Medalhistas da XII OBMEP são premiados na Ufam no dia 31 de agosto

A cerimônia de premiação dos medalhistas da 12ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) acontecerá no dia 31 de agosto, às 19h, no auditório Eulálio Chaves, no Setor Sul do Campus. Na solenidade, os estudantes receberão medalhas e/ou certificados.

Os professores Nilomar Oliveira e Disney Douglas, ambos vinculados ao Departamento de Matemática do Instituto de Ciências Exatas da Universidade Federal do Amazonas (ICE/Ufam), são os coordenadores regionais da Olimpíada. O primeiro deles atua junto às escolas públicas da capital e o segundo coordena os trabalhos no interior do estado.

Sobre a OBMEP

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) há mais de uma década. O objetivo é incentivar os alunos de escolas públicas a estudar a disciplina e a desenvolver potencialidades nessa área. Visite a página da OBMEP 2016.

A Olimpíada é dividida em três níveis, como explica o professor Nilomar Oliveira. O primeiro nível é para alunos dos 6º e 7º ano; e o segundo para os que estão no 7º ou 8º ano do Ensino Fundamental. Já o terceiro nível abrange os estudantes do Ensino Médio.

Ao se destacar na OBMEP, o aluno tem a possibilidade de participar do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIC Jr.), enquanto ainda cursa as séries da educação básica, ou do Programa de Iniciação Científica e Mestrado (PCIME), após ingressar na Universidade. As oportunidades são ofertadas inicialmente aos medalhistas; na ausência de interesse destes, os agraciados com menções honrosas podem se inscrever nos Programas.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Convite OBMEP 2017.png)Convite XII OBMEP Premiação[ ]313 kB

Professores da Ufam lançam livros sobre a Amazônia

Os professores Marcílio de Freitas, Marilene Corrêa da Silva Freitas, Walter Esteves de Castro Júnior da Ufam, juntamente com outros professores de outras instituições internacionais, Antônio Ióris (Universidade de Cardiff, País de Gales) e Olivier Meunier (Universidade de Artois, França) convidam a comunidade acadêmica para o lançamento dos livros "Amazônia”, "A sustentabilidade como paradigma: cultura, ciência e cidadania” e "Amazônia: passado-presente-futuro”, no dia 16 de setembro, às 10h, no Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas, IGHA. O evento faz parte da programação de comemoração dos 100 anos - IGHA - e coloca a disposição da sociedade obras com variadas abordagens sobre a Amazônia.

As obras têm como público alvo a sociedade em geral: professores, estudantes, estudiosos e ambientalistas, entre outros. Seu caráter transdisciplinar e analítico põe elementos novos à compreensão da Amazônia e sugere uma nova reflexão.

O principal foco é a Amazônia, por meio de diferentes temáticas articuladas à noção de sustentabilidade, passado-presente-futuro. Os autores, por meio de abordagens transdisciplinares, constroem alternativas fecundas ao combate das desigualdades sociais e ao desenvolvimento econômico da região em bases sustentáveis.

Marilene Corrêa da Silva Freitas, atual presidente do IGHA, é professora do Departamento de Ciências Sociais e pesquisadora dos Programas de Pós-graduação em Sociologia e em Sociedade e Cultura na Amazônia, da Ufam e afirma que as populações da Amazônia foram negligenciadas pelo Estado brasileiro. “Existe uma dívida política e econômica do Estado nacional com as populações amazônicas. Apresentamos nas obras uma proposta para o reordenamento econômico e social da região, em direção ao desenvolvimento sustentável. Destacamos o confronto da cultura europeia com as tradições nativas e as novas formas de abordagens aos problemas socioambientais complexos que tencionam os processos socioeconômicos mundiais”, afirmou.

O professor Marcílio de Freitas, organizador e colaborador-autor das obras, propõe modificações estruturais à forma de organização das instituições de educação científica, em função da nova agenda científica, econômica e política mundial, permeada pela sustentabilidade. “Sustentabilidade e cultura, ciência e cidadania são temáticas analisadas por nós no contexto do diálogo da Amazônia com os processos mundiais. Apresentam tendências mundiais decorrentes do novo alinhamento da ciência com a economia, a política e a ecologia, e a sua inserção nessa nova ordem mundial”, destacou o autor.

Programa de Educação Tutorial promove a ‘IX Semana do administrador’

Com o tema ‘Desafios do gestor contemporâneo’, o Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Administração da Ufam promove a ‘IX Semana do administrador’, de 13 a 15 de setembro, no auditório Rio Amazonas da Faculdade de Estudos Sociais (FES), localizada no setor Norte do Campus Universitário. Acompanhe os horários abaixo:

 

Dias 13 e 15: das 8h às 12h;

Dia 14: das 18h às 21h30.

 

Gratuito e aberto a todos os públicos, o evento inclui palestras, mesa-redonda e sorteio de brindes aos presentes. As inscrições podem ser realizadas até a véspera do início das atividades, dia 12, para que seja possível a emissão de certificados de participação.

 

 

A iniciativa tem por objetivo contextualizar os profissionais da área de Administração nos cenários político, econômico e social vivenciados pela população brasileira atualmente. Para tanto, serão apresentados dados que revelam os obstáculos enfrentados no mercado contemporâneo, como desafios éticos e avaliação de desempenho profissional. Mediada pelo docente da Ufam e especialista em Gestão empresarial, Augusto Rocha, a mesa-redonda abordará o empreendedorismo executado pela geração atual de administradores e será composta por egressos do curso.

 

Informações: (92) 3305-4517

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

Ufam promove XIV Festival Folclórico nesta sexta-feira, 25

A décima quarta edição do Festival Folclórico da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) ocorre nesta sexta-feira, 25, às 18h no Centro de Convivência, localizado no Setor Norte do campus universitário. Com o tema Décadas, o festival integra a comunidade acadêmica da Ufam em uma noite com música, comidas típicas e apresentações culturais.

Uma realização da Divisão de Esporte, Lazer e Cultura da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Delc/Progesp), o Festival julgará as barracas e apresentações culturais de cada Centro Acadêmico (CA) participante. Também serão eleitos o rei e a rainha do Festival.

Confira a programação:

9h - Entrega e decoração das barracas

14h - Entrega das mesas e cadeiras

17h às 17h45 - Entrega do arquivo musical para o DJ

17h30 às 18h - Visita dos jurados às barracas

18h - Abertura

18h15 às 19h - Desfile de rei e rainha

19h às 22h - Apresentações culturais (mínimo 5 min – máximo 10 min)

22h15 - Quadrilha Cabacinhos na Roça

22h45 - Resultado

Até 23h - Devolução das mesas e cadeiras

Em anexo, é possível verificar a ordem das barracas e das apresentações. 

PPGEOG completa 10 anos e promove seminário para comemorar as contribuições do programa para a Ciência Geográfica brasileira

Lançamento de livros; palestras e exposição de fotografias integram a programação do seminário, que ocorre nos dias 24 e 25 de agosto, no Auditório Rio Solimões do IFHS.

Vinculado ao Departamento de Geografia do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Amazonas (IFCHS/UFAM), o Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEOG) completa, em 2017, 10 anos de atividade.

Para discutir e avaliar a contribuição do PPGEOG para a Ciência Geográfica brasileira durante essa década de atividades, será realizado, nos dias 24 e 25 de agosto, o Seminário de Comemoração dos 10 anos da Pós-graduação em Geografia da Ufam.

Para o dia 24 de agosto, estão programadas a exposição fotográfica do mestre André Zumac Nascimento; a exposição de telas do doutor Marcos de Castro Lima, que acontecem a partir das 18h; a solenidade de abertura do seminário, que ocorre às 19h e a conferência magna “ A pós-graduação em Geografia e a Amazônia”, que será proferida pelo doutor Ariovaldo Umbelino de Oliveira, pesquisador e professor senior da Universidade de São Paulo, a partir das 19h30.

No dia 25 de agosto, a programação tem início às 8h e conta com a apresentação dos trabalhos acadêmicos. A atividade tem como moderadores a professora Adorea Rebello e o professor João Cândido Neto. Em seguida, será realizada a mesa-redonda “Contribuições ao Estudo do Ambiente e Território na Amazônia: perspectivas profissionais, desafios e possibilidades”.

À tarde, a partir das 14h, será realizada a segunda mesa-redonda do evento intitulada “PPGEOG-UFAM:10 anos de contribuição à Ciência Geográfica do Brasil.

Às 16h30 será realizado o lançamento de livros e, a partir das 17h, será promovida uma sessão de homenagens aos docentes com reconhecida dedicação às atividades do PPGEOG. Em seguida, será realizada a cerimônia de encerramento.

Comissão Organizadora

O evento tem como integrantes da Comissão Organizadora o coordenador do PPGEOG, professor José Aldemir de Oliveira;  o discente Guilherme Vilagelim; a secretária do PPGEOG Maria das Graças Luzeiro; a discente Nágila Situbal; a docente Natacha Aleixo; a estagiária Nilzelane Vieira; o discente Roberto Epifânio; o discente Thiago Neto; a discente Ulliane Pereira e a discente Suliane Leitão.

 

 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (FOLDER DO EVENTO POS_OK.pdf)Programação[ ]411 kB

Cine Vídeo Tarumã homenageia grandes atrizes do cinema francês

Cine Vídeo Tarumã dedica a programação desta semana para homenagear três importantes atrizes do cinema francês: Jeanne Moreau, Brigitte Bardot e Catherine Deneuve. Infelizmente Moreau morreu no último dia 31 de julho aos 89 anos. Sendo assim, esta é também uma oportunidade para relembrar a carreira da atriz com um dos primeiros trabalhos que lhe trouxeram destaque.

As sessões são gratuitas e irão acontecer nos dias 21, 23 e 25 de agosto, a partir das 12h30. As exibições ocorrem no auditório Rio Negro, localizado no hall do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais da Ufam (IFCHS), antigo ICHL.

 

 

Na segunda-feira, o primeiro filme a ser exibido será “Os Amantes”, de 1958. Segundo longa de ficção de Louis Malles, um dos mais aclamados, “Os Amantes” também foi a porta de entrada para o reconhecimento do talento da atriz Jeanne Moreau, que recebeu um prêmio por sua atuação no Festival de Veneza daquele ano. O filme conta a história de Jeanne Tournier (Moreau), que começa a se relacionar com o espanhol Raoul Florès (José Luis de Vilallonga), já que seu marido (Jean-Marc Bory), dono de um jornal, não tem tempo para lhe dar atenção.

Na quarta-feira será exibido “O Desprezo”, de 1963. Considerado um dos melhores trabalhos na filmografia de Jean-Luc Godard, o filme conta em seu elenco com Brigitte Bardot, uma das atrizes mais populares da época e com o lendário diretor do expressionismo alemão, Fritz Lang. O filme conta a história de Camille Javal (Bardot), casada com o roteirista Paul Javal (Michel Piccoli), que está escrevendo um filme baseado na Odisséia. Paul convida sua esposa para viajar com ele para as locações do filme. Porém Camille passa a desconfiar de Paul, achando que ele quer oferecê-la ao produtor Jeremy (Jack Palance), criando uma tensão entre os dois.

Na sexta-feira o Cine Vídeo encerra sua programação com “Tristana, Uma Paixão Mórbida”, de 1970. Produção dirigida por Luis Buñuel, recebeu na época uma indicação para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. O elenco é composto por importantes nomes da época como a atriz Catherine Deneuve e os atores Fernando Rey e Franco Nero. O roteiro do filme é centrado em Tristana (Deneuve), que recentemente perdeu a mãe e agora tem de viver com Don Lope (Rey). Um homem bastante respeitado em sua comunidade, ele passa a querer seduzi-la. Enquanto isso, Tristana conhece o artista Horacio (Nero), por quem se apaixona. 

Neai discute sistema de parentesco de indígenas Tukano no dia 21 de agosto

O Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena da Ufam (Neai) realiza mais uma edição de seus seminários de pesquisa às 9h desta segunda-feira, 21, na sala 12 do bloco da Faculdade de Direito (FD), setor Norte do Campus Universitário.

Com o tema ‘Pessoa e parentesco Tukano’, a atividade consiste na exposição de dados preliminares de uma pesquisa relacionada aos costumes, aos elementos culturais e ao sistema de parentesco de indígenas da etnia Tukano, residentes no Alto Rio Negro.

Responsável pelo desenvolvimento da pesquisa, que foi feita de forma colaborativa com o indígena Tukano Arlindo Maia, o professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Geraldo Andrello será o palestrante. O pesquisador é também autor do livro ‘Cidade do índio’, de caráter etnográfico.

Sobre o palestrante

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), mestrado em Antropologia Social e doutorado em Ciências Sociais pela mesma instituição. Participou de diversos projetos de pesquisa e assessoria, entre grupos indígenas de Roraima, do Alto Rio Negro e de demais localidades da Amazônia brasileira, em especial com a participação das etnias Taurepáng, Tukano e Tariano. Suas pesquisas se concentram na história e na situação contemporânea das sociedades indígenas no Norte amazônico e nas questões socioambientais com as quais as organizações indígenas se envolvem desde a década de 1990. Neste campo, atuou como assessor da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn) entre 1994 e 2008, período em que colaborou com convênios e projetos ambientais e culturais, que esta organização desenvolve junto a vários grupos indígenas do Rio Negro, com apoio de órgãos governamentais e de agências internacionais. 

Sobre o Neai

Grupo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) e ao Departamento de Antropologia da Ufam, o Neai congrega pesquisadores, professores e estudantes de diferentes áreas do conhecimento que se dedicam ao estudo sobre temas e problemas relacionados às comunidades indígenas.

Curso de Agronomia discute metabolismo de cidades e agricultura urbana

Como parte do cronograma da disciplina ‘Gestão ambiental e recursos naturais’, o curso de Agronomia da Ufam promove evento intitulado ‘O metabolismo das cidades e a agricultura urbana’ no dia 21 de agosto, das 14h às 17h30, na sala 15 do primeiro bloco da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), setor Sul do Campus.

Gratuitas e abertas a todos os públicos interessados, as atividades incluem oficinas práticas após uma palestra que tem por objetivo discutir o tema do evento, a ser ministrada pela colaboradora do Centro de Ciências do Ambiente (CCA / Ufam), Myriam Lopes, também professora do Departamento de Ambiente e Ordenamento da Universidade de Aveiro (UA), situada no Centro de Portugal.

Sobre a palestrante

Licenciada em Engenharia do Ambiente, possui mestrado em Poluição atmosférica e doutorado em Ciências aplicadas ao ambiente. É investigadora do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar, onde desenvolve pesquisas relacionadas ao impacto da poluição atmosférica na saúde, às alterações climáticas, à sustentabilidade urbana e à gestão ambiental. Seu vínculo com o CCA é viabilizado através da Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa (Realp).

 

Informações: (92) 3305-1797 (FCA)

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Departamento de Filosofia promove palestra nesta quarta-feira, 16

O Núcleo de Estudos em Lógica e Filosofia Analítica (Nulfa), do Departamento de Filosofia da Ufam, promove a palestra do professor Tuomas Tahko da Universidade de Helsinque na Finlândia, intitulada “Logical Realisms”. A palestra será nesta quarta-feira, 16, às 18h30, no auditório Rio Negro, no Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais – IFCHS.

Tuomas Tahko é um importante pesquisador na área de metafísica com livros publicados pela Universidade de Cambridge e inúmeros artigos publicados em revistas especializadas. Sua passagem pelo Brasil inclui, além da palestra na Ufam, a participação em eventos na UFRGS, UFRJ e UFRN.

Nulfa

O Nulfa é um núcleo de estudos vinculado ao Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Amazonas - Ufam -, e dedicado a pesquisas em Lógica e Filosofia Analítica. Em atividade desde março de 2012, os objetivos do Núcleo podem ser divididos em duas linhas distintas: a promoção da iniciação à pesquisa de caráter acadêmico na área de atuação. Nesse aspecto, o trabalho desenvolvido pauta pela colaboração direta entre pesquisadores, sejam eles alunos ou professores, na leitura, debate e produção de textos filosóficos e a criação de um espaço de divulgação dos temas de Lógica e Filosofia Analítica para o publico acadêmico em geral. Contato pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  e André Pontes, coordenador do Núcleo, pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Faculdade de Ciências Farmacêuticas comemora 10 anos com semana acadêmica

 

Nos dias 16, 17 e 18 de agosto, a Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da Ufam promove a XII Semana Acadêmica, como parte da programação dos 10 anos de criação do curso. O evento será no auditório Samaúma, da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), Setor Sul do Campus, e contará com palestras, mesas-redondas, mostras de pesquisa e extensão, e homenagens aos servidores ativos e aposentados que ajudaram a consolidar a faculdade.

Programação

A abertura da semana acadêmica terá início às 17h, com a palestra magna “Empreendedorismo Farmacêutico na Amazônia: um caso de sucesso”, ministrada pelo pesquisador Schubert Pinto.

Na quinta-feira, 17, a importância do farmacêutico na equipe de saúde será discutida em mesa-redonda. No mesmo dia, inicia a I Mostra de Pesquisa e Extensão, que destacará projetos realizados por acadêmicos da FCF, como a avaliação do potencial antidiabético da casca do caule do muruci; a campanha realizada em maio em prol do uso racional de medicamentos; e o uso das polpas de frutas como cupuaçu, tucumã e jamelão no preparo de bebidas smoothie.

No último dia do evento, o destaque é paras mesas-redondas sobre gestão pública e privada de laboratório clínico; e a relação entre o farmacêutico e a saúde animal. Esta última terá a presença de representantes do Conselho Regional de Farmácia (CRF) e Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

Acesse a programação completa.

 

Informações: 3305-2007 / Página do evento no Facebook

Ufam participa da ‘Semana do Médico do Amazonas’, de 25 a 29 de outubro

De 25 a 29 de outubro, a Ufam participa da ‘Semana do Médico do Amazonas’, promovida pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) com a finalidade de debater questões relevantes científica e socialmente, como a saúde pública, além de realizar ações sociais e encorajar o combate ao sedentarismo.

A abertura ocorre às 19h, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA), localizado na Praça Francisco Pereira da Silva, Distrito Industrial. As inscrições já estão disponíveis e podem ser feitas até 25 de outubro, para que seja possível a emissão de certificados de participação.

Os dois dias seguintes serão destinados à discussão das formas de atuação e dificuldades enfrentadas por profissionais que optam pela carreira médica de Estado, por compreender que proporciona o exercício da cidadania.

No dia 26, das 8h às 19h, o debate é proposto pelo ‘III Congresso Internacional de Saúde do Interior e Fronteiras’, que enfatiza a importância da carreira de Estado ao apresentar dados sobre o cenário de saúde pública e condições de vida de habitantes do interior. Entre 8h e 13h do dia 27, a discussão é levantada pelo ‘I Fórum Internacional de Medicina Legal e Perícias Médicas’, em explanação de ações de perícias médicas executadas por instituições militares e civis. Ambas as atividades ocorrem no Instituto de Ensino Superior Brasileiro (ESB), localizado no Millenium Shopping, Avenida Djalma Batista.

Para prestar solidariedade em uma localidade ribeirinha a ser definida em conjunto pela Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), pelo Simeam e pela Marinha do Brasil, a programação do dia 28 consiste em uma ação social hospital de atendimento médico no local, que agregará maiores noções sobre a realidade vivenciada pelo médico amazônico.

A ‘III Terceira Corrida do Médico’ encerra o evento, com o propósito de combater o sedentarismo por meio de práticas desportivas. A largada será na Avenida das Torres e as inscrições para a corrida devem ser feitas presencialmente, na sede do Simeam (Avenida Professora Cacilda Pedrosa, Alvorada).

 

Informações:(92) 3651-7798 / 3308-9313 / 99902-0617

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Site: simeam.org.br 

I Jornada de Debates em História ocorre nos meses de agosto e setembro. Inscrições abertas

O Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Amazonas (PPGH/Ufam) realiza, de 21 de agosto a 1 de setembro, a I Jornada de Debates em História. Com o tema “Memórias, Fontes Históricas e Justiça do Trabalho”, o evento ocorrerá no auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), situado no Setor Norte do campus universitário.

A jornada se propõe a discutir a utilização das fontes históricas em um contexto marcado pela ampliação dos objetos e das abordagens no âmbito da pesquisa em História. Na ocasião, haverá o lançamento e o relançamento de algumas obras e sessão de autógrafos com os autores.

Inscrições

Os interessados em participar do evento devem preencher a ficha de inscrição em anexo e enviá-la para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . As inscrições são gratuitas e os ouvintes receberão certificado de participação.

Programação

Além de docentes do PPGH, participarão do evento professores de outras instituições de Ensino Superior, como a Universidade Federal do Pará (Ufpa), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Davis University of California (UC Davis). Confira a programação completa em anexo.

Lançamento da obra “Brincando de Onça e de Cutia entre os Sateré-Mawé” ocorre segunda-feira, 14, na PUC-SP

De autoria do professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Renan Albuquerque, o livro Brincando de onça e de cutia entre os Sateré-Mawé será lançado na segunda-feira, 14 de agosto, às 14h, no auditório 100-A da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). A obra foi escrita em conjunto com a professora de Antropologia da PUC, Carmen Junqueira, e está disponível em anexo.

O livro trata da brincadeira da onça e da cutia, um tipo de jogo infantil específico dos Sateré-Mawé, etnia indígena habitante do Amazonas que possui hierarquias sociais embasadas em clãs consanguíneos e, em certa medida, arquirrivais.

“Cada clã é denominado por um bicho e tem uma formação de vida a partir da infância, com os jogos infantis. Então, para entender a sociocultura deles, era necessário estudar desde as brincadeiras, como a da onça e da cutia, em que os dois clãs dialogam entre si numa disputa entre arquirrivais e, a partir daí, formam sua posição social hierárquica concomitante aos aprendizados da infância”, explica Renan.

A convivência etnográfica durante nove anos com os Sateré-Mawé de Andirá-Marau, em Parintins (AM), levou o docente da Ufam a compor a obra em parceria com a professora Carmen, a quem descreve como “uma das maiores antropólogas xinguanas [relativo aos povos do Xingu] viva”.

Aula-debate

No dia do lançamento, Carmen Junqueira fará aula-debate com seus alunos acerca da obra, sob mediação de Renan e Michel Justamand, também professor da Ufam e prefaciador do livro. Brincando de onça e de cutia entre os Sateré-Mawé também estará disponível em PDF, gratuitamente, no site do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais  da PUC (PEPGCSO).

Sobre os autores

Renan Albuquerque é docente do Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (Icsez) da Ufam. É professor do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA/Ufam) e colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCCOM/Ufam) e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI/Ufam, além de liderar o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ambientes Amazônicos (Nepam/Icsez). Entre suas obras, estão A desconstrução da informação, Sofrimento mental de indígenas na Amazônia e Comunidades indígenas urbanas: a educação escolar em Y'apyrehyt.

Carmen Junqueira é professora titular do Departamento de Antropologia da PUC-SP desde 1979 e recebeu o título de professora emérita desta universidade em 2002. Dedica-se à defesa dos povos indígenas e a numerosos projetos de pesquisa e cooperação com povos da Amazônia e de São Paulo, com destaque para os Kamaiurá do Alto Xingu e os Cinta Larga de Mato Grosso. Faz parte do Núcleo de Estudos de Etnologia Indígena, Meio Ambiente e Populações Tradicionais (Nema). Entre suas obras, estão Os índios de Ipavu e Sexo e Desigualdade.

Toxicologia clínica: minicurso ensina a tratar intoxicações. Inscrições até 21 de agosto

Evento ocorre entre os dias 22 e 24, das 18h30 às 21h30, no auditório da Faculdade de Medicina

CIT atente 24h pelo 0800 722 6001CIT atente 24h pelo 0800 722 6001

O Centro de Informações Toxicológicas da Universidade Federal do Amazonas (CIT/Ufam) promove o ‘V Minicurso de Toxicologia Clínica’. As inscrições podem ser realizadas até o dia 21 de agosto, no 4º andar do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), onde está localizado o CIT.

O curso básico pode ser feito por qualquer interessado no tema, mas é especialmente voltado a estudantes e profissionais da área da saúde, com a oferta de 70 vagas. A formação ocorre nos dias 22, 23 e 24 de agosto, entre 18h30 e 21h30, no auditório da Faculdade de Medicina da Ufam.

Embora as intoxicações façam parte do cotidiano dos profissionais de saúde, a Toxicologia Clínica, são pouco abordadas na faculdade. Com o objetivo de tornar o tema mais conhecido, pela apresentação dos principais tipos de intoxicações ocorridas no cotidiano médico, o curso busca a preparação de estudantes e profissionais da área para lidarem com essa situação.

Os temas a serem ministrados nos três dias são: Atendimento inicial ao paciente intoxicado; Medicamentos de alto e baixo risco; Domissanitátios e naftalina; Animais peçonhentos; Plantas tóxicas; Agrotóxicos e praguicidas; Intoxicação por Hidrocarbonetos; Raticidas; Saúde baseada em evidências aplicada à toxicologia; Atendimento a pacientes suscetíveis a tentativas de suicídio.

A inscrição pode ser feita no CIT, no 4º andar do HUGV, ou com os plantonistas Andressa (8137-1567) e Hudson (9126-4797).

Mais informações? Acesse facebook.com/citamaz.

Seleção

A participação no evento é pré-requisito para a seleção dos novos plantonistas do CIT. Eles são selecionados entre os discentes dos cursos de Farmácia e Medicina da Ufam, e farão a prova conforme o edital do processo seletivo para bolsas institucionais de extensão (ver anexos).

Serviço

O CIT atende emergências 24 horas em casos de intoxicações decorrentes da ingestão acidental de produtos como agrotóxicos, pastilhas de naftalina, água sanitária, plantas etc.

Os telefones da Emergência são: 0800-722-6001 e (92) 3305-4702.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (edital CIT 01.png)Edital p. 01[ ]55 kB
Fazer download deste arquivo (edital CIT 02.jpg)Edital p. 02[ ]35 kB
Fazer download deste arquivo (edital CIT 03.jpg)Edital p. 03[ ]42 kB
Fazer download deste arquivo (edital CIT 04.jpg)Edital p. 04[ ]26 kB

Sucessos de crítica e público são destaque no Cine Vídeo Tarumã nos dias 14, 16 e 18 de agosto

Nesta semana, o Cine Vídeo Tarumã dedica sua programação a filmes de sucesso com a crítica e público. A seleção conta com Elle, Animais Noturnos e Paterson, todos filmes lançados originalmente em circuitos de festivais que de alguma forma atraíram uma atenção especial por suas temáticas ou estilo. As exibições ocorrerão no auditório Rio Negro, localizado no hall do IFCHS, antigo ICHL, às 12h30 nos dias 14, 16 e 18 de agosto.

    

A semana inicia com a exibição do longa francês Elle. Dirigido por Paul Verhoeven (responsável por sucessos como Robocop, O Vingador do Futuro e Atração Fatal), o filme  tem no elenco a consagrada atriz Isabelle Huppert, cuja atuação lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz neste ano. No filme, Huppert vive Michèle, dona de uma desenvolvedora de games. Um dia, ela é violentada por um agressor mascarado que invade sua casa. Após o crime, o agressor envia mensagens para ela, ameaçando-a. Então, ela decide descobrir a sua identidade.

Já na quarta-feira, será a vez de Animais Noturnos. Thriller dirigido por Tom Ford, estreou no Festival de Veneza, onde recebeu o Prêmio do Júri. Seu elenco conta com grandes nomes como Amy Adams, Michael Shannon, Jake Gyllenhaal e Aaron Taylor-Johnson. O filme conta a história de Susan Morrow (Amy Adams), dona de uma galeria de arte. Um dia ela recebe um rascunho de um livro escrito por seu ex-marido (Jake Gyllenhaal) que conta a história de um pai que perde a família em um assalto quando viajavam de férias. O filme então se divide em três enredos: a de Susan, a do livro e o antigo relacionamento dos dois, explicando cada fase de suas vidas e como os dois lidaram com o fim do casamento.

Encerrando a programação, na sexta será exibido Paterson. Filme recente de Jim Jarmusch, estrou no festival de Cannes de 2016. Em seu elenco estão Adam Driver e Golshifteh Farahani como o casal da história que homenageia o poeta americano William Carlos Wlliams. O roteiro gira em torno de Paterson (Adam Driver), um motorista de ônibus e poeta da cidade de Paterson. Ele mora com sua namorada Laura (Golshifteh Farahani), uma artista e cozinheira que sempre tem o suporte de seu par. O filme segue esses dois personagens ao longo de uma semana, mostrando sua relação e explorando a criação artística dos dois, ao mesmo tempo em que traz diversas referências aos poemas de Carlos Williams.

Neai realiza transmissão online de mesa-redonda sobre gênero nesta sexta-feira, 11

A partir das 8h desta sexta-feira, 11, ocorre a transmissão online da mesa-redonda intitulada 'Gênero e fronteiras em perspectivas indígenas' no Centro de Educação a Distância da Ufam (CED), localizado no Bloco N do setor Sul do campus universitário.

O evento é promovido pelo Núcleo de Estudos de Gênero Pagu e será realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), como parte do seminário permanente 'Gênero e territórios de fronteira, desenvolvido pela mesma instituição com apoio do Observatório da Violência de Gênero no Amazonas e do grupo de pesquisa Ilhargas, ambos programas de extensão universitária da Ufam.

 

Iniciativa

A transmissão online foi pensada pelo Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (Neai/Ufam), com o objetivo de promover intercâmbio de conhecimentos científicos entre as duas instituições envolvidas. Na ocasião, espectadores em Manaus poderão formular questionamentos e contribuir com comentários direcionados aos palestrantes. O comparecimento à atividade no CED dará direito a certificado de participação.

Confira o link da transmissão ao vivo.

Componentes da mesa

Participam da mesa-redonda a professora do departamento de Antropologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Patrícia Rosa; a pesquisadora associada do Museu Paraense Emílio Goeldi, Claudia Lopez; a professora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGAS/UFRJ), Luisa Elvira Belaunde; a professora de Antropologia Social da Unicamp, Artionka Capiberibe; e a professora do PPGAS da UFRJ, Maria Rossi Idárraga.

Os trabalhos apresentados serão comentados pelo professor de Antropologia Social da Unicamp, Antonio Guerreiro, e pela antropóloga e professora da UFRJ, Maria Elvira Benítez.

 

Informações: (92) 3305-4237 (CED-Ufam)

Museu Amazônico realiza exposição “Patrimônios Amazônicos Revelados” a partir de 30 de agosto

A Coleção reúne patrimônio arqueológico de povos da Amazônia pré-colombiana, obtido durante a obra do gasoduto Coari - Manaus

O Museu Amazônico apresenta a coleção arqueológica adquirida durante a obra do gasoduto Coari-Manaus. A exposição “Patrimônios Amazônicos Revelados” é resultado do convênio celebrado entre a Universidade Federal do Amazonas e a Petrobrás, com apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e fiscalização do Ministério Público Federal (MPF). A exposição ocorre de 30 de agosto a 27 de outubro na sede do museu, situada na Rua Ramos Ferreira, 1036, Centro. A abertura está marcada para 29 de agosto, às 19h.

Materiais cerâmicos e líticos (rochas e minerais convertidos em artefatos para uso humano), restos animais, botânicos e vegetais, solo de terra preta e outros macros e microvestígios de populações que viveram na Amazônia pré-colombiana fazem parte da exposição. Todas as peças foram tratadas pelo Laboratório de Arqueologia da Ufam durante a parceria que iniciou em 2005. Desde lá, a coleção passou por novos estudos, tratamentos e reorganizações, até vir a público este ano.

Revelação do passado

Segundo o diretor da Divisão de Arqueologia do Museu, professor Carlos Augusto da Silva, a exposição será “a voz” dos povos que viveram na região antes da chegada dos colonizadores. “Há toda uma história a ser contada a partir desses achados, e o objetivo da exposição é libertar essa história que estava debaixo dos nossos pés, mas não era esclarecida. Esses povos não deixaram nada escrito, mas deixaram suas inscrições na terra preta, na cerâmica”, ilustra o diretor. “Nas peças expostas, há dados que vão esclarecer tanto leigos quanto cientistas sobre a Amazônia pré-colombiana”.

O público poderá conhecer vestígios de hábitos que fazem parte do cotidiano amazônico até hoje, como a terra preta, usada na agricultura familiar; utensílios usados para o preparo e consumo da mandioca; e em restos ósseos de peixes como o tambaqui e o pirarucu, que já eram consumidos há pelo menos dois mil anos, por exemplo.

Coleção foi tratada no Laboratório de Arqueologia da UfamColeção foi tratada no Laboratório de Arqueologia da Ufam

Parceria

A coordenadora de atividades do projeto, Yvonne Ramirez, explica que o gasoduto Coari-Manaus pode ser descrito como uma longa faixa que atravessa os municípios de Coari, Codajás, Anori, Anamã, Caapiranga, Manacapuru e Iranduba. No percurso da obra, foram registrados 73 sítios arqueológicos, dos quais aproximadamente 30 foram prospectados e escavados. É desses sítios que vêm as peças que compõem a coleção que ajudará no resgate do passado da região.

“Trata-se de uma coleção gigantesca, muito importante em toda a sua diversidade, e é essa cultura material que queremos apresentar. Quando aproximamos o público da história contada a partir desses objetos, as pessoas entendem e se apropriam desse patrimônio. É uma revelação do passado, para valorizar o que é regional”, diz Yvonne.

A coordenadora também destaca a importância do convênio para a pesquisa arqueológica no Estado. “Foi uma parceria necessária. Uma das coisas que fazem a pesquisa arqueológica na região acontecer é o empreendimento, e a Petrobrás tem contribuído na conservação desses materiais”, afirma. “O convênio deu a oportunidade para que a Ufam tivesse um espaço de pesquisa, de conservação e salvaguarda a um nível muito alto em comparação a outros laboratórios de arqueologia no País”.

“Experiências como essa precisam ter continuidade A exposição é a finalização da parceria, mas um começo excelente para futuras pesquisas. Esperamos que o Laboratório de Arqueologia do Museu Amazônico continue o trabalho e se posicione cada vez mais como um instituto de pesquisa”, finaliza a coordenadora.

Informações: (92) 3305-1181 Ramal: 2021 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Posse da nova gestão da Faculdade de Psicologia é nesta sexta-feira, 11 de agosto, às 10h

Nesta sexta-feira, 11 de agosto, ocorre a cerimônia de posse da nova gestão da Faculdade de Psicologia da Universidade Federal do Amazonas (Fapsi/Ufam). A solenidade está marcada para as 10h, no Auditório Rio Alalaú, situado na Faculdade de Educação (Faced), no Setor Norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho.

Tomarão posse a professora Iolete Ribeiro da Silva, como diretora; a professora Lídia Rochedo Ferraz, como coordenadora acadêmica; e a TAE Rosely Pedraça de Azevedo Pereira, como coordenadora administrativa.

A gestão empossada atuará no quadriênio 2017-2021. 

Neai discute a participação de ribeirinhos no manejo de pirarucus no dia 14 de agosto

O Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena da Ufam (Neai) convida a comunidade acadêmica a participar da retomada de suas atividades.

Com o tema “Quem participa do manejo de pirarucus?”, a próxima edição da temporada de seminários será realizada às 14h do dia 14 de agosto, na sala 12 do bloco da Faculdade de Direito (FD), setor Norte do Campus.

O palestrante será o professor e doutorando em Antropologia Social pela Universidade de Campinas (Unicamp) José Cândido, que abordará a questão levantada no tema do evento. Conforme afirma o docente, as várzeas amazônicas constituem ecossistemas que abrigam grande diversidade de vida humana, vegetal e animal. Na região do Médio Solimões, foram desenvolvidas estratégias de conservação das diversas espécies vivas que habitam o local, cuja efetivação foi possível através da participação ativa de estudiosos e de comunidades ribeirinhas, que compõem o retrato da pesquisa na floresta, por terem desenvolvido em sua vida cotidiana conhecimentos tradicionais de caça, pesca e cultivação.

“O manejo de pirarucus, realizado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá há mais de 15 anos, marca o capítulo mais recente da história ribeirinha na região e da pesquisa e intervenção de cientistas e ambientalistas”, esclareceu o professor.

Sobre o Neai

Grupo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) e ao Departamento de Antropologia da Ufam, o Neai congrega pesquisadores, professores e estudantes de diferentes áreas do conhecimento que se dedicam ao estudo e pesquisas sobre temas e problemas relacionados aos povos e comunidades tradicionais.

Semana acadêmica de Engenharia Química tem programação até sexta, 11 de agosto

Evento é uma realização do Centro Acadêmico de Engenharia Química da Ufam (Caequim)

Evento integra estudantes dos cursos de Engenharia Química do EstadoEvento integra estudantes dos cursos de Engenharia Química do EstadoA sexta edição da Semana Acadêmica de Engenharia Química (Saeq) teve início nesta segunda-feira, 7. O evento, realizado desde 2010, tem o propósito de integrar a comunidade acadêmica dos três cursos de Engenharia Química do Estado, presentes na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra).

A abertura teve a presença da coordenadora da Saeq na Ufam, professora Yanne Gurgel; do vice-coordenador do curso da Ufam, professor Nazareno Braga; e do coordenador da edição anterior do evento na UEA, professor Clairon Pinheiro.

Para a professora Yanne Gurgel, a Saeq é um espaço importante de aprendizado e ampliação de horizontes para os futuros engenheiros químicos. “Esperamos que a Saeq continue a ser esse lugar de agregação dos cursos, um momento de aprendizado onde os alunos têm contato com outras instituições, desenvolvem ideias para pesquisa e estabelecem parcerias para futuros projetos”, declarou Yanne.

O Engenheiro Químico no mercadoAcadêmicos ampliam conhecimentos sobre o mercado de trabalhoAcadêmicos ampliam conhecimentos sobre o mercado de trabalho

Com o tema “Engenharia Química na atualidade: limites de atuação para um engenheiro químico”, a primeira palestra da Semana foi ministrada pelo professor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Pedro Tupã Pandava Aum. O docente reúne experiência de mais de 10 anos na indústria e destacou três aspectos presentes na construção do profissional de Engenharia Química.

“O primeiro é a qualificação. O campo de atuação do engenheiro químico é bastante amplo, vai desde o magistério até auditoria e elaboração de projetos. Espera-se que o profissional tenha um conhecimento sólido das disciplinas básicas e saiba aplicar de forma competente esse conhecimento. O segundo ponto são as próprias Instituições de Ensino Superior (IES), que têm o desafio de formar o profissional competente que atenda às demandas da indústria. A multidisciplinaridade é um aspecto chave nessa formação. Por último, há os alunos, que devem investir na própria construção e não se limitarem a um só tipo de conhecimento”, enumerou o docente.

Encerramento ocorre nesta sexta-feiraEncerramento ocorre nesta sexta-feiraPedro ainda alertou para o cuidado com a limitação de fronteiras para a atuação profissional. “Atualmente, pede-se um perfil de Engenheiro Químico bem mais amplo, com uma gama de conhecimentos variados, que vai do conhecimento técnico básico até a gestão de pessoas”, enfatizou.

Programação

A programação da Saeq segue até sexta-feira, dia 11, com palestras, mesas-redondas, minicursos e visitas técnicas a fábricas de Manaus. O cronograma de atividades pode ser acessado no site oficial do evento

 

PPG em Matemática convida para defesa de dissertação no dia 10 de agosto

O Programa de Pós-Graduação em Matemática da Ufam convida a comunidade acadêmica para prestigiar a defesa de dissertação de mestrado do candidato Danilo Ferreira da Silva (foto), que tem por título "Imersões Isométricas em Variedades Homogêneas de Dimensão 3", sob a orientação da professora Inês Silva de Oliveira Padilha.

A dissertação será apresentada no dia 10 de agosto, às 16h, no auditório Professor José Henrique de Sá Mesquita, Bloco Dorval Varela Moura, do Departamento de Matemática, do Instituto de Ciências Exatas (ICE), Setor Norte do Campus. Os avaliadores serão os professores Flávio França Cruz, da Universidade Regional do Cariri (URCA); e João Batista Ponciano, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Cine Vídeo Tarumã retoma programação com filmes dedicados aos pais

No Brasil, o Dia dos Pais é comemorado anualmente no segundo domingo do mês de agosto e, em homenagem a esta data, o Cine Vídeo Tarumã exibe três filmes voltados à relação entre pais e filhos. Esta é a primeira semana de exibição após o recesso realizado conforme o calendário da Universidade Federal do Amazonas.

Segunda-feira, dia 7, o filme exibido é “Capitão Fantástico”, estrelado por Viggo Mortensen, o qual recebeu indicação ao Oscar pela obra. O filme do diretor Matt Ross narra a história de Ben (Mortensen), pai de seis filhos com os quais vive longe da civilização, no meio da floresta. As crianças lutam, escalam, leem obras clássicas, debatem, caçam e praticam duros exercícios, tendo a autossuficiência sempre como palavra de ordem.

Certo dia um triste acontecimento leva a família a deixar o isolamento e o reencontro com parentes distantes traz à tona velhos conflitos entre as diferentes realidades.

Na terça-feira, é a vez de “Os Excêntricos Tenenbaums”. O filme é dirigido por Wes Anderson, diretor de Grande Hotel Budapeste (14) e O Fantástico Senhor Raposo (09). O longa gira em torno de Royal Tenenbaum (Gene Hackman) e sua esposa Etheline Tenenbaum (Anjelica Huston), que tiveram três filhos muito diferentes entre si, mas igualmente bem-sucedidos. Após a separação do casal, Etheline decide casar com outro, Royal resolve então, reatar os antigos laços e lutar pelo amor da ex-mulher reunindo toda a família.

Na sexta-feira, a última exibição é “Meu Pai e Meu Filho”, filme turco do diretor Çagan Irmak. O filme conta a história do estudante Sadik, o qual se torna um jornalista de esquerda durante a ditadura na Turquia. Ao saber de suas atividades políticas, Hüseyin deserda o filho. Anos depois, Sadik retorna com o filho pequeno na esperança de restabelecer as relações com o pai.

O projeto Cine Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do curso de Jornalismo da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), da UFAM, com apoio cultural da locadora de filmes Take Video Locadora. As sessões são gratuitas e acontecem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), localizado no setor Norte do Campus Universitário.

Curso de Engenharia Florestal da Ufam comemora 30 anos com semana acadêmica em novembro. Inscrições abertas

Entre os dias 21 e 24 de novembro, o curso de Engenharia Florestal da Ufam realiza sua semana acadêmica, alusiva aos 30 anos da graduação em 2017. Com uma programação diversificada, a Semana de Engenharia Florestal do Amazonas terá em sua programação conferências científicas com pesquisadores do Brasil e do exterior, mini-cursos, apresentações orais de pesquisas, eventos culturais e a primeira edição da ExpoFloresta, evento que vai reunir empresas, fornecedores e empreendedores do setor florestal em Manaus.

Todas as atividades serão realizadas na Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), Setor Sul do Campus. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site (Acesse). Podem participar acadêmicos da graduação e pós-graduação e profissionais da área.

Informações: (92) 98111-0347 (Professor Francisco Tarcísio Mady, coordenador geral / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Centro de Artes apresenta a Exposição `Des.aparecer´

O Centro de Artes da Ufam abre nesta quarta-feira, 2, a Exposição `Des.Aparecer´, do artista Cristóvão Coutinho. A visitação é gratuita e segue até o dia 25 de agosto, na unidade I do CAUA, localizada na Rua Monsenhor Coutinho, 724, ao lado da Igreja de São Sebastião, Centro de Manaus.

Sobre o artista e a exposição

Com mais de 30 anos de carreira, Cristóvão Coutinho apresenta obras conceituais que dialogam com o tempo. Entre as diversas técnicas apresentadas, há pinturas, desenhos, vídeos e objetos, destacando-se o ambiente “des.aparecer”, que dá nome a sua nova exposição.  De acordo com o artista, o ambiente foi concebido como “uma paisagem construída para se sentir num momento reflexivo, é um ambiente detonado, não é (...) plasticamente perfeito, é o avesso do belo, mas um ambiente que trata da questão da natureza, da natureza pessoal e do ambiente que nos cerca”.

As obras tratam, como um todo, da relação morte e vida, em que o sentido de morte é indicado pelo desaparecer das pessoas no seu aspecto físico. Ao mesmo tempo, para o artista, a morte nos faz encontrar um outro sentimento sobre a própria vida, na descoberta de outros sentidos sobre nós mesmos.

Na mostra de arte, o público também irá conhecer outras obras inéditas do artista, como a série `Desenhos Errados, Balões de Festa e Corações Fragmentados´.

Informações: (92) 3305-5150

HUGV realiza encontro de iniciação científica, esta sexta, 11 de agosto

O Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV/Ufam) realiza até 11 de agosto, o II Encontro Científico do PAIC-HUGV. O evento ocorrerá no 9º andar do hospital, localizado na Avenida Apurinã, 04, Praça 14 de Janeiro.

O encontro, coordenado pela Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP) da unidade, tem o propósito de incentivar a comunidade acadêmica em atividades de pesquisa no HUGV, em especial a iniciação científica, fortalecendo a integração entre o ensino, a pesquisa e a assistência.

 

Programação

Palestras e oficinas sobre a produção acadêmico-científica serão ministradas por professores e membros do Comitê de Ética da Ufam, além de profissionais de assistência à saúde do HUGV e membros. Acesse a programação completa.

Outro destaque é a apresentação e premiação de trabalhos já desenvolvidos no hospital por meio do Programa de Apoio à Iniciação Científica (PAIC) e as boas-vindas aos novos bolsistas.

Serão apresentados 22 projetos, sendo 14 desenvolvidos por bolsistas voluntários e oito por bolsistas que participaram do PAIC-HUGV no período de 2016 a 2017, recebendo bolsas concedidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado Amazonas (Fapeam). Veja a lista dos trabalhos que serão apresentados.

Publicação

Os projetos apresentados durante o II Encontro Científico serão publicados na Revista do HUGV, informa a chefe do Setor de Pesquisa e Inovação Tecnológica do Hospital e coordenadora do evento, Zânia Pereira. “Os bolsistas participantes terão seus projetos publicados em formato de resumo expandido na Revista do HUGV. Além disso, vamos premiar os cinco melhores projetos apresentados. Os vencedores terão seus trabalhos publicados na íntegra na revista. Todos os projetos apresentados durante o encontro já foram pré-avaliados por uma banca examinadora”, afirma.

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. / (92) 3305 4844

PPG em Sociologia realiza conferência e lançamento de livro

O Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Ufam (PPGS) inclui na abertura de seu semestre letivo a conferência “A riqueza desmedida: ameaça para a economia e o bem comum”, a ser ministrada pelo professor de Sociologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Antonio David Cattani, às 15h desta quinta-feira, 3, no auditório Rio Solimões, localizado na entrada do Instituo de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), setor Norte do Campus.

Gratuito e aberto a todos os públicos, o evento conta ainda com o lançamento do mais recente livro de autoria do conferencista, intitulado “Ricos, podres de ricos”. A obra aborda questões implícitas no problema da desigualdade social acentuada, vivenciada pela população brasileira e discorre sobre teorias acerca das origens deste desfalque econômico que beneficia apenas uma parcela minoritária da sociedade. Confira a sinopse do livro.

Sobre o autor

Doutor pela Université de Paris I - Panthéon-Sorbonne (1980), com pós-doutorado na Ecole de Hautes Etudes en Sciences Sociales (Paris, 1993-1994). É professor titular de Sociologia da UFRGS e membro do PPGS desta universidade; foi professor visitante na Université Laval (Québec - Canadá) e pesquisador visitante na Universidade de Oxford, de 2010 a 2011. É Consultor “ad hoc”, ou seja, contratado para fins específicos estabelecidos pela respectiva instituição, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ); da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep); da Editora da UFRGS; da biblioteca eletrônica Scielo e de outras revistas de Ciências Sociais. Em 2007, foi vencedor dos prêmios de pesquisador destaque em Ciências Humanas e Sociais pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS) e do prêmio Açorianos, concedido pela Secretaria de Cultura de Porto Alegre. Foi organizador e autor de diversos livros publicados no Brasil, Argentina, Colômbia, França, Inglaterra, Itália, México e Portugal. É coordenador do site www.dmtemdebate.com.br e editor da revista Sociologias. (Qualis A1). Áreas de especialização: Sociologia do Trabalho, Sindicalismo, Desigualdades socioeconômicas, Riqueza e Desigualdade.

 

Informações: (92) 99128-9257

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Ufam promove 18ª edição do Festival Universitário de Dança

O período de inscrições para a competição vai de 11 de setembro a 6 de outubro

De 18 a 20 de novembro, a Universidade Federal do Amazonas realiza a décima oitava edição do Festival Universitário de Dança (Feudan). Organizado pelo Programa de Dança, Atividades Circenses e Ginásticas da Ufam (Prodagin), o Festival é uma mostra de caráter competitivo, na qual diversos grupos de dança de Manaus se encontram para apresentar seus trabalhos coreográficos em três noites de competição.

O Feudan ocorrerá no Teatro LaSalle, situado na Rua Tiradentes, S/N, Dom Pedro. A programação conta ainda com a Noite dos Campeões, que será realizada no dia 29 de novembro, no Teatro Amazonas.

Inscrições

O período de inscrições para o Festival inicia em 11 de setembro e vai até o dia 6 de outubro. É necessário ler o regulamento e preencher a ficha de inscrição, disponíveis no endereço eletrônico do Prodagin.

A inscrição é presencial e deve ser efetuada na sala da professora Lionela Corrêa, localizada na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia, Bloco C, Setor Sul do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Estilos e categorias

Solos, duos, trios e conjuntos podem competir. Os grupos participam com coreografias em cinco estilos: Clássico e Neoclássico, Moderno e Contemporâneo, Danças Urbanas, Danças Populares e Jazz.

As apresentações serão divididas em sete categorias classificadas por faixa etária: Baby, Infantil, Juvenil I, Juvenil II, Adulto, Avançado e Terceira Idade.

Premiações

Os competidores serão avaliados por uma Comissão Julgadora composta por personalidades do meio artístico da dança. Os três primeiros colocados de cada categoria e estilo receberão medalhas e troféus. As três melhores coreografias, no geral, receberão prêmios em dinheiro.

Mais informações: 98100-3866 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Faculdade de Direito abre inscrições para a segunda edição do Curso de Direitos Humanos

Podem se inscrever acadêmicos de direito da Ufam, bem como de outras universidades.

A Faculdade de Direito da Ufam, por meio do Grupo de Estudos do Sistema Interamericano de Direitos Humanos (Gesidh) está com inscrições abertas para 60 vagas no II Curso de Direitos Humanos, voltado para acadêmicos da área jurídica. (Acesse a rede social do Gesidh)

As aulas serão presenciais, 15 ao todo, sempre aos sábados, no horário de 9h às 12h, com início em 12 de agosto, nas dependências da Faculdade de Direito, localizada no Setor Norte do Campus. Os temas a serem abordados são: Teoria Geral dos Direitos Humanos; Filosofia e Direitos Humanos; Sistema Global de Direitos Humanos; Sistema Interamericano de Direitos Humanos; Processo internacional Interamericano; Tribunal Penal Internacional; e temáticas específicas como direitos LGBT, Violência de Gênero, Direitos Humanos e sua Relação com Direito Ambiental, e Políticas Públicas e Direitos Humanos no Brasil. Os professores das disciplinas são da própria Faculdade de Direito, bem como convidados externos de outras universidades. 

As inscrições devem ser realizadas até às 17h do dia 6 de agosto, pelo e-mail da coordenadora do Gesidh, professora Alichelly Ventura- O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. - e devem conter:

1.    Nome completo;

2.    Instituição de ensino e período que está cursando;

3.    Telefone e email para contato;

4.    Motivo pelo qual tem interesse em realizar o curso. 

Podem se inscrever todos os acadêmicos de direito da Ufam, bem como de qualquer outra universidade.Caso as inscrições ultrapassem o quantitativo oferecido de vagas, será elaborada uma lista de espera. O Gesidh orienta aos alunos que permaneçam como ouvintes, pois há desistências.

Ao final do curso será emitido um certificado de 45 horas de atividade de extensão, pela Coordenação do Curso de Direito da Ufam. O acadêmico poderá faltar até três vezes ao longo do curso. Caso ultrapasse o número de faltas, não será disponibilizado o certificado. 

Notícia relacionada:

Acadêmicos de Direito são selecionados para competição Internacional de Direitos Humanos

UFAM é destaque em competição de Direitos Humanos nos EUA

Ufam recebe Encontro de Comunicação em Rede no dia 24 de agosto. Inscreva-se!

Evento debaterá a pluralidade da juventude e comunicação

Com o tema "Conexão através da comunicação: como construir espaços de diálogo com os jovens?", a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) recebe, no dia 24 de agosto, o Encontro de Comunicação em Rede. A programação, abordando a diversidade e a conectividade da juventude, contará com a participação de nomes do audiovisual nacional e local.

Uma realização do Canal Futura, da TV Ufam e do Grupo Rede Amazônica, o encontro ocorre no Auditório Rio Amazonas da Faculdade de Estudos Sociais (FES), Setor Sul do campus universitário, das 9h às 18h.

Inscrições

As inscrições estão abertas e podem ser realizadas no link https://goo.gl/iD3h8MO evento é gratuito e fornece certificado aos participantes.

Destaques

Debatendo realidade virtual e realidade aumentada na produção audiovisual inovadora, Marcos Ferreira, sócio-diretor da mobContent, é uma das atrações nacionais. Já Marcelo Wasen, professor do Instituto de Artes da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, coordena uma sessão de exibição de documentários, seguida de um panorama sobre as diferentes vozes da juventude e como elas aparecem no audiovisual.

O cenário da juventude amazônida estará em debate na “Conexão através da Comunicação”, momento que será gravado o programa CBN Educação, comandando pela diretora de Sustentabilidade do Grupo Rede Amazônica, Marcya Lira. Acesse a programação completa.

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (92) 3305 411599132 1508

Página do evento no Facebook

 

40ª edição da AgroUfam ocorre nos dias 3 e 4 de agosto

O tema desta edição será "Agricultura familiar e os desafios de sustentabilidade nos agroecossistemas amazônicos"

O Núcleo de Socioeconomia da Ufam (Nusec) promove a 40ª edição da AgroUfam, feira de produção familiar que ocorre na primeira semana de cada mês com a finalidade de impulsionar a inclusão social através da comercialização de produtos deste tipo de base agrícola. O evento será realizado nos blocos 1 e 2 da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), setor Sul do Campus. Acompanhe o cronograma abaixo:

Dia 3 de agosto: das 7h às 18h;

Dia 4 de agosto: das 7h às 16h.

Além da comercialização de produtos, as atividades incluem intercâmbios de conhecimentos agroecológicos, venda de livros, oportunidades de negócios e atrações culturais.

Sustentabilidade na Amazônia

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 75% dos alimentos consumidos pela população brasileira são provenientes da agricultura familiar, modalidade que melhora a qualidade nutricional dos produtos ao aplicar técnicas de cultivo e extrativismo apreendidas em práticas populares de comunidades rurais, em todas as etapas do processo. Além da sustentação de parte significativa do mercado alimentício sem a participação do setor industrial, a produção familiar gera emprego e renda aos habitantes do campo e contribui para que a sustentabilidade dos agroecossistemas amazônicos seja viabilizada.

Nusec

Sob a liderança da Professora Therezinha Fraxe, o Núcleo trabalha desde 2002 junto às organizações familiares nas comunidades rurais para desenvolver estratégias inovadoras que agreguem valor à produção agrícola dos envolvidos no processo.

 

Informações: (92) 99219-6825 (Comunicação Nusec. Falar com Netto)

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.