Faculdade de Educação promove diálogo sobre Educação e Saúde para Pessoas com Deficiência

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial (Neppd), da Faculdade de Educação (Faced), promove mais uma edição do Ciclo de Palestras e Debates sobre Inclusão no Contexto Amazônico.

Com a temática “Educação e Saúde: um Diálogo Necessário às Políticas de Atenção Integral para as Pessoas com Deficiência”, a palestra será ministrada pela professora Wania Ribeiro Fernandes, do Programa de Pós-graduação em Educação da Ufam.  O evento será realizado na sexta-feira, 5, em dois horários: das 09h as 11h ou das 14h as 16h, no Auditório Rio Jatapú da Faculdade de Educação.

O Ciclo de Palestras é uma ação contínua do Programa de Apoio Educacional Especializado (PAEE), desenvolvido pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia Diferencial, com apoio da Faced e Linha de Pesquisa 4 – Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico do PPGE.

O objetivo do Ciclo de Palestras é promover mensalmente um encontro entre acadêmicos, professores e profissionais da Educação para discutir as temáticas acerca da Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico.

Podem participar da palestra acadêmicos, professores da Educação Básica ou quem tem interesse pela temática. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no local do evento (vagas limitadas).

Informações pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sessões do Cine e Vídeo Tarumã abordam temas dos trabalhadores

Nesta primeira semana de maio, o Cine e Vídeo Tarumã, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), homenageia o Dia do Trabalhador com Eles Não Usam Black Tie; Eu, Daniel Blake; e O Corte, filmes com temática relacionada a luta trabalhadora e ao cenário político das últimas décadas, dirigidos por três grandes nomes da cinematografia mundial. As exibições serão realizadas nos dias 02, 03 e 05 de maio, às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (ex-ICHL).

                    

Na terça-feira, dia 02, será exibido o filme brasileiro de 1981 Eles Não Usam Black Tie, do cineasta já falecido Leon Hirszman, em que narra a história de um operário, Tião (Carlos Alberto Riccelli), que pensa em se casar com sua namorada Maria (Bete Mendes), que está grávida, quando uma greve se inicia na fábrica em que trabalha. Optando por não aderir ao movimento paredista, entra em conflito familiar com o pai, Otávio (Gianfrancesco Guarniere), um líder operário que estivera preso durante a ditadura. A ação do filme se passa em 1980, um ano antes da realização do filme, exatamente quando os primeiros movimentos operários vão ocupando o cenário político brasileiro e a ditadura militar vai dando sinais de seus últimos momentos. O filme traz ainda Fernanda Montenegro, numa de suas atuações mais emocionantes.

No dia 03, o filme apresentado é o vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2016 - Eu, Daniel Blake, dirigido pelo não menos famoso Ken Loach, ainda inédito em Manaus. Sua trama mostra os percalços do protagonista, que, por sofrer um ataque cardíaco é aconselhado a não retornar ao trabalho, tenta recorrer aos benefícios concedidos pelo governo a todos que estão nessa situação, mas esbarra na extrema burocracia do sistema aos direitos dos trabalhadores. O mérito de Loach é evidenciar o cinismo existente por trás do sistema, de forma a ofertar ajuda, mas torná-la tão complicada de ser atingida que, na prática, torna-se inviável. Diante de tal situação, nada mais resta a Daniel (e a todos os trabalhadores) que lutar pelo respeito, como pessoa e como cidadão.

Encerrando a semana, no dia 05, será exibido O Corte, produção de 2005, mas que continua atual pela crise mundial de desemprego. No filme é mostrada – com ironia e humor negro – a saída encontrada por um trabalhador qualificado, um executivo de grande empresa, quando perde o emprego. Bruno Darvet, vivido pelo ótimo José Garcia, é esse executivo que recebe a carta de demissão. Após dois anos na mesma situação de desemprego, e com as economias no raso, Bruno entra em desespero e decide recuperar seu antigo cargo matando o atual ocupante e também todos aqueles que possuam potencial para preencher sua vaga. O filme dirigido pelo polêmico Costa-Gavras aborda uma solução surreal para a conquista de um emprego, mas não deixa de ser irônica e sensível a crítica que faz ao mundo corporativo e globalizado.

As sessões do Cine & Vídeo Tarumã, um projeto de extensão da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da UFAM, são sempre gratuitas, com início às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, localizado no setor Norte do Campus Universitário. 

FES promove II Encontro de Bazares Beneficentes de 11 a 12 de maio

Instituições filantrópicas interessadas em participar podem se inscrever até 9 de maio

Para promover a interação entre instituições de cunho social e filantrópico sem fins lucrativos e a comunidade universitária, a Faculdade de Estudos Sociais (FES) realiza a segunda edição do Encontro de Bazares Beneficentes da Ufam. O evento ocorre nos dias 11 e 12 de maio, das 15h às 20h no hall do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS) – Setor Norte do campus universitário.

Coordenado pelas professoras Silvia Moreira e Alane Ferreira e a acadêmica de Contabilidade Suzane Sousa, o projeto permitirá a montagem de bazares beneficentes. Os recursos arrecadados serão destinados às instituições participantes.

Quem for ao Encontro terá a oportunidade de conhecer o trabalho das organizações, além de adquirir produtos de bazar a preços acessíveis em bom estado de conservação, incentivando a sustentabilidade a partir da reciclagem e reuso das coisas. Roupas, calçados e utensílios de cozinha, cama, mesa e banho, além de artesanato e gêneros alimentícios serão comercializados durante o evento.

Quer inscrever seu bazar?

As entidades beneficentes interessadas em montar bazar no Encontro podem se inscrever até o dia 9 de maio por meio do telefone (92) 99140-5098

Lançamento da obra "Ritos - Roberto Evangelista" ocorre na sexta-feira, 28

Com o selo 'Oficina das Artes' da Editora da Universidade Federal do Amazonas (Edua), a obra Ritos – Roberto Evangelista, organizada por James Araújo, Verônica Gomes e o professor Renan Freitas Pinto, será lançada nesta sexta-feira (28) às 19h, na Casa da Sopa, localizada na Rua Constelação, 22, Morada do Sol - Aleixo. O evento é aberto ao público.

Descrito pelo professor Renan Freitas Pinto como "o livro mais esperado do ano", Ritos reúne ensaios em torno da obra do artista plástico Roberto Evangelista. Segundo os organizadores, a obra consiste em textos e imagens que constroem o mosaico da trajetória de Evangelista e levou dois anos para ser concluída. “Estamos contentes com o resultado, são ensaios do mais alto nível, escritos por críticos de arte, artistas e intelectuais do porte de Guy Brett, Márcio Souza, Paulo Herkenhoff, Luiz Ruffato, Regina Vater, Viviane Matesco, Luciane Páscoa, Leyla Leong, Otoni Mesquita, Rita Loureiro, Elson Farias, Aldísio Filgueiras, dentre outros”, declaram os organizadores.

O livro é composto por 15 capítulos, com 28 ensaios de 22 ensaístas. Para James Araújo, tudo foi cuidadosamente realizado para que Ritos pudesse corresponder ao poder de criação de Roberto Evangelista, "um dos poucos que conseguiu por meio de sua trajetória artística atravessar os rios de nosso continente e mares para ser reconhecido no Velho Mundo e nos Estados Unidos, sendo assim, um artista universal".

Para finalizar, Verônica Gomes, que assina o projeto de Design do livro, ressalta a importância da obra no campo social e cultural. "Trata-se de um registro necessário em virtude dos trabalhos do artista ser fugidio, na medida que são feitos e logo desfeitos sem deixar rastro, como, por exemplo, as várias instalações propostas pelo artista. Sendo assim, um contributo imprescindível para a pesquisa sobre o trabalho do artista às gerações de agora e do futuro", afirma. 

Observatório da Educação do Campo do INC/Ufam promove ciclo de palestras

Nos dias 27 e 28 de abril, o Observatório de Educação do Campo no Alto Solimões (OBECAS) realiza a primeira rodada do Ciclo de Palestras e Encontros. O evento acontece no auditório do Instituto de Natureza e Cultura da Ufam em Benjamin Constant (INC), a partir das 8h.

O Ciclo retoma as atividades de extensão e pesquisa realizadas pelo OBECAS de 2014 a 2015 envolvendo diagnóstico de escolas e comunidades de área rural /ribeirinha para auxiliar no processo de formação de professores do campo.

O projeto promove ações de diálogos interdisciplinares por meio de grupos de estudo, fóruns e ciclos de palestras em torno da Educação do Campo na região tríplice fronteira amazônica.

Inscrições

As inscrições para cada atividade do Ciclo podem ser feitas na hora. O encontro reunirá profissionais e estudantes da educação básica do campo e cidade, Secretários de educação, pesquisadores, estudantes de graduação e movimentos sociais interessados na luta pela educação do campo.

Programação

Estão previstas palestras, rodas de conversa, debates e exibição de filmes. As discussões girarão em torno de quatro eixos: Políticas públicas e projeto educativo das escolas do campo; Educação multisseriada e formação de professores; Educação, trabalho e cultura; e Agroecologia. A programação completa pode ser acessada em anexo.

Próximas edições

O Ciclo de Palestras e Encontros já tem programação prevista para os meses de maio e junho, com destaque para o I Fórum de Educação do Campo Ribeirinha do Alto Solimões nos dias 26 e 27 de maio.

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Programação.pdf)Programação.pdf[ ]499 kB

FES realiza workshop para promover parcerias institucionais

Nos dias 26 e 27 de abril, a Faculdade de Estudos Sociais (FES) promove a primeira edição do workshop “A FES e seus parceiros”. O evento – que ocorre a partir das 9h, no Auditório Rio Amazonas – tem a finalidade de promover o intercâmbio entre a comunidade acadêmica da Faculdade e organizações amazonenses do setor público e privado.

Com o tema “Empreendedorismo, inovação e desenvolvimento da Amazônia”, o workshop é aberto ao público universitário dos cursos de Economia, Administração e Contabilidade. Não é necessário se inscrever para participar.

O evento consistirá em palestras com representantes de instituições parceiras da FES: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa); Conselho Regional de Contabilidade (CRC-AM); Agência de Inovação da Universidade do Estado do Amazonas (AGIN/UEA); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); Conselho Regional de Economia (CORECON-AM); Conselho Regional de Administração do Amazonas (CRA-AM); Fundação Matias Machline (FMM); Centro de Desenvolvimento Empresarial e Tecnológico da Ufam (CDTECH); e Departamento da Polícia Federal (DPF).

Segundo o coordenador da atividade, professor José Barbosa Filho, o encontro servirá para que os estudantes conheçam as organizações, em um espaço de debate sobre o desenvolvimento amazônico, incluindo o papel do empreendedorismo e da inovação nesse processo.

Confira a programação do workshop:

Quarta-feira (26)

Abertura – 9h

Palestra com o diretor da FES, professor Antônio Jorge Cunha Campos – 9h30

Palestra INPA – 10h30

-

Palestra CRC-AM – 18h

Palestra AGIN/UEA – 19h

Palestra DPF – 20h

 

Quinta-feira (27)

Palestra IBAMA – 9h

Palestra CORECON-AM – 10h

Palestra com professor Luís Roberto (CDTECH) – 11h

-

Palestra CRA-AM – 19h

Palestra FMM – 20h

 

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Os dilemas gregos em filmes no Cine & Vídeo Tarumã

As sessões gratuitas ocorrem sempre às 12h20, no Auditório Rio Negro, nInstituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS) localizado no setor Norte do Campus Universitário

A Grécia vem enfrentando uma crise econômica que já dura quase uma década. Iniciou em 2008, a partir dos efeitos da crise americana, com a descoberta de dívidas e contas públicas maquiadas. A crise persiste devido à medidas de austeridade impostas pela união europeia que visavam salvar a economia grega. Com uma alta taxa de desemprego com cerca de 30% de sua população vivendo na miséria, o atual cinema grego busca explorar em suas histórias inovadoras e, em alguns momentos, transgressivas, a realidade da população grega que enfrenta esta dura realidade. 

Com esse contexto em mente, a nova semana temática do Cine e Vídeo Tarumã, da UFAM, ganhou o título “O Instigante e Curioso Cinema Grego Atual”, onde os filmes selecionados tendem a refletir o atual cenário político e cultural do país. Assim, nos dias 24, 26 e 27 deste mês, os filmes selecionados são O Lagosta (2015), Miss Violence (2013) e O Garoto Que Come Alpiste (2012). 

         


No dia 24, será exibido o filme O Lagosta, com roteiro e direção de Yorgos Lanthimos, premiado em Cannes e indicado ao Oscar por roteiro original. É exatamente seu roteiro inovador, estranho e ousado que chama a atenção no filme. Num futuro próximo distópico, onde uma lei proíbe que as pessoas fiquem solteiras, David (Colin Farrell) é preso por não estar em um relacionamento e enviado para o Hotel onde, junto com outros hóspedes, tem 45 dias para encontrar sua “alma gêmea”. Caso contrário, será transformado em um animal, de sua própria escolha, e solto na Floresta, ao redor do Hotel. Ele consegue fugir e refugiar-se na Floresta, juntando-se a um grupo de resistentes: os Solitários, onde apaixona-se por uma mulher (Rachel Weisz), algo proibido pelo sistema.  

Miss Violence, do diretor Alexandros Avranas, é o filme a ser exibido na quarta-feira, dia 26. O drama inicia com Angeliki, uma garota que está comemorando o seu aniversário de 11 anos com sua família. Momentos depois, ainda na festa, ela se joga do balcão do apartamento, morrendo com a queda. A sua família não aceita a hipótese do suicídio e acredita fervorosamente que foi apenas um acidente, conformando-se com esta alegação e continuando suas vidas de forma organizada. Então, delegados e assistentes sociais iniciam uma investigação para apurar se foi ou não suicídio e que segredos obscuros estão por trás dessa família que se nega em querer acreditar na razão da morte da filha. O filme, de situação exdrúxula e emoção perturbadora, foi premiado em diversos festivais, dentre eles o do Festival de Veneza, em 2013.

Excepcionalmente na quinta-feira, dia 27, será exibido o filme que encerra a programação semanal do Cine & Vídeo Tarumã: O Garoto Que Come Alpiste, de 2012. O drama, escrito e dirigido pelo estreante Ektoras Lygizos, discorre sobre a trajetória de Yorgos (Yannis Papadopoulos, também ator estreante), um cantor lírico de 22 anos, desempregado, que cata lixo nas ruas para sobreviver e mora sozinho num pequeno apartamento que divide com seu único amigo, um canário numa gaiola. Ele divide o alpiste com o pássaro, rouba comida do vizinho idoso e doente, tudo em busca de comida para não morrer de fome. Quando ele é despejado de casa, não lhe resta mais nada. O roteiro foi baseado na obra clássica “Fome”, de Knut Hamsun, mas reflete exatamente os percalços que a população grega está vivendo pela crise econômica imposta pela CCE, atuando como um verdadeiro grito de protesto.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da UFAM, com apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

 

Reunião do Consepe ocorre nos dias 3 e 4 de maio

A Secretaria dos Conselhos da Universidade Federal do Amazonas (Secons/Ufam) informa a data da próxima reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe):

1. Reunião ordinária do CONSEPE a ser realizada nos dias 03 e 04 de maio de 2017;

 A reunião ocorrerá de 8h30 às 12h30 e de 14h30 às 18h30, no Plenário Abraham Moysés Cohen – Bloco da Administração da Faculdade de Direito, situado no Setor Norte do Campus Universitário. A pauta da reunião está disponível em anexo.

“Segurança alimentar e autossuficiência” será tema da Agroufam nos dias 4 e 5 de maio

Produtos de base familiarProdutos de base familiarpara promover a inclusão social a partir da comercialização de produtos de base familiar, o Núcleo de Socioeconomia da Ufam (Nusec) promove a 37° edição da Agroufam, feira de produção familiar que ocorre durante a primeira semana de cada mês. O evento será realizado nos blocos 1 e 2 da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), localizada no Setor Sul do Campus, nos dias 4 e 5 de maio, em horários distintos:

Dia 4: das 7h às 18h;

Dia 5: das 6h às 16h.

Legumes, frutas, laticínios, doces, plantas ornamentais e medicinais e artesanatos produzidos por famílias de doze munícipios amazonenses podem ser encontrados na feira.

Inclusão social 

O tema “Segurança alimentar e autossuficiência” tem o objetivo de conscientizar a comunidade sobre as condições de bem-estar social propiciadas por esse tipo de agricultura familiar. Um dos diferenciais da Agroufam em relação ao mercado externo é o preço acessível dos produtos, o que contribui para que a população adquira alimentos adequados às suas necessidades, tanto em quantidade quanto em qualidade nutricional e sanitária. A partir disso e da consequente distribuição de renda às famílias agricultoras participantes, surge a noção de inclusão social agregada ao evento.

A interação entre produtores rurais e  a Universidade estabelece um “intercâmbio de saberes” entre as culturas existentes nas realidades rural e urbana, o que resulta nos diversos produtos disponíveis na Agroufam.

Nusec

Sob a liderança da Professora Therezinha Fraxe, também diretora do Centro de Ciências do Ambiente da Ufam (CCA), o Núcleo trabalha desde 2002 junto às organizações familiares nas comunidades rurais para desenvolver estratégias inovadoras que agreguem valor à produção agrícola dos envolvidos no processo.

 

Informações: (92) 99219-6825 (Comunicação Nusec. Falar com Netto)

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Fanpage da Agroufam

Palestra do Governo Britânico sobre bolsas de estudo no Reino Unido ocorre nesta quinta-feira na Ufam (20)

O evento gratuito e aberto a todas as instituições de ensino superior de Manaus ocorre às 15h da quinta-feira (20), no auditório Rio Negro, localizado no Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), no setor norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho.

Promovida pela Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (Arii) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a palestra ministrada por Caroline MacDonald, coordenadora do Programa de Bolsas Chevening do Governo Britânico, tem como objetivo informar sobre as oportunidades de intercâmbio oferecidas para o ano de 2018.

De acordo com a coordenadora do programa, as oportunidades contemplam tanto alunos de graduação e pós-graduação quanto docentes, mas o foco são profissionais graduados com no mínimo 2 anos de experiência profissional que desejam expandir seu potencial de liderança.

Para o Assessor Adjunto de Relações Internacionais e Interinstitucionais, professor Ingo Wahnfried, a palestra é uma oportunidade única que pode definir o futuro do aluno que deseja fazer mobilidade estudantil. “Tirar dúvidas aumenta muito a possibilidade de realmente conseguir uma bolsa. Muitas vezes alunos que preenchem todos os requisitos para estudar em outro país, não vão por falta de informação. Na palestra eles poderão se informar diretamente com quem sabe tudo a respeito desse programa”, afirmou.   

O que são as Bolsas de Estudo Chevening?

As Bolsas de estudo Chevening fazem parte de um programa mundial do governo britânico, financiado pelo Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido (FCO) e organizações parceiras. O benefício é concedido a estudantes de destaque, que podem se candidatar para um programa de estudo por um ano em diversas instituições do país. 

Cais realiza campanha de combate à hipertensão no dia 19 de abril

Em alusão ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial (26 de abril), o Centro de Atenção Integral à Saúde da Universidade Federal do Amazonas (CAIS/Ufam) realiza uma programação especial para a comunidade acadêmica. O evento acontece na quarta-feira (19), a partir das 9h no Auditório do CAIS, situado no Setor Sul do campus universitário.

Confira a programação:

  • Palestra com a cardiologista Ana Claudia (Programa Viva Melhor)

  • Ginástica laboral e alongamentos (Estratégia "Movimente-se com Saúde")

  • Aferição da Pressão Arterial

  • Massagens relaxantes

Contatos

CAIS: 99318-3101 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Departamento de Saúde e Qualidade de Vida da Ufam: 3305-1479 / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

 

Programa Escola da Terra da Faced realiza III Seminário de Educação no Campo

Com o tema “Desafios e Conquistas no Campo do Amazonas”, a 3ª edição do Seminário Educação do Campo ocorre nos dias 19 e 20 de abril, a partir das 9h, no Auditório Rio Alalaú, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas (Faced/Ufam).

O encontro tem como objetivos: debater a educação do campo no Amazonas; refletir o processo formativo da educação do campo e a formação de professores no Estado; e socializar as experiências do curso de aperfeiçoamento.

Diálogos, debates, oficinas e apresentação de trabalhos estão previstos na programação que reunirá professores em formação para educação do campo de todo o Estado. (Acesse a programação em anexo)

O Seminário é a última atividade do Curso de Aperfeiçoamento em Educação do Campo Práticas Pedagógicas, que atendeu a formação continuada de professores (as) das escolas multisseriadas de 24 municípios do Amazonas no período 2015/2016.

Lançamento de obra

Um dos destaques da programação do Seminário é o lançamento da obra "Trabalho e educação do/no campo: Agricultura familiar, agroecologia e alfabetização ecológica", da Editora da Ufam (EDUA), organizado pelas professoras Heloísa Borges e Arminda Mourão, coordenadoras do Programa Escola da Terra. O livro tem como finalidade propor reflexões sobre a Educação do Campo e discutir a realidade do campo e a relação com o mundo do trabalho do campo no processo de formação dos sujeitos. A obra, publicada pela Editora da Ufam (EDUA) e descrita como "o início do caminho para uma nova práxis dos educadores", será lançada na quinta-feira (20), às 17h no Auditório Rio Alalaú.

Sobre o Programa Escola da Terra

Conveniado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e à Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (Secadi/MEC), o Programa Escola da Terra da Faced é vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Ufam (Propesp) em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc-AM) e Secretarias Municipais de Educação. O objetivo do Programa é implantar políticas públicas para a formação de professores do campo.

Dia Mundial da Atividade Física é comemorado na FEFF com modalidades esportivas e recreativas

A Faculdade de Educação Física e Fisioterapia – FEFF - convida a comunidade acadêmica da Ufam a participar do “Dia Mundial da Atividade Física” que ocorre nesta quarta-feira, 19, na FEFF, das 8h às 21h com modalidades esportivas e recreativas. As inscrições estão sendo feitas no link: https://goo.gl/Hg9LpI, com limite de inscrição nas modalidades.  A cerimônia de abertura ocorre no auditório Guilherme Nery, no bloco C da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia, no setor Sul do campus, às 8h. Contato pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Dia Mundial da Atividade Física.pdf)Cartaz[ ]371 kB

Cine & Vídeo Tarumã exibe filmes sobre aventuras no espaço-tempo

A partir desta segunda-feira (17), o projeto de extensão Cine & Vídeo Tarumã, da Ufam, apresenta uma programação de filmes com a temática de aventuras no espaço-tempo. Os escolhidos para essa semana são: "Donnie Darko”, "Os doze macacos" e "Fonte da vida". As sessões tem início às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), localizado no setor Norte do Campus Universitário. Por ocasião do feriado, excepcionalmente nesta semana, a sessão de sexta-feira foi transferida para a quinta-feira.

             


O filme exibido na segunda-feira (17), é o longa metragem dirigido por Richard Kelly, "Donnie Darko". O filme narra a história de um jovem (Jake Gyllenhaal) que cursa o colegial e passa a ter visões, em especial de um coelho monstruoso, que o encoraja a realizar brincadeiras destrutivas e humilhantes com quem o cerca. A trama se tornou um sucesso de público e crítica, principalmente, por sua trilha sonora e ideias relacionadas a universos paralelos.

Na quarta-feira (19), é a vez de "Os doze macacos", ficção científica dirigida por Terry Gilliam. Com a presença de Bruce Willis e Brad Pitt em seu elenco, o filme de 1995 se passa em uma realidade do ano de 2035, onde um prisioneiro aceita a missão de voltar ao passado para tentar decifrar um mistério envolvendo um vírus mortal que atacou grande parte da população mundial.

O último filme a ser exibido é "Fonte da vida", na quinta-feira (20). A obra foi dirigida por Darren Aronofsky, famoso por seus trabalho em "O lutador", "Cisne Negro" e o mais recente, "Noé". O drama envolve três linhas do tempo diferentes: uma no século 16 com o navegador Tomas Creo e sua jornada em busca da lendária árvore da vida; a segunda no período atual onde o pesquisador Tommy Creo busca desesperadamente uma cura para salvar sua mulher; e outra história une as duas primeiras: no século 26, o astronauta Tom finalmente consegue a resposta para as questões fundamentais da existência.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM. As sessões gratuitas acontecem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do Campus Universitário, com o apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

Faculdade de Estudos Sociais realiza feira de troca e doações de livros

A Faculdade de Estudos Sociais da Ufam (FES) promove nos dias 27 e 28 de abril a segunda edição da Feira de Troca e Doações de Livros, evento realizado em conjunto com a Biblioteca Central da Ufam, que visa enfatizar a importância da leitura habitual entre servidores e estudantes. 

A Feira será em frente ao Auditório Rio Amazonas, localizado no hall da FES, Setor Norte do Campus, no horário de 15h às 20h. Não há necessidade de inscrição prévia para assegurar participação.

De acordo com a coordenadora do evento e professora do Departamento de Contabilidade, Silvia Elaine Moreira, o acervo de doações, aberto para trocas, contém diversos gêneros literários e quaisquer interessados poderão participar, não apenas estudantes. “Durante a edição anterior, recebemos romances, clássicos nacionais, livros didáticos, entre outros estilos. Pretendemos realizar outras em maio e junho deste ano”, disse.

 

 

Informações: (92) 3305-4546 (Secretaria da FES)

Notícia relacionada:

FES promove feira de troca e doação de livros

Cine & Vídeo Tarumã exibe filmes referentes à data religiosa da Paixão de Cristo

As sessões gratuitas ocorrem sempre às 12h20, no Auditório Rio Negro, nInstituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, localizado no setor Norte do Campus Universitário

Nesta semana o projeto Cine & Vídeo Tarumã propõe uma programação temática referente a data religiosa cristã da Paixão de Cristo, destacando produções que foram aclamadas devido ao seu impacto imagético e narrativo, além de possuir uma notável qualidade. Os filmes escolhidos para o tema “Visões de Cristo - Morte e Ressurreição” são: A Paixão de Cristo e A Investigação.


                                         

Na segunda-feira, dia 10, teremos a exibição do filme A Investigação, de Damiano Damiani. Três anos após a morte de Cristo, o Imperador Tiberius, obcecado com a idéia de encontrar seu corpo, manda uma delegação a Roma, liderada por Taurus, o qual se envolve com a esposa de Pilatos, e através dela obtém importantes informações.

Na quarta-feira, dia 12, haverá a exibição do filme A Paixão de Cristo, dirigido por Mel Gibson. No meio da noite, Jesus é traído por Judas e é preso por soldados no Monte das Oliveiras, sob o comando de religiosos hebreus. Após ser severamente espancado pelos seus captores, Jesus é entregue para o governador romano na Judéia, Poncio Pilatos, pois só ele poderia ordenar a pena de morte para Jesus. Pilatos não entende o que aquele homem possa ter feito de tão horrível para pedirem a pena máxima e tenta passar a decisão para Herodes, governador da Galiléia, pois Jesus era de lá. Herodes também não encontra nada que incrimine Jesus e o assunto volta para Pilatos, que vai perdendo o controle da situação enquanto boa parte da população pede que Jesus seja crucificado. Tentando acalmar o povo e a província, Pilatos vai cedendo sob os olhares incriminadores de Claudia, sua mulher, que considera Jesus um santo.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Ufam. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

 

 

Centro de Artes da Ufam promove a “Exposição Fênix”

No próximo dia 13 de abril, o Centro de Artes da Ufam (CAUA) realiza a abertura da exposição “A Fênix nas sombras da arte”, do professor Otoni Mesquita. O período de visitação será de 17 de abril a 5 de maio, na galeria do CAUA, localizada na rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro.

Na abertura será realizada a performance/instalação “Modelando sombras e resgatando a História da Arte”, com participação especial do artista Fabiano Barros. Trata-se de um ensaio artístico para intermediar e recuperar referências da arte de variados tempos e lugares. Já nos dias de visitação, resultados de outras performances também serão expostos juntamente com obras realizadas em 1986. São reflexões sobre a temática, formato, suportes e dinâmicas das artes contemporâneas. 

Para o professor Otoni Mesquita, a Fênix remete ao grande poder da arte em restaurar e fazer renascer artistas e obras, evidenciando o caráter inovador da criação e do fruir artístico. "A Fênix é uma força que pode ser comparada com a fé, para os que creem. Nesse caso, a concepção de uma obra será sempre uma coisa inconclusa, assim como o próprio autor, que se modifica ao se espelhar na construção que realiza", explica o artista.

 

Informações sobre a exposição: (92) 3305-5150

Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

CAUA apresenta espetáculo “Percussivo Submerso”

O Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA) apresenta, entre os dias 7 e 9 de abril, às 19h, o espetáculo “Percussivo Submerso: sons, tambores e ideias submersas abaixo da linha do Equador”. O evento tem como objetivo mostrar as várias maneiras de fazer música utilizando até mesmo objetos recicláveis.

Durante a programação, o artista percussionista Leonardo Pimentel dividirá o palco com o artista visual Darlan Gomes. Já nas tardes dos dias 7 e 8, às 14h, será ofertada gratuitamente oficina de percussão, a ser ministrada por Leonardo Pimentel. Para participar, os interessados devem realizar as inscrições até o dia 7 de abril na Unidade I do CAUA, localizada na Rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro.

Documento necessário: documento oficial com foto.

 

Informações:

CAUA: 3305-5150

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Estudantes de Artes expõem no Museu Amazônico nesta quarta-feira

Exposição "Folharal" tem abertura na quarta-feiraExposição "Folharal" tem abertura na quarta-feiraO Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas realiza nesta quarta-feira, 5, às 19h, a abertura da exposição “Folharal”, dos estudantes do curso de licenciatura em Artes Visuais da Faculdade de Artes. A exposição fica em cartaz até o dia 30 de abril, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h, com a curadoria da professora Priscila Pinto. O Museu Amazônico localiza-se na Rua Ramos Ferreira, 1036, no Centro.

Segundo a professora Priscila Pinto, do curso de Licenciatura em Artes Visuais da Faculdade de Artes da Universidade Federal do Amazonas e curadora da exposição, nos trabalhos foi utilizada a técnica da tinta acrílica sobre papel cartão preparado, tomando-se a folha como referência temática, com o fim de sensibilizar o olhar na apreciação do elemento natural a partir de um estudo de cor, forma e composição. Nos exercícios, os alunos aplicaram a teoria da cor na prática pictórica, no processo de observação da cor das folhas e sua composição com o fundo. Ainda, segundo ela, as folhas foram coletadas pelos alunos no entorno do campus, escolhidas por sua coloração e forma. Foram propostos três exercícios – acrescenta a professora -, sendo duas pinturas de observação, uma composição com folha seca inteira e uma com detalhe ampliado de folha verde/fresca; uma pintura de criação, na composição de folhas sobrepostas com efeitos de transparência e opacidade. O que se mostra neste espaço é o processo de estudo de futuros professores de arte e artistas em formação, em diferentes estágios. Como resultado, vemos maneiras diversas de perceber o mundo e de transformar esta percepção visual em pintura, finaliza.

 

 

AgroUfam em mais uma edição no setor Sul

O Núcleo de Socioeconomia da Universidade Federal do Amazonas -Nusec- promove nesta semana, dias 6 (das 7h às 18h) e 7 (das 6h às 16h), nos blocos 1 e 2, na Faculdades de Ciências Agrárias -FCA-, no setor Sul do campus,  a 36ª edição AgroUfam  2017 – a Feira da Produção Familiar. Com o tema “Difusão Agrotecnológica no mundo rural”, a Feira visa disseminar a agricultura familiar no estado do Amazonas, bem como contribuir para o fortalecimento socioeconômico dos agricultores envolvidos, além da troca de saberes do conhecimento tradicional em prol do fortalecimento e desenvolvimento organizado da agroecologia na região da Amazônia brasileira.

Seminário da pós-graduação em Sociologia discute "Mobilidades, Fronteiras e Ilegalismo na Amazônia"

O Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Ufam (PPGS), CNPq, Grupo de Pesquisa Ilhargas e o Observatório da Violência de Gênero no Amazonas realizam o Seminário permanente sobre "Regimes de Mobilidade Espacial na Amazônia Urbana" com o tema: "Crime e Estado na Amazônia – mobilidades, fronteiras e ilegalismo",

Evento será na segunda-feira, dia 3 de abril, às 10h, no auditório Rio Solimões, no Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais -IFCHS-, no setor Norte do campus., e contará com a presença dos professores Luiz Fábio Silva Paiva, da Universidade Federal do Ceará; Izaura Rodrigues Nascimento, da Universidade do Estado do Amazonas; e Fábio Magalhães Candotti, da Universidade Federal do Amazonas. 

Telefone para contato: (92) 99128-9257 

Violência contra a Mulher é pauta em Audiência Pública

A comunidade acadêmica e quaisquer interessados são convidados

O Ministério Público Federal (MPF) realiza série de eventos em consideração ao Mês Internacional da Mulher, com foco de abordagem que visa chamar à atenção dos participantes a respeito da implementação de novas Políticas Públicas que minimizem as diversas dificuldades enfrentadas pela população feminina. O encerramento ocorre nesta sexta-feira (31), no Auditório do Prédio Anexo do MPF.

Cronograma de atividades

Dia 29 (quarta-feira), das 9 às 12h. Local: Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos(SEMMASDH), Avenida Ayrão, Centro. Atividade: Roda de conversa sobre Educação de Gênero nas Escolas: Exposição da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e Secretaria de Estado de Educação (SEDUC) acerca de dificuldades, desafios e boas práticas nesta temática.

Dia 31 (sexta-feira), das 14 às 18h. Local: Auditório do Prédio Anexo do MPF, Avenida Ephigênio Salles, V8. Atividade: Audiência Pública sobre Violência contra a Mulher.

 

 

 

PPGCCOM realiza I Colóquio de Teorias da Comunicação no dia 3 de abril

Qual a importância da pesquisa científica em comunicação? E a relevância das teorias e conceitos da Comunicação na formação de profissionais da área? Essas e outras questões serão abordadas durante o “I Colóquio de Teorias da Comunicação – Interconexão!” do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade Federal do Amazonas (PPGCCOM-Ufam), que será realizado na segunda-feira (3), das 9h às 16h, no Auditório Rio Negro, Setor Norte do campus universitário.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 1 de abril no link do evento no Eventbrite.

O colóquio visa promover a interação entre pesquisadores, professores e estudantes da graduação e pós-graduação de cursos de Comunicação Social, enfocando a dimensão teórica dos objetos da comunicação, assim como seu espelhamento com a vida prática. O evento é aberto a acadêmicos e profissionais interessados na compreensão da complexidade envolvida nas práticas comunicativas.

Programação

9h – Abertura

9h30 – Diálogos impertinentes sobre as teorias da comunicação

11h – Mostra de vídeos Interpretação Criativa do Conceito

12h – Intervalo

14h – Caminhos teóricos da Comunicação

15h – Teia de possibilidades

16h – Encerramento

Sobre o PPGCCOM

Reconhecido por ser o primeiro mestrado acadêmico em Comunicação na região Norte do Brasil, o PPGCCOM-Ufam foi aprovado em 2007 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Com uma proposta inovadora de abordagem interdisciplinar e transdisciplinar que busca compreender as problemáticas da comunicação na e para a Amazônia, o Programa desenvolve pesquisas na área de concentração de “Ecossistemas Comunicacionais”. Os estudos abrangem os processos de organização, transformação e produção das mensagens conformadas a partir das interações entre sistemas sócio-culturais-tecnológicos em duas linhas de pesquisa.

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sessão de sexta-feira do Cine & Vídeo Tarumã é transferida para a próxima semana

Devido ao segundo turno da eleição à reitoria da Ufam, nesta sexta-feira, 31, a exibição do filme Manchester à Beira Mar (conforme a programação seria exibido nesta sexta-feira), fica transferida para a próxima terça-feira, 4, no mesmo auditório, às 12h15. A mudança é em função da utilização do auditório Rio Negro como local de votação durante o dia.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã apresenta nesta semana uma pequena programação de exibição dos filmes mais marcantes e premiados do Oscar 2017, cuja premiação aconteceu no dia 26 de fevereiro, em Los Angeles. É fato que o evento internacional reúne produções cinematográficas selecionadas com um perfil muito próximo ao padrão da indústria norte-americana. Contudo, é inegável que algumas obras possuem qualidade estética ou pertinência temática que as colocam num patamar de engrandecimento do cinema. Diante de uma cerimônia cheia de surpresas e algumas polêmicas, o projeto destaca alguns dos filmes mais marcantes e que entraram para a história da trajetória da premiação.

Na segunda-feira, dia 27, a abertura da programação será com o filme O Apartamento, do diretor iraniano Asghar Farhadi e que levou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Emad e Rana são casados e encenam a montagem da peça teatral "A Morte de um Caixeiro Viajante", de Arthur Miller. Um dia, eles são surpreendidos com o alerta para que eles e todos os moradores do prédio em que vivem deixem o local imediatamente. Diante deste problema, Emad e Rana passam a morar, provisoriamente, em um apartamento emprestado. É lá que Rana é surpreendida com a entrada de um estranho no banheiro, justamente quando está tomando banho. O susto faz com que ela se machuque seriamente e vá parar no hospital. Entretanto, é o trauma do ocorrido que afeta, cada vez mais, suas vidas.

Na quarta-feira, dia 29, o filme escolhido é Moonlight: Sob a Luz do Luar, do diretor Barry Jenkins e que levou os prêmios de Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Roteiro Adaptado. Três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas, este é um poético estudo de personagem.

Na sexta-feira, 31, o encerramento da programação ocorre com o filme Manchester à Beira Mar, do diretor Kenneth Lonergan e que levou os prêmios de Melhor Ator e Melhor Roteiro Original. Lee Chandler é forçado a retornar para sua cidade natal com o objetivo de tomar conta de seu sobrinho adolescente após o pai do rapaz, seu irmão, falecer precocemente. Este retorno ficará ainda mais complicado quando Lee precisar enfrentar as razões que o fizeram ir embora e deixar sua família para trás, anos antes.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Ufam, com as sessões acontecendo sempre às 12h20, no auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no setor Norte do campus universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da Take Video Locadora.

 

NAVI realiza programação especial para comemorar o Dia do Teatro

Peça "Os Náufragos do Louca Esperança" (Foto: Michelle Laurent)Peça "Os Náufragos do Louca Esperança" (Foto: Michelle Laurent)Em celebração ao Dia Mundial do Teatro (27 de março), o Núcleo de Antropologia Visual da Universidade Federal do Amazonas (Navi/Ufam) realiza uma programação especial nos dias 29 e 31. O evento acontece às 14h30 no Auditório Rio Negro, localizado no Setor Norte do campus universitário.

A exibição do filme “Os Náufragos do ‘Louca Esperança’”, inédito em Manaus, será seguida de um bate-papo com Nereide Santiago e Gorete Lima da Companhia Teatral A RÃ QI RI. O filme dividido em duas partes, com mais de 3 horas de duração, será exibido em dias alternados: a 1ª parte na quarta-feira, 29; e a 2ª parte na sexta-feira, 31.

O filme foi construído a partir da peça teatral dirigida por Ariane Mnouchkine, do Théâtre Du Soleil. Trata-se de uma composição que une a literatura, pois foi inspirada no romance póstumo de Julio Verne; o cinema como era realizado na década de 1920; e a peça de teatro que está sendo filmada.

Sobre o NAVI

Coordenado pela professora Selda Vale Costa, o Núcleo de Antropologia Visual da Ufam reúne pesquisadores e estudantes interessados no estudo das imagens, sobretudo as que retratam características do cotidiano do homem amazônico. A proposta do grupo é tratar o visual como objeto de estudo e como método de conhecimento.

O NAVI possui um acervo com mais de 500 filmes que tratam direta ou indiretamente da Região Amazônica em produções realizadas no Brasil e no mundo. Além dos filmes, o Núcleo possui uma biblioteca sobre o audiovisual e a Amazônia. Entre os eventos realizados pelo NAVI, destaca-se a Mostra Amazônica de Filme Etnográfico.

NEAI discute dados demográficos sobre indígenas nesta quinta-feira (23)

Com o tema “Qual é o indígena da Amazônia que emerge a partir dos censos nacionais?”, o Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) promove nova edição dos Seminários de Pesquisa, na quinta-feira (23), às 14h, na sala 12 do NEAI, localizada na Faculdade de Direito, Setor Norte do campus universitário.

Desta vez a palestra é em parceria com o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA - Fiocruz Amazônia), que convidou o especialista em demografia indígena da Fiocruz, Ricardo Ventura, para justificar a substancial expansão dos estudos demográficos sobre as populações indígenas no Brasil, e abordar, por meio de uma perspectiva histórica e antropológica, questões teóricas e metodológicas envolvidas na captação de dados sobre indígenas pelos censos demográficos no país, trazendo exemplos do Amazonas. Também serão abordados os desafios que se colocam para a coleta de dados sobre as populações indígenas no Censo 2020.

Sobre o NEAI

Grupo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) e ao Departamento de Antropologia da UFAM, o NEAI congrega pesquisadores, professores e estudantes de diferentes áreas do conhecimento que se dedicam ao estudo e pesquisas sobre temas e problemas relacionados aos povos e comunidades tradicionais.

Evento debate “Dia Mundial da Água”

O grupo de pesquisa Hidrossistemas  e o Homem na Amazônia - H2A -  da Ufam, promove nesta quarta-feira, 22, evento gratuito em comemoração  ao Dia Mundial da Água, intitulado “Caminhos da água na Amazônia”.

O evento ocorre no auditório da Central Analítica, da Faculdade de Química, setor Norte do campus, com a solenidade de abertura às 9h.

A programação conta com a participação de pesquisadores da Ufam, Inpa, e do Instituto de Mudanças Climáticas do Estado do Acre. (Acesse a programação em anexo).

Sobre o H2A

Hidrossistemas e o Homem na Amazônia (H2A) é um grupo de pesquisas da Ufam junto ao CNPq, cuja missão é desenvolver pesquisas em cooperação para a produção e disseminação do conhecimento sobre a dinâmica da água na Amazônia e sua relação com a sociedade. O grupo é multidisciplinar e multi-institucional, com mais de 20 pesquisadores de instituições do Brasil e do exterior.

A liderança da Ufam advém da necessidade de um grupo baseado na Amazônia, articulando diversas iniciativas, fixando pesquisadores e os resultados de suas pesquisas na própria região. Neste sentido a Ufam junto com pesquisadores do Institut du Recherche pour le Développement da França, e de outras instituições, uniram-se e criaram em 2003 a plataforma HYBAM (www.ore-hybam.org), um consórcio internacional que produz dados sobre a hidrologia, geoquímica e geodinâmica da Bacia Amazônica e os distribui gratuitamente na Internet.

O H2A se preocupa em disponibilizar dados de forma mais didática e estabelecer relações entre as populações ribeirinhas da região. Esses dados alimentam uma rede cidadã e sustenta ações de prevenção em diversas frentes no Estado do Amazonas. Para tanto, a rede Rios On Line, mantida pelo grupo H2A, disponibiliza, dados e informações para a comunidade e se mantém em contato com as comunidades ribeirinhas através das redes sociais.

Informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Cine & Vídeo Tarumã volta as atividades nesta segunda

O Cine & Vídeo Tarumã  retorna às suas atividades nessa semana com uma programação de três filmes realizados por mulheres cineastas e que alcançaram sucesso de crítica. A semana reúne filmes produzidos na França, Espanha e Alemanha, que demonstram a sensibilidade do olhar feminino sobre diversas questões sociais, emocionais e políticas que as mulheres enfrentam em diferentes fases da vida. Os filmes escolhidos para a programação que recebe o nome “Perfis femininos sob o olhar delas” são: O que está por vir, Ninguém deseja a noite e As mulheres de Rosenstrasse.

Nesta segunda-feira, dia 20, ocorre a exibição do filme O que está por vir, da diretora francesa Mia Hansen-Løve. A professora de filosofia, Nathalie, tem dois filhos que pouco vê e um marido também docente, seu companheiro há 25 anos. Entre trocas de ideias com o pupilo anarquista, ligações insistentes da mãe solitária e piquetes de alunos, ela leva uma vida tranquila. Mas tudo está para mudar.

Na quarta-feira, dia 22, será a vez do filme Ninguém deseja a noite, da diretora espanhola Isabel Coixet. Groenlândia, 1908. Josephine Peary é uma expedicionária que viaja ao Polo Norte em busca de seu marido, desbravador. Dona de fortes convicções sobre a vida e o seu trabalho, ela muda por completo sua visão do mundo após um inesperado encontro com a esquimó Allaka.

Sexta-feira, dia 24, haverá o filme As mulheres de Rosenstrasse da diretora alemã Margarethe Von Trotta. No ano de 2000, após seu pai falecer em Nova York, a jovem judia Sarah passa a se preocupar com Ruth, sua mãe, que começou a se comportar de forma estranha. O mistério aumenta quando uma prima distante aparece para visitá-las, trazendo uma foto que mostra Ruth, ainda criança, ao lado da mulher que a ajudou a escapar da Alemanha durante a Segunda Guerra. Curiosa a respeito dos fatos por trás do retrato, Sarah viaja a Berlim disposta a desvendar os mistérios sobre a infância da mãe, e acaba entrando em contato com uma história emocionante.

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da Ufam, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no auditório Rio Negro, do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais -IFCHS-, localizado no setor Norte do campus universitário. As sessões são gratuitas e recebem apoio cultural da locadora de filmes Take Vídeo Locadora.

HUGV participa de I Workshop Humanizando o Tratamento do Paciente em Terapia Renal Substitutiva

Nos dias 23 e 24 de março, o Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV-UFAM) participa do workshop “Humanizando o Tratamento do Paciente em Terapia Renal Substitutiva”, realizado pelo Ministério Público do Estado (MP-AM). O evento acontece no Auditório Gebes Medeiros, na sede da Procuradoria-Geral da Justiça, situada na Avenida Coronel Jorge Teixeira, 7995, Nova Esperança.

O objetivo do workshop é garantir a humanização do tratamento dos pacientes renais crônicos por meio da sensibilização e capacitação dos profissionais que atuam neste tipo de procedimento médico-hospitalar.

O evento é voltado para autoridades da Rede de Atenção ao Paciente Renal, representantes de instituições de ensino do Amazonas, pacientes em tratamento renal e entidades de fiscalização da área, além de acadêmicos de Direito, Medicina e Enfermagem.

Programação

Palestras, painéis e debates compõem a programação que reúne instituições que prestam serviços de terapia renal substitutiva. Destacam-se a participação da fisioterapeuta do HUGV, Jolaynne Prado, na Apresentação de Boas Práticas (primeiro dia do evento); e a Apresentação de Protocolos de Acesso, com a enfermeira-chefe do Setor de Regulação e Avaliação em Saúde do HUGV.

Confira a programação completa:

Com informações da Assessoria do MP-AM.

Pós-graduação em Geografia promove semana acadêmica

O Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGG) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) realiza, entre os dias 22 e 24 de março, a semana de acolhimento aos novos alunos da graduação e pós-graduação, com apresentações de trabalhos de pesquisas.

A programação começa com a aula inaugural ministrada pela professora Ana Fani Alessandri Carlos, da Universidade de São Paulo (USP), no dia 22 de março, às 18h, no auditório Rio Solimões, Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS). O tema da aula será: “Perspectivas para uma Geografia brasileira: qual o papel da Geografia que não se produz no centro?”. O evento é aberto para a comunidade acadêmica.

Já nos dias 23 e 24, de 8h às 18h, no auditório Rio Alalaú, localizado na Faculdade de Educação (Faced), ocorre a quinta edição do Seminário de Projetos de Dissertação de Mestrado (Programação em anexo). O objetivo é expor e discutir sobre os projetos de pesquisa dos alunos de pós-graduação da turma de 2016 e recepcionar os alunos da turma de 2017.

 

Sobre a palestrante

A professora Ana Fani Alessandri Carlos é autora e organizadora de vários livros na área de Geografia Humana, sendo o mais recente: A condição Espacial. Seu livro Espaço tempo na metrópole recebeu menção honrosa do Prêmio Jabuti em 2003. Ela também já recebeu o prêmio geocrítica de 2012 e o prêmio Manuel Correia de Andrade - ANPEGE, em 2015. (Acesse o currículo Lattes)