Palestra sobre astrobiologia inaugura 30ª edição da Sembio

Evento está integrado às outras semanas acadêmicas de cursos do Instituto de Ciências Biológicas (ICB). Acesse a programação completa no site da Sembio.

A pesquisadora do Instituto Oceanográfico da USP, Amanda Bendia, conduziu a palestra magnaA pesquisadora do Instituto Oceanográfico da USP, Amanda Bendia, conduziu a palestra magna

Por Valdeniza Vasques
Equipe Ascom

A XXX Semana de Biologia da Ufam (Sembio) teve início nesta segunda-feira, dia 3, reunindo alunos, profissionais e pesquisadores para um intercâmbio de experiência e conhecimento. Com o tema ‘Alianças da Biologia’, a Semana aborda as ciências biológicas em diversos âmbitos sociais, científicos e tecnológicos.

O evento ocorre simultaneamente às Semanas Acadêmicas de Ciências Naturais (Semcinat) e de Biotecnologia (Sabeb). A programação segue até sexta-feira, 6, com palestras, minicursos, oficinas e apresentação de trabalhos.

Abertura

A solenidade de abertura ocorreu no Auditório Eulálio Chaves, com a presença do professor Almir Menezes, representando a Administração Superior da Universidade, e da diretora do ICB, professora Sônia Carvalho. Os coordenadores das Semanas, professores Carlos Gustavo Nunes (Sebab), Cíntia Frische (Sembio) e Ítalo Silveira (Semcinat) também compuseram a mesa de honra.

A professora Maria Gracimar de Araújo representou os ex-coordenadores da Sembio e apresentou uma retrospectiva das primeiras edições do evento, sempre marcadas por um forte cunho científico, político e social.

Estudantes prestigiam o evento, que segue até o dia 6Estudantes prestigiam o evento, que segue até o dia 6Do microscópio ao telescópio

Abordando um campo ainda pouco conhecido e que levanta dúvidas mesmo dentro das Ciências Biológicas, a pesquisadora do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP), Amanda Bendia, falou sobre o papel do biólogo na astrobiologia.

“A astrobiologia estuda a origem, a evolução, a distribuição e o futuro da vida na Terra”, explicou a bióloga, “assim como a possibilidade da existência dela fora do planeta”. Segundo Bendia, esse campo faz perguntas que intrigam a humanidade desde os primórdios das civilizações: o que é a vida? O que somos? Para onde vamos? Será que estamos sozinhos no universo?

“São perguntas muito complexas, então precisamos relacionar diferentes áreas da ciência, como a astronomia, a filosofia, a geologia, a química e a física”, enumerou a palestrante. “É a partir da interconexão desses assuntos que é possível começar a compreender o fenômeno da vida no universo”.

Amanda listou algumas das possibilidades de estudo dentro da astrobiologia, desde o surgimento da vida no planeta; os limites da vida como a conhecemos, ou seja, a partir do estudo dos ambientes extremos da Terra; e a busca pela vida fora do planeta.

Centro Acadêmico de Biologia (Cabio) coordena o eventoCentro Acadêmico de Biologia (Cabio) coordena o evento

Semanas acadêmicas do ICB

A Semana Acadêmica de Biotecnologia e Bioprocessos (Sabeb 2017) vai até o dia 7 de outubro. Realizada em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), a Sebab traz como tema ‘A multidisciplinaridade da Biotecnologia e seu impacto social’. Acesse o site do evento.

Já a oitava edição da Semana de Ciências Naturais (VIII SemCinNat), com o tema ‘Ciência no coração da Amazônia’, segue até o dia 6 e propõe uma sensibilização para o cuidado com a região na hora de produzir conhecimento e desenvolvimento. A programação pode ser acessada na página oficial.