Professora Ângela Bulbol ministra palestra sobre Etiqueta profissional e pessoal nesta quarta, 18, na FES

O curso de Administração da Faculdade de Estudos Sociais (FES) promove a palestra “Etiqueta profissional e Pessoal” com a professora e consultora Ângela Bulbol Lima. O evento ocorre na manhã desta quarta-feira, 18 de dezembro, às 9:30, no miniauditório da FES e é aberto ao público em geral.

Leia mais...

Semana acadêmica de Serviço Social acontece nos dias 19 e 20

Acontece nos dias 19 e 20 de dezembro a Semana Acadêmica de Serviço Social da Ufam, às 18h, no auditório Rio Solimões. O tema do evento é "Formação e prática profissional do Serviço Social em contexto amazônico", que possui o objetivo de entender as especificidades da região e as condições para o exercício profissional, resultando na integração do corpo discente e docente do curso.

O evento também contará com debate sobre os desafios da formação do universitário, como também aqueles que permeiam a ação profissional, palestras e filmes, compreendendo a importância de utilizar o espaço universitário como motriz para a discussão sobre temas extremamente relevantes quanto o proposto. Os interessados em participar da Semana devem fazer suas inscrições no bloco de Serviço Social. 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Cartaz do evento (1).pdf)Cartaz do evento (1).pdf[ ]2086 kB

“A arte secreta das cores” na galeria do Museu Amazônico

A exposição é composta por 25 obras de acrílico sobre telas, criadas pelos alunos do Centro Cultural Arte com Peixe, instituição que tem como coordenador e curador o artista plástico mineiro Roberto Kleber, formado na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro.

Segundo Roberto Kleber, a ideia é abrir espaço para novos talentos e verificar a evolução em termos de técnica e percepção em relação ao mundo que rodeia cada aluno-artista e também divulgar o nível de trabalho desenvolvido pelo Centro Cultural. “O Centro Cultural Arte com peixe congrega pessoas de vários segmentos da sociedade civil e de faixas etárias diferentes. Estudantes, advogados, médicos, juízes, comerciários e artistas da periferia de nossa cidade formam o grupo que busca, por meio da arte, formas de se relacionar, de perceber o mundo e dar respostas para suas indagações” explica ele.

Roberto Kleber também comenta a expectativa para a exposição. “Espero que tenhamos, durante o período da exposição, um público significativo para prestigiar os novos talentos e que, ao mesmo tempo, possamos estabelecer contatos que patrocinem e apoiem as ideias de cunho artístico e cultural do Centro Arte Com Peixe”, declarou.

A abertura da exposição ocorreu no dia 13 de dezembro. As telas podem ser conferidas até o dia 12 de fevereiro, das 9h às 12h e das 14h às 16:30h, na Galeria do Museu Amazônico, que fica na rua Monsenhor Coutinho 874 - Centro.

 

Pastoral Universitária realiza campanha solidária para o Lar das Marias

A Pastoral Universitária da Arquidiocese de Manaus, atuante na Universidade Federal do Amazonas, em parceria com a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários (Procomun) está promovendo uma campanha solidária em favor do Lar das Marias, uma Casa de Apoio às mulheres que vêm do interior do Estado para fazer tratamento de câncer em Manaus, na Fundação Cecon.

No Lar das Marias, as pacientes contam com o apoio de voluntários, até o final de seus tratamentos.

Para participar, você pode entregar a doação na Pró-reitoria de Assuntos Comunitários até o dia 19/12/2013. São bem-vindos materiais de limpeza e roupas de cama.


O endereço do Lar das Marias é: Rua Venceslau Brás, 374, Conjunto Dom Pedro I

Telefone: (92) - 3238-5337

 

MAIS INFORMAÇÕES– (92) 3305-1479 – Lúcia (DAS/Procomun);

                                       (92) 3305-1795- Nazaré (DAEST/Procomun);

                                       (92) 3305- 1487/ 4241 – Maria Tereza (DRH/ Procomun);

                                       (92) 3305- 1493 – Socorro Lima (DEMAT);

Cine & Vídeo Tarumã exibe filmes que não foram disponibilizados nos cinemas manauaras

Os três filmes que serão exibidos na próxima semana pelo Cine & Vídeo Tarumã não foram disponibilizados nos cinemas manauaras. Um dos objetivos do Cine & Vídeo da UFAM é exatamente proporcionar que o público universitário e, por extensão, o de Manaus, possa usufruir de produções de qualidade, premiadas em festivais internacionais. Sendo assim, os três filmes escolhidos são Amor é Tudo o Que Você Precisa, da diretora dinamarquesa premiada com o Oscar Susanne Bier; A Última Estação, de Michael Hoffman, e A Vingança de Alexandra, do holandês radicado na Austrália, Rolf de Heer.         

Abrindo a programação, no dia 16, será exibido o filme Amor é Tudo o que Você Precisa. Na trama, Phillip (Pierce Brosnan), um inglês morando na Dinamarca, é um industrial de alimentos, viúvo de meia-idade e pai solteiro. Ida (Trine Dyrholm) é uma cabeleireira dinamarquesa, recuperando-se de uma quimioterapia, e que acaba de descobrir que seu marido vai deixá-la por uma mulher bem mais jovem que ele. Os destinos das duas almas feridas estão prestes a se entrelaçar quando eles embarcam rumo à Itália para o casamento do filho dele, Patrick (Sebastian Jessen), com a filha dela, Astrid (Molly Blixt Egelind), mas surpresas aguardam envolvendo todos os personagens.

Na quarta feira, dia 18, o escolhido é o filme A Última Estação, do norte-americano Michael Hoffman. Em 1910, nos turbulentos anos finais de sua vida, Leon Tolstoi (Christopher Plummer) se vê dividido entre sua doutrina da pobreza e a realidade de sua enorme riqueza, sua esposa Sofya Andreyevna (Helen Mirren), seus 13 filhos e uma vida conturbada. Tolstoi centra a atenção em espalhar sua doutrina com seu melhor amigo Vladimir Chertkov (Paul Giamatti), que funda o movimento mundial tolstoiano, cujo quartel general fica em Moscou. Por fim, ele decide sair de casa em uma viagem, mas seu estado de saúde precário o impede de seguir adiante, fazendo-o acreditar que está morrendo. O filme foi indicado a duas categorias do Oscar, exatamente o de Melhor Ator e Melhor Atriz a Christopher Plummer e Helen Mirren, respectivamente.      

Fechando a semana, no dia 20, será exibido o filme A Vingança de Alexandra, de Rolf de Heer. A trama segue o seguinte roteiro: em uma tarde comum, Steve (Gary Sweet), um pai de família acende um cigarro e sua filha pede para ele apagá-lo. Ele apaga. Parece ser um bom pai para seus filhos, sua esposa Alexandra (Helen Buday) está preparando uma festa de aniversário surpresa para ele. No escritório, ele recebe outra surpresa: foi promovido no cargo. De bom humor, volta para celebrar com a família, mas encontra a casa vazia e uma fita de videocassete com uma etiqueta “play me”. A gravação começa com sua adorada mulher dando-lhe os parabéns e rapidamente continua, para sua agradável surpresa, num striptease. Mas à medida que a gravação avança, a sua vida aparentemente normal desenrola-se num pesadelo de jogos psicológicos e de vingança.

         O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões acontecendo sempre às 12:30h, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no Setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da locadora Take Video Locadora. 

       

Empresa Júnior da Ufam promove ação social na Fundação Doutor Thomas, dia 19 – universitários podem ajudar com donativos

Visando a aproximação e socialização entre a comunidade acadêmica e os residentes no Doutor Thomas, a Apoema Empresa Júnior de Administração da Ufam realizará, no dia 19 de dezembro, o “Natal da FelizIdade – Cuide de quem cuidou de você”, programação que envolve um conjunto de atividades artísticas, dança, teatro, sarau, declamações de poesia e um espetáculo de Natal.

Leia mais...

Outorga de grau do Curso de Licenciatura Formação de Professores Indígenas, Turma Mura, em Autazes

A cerimônia de outorga de grau será nesta sexta-feira, 6, a partir das 19h, na Quadra Nicolau de Souza Melo do município de Autazes. Ao todo, 48 formandos recebem o diploma de licenciatura. A cerimônia será presidida pelo Pró-reitor de Extensão e Interiorização, professor Frederico Arruda.

O curso de Licenciatura Formação de Professores Indígenas – Curso Regular da Faculdade de Educação/Faced/UFAM foi demanda do povo Mura da região de Autazes, por meio da Organização dos Professores Indígenas Mura – OPIM, e teve como protagonistas professores/professoras, lideranças Mura e um grupo de docentes da Faculdade de Educação e de outras Unidades Acadêmicas da UFAM.

O Curso foi construído na perspectiva de formar professores/professoras para atender a educação básica - 6º ao 9º ano do ensino Fundamental e Ensino Médio - nas escolas indígenas das aldeias. Ao concluir o curso, os professores/professoras indígenas estarão licenciados para atuar na educação escolar indígena, com ênfase em uma das três grandes áreas do conhecimento: Ciências Humanas e Sociais; Ciências Exatas e Biológicas; Letras e Artes.

A turma Mura foi a primeira a iniciar em maio de 2008. O último módulo do Curso ocorreu no mês de abril de 2013, com o Seminário de Socialização das Pesquisas realizadas nas Grandes Áreas, no Centro de Formação Xare, Km 22, BR 174, e Seminário de Avaliação Final do Curso, realizado no Centro de Formação de Professores Indígenas da UFAM, na Fazenda Experimental, BR 174, Km 38.

Navi às quintas realiza última sessão dia 19

O Núcleo de Antropologia Visual - Navi, exibe três novos documentários produzidos por realizadores premiados no Amazonas Film Festival. na quinta, 19. Os títulos dessa edição são: Parente, Nati Parente e Años de luz. Para comentar a produção dos filmes, o evento contará com a participação do roteirista Aldemar Matias. Os filmes serão exibidos no auditório Rio Negro no Instituto de Ciências Humanas e Letras, setor Norte do campus universitário, sempre às 12h30.

 

Dia 19/12: ALDEMAR MATIAS

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Parente- 2011, 20min

Idealizado por:  Adele Benzaken

Roteiro:Marcos Tupinambá e Aldemar Matias

Direção de fotografia: Yure Cézar

Produção: Ivan Nascimento

O primeiro contato de populações indígenas com testes rápidos de HIV e sífilis em suas próprias aldeias.  Uma história sobre vulnerabilidade.

 

Nati Parente2011, 07min.

Direção: Aldemar Matias

Roteiro: Marcos Tupinambá

Direção de fotografia: Yure César

Produção: Ivan Nascimento

Natividade precisa chegar à aldeia São

Sebastião para aplicar testes rápidos

de HIV e sífilis. O que você faria por

um parente?

 

Años de Luz2013, 13min.

Direção, Roteiro, Fotografia e Edição: Aldemar Matias

Produção: Pablo García Barbán

 

Em 1958, o fotógrafo Gregorio Rivera apresenta-se às tropas de Fidel Castro para lutar contra a ditadura de Batista, não com uma arma e sim com sua câmera.

 

Filmografia:

Años de luz (2013); Parente(2011); Nati Parente (2011);A profecia de Elizon(2008); Sta Terezinha I (2008)

 

 

Cine Museu Amazônico promove palestra "Mura: Quem ainda somos? Quem já não somos mais?"

O filme-documentário “MURA – Quem ainda somos? Quem já não somos mais?” vai ser exibido nesta segunda-feira, 9, às 10h, no Instituto de Educação do Amazonas, Av. Ramos Ferreira, 875 - Centro. A obra aborda três aspectos que preocupam e continuam sendo discutidos pelos professores das aldeias  indígenas Mura, que são a questão da identidade étnica, a formação de cooperativas agropecuárias e extrativistas como forma de sustentabilidade do povo Mura e a origem dos sítios arqueológicos encontrados nas aldeias e em suas proximidades. 

O filme docmentário fecha a programação da Mostra “Amazônia: cidadania violentada”.

Para os realizadores do filme-documentário Raoni Valle e Márcio Fernandes, a experiência de ter feito a obra foi gratificante e, ao mesmo tempo, reveladora.

“Fazer o registro do trabalho do Márcio Fernandes com a Organização dos Professores Indígena Mura/OPIM foi a primeira coisa que registrei quando cheguei à Amazônia e confesso que fiquei encantando com o que vi”, disse, Valle, acrescentando, ainda. “A OPIM merece todo o crédito do fato, aliás os MURA são extraordinários!”, considerou.

Para a palestrante convidada Deise Lucy Montardo “a obra além de ser um registro precioso para os estudos na área de Arqueologia, constituindo-se numa autocrítica da forma de como os Mura vivem hoje”.

A mostra faz parte do Projeto Cine Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas e  tem o apoio da Pró-Reitoria de Extensão. É pedagógico e sem fins lucrativos e se integra à política de extensão da Ufam e às ações extramuro do Museu Amazônico.

Deise Lucy Montardo será a palestrante do eventoDeise Lucy Montardo será a palestrante do evento

Para a Diretora do Museu Amazônico, professora dra. Maria Helena Ortolan e os coordenadores do projeto James Araújo e Regina Vascocellos, o projeto foi revestido de muitas surpresas positivas.

“O Museu Amazônico com mais esse projeto continuou cumprindo com sucesso um dos tripés de sua política de ação: o de extensão. Saímos dos muros da rua Ramos Ferreira e fomos para as Escolas. Evidente que isso se deve também à qualidade do projeto, pois além do conjunto de excelentes filmes que foi exibido, tivemos a participação de palestrantes convidados”, revelou.

Entre os nomes dos ministrantes estão: Renan Freitas Pinto, Roberto Evangelista, Rogelio Casado, Abrahim Baze, José Alcimar de Oliveira, Elaíze Farias, Deise Lucy Montardo e Luiz Carvalho, só para citar alguns.

Ainda de acordo com a professora dra. Maria Helena Ortolan, o projeto também contou com a participação de artistas de outras linguagens como a dança, o teatro e a música.

“Os coordenadores do projeto aproveitam para agradecer a toda essa constelação de pessoas que, sem receber um só centavo, estiveram contribuindo com seus saberes e suas artes e, ao mesmo tempo, ao comparecimento de mais de 1.000 pessoas, dentre estudantes, professores e público em geral”, disse.

Perfil da palestrante 

Deise Lucy Montardo possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina (1989), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1995) e doutorado em Ciência Social (Antropologia Social) pela Universidade de São Paulo (2002).

Atualmente é professora adjunto I da Universidade Federal do Amazonas e membro da comissão editorial das revistas ‘Antropologia em Primeira Mão’, ‘Espaço Ameríndio’ e ‘Tellus’. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Etnomusicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: música indígena, etnomusicologia, música, etnologia guarani e xamanismo. É autora do livro Através do ‘Mbaraka: música, dança e xamanismo guarani’.

Curso de Zootecnia promove I Seminário de Ensino de Zootecnia da Amazônia Ocidental, no dia 13 de dezembro

A Comissão de Ensino de Zootecnia e o Conselho Regional de Medicina Veterinária promovem no dia 13 de dezembro, o I Seminário de Ensino de Zootecnia da Amazônia Ocidental, que tem por objetivo esclarecer sobre a  responsabilidade técnica no ensino e exercício da Zootecnia, além de trazer inovações sobre boas práticas de fabricação (BPF) aplicadas às indústrias de alimentação animal.

Segundo os organizadores do evento, o mercado que atrai o profissional Zootecnista vem crescendo nos últimos anos.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Cartaz Se...jpg)Cartaz do evento[ ]3594 kB

Leia mais...

Propesp promove Conic entre os dias 9 e 13 de dezembro

O Departamento de Apoio à Pesquisa, da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propesp) informa à comunidade acadêmica que, entre os dias 9 a 13 de dezembro, acontecerá o XXII Congresso de Iniciação Científica (CONIC), onde serão realizadas apresentações orais finais do PIBIC 2012/2013 e temas livres.

A abertura do evento será no Auditório Rio Solimões, no Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), a partir das 9h.

XXII CONIC apresenta 800 pesquisas inéditas

FCA promove I Mostra Científico-cultural na sexta (6)

Com o objetivo de reunir e apresentar a produção acadêmica de 2012 e 2013 da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) acontece nesta sexta (6) a I Mostra Científico-cultural da FCA. Haverá exposição de banners apresentados em eventos científicos, livros publicados, capítulos de livros, teses e dissertações defendidas e prêmios recebidos. Coleções e amostras de laboratórios de núcleos e grupos de pesquisa da faculdade estarão disponíveis para conhecimento do público também, bem como pinturas e desenhos dos acadêmicos.

“Desta forma pretende-se promover a interação na comunidade acadêmica e propiciar a oportunidade de conhecer o que professores e alunos produzem, permitindo a interação e formação de grupos de pesquisas”, comenta o professor Ari Freitas Hidalgo.

 

Professora Marilene Corrêa lança 2ª edição de "Metamorfoses da Amazônia" nesta quarta, 4

A professora do curso de Ciências Sociais da Ufam e, coordenadora do Programa de Pós-graduação Sociedade e Cultura na Amazônia, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), Marilene Corrêa, lança a 2ª edição do livro “Metamorfoses da Amazônia”, hoje, 4,  às 19h, na livraria Valer, na Avenida Ramos Ferreira, 1195, no Centro.

A 1ª edição já estava esgotada desde 2000 e o lançamento da 2ª edição ocorre em momento importante para a Amazônia, em razão de vários fatos políticos e econômicos que envolvem o desenvolvimento da região. Na obra, a professora aborda temas atuais e relevantes como a globalização econômica e a Zona Franca, a questão da preservação florestal em contraste com desenvolvimento da região e a presença indígena. “Todos esses eixos são colocados no plano de uma preocupação mundial, menos provinciana. Uma preocupação mundial, porque os sujeitos que ativam esses eixos não são daqui. E o diálogo que eles têm com o os grupos de interesse da região é complicado. É um diálogo de oposição”, explica a autora.

A pesquisadora defende que o desenvolvimento do país está diretamente ligado ao destino da Amazônia. “O desenvolvimento do futuro do Brasil passa necessariamente por esses espaços que hoje são menos contemplados, porque de algum modo a Amazônia tem ainda uma oferta enorme de recursos naturais. Temos um conjunto de possibilidades que ainda não foram testadas e que em outras regiões estão se esgotando”, ressalta. “E isso precisa ser pensado em outro plano, não ser feito ao acaso, mas no plano do presente, e de que modo esse presente pode alterar necessariamente a visão do Brasil, orienta a escritora.

Estudantes de Administração desenvolvem Empresa Júnior na Ufam

A Apoema Empresa Júnior iniciou suas atividades em outubro de 2013 e presta serviços de consultoria e gestão de projetos.  Na noite desta terça-feira, 3 de dezembro, ocorre a cerimônia de assinatura da ata de constituição da diretoria da empresa, às 19h, na sala do Bloco Administrativo da Faculdade de Estudos Sociais (FES). O evento conta com a participação de professores e acadêmicos da FES.

Leia mais...

Coral Vozes da Ufam em concerto no CAUA na sexta-feira (6)

O Coral Vozes da Ufam objetiva cultivar e difundir a boa música. A apresentação acorre nesta sexta-feira, 6, às 18h,  no Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA), localizado na Rua Monsenhor Coutinho, 724, centro. Entrada franca.

Leia mais...

Programação sobre Cinema Oriental no Cine & Vídeo Tarumã encerra nesta sexta (6)

A semana “Sucessos do Cinema Oriental” abre a programação do mês de dezembro do Cine & Vídeo Tarumã com três filmes aclamados e premiados em festivais como o Festival de Veneza, Festival de Berlim os Prêmios César, na França.

Leia mais...

Projeto CEL abre matrículas para 2014

O Centro de Estudos de Línguas - Projeto Cel - divulga o novo calendário letivo para 2014, primeiro semestre. O período indicado é até o dia 27 de janeiro de 2014.
 
A coordenação do Projeto Cel informa que as aulas do Curso Extensivo (diurno, aos sábados) terão início a partir de 1º de fevereiro de 2014. Já os Cursos Intensivo e Extensivo (noturnos, de segunda a quinta-feira e segundas e quartas) iniciarão suas atividades de 2014 em 10 de fevereiro.
 
Em caso de dúvidas: 3305-4591 – Projeto Cel

 

Dia Nacional das Relações Públicas tem programação especial segunda-feira, 2

Com programação especial, o Dia Nacional das Relações Públicas, 2 de dezembro, será celebrado na Universidade Federal do Amazonas através de palestras e oficinas. As atividades serão realizadas no auditório Rio Negro, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras, Setor Norte da Universidade. Fazem parte da programação a palestra Comunicação e Empreendedorismo, ministrada por Larissa Tupinambá, as oficinas Organização de Eventos, ministrado Professor Nivaldo Xavier, Audiovisual sob responsabilidade do radialista e produtor audiovisual Aristeu Santos e Mídia Sociais com Anne Almeida.

O evento é organizado pela coordenadora do curso de Relações Públicas, professora Judy Lima Tavares, mas todo o planejamento foi feito com a participação de alguns alunos voluntários. “Fiz uma convocação via fanpage do curso e os interessados puderam fazer uma auto-indicação. A partir daí, conversamos a respeito do modelo de evento que eles gostariam de ter”, destaca Judy.

A data foi escolhida em alusão ao nascimento de Eduardo Pinheiro Lobo, considerado pioneiro das Relações Públicas no Brasil. O objetivo é realizar um evento de aprendizado para docentes e discentes, além de promover um debate sobre os desafios para a área nesse cenário de mudanças.

"Como aluna, vejo a importância do evento para valorização não só do curso pelos profissionais que estão no mercado de trabalho, mas principalmente para os acadêmicos, os quais têm oportunidade de conhecer mais em profundidade a área", comenta Agda Sales, acadêmica do quarto período de Relações Públicas.

 

Edua lança Revistas hoje, 28, no Hall da Lua

A Universidade Federal do Amazonas, por meio da Editora da Instituição (Edua), convida a todos para o lançamentodas Revistas Amazônida - do Programa de Pós-graduação em educação da Ufam, de 2009 no 1 e 2010 no 1 e no 2. A cerimônia de lançamento ocorre nesta quinta-feira, 28, no Hall Lua, a partir das 16 horas.

Cine & Vídeo Tarumã homenageia Alain Delon

 

Na próxima semana, o Cine & Vídeo Tarumã exibe uma programação especial em homenagem ao ator francês Alain Delon. Delon foi um grande ator de sua geração e trabalhou com inúmeros diretores consagrados, como Godard e Louis Malle. O ator, que desde o início de sua carreira sempre fora aclamado pela crítica, deixou um grande legado, quando se aposentou da indústria do cinema, no ano de 1997.

Leia mais...

Encerra hoje, 29, I Ciclo de palestras de Língua, Cultura e Literatura Japonesa da Ufam

O Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras, por meio do curso de Letras, Língua e Literatura Japonesa, promove o I Ciclo de Palestras de Língua, Cultura e Literatura Japonesa com a professora da Universidade de Brasília, Tae Suzuki. O evento ocorre dias 28 e 29 de novembro de 2013, a partir das 18h, nos auditórios rios Jatapu e Negro.

No primeiro dia do Ciclo de Palestras, a professora da UNB abordará o tema “Kirishitan mono: Herança dos portugueses no Japão dos séculos XVI-XVII”. Dia 29, a palestra “Do ideograma chinês ao fonograma japonês – um longo percurso de assimilação e de adaptação” será o assunto tratado pela professora Suzuki.

Local: Auditórios Rio Jatapu e Rio Negro do Instituto de Ciências Humanas e Letras da Universidade Federal do Amazonas – Setor Norte do Campus Universitário

Horário: das 18h às 20h

Contato: 8219 5125 – Kaoru Tanaka de Lira

IV InovaAmazonas e II Fórum Amazônia de Empreendedorismo, Inovação e Sustentabilidade

 

O evento reúne empresários, pesquisadores e representantes de instituições governamentais locais, nacionais e internacionais para discutir o desenvolvimento sustentável da região amazônica. A palestra magna será proferida por Elisabetta Epifori, diretora de Operações do Polo Tecnológico de Navacchio, na Itália. 

Leia mais...

Edua lança mais duas obras hoje, 22, no Manauara Shopping, às 19h

 

A Universidade Federal do Amazonas, por meio da Editora da Instituição (Edua), convida a todos para o lançamento de mais duas obras produzidas por membros da comunidade universitária. “Cidadania, Diversidade e Educação Inclusiva” é resultado do trabalho da professora Maria Almerinda de Souza Matos e “Valor adicionado dos Recursos Naturais Latentes” intitula o livro do professor da Faculdade de Estudos Sociais, Francisco de Assis Mourão. A cerimônia de lançamento ocorre nesta sexta-feira, 22, no Hall da Loja Bemol no Shopping Manauara, a partir das 19 horas, com venda dos livros, presença dos autores e recepção aos convidados.

Programa de Pós-Graduação em Informática apresenta tese sobre desenvolvimento de ambientes virtuais nesta sexta (22)

Nos últimos anos a Web tem se transformado em uma grande plataforma de interação entre seus usuários. No entanto, observa-se que de suas ferramentas não tem se mostrado adequadas para dar suporte a essas interações. Essa lacuna é ainda mais acentuada em ambientes virtuais de suporte a atividades de domínios complexos, como o da educação, evidenciando a necessidade de desenvolvimento de ferramentas flexíveis, que permitam que a interação aconteça de acordo com as necessidades de seus utilizadores. Esses ambientes devem ser condicionados pela natureza evolutiva das pessoas e devem refletir a evolução de suas necessidades e a impossibilidade de espera pelo ciclo tradicional de desenvolvimento de software para que soffra as modificações cabíveis. Na busca por tratar esse problema tem-se investigado um paradigma inovador para a construção de ambientes virtuais chamado Morfeu.

Para apresentar uma extensão desse paradigma é que o trabalho de Leonardo Santos se desenvolveu. A tése será defendida publicamente nesta sexta (22), na Sala de Seminários do Instituto de Computação, às 14h. "Um arcabouço para Desenvolvimento de Ambientes Virtuais e Flexíveis e Especificáveis" será avaliada por três docentes do Programa de Pós-Graduação em Informática da Ufam, pelos professores Rosa Maria Vicari e Crediné Silva de Menezes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pelo professor Hugo Alexandre da Silva, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, de Portugal.

Cine & Vídeo exibe “Indomável sonhadora” nesta sexta, 22

 
 

 

O Cine & Vídeo Tarumã apresenta durante essa semana o tema “A Presença de Negros Pelo Mundo”, em alusão ao Dia da Consciência Negra celebrado nesta quarta feria, dia 20, o projeto preparou uma programação especial com três filmes que exploram a temática de exploração socioeconômica e cultural sobre negros e a difusão da cultura afrodescendente. 14 de Janeiro – Terra, Samba e Santo foi a atração da segunda, 18. Já Rebelle – a Feiticeira da Guerra teve sua apresentação na terça, 19.

Fechando a programação da semana do Cine & Vídeo, na sexta feira, 22, é a vez do filme Indomável Sonhadora, do diretor Benh Zeitlin. O filme conta a história de Hushpuppy, uma menina de seis anos de idade, que vive com seu pai, Wink, em uma comunidade sulista Delta na borda do mundo. Quando Wink contrai uma doença misteriosa, a natureza voa fora de sintonia, a temperatura aumenta, o gelo das calotas polares derrete, libertando um exército de criaturas pré-históricas chamadas auroques. Com as águas subindo, os auroques chegando, e a saúde de Wink desaparecendo, Hushpuppy vai em busca de sua mãe perdida e aprende os caminhos da coragem e do amor.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no Setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da Take Video Locadora.

Drama “A partida” é o filme desta sexta-feira (22) do projeto “Seleção de Filmes Japoneses”

O projeto “Seleção de Filmes Japoneses”, do curso de Língua e Literatura Japonesa, apresenta nesta sexta-feira (22), o filme “A partida”, um drama sob a direção de Yojiro Takita que venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2009.

O filme conta a história de um rapaz sonhador que deseja ser violoncelista, mesmo sem condições de pagar o próprio instrumento.  

Após a exibição, haverá palestras explicativas sobre os aspectos culturais e religiosos japoneses.

O filme será exibido no auditório Rio Negro, ICHL, setor Norte da Universidade, a partir das 18 horas. 

Projeto Seleção de Filmes Japoneses exibe hoje, 21, A Viagem de Chihiro

O curso de Letras – Língua e Literatura Japonesa apresenta hoje, 21, o projeto Seleção de Filmes

Japoneses com A Viagem de Chihiro, seguido de palestras explicativas sobre os aspectos culturais e religiosos. Chihiro é uma garota de 10 anos de idade mimada e medrosa, que a caminho de sua casa nova, ela e seus pais se perdem próximo a um túnel. Curiosos, eles decidem seguir o túnel e se deparam com uma cidade sem habitantes. É quando a aventura começa. O filme foi vencedor do Urso de Ouro  do Festival de Cinema de Berlim e do Oscar 2003 de melhor longa-metragem de animação.

No dia 22, sexta-feira, o Projeto apresenta A Partida, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2009. Um drama sob a direção de Yojiro Takita que conta a história de um sonhador que deseja ser violoncelista, mesmo sem condições de pagar pelo próprio instrumento.  

Os filmes serão exibidos às 18h no auditório Rio Negro, ICHL, setor Norte da Universidade. 

Projeto Cine Museu Amazônico apresenta o filme-documentário “Amazônia – Heranças de uma Utopia” na próxima segunda-feira (25)

Projeto Cine Museu AmazônicoProjeto Cine Museu AmazônicoEm sua penúltima exibição o projeto “Cine Museu Amazônico” na mostra Amazônia: Cidadania Violentada exibe o filme-documentario Amazônia – Heranças de uma Utopia, de Alexandre Valenti. A exibição acontece no Instituto de Educação do Amazonas, excepcionalmente, na segunda-feira, 25, às 13h. A excepcionalidade deve-se ao fato do feriado da quarta-feira, 20, quando seria apresentada.

Amazônia - heranças de uma utopia é um filme-documentário que aborda as diversas tentativas de colonização da Amazônia brasileira durante o século XX. Adotando um recorte histórico de longa duração (100 anos), o filme-documentário expõe fatos, iniciativas e ações que resultaram em impactos ou mudanças ecológicas, demográficas, políticas e econômicas. Talvez pela primeira vez um documentário mostre uma visão objetiva das intervenções humanas na Amazônia brasileira, seus erros e acertos, sem sucumbir aos clichês vigentes de visões apocalípticas ou paradisíacas. Amazônia – he- ranças de uma Utopia desvenda problemas e potencialidades que ainda constituem o maior desafio do Brasil do século XXI.

Para elucidar a trama dos vários projetos de expansão e ocupação e, ao mesmo tempo, as razões preocupantes dos impactos relacionados ao meio ambiente e ao homem que vive nos rincões da Amazônia brasileira. O professor da Ufam, José Alcimar de Oliveira, fará as considerações levantadas pelo filme e conversará com o público presente ao evento. Para o vice-coordenador do projeto James Araujo a presença do professor José Alcimar constitue-se em peça chave para entendermos porque as várias gestões do governo brasileiro vem apostando na ocupação e expansão da amazônia brasileira, na maioria das vezes sem algum estudo prévio dos impactos e risco ao ecossistema da maior florestal tropical do mundo em defesa do capital internacional. O professor, acrescenta James Araujo, é pessoa qualificada para falar sobre o assunto, pois vem estudando as questões relacionadas a Amazônia brasileira há mais de 20 anos, sua tese, por exemplo, por ter formação em filosofia é sobre epistemologia e barbárie na Amazônia em sete ensaios irredentos.

O projeto “Cine Museu Amazônico”, sem fins lucrativos e de caráter pedagógico, de iniciativa do Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas/Ufam, cuja temporada começou no dia 28 de agosto,fecha com chave de ouro a mostra Amazônia: Cidadania Violentada, no dia 4 de dezembro, com a exibição do filme “Mura – quem ainda somos, quem já não somos mais”, de Márcio Fernandes e Raoni Vale e a palestrante convidada será a antropóloga e diretora do museu Amazônico  Maria Helena Ortolan.

As exibições e palestras têm como público alvo os alunos do ensino fudamental, médio e universitário, mas as sessões são abertas aos amantes da sétima arte e interessados para as questões agudas da região amazônica.

 

FICHA TÉCNICA:

/// Produção executiva: Luciana Boal Marinho e Ricardo Favilla /// Produção França: Fabrice Blancho, Hélène Chevereau e Christian Le Peutrec /// Argumento: Gisèle Catel e Alexandre Valenti /// Direção geral: Ricardo Favilla /// Direção: Alexandre Valenti /// Gênero: Documentário /// Duração: 90' /// País: Brasil, França /// Ano: 2006 /// Montagem: Jean-Charles Picard /// Técnico de som: Paulo Ricardo Nunes /// Direção de produção: Jean Robert /// Pesquisa audiovisual: Antônio Venâncio /// Texto e supervisão final: Cristina Savian /// Tradução: Mauro Pinheiro, Leyla Ribeiro e Maria Amélia de Moraes /// Locução: Alex Nader /// Pós- produção: Centreville Télévision /// Produção: MPC & Associados,

Navi exibe "Promessa" e "Vivaldão" nesta quinta, 5

O Núcleo de Antropologia Visual – NAVI/UFAM dá continuidade à atividade de exibição de documentários de realizadores do Amazonas premiados no 10º Amazonas Film Festival, com uma programação às quintas-feiras, no Auditório Rio Negro, das 12:30 às 14 horas, com a presença dos diretores para debate após a exibição. Participação de membros do NAVI, com a coordenação de Selda Vale.

 
Confira a programação desta quinta-feira, dia 05 de dezembro de 2013:
 
Promessa- 2009, 16min
 
Retrata as promessas feitas, e não cumpridas, na época de eleições e mostra a falta de saneamento básico e de estrutura para uma vida saudável e digna nas comunidades.
 
Vivaldão, o colosso do Norte-2011, 20min
 
Sobre a relação afetiva de pessoas ligadas ao antigo estádio de futebol, Vivaldão, ou Tartarugão,  inaugurado nos anos 70 e demolido em 2010 para a construção da Arena da Amazônia, uma das sub-sedes da Copa de 2014.   
 
Filmografia de Zeudi Souza: 
 
Vivaldão, o colosso do Norte (2011); Perdido (2010);  Promessa (2009); Para o mundo ver (2008).

 

 

 

Cine & Vídeo exibe “Indomável sonhadora” na sexta, 22

O Cine & Vídeo Tarumã apresenta nessa semana o tema “A Presença de Negros Pelo Mundo”.  Tendo em vista o Dia da Consciência Negra nesta quarta feria, dia 20, o projeto preparou uma programação especial com três filmes que exploram a temática de exploração socioeconômica e cultural sobre negros e a difusão da cultura afrodescendente. 14 de Janeiro – Terra, Samba e Santo foi a atração da segunda, 18. Já Rebelle – a Feiticeira da Guerra teve sua apresentação na terça, 19.

Leia mais...