Cine & Vídeo Tarumã volta as atividades nesta segunda

O Cine & Vídeo Tarumã  retorna às suas atividades nessa semana com uma programação de três filmes realizados por mulheres cineastas e que alcançaram sucesso de crítica. A semana reúne filmes produzidos na França, Espanha e Alemanha, que demonstram a sensibilidade do olhar feminino sobre diversas questões sociais, emocionais e políticas que as mulheres enfrentam em diferentes fases da vida. Os filmes escolhidos para a programação que recebe o nome “Perfis femininos sob o olhar delas” são: O que está por vir, Ninguém deseja a noite e As mulheres de Rosenstrasse.

Nesta segunda-feira, dia 20, ocorre a exibição do filme O que está por vir, da diretora francesa Mia Hansen-Løve. A professora de filosofia, Nathalie, tem dois filhos que pouco vê e um marido também docente, seu companheiro há 25 anos. Entre trocas de ideias com o pupilo anarquista, ligações insistentes da mãe solitária e piquetes de alunos, ela leva uma vida tranquila. Mas tudo está para mudar.

Na quarta-feira, dia 22, será a vez do filme Ninguém deseja a noite, da diretora espanhola Isabel Coixet. Groenlândia, 1908. Josephine Peary é uma expedicionária que viaja ao Polo Norte em busca de seu marido, desbravador. Dona de fortes convicções sobre a vida e o seu trabalho, ela muda por completo sua visão do mundo após um inesperado encontro com a esquimó Allaka.

Sexta-feira, dia 24, haverá o filme As mulheres de Rosenstrasse da diretora alemã Margarethe Von Trotta. No ano de 2000, após seu pai falecer em Nova York, a jovem judia Sarah passa a se preocupar com Ruth, sua mãe, que começou a se comportar de forma estranha. O mistério aumenta quando uma prima distante aparece para visitá-las, trazendo uma foto que mostra Ruth, ainda criança, ao lado da mulher que a ajudou a escapar da Alemanha durante a Segunda Guerra. Curiosa a respeito dos fatos por trás do retrato, Sarah viaja a Berlim disposta a desvendar os mistérios sobre a infância da mãe, e acaba entrando em contato com uma história emocionante.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Ufam, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais -IFCHS-, localizado no setor Norte do campus universitário. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

HUGV participa de I Workshop Humanizando o Tratamento do Paciente em Terapia Renal Substitutiva

Nos dias 23 e 24 de março, o Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV-UFAM) participa do workshop “Humanizando o Tratamento do Paciente em Terapia Renal Substitutiva”, realizado pelo Ministério Público do Estado (MP-AM). O evento acontece no Auditório Gebes Medeiros, na sede da Procuradoria-Geral da Justiça, situada na Avenida Coronel Jorge Teixeira, 7995, Nova Esperança.

O objetivo do workshop é garantir a humanização do tratamento dos pacientes renais crônicos por meio da sensibilização e capacitação dos profissionais que atuam neste tipo de procedimento médico-hospitalar.

O evento é voltado para autoridades da Rede de Atenção ao Paciente Renal, representantes de instituições de ensino do Amazonas, pacientes em tratamento renal e entidades de fiscalização da área, além de acadêmicos de Direito, Medicina e Enfermagem.

Programação

Palestras, painéis e debates compõem a programação que reúne instituições que prestam serviços de terapia renal substitutiva. Destacam-se a participação da fisioterapeuta do HUGV, Jolaynne Prado, na Apresentação de Boas Práticas (primeiro dia do evento); e a Apresentação de Protocolos de Acesso, com a enfermeira-chefe do Setor de Regulação e Avaliação em Saúde do HUGV.

Confira a programação completa:

Com informações da Assessoria do MP-AM.

Pós-graduação em Geografia promove semana acadêmica

O Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGG) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) realiza, entre os dias 22 e 24 de março, a semana de acolhimento aos novos alunos da graduação e pós-graduação, com apresentações de trabalhos de pesquisas.

A programação começa com a aula inaugural ministrada pela professora Ana Fani Alessandri Carlos, da Universidade de São Paulo (USP), no dia 22 de março, às 18h, no auditório Rio Solimões, Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS). O tema da aula será: “Perspectivas para uma Geografia brasileira: qual o papel da Geografia que não se produz no centro?”. O evento é aberto para a comunidade acadêmica.

Já nos dias 23 e 24, de 8h às 18h, no auditório Rio Alalaú, localizado na Faculdade de Educação (Faced), ocorre a quinta edição do Seminário de Projetos de Dissertação de Mestrado (Programação em anexo). O objetivo é expor e discutir sobre os projetos de pesquisa dos alunos de pós-graduação da turma de 2016 e recepcionar os alunos da turma de 2017.

 

Sobre a palestrante

A professora Ana Fani Alessandri Carlos é autora e organizadora de vários livros na área de Geografia Humana, sendo o mais recente: A condição Espacial. Seu livro Espaço tempo na metrópole recebeu menção honrosa do Prêmio Jabuti em 2003. Ela também já recebeu o prêmio geocrítica de 2012 e o prêmio Manuel Correia de Andrade - ANPEGE, em 2015. (Acesse o currículo Lattes)

"Seminários Foucault/Lévi-Strauss: Uma inflexão da Filosofia ao pensamento social” encerra com mesa-redonda no dia 23 de março

Como parte do encerramento das atividades, a Coordenação do "Seminários Foucault/Lévi-Strauss: Uma inflexão da Filosofia ao pensamento social” realiza mesa-redonda “Lévi-Strauss e a construção dos saberes no pensamento amazônico”, no dia 23 de março, das 18 às 20h30, no auditório Rio Solimões do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), Setor Norte do Campus.

As inscrições podem ser feitas presencialmente na data e horário do evento, ou pelo endereço eletrônico www.filosofiaeseusestudos.blogspot.com.br.

O tema desta última edição será debatido pelos professores: Marilina Bessa Serra Pinto, Renan Freitas Pinto e Luciana Salorte. O encontro será gratuito e aberto à comunidade acadêmica, com direito a certificado de participação.

 

Sobre a proposta do ciclo de palestras

De acordo com o coordenador do Projeto, Professor de Filosofia e membro do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura da Amazônia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Nelson Matos de Noronha, os encontros objetivam promover a discussão acerca das possíveis aproximações teórica e metodológica entre Foucault e Lévi-Strauss, cujas obras, à primeira vista, denotam um esforço na direção do refinamento das técnicas de observação, de análise discursiva e de aprimoramento teórico. “A repercussão destas obras mostrou se tratar de novas bases para o conhecimento da sociedade e para o desenvolvimento da reflexão filosófica”, avalia a professor. O projeto foi apresentado ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico CNPQ, descrito na chamada MCTI/CNPq/MEC/CAPES.

 

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Notícia relacionada:

Departamento de Filosofia promove Seminários “Foucalt/Lévi-Strauss: Uma inflexão da Filosofia ao pensamento social”

XXII Semana de Filosofia ocorre entre os dias 27 e 31 de março

Estão abertas as inscrições para a 22ª Semana de Filosofia da Ufam. O evento, organizado pelo Departamento de Filosofia (DFIL), será entre os dias 27 e 31 de março, no auditório Rio Solimões, localizado no Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), setor norte do campus.

Na programação, palestras, mesas-redondas, sessões de comunicação e um minicurso com o professor Marco Ruffino, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Para participar como ouvintes, os interessados devem preencher o formulário de inscrição. Todos os participantes inscritos ganharão certificado de horas complementares.

A XXII Semana de Filosofia é aberta para a comunidade acadêmica e demais instituições. A conferência de abertura ocorre no dia 27, às 18h, com o convidado professor Marco Ruffino. No mesmo dia, pela manhã, acontece a “Sessão de Comunicação”, onde bolsistas do PIBIC/Filosofia apresentarão projetos de pesquisa.

No dia 31, às 18h, acontece a conferência de encerramento, onde as professoras da Ufam Verrah Chamma e Maria do Socorro Jatobá abordarão, respectivamente, os temas “A sociedade civil e o Estado em Hegel” e “Profecia, sabedoria e filosofia: uma análise do Cármides de Platão”. Confira a programação em anexo.

 

Informações:

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

“Diálogos com a Arquivologia” recepciona calouros de 3 a 6 de abril

Como forma de dar as boas-vindas aos calouros do curso de Arquivologia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), o projeto “Diálogos com a Arquivologia” promove, entre os dias 3 e 6 de abril, um evento de recepção. O encontro ocorre no Auditório Rio Solimões, localizado no Setor Norte do campus universitário, a partir das 18h.

O evento é gratuito e dá direito a certificado. As inscrições podem ser feitas no endereço no Sympla.

Durante as mesas-redondas, serão apresentadas questões relacionadas à vida acadêmica, como pesquisa e extensão, além da criação recente da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), à qual o curso de Arquivologia está vinculado. Representantes do Centro Acadêmico de Arquivologia (CA-ARQ) e das Pró-Reitorias de Ensino de Graduação (Proeg), de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp) e de Extensão (Proext) estarão presentes para esclarecer dúvidas dos alunos.

Dentro da programação, destacam-se ainda as palestras “Classificação e Avaliação de Documentos de Arquivo”, “Gestão de Projetos voltada para a área arquivística” e “Fundamentos sobre Documentos Digitais”. A programação completa pode ser acessada na imagem anexa.

Sobre o projeto

“Diálogos com a Arquivologia” é um projeto de extensão integrado ao Programa de Apoio à Realização de Cursos e Eventos da Proext (Parec). Coordenado pelo professor Leandro Coelho de Aguiar, tem como objetivo realizar eventos e promover debates em torno de temáticas ligadas à Arquivologia.

Acesse a fanpage do projeto

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Programação.jpg)Programação.jpg[ ]260 kB

NEAI inicia temporada 2017 de Seminários de Pesquisa

O Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) dá início à temporada 2017 de Seminários de Pesquisa. O primeiro encontro ocorre nesta terça-feira (14), às 14h, na sala 12 do NEAI, bloco da Faculdade de Direito da Ufam (FD).

O antropólogo especialista em populações indígenas amazônicas e docente da Universidade Nacional da Colômbia – Sede Amazônia, Juan Alvaro Echeverri, desenvolve o tema desta edição: “Questões de território: Territórios Ancestrais, indígenas urbanos e aplicação de mecanismos REDD+ na Amazônia colombiana”.

“Nesta palestra indagarei sobre o conceito de território a partir de três exemplos:

 (1) A visão territorial do povo ‘Muinane’, a partir de um trabalho de investigação própria com o qual colaborei há anos e que foi recentemente publicado. Aqui se enfatiza a noção de território em relação à vida, à memória e tecido de relações sociais;

(2) O caso da recente formação de um conselho urbano indígena na cidade de Letícia, os problemas relacionados ao seu reconhecimento legal (indígenas sem território), no que isto implica em contraste com a visão territorial ancestral do ponto 1 e com relação à visão estatal: aqui aflora uma visão de territórios multi-situados;  

(3) O programa Visão Amazônia 2020, que o governo colombiano busca aplicar em toda a região amazônica (incluindo territórios indígenas), que envolvem a aplicação de mecanismos REDD+. Aqui surge a visão de território com recursos no mercado mundial de serviços ambientais”, adiantou o professor, acerca dos desdobramentos da discussão.

Sobre mecanismos REDD

Necessária para viabilizar o controle do aquecimento global, a Redução do Desmatamento e da Degradação Florestal (REDD) sintetiza e sugere mecanismos para tanto, que são adotados por países como a Colômbia, visando a preservar a biodiversidade, os recursos naturais e a saúde de populações indígenas.

Professores da Faculdade de Direito fazem evento de lançamento da obra “Temas Contemporâneos de Direito”

A direção da Faculdade de Direito da Ufam e a editora Lumen Juris convidam a comunidade acadêmica para o lançamento da obra “Temas Contemporâneos de Direito: uma contribuição da Universidade Federal do Amazonas. Volumes I e II”, na próxima quarta-feira (15), às 19h, no auditório da FD, localizado no setor Norte do campus.

A presente coletânea de artigos é fruto do esforço coletivo dos docentes e discentes da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas e versa sobre diversos ramos do Direito.

A finalidade da obra é fomentar a investigação no âmbito da graduação, considerando que é por meio da pesquisa que o acadêmico descobre que o mundo jurídico não se resume a sala de aula, vai muito além.

Esta é uma obra que comporta temas inéditos e palpitantes. Abre uma cortina para outras discussões, talvez mais abrangentes e profundas. Afinal, o direito é um organismo vivo em constante mutação e como tal, fonte permanente de pesquisa.

Feira Agroufam ganha um novo espaço de comercialização em Manaus

A tradicional Feira da Produção Familiar da UFAM (Agroufam) ganha um novo espaço de comercialização, desta vez no Park Vieiralves, localizado na Rua Rio Madeira, 450A, Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul de Manaus.

“Agroufam no Park” terá edições sempre aos sábados, com início no dia 11 de março, em dois horários: 6h às 13h, dedicado à Agricultura Familiar; e 18h às 22h, para Artesanato.

Segundo a coordenadora da Agroufam, professora Jozane Lima, o novo espaço é fruto de uma parceria público-privada entre Universidade, produtores e a empresa Park Vieiralves. “Esta iniciativa vem atender a um dos principais objetivos da Feira, que é ampliar o espaço de comercialização dos nossos produtores na cidade de Manaus”, declarou a docente.

Quem visitar a Agroufam no Park encontrará os mesmos produtos presentes nas edições do evento dentro do Campus Universitário, como frutas, verduras e hortaliças características da região amazônica, assim como artesanatos e plantas medicinais e ornamentais.

Sobre a Feira

A Agroufam é uma realização do Núcleo de Socioeconomia da Ufam (Nusec), sob a liderança da professora Therezinha Fraxe. Acontece sempre no início de cada mês nos Blocos 1 e 2 da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), Setor Sul do campus universitário. A feira reúne 120 produtores de base familiar de 12 municípios do Amazonas. Com mais de 30 edições realizadas, a Agroufam tornou-se em 2017 um Programa Institucional da Ufam, com o apoio contínuo da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (Protec).

Contatos

Coordenação: Professora Jozane Lima (99434-8334)

Blog da Agroufam/ Fanpage da Agroufam

Notícia relacionada

Agroufam ocorre nos dias 16 e 17 de março com venda de alimentos, artesanato e plantas medicinais

Centro de Artes apresenta exposição “O Imaginário Amazônico" até 13 de março

A Galeria do Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA) realiza, até o dia 13 de março, a exposição O Imaginário Amazônico, com obras do acervo do diretor da unidade, Paulo Simonetti. A exibição acontece na Unidade I do CAUA, situada na Rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro, com horário para visitação de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 14 às 17h.

A exposição faz parte de um novo projeto do Centro de Artes, cuja proposta é a montagem de exposições com curta duração, a fim de preencher os intervalos entre as exibições de longa duração.

O Imaginário Amazônico apresenta pinturas e desenhos em estilo figurativo produzidos em acrílico, óleo, guache, grafite e nanquim. As obras representam cenas amazônicas, como a vida do homem, moradia, barcos e canoas, flora e fauna. Ao todo, são vinte e seis trabalhos dos artistas Afrânio de Castro, Ignácio Evangelista, José Stenio, Eli Bacelar, Fernando Junior, Paulo Simonetti, Nelci Leão, Mario Cezar, Kleber e Denize Valentin.

Contato: (92) 3305-5150 

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Pós-graduação em Antropologia Social realiza aula inaugural no dia 15 de março

A aula inaugural do primeiro semestre letivo de 2017, do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Amazonas (PPGAS/Ufam) ocorre no dia 15 de março. Com o tema “Biodiversidad como educácion sexual: qué significa la ‘naturaleza’ para los Murui-Muina?”, a aula será ministrada pelo professor titular da Universidad Nacional de Colombia, Sede Amazônia, Juan Alvaro Echeverri.

O encontro acontece às 9h no Auditório Rio Alalaú da Faculdade de Educação (Faced), situada no Setor Norte do campus universitário.

Segundo o coordenador do PPGAS, professor Gilton Santos, o intercâmbio com cursos de Antropologia de outros países será uma marca do novo período que se inicia. “Estamos priorizando na agenda da nova gestão intensificar e ampliar nossas redes de convênio com os programas de Antropologia de países amazônicos, como Colômbia, Peru e Equador”, diz. O professor acrescenta, ainda, que já estão em andamento atividades de cooperação com universidades daquelas nações. Eventos acadêmicos, troca de publicações e mobilidade de docentes e alunos são algumas das ações previstas.

“O PPGAS está completando 10 anos; já é um programa consolidado, com linhas de pesquisa e políticas afirmativas sólidas. Estamos prontos para dar este salto no intercâmbio de conhecimento”, afirma o coordenador.

Sobre o convidado

Juan Alvaro Echeverri é PhD em Antropologia pela New School for Social Research, New York. Atua como professor titular da Universidad Nacional de Colombia, Sede Amazônia. Estuda os temas Etnologia Indígena, Etnolinguística e Etnobiologia.

Sobre o PPG

Criado em 2007, o PPGAS-Ufam conta com cursos de Mestrado e Doutorado em Antropologia Social. Entre os objetivos do PPGAS, estão: formar profissionais em antropologia, ampliando as oportunidades de reprodução de quadros de pesquisadores qualificados na região amazônica; contribuir para a formação de um marco conceitual para a proposição de programas e políticas sociais e culturais da Região Norte do Brasil; e desenvolver ações de articulação com centros de excelência em antropologia, nacionais e internacionais, buscando explorar temas de ponta da disciplina a partir da realidade panamazônica.

Posse da nova gestão do ICE será nesta sexta-feira, 10

Nesta sexta-feira, dia 10, ocorre a cerimônia de posse da nova gestão do Instituto de Ciências Exatas (ICE). A solenidade está marcada para as 16h, no Auditório da Faculdade de Direito, no Setor Norte do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho.

A atual direção, composta pelos professores Cícero Mota Cavalcante e Marta Silva dos Santos Gusmão, dará lugar à gestão formada pelos professores Raimundo Ribeiro Passos, no cargo de diretor, e Nilomar Vieira de Oliveira, como vice-diretor.

A gestão empossada atuará durante o quadriênio 2017-2021.

ARII promove palestra sobre “Como Estudar na Espanha”

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais - ARII - em parceria com a Embaixada da Espanha e com apoio do curso de Língua e Literatura Espanhola promove palestra com o tema “Como estudar na Espanha”, proferida pelos assessores técnicos da embaixada,  Ángel Sánchez Máiquez e María Luisa Martínez de Grado. Durante a explanação serão abordados assuntos como: apresentação geral da Espanha; universidades e ofertas acadêmicas; ajudas e bolsas para estudar na Espanha, dentre outros. Além dos palestrantes, a aluna da Ufam Franciane Soares relatará sobre sua experiência como estudante em universidade espanhola.

O evento ocorre no dia 15 de março, no auditório Rio Solimões, no Instituto de Ciências Humanas e Letras, às 9h, no setor Norte.

Agroufam ocorre nos dias 16 e 17 de março com venda de alimentos, artesanato e plantas medicinais

Com o tema “Práticas agroecológicas que preservam nossa identidade cultural”, a 35ª edição da Feira da Produção Familiar (Agroufam) ocorre nos dias 16 e 17 de março, das 7 às 18h, nos Blocos 1 e 2 da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), setor Sul do campus universitário.

Comercialização de produtos, oportunidade de negócios, venda de livros e apresentações culturais são algumas das atrações da Agroufam, atividade que busca promover o desenvolvimento rural sustentável, a inclusão social, a segurança alimentar e o incentivo à produção de base solidária na Região Amazônica.

120 produtores de doze municípios amazonenses comercializarão seus produtos na feira, onde é possível encontrar maracujá, jerimum, abacaxi, abacate, cacau, queijo, açaí, macaxeira, cheiro-verde, pimenta de cheiro, pimenta ardosa e pimentão.

Artesanatos, plantas medicinais e ornamentais, bem como os produtos do tradicional projeto "Chitas Nativa" também estarão em exposição na feira. Venha conferir.

A Agroufam assumiu uma nova posição como Programa Institucional da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com o apoio contínuo da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (Protec). A nova configuração da feira vai gerar renda para as comunidades por meio da produção agroecológica de base familiar solidária, além de estimular a pesquisa científica no setor.

 

NUSEC

A Agroufam é promovida pelo Núcleo de Socioeconomia da Ufam (Nusec), sob a liderança da professora Therezinha Fraxe. Desde 2002, o Núcleo trabalha junto às organizações familiares nas comunidades rurais para desenvolver tecnologias inovadoras que agreguem valor à produção agrícola.

 

Contatos

Coordenação: Profª Jozane Lima – 99434-8334

Blog da AGROUFAM / Fanpage da AGROUFAM

ARII recepciona novos alunos estrangeiros

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Ufam (ARII) realiza na próxima quarta-feira (22), às 14h, evento de recepção aos estudantes estrangeiros que estão ingressando à Universidade por meio do Programa de Estudante de Convênio de Graduação (PEC-G). A recepção será no miniauditório da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), localizado na térreo do prédio da Reitoria, setor norte do Campus. (Confira a programação em anexo). 

Um desses ingressantes é o aluno Christian Kikeba Bande, aprovado em Engenharia de Petróleo e Gás. Ele elogiou a estrutura da Universidade e os programas de assistência estudantil que oferece. “Estou muito contente por ser estudante da Ufam e poder contar com a ajuda da ARII. Eu espero aproveitar ao máximo esta oportunidade”, observa o rapaz. Outro estudante que optou por cursar Ciência da Computação, Shaibu Alhassan, considera-se entusiasta com relação ao início das aulas no dia 13 de março. “Logo aprendi a gostar da Ufam, é uma universidade super legal, um lugar bom para se fazer amigos!”. 

Sobre o PEC-G

Desenvolvido pelos ministérios das Relações Exteriores e da Educação em parceria com universidades federais, estaduais e particulares, o Programa foi desenvolvido com a finalidade de atender à demanda de estudantes oriundos de países em subdesenvolvimento socioeconômico por graduações, como alunos naturais de Gana, Benin, República Democrática do Congo, Haiti, Camarões, dentre outros. O procedimento que conferiu vaga a estes novos discentes da Ufam consistiu, primeiramente, na conclusão de um curso de Língua Portuguesa para estrangeiros em 2016, ministrado presencialmente aqui, e em aprovações em seu exame de proficiência (Língua Portuguesa – Celpebras).

Informações: (92) 3305 – 1753

E-mail ARII: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Site: www.arii.ufam.edu.br

 

Grupo de Teatro do CAUA realiza teste de aptidão nesta terça, 7

O Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas -CAUA/Ufam- convida toda a comunidade acadêmica e o público em geral a participar do teste de aptidão em atuação para participar do Grupo de Teatro do Centro de Artes da Ufam.

Estão habilitados a fazer o teste todos os interessados com idade a partir de 16 anos; alfabetizados; com residência fixa na cidade de Manaus e que tenham disponibilidade de horário no turno vespertino. O teste ocorre nos dias 7 e 9 de março, com início às 14h, na unidade I do CAUA, localizado na Rua Monsenhor Coutinho (esquina com a Rua Tapajós), 724, Centro.

No teste será realizada leitura de um texto de livre escolha (com no máximo 350 palavras), improvisação com mote dirigido, vocalização e expressão corporal.

Os estudos e ensaios do Grupo serão realizados às  terças e quintas-feiras, de 14h às 17h, nas dependências do CAUA I.

Curso de Licenciatura Indígena da UFAM realiza exposição na Universidade de Coimbra

Fotografias mostram o cotidiano dos alunos e comunidades indígenas da região do Alto Rio Negro

Até o dia 24 de fevereiro, o curso de Licenciatura Indígena da Ufam realiza a exposição fotográfica “Vivência” no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), em Portugal. O objetivo é divulgar os trabalhos coletivos realizados pelo curso junto ao Laboratório Dabukuri do Departamento de Geografia na região do Alto Rio Negro.

A mostra, organizada pelos professores Ivani Faria, Thuane Tomie e André Zumak, joga um olhar para a cultura, território e vivência dos povos Yanomami, Baniwa, Baré e Kuripako, entre outros. São 24 fotografias que mostram as atividades cotidianas dos estudantes de Licenciatura, o convívio dentro das comunidades indígenas e paisagens do Rio Negro.

Segundo a organizadora, professora Ivani Faria, a exposição é uma forma de divulgar o trabalho do curso para o mundo. “A licenciatura indígena se propõe a ser muito mais do que um curso de ‘formação de professores’. Associamos a formação acadêmica à política e a valorização das culturas indígenas para criar uma educação superior indígena que forme cidadãos atuantes em seus contextos socioculturais. Acreditamos que é uma realidade que merece ser mostrada”, declara a professora.

Parceria                                                      

A exposição “Vivência” é uma das atividades propostas dentro do Termo de Cooperação assinado entre o curso de Licenciatura Indígena e o CES em 2016. O objetivo é promover o intercâmbio técnico, científico e cultural entre professores e estudantes das duas instituições por meio de atividades como seminários, cursos temáticos e visitas.

“Espera-se com o termo qualificar docentes e discentes, fortalecendo os princípios de descolonização do conhecimento; refletir e fortalecer a proposta político-pedagógica do curso; além de conhecer projetos que discutam e promovam a justiça social e o respeito à diversidade cultural dos povos”, explica Ivani Faria.

Secons divulga datas das reuniões dos Conselhos Superiores

A Secretaria dos Conselhos Superiores (Secons) divulga as datas das próximas reuniões do Conselho de Administração (CONSAD) e Universitário (CONSUNI):

  1. Reunião extraordinária do CONSAD a ser realizada nos dias 21/02/2017;
  2. Reunião ordinária do CONSAD a ser realizada nos dias 22/02/2017;
  3. Reunião ordinária do CONSUNI a ser realizada nos dias 23/02/2017;

As reuniões acima elencadas ocorrerão nos horários de 8h30 às 12h30 e de 14h30 às 18h30, no Plenário Abraham Moysés Cohen, no Bloco da Administração da Faculdade de Direito, Setor Norte do Campus Universitário. As pautas de cada reunião estão em anexo.

 

Bate-papo sobre Relações Públicas acontece nesta sexta-feira, 17

Os estudantes do 6o período do curso de Comunicação Social - Relações Públicas da Universidade Federal do Amazonas promovem o bate-papo intitulado: O assunto é Relações Públicas: O que RP pode fazer por você? O evento é resultado da disciplina Gestão de Eventos, ministrada pela professora Alane Ferreira, e será realizado na próxima sexta-feira (17), às 9h, no auditório Rio Solimões do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), setor Norte do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho, em Manaus.

Com objetivo de expor à comunidade acadêmica, especialmente aos cursos de graduação do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL) da Universidade, o papel das Relações Públicas para as atividades organizacionais, o bate papo busca promover o debate entre os estudantes e profissionais de diversas áreas sobre a atividade, suas contribuições no dia a dia das organizações, além de valorizar as Relações Públicas e como a área pode colaborar com outros departamentos.

O evento contará com a participação da professora Dra. Célia Maria de Carvalho; do relações-públicas e empresário Danilo Egle; do relações-públicas e CEO da empresa Luz com Fusco, Ives Montefusco e da egressa Mariana Filizola. Alunos do 4º período também contribuirão com apresentações acadêmicas, por meio da disciplina Planejamento em Relações Públicas II, ministrada pelo professor Henrique Wendhausen.

As inscrições podem ser feitas exclusivamente pelo formulário http://bit.ly/2kTG8km. Para mais informações, acesse: http://bit.ly/2lNmALo

 

 

CAUA realiza oficinas gratuitas de artes visuais com grafismo Ticuna

De 20 a 24 de fevereiro, o Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA) promoverá oficinas de artes visuais com enfoque técnico na aprendizagem de grafismos Ticuna em sua sede (Unidade I do CAUA, Rua Monsenhor Coutinho N.º 724 - Centro), em horários intercalados entre o turno da manhã (das 9 às 12 horas) e da tarde (das 14 às 17 horas). O objetivo é facilitar o ensino – aprendizagem deste estilo de grafismo frente à contemporaneidade.

As inscrições já podem ser feitas gratuitamente por quaisquer interessados, estudantes ou não, com idade superior a 15 anos, mediante apresentação de cópia do documento de identidade no mesmo local do evento, até a data de início. Ao todo, serão realizadas 4 oficinas, e cada uma contemplará um diferente ‘cenário’ em que a arte Ticuna pode ser desenvolvida:

Oficina 1: Pintura corporal e em tela;

Oficina 2:  Modelagem em argila;

Oficina 3: Pintura acrílica em material reciclável;

Oficina 4: Estamparia em tecido cru.

Além do ensino da técnica, os ministrantes das respectivas oficinas farão levantamento etnográfico dos grafismos Ticuna, que são contribuições artísticas deste mais numeroso povo indígena da Amazônia brasileira. (Programação detalhada em anexo).

Informações:

(092) 3305-5150

E-mail do CAUA:

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Ufam participa do II Encontro dos Mestrados Profissionais da Medicina III da Capes

Entre os dias 16 e 18 de fevereiro, a Universidade Federal do Amazonas, por meio do seu Mestrado Profissional em Cirurgia, do Programa de Pós-Graduação em Cirurgia (Ppgraci), estará presente no II Encontro dos Mestrados Profissionais da Medicina III da Capes – Cirurgia, com o tema: Impacto Social, Político e Econômico.  

O evento será realizado no auditório do Conselho Regional de Medicina do Amazonas (CRM-Am), e tem como objetivos congregar os programas de pós-graduação ligados à Cirurgia no País, e informar sobre as características e o alcance profissional e acadêmico de mestrados desta categoria, com autoridades da Capes e professores de Mestrados Profissionais de outros estados. Podem participar do Encontro professores, graduados e alunos de cursos de graduação superiores, com atividade profissional ligada à Cirurgia. A abertura será às 20h.

Inscrições e programação estão disponíveis no site: ppgracimestrado.wixsite.com/encontro

Pesquisas do Ppgraci

Dentro da programação do evento, mestrandos do Ppgraci-Ufam irão apresentar trabalhos de pesquisa. Na sexta-feira (17), o Programa fará uma exposição de pôsteres de pesquisas em andamento. O melhor trabalho será premiado no Encontro.

Ainda na sexta, dois alunos defendem seus Trabalhos de Conclusão de Curso na Faculdade de Medicina. São eles:

  • Marcos George de Souza Leão, com o tema `Controle da dor pós-operatória em pacientes submetidos à reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho: comparação de soluções analgésicas intra-articulares´;
  • Priscila Gusmão da Silva Ferreira, com a pesquisa `Demanda reprimida de cirurgias na Região Metropolitana de Manaus: estudo transversal de base populacional´.

As apresentações ocorrem no período da tarde, em salas diferentes da Faculdade de Medicina. Os convites seguem abaixo: 

Cine & Vídeo Tarumã apresenta filmes vencedores do Oscar em 2016

As sessões gratuitas ocorrem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, no Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do Campus Universitário

O projeto Cine & Vídeo Tarumã, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), apresenta uma seleção de filmes que foram destaque na premiação do Oscar no ano de 2016. A cerimônia da entrega de prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas é um dos eventos mais prestigiados pelo público em reconhecimento a excelência de profissionais da Indústria Cinematográfica. Para fazer um aquecimento da premiação, que acontece no dia 26 de fevereiro, foram selecionados os filmes Ex_Machina: Instinto Artificial, O Regresso e Filho de Saul.


                                       


Nesta segunda-feira (13), será exibido o filme  Ex_Machina: Instinto Artificial do diretor britânico Alex Garland Caleb. Um jovem programador de computadores, ganha um concurso na empresa onde trabalha para passar uma semana na casa de Nathan Bateman, o brilhante e recluso presidente da companhia. Após sua chegada, Caleb percebe que foi o escolhido para participar de um teste com a última criação de Nathan: Ava, um robô com inteligência artificial. Mas a máquina se apresenta sofisticada e sedutora de uma forma que ninguém poderia prever, complicando a situação ao ponto que Caleb não saber mais em quem confiar.

Já na quarta-feira (15), teremos o grande vencedor da premiação, O Regresso do diretor mexicano Alejandro G. Iñarritu. Em 1822, Hugh Glass parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald, que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.

E na sexta-feira (17), será apresentado o filme vencedor na categoria de Melhor Filme Estrangeiro, Filho de Saul do diretor húngaro László Nemes. Em 1944, campo de concentração de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial, Saul é um judeu obrigado a trabalhar para os nazistas, sendo um dos responsáveis em limpar as câmaras de gás após dezenas de outros judeus serem mortos. Em meio à tensão do momento e às dificuldades inerentes desta tarefa, ele reconhece entre os mortos o corpo de seu próprio filho.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Ufam. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

Ufam em Itacoatiara recebe ciclo de palestras sobre Sistema Educacional Francês

A palestrante, professora  Aurélie Puig da Universidade de MontpellieA palestrante, professora Aurélie Puig da Universidade de MontpellieO curso de Letras – Língua e Literatura Francesa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) realiza em Itacoatiara mais uma edição do Ciclo de Palestras sobre o Sistema Educacional Francês – desta vez no Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia da Ufam (ICET-Ufam). O evento acontece no dia 16 de fevereiro, das 14 às 16h no auditório da Unidade.

Ministrado pela professora da Universidade de Montpellier e pesquisadora na área de Linguagem, Aurélie Puig, o ciclo visa divulgar oportunidades de estudo na França, bem como dicas de mobilidade estudantil, custo de vida, ajudas do governo francês, moradia e opções de trabalho, dentre outros assuntos.

A atividade, que conta com o apoio da Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Ufam (Arii), faz parte das ações a serem desenvolvidas no âmbito do Acordo de Cooperação com a Embaixada da França.

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Arii: 3305-1753 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Curso de Pedagogia promove “Seminário de Pesquisa em Educação”

O Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Ufam (Faced) promoverá, nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, o "Seminário de Pesquisa Em Educação" com o tema “Rompendo a dicotomia: uma reflexão sobre teoria e prática”. É um evento organizado por alunos da disciplina “Seminário de Pesquisa”, sob orientação e colaboração de professores do departamento de Pedagogia.

O objetivo do evento é promover a discussão sobre a importância da Pesquisa para a práxis docente, um fator de relevância tanto para os acadêmicos que se preparam para atuar como profissionais da Educação, como também para aqueles que já atuam, possibilitando uma análise crítica acerca da realidade educacional a partir da socialização das pesquisas realizadas na área de Educação.

As apresentações dos trabalhos serão divididas em 6 eixos temáticos: Educação e Tecnologia; Diversidade e Educação de Jovens e Adultos; Educação Infantil; Ensino Fundamental; Currículo, Gestão e Formação de Professores e Educação Especial.

A abertura acontecerá às 8h no auditório Rio Amazonas, na Faculdade de Estudos Sociais (FES), e as apresentações dos trabalhos serão nos auditórios Rio Alalaú e Rio Jatapú, na Faced, conforme programação em anexo.

As inscrições para o evento podem ser feitas até o dia 13 de fevereiro através do site: seminario201602.wixsite.com/educacao.

Informações pelo email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ; ou pelos telefones: (92) 99173-2729 ou 98165-2467.

Faced aborda 30 Anos de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Educação

De 29 a 31 de março a Faculdade de Educação da Ufam (Faced) promove o XVI Seminário Interdisciplinar de Pesquisa em Educação (Seinpe). O evento é referente aos cursos de mestrado e doutorado da Faculdade, e será realizado no auditório Rio Amazonas (FES), Setor norte do Campus. O tema deste ano é "30 Anos de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Educação (Ppge): Desafios, Conquistas e Possibilidades", e tratará da acessibilidade e aprendizagem de alunos com deficiência, pedagogia hospitalar, políticas de educação, dentre outras questões atuais, presentes no diálogo acadêmico e social.

O Seinpe é uma atividade curricular e conta com a participação de docentes e discentes do Ppge, bem como de pesquisadores, pós-graduandos e educadores de outras instituições de ensino superior ou vinculados à educação básica do Amazonas. Os artigos apresentados serão publicados na íntegra em Anais com Isbn, e seus respectivos autores receberão certificados de comunicação oral. Àqueles que participarem apenas como ouvintes será atribuída carga de vinte e quatro horas complementares certificadas.

A programação do seminário visa discutir e socializar conhecimentos referentes às políticas públicas educacionais e ao desenvolvimento regional frente aos desafios propostos na realidade amazônica, como processos de inclusão dentro do contexto nacional. Enfatiza-se a reflexão acerca de tal realidade numa perspectiva intercultural, a promoção de debates de diferentes saberes e áreas do conhecimento, além da discussão sobre as realidades existentes a partir da ótica da diversidade. Desta forma o encontro proporciona a prática do pensar e do agir no campo da Educação e tem a interdisciplinaridade como princípio norteador na construção do conhecimento científico no contexto amazônico. (Programação em anexo).

Informações:

(92) 99481-6824

(92) 99116-1678

(92) 99259-0308

Facebook:

Facebook.com/seinpeufam

Site:

seinpeufam.wixsite.com/oficial

 

FEFF realiza mais uma edição do “Festival de Ritmo & Movimento”

A oitava edição do “Festival de Ritmo & Movimento” será realizada na próxima segunda-feira (13), às 13h, no ginásio da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da UFAM (FEFF), localizado no setor sul do Campus. O evento está sendo organizado por alunos da disciplina “Planejamento de Eventos”, do curso de Educação Física, e coordenado pelas professoras Lionela da Silva Corrêa e Minerva Amorim.

Com o apoio de professores e alunos de outras disciplinas do curso, o objetivo do Festival é apresentar à comunidade acadêmica os resultados das atividades, desenvolvidas por meio dos conhecimentos adquiridos durante o período, como a criação de coreografias e dramatização, além do planejamento de organização de eventos. Nesta edição, a programação está composta por apresentação de Dança em Cadeira de Rodas, Mostra de Ginástica de Academia e Ginástica Rítmica.

Podem participar das atividades os acadêmicos de Educação Física das disciplinas: Atividade Física em Academia, Metodologia do Ensino da Dança, Metodologia do Ensino da Ginástica Rítmica Desportiva, Atividade Motoras para Deficientes, e participantes de projetos de extensão de Dança.

Informações pelos telefones: (92) 98119-3525 / 99521-3217

Curso de Letras – Língua Portuguesa promove “Curso de Iniciação e Revisão” para calouros

O Centro Estudantil e Cultural de Letras do Amazonas (CECLA) realiza no período de 6 a 10 de março, o Curso de Iniciação e Revisão para os ingressantes da graduação em Letras - Língua Portuguesa 2017 presenciais, exclusivo para calouros da graduação. O curso é composto por quatro módulos: Noções básicas de Ortografia e Sintaxe, Noções básicas de produção textual, Iniciação às noções básicas de lingüística e Oficina de produção textual aplicada à literatura e tem como objetivo revisar os conhecimentos dos calouros em gramática normativa e produção textual, além de iniciar uma das matérias da graduação (Linguística) e trabalhar desde já o texto literário.

No ingresso de estudantes de Letras/Língua Portuguesa é importante a iniciação e ambientação dos calouros em Ciências Humanas aplicadas a linguagem e conhecimentos em gramática normativa que muitas das vezes não são vistos no Ensino Médio. Estes conhecimentos serão utilizados no decorrer de todo o curso e na vida profissional. O curso de iniciação reduz a possibilidade de deficiência nestes conhecimentos e são fundamentais para o desenvolvimento profissional do estudante.

O curso de nivelamento será realizado nas dependências do Instituto de Ciências Humanas e Letras, nas salas de aula números 7 e 8, o bloco de salas de aula de Língua Portuguesa. Os participantes terão direito a certificado de horas. Inscrições: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pela página no Facebook: facebook.com/CECLA

 

Museu Amazônico é palco da Exposição `Lá vem o Frei´

Abertura será na sexta-feira (10), às 19h, no Centro de Manaus. Entrada franca

A Universidade Federal do Amazonas, por meio do seu Museu Amazônico, realiza na próxima sexta-feira (10) a abertura da Exposição `Lá vem o Frei´, bloco de Carnaval de Manaus criado em 2011, que personaliza em bonecos gigantes moradores emblemáticos da rua Frei José dos Inocentes, localizada no Centro Histórico de Manaus. A exposição segue até o dia 8 de março, e o Museu está localizado na Rua Ramos Ferreira, 1036, Centro de Manaus.

No local, registros fotográficos irão contar parte da trajetória artística do fundador do Bloco do Frei, Nonato Tavares, ator, diretor teatral e cenógrafo, criador dos personagens/bonecos para não somente participar da folia carnavalesca em Manaus, mas, sobretudo, “mobilizar a comunidade da Rua Frei José dos Inocentes, tradicional espaço de cultura e divertimento dos manauenses, e seu entorno, para a melhoria das condições em que hoje se encontra o Centro Antigo de Manaus”, afirma Tavares.

Sob o olhar vigilante e misterioso de Mapinguari, figura mitológica entre os povos indígenas da região amazônica, e um dos bonecos gigantes da Banda, desfilam e compõem a Exposição os personagens Frei José, Dona Narzinha, Dona Chiquinha, Zé do Bar, Tita – filha do Zé do Bar – e a cantora e compositora Lucinha Cabral.   A abertura da Exposição contará com a Banda do Frei, interpretando as principais marchinhas tocadas de 2011 até 2017.

Para a diretora do Museu Amazônico, professora Maria Helena Ortolan, e da Divisão de Museologia, professora Regina Vasconcellos, a Exposição `Lá vem o Frei...´ em um dos espaços de arte, ciência e extensão de Nossa Universidade, constitui-se para além da valorização da festa carnavalesca e popular da cidade de Manaus, em afirmar o Museu Amazônico a partir de um perfil mais diversificado e acolhedor das artes populares, buscando, com isso, democratizar os saberes e tornar mais dinâmico e vivo o espaço do Museu.

Bloco do Frei

Criado em 2011, a atração principal é o cortejo dos seis bonecos marotes (bonecos gigantes) que personalizam moradores emblemáticos da Rua Frei José dos Inocentes: Dona Chiquinha, Dona Narzinha, Seu Zé, Tita, o próprio Frei José e, a mais recente personagem, a cantora e compositora Lucinha Cabral.

A ideia de criar o Bloco do Frei surgiu de uma conversa entre Nonato Tavares, Lucinha Cabral e o percussionista Marinho Simões, em um bar da rua, após a realização de uma oficina de bonecos. Ao grupo se juntou Dona Narzinha, figura emblemática da rua, e da conversa informal entre amigos surgiu a primeira marchinha-tema e Dona Narzinha foi logo apontada para ser a madrinha do Bloco.

A cada ano, o Bloco conta com uma nova marchinha-tema, que em 2013 foram compiladas em um CD. A primeira que virou o tema do Bloco foi “Do Frei ao Rei” (ou vice-versa), em 2011. A segunda foi “Não derruba que o Bloco é nosso”, em 2012. A terceira “Amigos da luta na ilha do calor”, em 2013. A mais recente, “Lucinha na Folia”, em homenagem à cantora Lucinha Cabral, em 2016.

Como nos diz Nonato Tavares, o Bloco do Frei é mais que uma folia, por ser um momento de mobilização da comunidade da Rua Frei José dos Inocentes e seu entorno “O importante disso tudo é que a comunidade, além de participar dos eventos realizados na rua, vem se tornando parceira dos projetos para melhoria das condições em que hoje se encontra o Centro Antigo de Manaus”.    

Sobre o Artista

Amazonense da região do Alto Solimões, mais precisamente do Rio Auati-Paraná (situado entre os municípios de Fonte Boa, Jupurá e Maraã), Nonato Tavares veio ainda criança com sua família para Manaus. Ao lembrar-se de sua infância, nos conta que entre suas brincadeiras prediletas, criava brinquedos com sobras de madeiras e improvisava teatro de sombra no quintal de casa. Demonstrando desde cedo sua aptidão para o teatro, Nonato e seus colegas penduram um lençol no varal, acendiam uma lamparina por trás e brincavam de inventar formas e histórias.

Na juventude, teve suas primeiras experiências com o palco, ainda de forma amadora, no Grupo Liberdade, que se reunia no bairro em que morava, o conhecido Morro da Liberdade. Foi quando participou de montagem de peças, jograis e autos de Natal apresentados na igreja e em outros espaços do bairro.

Muito embora o teatro fizesse parte da vida de Nonato Tavares desde as brincadeiras de menino, foi no Colégio Amazonense D. Pedro II que ele teve a oportunidade de estudar artes cênicas como uma das opções oferecidas na disciplina Educação Artística. Nesta ocasião, a professora de teatro Claudia Nascimento, integrante do Grupo de Teatro Experimental do SESC – TESC, convidou Nonato para conhecer a peça que estavam apresentando: O Aprendiz de Feiticeiro, de Maria Clara Machado.

Entusiasmado com o trabalho dos atores do TESC, Nonato Tavares chamou os colegas do Grupo Liberdade para assistir a apresentação. Os colegas de trupe, igualmente empolgados com o que viram, decidiram montar a mesma peça no Morro da Liberdade. Nesta montagem, foi diretor e também integrante do elenco no papel do personagem Dr. Uranus.

O Aprendiz de Feiticeiro, no Morro da Liberdade, selou definitivamente a ligação de Nonato Tavares com TESC, sem deixar de manter ligações com o seu grupo de teatral de origem. Reservando os finais de semana ao Grupo Liberdade, durante a semana passou a se dedicar ao TESC, atuando nos palcos e também em outros fazeres da produção teatral, o que desenvolveu no artista diferentes talentos.

Nonato Tavares também fez parte do grupo de teatro da Aliança Francesa e trabalhou em outros grupos independentes, como Tororei no Tororó, Emergência, Cultura Popular e Baleteiro. Além do teatro, na sua trajetória de trinta anos de vida artística, teve experiências pontuais na televisão e no cinema. Entre 2002 e 2004, foi presidente da Federação de Teatro do Amazonas – Fetam. Hoje, Nonato Tavares coordena a Cia Vitória Regia, o Bloco do Frei e, mais recentemente, o Ponto de Cultura Casa do Centro. Este último, localizado na Rua Frei José dos Inocentes, tem como objetivo articular atividades culturais no Centro Histórico da cidade de Manaus, certificado pelo Ministério da Cultura.

Figura emblemática da história do teatro e do empreendedorismo cultural amazonense, Nonato Tavares é o fio condutor da concepção desta exposição que pretende apresentar ao público visitante uma parte valiosa da história artística do Amazonas por meio da apresentação dos trabalhos da Cia Vitória Regia e dos bonecos gigantes da Banda do Frei. 

ProGesp convoca para reunião do XII Jogos Universitários da Ufam

A Pró-Reitoria  de Gestão de Pessoas (ProGesp), por meio do Departamento de Assistência Estudantil (DAEST), convida o presidente ou representante do Centro Acadêmico, para participarem da reunião do XII JUUFAM a ser realizada no dia 7 de fevereiro de 2017, às 12h30, no auditório Paulo Burnhein, no setor Sul do campus universitário. 

Projetos Arte digital e Bibliotecarte trazem exibições artísticas para as bibliotecas da Ufam

As bibliotecas setoriais da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) receberão ciclos de exibições de artes plásticas, através dos projetos Bibliotecarte e Arte Digital, organizados pelo Sistema de Bibliotecas (SISTEBIB) em conjunto com o Centro de Artes da Ufam (CAUA).

O projeto Bibliotecarte promoverá exposições nas bibliotecas setoriais instaladas nas unidades acadêmicas na Capital. O primeiro ciclo é composto por dez telas do acervo da pinacoteca do CAUA, com o lançamento marcado para o dia 6 de fevereiro, às 15h, na biblioteca setorial de Ciências da Saúde, localizada na Av. Airão, 1033, Praça 14.

Os trabalhos do primeiro ciclo foram produzidos pelos artistas visuais Afrânio Santos, Bernadete Andrade, Eli Bacelar, Iva Tai, Jair Jacmont, Jader Reis, Mario Paula, Moacir Andrade, Turenko Bessa e Zeca Nazaré. As obras permanecem na biblioteca de Ciências da Saúde até 24 de fevereiro.

Em seguida, o ciclo de exposições vai para o Setor Norte, depois para a Escola de Enfermagem e finaliza no Setor Sul. Na abertura de cada exposição será realizada a apresentação musical “Cúmplice da Arte Autoral” com os músicos Lucas Passos de Lima e Robert Ruan de Oliveira Barbosa.

O Bibliotecarte é voltado para alunos, professores e técnico-administrativos vinculados às unidades acadêmicas da UFAM, bem como os membros da comunidade externa que freqüentam estes espaços. “Queremos inserir no contexto das bibliotecas setoriais o acesso a apresentações musicais e exposições de artes visuais para o desenvolvimento cultural“ afirmou o coordenador do CAUA, professor Paulo Simonetti.

Confira o calendário do Bibliotecarte:



Arte Digital

O projeto Arte Digital promove exposições artísticas nas Unidades fora da sede, levando o acervo do CAUA para as bibliotecas do Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - ICET em Itacoatiara; Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia – ICSEZ (Parintins); Instituto de Natureza e Cultura – INC (Benjamin Constant); Instituto de Saúde e Biotecnologia – ISB (Coari) e Instituto de Educação, Agricultura e Meio Ambiente – IEAA (Humaitá).

O primeiro ciclo de exibições foi produzido pelo coletivo Interagindo Manaus (IMAO) com trabalhos figurativos sobre o tema “Caminhos do Rio” que busca representar cenas amazônicas através do imaginário dos artistas.

Composto por nove trabalhos produzidos em mídia digital e impressos em vinil no formato de banner, as obras com estilo figurativo, que utilizam como suporte a fotografia e o desenho digital, foram produzidas pelos artistas visuais Afrânio Santos, Camila Nakano, Clea Rodrigues, Cristiane Barreiros, Francisco Caetano, Lincoln Rocha, Monik Ventilari e Paulo Simonetti – todos membros do Coletivo IMAO. O nono trabalho foi produzido pelo artista Zeca Nazaré, convidado a participar deste ciclo.