Texto

Uma vida dedicada às áreas do ensino e da saúde; da Universidade Federal do Amazonas ao Hospital Universitário Getúlio Vargas. Dois enunciados resumidos, mas que tem a pretensão de se aproximar do que representa a história profissional do então professor Gerson Suguiyama Nakajima, docente de nível IV do Departamento de Clínica Cirúrgica, da FM. Em duas volumosas publicações de mais de 500 páginas cada uma, o professor tornou público seu 'Memorial', que findou com sua aprovação e consequente ascensão ao cargo de professor titular do curso de Medicina. 
 
Com o aceite da banca ao pleito do professor, ele passa a ser o segundo docente em exercício a ocupar o cargo mais elevado da hierarquia acadêmica dentro da estrutura da Faculdade de Medicina. Antes dele, em outubro passado, ascendeu o atual vice-reitor da Ufam, professor Jacob Moysés Cohen. O vice-reitor foi quem presidiu o processo de avaliação junto aos professores convidados, Maria de Jesus Coutinho Varejão e Hiroshi Noda, ambos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e o professor Gaspar de Jesus Lopes Filho, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Por meio do recurso de teleconferência, o professor Gaspar assistiu à defesa do 'Memorial' e procedeu às suas considerações diretamente de São Paulo.  
 
"O indivíduo chega a esse estágio de participar de um processo de avaliação para professor titular quando conquista o respeito acadêmico da comunidade. Com o respeito, é dado a ele a outorga do poder acadêmico, porque ele passa a decidir efetivamente pelo destino, quase que cartorial, da entidade que ocupa", afirmou o professor Gaspar. 
 
Também profissional da área da saúde, atuando como professor e médico do Hospital Universitário de São Paulo, o docente da Unifesp considerou sua avaliação sob três aspectos: o da qualificação, o da docência e o da liderança acadêmica. 
 
"O currículo é um retrato frio que reflete a vida das pessoas, mas o 'Memorial', não. Ele é um filme que discorre a história e mostra os coautores da trajetória que não se restringe à caminhada profissional, mas a sua família e às suas vivências, ao qual o senhor (professor Nakajima) já homenageou e mencionou", disse. 
 
Para finalizar, o professor da Unifesp citou a ampla lista de cursos de qualificação e especialização, em diversas áreas da Medicina, pelos quais o professor Nakajima passou. 
 
"Do cirurgia do aparelho digestivo, à Medicina do Trabalho e da Cirurgia Oncológica, por todas essas qualificações é possível perceber o quanto o professor buscou estar atualizado em sua área, não se permitindo focar apenas em um campo de trabalho. Ele se aperfeiçoou para transmitir seu conhecimento aos seus alunos e demonstra com muita paixão, estar envolvido com os papéis aos quais desenvolve", salientou. Frente a isso, é indissociável dizer que o professor também tem consigo o poderio da liderança acadêmica, quando submeteu, em dado momento, seu nome a um pleito reitoral e conseguiu lograr êxito, como vice-reitor, nos anos de 2005 a 2009. 
 
O segundo membro titular da banca a discorrer avaliação foi a professora Maria de Jesus Coutinho, que não economizou elogios à conduta profissional do professor Nakajima. "Não sou médica, mas sou pesquisadora e conheço parte considerável da trajetória deste profissional, portanto, reconheço a capacidade profissional e acredito no compromisso do professor para assumir essa função", decretou. 
 
O terceiro avaliador, professor Hiroshi Noda, ressaltou a competência acadêmica do professor avaliado. "Poucos são aqueles que conseguem alcançar este posto com a sua excelência. Em função de sua história, não apenas a contada em seu 'Memorial', mas a que conhecemos, acredito que a Faculdade de Medicina entrará numa nova fase com a sua promoção", observou.   
 
O último a falar ao público foi o presidente da banca, o vice-reitor da Ufam, professor Jacob Moysés Cohen. Ele iniciou seu pronunciamento partindo das coincidências entre ambos. 
 
"Como o senhor, também sou filho do interior, imigrante e em comum, não baixamos a cabeça paro os percalços que surgiram em nossas vidas. Saímos do seio da nossa família e da nossa cidade para virmos para Manaus, a fim de estudar e, de Manaus, saímos para continuarmos estudando", relembrou e concluiu. "Sou oriundo da 4ª turma de Medicina e hoje podemos dizer que os alunos estão em condições muito mais favoráveis do que encontramos quando iniciamos nossa carreira. E, vendo o seu memorial, concluo que o senhor representa um professor completo, está de parabéns! Apenas desejo que muitos sigam o seu exemplo", finalizou. 
 
Prestígio - O reitor da Universidade Federal do Amazonas, professor Sylvio Puga, participou da apresentação do memorial do professor Nakajima. Acompanhado do professor Ivan Tramujas, também da Faculdade de Medicina, ele considerou que a defesa de tese de um professor titular para a Universidade é um momento de festa. "Esses momentos representam um ápice de uma carreira docente construída sobre os pilares da Pesquisa, Ensino e Extensão. O professor Gerson Nakajima comprovou, de forma cabal, sua excelência pela conquista de mais uma importante titularidade", disse. "Torcemos agora para outros docentes trilhem os caminhos dos dois professores titulares da FM, professor Jacob Cohen e professor Gerson Nakajima", revelou.
    
O professor Ivan Tramujas considerou que a conquista do professor Nakajima é um triunfo que muitos desejam alcançar, mas poucos, efetivamente, conseguirão. "Essa é uma conquista histórica, não somente para o Departamento, mas para o curso, para a Faculdade, para a Universidade. Daqui para frente, espero que surjam outros, pois precisamos de líderes dentro da nossa faculdade", afirmou. 

Ameaças à segurança da comunidade universitária da UFAM e de seu patrimônio, atos suspeitos, ocorrências de furtos, roubos ou agressões a integrantes da comunidade universitária, devem ser informadas à Divisão de Segurança, por meio dos números:

(92) 99152-6980

(92) 99132-8271

(92) 3305-4210 

Diretora da Escola de Enfermagem da UFAM, professora Nair Chase e professora Francilene Xavier Ferreira receberam certificado de honra ao mérito do Poder Legislativo estadual pelos trabalhos em prol da saúde da sociedade amazonense.

Em sessão especial alusiva ao Dia Internacional do Enfermeiro, comemorado em 12 de maio, a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas prestou homenagem aos profissionais da Enfermagem que se destacaram em suas atividades no Estado do Amazonas.


Os homenageados receberam o diploma de Honra ao Mérito pelo trabalho dedicado em prol da saúde da sociedade amazonense. 

Com uma  sólida trajetória de serviços prestados à população do Estado, a Universidade Federal do Amazonas foi uma das instituições agraciadas. Na ocasião, a diretora da Escola de Enfermagem de Manaus, professora doutora Nair Chase recebeu o certificado de Honra ao mérito. “Sinto-me honrada em receber esta homenagem que, com certeza se estende para todos os profissionais de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas, seja os que atuam na docência, formando profissionais qualificados ou que contribuem com pesquisas relevantes para a nossa região; seja para nossos colegas da Enfermagem do Hospital Universitário Getúlio Vargas que atuam no atendimento da população de nosso Estado”, declarou.

Além da Diretora da Escola de Enfermagem da UFAM, a professora Francilene Xavier Ferreira recebeu o certificado de honra ao mérito na sessão de homenagem do Poder legislativo estadual. “Estou muito feliz com esse reconhecimento, hoje é um dia festivo, mas nossa categoria ainda tem muitas lutas pela frente, como a melhoria salarial e o estabelecimento da  jornada de trabalho dos profissionais de Enfermagem em seis horas diárias. Hoje os profissionais de nossa área trabalham em jornada dupla ou até tripla para sobreviver e precisamos mudar essa realidade”, observou a homenageada.


Durante seu discurso, o proponente da homenagem, deputado estadual Sinésio Campos congratulou os profissionais reconhecidos pela dedicação a salvar vidas. "Essa data, mais uma, vez não passa despercebida por essa casa de leis. Quem ganha com a vocação de vocês é a sociedade. Quero registrar minha profunda admiração aos enfermeiros que atuam nas unidades básicas de saúde e em locais de difícil acesso. Nós, legisladores, estamos cientes das demandas da categoria e convictos de que se queremos ter saúde, precisamos dar a devida valorização aos profissionais da área.  Parabéns pelo dia de vocês", discursou o parlamentar.


A sessão especial alusiva ao Dia do Enfermeiro foi realizada no Plenário Ruy Araújo da Assembleia Legislativa, no início da tarde desta quinta-feira, 12.

“São dez anos que, juntos, superamos adversidades, encarando desafios e dizendo com todas as letras que o acesso ao ensino superior e  sua democratização é obrigação de uma universidade pública federal”, declarou a reitora referindo-se aos dez anos do IEAA no município.

Na noite desta sexta-feira, 12, o Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente    (IEAA) da Universidade Federal do Amazonas, em Humaitá, sediou a cerimônia de outorga de grau a 37 acadêmicos dos cursos de Agronomia; Ciências- Biologia e Química; Engenharia Ambiental; Letras Língua Portuguesa e Língua Inglesa.

Presidida pela reitora da Ufam, professora Márcia Perales Mendes Silva, a solenidade teve a mesa de honra composta pelo vice-reitor, professor Hedinaldo Narciso Lima; pela diretora do IEAA, professora Elizabeth Pimentel; pelo prefeito de Humaitá, José Cidenei Lobo do Nascimento; pelo presidente da Câmara Municipal de Humaitá, Raimundo dos Santos Cruz; pelo diretor do Instituto de Educação, Ciências e Tecnologia do Amazonas, professor Jorge Nunes Pereira e pelo Diretor do Núcleo de Estudos Superiores da UEA, professor Ítalo Rocha, bem como por paraninfos e patronos das turmas.

Durante seu discurso, a reitora destacou o processo desafiador de implantação do IEAA.  “Eu fico pensando como estaria a situação dos quase quinhentos novos profissionais formados pelo IEAA ao longo desses dez anos. Provavelmente, muitos teriam migrado para outros lugares, em situação muito difícil. Mas a UFAM está aqui para que jovens possam realizar seus sonhos junto com seus familiares. O professor Hedinaldo e eu raramente estamos juntos em uma solenidade de colação de grau, em função das demandas que temos. Mas em relação ao interior do Estado, isso não acontece raramente. Ao longo desses dez anos de implantação das unidades fora de Manaus, fazemos o possível para estarmos juntos em uma solenidade como esta porque, para nós, a implantação das unidades no interior é motivo de muita emoção, por esse processo de implantação ter sido muito desafiador. Esse orgulho que os senhores sentem da esposa ou dos filhos, nós sentimos de uma outra forma, do ponto de vista profissional, social e político”, declarou ela.

HUGV e IEAA

Ela comparou ainda o processo de implantação do IEAA ao desafio de construir as novas instalações do Hospital Universitário Getúlio Vargas. “O novo HUGV é uma história de perseverança, pois quando começamos a ir à Brasília para buscar recursos, ouvíamos muito frequentemente que não iríamos conseguir, pois era muito difícil, mas conseguimos. Depois, iniciamos a elaboração dos projetos e, mais uma vez, ouvimos que era muito difícil. Mas conseguimos, elaboramos os projetos. Veio a licitação e ouvíamos que era difícil realizar a licitação, que obra de hospital era complexa e que licitação em valor tão alto não iria pra frente. Foi feita a licitação. A obra foi iniciada e agora será concluída. Qual a relação dessa breve história que contei com Humaitá? É total. Porque foi assim também que aconteceu quando o projeto de expansão da UFAM para o interior surgiu. Muitos disseram que não daria certo; que estaríamos levando problemas para o interior quando não resolvíamos os da capital. Deu certo sim. São dez anos que, juntos, estamos superando adversidades, encarando desafios e dizendo com todas as letras que o acesso ao ensino superior e a sua democratização é obrigação de uma universidade pública federal”, ressaltou.

Sucesso das unidades fora da sede

Coordenador da equipe de implantação do IEAA, o vice-reitor, professor Hedinaldo Narciso Lima, relembrou a trajetória de implantação da Ufam em Humaitá: “O Instituto completa dez anos de atividade em 2016 e isso me deixa muito feliz, pois fui uma das pessoas que ajudou a implantar o Instituto. Eu era diretor da Faculdade de Ciências Agrárias naquela época e assumi, assim mesmo, a coordenação de implantação do IEAA. Eu recordo que havia pessoas que não acreditavam, que foram contra no Conselho Universitário. Alegavam problemas na capital para resolver. Eu sempre soube que não era simples fazer isso, mas sempre soube também que era necessário e, temos provado, por meio de muito trabalho, que valeu a pena. As unidades fora da sede são um sucesso. E hoje, nesta solenidade, mais uma vez percebo isso. Esperamos que vocês, recém-formados, possam contribuir de forma significativa com a melhoria da educação, da ciência e da  tecnologia de nosso país”, discursou o vice-reitor.

Mais de 400 profissionais formados pelo IEAA

Ao felicitar os formandos pela conquista da graduação, a diretora do IEAA, Elizabeth Tavares Pimentel, ressaltou o quanto a Universidade Federal do Amazonas tem influenciado no cotidiano do município de Humaitá. “Nesse ano em que comemoramos 10 anos de existência do Instituto, contando com os 37 formandos de hoje, completamos 442 formados pelo Instituto, entregues para a sociedade. Uns formam, outros entram. A prática é contínua. No último processo seletivo recebemos 261 calouros. Hoje temos 1395 alunos matriculados. Multiplicando pelo número de famílias, percebemos o quanto a nossa Universidade está influenciando na vida das pessoas em Humaitá. Muitas pessoas vieram pra cá em função da existência da Universidade. É motivo de orgulho saber que nosso Instituto que começou na rua 29 de agosto com apenas quatro salas de aula,  hoje conta com uma estrutura de dois prédios concluídos e outro na fase de conclusão só trazendo mais contribuição para a comunidade local e tudo isso só é possível com a colaboração de todos os docentes, técnicos e terceirizados. Agradeço também à comunidade, pelo contínuo apoio que recebemos”.

Prefeito de Humaitá anuncia concurso público

Ressalto o trabalho essencial que a UFAM presta à população do Amazonas. Hoje é um dia fundamental para a UFAM e para os formandos do campus de Humaitá. Nosso município é muito importante no Sul do Amazonas e pra ser mais importante precisava da Universidade Federal do Amazonas, a qual tem mostrado com muita clareza que forma doutores no Amazonas para o mundo. Nossa cidade hoje é uma cidade universitária com a presença da UFAM, da UEA e do IFAM. A cada formatura de que participamos, percebemos que o município cresce, está mais preparado para o futuro. Estamos fazendo de Humaitá um município muito importante na política, na educação, na saúde e na infraestrutura.

O prefeito anunciou ainda a abertura de concurso público como oportunidade para os recém-formados. “Precisamos de professores no Brasil, no Amazonas e em Humaitá. Na semana que vem, assinaremos um contrato com o Cetam para realizarmos um concurso público, em que todos os recém-formados poderão participar. Parabenizamos pela conquista, mas ao mesmo tempo oferecemos oportunidade no mercado de trabalho”, ressaltou o prefeito.

Projetos dos recém-formados

Graduado em Ciências – Biologia e Química, Marinildo Silva da Cruz que dar continuidade nos estudos.“Quero ser pesquisador. No dia 22 de fevereiro, vou fazer a seleção para mestrado na Universidade de Rondônia. A UFAM me deu uma base e agora tenho que aperfeiçoar os conhecimentos que recebi”, disse o mais novo licenciado.

Com o diploma em mãos, Marta Patrícia Lujan, formada em Engenharia ambiental vê em Humaitá muita oportunidade para aplicar o que aprendeu na Faculdade. “Pretendo investir na parte de saneamento ambiental na minha cidade, com ênfase na drenagem urbana. Durante o curso foi a parte de que mais gostei e agora quero colocar em prática”, planeja a engenheira. 

As conquistas deste ano de 2015 são o resultado da atuação de cada servidor e estudante que ajudam a construir uma UFAM cada vez mais presente, inclusiva, plural e responsável. Por isso, a nossa mensagem é de agradecimento!

Obrigada pela busca incansável por uma UFAM que contribua efetivamente para uma sociedade mais justa e ética.

Que todos os desafios de 2016 sejam recebidos por nós com otimismo para conduzir a universidade a novas conquistas!

Feliz Natal e próspero Ano Novo!

O primeiro relatório semestral do Plano de Reestruturação e Saneamento da UNISOL foi apresentado ao Comitê Gestor da UFAM, na tarde do dia 30 de novembro, no Gabinete da Reitoria, conforme determina a Resolução do Consuni 004/2015.

A apresentação foi coordenada pela Comissão de Acompanhamento à Execução do Plano de Reestruturação e Saneamento da UNISOL, composta pelos docentes Mariomar de Sales Lima, Sylvio Puga, Adriano Fernandes e Manoel do Carmo Filho.

De acordo com a Resolução do CONSUNI, o plano prevê o alcance de quatro objetivos, com as respectivas estratégias de implementação. O primeiro objetivo previa o equilíbrio do fluxo de caixa da Unisol e já foi alcançado. Os demais estão em andamento, como o que prevê a elevação das receitas mensais em cerca de 30%, no período de 2015 a 2017; de 40%, no período de 2018 a 2020 e, no período de 2021 a 2024, de 50%.

Outra meta a ser alcançada é a que prevê a recuperação de parte dos recebidos em até 10%. Por fim, o quarto objetivo estabelece a recuperação das dívidas da UNISOL, de classe I (Projetos com devolução), direta ao financiamento; Projetos com devolução direta para a UFAM; de Classe II (representadas por dívidas do HUFM; e Classe IV (tributos municipais).

Conselheiros comentam reestruturação da Unisol

Integrante do Comitê gestor, o conselheiro e diretor do Instituto de Computação, professor Ruiter Caldas, declarou que os primeiros resultados apresentados demonstram um trabalho de excelência para a reestruturação da Unisol.  “Na reunião do Consuni em que estava em pauta a renovação do credenciamento da Unisol foi apresentada aos conselheiros uma situação difícil. Parecia que a Fundação de Apoio estava num processo de falência e tínhamos que ponderar se era viável renovarmos o credenciamento para que a Unisol continuasse apoiando as atividades da UFAM. Então, resolvemos renovar o credenciamento sob a condição de que os conselheiros pudessem acompanhar, de maneira mais próxima, a execução do plano de reestruturação da Fundação de Apoio. Agora, estamos satisfeitos com os resultados apresentados e percebemos como a comissão foi fundamental para a reestruturação da Unisol. Todo esse trabalho acabou mostrando a viabilidade da Unisol como fundação de apoio à universidade”, afirmou o conselheiro.

O conselheiro e diretor da Faculdade de Ciências Agrárias, Néliton Marques, destacou que o Consuni teve uma decisão acertada ao estabelecer uma comissão para monitorar as contas da Unisol. “Esta comissão está cumprindo seu papel. Os resultados apontam para uma perspectiva de solução de curto, médio e longo prazos, demonstrando que a Unisol tem condições objetivas para superar a crise estrutural em que estava imersa. Sobretudo tem, no professor Castro, um gestor experiente para implementar o plano estabelecido pela Comissão do Consuni. Tudo isso implica numa ação proativa do Conselho fiscal da Unisol, que precisa fazer todo um trabalho de acompanhamento na gestão financeira e contábil da Fundação de Apoio”, comentou o conselheiro.

Considerando a vigência do Calendário Acadêmico e a impossibilidade de acordo na reunião do Conselho Universitário (CONSUNI), ocorrida no dia 14 de setembro, a Administração Superior da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) informa à comunidade acadêmica que as aulas referentes ao segundo semestre de 2015 serão iniciadas nesta terça-feira, dia 15, em 43 cursos, conforme as recomendações constantes no relatório da Comissão de Planejamento das Atividades Acadêmicas. (Conferir Relatório da Comissão em anexo.

Os demais cursos que, de acordo com o referido relatório, não puderem iniciar as aulas, deverão aguardar o fim da greve dos docentes para que sejam operacionalizadas, por meio da Pró-reitoria de Ensino de Graduação (PROEG), as reposições necessárias.

A Universidade Federal do Amazonas realizou no último domingo, 9, o concurso público para a seleção de profissionais nas áreas de telecomunicações, áudio e vídeo, direção de programa e jornalista. O gabarito preliminar http://www.comvest.ufam.edu.br/ está disponível desde as primeiras horas da noite de ontem, juntamente com o requerimento para interposição de recurso http://www.comvest.ufam.edu.br/arquivo/tvufam/recurso-questoes-054-2015.pdf
 
De acordo com a diretora da Comissão Permanente de Concursos (Compec), professora Ana Galotta, o número de abstenções de candidatos chegou a 15%. 
 
"A aplicação das provas se deu dentro da normalidade, dentro do que esperávamos. Apropveito para chamar a atenção dos candidatos em relação aos recursos, que devem ser eventualmente interpostos até as 23h58 desta terça-feira, dia11", frisou. 
 
Ao todo, 200 pessoas se inscreveram para participar do processo seletivo. O gabarito definitivo será disponibilizado no dia 18 de agosto de 2015, no site da Compec.
Pesquisadores e professores da Universidade Federal do Amazonas podem participar da seleção de mestrado e doutorado em Administração da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). 
 
Ambos os processos seletivos oferecem 35 vagas no curso de Mestrado e 14 vagas no de Doutorado para 2016. Os cursos são gratuitos e parte dos alunos conta com bolsas de estudo. Para o Mestrado o processo seletivo consiste em Teste da ANPAD (o prazo de inscrição se encerra em 18 de agosto), Avaliação de Anteprojeto, Entrevista e Apresentação do Anteprojeto. 
 
Para o Doutorado, além dessas etapas, há a Prova de Títulos. O candidato pode optar por três linhas de pesquisa: Estratégia, inovação e desempenho organizacional; Práticas Organizacionais e Culturais; Organizações e Trabalho. Informações adicionais estão disponíveis na página http://www.ppgadm.ufes.br/ ou podem ser solicitadas pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A Universidade Federal do Amazonas informa, com pesar, o falecimento do servidor Leonel Afonso Cunha Peixoto, que atuava junto à Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (PROPESP). O servidor faleceu na tarde desta segunda-feira, 6, e será velado, a partir das 19h, na Funerária Nossa Senhora de Aparecida - Avenida Pedro Teixeira, próximo ao Sambódromo. O enterro será no cemitério São João Batista.

Resultado da análise documental do Proceesso Seletivo Simplificado para Professor bolsista do Núcleo de Línguas (NUCLI), em anexo. 

Todos os anos o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), realiza a Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos (SAO). Em sua 11ª edição com o tema `Produtor Orgânico, parceiro da natureza na promoção da vida´ a Semana, que ocorre entre os dias 24 e 31 de maio, em 21 estados e no DF, oferece informações aos consumidores sobre onde encontrar os produtos orgânicos e como são produzidos. A proposta é divulgar os benefícios ambientais, sociais e nutricionais desses alimentos.

Como parte da programação alusiva a Semana de Alimentos Orgânicos no Amazonas, promovida pela Comissão da Produção Orgânica do Amazonas (CPorg-Am), constituída por representantes do setor público e da sociedade civil organizada, a UFAM promove na próxima quarta-feira, 27, a I Oficina de Alimentos Orgânicos.

O Evento, gratuito e aberto ao público, irá ocorrer no auditório Samaúma, da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), setor sul do Campus Universitário, no horário de 08h as 12h, e terá a seguinte programação:

08h30:Abertura com a professora Therezinha Fraxe, diretora do Centro de Ciências do Ambiente, e coordenadora do Núcleo de Socioeconomia da UFAM;

09h00:Relato de experiência da produção orgânica no Amazonas com o produtor rural Raimundo Moura, presidente da Associação dos Produtores Orgânicos no estado do Amazonas (Apoam);

09h30:Exibição do documentário `O veneno está na mesa´, de Sílvio Tendler;

10h30 – 12h:Exposição de pôsteres dos projetos da FCA que trabalham com agroecologia; Venda de produtos orgânicos e agroecológicos pelos produtores do Uberê, de plantas medicinais não convencionais (PANCs), do projeto `Tocando em Frente´ do Ifam, e de café Apuí Agroflorestal do Idesam;

11h – 12h:Minicurso de biofertilizantes, ministrado pelo professor de Agronomia da UFAM, Jones Bentes;

Mais informações pelos coordenadores: Professora Albejamere Castro 99284-0804 / Aline 99212-8900 / Mônica 98187-6462. 

A reunião  com o Ministro de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, aconteceu na manhã desta segunda-feira (4) na sede do Palácio do Governo do Estado do    Amazonas. Durante o encontro, que foi presidido pelo governador do Estado do Amazonas, José Melo, e que contou com a presença de autoridades como o Secretário de Estado da Fazenda; o Superintendente da Suframa; o reitor da Universidade do Estado do Amazonas; o Secretário de Educação e Qualidade de Ensino e o Reitor em exercício da Ufam, professor doutor    Hedinaldo Narciso Lima, foram realizadas apresentações sobre a ampliação do Polo Industrial de Manaus e investimentos que podem ser viabilizados a longo prazo no Estado.

O governador do Amazonas ressaltou a necessidade de uma política de desenvolvimento integrado. “O Amazonas tem abundância de silvinita; de gás natural, além do potencial para incrementar a atividade pesqueira ou viabilizar o polo de fertilizantes. O ministro está aqui para formular conosco uma agenda amazônica com vistas a diversificar as atividades econômicas no país inteiro e nós estamos apresentando as nossas potencialidades”, declarou o chefe do Executivo Estadual.

O Ministro declarou que objetiva atrair o apoio da região amazônica na construção de um novo plano de desenvolvimento nacional. “Percebo que a Amazônia tem poder de coesão e por isso temos como uma de nossas prioridades levantar a causa da região, construir um modelo de desenvolvimento baseado na ampliação de oportunidades produtivas que inclua todas as pessoas. Quanto à educação, o ministro ressaltou a necessidade de uma mudança profunda no ensino básico. “Precisamos avançar no que diz respeito ao modo de ensinar e aprender. Buscamos um modelo que ofereça competência crítica. Na Europa observamos, por exemplo, os estudos gerais voltados para as elites e os estudos técnicos para as massas. O que pretendemos fazer em nosso país é oferecer educação da melhor qualidade a todos. Queremos uma produção densa de conhecimentos”. 

 

O Centro Acadêmico Cultural de Economia (CACEC) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em parceria com os coordenadores dos Estudantes pela Liberdade (EPL) e o Clube Ajuricaba promovem a II Conferência Estadual dos Estudantes Pela Liberdade.

A Conferência deverá incentivar, a partir da Academia, a harmonia social, justa e livre, com base no respeito à liberdade individual, econômica e à vida. O evento ocorre no dia 9 de maio, no auditório da Escola Superior de Tecnologia (EST), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), localizada na Avenida Darcy Vargas, 1.200, Parque 10.

Leia mais...

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) divulga que os candidatos classificados para a primeira chamada para o preenchimento de vagas do Processo Seletivo Extramacro (PSE/2014) e do Processo Seletivo Continuo (PSC/2015), para ingresso do 1º e 2º semestres de 2015, nos campi localizados nos municípios de Benjamin Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara, Parintins e Manaus deverão apresentar-se a efetivação da Matricula Institucional, observando o cronograma e os documentos necessários específicos nos Editais nºs 22 e 23/2015, respectivamente, publicado no endereço eletrônico www.proeg.ufam.edu.br e disponível para consulta na Coordenação de Orientação Acadêmica/Proeg, situada na Avenida General Rodrigo Octávio Jordão Ramos, 3000, Coroado, Campus Universitário, Setor Norte e nos campi da Ufam.

 

Acesse os Editais 

 

Anexos:
Fazer download deste arquivo (EDITAL DE 022_2015 PSE2014 _PRIMERA CHADAMA DA LSITA DE ESPERA.pdf)Edital 22/2015-PSE[ ]166 kB
Fazer download deste arquivo (SEGUNDA_CHAMADA_ EDITAL_023_ 2015_matricula_institucional_PSC_2015.pdf)Edital 23/2015-PSC[ ]4558 kB

O Cerimonial, ligado diretamente ao gabinete da Reitoria, é responsável por planejar, organizar e executar as solenidades das quais a reitoria participa de modo direto e nas quais a instituição concede diplomas, certificados, títulos, honrarias e outorga de grau.

Facebook: www.facebook.com/cerimonial.ufam

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Telefone: (92) 9 8407-8410 / 3305-1492/ 9 9318-2959

Concursos para docentes até 2013: http://www.proplan.ufam.edu.br/

Concursos para docentes a partir de 2014: http://procomun.ufam.edu.br/

Concursos para técnicos administrativos: http://procomun.ufam.edu.br/

 

 

 

 

 

 

Graduação/Pós-graduação