnerabilidade.

Sobre o GEMA

Coordenado por Sidney Antônio da Silva, desde 2007, o GEMA é um grupo de estudos interdisciplinar voltado para questões relacionadas ao fenômeno migratório na Amazônia e no contexto internacional. O grupo tem como objetivo estudar o fenômeno migratório a partir de diferentes perspectivas teórico-metodológicas no âmbito da migração interna e internacional; promover debates sobre a realidade migratória, com ênfase na região Panamazônica; propor elementos que viabilizem a criação de políticas públicas voltadas para a inclusão dos (i)migrantes; e propor ações de extensão voltadas para a comunidade. Os resultados desse trabalho podem ser conferidos nas participações em eventos científicos e publicações do GEMA.

Informações: Prof. Sidney Silva – O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Biblioteca Central abre inscrição para eleição de diretor

A Comissão Eleitoral do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Amazonas torna pública a abertura das inscrições para o cargo de diretor da Biblioteca Central da Ufam (gestão 2017/2021). O período para inscrição ocorre nesta quinta e sexta-feira (1º e 2 de junho de 2017), das 9h às 11h30 e das 13h30 às 16h, na sala de reuniões da Biblioteca Central, no 4ª andar do prédio da Biblioteca Setorial de Ciências da Saúde “Professor Manuel Bastos Lira”, na Avenida Ayrão, 1033-A, Praça 14 de Janeiro.

Conforme o Regimento do Sistema de Biblioteca da Universidade Federal do Amazonas, o candidato ao cargo de diretor deve ser bacharel em Biblioteconomia, com experiência profissional de, no mínimo, quatro anos. No ato da inscrição o candidato deve entregar duas vias de ficha de inscrição preenchida e assinada, o diploma de graduação devidamente reconhecido pelo MEC e comprovação de experiência profissional.

A escolha do diretor da Biblioteca Central será por meio de consulta aos servidores técnico-administrativos e operacionais lotados na BC, por voto secreto e facultativo, nos termos da legislação vigente e do Regimento de Bibliotecas da Ufam. A eleição será no dia 13 de junho, das 9h às 16h, no auditório da Faculdade de Direito, no setor Norte do campus.       

Anexos:
Fazer download deste arquivo (edita_regulamentonormaseleicao.PDF)Edital[ ]2536 kB

Centro de Artes promove “Diálogos Artísticos: dança contemporânea” nesta quinta-feira, 1º

O Centro de Artes da Ufam - CAUA – promove o evento “Diálogos Artísticos: dança contemporânea”, de 1º a 3 de junho. Na programação constam várias atividades como: oficinas de dança, workshop de fotografia e vídeo, mesa-redonda: o percurso do artista em Manaus e performances e espetáculos. O evento faz parte da agenda do teatro do CAUA.

O “I Diálogos artísticos: Dança Contemporânea” é uma proposta do Centro de Artes da Ufam organizado pela professora de dança Demmy Ribeiro e o diretor do CAUA Paulo Simonetti. A proposta do evento é oferecer um diálogo entre a dança contemporânea e suas vertentes artísticas e tem como objetivo aproximar os artistas da cidade de Manaus e estudantes de modo geral.

Confira a programação:

O evento inicia com a oficina “Dança contemporânea", no dia 1º, com o bailarino Baldoino Leite, às 16h. No dia 2, as oficinas “Contato e improvisação”, com a bacharel em dança Rebeca Santana, às 9h, e, “Danças Urbanas”, com o bailarino Diogo Diniz, às 16h. No dia 3, será a oficina “Dança clássica”, com o coreógrafo Eduardo Amaral, às 14h. Todas as oficinas ocorrem no CAUA II, na Rua Simão Bolívar, no Centro (na praça da Saudade). O workshop “Produção audiovisual para espetáculos cênicos”, com Marcelo Sá, ocorre no dia 2, às 15h, na sede do CAUA, localizada na Rua Monsenhor Coutinho, Centro. Também ocorrerá mesa-redonda que abordará o tema “O Percurso do Artista em Manaus” composta pelos artistas: Eduardo Amaral, Carmem Arce, Diogo Diniz, Sandro Michael e Baldoino Leite.

Pós-graduação Sociedade e Cultura na Amazônia realiza conferência com professor da Unicamp

O Programa de Pós-graduação Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA) convida a comunidade acadêmica para participar da conferência do professor Francisco Foot Hardman, da Universidade de Campinas (Unicamp), com o tema: “História, Memória e Amazônia: a construção do mito da unidade nacional”.

O evento é gratuito e será realizado no dia 29 de maio, às 14h, no auditório Jatapu, da Faculdade de Educação (Faced), setor Norte do campus. Além da conferência, também haverá uma sessão de autógrafos de livros do professor: `Trem-Fantasma: a ferrovia Madeira-Mamoré e a modernidade na selva´; `A vingança da Hileia: Euclides da Cunha, a Amazônia e a literatura moderna´.

Sobre o autor 

Francisco Foot Hardman é mestre em Ciência Política (Unicamp) e doutor em Filosofia (USP). É professor titular da Unicamp, do Programa de Pós-Graduação em Teoria e Historia Literária. Possui pós-doutorados na Itália e na França. Foi docente da Universidade Federal da Paraíba (UFPb),  diretor  d´Études  Associé, na Maison des  Sciences de l´Homme,  e professor visitante nas Universidades de Berkeley (EUA), Livre de Berlim  e de Pequim.  Fez intercambio com a Ufam por meio do Museu Amazônico.

O docente também é autor de outros livros como `Nem pátria, nem patrão´ e `Trem–Fantasma´; co-autor e organizador de `História da indústria e do trabalho no Brasil (1982)´; `Morte e progresso. Cultura brasileira como apagamento de rastros (1998)´; `Contos anarquistas´; `Revoluções brasileiras´; `Poesia reunida´ (sobre os poemas de Euclides da Cunha).

CAUA realiza evento “Foto Café”, nesta sexta-feira, 26

O Centro de Artes da Ufam e o Foto Clube Lentes da Amazônia realizam o evento Foto Café, na sexta-feira, dia 26, às 19h, com os fotógrafos Luiz Salama e Tácio de Melo. O Foto Café é um evento criado para uma comunicação dinâmica e produtiva  onde fotógrafos podem expor seus trabalhos, partilhar suas experiências e interagir com o público.
Os convidados deste mês são: Luiz Salama que abordará sua trajetória fotográfica nos seus 40 anos na área fotográfica e, estará apresentando alguns trabalhos, Técnicas e Conceitos; enquanto Tácio de Melo apresentará sua experiência na arte fotográfica com o tema ''Entre Pintura e Fotografia, juntamente a mostra de Trabalhos, Técnica, Inspiração e Processo Criativo.
O Centro de Artes da Ufam fica na Rua Monsenhor Coutinho, 724 – Centro. A entrada é gratuita.

Acessibilidade e inclusão são temas de palestra do NEPPD

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial (NEPPD) da Faculdade de Educação (Faced) promove nova edição do Ciclo de Palestras e Debates sobre Inclusão no Contexto Amazônico, desta vez com o tema “Acessibilidade e Inclusão”. A palestra será proferida pela professora Priscila Moreira Corrêa Telles, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU/MG).  

O evento acontece no dia 30 de maio (terça-feira), das 09h às 11h, no Auditório Rio Alalaú da Faced, situada no Setor Norte do campus universitário. 

A palestra é indicada para acadêmicos, professores da Educação Básica e a todos os interessados no tema. As inscrições são gratuitas e serão realizadas no local do evento (vagas limitadas).

O Ciclo de Palestras é uma ação contínua do Programa de Apoio Educacional Especializado (PAEE) em parceria com a Linha 4 - Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/Ufam). 

Conheça o NEPPD: http://ufamneppd.wixsite.com/oficial

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Cine & Vídeo Tarumã destaca Cultura Africana através do cinema

Nesta semana o Cine & Vídeo Tarumã apresenta filmes voltados aos costumes, histórias e crenças africanas, além da própria realidade atual. A semana temática “Conhecendo Traços Culturais da África no Cinema” comemora o Dia Mundial da África, no próximo dia 25 de maio, quando o Departamento de História da Ufam realiza o I Seminário do Programa Nossa África – Diálogos Africanos: novos objetos, pesquisas e ensino em pesquisas voltadas à cultura africana. O evento começa amanhã (23) e segue até sexta-feira (26), acompanhando os dias do Seminário.

Na terça-feira (23), a programação tem início com a apresentação do longa-metragem Virgem Margarida, de 2013, escrito e dirigido pelo brasileiro radicado em Moçambique Licínio Azevedo. O longa conta a história de campos de reeducação no país africano no momento de sua independência (1975), onde prostitutas eram enviadas, após serem retiradas das ruas, para serem transformadas em “novas mulheres”. É nesse contexto que se encontra Margarida, uma menina de 16 anos levada a um dos campos por engano, e agora deve conviver com outras mulheres, sofrendo toda sorte de adversidade. A atriz Rosa Mario ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa – Cineport em 2014.

No dia seguinte (24), o Cine & Vídeo exibe o filme A Luz, de 1987. Escrito e dirigido por um dos principais nomes do cinema africano, Souleymane Cissé, o longa concedeu pela primeira vez na história do Festival de Cannes um prêmio a um cineasta africano, nesse caso, o Prêmio do Júri. A história é baseada em lendas do povo bambara e mescla fantasia com drama. Nela, Soma é um feiticeiro sedento por poder. Ele tem uma visão onde lhe é dito que se ele matar o filho, Niamkoro, ficará mais forte. Com a ajuda de sua mãe e tio, Niamkoro consegue fugir da vila e seu pai inicia uma perseguição para encontrá-lo.

Na sexta-feira, o filme que fecha a programação da semana é Le Présidentde 2013, produção de Camarões, mas não exibido no país pela censura imposta, já que o personagem se parece com o presidente do país. Jean-Pierre Bekolo, que assina a direção e sofreu (e sofre) as restrições, constrói um filme como se fosse um documentário, mas trata-se, na verdade, de um falso filme documentário. O filme narra a fuga do presidente de seu palácio, há 42 anos no poder, exatamente na véspera  de uma importante reunião eleitoral. O jornalista Jo Woo’du decide iniciar uma pesquisa para saber o paradeiro do presidente, ao mesmo tempo em que documenta a luta entre diferentes grupos pela vaga deixada em aberto.

Cine & Vídeo Tarumã

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do curso de Jornalismo da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), da UFAM, com apoio cultural da locadora de filmes Take Video Locadora. As sessões são gratuitas e acontecem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), localizado no Setor Norte do Campus Universitário.

38ª edição da AgroUfam ocorre nos dias 1 e 2 de junho

Com o tema “Agricultura familiar: alimentos saudáveis da terra para a nossa mesa”, a AGROUFAM – Feira da Produção Familiar retorna para mais uma edição, desta vez inserida na Semana Nacional do Alimento Orgânico, promovida pelo Ministério da Agricultura. O evento ocorre nos dias 1 e 2 de junho, nos seguintes horários: das 7h às 18h no primeiro dia e das 6h às 16h no segundo. O local são os Blocos 1 e 2 da Faculdade de Ciências Agrárias, Setor Sul do campus universitário.

Além dos legumes, frutas, laticínios, doces, plantas ornamentais e medicinais e artesanatos que serão comercializados durante a Feira, também estão previstas palestras e apresentações culturais alusivas à Semana Nacional do Alimento Orgânico. Confira a programação:

 

QUINTA-FEIRA, 1 DE JUNHO

9h30 – 11h: Palestra “Resgate da cultura alimentar”

11h – 12h: Desfile de moda sustentável, ao som da Banda do Yuri

12h – 12h45: Apresentação musical Banda Curumim na Lata

14h – 16h: Oficina “Cozinhando com o SlowFood

 

Sobre a Feira

A AGROUFAM é uma realização do Núcleo de Socioeconomia da Ufam (NUSEC), sob a liderança da Professora Therezinha Fraxe.  O Núcleo trabalha desde 2002 junto às organizações familiares nas comunidades rurais para desenvolver estratégias inovadoras que agreguem valor à produção agrícola dos envolvidos no processo.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. / 99434-8334

Fanpage: https://www.facebook.com/Agroufam

III Feira de Troca de Livros ocorre nos dias 25 e 26 de maio

A Faculdade de Estudos Sociais da Ufam (FES) realiza nos dias 25 e 26 de maio a terceira edição da Feira de Troca e Doações de Livros. O evento ocorre no Hall da FES, em frente ao auditório Rio Amazonas, Setor Norte do Campus Universitário, e visa enfatizar a importância da leitura como hábito entre servidores e estudantes.

Livros de todos os gêneros e para todas as idades, além de revistas, DVDs e CDs podem ser doados ou trocados durante a feira. Para participar, os interessados não precisam realizar inscrição antecipada. Basta trazer o material. Entretanto, é necessário estar atento às regras para trocas. Há também a possibilidade de trocar 1 kg de alimento não perecível por livro, revista ou DVD/CD.

Todos os alimentos recebidos serão doados para uma instituição de caridade de Manaus.

 

Informações: Secretaria da FES - (92) 3305-1182 RAMAL 4546

Cine e Vídeo Tarumã apresenta semana com filmes de Ettore Scola

Nos dias 15, 17 e 19 de maio o Cine e Vídeo Tarumã, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), homenageia o diretor italiano Ettore Scola. Com uma carreira marcada por grandes sucessos do cinema europeu, Scola dirigiu, escreveu e produziu filmes cultuados pelo público e pela crítica. As sessões serão realizadas a partir de 12h30, no Auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), antigo Ichl, Setor Norte do Campus.

Na segunda-feira, dia 15, será exibido ‘Um Dia Muito Especial’, filme de 1977 ganhador na categoria de Melhor Filme estrangeiro no Globo de Ouro e no Oscar. A trama se passa na Itália, no ano de 1938, e gira em torno da relação intensa entre Antonietta (Sophia Loren), uma dona de casa neglicenciada pelo marido facista, e seu vizinho Gabrielle (Marcello Nastroianni), radialista homossexual e depressivo. Eles se conhecem no mesmo dia em que Hitler e Mussolini se reúnem para selar uma união política que acarretaria a 2ª Guerra Mundial, no ano seguinte.

No dia 17, o filme apresentado é ‘O Jantar’, ganhador do Golden Goblets da Itália de Melhor Roteiro, a produção aborda os dramas particulares de vários personagens dentro de um restaurante, incluindo Flora (Fanny Ardant), dona do local, um professor universitário que mantém uma relação amorosa com uma de suas alunas e uma mãe que tem problemas com a filha. A obra ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coajuvante para Stefania Sandrelli e Melhor Ator Coadjuvante dado a todo o elenco nesta categoria na Premiação do Sindicato Nacional de Jornalistas de Cinema.

No dia 19, sexta-feira, o último filme a ser exibido é ‘Que Estranho Chamar-se Federico’ de 2013, último trabalho de Scola, que conta a biografia do diretor Federico Fellini, outro grande nome do cinema italiano. O filme foi indicado ao Golden Globes na categoria de Melhor Fotografia e consagrou Ettore Scola com o prêmio de Melhor Diretor do Sindicato Nacional dos Jornalistas Cinematográficos Italiano.

As sessões do Cine & Vídeo Tarumã, um projeto de extensão da Faculdade de Informação e Comunicação da UFAM (Fic), são sempre gratuitas, com início às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, localizado no setor Norte do Campus Universitário.

 

Informações pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Ufam promove Semana Acadêmica de Empreendedorismo

O tema desta edição será “O papel dos habitats de inovação na criação e transferência de tecnologia”

Estudantes das disciplinas Empreendedorismo, Gestão de Eventos e Seminários, do curso de Administração, promovem a III Semana Acadêmica de Empreendedorismo de 7 a 9 de junho, em dois horários: 9h às 12h e 18h às 21h, no Auditório Rio Amazonas da Faculdade de Estudos Sociais (FES), Setor Norte do Campus.

Interessados devem realizar inscrição até a data de início do evento, para que seja possível a emissão de certificados de participação.

A atividade tem por objetivo apresentar o papel e a importância dos habitats de inovação, que são entidades ou locais planejados estrategicamente para facilitar o empreendedorismo, uma vez que possibilitam ao proprietário a diminuição de riscos e aumento de resultados positivos para o negócio. Parques científicos e tecnológicos, parques de pesquisa e incubadoras são alguns dos principais habitats de inovação.

Responsáveis pela coordenação do evento, os professores da FES Irineu Amaro Vitorino, Alberto Bezerra de Melo e Kleomara Gomes Cerquinho afirmam que esta modalidade empreendedora contribui com a disseminação, geração e transferência de tecnologia, bem como inovação na Região. Palestras, mesas-redondas e exposições irão explorar o tema central. Instituições de ensino superior e o público em geral com interesse em empreendedorismo e inovação podem participar. 

 

Informações: (92) 3305-1181 Ramal 2940 (Núcleo de Pesquisa em Administração)

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Folder III Semana de Empreendedorismo.pdf)Folder[ ]1387 kB
Fazer download deste arquivo (Lista de palestrantes - Semana Empreendedorismo.pdf)Lista de Palestrantes[ ]683 kB
Fazer download deste arquivo (SAE III cronograma final.pdf)Cronograma[ ]497 kB

Inscrições abertas para o I Fórum de Educação do Campo do Alto Solimões

O I Fórum de Educação do Campo do Alto Solimões será realizado nos dias 26 e 27 de maio, no Auditório do Instituto de Natureza e Cultura (INC). O evento busca articular a Educação Superior com a educação básica trazendo para o debate o Plano Nacional de Educação para a Educação do Campo, além de propor a criação do Fórum Permanente de Educação do Campo do Alto Solimões.

Inscrições podem ser realizadas nos dias 24 e 25 de maio, na Sala do Observatório da Educação do Campo no Alto Solimões (OBECAS) no Instituto de Natureza e Cultura (INC) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) em Benjamin Constant.

Promovido pelo projeto de extensão “Diálogos Interdisciplinares: Ciclo de Palestras e Encontros da Educação do Campo” do INC, e coordenado pelos professores Josenildo Santos de Souza e Maria Auxiliadora dos Santos Coelho, o fórum terá palestras, audiências públicas e grupos de trabalho dentro dos seguintes eixos:

1. Qualidade da educação do campo;

2. Valorização do educador do campo;

3. Educação multisseriada;

4. Projeto Político Pedagógico;

5. Democratização do Ensino do Campo;

6. Educação, Cultura e Desenvolvimento Sustentável.

Ao final será organizada uma plenária para apresentação dos resultados dos grupos de trabalho e sistematizar propostas para a educação do campo no Alto Solimões.

O evento é voltado para profissionais da educação básica do campo; prefeitos, secretários de educação; pesquisadores na área; acadêmicos dos cursos de ensino superior; estudantes da educação básica; movimentos sociais; instituições públicas e está aberto a todos interessados pelo tema.

Mais informações através do O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , ou pelo telefone: (97) 9915343-98. Confira a programação completa abaixo. 
 

PROGRAMAÇÃO

26/05/2017 (6ª feira)


07h30 - Credenciamento.
08h30 - Animação cultural.
09h00 - Cerimonial de abertura do evento
10h00 - Educação, Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional – Prof. Pós-Doutor Sylvio Mário Puga Ferreira
12h00 as 14h00 – Cine Club Itinerante- Natureza e Cultura em Cena.
14h00 - Animação cultural.
14h30 - Mesa redonda: Direito à educação do campo, dever do Estado – Debatedores: Representantes de instituições municipais, estaduais e federais - Coordenação: Professor Josenildo Santos de Souza.
16h00 - Intervalo16h00 as 17h00 - Organização dos Grupos de Trabalho
 

27/04/2017 (Sábado)

08h00 - Animação cultural.
08h30 – GTs: Discussão nos grupos de trabalho
10h00 – Intervalo.
10h30 – Sistematização dos debates nos GTs
14h00 - Animação cultural.
14h20- Apresentação dos GTs
15h30- Intervalo
16h00 - Apresentação do Plano Regional de Educação do campo no Alto Solimões.
18h00 - Encerramento do evento - Animação Cultural

HUGV e Faculdade de Enfermagem realizam a 4ª Semana de Enfermagem da Ufam

Confira a programação completa do evento e a ficha de inscrição para os minicursos em anexo.  
 

O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) e o curso de enfermagem da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) realizarão, de 12 a 20 de maio, a quarta edição da Semana de Enfermagem da Ufam. O evento, cujo tema é “Boas práticas da enfermagem e a construção de uma sociedade democrática”, promove uma reflexão sobre as práticas assistenciais, educacionais, de pesquisa e gestão em Enfermagem. 

A Solenidade de abertura do evento será realizada na sexta-feira (12), data em que se comemora o Dia Internacional da Enfermagem, às 9h na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM)com a palestra “Boas Práticas de Enfermagem e a Construção de uma Sociedade Democrática” ministrada pela Profª. Dra. Elizabete Teixeira, da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn) 

Nos demais dias do evento, serão realizados no HUGV cursos como: "Cuidados de Enfermagem a Pacientes Renais", "Abordagem Teórica e Prática das Diretrizes de 2015 da American Heart Associations para Parada Cardiorrespiratória", "Noções de Hemodiálise - Teoria e Prática", além de palestras, oficinas e a posse da Comissão de Ética em Enfermagem do Hospital, eleita recentemente. 
 
Mais informações podem ser obtidas com a Divisão de Enfermagem/Escola de Enfermagem de Manaus nos telefones: 3305-4729/99142-6357/99134-9292
 

Exposição MINDLAB reúne desenhos e pinturas no Centro de Artes

O Centro de Artes da Ufam (CAUA) inaugura nesta quinta-feira (11), às 19h, a exposição “MINDLAB: Figurinhas, caligramas e personas”, do artista Turenko Beça. O evento reúne desenhos e pinturas realizados entre os anos de 2002 e 2017 e receberá visitantes até o dia 9 de junho.

Trata-se da construção e desconstrução não apenas das obras, mas também da narrativa e do discurso em busca da identidade amazônida no novo milênio. A exposição busca representar a Amazônia, Manaus, a cosmogonia indígena, a ancestralidade e a urbanidade.

São obras que fazem parte do projeto Figurinha, que teve início em 2002 e continua ativo. No evento, será exposto uma pequena parcela das coleções de figurinhas realizadas pelo artista, assim como das coleções de figurinhas trocadas com outras pessoas. Atualmente o projeto conta com quase 10 mil figurinhas no total.

A visitação será de segunda à sexta-feira, de 8h às 12h e de 14h às 17h, na rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro. Já o encontro com o artista será realizado aos sábados no mesmo local, de 9h às 11h.

História da capoeira é destaque em evento que começa nesta quarta-feira (10) no Museu Amazônico

Mestre KK BonatesMestre KK BonatesO Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) abre, nesta quarta-feira (10), às 19h, a abertura da exposição “Memória da Capoeiragem no Amazonas: I”, do mestre KK Bonates. O evento segue até o dia 30 de junho e busca mostrar o legado significativo da memória da capoeiragem amazonense, destacando sua tradição, tribalismo, religiosidade e expressão corporal.

“A exposição é um convite ao visitante para que este perceba o rico universo multifacetado, polissêmico e polilógico da capoeiragem. Queremos divulgar o legado significativo da memória da capoeiragem amazonense a partir de minha própria experiência, além de expor materiais que ilustram os principais fundamentos da arte da capoeira”, afirma o mestre KK Bonates.

Fotografias, pinturas, entalhes, mosaicos, vinil, livros e prêmios conquistados ao longo da trajetória do mestre serão destaques na exposição. O artista que possui uma longa história dedicada à arte da capoeira afirma que a exposição é apenas a primeira de tantas outras que serão realizadas em parceria com o Museu Amazônico.

Outros artistas como mestres Gato, Chaquinha, Ricardo Camisa Furada, Espiga e mestre Lagarto também colaboraram com a produção.

Os materiais expostos são cedidos pelo Acervo Multimídia de Capoeira “Ás e Terno” que possui em torno de 20.000 títulos que pertencem ao próprio artista.

A entrada para a exposição é gratuita. Os interessados em prestigiar as obras do artista podem ir ao Museu Amazônico, na rua Ramos Ferreira, Centro, nº 1036, de segunda à sexta-feira, sempre de 8h às 11h30 e de 13h às 16h30.

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Centro de Artes recebe instalação coreográfica “Made in Amazon” de 15 a 31 de maio

Entre os dias 15 e 31 de maio, o Centro de Artes da Ufam (CAUA) recebe a instalação coreográfica “Made in Amazon”, com o objetivo de questionar e refletir sobre a relação do cidadão urbano de Manaus com a cidade e a floresta que o rodeiam. O projeto tem produção de Damares D’Arc e Gabriel Mar, e apoio do Caua e da ManausCult.

O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, sempre de 17h às 20h, no CAUA, localizado na rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro.

No início da exposição, o performer fará interação entre a organicidade do seu corpo e a materialidade de objetos produzidos na Zona Franca de Manaus, descontextualizando produtos presentes nas residências urbanas para criar um ambiente instigante e imagético.

O processo de construção de “Made in Amazon” acontecerá por meio de um ato performático. Após a primeira montagem da instalação, ela será transformada em um espaço aberto para intervenções de artistas e do público manauara. É uma forma de mostrar o processo vivo e contínuo da criação de uma cidade, um dos principais destaques do projeto.

O projeto foi contemplado com o prêmio Conexões Culturais, da ManausCult - Prefeitura de Manaus. A pesquisa para sua realização foi alimentada dentro do programa de residências Jovens Criadores no Amazonas 2016.

Participam da instalação os performers Fabiano Barros, Luiz Eduardo Almeida, Damares D’Arc e artistas convidados.

Ufam abriga evento de programação digital neste sábado

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) abriga neste sábado (06), das 9h ao meio dia, o Scratch Day, um evento mundial onde as pessoas se reúnem para celebrar o Scratch, uma plataforma de codificação gratuita que conta com uma imensa comunidade on-line, destinada para que crianças, jovens e adultos adentrem ao mundo da programação digital de forma lúdica. Através dele é possível desenvolver estórias em animação e jogos eletrônicos. Confira!

Participantes devem levar um computador e realizar inscrição.

As atividades acontecem em diferentes locais do Campus, de acordo com o público: Crianças - Laboratório de graduação 2 do Instituto de Computação (IComp), Setor Norte;

Professores - Laboratório de informática do bloco de Estatística, Instituto de Ciências Exatas (ICE), Setor Norte;

Alunos da Casa da Física - Casa da Física, Minicampus, Setor Sul.

Na Ufam, o evento está sendo estruturado pela equipe do Laboratório UFAMakers, pelo departamento de Física e pelo IComp. Serão oferecidas oficinas onde os participantes serão incentivados a criar, programar e compartilhar seus projetos, trocando experiências. 

O público-alvo são crianças a partir de 7 anos e seus pais ou responsáveis, caso desejem participar, além de professores da rede estadual e municipal. Conforme afirma a professora Marisa Cavalcante, uma das organizadoras, o objetivo é incentivar as crianças a utilizarem técnicas simples de criação digital, como desenvolver um jogo em gráficos menos elaborados. “Os professores serão nossos apoiadores e podem usar as ferramentas de programação em sala de aula”, esclareceu.

 

Participação do ‘Cunhantã Digital’

Uma proposta diferencial do Movimento intitulado ‘Cunhantã Digital’, formado por professoras e alunas do IComp, consiste em estimular maior participação feminina em áreas vinculadas às Ciências Exatas. “As meninas precisam de incentivo desde pequenas para ingressar na área de Exatas, cuja maioria é formada por meninos”, ressaltou uma das representantes do grupo, professora Tanara Lauschner. Membros do movimento ministrarão uma oficina de programação no Scratch Day da Ufam, para crianças de 5 a 9 anos.

Apoio:

Fundação Lemann, MIT Media Lab e movimento Cunhantã Digital.

Dia das Mães é lembrado em programação do Cine e Vídeo Tarumã

O Cine e Vídeo Tarumã, da Ufam, celebra o Dia das Mães com uma programação especial de filmes dedicada a personagens que simbolizam as relações nada tranquilas, mas afetuosas das mães. As mães presentes nos filmes selecionados apresentam personalidades fortes, onde estão ressaltadas características que marcam as relações conflituosas entre mães e filhos, sejam elas em rompimentos definitivos, sejam em desatinos culturais. Contudo, todas elas revelam suas ações pelo filtro do amor materno.

  

Iniciando na segunda-feira, 08, com Julieta, drama dirigido pelo espanhol Pedro Almodóvar, o filme estrou no festival de Cannes do ano passado para concorrer à Palma de Ouro em Cannes. O longa conta a história da personagem-título, que está entre seus 50 anos e não vê a filha desde que esta fugiu na adolescência. Preparando-se para ir morar com o namorado em Portugal, ela encontra uma antiga amiga da filha na rua e isso muda toda sua atitude. Abalada, ela resolve escrever uma carta para a filha, contando a história sobre como conheceu seu marido, suas relações com ele, os problemas na adolescência da menina até o momento de sua fuga. A atriz Emma Suárez foi premiada por sua interpretação em pelo menos quatro grandes festivais internacionais.

No dia 10, quarta-feira, o filme a ser exibido é Mia Madre, produção de 2015 escrita e dirigida pelo italiano Nanni Moretti. Na trama, Marguerita, interpretada por Marguerita Buy, uma diretora de cinema que está prestes a iniciar as filmagens de seu novo longa-metragem, que será protagonizado pelo galanteador astro internacional Barry Hughins (John Turturro), se vê às voltas com vários problemas em sua vida pessoal, como o fim de um relacionamento e a doença da mãe, que está internada no hospital. O filme concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes, vencendo o Prêmio Ecumênico do Júri.

O encerramento da programação da semana ocorre na sexta-feira, 12,  com o longa brasileiro Mãe e Filha, do cearense Petrus Cariry. Filmado em uma cidade do interior do Ceará, a história segue Fátima (Juliana Carvalho) em seu retorno à casa materna, anos após sem se verem. A mãe (Zezita Matos), que vive no interior do sertão nordestino, numa cidade fantasma, recebe Fátima que traz em seus braços o filho natimorto para se proceder o ritual fúnebre. Porém, sua mãe tem dificuldades em enfrentar o fim das coisas, seja a morte do neto ou o abandono do marido, que jamais voltou. Com uma estética bastante autoral, o filme de 2011 participou dos festivais internacionais do Rio de Janeiro, Uruguai e Havana daquele ano, ajudando a alavancar o nome de Petrus como um dos novos bons realizadores audiovisuais brasileiros.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão da Faculdade de Informação e Comunicação da UFAM, com apoio cultural da locadora de filmes Take Video Locadora. As sessões são gratuitas e acontecem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), antigo ICHL, localizado no setor Norte do Campus Universitário da UFAM.

Faculdade de Educação promove diálogo sobre Educação e Saúde para Pessoas com Deficiência

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial (Neppd), da Faculdade de Educação (Faced), promove mais uma edição do Ciclo de Palestras e Debates sobre Inclusão no Contexto Amazônico.

Com a temática “Educação e Saúde: um Diálogo Necessário às Políticas de Atenção Integral para as Pessoas com Deficiência”, a palestra será ministrada pela professora Wania Ribeiro Fernandes, do Programa de Pós-graduação em Educação da Ufam.  O evento será realizado na sexta-feira, 5, em dois horários: das 09h as 11h ou das 14h as 16h, no Auditório Rio Jatapú da Faculdade de Educação.

O Ciclo de Palestras é uma ação contínua do Programa de Apoio Educacional Especializado (PAEE), desenvolvido pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial, com apoio da Faced e Linha de Pesquisa 4 – Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico do PPGE.

O objetivo do Ciclo de Palestras é promover mensalmente um encontro entre acadêmicos, professores e profissionais da Educação para discutir as temáticas acerca da Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico.

Podem participar da palestra acadêmicos, professores da Educação Básica ou quem tem interesse pela temática. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no local do evento (vagas limitadas).

Informações pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sessões do Cine e Vídeo Tarumã abordam temas dos trabalhadores

Nesta primeira semana de maio, o Cine e Vídeo Tarumã, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), homenageia o Dia do Trabalhador com Eles Não Usam Black Tie; Eu, Daniel Blake; e O Corte, filmes com temática relacionada a luta trabalhadora e ao cenário político das últimas décadas, dirigidos por três grandes nomes da cinematografia mundial. As exibições serão realizadas nos dias 02, 03 e 05 de maio, às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (ex-ICHL).

                    

Na terça-feira, dia 02, será exibido o filme brasileiro de 1981 Eles Não Usam Black Tie, do cineasta já falecido Leon Hirszman, em que narra a história de um operário, Tião (Carlos Alberto Riccelli), que pensa em se casar com sua namorada Maria (Bete Mendes), que está grávida, quando uma greve se inicia na fábrica em que trabalha. Optando por não aderir ao movimento paredista, entra em conflito familiar com o pai, Otávio (Gianfrancesco Guarniere), um líder operário que estivera preso durante a ditadura. A ação do filme se passa em 1980, um ano antes da realização do filme, exatamente quando os primeiros movimentos operários vão ocupando o cenário político brasileiro e a ditadura militar vai dando sinais de seus últimos momentos. O filme traz ainda Fernanda Montenegro, numa de suas atuações mais emocionantes.

No dia 03, o filme apresentado é o vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2016 - Eu, Daniel Blake, dirigido pelo não menos famoso Ken Loach, ainda inédito em Manaus. Sua trama mostra os percalços do protagonista, que, por sofrer um ataque cardíaco é aconselhado a não retornar ao trabalho, tenta recorrer aos benefícios concedidos pelo governo a todos que estão nessa situação, mas esbarra na extrema burocracia do sistema aos direitos dos trabalhadores. O mérito de Loach é evidenciar o cinismo existente por trás do sistema, de forma a ofertar ajuda, mas torná-la tão complicada de ser atingida que, na prática, torna-se inviável. Diante de tal situação, nada mais resta a Daniel (e a todos os trabalhadores) que lutar pelo respeito, como pessoa e como cidadão.

Encerrando a semana, no dia 05, será exibido O Corte, produção de 2005, mas que continua atual pela crise mundial de desemprego. No filme é mostrada – com ironia e humor negro – a saída encontrada por um trabalhador qualificado, um executivo de grande empresa, quando perde o emprego. Bruno Darvet, vivido pelo ótimo José Garcia, é esse executivo que recebe a carta de demissão. Após dois anos na mesma situação de desemprego, e com as economias no raso, Bruno entra em desespero e decide recuperar seu antigo cargo matando o atual ocupante e também todos aqueles que possuam potencial para preencher sua vaga. O filme dirigido pelo polêmico Costa-Gavras aborda uma solução surreal para a conquista de um emprego, mas não deixa de ser irônica e sensível a crítica que faz ao mundo corporativo e globalizado.

As sessões do Cine & Vídeo Tarumã, um projeto de extensão da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da UFAM, são sempre gratuitas, com início às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, localizado no setor Norte do Campus Universitário. 

FES promove II Encontro de Bazares Beneficentes de 11 a 12 de maio

Instituições filantrópicas interessadas em participar podem se inscrever até 9 de maio

Para promover a interação entre instituições de cunho social e filantrópico sem fins lucrativos e a comunidade universitária, a Faculdade de Estudos Sociais (FES) realiza a segunda edição do Encontro de Bazares Beneficentes da Ufam. O evento ocorre nos dias 11 e 12 de maio, das 15h às 20h no hall do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS) – Setor Norte do campus universitário.

Coordenado pelas professoras Silvia Moreira e Alane Ferreira e a acadêmica de Contabilidade Suzane Sousa, o projeto permitirá a montagem de bazares beneficentes. Os recursos arrecadados serão destinados às instituições participantes.

Quem for ao Encontro terá a oportunidade de conhecer o trabalho das organizações, além de adquirir produtos de bazar a preços acessíveis em bom estado de conservação, incentivando a sustentabilidade a partir da reciclagem e reuso das coisas. Roupas, calçados e utensílios de cozinha, cama, mesa e banho, além de artesanato e gêneros alimentícios serão comercializados durante o evento.

Quer inscrever seu bazar?

As entidades beneficentes interessadas em montar bazar no Encontro podem se inscrever até o dia 9 de maio por meio do telefone (92) 99140-5098

Lançamento da obra "Ritos - Roberto Evangelista" ocorre na sexta-feira, 28

Com o selo 'Oficina das Artes' da Editora da Universidade Federal do Amazonas (Edua), a obra Ritos – Roberto Evangelista, organizada por James Araújo, Verônica Gomes e o professor Renan Freitas Pinto, será lançada nesta sexta-feira (28) às 19h, na Casa da Sopa, localizada na Rua Constelação, 22, Morada do Sol - Aleixo. O evento é aberto ao público.

Descrito pelo professor Renan Freitas Pinto como "o livro mais esperado do ano", Ritos reúne ensaios em torno da obra do artista plástico Roberto Evangelista. Segundo os organizadores, a obra consiste em textos e imagens que constroem o mosaico da trajetória de Evangelista e levou dois anos para ser concluída. “Estamos contentes com o resultado, são ensaios do mais alto nível, escritos por críticos de arte, artistas e intelectuais do porte de Guy Brett, Márcio Souza, Paulo Herkenhoff, Luiz Ruffato, Regina Vater, Viviane Matesco, Luciane Páscoa, Leyla Leong, Otoni Mesquita, Rita Loureiro, Elson Farias, Aldísio Filgueiras, dentre outros”, declaram os organizadores.

O livro é composto por 15 capítulos, com 28 ensaios de 22 ensaístas. Para James Araújo, tudo foi cuidadosamente realizado para que Ritos pudesse corresponder ao poder de criação de Roberto Evangelista, "um dos poucos que conseguiu por meio de sua trajetória artística atravessar os rios de nosso continente e mares para ser reconhecido no Velho Mundo e nos Estados Unidos, sendo assim, um artista universal".

Para finalizar, Verônica Gomes, que assina o projeto de Design do livro, ressalta a importância da obra no campo social e cultural. "Trata-se de um registro necessário em virtude dos trabalhos do artista ser fugidio, na medida que são feitos e logo desfeitos sem deixar rastro, como, por exemplo, as várias instalações propostas pelo artista. Sendo assim, um contributo imprescindível para a pesquisa sobre o trabalho do artista às gerações de agora e do futuro", afirma.